SlideShare uma empresa Scribd logo
Genética
O QUE É A GENÉTICA?
 Genética , do grego genno (fazer nascer) , é a
  ciência dos genes, da hereditariedade e da
  variação dos organismos. Ramo da biologia que
  estuda a forma como se transmitem as
  características biológicas de geração para geração.
 O termo genética foi primeiramente aplicado para
  descrever o estudo da variação e hereditariedade,
  pelo cientista Wiliam Batesson numa carta dirigida
  a Adam Sedgewick, datada de 18 de Abril de 1908.

 A genética é o campo da biologia que estuda a
  natureza química do material hereditário, isto é, o
  mecanismo de transferência das informações
  contidas nos genes, compartilhados de geração em
  geração (dos pais para os filhos).
 A maior colaboração para a genética atual foi dada
  pelo monge Gregor Mendel, através de seus
  experimentos com ervilhas e a proposição de suas
  leis (segregação independente), mesmo antes de
  se conhecer a estrutura da molécula de DNA.

ARTIGOS DA GENÉTICA
A cor da pele na espécie humana
 Mecanismos e exemplos desta herança genética
  quantitativa.
Aberrações cromossômicas
 Aberrações cromossômicas estruturais e
  numéricas: características e subsdivisões.
Alelos múltiplos ou polialelia
 Clique aqui e veja o que são alelos
  múltiplos, fenômeno também conhecido como
  poliaelia.

Animais híbridos
 Clique aqui e conheça mais sobre animais híbridos.

Anomalias Cromossômicas
 Alterações que ocorrem em razão da ocorrência de
  meioses atípicas durante a produção de gametas.
Argumentos contra os transgênicos
 Saiba o porquê de tanta resistência em relação aos
  uso dos transgênicos.
Bioética e Reprodução Humana
 Conheça diversos aspectos que envolvem a
  questão da reprodução humana e bioética, como
  os aspectos éticos da tecnologia médica.
Biotecnologia
 Biotecnologia e novas perspectivas para os seres
  vivos.
Calvície
 Característica genética influenciada pelo sexo.
Cariótipo
 Sobre o conjunto diploide de cromossomos das
  células somáticas de um organismo.
Casamento consanguíneo
 Compreenda o porquê dos casamentos
  consanguíneos possuirem um relevante aspecto
  genético.
 Células Diploides e Haploides
 Saiba mais sobre a caracterização do teor
  cromossômico contido no interior do núcleo das
  células eucariontes.
 Conceitos básicos em genética

 Conceitos de:
  cariótipo, hereditariedade, genes, genótipo, dentre
  outras expressões.
 Cromatina Sexual

 Cromossomo X inativo e condensado das células
  de fêmeas de mamíferos.
 Decifrando o código da tradução proteica
 Compreenda o processo de tradução proteica.

 DNA

 A molécula da vida.

 Dominância e Recessividade

 Relações que se estabelecem por meio de genes
  alelos semelhantes ou distintos.
   Duplicação semiconservativa
   Fenômeno resultante da reprodução da molécula de
    DNA.
   Engenharia Genética
   Conheça alguns argumentos contra e a favor da
    seleção de espermatozóides, seleção de embriões e
    manipulação genética.
   Epistasia
   Interação gênica que ocorre quando um par de genes
    alelos se interage para alterar de forma inibitória a ação
    de outro par de genes alelos.
   Fator Rh - Eritroblastose fetal
   Histórico, causas e consequências da eritroblastose
    fetal, além de sua prevenção e tratamento.
 Herança dos grupos sanguíneos
 Sistema MN, Sistema ABO e Fator Rh: saiba mais
  sobre compatibilidade sanguínea.
 Herança Quantitativa

 O que é Herança Quantitativa, características e
  exemplos.
 Hereditariedade

 Fenômeno representado pela condição de
  semelhança existente entre ascendentes e
  descendentes.
CANAIS DA GENÉTICA
Célula Mãe
ARTIGOS DE CÉLULA MÃE
Células-tronco
 As células-tronco são classificadas em dois tipos e
  o seu uso ainda causa muita polêmica devido à
  forma de como elas são conseguidas.
Células-tronco a partir de sangue menstrual
 Célula-tronco a partir de sangue menstrual: saiba
  mais sobre esse estudo feito por pesquisadores
  brasileiros.
 Países onde é permitido usar células-tronco

 Países nos quais o uso das células-tronco é
  permitido e como algumas religiões abordam este
  tema.
CLONAGEM




 A clonagem é um processo de reprodução
  assexuada onde se tem a produção de
  indivíduos geneticamente iguais a partir de uma
  célula-mãe.
 A engenharia genética é a área da biologia
  responsável pela manipulação das moléculas
  de DNA
 Vários vírus, bacteriófagos, bactérias como
  a Escherichia coli e levedos como
  oSaccharomyces cerevisae receberam genes de
  outras espécies e se tornaram organismos
  geneticamente modificados (OGMs), também
  chamados de transgênicos.
 Esses organismos transgênicos expressam genes
  de outra espécie, apresentando características que
  não possuíam antes.
 A cada dia aumenta o número de organismos
  geneticamente modificados que são criados em
  laboratórios de todo o mundo.
 Esses organismos variam desde microrganismos
  de interesse ecológico, médico, industrial e
  agrícola, até plantas que são importantes para o
  consumo humano, os famosos transgênicos, como
  milho, soja, tomate, batata, abóbora e arroz.
ARTIGOS DE CLONAGEM
Clonagem de espécies
 Processo artificial de reprodução que consiste na
  utilização de células somáticas em substituição às
  células sexuais.
Clonagem humana
 A clonagem humana levanta uma série de
  questões, de diversas ordens. No entanto, é
  necessário compreender a diferença entre a
  clonagem reprodutiva e a clonagem humana
  terapêutica.
Ovelha Dolly
 Saiba o porquê da ovelha Dolly ter este nome e o
  que seu nascimento (e morte) significaram.
TESTE DE DNA
 Os testes de DNA são atualmente o método mais
  seguro para a identificação de pessoas.
 O DNA (ácido desoxirribonucleico) é um dos ácidos
  nucleicos e pode ser encontrado tanto no interior
  quanto no exterior das células.
 Embora o DNA tenha se tornado conhecido
  apenas nas últimas décadas devido à
  popularização dos exames para identificação de
  paternidade duvidosa, ele já era conhecido no meio
  científico desde o início da década de
  1950, quando ficou comprovado que o DNA é o
  material que constitui os genes.
   Através doDNA é possível identificar pessoas para
    esclarecer uma possível participação em um crime e
    também na realização de testes de paternidade. É
    importante lembrar que, com exceção dos gêmeos
    univitelinos, o DNA de cada pessoa é único.
   O teste de DNA, chamado
    de DNA figerprint ou impressão digital
    genética,fornece um grau de confiabilidade bastante
    alto, ultrapassando 99,9% de certeza em seu resultado.
    Devido a isso, esse teste é muito empregado na
    determinação de paternidade e na resolução de crimes.

 Para que haja a identificação de uma pessoa
  através de seu DNA são utilizadas sondas capazes
  de detectar sequências do DNA humano. Essas
  sequências deDNA são chamadas
  de VNTR (Variable Number of Tandem Repeats -
  número variável de repetições em sequência) e são
  compostas por sequências curtas de nucleotídeos
  que se repetem ao longo de trechos da molécula
  de DNA
 As faixas observadas são únicas para cada pessoa
  e por isso ela é chamada deimpressão digital de
  DNA ou impressão digital genética.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Slide Genética
Slide GenéticaSlide Genética
Genética 2
Genética 2Genética 2
Genética 2
Jorgelgl
 
Aula 1 fundamentos de genética
Aula 1   fundamentos de genética  Aula 1   fundamentos de genética
Aula 1 fundamentos de genética
Marcelo Gomes
 
Genética
GenéticaGenética
Genética
Isadora Oliveira
 
Genética aula I
Genética aula IGenética aula I
Genética aula I
Amanda Caroline
 
Introdução à genética
Introdução à genéticaIntrodução à genética
Introdução à genética
Aline Silva
 
Conceitos fundamentais em génetica
Conceitos fundamentais em géneticaConceitos fundamentais em génetica
Conceitos fundamentais em génetica
Lilian Monteiro
 
Hereditariedade
HereditariedadeHereditariedade
Hereditariedade
HereditariedadeHereditariedade
Hereditariedade
nteixeira
 
6 hereditariedade
6 hereditariedade6 hereditariedade
6 hereditariedade
Maria João Drumond
 
2 genotipo e fenotipo e gémeos
2   genotipo e fenotipo e gémeos2   genotipo e fenotipo e gémeos
2 genotipo e fenotipo e gémeos
Henrique Vieira
 
3EM #12 Revisão evolução e genética Enem
3EM #12 Revisão evolução e genética Enem3EM #12 Revisão evolução e genética Enem
3EM #12 Revisão evolução e genética Enem
Professô Kyoshi
 
8 ano GENÉTICA BÁSICA
8 ano GENÉTICA BÁSICA8 ano GENÉTICA BÁSICA
8 ano GENÉTICA BÁSICA
Sarah Lemes
 
Conceitos em genética
Conceitos em genéticaConceitos em genética
Conceitos em genética
mainamgar
 
Introdução à genética
Introdução à genética Introdução à genética
Introdução à genética
nielimaia
 
Slides da aula de Biologia (Marcelo) sobre Genética
Slides da aula de Biologia (Marcelo) sobre GenéticaSlides da aula de Biologia (Marcelo) sobre Genética
Slides da aula de Biologia (Marcelo) sobre Genética
Turma Olímpica
 
05 - Gene
05 - Gene05 - Gene
05 - Gene
Teresa Monteiro
 
Aula hereditariedade
Aula hereditariedadeAula hereditariedade
Aula hereditariedade
CRISCASTROLARANJEIRA
 
Transmissão da vida noções básicas de hereditariedade
Transmissão da vida noções básicas de hereditariedadeTransmissão da vida noções básicas de hereditariedade
Transmissão da vida noções básicas de hereditariedade
Leonardo Alves
 
Conceitos estruturantes da genética
Conceitos estruturantes da genéticaConceitos estruturantes da genética
Conceitos estruturantes da genética
Andrea Cortelazzi
 

Mais procurados (20)

Slide Genética
Slide GenéticaSlide Genética
Slide Genética
 
Genética 2
Genética 2Genética 2
Genética 2
 
Aula 1 fundamentos de genética
Aula 1   fundamentos de genética  Aula 1   fundamentos de genética
Aula 1 fundamentos de genética
 
Genética
GenéticaGenética
Genética
 
Genética aula I
Genética aula IGenética aula I
Genética aula I
 
Introdução à genética
Introdução à genéticaIntrodução à genética
Introdução à genética
 
Conceitos fundamentais em génetica
Conceitos fundamentais em géneticaConceitos fundamentais em génetica
Conceitos fundamentais em génetica
 
Hereditariedade
HereditariedadeHereditariedade
Hereditariedade
 
Hereditariedade
HereditariedadeHereditariedade
Hereditariedade
 
6 hereditariedade
6 hereditariedade6 hereditariedade
6 hereditariedade
 
2 genotipo e fenotipo e gémeos
2   genotipo e fenotipo e gémeos2   genotipo e fenotipo e gémeos
2 genotipo e fenotipo e gémeos
 
3EM #12 Revisão evolução e genética Enem
3EM #12 Revisão evolução e genética Enem3EM #12 Revisão evolução e genética Enem
3EM #12 Revisão evolução e genética Enem
 
8 ano GENÉTICA BÁSICA
8 ano GENÉTICA BÁSICA8 ano GENÉTICA BÁSICA
8 ano GENÉTICA BÁSICA
 
Conceitos em genética
Conceitos em genéticaConceitos em genética
Conceitos em genética
 
Introdução à genética
Introdução à genética Introdução à genética
Introdução à genética
 
Slides da aula de Biologia (Marcelo) sobre Genética
Slides da aula de Biologia (Marcelo) sobre GenéticaSlides da aula de Biologia (Marcelo) sobre Genética
Slides da aula de Biologia (Marcelo) sobre Genética
 
05 - Gene
05 - Gene05 - Gene
05 - Gene
 
Aula hereditariedade
Aula hereditariedadeAula hereditariedade
Aula hereditariedade
 
Transmissão da vida noções básicas de hereditariedade
Transmissão da vida noções básicas de hereditariedadeTransmissão da vida noções básicas de hereditariedade
Transmissão da vida noções básicas de hereditariedade
 
Conceitos estruturantes da genética
Conceitos estruturantes da genéticaConceitos estruturantes da genética
Conceitos estruturantes da genética
 

Semelhante a Apresentação1 genetica

Genetica
GeneticaGenetica
Genetica
Henrique Vieira
 
3 genetica
3   genetica3   genetica
3 genetica
Henrique Vieira
 
Biologia genética
Biologia  genéticaBiologia  genética
Biologia genética
Keilla Lima
 
Engenharia genética
Engenharia genéticaEngenharia genética
Engenharia genética
katiuscecardoso
 
Biotecnologia
BiotecnologiaBiotecnologia
Biotecnologia
ingridavilez
 
Hereditariedade9
Hereditariedade9Hereditariedade9
Hereditariedade9
joao.azinhaga94
 
Clonagem - Bioética
 Clonagem - Bioética Clonagem - Bioética
Clonagem - Bioética
Fernanda Clara
 
Jhonatan,ediel ciencias geneticas
Jhonatan,ediel ciencias geneticasJhonatan,ediel ciencias geneticas
Jhonatan,ediel ciencias geneticas
jhonathan-henrique
 
Aula Introdução a Genética.ppt
Aula Introdução a Genética.pptAula Introdução a Genética.ppt
Aula Introdução a Genética.ppt
CRISTIANNE BURGO MORAES
 
Genética (1ª lei de Mendel e Noção de genética).ppt
Genética (1ª lei de Mendel e Noção de genética).pptGenética (1ª lei de Mendel e Noção de genética).ppt
Genética (1ª lei de Mendel e Noção de genética).ppt
MarceloColodeti
 
Biotecnologiaatualizadokatiaqueiroz
BiotecnologiaatualizadokatiaqueirozBiotecnologiaatualizadokatiaqueiroz
Biotecnologiaatualizadokatiaqueiroz
MARISTA , UVA, FIC, FAINTER, GÊNESIS
 
T a g (thyago andrey geovanny)
T a  g      (thyago andrey geovanny)T a  g      (thyago andrey geovanny)
T a g (thyago andrey geovanny)
EvertonAlvesdeMelo
 
Apostila etec biologia
Apostila etec   biologiaApostila etec   biologia
Apostila etec biologia
simuladocontabil
 
Biologia 3ano
Biologia 3anoBiologia 3ano
Biologia 3ano
Isadora Aguiar
 
Ii seminário de pesquisa e prática pedagógica ppii
Ii seminário de pesquisa e prática pedagógica ppiiIi seminário de pesquisa e prática pedagógica ppii
Ii seminário de pesquisa e prática pedagógica ppii
Lusiane Carvalho da Silva
 
Desmatamento e animais em extinção
Desmatamento e animais em extinçãoDesmatamento e animais em extinção
Desmatamento e animais em extinção
Lusiane Carvalho da Silva
 
Ii seminário de pesquisa e prática pedagógica ppii
Ii seminário de pesquisa e prática pedagógica ppiiIi seminário de pesquisa e prática pedagógica ppii
Ii seminário de pesquisa e prática pedagógica ppii
Lusiane Carvalho da Silva
 
Hereditariedade
HereditariedadeHereditariedade
Hereditariedade
CNProf
 
Apresentação da aula de biotecnologia
Apresentação da aula de biotecnologia Apresentação da aula de biotecnologia
Apresentação da aula de biotecnologia
Seleste Mendes Pereira
 
4 160121211434
4 1601212114344 160121211434
4 160121211434
CarolinaNunes98
 

Semelhante a Apresentação1 genetica (20)

Genetica
GeneticaGenetica
Genetica
 
3 genetica
3   genetica3   genetica
3 genetica
 
Biologia genética
Biologia  genéticaBiologia  genética
Biologia genética
 
Engenharia genética
Engenharia genéticaEngenharia genética
Engenharia genética
 
Biotecnologia
BiotecnologiaBiotecnologia
Biotecnologia
 
Hereditariedade9
Hereditariedade9Hereditariedade9
Hereditariedade9
 
Clonagem - Bioética
 Clonagem - Bioética Clonagem - Bioética
Clonagem - Bioética
 
Jhonatan,ediel ciencias geneticas
Jhonatan,ediel ciencias geneticasJhonatan,ediel ciencias geneticas
Jhonatan,ediel ciencias geneticas
 
Aula Introdução a Genética.ppt
Aula Introdução a Genética.pptAula Introdução a Genética.ppt
Aula Introdução a Genética.ppt
 
Genética (1ª lei de Mendel e Noção de genética).ppt
Genética (1ª lei de Mendel e Noção de genética).pptGenética (1ª lei de Mendel e Noção de genética).ppt
Genética (1ª lei de Mendel e Noção de genética).ppt
 
Biotecnologiaatualizadokatiaqueiroz
BiotecnologiaatualizadokatiaqueirozBiotecnologiaatualizadokatiaqueiroz
Biotecnologiaatualizadokatiaqueiroz
 
T a g (thyago andrey geovanny)
T a  g      (thyago andrey geovanny)T a  g      (thyago andrey geovanny)
T a g (thyago andrey geovanny)
 
Apostila etec biologia
Apostila etec   biologiaApostila etec   biologia
Apostila etec biologia
 
Biologia 3ano
Biologia 3anoBiologia 3ano
Biologia 3ano
 
Ii seminário de pesquisa e prática pedagógica ppii
Ii seminário de pesquisa e prática pedagógica ppiiIi seminário de pesquisa e prática pedagógica ppii
Ii seminário de pesquisa e prática pedagógica ppii
 
Desmatamento e animais em extinção
Desmatamento e animais em extinçãoDesmatamento e animais em extinção
Desmatamento e animais em extinção
 
Ii seminário de pesquisa e prática pedagógica ppii
Ii seminário de pesquisa e prática pedagógica ppiiIi seminário de pesquisa e prática pedagógica ppii
Ii seminário de pesquisa e prática pedagógica ppii
 
Hereditariedade
HereditariedadeHereditariedade
Hereditariedade
 
Apresentação da aula de biotecnologia
Apresentação da aula de biotecnologia Apresentação da aula de biotecnologia
Apresentação da aula de biotecnologia
 
4 160121211434
4 1601212114344 160121211434
4 160121211434
 

Último

Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdfTestes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
lveiga112
 
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptxAtpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
joaresmonte3
 
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
joseanesouza36
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Mary Alvarenga
 
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
Manuais Formação
 
Atividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º anoAtividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º ano
fernandacosta37763
 
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
GÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptxGÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptx
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
Marlene Cunhada
 
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).pptepidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
MarceloMonteiro213738
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptxAula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
LILIANPRESTESSCUDELE
 
slides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentarslides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentar
JoeteCarvalho
 
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionaisResumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
beatrizsilva525654
 
Slide de biologia aula2 2 bimestre no ano de 2024
Slide de biologia aula2  2 bimestre no ano de 2024Slide de biologia aula2  2 bimestre no ano de 2024
Slide de biologia aula2 2 bimestre no ano de 2024
vinibolado86
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
Manuais Formação
 
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdfUFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
Manuais Formação
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Zenir Carmen Bez Trombeta
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
TomasSousa7
 
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vidakarl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
KleginaldoPaz2
 
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
As sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativasAs sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativas
rloureiro1
 

Último (20)

Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdfTestes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
 
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptxAtpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
 
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
 
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
 
Atividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º anoAtividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º ano
 
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
GÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptxGÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptx
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
 
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).pptepidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
 
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptxAula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
 
slides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentarslides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentar
 
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionaisResumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
 
Slide de biologia aula2 2 bimestre no ano de 2024
Slide de biologia aula2  2 bimestre no ano de 2024Slide de biologia aula2  2 bimestre no ano de 2024
Slide de biologia aula2 2 bimestre no ano de 2024
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
 
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdfUFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
 
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vidakarl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
 
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
 
As sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativasAs sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativas
 

Apresentação1 genetica

  • 2. O QUE É A GENÉTICA?  Genética , do grego genno (fazer nascer) , é a ciência dos genes, da hereditariedade e da variação dos organismos. Ramo da biologia que estuda a forma como se transmitem as características biológicas de geração para geração.  O termo genética foi primeiramente aplicado para descrever o estudo da variação e hereditariedade, pelo cientista Wiliam Batesson numa carta dirigida a Adam Sedgewick, datada de 18 de Abril de 1908. 
  • 3.  A genética é o campo da biologia que estuda a natureza química do material hereditário, isto é, o mecanismo de transferência das informações contidas nos genes, compartilhados de geração em geração (dos pais para os filhos).  A maior colaboração para a genética atual foi dada pelo monge Gregor Mendel, através de seus experimentos com ervilhas e a proposição de suas leis (segregação independente), mesmo antes de se conhecer a estrutura da molécula de DNA. 
  • 4. ARTIGOS DA GENÉTICA A cor da pele na espécie humana  Mecanismos e exemplos desta herança genética quantitativa. Aberrações cromossômicas  Aberrações cromossômicas estruturais e numéricas: características e subsdivisões. Alelos múltiplos ou polialelia  Clique aqui e veja o que são alelos múltiplos, fenômeno também conhecido como poliaelia. 
  • 5. Animais híbridos  Clique aqui e conheça mais sobre animais híbridos. Anomalias Cromossômicas  Alterações que ocorrem em razão da ocorrência de meioses atípicas durante a produção de gametas. Argumentos contra os transgênicos  Saiba o porquê de tanta resistência em relação aos uso dos transgênicos.
  • 6. Bioética e Reprodução Humana  Conheça diversos aspectos que envolvem a questão da reprodução humana e bioética, como os aspectos éticos da tecnologia médica. Biotecnologia  Biotecnologia e novas perspectivas para os seres vivos. Calvície  Característica genética influenciada pelo sexo.
  • 7. Cariótipo  Sobre o conjunto diploide de cromossomos das células somáticas de um organismo. Casamento consanguíneo  Compreenda o porquê dos casamentos consanguíneos possuirem um relevante aspecto genético.
  • 8.  Células Diploides e Haploides  Saiba mais sobre a caracterização do teor cromossômico contido no interior do núcleo das células eucariontes.  Conceitos básicos em genética  Conceitos de: cariótipo, hereditariedade, genes, genótipo, dentre outras expressões.  Cromatina Sexual  Cromossomo X inativo e condensado das células de fêmeas de mamíferos.
  • 9.  Decifrando o código da tradução proteica  Compreenda o processo de tradução proteica.  DNA  A molécula da vida.  Dominância e Recessividade  Relações que se estabelecem por meio de genes alelos semelhantes ou distintos.
  • 10. Duplicação semiconservativa  Fenômeno resultante da reprodução da molécula de DNA.  Engenharia Genética  Conheça alguns argumentos contra e a favor da seleção de espermatozóides, seleção de embriões e manipulação genética.  Epistasia  Interação gênica que ocorre quando um par de genes alelos se interage para alterar de forma inibitória a ação de outro par de genes alelos.  Fator Rh - Eritroblastose fetal  Histórico, causas e consequências da eritroblastose fetal, além de sua prevenção e tratamento.
  • 11.  Herança dos grupos sanguíneos  Sistema MN, Sistema ABO e Fator Rh: saiba mais sobre compatibilidade sanguínea.  Herança Quantitativa  O que é Herança Quantitativa, características e exemplos.  Hereditariedade  Fenômeno representado pela condição de semelhança existente entre ascendentes e descendentes.
  • 13. ARTIGOS DE CÉLULA MÃE Células-tronco  As células-tronco são classificadas em dois tipos e o seu uso ainda causa muita polêmica devido à forma de como elas são conseguidas. Células-tronco a partir de sangue menstrual  Célula-tronco a partir de sangue menstrual: saiba mais sobre esse estudo feito por pesquisadores brasileiros.  Países onde é permitido usar células-tronco  Países nos quais o uso das células-tronco é permitido e como algumas religiões abordam este tema.
  • 14. CLONAGEM  A clonagem é um processo de reprodução assexuada onde se tem a produção de indivíduos geneticamente iguais a partir de uma célula-mãe.  A engenharia genética é a área da biologia responsável pela manipulação das moléculas de DNA
  • 15.  Vários vírus, bacteriófagos, bactérias como a Escherichia coli e levedos como oSaccharomyces cerevisae receberam genes de outras espécies e se tornaram organismos geneticamente modificados (OGMs), também chamados de transgênicos.  Esses organismos transgênicos expressam genes de outra espécie, apresentando características que não possuíam antes.
  • 16.  A cada dia aumenta o número de organismos geneticamente modificados que são criados em laboratórios de todo o mundo.  Esses organismos variam desde microrganismos de interesse ecológico, médico, industrial e agrícola, até plantas que são importantes para o consumo humano, os famosos transgênicos, como milho, soja, tomate, batata, abóbora e arroz.
  • 17. ARTIGOS DE CLONAGEM Clonagem de espécies  Processo artificial de reprodução que consiste na utilização de células somáticas em substituição às células sexuais. Clonagem humana  A clonagem humana levanta uma série de questões, de diversas ordens. No entanto, é necessário compreender a diferença entre a clonagem reprodutiva e a clonagem humana terapêutica. Ovelha Dolly  Saiba o porquê da ovelha Dolly ter este nome e o que seu nascimento (e morte) significaram.
  • 18. TESTE DE DNA  Os testes de DNA são atualmente o método mais seguro para a identificação de pessoas.  O DNA (ácido desoxirribonucleico) é um dos ácidos nucleicos e pode ser encontrado tanto no interior quanto no exterior das células.  Embora o DNA tenha se tornado conhecido apenas nas últimas décadas devido à popularização dos exames para identificação de paternidade duvidosa, ele já era conhecido no meio científico desde o início da década de 1950, quando ficou comprovado que o DNA é o material que constitui os genes.
  • 19. Através doDNA é possível identificar pessoas para esclarecer uma possível participação em um crime e também na realização de testes de paternidade. É importante lembrar que, com exceção dos gêmeos univitelinos, o DNA de cada pessoa é único.  O teste de DNA, chamado de DNA figerprint ou impressão digital genética,fornece um grau de confiabilidade bastante alto, ultrapassando 99,9% de certeza em seu resultado. Devido a isso, esse teste é muito empregado na determinação de paternidade e na resolução de crimes. 
  • 20.  Para que haja a identificação de uma pessoa através de seu DNA são utilizadas sondas capazes de detectar sequências do DNA humano. Essas sequências deDNA são chamadas de VNTR (Variable Number of Tandem Repeats - número variável de repetições em sequência) e são compostas por sequências curtas de nucleotídeos que se repetem ao longo de trechos da molécula de DNA  As faixas observadas são únicas para cada pessoa e por isso ela é chamada deimpressão digital de DNA ou impressão digital genética.