SlideShare uma empresa Scribd logo
Capítulo 16
 Genética: ciência da hereditariedade e a variação dos
organismos
 Hipócrates (460-377 a.C.): filhos herdavam características
através de pequenas partículas
 Aristóteles (384-322 a.C.): o líquido seminal do pai era o
responsável pelo surgimento do bebê
 Até meados de 1640 acreditava-se que o homem era o
único responsável pela geração de um filho, cabendo a
mulher somente à gestação ¬¬
 Preformistas: pessoas que achavam que só o homem dava
origem a um novo ser
Um pouco da história da genética...
 Homúnculo: ser em miniatura dentro
Do espermatozoide
 Graaf (1641-1673): descobriu, ao dissecar
fêmeas de animais durante a época de reprodução
Que havia modificações nos óvulos das fêmeas.
Admitiram então que a fêmea pelo menos
Tinha uma participação no processo.
Um pouco da história da genética...
 Teoria da epigênese (meados de 1800): afirmava que um
novo ser era formado pela combinação de compostos
femininos e masculinos.
Um pouco da história da genética...
 Teoria da pângenese
 Os órgãos de um ser produziam pequenas cópias de si
mesmos, denominadas gêmulas, e eram transportadas
pela circulação até os testículos e ovários
Um pouco da história da genética...
 Lamarck (meados de 1800): os organismos iam se
adaptando ao meio ambiente gerando as variações entre
os animais  teoria do uso e desuso
 Se um órgão é muito utilizado desenvolve-se. tornando-
se mais forte, vigoroso ou de maior tamanho.
Um pouco da história da genética...
 Darwin: Teoria da seleção natural
 Os seres vivos foram sendo selecionados pelo ambiente.
 As modificações dos seres foram surgindo de acordo com
as pressões seletivas do ambiente
 Os mais adaptados resistem
Um pouco da história da genética...
 Mendel (meados de 1800): teoria da transmissão dos
caracteres biológicos.
 Estudou hereditariedade fazendo o cruzamento de
ervilhas
 Ele concluiu que deveria
Haver fatores genéticos
Que determinavam as
Características de um ser
 GENES.
Um pouco da história da genética...
 Watson e Crick (1950): com o avanço dos microscópios,
descobriram o DNA!
 Descobriram como ele era formados, sua estrutura e
como ele funcionava!
Um pouco da história da genética...
Exercícios: página 194
 Genética: ciência que estuda a transmissão dos caracteres
hereditários dos seres vivos.
 Hereditariedade: é o conjunto de processos biológicos
que garante a cada ser vivo receber e transmitir
informação genética através da reprodução.
Genética e o DNA!
 DNA:
1. Ácido Desoxirribonucleico.
2. Formado por fita dupla - Dupla hélice
3. Capaz de autoduplicação (cada vez que uma célula se
divide, o DNA se duplica)
4. Formado por nucleotídeos, funcionam
Como tijolos para construção do DNA
Genética e o DNA!
 O DNA é formado por nucleotídeos!
 Nucleotídeos:
1. Adenina  A
2. Guanina  G
3. Citosina  C
4. Timina  T
A  T
G  C
Genética e o DNA!
 Genes: é um segmento (“pedaço”) de uma molécula de
DNA responsável por uma característica! Formado por
nucleotídeos!
 DNA: Formado por genes. Possui todas as informações
genéticas que coordena o desenvolvimento dos seres
vivos.
 Cromossomo: longa sequência de DNA. Possui muitos
genes!
 Genoma: toda a informação genética contida no DNA
Genética e o DNA!
Genética e o DNA!
Genética e o DNA!
GENE CROMOSSOMODNA
GENOMA
 Cariótipo: conjunto de cromossomos de uma célula
 Todos as células, menos as sexuais, possuem 46
cromossomos (23 pares), um do pai e um da mãe!
 As células sexuais (espermatozóides e óvulos) possuem
somente 23 cromossomos cada um .
Genética e o DNA!
23
23
46
Células sexuais Células somáticas
 Cariótipo:
Genética e o DNA!
 DEFINIÇÃO DO SEXO  definido por cromossomos
sexuais!
 XX (mulher) ou XY (homem)
 As células sexuais carregam os cromossomos que darão
o sexo da criança!
 Os óvulos das mulheres só produzem cromossomo X
 Os homens produzem cromossomos X e Y
 Os espermatozóides que definem o sexo da criança!
Genética e o DNA!
8 ano GENÉTICA BÁSICA
 Então para o nascimento de uma criança acontece:
 23 cromossomos do pai e 23 cromossomos da mãe!
 22 somáticos e 1 sexual
 XX
 XY
Genética e o DNA!
 Alelo: forma como um gene se manifesta.
 Como recebemos um gene do pai e um da mãe para
cada característica, temos dois alelos para cada uma
 Esses genes podem ter características iguais ou
diferentes. Ex: cor do olho
 A: dominante
 a: recessivo
Genética e o DNA!
 A: dominante  só precisa aparecer uma vez para
definir a característica.
 a: recessivo  precisa aparecer em duplicidade para
definir a característica.
 AA ou aa  homozigótico
 Aa  heterozigótico
 Ex: AA e Aa = olho escuro
 aa = olho claro
Genética e o DNA!
8 ano GENÉTICA BÁSICA
 Genótipo: genoma do indivíduo  genes! (“você não
vê”)
 Fenótipo: é o conjunto de características que um ser
apresenta!  genes + ambiente! (“é o que você vê”)
Genética e o DNA!
 Representação genética  árvores genealógicas ou
heredogramas
Genética e o DNA!
PÁGINAS 199 e 200,
exercícios: 1, 3, 4, 6, 7, 9, 10 e 11
Exercícios!!
 O DNA, enquanto se autoduplica, pode sofrer
alterações  Mutações
 Como ocorre: radiações (inclusive a solar) e erros de
duplicação do DNA
 As mutações modificam a sequencia de DNA e isso
altera a produção de proteínas que vem com defeito
 Ex: câncer (descontrole no processo de divisão celular) e
sindrome de Down
Genética  Mutações
Genética  Mutações
 Organismo geneticamente modificado: OGM
 Através de modificações genéticas é possível fabricar
hormônios, remédios, vacinas, alimentos com mais
vitaminas...  TRANSGENIA (Técnica)  engenharia
genética
 Ex: insulina
Genética  Mutações
 Clones: cópia idêntica a outro ser vivo
 A ovelha Dolly é uma cópia geneticamente exata de sua
doadora  primeiro clone
 Pega-se um óvulo e um espermatozoide, mais um
núcleo de uma célula do animal que se deseja copiar.
 Ocorre a gestação e nasce o
Indivíduo igual ao animal
Que cedeu o núcleo de sua célula
E um clone seu?
Genética  Mutações
PÁGINAS: 199 e 203
Exercícios!!
 FECUNDAÇÃO: encontro do óvulo com o
espermatozoide!
 Ocorre na tuba uterina formando o ZIGOTO
 O zigoto começa a se dividir em várias células até chegar
no útero
A vida dentro do útero
 Ocorre a IMPLANTAÇÃO
 As células irão continuar se dividindo à procura de
nutrientes para formar a placenta
 A placenta protege o feto, fornece oxigênio e alimentos
A vida dentro do útero
 As células continuam se dividindo em milhões formando
os tecidos e órgãos do nosso corpo
 O primeiro órgão a ser formado é o coração
 No útero da mãe ocorre a formação de inúmeros vasos
sanguíneos que levarão oxigênio e alimento ao bebê
A vida dentro do útero
A vida dentro do útero
 NASCIMENTO
 Os músculos do útero da mãe começam a se contrair para
empurrar o bebê
 Se o médico vir que não há condições do bebê nascer por
parto normal, faz-se uma Cesária
 Quando o bebê nasce, os nervos que controlam os
movimentos respiratórios começam a trabalhar
 Choro indica que os pulmões estão funcionando
A vida dentro do útero
 Porque as mães são orientadas a não usar drogas e bebidas
alcoólicas durante a gestação?
 Através da circulação sanguínea da mãe as substâncias
chegam até o bebê
A vida dentro do útero
PÁGINA 205
Exercícios!!

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Introdução a genetica
Introdução a geneticaIntrodução a genetica
Introdução a genetica
UERGS
 
Genética: Noções de Hereditariedade
Genética: Noções de HereditariedadeGenética: Noções de Hereditariedade
Genética: Noções de Hereditariedade
Governo do Estado do Rio Grande do Sul
 
Teorias de evolução
Teorias de evoluçãoTeorias de evolução
Teorias de evolução
Alpha Colégio e Vestibulares
 
Evolução biológica
Evolução biológicaEvolução biológica
Evolução biológica
César Milani
 
Genetica hereditariedade
Genetica hereditariedadeGenetica hereditariedade
Genetica hereditariedade
Adrianne Mendonça
 
Reprodução
ReproduçãoReprodução
Reprodução
Fatima Comiotto
 
9 ano origem da vida
9  ano origem da vida9  ano origem da vida
9 ano origem da vida
Jane Jeiza
 
Evidências da evolução
Evidências da evoluçãoEvidências da evolução
Evidências da evolução
Kamila Joyce
 
Slide Genética
Slide GenéticaSlide Genética
Genética Introdução
Genética   IntroduçãoGenética   Introdução
Genética Introdução
Mateus Domingos
 
Biotecnologia e Engenharia Genética (Power Point)
Biotecnologia e Engenharia Genética (Power Point)Biotecnologia e Engenharia Genética (Power Point)
Biotecnologia e Engenharia Genética (Power Point)
Bio
 
Conceitos básicos de Genética
Conceitos básicos de GenéticaConceitos básicos de Genética
Conceitos básicos de Genética
Governo do Estado do Rio Grande do Sul
 
Genética
GenéticaGenética
Genética
Andreia Maria
 
Segunda Lei de Mendel
Segunda Lei de MendelSegunda Lei de Mendel
Segunda Lei de Mendel
Fatima Comiotto
 
Evolução biológica.1
Evolução biológica.1Evolução biológica.1
Evolução biológica.1
Alpha Colégio e Vestibulares
 
Genetica
GeneticaGenetica
Genetica
emanuel
 
Aula 7º ano - Os cinco reinos dos seres vivos/ Reino Monera
Aula 7º ano - Os cinco reinos dos seres vivos/ Reino MoneraAula 7º ano - Os cinco reinos dos seres vivos/ Reino Monera
Aula 7º ano - Os cinco reinos dos seres vivos/ Reino Monera
Leonardo Kaplan
 
Noções de evolução
Noções de evoluçãoNoções de evolução
Noções de evolução
emanuel
 
Aula de genética 1 lei de mendel
Aula de genética   1 lei de mendelAula de genética   1 lei de mendel
Aula de genética 1 lei de mendel
Marcionedes De Souza
 
Evolução ( Lamarck e darwin)
Evolução ( Lamarck e darwin)Evolução ( Lamarck e darwin)
Evolução ( Lamarck e darwin)
Gisele A. Barbosa
 

Mais procurados (20)

Introdução a genetica
Introdução a geneticaIntrodução a genetica
Introdução a genetica
 
Genética: Noções de Hereditariedade
Genética: Noções de HereditariedadeGenética: Noções de Hereditariedade
Genética: Noções de Hereditariedade
 
Teorias de evolução
Teorias de evoluçãoTeorias de evolução
Teorias de evolução
 
Evolução biológica
Evolução biológicaEvolução biológica
Evolução biológica
 
Genetica hereditariedade
Genetica hereditariedadeGenetica hereditariedade
Genetica hereditariedade
 
Reprodução
ReproduçãoReprodução
Reprodução
 
9 ano origem da vida
9  ano origem da vida9  ano origem da vida
9 ano origem da vida
 
Evidências da evolução
Evidências da evoluçãoEvidências da evolução
Evidências da evolução
 
Slide Genética
Slide GenéticaSlide Genética
Slide Genética
 
Genética Introdução
Genética   IntroduçãoGenética   Introdução
Genética Introdução
 
Biotecnologia e Engenharia Genética (Power Point)
Biotecnologia e Engenharia Genética (Power Point)Biotecnologia e Engenharia Genética (Power Point)
Biotecnologia e Engenharia Genética (Power Point)
 
Conceitos básicos de Genética
Conceitos básicos de GenéticaConceitos básicos de Genética
Conceitos básicos de Genética
 
Genética
GenéticaGenética
Genética
 
Segunda Lei de Mendel
Segunda Lei de MendelSegunda Lei de Mendel
Segunda Lei de Mendel
 
Evolução biológica.1
Evolução biológica.1Evolução biológica.1
Evolução biológica.1
 
Genetica
GeneticaGenetica
Genetica
 
Aula 7º ano - Os cinco reinos dos seres vivos/ Reino Monera
Aula 7º ano - Os cinco reinos dos seres vivos/ Reino MoneraAula 7º ano - Os cinco reinos dos seres vivos/ Reino Monera
Aula 7º ano - Os cinco reinos dos seres vivos/ Reino Monera
 
Noções de evolução
Noções de evoluçãoNoções de evolução
Noções de evolução
 
Aula de genética 1 lei de mendel
Aula de genética   1 lei de mendelAula de genética   1 lei de mendel
Aula de genética 1 lei de mendel
 
Evolução ( Lamarck e darwin)
Evolução ( Lamarck e darwin)Evolução ( Lamarck e darwin)
Evolução ( Lamarck e darwin)
 

Semelhante a 8 ano GENÉTICA BÁSICA

Introduçao a genetica
Introduçao a geneticaIntroduçao a genetica
Introduçao a genetica
emibio
 
Introdgenetica2013 180312162433 (1)
Introdgenetica2013 180312162433 (1)Introdgenetica2013 180312162433 (1)
Introdgenetica2013 180312162433 (1)
Carlos Cicinato
 
Apresentação1 genetica
Apresentação1 geneticaApresentação1 genetica
Apresentação1 genetica
Iara Da Silva Amorim Dos Anjos
 
Noções básicas de hereditariedade
Noções básicas de hereditariedadeNoções básicas de hereditariedade
Noções básicas de hereditariedade
Patrícia Santos
 
Introdução à genética
Introdução à genética Introdução à genética
Introdução à genética
nielimaia
 
Genetica
GeneticaGenetica
Genetica
Isa Ferreira
 
Herança Genética
Herança GenéticaHerança Genética
Herança Genética
Grazi Grazi
 
Engenharia genética
Engenharia genéticaEngenharia genética
Engenharia genética
katiuscecardoso
 
T a g (thyago andrey geovanny)
T a  g      (thyago andrey geovanny)T a  g      (thyago andrey geovanny)
T a g (thyago andrey geovanny)
EvertonAlvesdeMelo
 
3 genetica
3   genetica3   genetica
3 genetica
Henrique Vieira
 
6940787fcd18f2bec47f93f89c2138f5.pdf
6940787fcd18f2bec47f93f89c2138f5.pdf6940787fcd18f2bec47f93f89c2138f5.pdf
6940787fcd18f2bec47f93f89c2138f5.pdf
GabrielTeixeira615387
 
Genética
GenéticaGenética
Biologia genética
Biologia  genéticaBiologia  genética
Biologia genética
Keilla Lima
 
Genética
GenéticaGenética
Genética
JordanCoutinho
 
Jhonatan,ediel ciencias geneticas
Jhonatan,ediel ciencias geneticasJhonatan,ediel ciencias geneticas
Jhonatan,ediel ciencias geneticas
jhonathan-henrique
 
Ii seminário de pesquisa e prática pedagógica ppii
Ii seminário de pesquisa e prática pedagógica ppiiIi seminário de pesquisa e prática pedagógica ppii
Ii seminário de pesquisa e prática pedagógica ppii
Lusiane Carvalho da Silva
 
Ii seminário de pesquisa e prática pedagógica ppii
Ii seminário de pesquisa e prática pedagógica ppiiIi seminário de pesquisa e prática pedagógica ppii
Ii seminário de pesquisa e prática pedagógica ppii
Lusiane Carvalho da Silva
 
Desmatamento e animais em extinção
Desmatamento e animais em extinçãoDesmatamento e animais em extinção
Desmatamento e animais em extinção
Lusiane Carvalho da Silva
 
Transmissão da vida noções básicas de hereditariedade
Transmissão da vida noções básicas de hereditariedadeTransmissão da vida noções básicas de hereditariedade
Transmissão da vida noções básicas de hereditariedade
Leonardo Alves
 
Transmissão da vida e noções básicas de hereditariedade
Transmissão da vida e noções básicas de hereditariedadeTransmissão da vida e noções básicas de hereditariedade
Transmissão da vida e noções básicas de hereditariedade
Leonardo Alves
 

Semelhante a 8 ano GENÉTICA BÁSICA (20)

Introduçao a genetica
Introduçao a geneticaIntroduçao a genetica
Introduçao a genetica
 
Introdgenetica2013 180312162433 (1)
Introdgenetica2013 180312162433 (1)Introdgenetica2013 180312162433 (1)
Introdgenetica2013 180312162433 (1)
 
Apresentação1 genetica
Apresentação1 geneticaApresentação1 genetica
Apresentação1 genetica
 
Noções básicas de hereditariedade
Noções básicas de hereditariedadeNoções básicas de hereditariedade
Noções básicas de hereditariedade
 
Introdução à genética
Introdução à genética Introdução à genética
Introdução à genética
 
Genetica
GeneticaGenetica
Genetica
 
Herança Genética
Herança GenéticaHerança Genética
Herança Genética
 
Engenharia genética
Engenharia genéticaEngenharia genética
Engenharia genética
 
T a g (thyago andrey geovanny)
T a  g      (thyago andrey geovanny)T a  g      (thyago andrey geovanny)
T a g (thyago andrey geovanny)
 
3 genetica
3   genetica3   genetica
3 genetica
 
6940787fcd18f2bec47f93f89c2138f5.pdf
6940787fcd18f2bec47f93f89c2138f5.pdf6940787fcd18f2bec47f93f89c2138f5.pdf
6940787fcd18f2bec47f93f89c2138f5.pdf
 
Genética
GenéticaGenética
Genética
 
Biologia genética
Biologia  genéticaBiologia  genética
Biologia genética
 
Genética
GenéticaGenética
Genética
 
Jhonatan,ediel ciencias geneticas
Jhonatan,ediel ciencias geneticasJhonatan,ediel ciencias geneticas
Jhonatan,ediel ciencias geneticas
 
Ii seminário de pesquisa e prática pedagógica ppii
Ii seminário de pesquisa e prática pedagógica ppiiIi seminário de pesquisa e prática pedagógica ppii
Ii seminário de pesquisa e prática pedagógica ppii
 
Ii seminário de pesquisa e prática pedagógica ppii
Ii seminário de pesquisa e prática pedagógica ppiiIi seminário de pesquisa e prática pedagógica ppii
Ii seminário de pesquisa e prática pedagógica ppii
 
Desmatamento e animais em extinção
Desmatamento e animais em extinçãoDesmatamento e animais em extinção
Desmatamento e animais em extinção
 
Transmissão da vida noções básicas de hereditariedade
Transmissão da vida noções básicas de hereditariedadeTransmissão da vida noções básicas de hereditariedade
Transmissão da vida noções básicas de hereditariedade
 
Transmissão da vida e noções básicas de hereditariedade
Transmissão da vida e noções básicas de hereditariedadeTransmissão da vida e noções básicas de hereditariedade
Transmissão da vida e noções básicas de hereditariedade
 

Mais de Sarah Lemes

8 ano Desenvolvimento e maturidade humana
8 ano Desenvolvimento e maturidade humana8 ano Desenvolvimento e maturidade humana
8 ano Desenvolvimento e maturidade humana
Sarah Lemes
 
8 ano cap 12 audição
8 ano cap 12   audição8 ano cap 12   audição
8 ano cap 12 audição
Sarah Lemes
 
8 ano: Tecidos do corpo humano
8 ano: Tecidos do corpo humano8 ano: Tecidos do corpo humano
8 ano: Tecidos do corpo humano
Sarah Lemes
 
8 ano Níveis de organização dos seres vivos (cap 1)
8 ano Níveis de organização dos seres vivos (cap 1)8 ano Níveis de organização dos seres vivos (cap 1)
8 ano Níveis de organização dos seres vivos (cap 1)
Sarah Lemes
 
Caes e gatos
Caes e gatosCaes e gatos
Caes e gatos
Sarah Lemes
 
7 ano Planeta Terra e movimentos dos astros
7 ano Planeta Terra e movimentos dos astros7 ano Planeta Terra e movimentos dos astros
7 ano Planeta Terra e movimentos dos astros
Sarah Lemes
 
8 ano Níveis de organização dos seres vivos
8 ano Níveis de organização dos seres vivos8 ano Níveis de organização dos seres vivos
8 ano Níveis de organização dos seres vivos
Sarah Lemes
 
6 ano Biônica
6 ano Biônica6 ano Biônica
6 ano Biônica
Sarah Lemes
 
7 ano Classificação das plantas
7 ano Classificação das plantas7 ano Classificação das plantas
7 ano Classificação das plantas
Sarah Lemes
 
8 ano Tato, olfato e paladar
8 ano Tato, olfato e paladar8 ano Tato, olfato e paladar
8 ano Tato, olfato e paladar
Sarah Lemes
 
6 ano Ecologia
6 ano Ecologia6 ano Ecologia
6 ano Ecologia
Sarah Lemes
 
7 anoProtistas
7 anoProtistas7 anoProtistas
7 anoProtistas
Sarah Lemes
 
8 ano Visão
8 ano Visão8 ano Visão
8 ano Visão
Sarah Lemes
 
7 ano Moluscos e artrópodes
7 ano Moluscos e artrópodes7 ano Moluscos e artrópodes
7 ano Moluscos e artrópodes
Sarah Lemes
 
6 ano Solo e seres vivos
6 ano Solo e seres vivos6 ano Solo e seres vivos
6 ano Solo e seres vivos
Sarah Lemes
 
8 ano: Desenvolvimento e maturidade
8 ano: Desenvolvimento e maturidade8 ano: Desenvolvimento e maturidade
8 ano: Desenvolvimento e maturidade
Sarah Lemes
 
7 ano Reino Monera e vírus
7 ano Reino Monera e vírus7 ano Reino Monera e vírus
7 ano Reino Monera e vírus
Sarah Lemes
 
7 ano Fungos
7 ano Fungos7 ano Fungos
7 ano Fungos
Sarah Lemes
 
6 ano Solo e ciência.
6 ano Solo e ciência.6 ano Solo e ciência.
6 ano Solo e ciência.
Sarah Lemes
 
6 ano: Água e seres vivos
6 ano: Água e seres vivos6 ano: Água e seres vivos
6 ano: Água e seres vivos
Sarah Lemes
 

Mais de Sarah Lemes (20)

8 ano Desenvolvimento e maturidade humana
8 ano Desenvolvimento e maturidade humana8 ano Desenvolvimento e maturidade humana
8 ano Desenvolvimento e maturidade humana
 
8 ano cap 12 audição
8 ano cap 12   audição8 ano cap 12   audição
8 ano cap 12 audição
 
8 ano: Tecidos do corpo humano
8 ano: Tecidos do corpo humano8 ano: Tecidos do corpo humano
8 ano: Tecidos do corpo humano
 
8 ano Níveis de organização dos seres vivos (cap 1)
8 ano Níveis de organização dos seres vivos (cap 1)8 ano Níveis de organização dos seres vivos (cap 1)
8 ano Níveis de organização dos seres vivos (cap 1)
 
Caes e gatos
Caes e gatosCaes e gatos
Caes e gatos
 
7 ano Planeta Terra e movimentos dos astros
7 ano Planeta Terra e movimentos dos astros7 ano Planeta Terra e movimentos dos astros
7 ano Planeta Terra e movimentos dos astros
 
8 ano Níveis de organização dos seres vivos
8 ano Níveis de organização dos seres vivos8 ano Níveis de organização dos seres vivos
8 ano Níveis de organização dos seres vivos
 
6 ano Biônica
6 ano Biônica6 ano Biônica
6 ano Biônica
 
7 ano Classificação das plantas
7 ano Classificação das plantas7 ano Classificação das plantas
7 ano Classificação das plantas
 
8 ano Tato, olfato e paladar
8 ano Tato, olfato e paladar8 ano Tato, olfato e paladar
8 ano Tato, olfato e paladar
 
6 ano Ecologia
6 ano Ecologia6 ano Ecologia
6 ano Ecologia
 
7 anoProtistas
7 anoProtistas7 anoProtistas
7 anoProtistas
 
8 ano Visão
8 ano Visão8 ano Visão
8 ano Visão
 
7 ano Moluscos e artrópodes
7 ano Moluscos e artrópodes7 ano Moluscos e artrópodes
7 ano Moluscos e artrópodes
 
6 ano Solo e seres vivos
6 ano Solo e seres vivos6 ano Solo e seres vivos
6 ano Solo e seres vivos
 
8 ano: Desenvolvimento e maturidade
8 ano: Desenvolvimento e maturidade8 ano: Desenvolvimento e maturidade
8 ano: Desenvolvimento e maturidade
 
7 ano Reino Monera e vírus
7 ano Reino Monera e vírus7 ano Reino Monera e vírus
7 ano Reino Monera e vírus
 
7 ano Fungos
7 ano Fungos7 ano Fungos
7 ano Fungos
 
6 ano Solo e ciência.
6 ano Solo e ciência.6 ano Solo e ciência.
6 ano Solo e ciência.
 
6 ano: Água e seres vivos
6 ano: Água e seres vivos6 ano: Água e seres vivos
6 ano: Água e seres vivos
 

Último

Alfabetização de adultos.pdf
Alfabetização de             adultos.pdfAlfabetização de             adultos.pdf
Alfabetização de adultos.pdf
arodatos81
 
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UEInfografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Centro Jacques Delors
 
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Falcão Brasil
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
Sandra Pratas
 
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTAEstudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
deboracorrea21
 
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdfOrganograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Falcão Brasil
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Mary Alvarenga
 
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptxAPA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
orquestrasinfonicaam
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23
Sandra Pratas
 
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdfHistória das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
LeideLauraCenturionL
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
Falcão Brasil
 
Atividade Análise literária O GUARANI.pdf
Atividade Análise literária O GUARANI.pdfAtividade Análise literária O GUARANI.pdf
Atividade Análise literária O GUARANI.pdf
sesiomzezao
 
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
Sandra Pratas
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Falcão Brasil
 
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamasConhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
edusegtrab
 
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
Sandra Pratas
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
Mary Alvarenga
 
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docxreconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
felipescherner
 

Último (20)

Alfabetização de adultos.pdf
Alfabetização de             adultos.pdfAlfabetização de             adultos.pdf
Alfabetização de adultos.pdf
 
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UEInfografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
 
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
 
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
 
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTAEstudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
 
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdfOrganograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
 
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptxAPA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23
 
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdfHistória das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
 
Atividade Análise literária O GUARANI.pdf
Atividade Análise literária O GUARANI.pdfAtividade Análise literária O GUARANI.pdf
Atividade Análise literária O GUARANI.pdf
 
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
 
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamasConhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
 
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
 
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
 
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docxreconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
 

8 ano GENÉTICA BÁSICA

  • 2.  Genética: ciência da hereditariedade e a variação dos organismos  Hipócrates (460-377 a.C.): filhos herdavam características através de pequenas partículas  Aristóteles (384-322 a.C.): o líquido seminal do pai era o responsável pelo surgimento do bebê  Até meados de 1640 acreditava-se que o homem era o único responsável pela geração de um filho, cabendo a mulher somente à gestação ¬¬  Preformistas: pessoas que achavam que só o homem dava origem a um novo ser Um pouco da história da genética...
  • 3.  Homúnculo: ser em miniatura dentro Do espermatozoide  Graaf (1641-1673): descobriu, ao dissecar fêmeas de animais durante a época de reprodução Que havia modificações nos óvulos das fêmeas. Admitiram então que a fêmea pelo menos Tinha uma participação no processo. Um pouco da história da genética...
  • 4.  Teoria da epigênese (meados de 1800): afirmava que um novo ser era formado pela combinação de compostos femininos e masculinos. Um pouco da história da genética...
  • 5.  Teoria da pângenese  Os órgãos de um ser produziam pequenas cópias de si mesmos, denominadas gêmulas, e eram transportadas pela circulação até os testículos e ovários Um pouco da história da genética...
  • 6.  Lamarck (meados de 1800): os organismos iam se adaptando ao meio ambiente gerando as variações entre os animais  teoria do uso e desuso  Se um órgão é muito utilizado desenvolve-se. tornando- se mais forte, vigoroso ou de maior tamanho. Um pouco da história da genética...
  • 7.  Darwin: Teoria da seleção natural  Os seres vivos foram sendo selecionados pelo ambiente.  As modificações dos seres foram surgindo de acordo com as pressões seletivas do ambiente  Os mais adaptados resistem Um pouco da história da genética...
  • 8.  Mendel (meados de 1800): teoria da transmissão dos caracteres biológicos.  Estudou hereditariedade fazendo o cruzamento de ervilhas  Ele concluiu que deveria Haver fatores genéticos Que determinavam as Características de um ser  GENES. Um pouco da história da genética...
  • 9.  Watson e Crick (1950): com o avanço dos microscópios, descobriram o DNA!  Descobriram como ele era formados, sua estrutura e como ele funcionava! Um pouco da história da genética...
  • 11.  Genética: ciência que estuda a transmissão dos caracteres hereditários dos seres vivos.  Hereditariedade: é o conjunto de processos biológicos que garante a cada ser vivo receber e transmitir informação genética através da reprodução. Genética e o DNA!
  • 12.  DNA: 1. Ácido Desoxirribonucleico. 2. Formado por fita dupla - Dupla hélice 3. Capaz de autoduplicação (cada vez que uma célula se divide, o DNA se duplica) 4. Formado por nucleotídeos, funcionam Como tijolos para construção do DNA Genética e o DNA!
  • 13.  O DNA é formado por nucleotídeos!  Nucleotídeos: 1. Adenina  A 2. Guanina  G 3. Citosina  C 4. Timina  T A  T G  C Genética e o DNA!
  • 14.  Genes: é um segmento (“pedaço”) de uma molécula de DNA responsável por uma característica! Formado por nucleotídeos!  DNA: Formado por genes. Possui todas as informações genéticas que coordena o desenvolvimento dos seres vivos.  Cromossomo: longa sequência de DNA. Possui muitos genes!  Genoma: toda a informação genética contida no DNA Genética e o DNA!
  • 16. Genética e o DNA! GENE CROMOSSOMODNA GENOMA
  • 17.  Cariótipo: conjunto de cromossomos de uma célula  Todos as células, menos as sexuais, possuem 46 cromossomos (23 pares), um do pai e um da mãe!  As células sexuais (espermatozóides e óvulos) possuem somente 23 cromossomos cada um . Genética e o DNA! 23 23 46 Células sexuais Células somáticas
  • 19.  DEFINIÇÃO DO SEXO  definido por cromossomos sexuais!  XX (mulher) ou XY (homem)  As células sexuais carregam os cromossomos que darão o sexo da criança!  Os óvulos das mulheres só produzem cromossomo X  Os homens produzem cromossomos X e Y  Os espermatozóides que definem o sexo da criança! Genética e o DNA!
  • 21.  Então para o nascimento de uma criança acontece:  23 cromossomos do pai e 23 cromossomos da mãe!  22 somáticos e 1 sexual  XX  XY Genética e o DNA!
  • 22.  Alelo: forma como um gene se manifesta.  Como recebemos um gene do pai e um da mãe para cada característica, temos dois alelos para cada uma  Esses genes podem ter características iguais ou diferentes. Ex: cor do olho  A: dominante  a: recessivo Genética e o DNA!
  • 23.  A: dominante  só precisa aparecer uma vez para definir a característica.  a: recessivo  precisa aparecer em duplicidade para definir a característica.  AA ou aa  homozigótico  Aa  heterozigótico  Ex: AA e Aa = olho escuro  aa = olho claro Genética e o DNA!
  • 25.  Genótipo: genoma do indivíduo  genes! (“você não vê”)  Fenótipo: é o conjunto de características que um ser apresenta!  genes + ambiente! (“é o que você vê”) Genética e o DNA!
  • 26.  Representação genética  árvores genealógicas ou heredogramas Genética e o DNA!
  • 27. PÁGINAS 199 e 200, exercícios: 1, 3, 4, 6, 7, 9, 10 e 11 Exercícios!!
  • 28.  O DNA, enquanto se autoduplica, pode sofrer alterações  Mutações  Como ocorre: radiações (inclusive a solar) e erros de duplicação do DNA  As mutações modificam a sequencia de DNA e isso altera a produção de proteínas que vem com defeito  Ex: câncer (descontrole no processo de divisão celular) e sindrome de Down Genética  Mutações
  • 30.  Organismo geneticamente modificado: OGM  Através de modificações genéticas é possível fabricar hormônios, remédios, vacinas, alimentos com mais vitaminas...  TRANSGENIA (Técnica)  engenharia genética  Ex: insulina Genética  Mutações
  • 31.  Clones: cópia idêntica a outro ser vivo  A ovelha Dolly é uma cópia geneticamente exata de sua doadora  primeiro clone  Pega-se um óvulo e um espermatozoide, mais um núcleo de uma célula do animal que se deseja copiar.  Ocorre a gestação e nasce o Indivíduo igual ao animal Que cedeu o núcleo de sua célula E um clone seu? Genética  Mutações
  • 32. PÁGINAS: 199 e 203 Exercícios!!
  • 33.  FECUNDAÇÃO: encontro do óvulo com o espermatozoide!  Ocorre na tuba uterina formando o ZIGOTO  O zigoto começa a se dividir em várias células até chegar no útero A vida dentro do útero
  • 34.  Ocorre a IMPLANTAÇÃO  As células irão continuar se dividindo à procura de nutrientes para formar a placenta  A placenta protege o feto, fornece oxigênio e alimentos A vida dentro do útero
  • 35.  As células continuam se dividindo em milhões formando os tecidos e órgãos do nosso corpo  O primeiro órgão a ser formado é o coração  No útero da mãe ocorre a formação de inúmeros vasos sanguíneos que levarão oxigênio e alimento ao bebê A vida dentro do útero
  • 36. A vida dentro do útero
  • 37.  NASCIMENTO  Os músculos do útero da mãe começam a se contrair para empurrar o bebê  Se o médico vir que não há condições do bebê nascer por parto normal, faz-se uma Cesária  Quando o bebê nasce, os nervos que controlam os movimentos respiratórios começam a trabalhar  Choro indica que os pulmões estão funcionando A vida dentro do útero
  • 38.  Porque as mães são orientadas a não usar drogas e bebidas alcoólicas durante a gestação?  Através da circulação sanguínea da mãe as substâncias chegam até o bebê A vida dentro do útero