SlideShare uma empresa Scribd logo
Trabalho sobre as Civilizações  Rodrigo Coelho
Os Incas ou ‘’Os filhos do Sol’’ foram um dos povos mais civilizados da América.
Habitavam a região hoje ocupada pelo Equador, Peru, Chile, Bolívia e Argentina.
Adoravam o Sol, em cada Inca ou imperador dizia-se que era filho do Grande Sol, deste
modo o Imperador era considerado um deus.
A agricultura havia atingido entre eles, notável desenvolvimento.
Os Incas empregavam muito os metais, o cobre, o bronze, o ouro, a prata, o que despertou
os espanhóis.
Em 1553, o país foi conquistado por Pizarro e submetido à coroa espanhola. A cultura Inca
tinha sido totalmente destruída.
 Segundo a lenda da origem dos Incas, o deus do sol pediria a
seu filho para que fosse a terra, levar a civilização para a cidade.
Após a criação do mundo o seu filho e sua mulher, saíram das
profundezas do lago com um cetro nas mãos, o poderoso deus
disse que com aquele cetro eles poderiam construir um grande
império, após mãe e filho terem andado muito o cetro tinha-se
vincado no centro de Huanacaure, era o sinal. Então foi lá que
fundaram a cidade de Cuzco que se tornou o centro do império
Inca, o filho do deus do sol tornou-se o primeiro imperador da
cidade fundada. Ele e sua mãe aumentaram as capacidades dos
habitantes da cidade explicando como pescar, plantar, caçar…
Todos os imperadores que lá passaram eram descendentes do
primeiro imperador e eram muito valorizados pois o primeiro
imperador descendia do deus do sol.
Trabalho sobre as Civilizações  Rodrigo Coelho
 Nos Andes, havia espaços planos onde os
Incas podiam plantar, em vez disso tiveram
de domar as costas ingremes das montanhas,
para fazer isso desenvolveram novas
maneiras de plantar sementes. Inventaram
também um sistema de cultivo que era muito
bem pensado: Construíram aquedutos e
canais nas encostas das montanhas o que
distribuía as águas da chuva por montanha a
baixo e regava um terreno de cada vez, foi
assim que foram capazes de produzirem
alimentos suficientes para desenvolver sua
grande civilização.
 Os incas tiveram que estabelecer um sistema para manter o controlo das
coisas, por isso criaram um sistema matemático chamados: Quipus. Usando
uma serie de nós agrupado por uma serie de cordas finas muitas coisas
diferentes podiam ser contadas. Cada tipo de nó, cada tamanho de nó, cada
espessura da corda, significavam algo diferente. Havia pessoas especialmente
treinadas para usar estes cabos, um pequeno erro que fosse a contar, o
responsável por contar os nós era castigado com a sua morte.
 Os Incas tinham uma grande organização
política e administrativa, e á frente de toda
essa organização estava um imperador
supremo, tudo o que ele dissesse era
considerado lei suprema. Mas ele também
tinha as suas próprias regras que seguir, não
lhe era permitido sair e divertir-se, ele tinha
que trabalhar muito, ele também tinha que ter
uma esposa ou centenas de mulheres, mas
havia sempre uma mulher principal que era
considerada sagrada e era adorada como a
filha da Lua.
Trabalho sobre as Civilizações  Rodrigo Coelho
 A destruição do povo inca, aconteceu no século
XVI, com a chegada dos espanhóis ao continente
americano. Um dos colonizadores que tiveram
grande papel nesse processo de dominação dos
incas foi Francisco Pizarro. Pizarro estabeleceu
uma série de alianças militares com povos locais
que rivalizavam com o império que depois
acabaram por dominar o território dos Incas.
Tupac Amaru, era o imperador daquela altura que
depois acabou por morrer na prisão, sendo assim
o último imperador inca.
O povo Maia era muito avançado com uma incrível compreensão da Matemática,
Astronomia, Arquitetura e Arte, então um dia o povo maia começou a diminuir
por razões que ainda são desconhecidas e por fim, desapareceram.
 Muitos anos antes os Olmecas viviam
no mesmo território dos Maias. Naquele
tempo as pequenas tribos maias
adotaram conhecimentos Olmecas
sobre construção de templos,
calendários e escrita. Que com todos
esses conhecimentos e sabedorias
acabou criando-se uma civilização: Os
Maias.
Trabalho sobre as Civilizações  Rodrigo Coelho
 Os Maias eram muito religiosos, e
acreditavam que tudo o que acontecia de
bom e mau era tudo obra dos deuses.
Adotaram também, cultos religiosos dos
Olmecas. Incluindo a cultura do jaguar. Por
causa da sua força e agilidade, o jaguar
estava relacionado com o poder do rei e
era considerado um animal sagrado.
 A região habitada pelos maias era
formada por planaltos regados pela
chuva abundante. Banhada de um lado
pelo oceano atlântico e pelo pacifico do
outro, a terra era molhada e atravessada
por vários rios de água doce. Então era
fácil plantar, criar gado, colher frutos etc..
O clima ajudou bastante mas nem tudo
foi fácil para os Maias, porque eles não
tinham animais para arar a terra e
carregar as coisas, por isso os homens
tinham de fazer tudo.
Trabalho sobre as Civilizações  Rodrigo Coelho
 A civilização Maia chegou ao fim num misterioso desaparecimento por volta do ano 900 d.C . Todas
as suas cidades foram misteriosamente abandonadas. Alguns acreditam que durante os últimos anos
da civilização maia, um grupo de governadores ambiciosos, estavam apenas preocupados com o
aumento do seu puder militar e com as conquistas das suas terras vizinhas, isso gerou imensas
guerras que geraram muitas mortes como o que veio logo de seguida, a escassez. Quando os
espanhóis chegaram os Maias estavam muito fracos por isso foram capazes de os enfrentar numa
grande luta, além disso os maias não tinham nem sequer um rei para ser vencido e 200 anos depois
os maias foram finalmente conquistados.
Uma poderosa civilização
dominou uma região
inteira, há centenas de
anos, essa civilização
chamava-se: Asteca. Os
astecas eram um povo
muito poderoso que
depressa dominou todos
os povos vizinhos.
 Existiu uma época em que outras civilizações mais antigas viveram nesta parte do
mundo deixando arte e templos magníficos. Mais tarde, algo começou a acontecer,
essas grandes civilizações que eram tão poderosas começaram a desaparecer,
ninguém sabe ao certo porque desapareceram. Com a queda de grande templos
começou uma era turbulenta e violenta. Até que no século XII, os Astecas chegaram
pelo norte. Os Astecas conseguiram dominar todos os povos vizinhos, e logo
começaram a governar toda a região.
Mapa de Tenochtitlán (Capital do
império Asteca)
 Os Astecas eram um povo politeísta,
acreditavam em vários deuses como
o deus Sol, o deus Lua, o deus
Trovão, o deus Vento, o deus Chuva
etc. Acreditavam que os deuses eram
a causa de tudo. O povo Asteca
acreditava que o mundo iria acabar
algum dia e para isso sacrificavam
vários animais e até mesmo seres
humanos e ofereciam o coração da
vitima aos deuses para que eles
ajudassem a adiar esse dia.
 Desenvolveram uma técnica que utilizaram para ocupar menos espaços
nos sítios habitados que consistiam em pequenas ilhas de cultivos
chamadas Chinampas. Produziram alimento, como o chocolate, milho,
amendoins e tomates. Desenvolveram também o comércio devido aos
excedentes da agricultura.
 A educação era muito importante na
cultura Asteca. Aos 15 anos os
Astecas iam para as escolas públicas
que o estado tinha criado para
assegurar que todos tivessem
educação. Havia dois tipos de escola:
A Escola Telpochcalli onde se
aprendia sobre armas, artes e
comércio. A outra escola chamava-se
Calmecac onde os jovens eram
formados para cumprir funções
sacerdotais.
 O artesanato a era riquíssimo, destacando-se a confeção de tecidos,
objetos de ouro e prata e artigos com pinturas.
 Os Astecas estavam quase sempre em
guerra. Usavam mascaras e figurinos que
representam os deuses e os animais o
que os fazia parecer criaturas
assustadoras. Os Astecas sabiam que o
medo era uma boa maneira de ganhar
uma guerra
 Quando o conquistador espanhol Hernán Cortez chegou ao México em 1519
o rei Asteca Montezuma achou-o um homem estranho, vestido com roupas
estranhas e montados naqueles animais estranhos chamados cavalos deveria
ser um deus. Os espanhóis foram recebidos como deuses e não como
inimigos mas Cortez não foi chamado conquistador por acaso, o objetivo de
Cortez sempre foi conquistar um mundo novo, e por isso aliaram-se de todos
os inimigos do povo Asteca. Um ano depois de Cortez lá estar ele acabou por
destruir o povo Asteca com uma violenta guerra.
Rodrigo Coelho
Pesquisa na série ‘’Grandes Civilizações’’
8º A
nº 18

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Civilização Inca
Civilização IncaCivilização Inca
Civilização Inca
Daniel Moreira
 
Os incas
Os incasOs incas
Os incas
historiaf123
 
Os Incas
Os Incas Os Incas
Os Incas
Escola CTorres
 
Incas
IncasIncas
Os povos pré colombianos
Os povos pré colombianosOs povos pré colombianos
Os povos pré colombianos
Professor Marcelo
 
Os Incas - Prof. Altair Aguilar
Os Incas - Prof. Altair AguilarOs Incas - Prof. Altair Aguilar
Os Incas - Prof. Altair Aguilar
Altair Moisés Aguilar
 
Pré colombianos: maias, astecas, incas
Pré colombianos: maias, astecas, incasPré colombianos: maias, astecas, incas
Pré colombianos: maias, astecas, incas
Celso Firmino História, Filosofia, Sociologia
 
Incas - 8º ano (trabalho em grupo)
Incas - 8º ano (trabalho em grupo)Incas - 8º ano (trabalho em grupo)
Incas - 8º ano (trabalho em grupo)
Escola Secundária Carlos Amarante - Braga - Portugal
 
A civilização inca
A civilização incaA civilização inca
A civilização inca
Laís Maíne
 
Incas
IncasIncas
152 abc america terra de grandes civilizações imperio inca
152 abc america terra de grandes civilizações imperio inca152 abc america terra de grandes civilizações imperio inca
152 abc america terra de grandes civilizações imperio inca
cristianoperinpissolato
 
Pré colombianos
Pré colombianosPré colombianos
Pré colombianos
Valdemir França
 
Civilização Inca
Civilização IncaCivilização Inca
Civilização Inca
eiprofessor
 
Povos pré colombianos
Povos pré colombianosPovos pré colombianos
Povos pré colombianos
Marlon Barros Cardozo
 
Capítulo 2 - América indígena
Capítulo 2 - América indígenaCapítulo 2 - América indígena
Capítulo 2 - América indígena
Marcos Antonio Grigorio de Figueiredo
 
INCAS
INCAS INCAS
Povos mesoamericanos
Povos mesoamericanos Povos mesoamericanos
Povos mesoamericanos
Roberta Fernandes
 
Civilizações pré-colombianas
Civilizações pré-colombianasCivilizações pré-colombianas
Civilizações pré-colombianas
NAPNE
 
Sociedade inca
Sociedade incaSociedade inca
Sociedade inca
Profgalao
 
Povos pre colombianos
Povos pre colombianos Povos pre colombianos
Povos pre colombianos
Educandário Imaculada Conceição
 

Mais procurados (20)

Civilização Inca
Civilização IncaCivilização Inca
Civilização Inca
 
Os incas
Os incasOs incas
Os incas
 
Os Incas
Os Incas Os Incas
Os Incas
 
Incas
IncasIncas
Incas
 
Os povos pré colombianos
Os povos pré colombianosOs povos pré colombianos
Os povos pré colombianos
 
Os Incas - Prof. Altair Aguilar
Os Incas - Prof. Altair AguilarOs Incas - Prof. Altair Aguilar
Os Incas - Prof. Altair Aguilar
 
Pré colombianos: maias, astecas, incas
Pré colombianos: maias, astecas, incasPré colombianos: maias, astecas, incas
Pré colombianos: maias, astecas, incas
 
Incas - 8º ano (trabalho em grupo)
Incas - 8º ano (trabalho em grupo)Incas - 8º ano (trabalho em grupo)
Incas - 8º ano (trabalho em grupo)
 
A civilização inca
A civilização incaA civilização inca
A civilização inca
 
Incas
IncasIncas
Incas
 
152 abc america terra de grandes civilizações imperio inca
152 abc america terra de grandes civilizações imperio inca152 abc america terra de grandes civilizações imperio inca
152 abc america terra de grandes civilizações imperio inca
 
Pré colombianos
Pré colombianosPré colombianos
Pré colombianos
 
Civilização Inca
Civilização IncaCivilização Inca
Civilização Inca
 
Povos pré colombianos
Povos pré colombianosPovos pré colombianos
Povos pré colombianos
 
Capítulo 2 - América indígena
Capítulo 2 - América indígenaCapítulo 2 - América indígena
Capítulo 2 - América indígena
 
INCAS
INCAS INCAS
INCAS
 
Povos mesoamericanos
Povos mesoamericanos Povos mesoamericanos
Povos mesoamericanos
 
Civilizações pré-colombianas
Civilizações pré-colombianasCivilizações pré-colombianas
Civilizações pré-colombianas
 
Sociedade inca
Sociedade incaSociedade inca
Sociedade inca
 
Povos pre colombianos
Povos pre colombianos Povos pre colombianos
Povos pre colombianos
 

Destaque

Os loucos anos 20
Os loucos anos 20Os loucos anos 20
Os loucos anos 20
ceufaias
 
Festa do futebol artur e rachel
Festa do futebol   artur e rachelFesta do futebol   artur e rachel
Festa do futebol artur e rachel
ceufaias
 
Renascimento e a nova mentalidade
Renascimento e a nova mentalidadeRenascimento e a nova mentalidade
Renascimento e a nova mentalidade
ceufaias
 
Alunos finalistas
Alunos finalistasAlunos finalistas
Alunos finalistas
ceufaias
 
Powerpoint Santa Rita Pintor
Powerpoint Santa Rita PintorPowerpoint Santa Rita Pintor
Powerpoint Santa Rita Pintor
ceufaias
 
Trabalho revolução francesa
Trabalho  revolução francesaTrabalho  revolução francesa
Trabalho revolução francesa
ceufaias
 
A revolução francesa
A revolução francesaA revolução francesa
A revolução francesa
ceufaias
 
Mário de sá carneiro trabalho de hist
Mário de sá carneiro trabalho de histMário de sá carneiro trabalho de hist
Mário de sá carneiro trabalho de hist
ceufaias
 
82095 transformacoes do_apos_guerra
82095 transformacoes do_apos_guerra82095 transformacoes do_apos_guerra
82095 transformacoes do_apos_guerra
ceufaias
 
2ª guerra mundial
2ª guerra mundial2ª guerra mundial
2ª guerra mundial
ceufaias
 
D. Duarte
D. DuarteD. Duarte
D. Duarte
ceufaias
 
Marie curie
Marie curieMarie curie
Marie curie
ceufaias
 
A mitologia romana
A mitologia romanaA mitologia romana
A mitologia romana
Isabel Brito
 
2° guerra mundial
2° guerra mundial2° guerra mundial
2° guerra mundial
ceufaias
 
O culto dos deuses romanos
O culto dos deuses romanosO culto dos deuses romanos
O culto dos deuses romanos
ceufaias
 

Destaque (15)

Os loucos anos 20
Os loucos anos 20Os loucos anos 20
Os loucos anos 20
 
Festa do futebol artur e rachel
Festa do futebol   artur e rachelFesta do futebol   artur e rachel
Festa do futebol artur e rachel
 
Renascimento e a nova mentalidade
Renascimento e a nova mentalidadeRenascimento e a nova mentalidade
Renascimento e a nova mentalidade
 
Alunos finalistas
Alunos finalistasAlunos finalistas
Alunos finalistas
 
Powerpoint Santa Rita Pintor
Powerpoint Santa Rita PintorPowerpoint Santa Rita Pintor
Powerpoint Santa Rita Pintor
 
Trabalho revolução francesa
Trabalho  revolução francesaTrabalho  revolução francesa
Trabalho revolução francesa
 
A revolução francesa
A revolução francesaA revolução francesa
A revolução francesa
 
Mário de sá carneiro trabalho de hist
Mário de sá carneiro trabalho de histMário de sá carneiro trabalho de hist
Mário de sá carneiro trabalho de hist
 
82095 transformacoes do_apos_guerra
82095 transformacoes do_apos_guerra82095 transformacoes do_apos_guerra
82095 transformacoes do_apos_guerra
 
2ª guerra mundial
2ª guerra mundial2ª guerra mundial
2ª guerra mundial
 
D. Duarte
D. DuarteD. Duarte
D. Duarte
 
Marie curie
Marie curieMarie curie
Marie curie
 
A mitologia romana
A mitologia romanaA mitologia romana
A mitologia romana
 
2° guerra mundial
2° guerra mundial2° guerra mundial
2° guerra mundial
 
O culto dos deuses romanos
O culto dos deuses romanosO culto dos deuses romanos
O culto dos deuses romanos
 

Semelhante a Trabalho sobre as Civilizações Rodrigo Coelho

Civilizações Americanas
Civilizações AmericanasCivilizações Americanas
Civilizações Americanas
Mario Lopes
 
América antiga
América antigaAmérica antiga
América antiga
Alan
 
Os Astecas - Prof. Altair Aguilar
Os Astecas - Prof. Altair AguilarOs Astecas - Prof. Altair Aguilar
Os Astecas - Prof. Altair Aguilar
Altair Moisés Aguilar
 
A civilização inca
A civilização incaA civilização inca
A civilização inca
Roberto
 
Civilizações pré-colombianas.5.pdf
Civilizações pré-colombianas.5.pdfCivilizações pré-colombianas.5.pdf
Civilizações pré-colombianas.5.pdf
AdelinoDaCunhaPenedo1
 
Conquista e Colonização das Américas (1º ano)
Conquista e Colonização das Américas (1º ano)Conquista e Colonização das Américas (1º ano)
Conquista e Colonização das Américas (1º ano)
Valéria Shoujofan
 
Incas e astecas apostila
Incas e astecas apostilaIncas e astecas apostila
Incas e astecas apostila
LUZIMEIRECRISTIANESO
 
América
AméricaAmérica
Slides astecas HISTÓRIA para 6º, 7º, 8 º ano .pdf
Slides astecas HISTÓRIA para 6º, 7º, 8 º ano .pdfSlides astecas HISTÓRIA para 6º, 7º, 8 º ano .pdf
Slides astecas HISTÓRIA para 6º, 7º, 8 º ano .pdf
FabianaMatos45
 
Pré colombianos: Maias, Astecas, Incas 2020
Pré colombianos: Maias, Astecas, Incas 2020Pré colombianos: Maias, Astecas, Incas 2020
Pré colombianos: Maias, Astecas, Incas 2020
Celso Firmino História, Filosofia, Sociologia
 
Civilizações Antigas.pdf
Civilizações Antigas.pdfCivilizações Antigas.pdf
Civilizações Antigas.pdf
FelypedosSantosSilva
 
Civilizações Antigas
Civilizações AntigasCivilizações Antigas
Civilizações Antigas
FelipedosSantosSilva10
 
Povos pré colombianos e pré-cabralinos
Povos pré colombianos e pré-cabralinosPovos pré colombianos e pré-cabralinos
Povos pré colombianos e pré-cabralinos
Professora Natália de Oliveira
 
INCAS, MAIAS e ASTECAS.pptx
INCAS, MAIAS e ASTECAS.pptxINCAS, MAIAS e ASTECAS.pptx
INCAS, MAIAS e ASTECAS.pptx
orlando343934
 
Astecas -Tira2015
Astecas -Tira2015Astecas -Tira2015
Astecas -Tira2015
Lukas Rodrigo
 
Texto Introdutório - As Civilizações Pré-Colombianas
Texto Introdutório -  As Civilizações Pré-ColombianasTexto Introdutório -  As Civilizações Pré-Colombianas
Texto Introdutório - As Civilizações Pré-Colombianas
Leonardo Lira
 
Texto Introdutório - Os astecas
Texto Introdutório - Os astecasTexto Introdutório - Os astecas
Texto Introdutório - Os astecas
Leonardo Lira
 
Civilização pre colombiana
Civilização pre colombianaCivilização pre colombiana
Civilização pre colombiana
Adriana Gomes Messias
 
Povos pré-colombianos.ppt
Povos pré-colombianos.pptPovos pré-colombianos.ppt
Povos pré-colombianos.ppt
Welington Ernane Porfírio
 
Astecas, Maias, Incas e Tupis
Astecas, Maias, Incas e TupisAstecas, Maias, Incas e Tupis
Astecas, Maias, Incas e Tupis
Isabel Aguiar
 

Semelhante a Trabalho sobre as Civilizações Rodrigo Coelho (20)

Civilizações Americanas
Civilizações AmericanasCivilizações Americanas
Civilizações Americanas
 
América antiga
América antigaAmérica antiga
América antiga
 
Os Astecas - Prof. Altair Aguilar
Os Astecas - Prof. Altair AguilarOs Astecas - Prof. Altair Aguilar
Os Astecas - Prof. Altair Aguilar
 
A civilização inca
A civilização incaA civilização inca
A civilização inca
 
Civilizações pré-colombianas.5.pdf
Civilizações pré-colombianas.5.pdfCivilizações pré-colombianas.5.pdf
Civilizações pré-colombianas.5.pdf
 
Conquista e Colonização das Américas (1º ano)
Conquista e Colonização das Américas (1º ano)Conquista e Colonização das Américas (1º ano)
Conquista e Colonização das Américas (1º ano)
 
Incas e astecas apostila
Incas e astecas apostilaIncas e astecas apostila
Incas e astecas apostila
 
América
AméricaAmérica
América
 
Slides astecas HISTÓRIA para 6º, 7º, 8 º ano .pdf
Slides astecas HISTÓRIA para 6º, 7º, 8 º ano .pdfSlides astecas HISTÓRIA para 6º, 7º, 8 º ano .pdf
Slides astecas HISTÓRIA para 6º, 7º, 8 º ano .pdf
 
Pré colombianos: Maias, Astecas, Incas 2020
Pré colombianos: Maias, Astecas, Incas 2020Pré colombianos: Maias, Astecas, Incas 2020
Pré colombianos: Maias, Astecas, Incas 2020
 
Civilizações Antigas.pdf
Civilizações Antigas.pdfCivilizações Antigas.pdf
Civilizações Antigas.pdf
 
Civilizações Antigas
Civilizações AntigasCivilizações Antigas
Civilizações Antigas
 
Povos pré colombianos e pré-cabralinos
Povos pré colombianos e pré-cabralinosPovos pré colombianos e pré-cabralinos
Povos pré colombianos e pré-cabralinos
 
INCAS, MAIAS e ASTECAS.pptx
INCAS, MAIAS e ASTECAS.pptxINCAS, MAIAS e ASTECAS.pptx
INCAS, MAIAS e ASTECAS.pptx
 
Astecas -Tira2015
Astecas -Tira2015Astecas -Tira2015
Astecas -Tira2015
 
Texto Introdutório - As Civilizações Pré-Colombianas
Texto Introdutório -  As Civilizações Pré-ColombianasTexto Introdutório -  As Civilizações Pré-Colombianas
Texto Introdutório - As Civilizações Pré-Colombianas
 
Texto Introdutório - Os astecas
Texto Introdutório - Os astecasTexto Introdutório - Os astecas
Texto Introdutório - Os astecas
 
Civilização pre colombiana
Civilização pre colombianaCivilização pre colombiana
Civilização pre colombiana
 
Povos pré-colombianos.ppt
Povos pré-colombianos.pptPovos pré-colombianos.ppt
Povos pré-colombianos.ppt
 
Astecas, Maias, Incas e Tupis
Astecas, Maias, Incas e TupisAstecas, Maias, Incas e Tupis
Astecas, Maias, Incas e Tupis
 

Mais de ceufaias

Henri matisse
Henri matisseHenri matisse
Henri matisse
ceufaias
 
Henri matisse, matilde 2
Henri matisse, matilde 2Henri matisse, matilde 2
Henri matisse, matilde 2
ceufaias
 
O mundo saído da guerra
O mundo saído da guerraO mundo saído da guerra
O mundo saído da guerra
ceufaias
 
O mundo após a guerra
O mundo após a guerraO mundo após a guerra
O mundo após a guerra
ceufaias
 
António Gaudí
António Gaudí  António Gaudí
António Gaudí
ceufaias
 
Descoberta do Brasil
Descoberta do BrasilDescoberta do Brasil
Descoberta do Brasil
ceufaias
 
Marquês de pombal corrigido
Marquês de pombal  corrigidoMarquês de pombal  corrigido
Marquês de pombal corrigido
ceufaias
 
O antes e o após 25 de abril
O antes e o após 25 de abrilO antes e o após 25 de abril
O antes e o após 25 de abril
ceufaias
 
O antigo regime na europa
O antigo regime na europaO antigo regime na europa
O antigo regime na europa
ceufaias
 
A revolução liberal portuguesa. raquel
A revolução liberal portuguesa. raquelA revolução liberal portuguesa. raquel
A revolução liberal portuguesa. raquel
ceufaias
 
Do autoritarismo à democracia mónica, elisabete e david
Do autoritarismo à democracia   mónica, elisabete e davidDo autoritarismo à democracia   mónica, elisabete e david
Do autoritarismo à democracia mónica, elisabete e david
ceufaias
 
Portugal democrático
Portugal democráticoPortugal democrático
Portugal democrático
ceufaias
 
Arte renascentista joana severo
Arte renascentista  joana severoArte renascentista  joana severo
Arte renascentista joana severo
ceufaias
 
Renascimento raquel manhita
Renascimento raquel manhitaRenascimento raquel manhita
Renascimento raquel manhita
ceufaias
 
Deuses egípcios Rita Rosado
Deuses egípcios  Rita RosadoDeuses egípcios  Rita Rosado
Deuses egípcios Rita Rosado
ceufaias
 
A vida no neolítico
A vida no neolíticoA vida no neolítico
A vida no neolítico
ceufaias
 

Mais de ceufaias (16)

Henri matisse
Henri matisseHenri matisse
Henri matisse
 
Henri matisse, matilde 2
Henri matisse, matilde 2Henri matisse, matilde 2
Henri matisse, matilde 2
 
O mundo saído da guerra
O mundo saído da guerraO mundo saído da guerra
O mundo saído da guerra
 
O mundo após a guerra
O mundo após a guerraO mundo após a guerra
O mundo após a guerra
 
António Gaudí
António Gaudí  António Gaudí
António Gaudí
 
Descoberta do Brasil
Descoberta do BrasilDescoberta do Brasil
Descoberta do Brasil
 
Marquês de pombal corrigido
Marquês de pombal  corrigidoMarquês de pombal  corrigido
Marquês de pombal corrigido
 
O antes e o após 25 de abril
O antes e o após 25 de abrilO antes e o após 25 de abril
O antes e o após 25 de abril
 
O antigo regime na europa
O antigo regime na europaO antigo regime na europa
O antigo regime na europa
 
A revolução liberal portuguesa. raquel
A revolução liberal portuguesa. raquelA revolução liberal portuguesa. raquel
A revolução liberal portuguesa. raquel
 
Do autoritarismo à democracia mónica, elisabete e david
Do autoritarismo à democracia   mónica, elisabete e davidDo autoritarismo à democracia   mónica, elisabete e david
Do autoritarismo à democracia mónica, elisabete e david
 
Portugal democrático
Portugal democráticoPortugal democrático
Portugal democrático
 
Arte renascentista joana severo
Arte renascentista  joana severoArte renascentista  joana severo
Arte renascentista joana severo
 
Renascimento raquel manhita
Renascimento raquel manhitaRenascimento raquel manhita
Renascimento raquel manhita
 
Deuses egípcios Rita Rosado
Deuses egípcios  Rita RosadoDeuses egípcios  Rita Rosado
Deuses egípcios Rita Rosado
 
A vida no neolítico
A vida no neolíticoA vida no neolítico
A vida no neolítico
 

Último

Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdfIntrodução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
valdeci17
 
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
Sandra Pratas
 
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da TerraUma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Luiz C. da Silva
 
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
Falcão Brasil
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
marcos oliveira
 
Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀
Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀
Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀
Miguel Delamontagne
 
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamasConhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
edusegtrab
 
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONALEMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
JocelynNavarroBonta
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdfMarinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Falcão Brasil
 
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdfEscola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Falcão Brasil
 
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdfGeotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Falcão Brasil
 
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdfOrganograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Falcão Brasil
 
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.pptAnálise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Falcão Brasil
 
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdfCaderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
shirleisousa9166
 
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosasFotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
MariaJooSilva58
 
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
principeandregalli
 
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Falcão Brasil
 

Último (20)

Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdfIntrodução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
 
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
 
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da TerraUma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
 
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
 
Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀
Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀
Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀
 
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamasConhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
 
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
 
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONALEMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
 
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdfMarinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
 
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdfEscola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
 
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdfGeotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
 
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdfOrganograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
 
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.pptAnálise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
 
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
 
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdfCaderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
 
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosasFotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
 
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
 
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
 

Trabalho sobre as Civilizações Rodrigo Coelho

  • 2. Os Incas ou ‘’Os filhos do Sol’’ foram um dos povos mais civilizados da América. Habitavam a região hoje ocupada pelo Equador, Peru, Chile, Bolívia e Argentina. Adoravam o Sol, em cada Inca ou imperador dizia-se que era filho do Grande Sol, deste modo o Imperador era considerado um deus. A agricultura havia atingido entre eles, notável desenvolvimento. Os Incas empregavam muito os metais, o cobre, o bronze, o ouro, a prata, o que despertou os espanhóis. Em 1553, o país foi conquistado por Pizarro e submetido à coroa espanhola. A cultura Inca tinha sido totalmente destruída.
  • 3.  Segundo a lenda da origem dos Incas, o deus do sol pediria a seu filho para que fosse a terra, levar a civilização para a cidade. Após a criação do mundo o seu filho e sua mulher, saíram das profundezas do lago com um cetro nas mãos, o poderoso deus disse que com aquele cetro eles poderiam construir um grande império, após mãe e filho terem andado muito o cetro tinha-se vincado no centro de Huanacaure, era o sinal. Então foi lá que fundaram a cidade de Cuzco que se tornou o centro do império Inca, o filho do deus do sol tornou-se o primeiro imperador da cidade fundada. Ele e sua mãe aumentaram as capacidades dos habitantes da cidade explicando como pescar, plantar, caçar… Todos os imperadores que lá passaram eram descendentes do primeiro imperador e eram muito valorizados pois o primeiro imperador descendia do deus do sol.
  • 5.  Nos Andes, havia espaços planos onde os Incas podiam plantar, em vez disso tiveram de domar as costas ingremes das montanhas, para fazer isso desenvolveram novas maneiras de plantar sementes. Inventaram também um sistema de cultivo que era muito bem pensado: Construíram aquedutos e canais nas encostas das montanhas o que distribuía as águas da chuva por montanha a baixo e regava um terreno de cada vez, foi assim que foram capazes de produzirem alimentos suficientes para desenvolver sua grande civilização.
  • 6.  Os incas tiveram que estabelecer um sistema para manter o controlo das coisas, por isso criaram um sistema matemático chamados: Quipus. Usando uma serie de nós agrupado por uma serie de cordas finas muitas coisas diferentes podiam ser contadas. Cada tipo de nó, cada tamanho de nó, cada espessura da corda, significavam algo diferente. Havia pessoas especialmente treinadas para usar estes cabos, um pequeno erro que fosse a contar, o responsável por contar os nós era castigado com a sua morte.
  • 7.  Os Incas tinham uma grande organização política e administrativa, e á frente de toda essa organização estava um imperador supremo, tudo o que ele dissesse era considerado lei suprema. Mas ele também tinha as suas próprias regras que seguir, não lhe era permitido sair e divertir-se, ele tinha que trabalhar muito, ele também tinha que ter uma esposa ou centenas de mulheres, mas havia sempre uma mulher principal que era considerada sagrada e era adorada como a filha da Lua.
  • 9.  A destruição do povo inca, aconteceu no século XVI, com a chegada dos espanhóis ao continente americano. Um dos colonizadores que tiveram grande papel nesse processo de dominação dos incas foi Francisco Pizarro. Pizarro estabeleceu uma série de alianças militares com povos locais que rivalizavam com o império que depois acabaram por dominar o território dos Incas. Tupac Amaru, era o imperador daquela altura que depois acabou por morrer na prisão, sendo assim o último imperador inca.
  • 10. O povo Maia era muito avançado com uma incrível compreensão da Matemática, Astronomia, Arquitetura e Arte, então um dia o povo maia começou a diminuir por razões que ainda são desconhecidas e por fim, desapareceram.
  • 11.  Muitos anos antes os Olmecas viviam no mesmo território dos Maias. Naquele tempo as pequenas tribos maias adotaram conhecimentos Olmecas sobre construção de templos, calendários e escrita. Que com todos esses conhecimentos e sabedorias acabou criando-se uma civilização: Os Maias.
  • 13.  Os Maias eram muito religiosos, e acreditavam que tudo o que acontecia de bom e mau era tudo obra dos deuses. Adotaram também, cultos religiosos dos Olmecas. Incluindo a cultura do jaguar. Por causa da sua força e agilidade, o jaguar estava relacionado com o poder do rei e era considerado um animal sagrado.
  • 14.  A região habitada pelos maias era formada por planaltos regados pela chuva abundante. Banhada de um lado pelo oceano atlântico e pelo pacifico do outro, a terra era molhada e atravessada por vários rios de água doce. Então era fácil plantar, criar gado, colher frutos etc.. O clima ajudou bastante mas nem tudo foi fácil para os Maias, porque eles não tinham animais para arar a terra e carregar as coisas, por isso os homens tinham de fazer tudo.
  • 16.  A civilização Maia chegou ao fim num misterioso desaparecimento por volta do ano 900 d.C . Todas as suas cidades foram misteriosamente abandonadas. Alguns acreditam que durante os últimos anos da civilização maia, um grupo de governadores ambiciosos, estavam apenas preocupados com o aumento do seu puder militar e com as conquistas das suas terras vizinhas, isso gerou imensas guerras que geraram muitas mortes como o que veio logo de seguida, a escassez. Quando os espanhóis chegaram os Maias estavam muito fracos por isso foram capazes de os enfrentar numa grande luta, além disso os maias não tinham nem sequer um rei para ser vencido e 200 anos depois os maias foram finalmente conquistados.
  • 17. Uma poderosa civilização dominou uma região inteira, há centenas de anos, essa civilização chamava-se: Asteca. Os astecas eram um povo muito poderoso que depressa dominou todos os povos vizinhos.
  • 18.  Existiu uma época em que outras civilizações mais antigas viveram nesta parte do mundo deixando arte e templos magníficos. Mais tarde, algo começou a acontecer, essas grandes civilizações que eram tão poderosas começaram a desaparecer, ninguém sabe ao certo porque desapareceram. Com a queda de grande templos começou uma era turbulenta e violenta. Até que no século XII, os Astecas chegaram pelo norte. Os Astecas conseguiram dominar todos os povos vizinhos, e logo começaram a governar toda a região.
  • 19. Mapa de Tenochtitlán (Capital do império Asteca)
  • 20.  Os Astecas eram um povo politeísta, acreditavam em vários deuses como o deus Sol, o deus Lua, o deus Trovão, o deus Vento, o deus Chuva etc. Acreditavam que os deuses eram a causa de tudo. O povo Asteca acreditava que o mundo iria acabar algum dia e para isso sacrificavam vários animais e até mesmo seres humanos e ofereciam o coração da vitima aos deuses para que eles ajudassem a adiar esse dia.
  • 21.  Desenvolveram uma técnica que utilizaram para ocupar menos espaços nos sítios habitados que consistiam em pequenas ilhas de cultivos chamadas Chinampas. Produziram alimento, como o chocolate, milho, amendoins e tomates. Desenvolveram também o comércio devido aos excedentes da agricultura.
  • 22.  A educação era muito importante na cultura Asteca. Aos 15 anos os Astecas iam para as escolas públicas que o estado tinha criado para assegurar que todos tivessem educação. Havia dois tipos de escola: A Escola Telpochcalli onde se aprendia sobre armas, artes e comércio. A outra escola chamava-se Calmecac onde os jovens eram formados para cumprir funções sacerdotais.
  • 23.  O artesanato a era riquíssimo, destacando-se a confeção de tecidos, objetos de ouro e prata e artigos com pinturas.
  • 24.  Os Astecas estavam quase sempre em guerra. Usavam mascaras e figurinos que representam os deuses e os animais o que os fazia parecer criaturas assustadoras. Os Astecas sabiam que o medo era uma boa maneira de ganhar uma guerra
  • 25.  Quando o conquistador espanhol Hernán Cortez chegou ao México em 1519 o rei Asteca Montezuma achou-o um homem estranho, vestido com roupas estranhas e montados naqueles animais estranhos chamados cavalos deveria ser um deus. Os espanhóis foram recebidos como deuses e não como inimigos mas Cortez não foi chamado conquistador por acaso, o objetivo de Cortez sempre foi conquistar um mundo novo, e por isso aliaram-se de todos os inimigos do povo Asteca. Um ano depois de Cortez lá estar ele acabou por destruir o povo Asteca com uma violenta guerra.
  • 26. Rodrigo Coelho Pesquisa na série ‘’Grandes Civilizações’’ 8º A nº 18