SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 4
1. (CESGRANRIO - RJ) A pecuária, apesar de ter desempenhado importante papel na ocupação de
determinadas áreas do território brasileiro, conservou seu caráter complementar na economia colonial
especializada para a exportação, disso decorrendo:

a) seu equilíbrio em relação as atividades agrícolas e extrativas na ocupação efetiva do território.
b) constantes crises de abastecimento dos alimentos, cuja produção era preterida pelas culturas de
exportação.
c) a exportação da produção de abastecimento, o que gerou superávit no comércio colonial.
d) a direção estatal da metrópole sobre a pecuária por força do monopólio região sobre o sal e a carne.
e) sua subordinação ao capital comercial europeu.

Resposta:




2. (UFPR) Sobre a pecuária na vida brasileira durante o Período Colonial, é correto afirmar:

01) No século XVIII, a pecuária no Sul não teve qualquer relação com o surto minerador das Minas
Gerais.

02) A atividade pecuária foi muito importante para a expansão do território brasileiro.

04) Era realizada desde o século XVI na costa nordestina, coexistindo lado a lado com a produção
canavieira.

08) Graças a pecuária, a existência de carne e leite no sertão nordestino amenizava a vida dura dos
sertanejos, e o couro lhes era matéria prima fundamental.

16) Cidades como Feira de Santana, na Bahia, e Sorocaba, em São Paulo, eram importantes centros de
comercialização de gado.

32) No Rio Grande do Sul, o charque tornou-se grande fonte de renda.
Resposta:




3. (UFPR) O comentário de Frei Vicente Salvador sobre as dificuldades encontradas pelos portugueses
em explorar terras brasileiras, no início da colonização é bastante conhecido: Contentavam-se em as
andar arranhando ao longo do mar como caranguejos, disse ele. E correto afirmar, porém, que ao longo
do tempo a expansão e o povoamento do território brasileiro no período colonial foram efetivados através
de movimentos diversos:

01) Na Amazônia, com o desenvolvimento de monoculturas que atraíram mão-de-obra de outras regiões
brasileiras.

02) No Nordeste, pela disseminação das fazendas criadoras de gado ao longo do rio São Francisco e
interior de diversos estados, como o Ceara, o Piauí e o Maranhão.

04) No Sudeste, e em outras regiões, pelo bandeirantismo incentivado pela Coroa portuguesa com o
objetivo de buscar metais preciosos no interior do continente.

08) No Sul, pelo tropeirismo, atividade de comerciantes que conduziam principalmente tropas de mulas
desde o Rio Grande do Sul até São Paulo para, a seguir, serem vendidas na região das minas.

16) No centro-oeste, pela instalação de missões religiosas com a finalidade de fixar limites com os
territórios vizinhos ocupados por espanhóis, franceses e ingleses.

Resposta:




4. (ULBRA - RS) Relacione as colunas levando em consideração informações sobre o Brasil Colônia:
1. Exploração do pau-brasil
2. Exploração do Açúcar
3. Extração do ouro

( ) ação litorânea envolvendo a mão-de-obra indígena.
( ) aguçou o interesse holandês no Brasil, propiciando a invasão batava no Nordeste.
( ) produção vinculada à existência de latifúndios.
    deslocou o eixo de atenção do Nordeste para o Sudeste e estimulou atividades
()
    econômicas em outras regiões do país.
( ) a organização visava à monocultura para a exportação.
a) 1, 3, 2, 2, 3
b) 2, 2, 3, 3, 1
c) 1, 2, 2, 3, 2
d) 2, 1, 2, 3, 2
e) 3, 3, 1, 2, 2

Resposta:




5. (FGV - RJ) No século XVIII a produção do ouro provocou muitas transformações na colônia. Entre elas
podemos destacar:

a) A urbanização da Amazônia, o início do ciclo do tabaco, a introdução do trabalho livre com os
imigrantes;
b) A introdução do trafico negreiro, a integração do índio, a desarticulação das relações com a Inglaterra;
c) A industrialização de São Paulo, a expansão da criação de ovinos em Minas Gerais;
d) A preservação da população indígena, a decadência da produção algodoeiro, a introdução de operários
europeus;
e) O aumento da produção de ali¬mentos, a integração de novas áreas por meio da pecuária e do
comércio, a mudança do eixo econômico para o sul.

Resposta:




6. (UFES) - A extração do ouro no século XVIII, assim como a produção açucareira, em época anterior,
assegurou para Portugal a posse e a ocupação da colônia portuguesa na América, além de estimular o
povoamento, o tráfico negreiro e as atividades intermediarias, como a pecuária e o plantio de tabaco e do
algodão. Não obstante as semelhanças, a economia aurífera se diferenciou da açucareira essencialmente
porque:

a) contribuiu para diminuir os preços dos alimentos e dos animais de transporte das regiões vizinhas,
desestimulando, assim, os investimentos na produção de gêneros alimentícios.
b) estimulou o povoamento do interior da colônia, além de propiciar surto urbano considerável e
incrementar o mercado consumidor local.
c) promoveu a expansão da pecuária e da extração das "drogas do sertão" no extremo sul da colônia,
onde ocorreu grande absorção da mão-de-obra escrava negra.
d) impediu que as bandeiras organizadas para prospecção de metais preciosos no território colonial
ultrapassassem os limites territoriais estabelecidos pelo Tratado de Tordesilhas.
e) exigiu maiores investimentos em capital e mão-de-obra escrava, obtidos dos negociantes da
Companhia das Índias Ocidentais, os quais se especializaram em transações de empréstimo de dinheiro
a juros aos mineradores.

Resposta:




7. (UNESP - SP) A partir de 1750, com os Tratados de Limites, fixou-se a área territorial brasileira, com
pequenas diferenças em relação à configuração atual. A expansão geográfica havia rompido os limites
impostos pelo Tratado de Tordesilhas. No período colonial, os fatores que mais contribuíram para a
referida expansão foram:

a) a criação de gado no vale do São Francisco e o desenvolvimento de uma sólida rede urbana.
b) apresamento do indígena e constante procura de riquezas minerais.
c) cultivo de cana de açúcar e expansão da pecuária no Nordeste.
d) ação dos donatários das capitanias hereditárias e Guerra dos Emboabas.
e) incremento da cultura do algodão e penetração dos jesuítas no Maranhão.

Resposta:




8. (UERGS - RS) - Com a assinatura do Tratado de Tordesilhas, em 1494, linha imaginaria que, contadas
370 léguas náuticas a partir do_________________, rumo ao_______________estabelecia um ponto
terminal de onde se traçaria um paralelo, de pólo a pólo, dividindo o mundo em duas metades. Por esse
acordo, as terras, descobertas ou a descobrir, existentes a oeste, pertenceriam a______________e as
existentes a leste, a____________ .


Complete o texto acima assinalando a única alternativa que preenche to¬das as lacunas corretamente:

a) Arquipélago de Cabo Verde; Ocidente; Espanha; Portugal;
b) Litoral africano; Sul; Portugal; França;
c) Arquipélago dos Açores; Ocidente; Holanda; Espanha;
d) Cabo Bojador; Oriente; Portugal; Espanha;
e) Cabo Branco; Norte; Inglaterra; França.

Resposta:




9. (UEL-PR)-A administração portuguesa na colônia desenvolveu uma política expansionista utilizando-se
da tese do uti possidetis de Alexandre de Gusmão, segundo o qual um território deveria pertencer a quem
o tivesse efetivamente ocupado. Essa tese, que proporcionou ao Brasil quase a mesma configuração que
tem hoje, foi consolidada através do Tratado de:

a) Tordesilhas, de 1494;
b) Lisboa, em 1681;
c) Utrech, em 1715;
d) Madri, em 1750;
e) Badajós, em 1801.

Resposta:




10. (FUVEST - SP) Entre 1750, quando assinaram o Tratado de Madri, e 1777, quando assinaram o
Tratado de Santo Ildefonso, Portugal e Espanha discutiram os limites entre suas colônias americanas.
Nesse contexto, ganhou importância, na política portuguesa, a idéia da necessidade de:

a) defender a Colônia com forças locais, daí a organização dos corpos militares do centro-sul e a abolição
das diferenças entre índios e brancos.
b) fortificar o litoral para evitar ataques espanhóis e isolar o Marques de Pombal por sua política
nitidamente pró-bourbônica.
c) transferir a capital da Bahia para o Rio de Janeiro, para onde fluía a major parte da produção
açucareira, ameaçada pela pirataria.
d) afastar os jesuítas da colônia por serem quase todos espanhóis e, nessa qualidade, defenderem os
interesses da Espanha.
e) aliar-se política e economicamente à França para enfrentar os vizinhos espanhóis, impondo-lhes suas
concepções geopolíticas na América.
Resposta:




11. (Fuvest – SP) – a atual configuração do território brasileiro foi definida em suas linhas gerais no século
XVIII pelo tratado de:

a) Tordesilhas, que fixou os domínios portugueses e espanhóis na América.
b) Santo Ildefonso, pelo qual foram cedidos a Portugal os Sete Povos das Missões.
c) Utrecht, que incorporou ao Brasil a Província Cisplatina.
d) Lisboa, que garantiu os direitos de posse sobre o território do Acre.
e) Madrid, que reconheceu a ocupação territorial além da linha de Tordesilhas.

Resposta:




12. (UNE/ICSA-DF) No século XVII, contribuíram para a penetração do interior brasileiro, o (a):

a) Desenvolvimento da cultura da cana-de-açúcar e da cultura do algodão.
b) Apresamento de indígenas e a procura de riquezas minerais.
c) Necessidade de defesa e o combate aos franceses.
d) Fim do domínio espanhol e a restauração da monarquia portuguesa.
e) Guerra dos Emboabas e a transferência da capital da colônia para o Rio de Janeiro.

Resposta:

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

02 8º ano história rafael - expansão colonial e mineração 2015
02 8º ano  história   rafael  - expansão colonial e mineração 201502 8º ano  história   rafael  - expansão colonial e mineração 2015
02 8º ano história rafael - expansão colonial e mineração 2015Rafael Noronha
 
Ocupaçao de mato_grosso_do_sul_–_domínio
Ocupaçao de mato_grosso_do_sul_–_domínioOcupaçao de mato_grosso_do_sul_–_domínio
Ocupaçao de mato_grosso_do_sul_–_domínioMarcela Marangon Ribeiro
 
Sistema colonial portugues (mineração)
Sistema colonial portugues (mineração)Sistema colonial portugues (mineração)
Sistema colonial portugues (mineração)Marcelo Ferreira Boia
 
Mineração na América Portuguesa
Mineração na América PortuguesaMineração na América Portuguesa
Mineração na América PortuguesaPérysson Nogueira
 
A mineração no brasil colonial
A mineração no brasil colonialA mineração no brasil colonial
A mineração no brasil colonialMarilia Pimentel
 
G2 – o ciclo do ouro
G2 – o ciclo do ouroG2 – o ciclo do ouro
G2 – o ciclo do ouroRafael Vasco
 
Mineração no Brasil - Século XVIII
Mineração no Brasil - Século XVIIIMineração no Brasil - Século XVIII
Mineração no Brasil - Século XVIIIValéria Shoujofan
 
A exploração do ouro no brasil
A exploração do ouro no brasilA exploração do ouro no brasil
A exploração do ouro no brasilStephani Coelho
 
Apostila Pre-vestibular Brasil Pré-colonial e Início da Colonização
Apostila Pre-vestibular Brasil Pré-colonial e Início da Colonização Apostila Pre-vestibular Brasil Pré-colonial e Início da Colonização
Apostila Pre-vestibular Brasil Pré-colonial e Início da Colonização Marco Vinícius Moreira Lamarão'
 
A era do ouro
A era do ouroA era do ouro
A era do ouroNBrunoFS
 

Mais procurados (18)

02 8º ano história rafael - expansão colonial e mineração 2015
02 8º ano  história   rafael  - expansão colonial e mineração 201502 8º ano  história   rafael  - expansão colonial e mineração 2015
02 8º ano história rafael - expansão colonial e mineração 2015
 
Ocupaçao de mato_grosso_do_sul_–_domínio
Ocupaçao de mato_grosso_do_sul_–_domínioOcupaçao de mato_grosso_do_sul_–_domínio
Ocupaçao de mato_grosso_do_sul_–_domínio
 
Sistema colonial portugues (mineração)
Sistema colonial portugues (mineração)Sistema colonial portugues (mineração)
Sistema colonial portugues (mineração)
 
Mineração na América Portuguesa
Mineração na América PortuguesaMineração na América Portuguesa
Mineração na América Portuguesa
 
A mineração no brasil colonial
A mineração no brasil colonialA mineração no brasil colonial
A mineração no brasil colonial
 
G2 – o ciclo do ouro
G2 – o ciclo do ouroG2 – o ciclo do ouro
G2 – o ciclo do ouro
 
Mineração no Brasil - Século XVIII
Mineração no Brasil - Século XVIIIMineração no Brasil - Século XVIII
Mineração no Brasil - Século XVIII
 
Ciclo do Ouro
Ciclo do OuroCiclo do Ouro
Ciclo do Ouro
 
A exploração do ouro no brasil
A exploração do ouro no brasilA exploração do ouro no brasil
A exploração do ouro no brasil
 
Mineração no brasil
Mineração no brasilMineração no brasil
Mineração no brasil
 
Apostila Pre-vestibular Brasil Pré-colonial e Início da Colonização
Apostila Pre-vestibular Brasil Pré-colonial e Início da Colonização Apostila Pre-vestibular Brasil Pré-colonial e Início da Colonização
Apostila Pre-vestibular Brasil Pré-colonial e Início da Colonização
 
A ocupação de mato grosso do sul
A ocupação de mato grosso do sulA ocupação de mato grosso do sul
A ocupação de mato grosso do sul
 
O branco e o negro no brasil açúcar e escravidão.
O branco e o negro no brasil  açúcar e escravidão.O branco e o negro no brasil  açúcar e escravidão.
O branco e o negro no brasil açúcar e escravidão.
 
A mineraçaõ no Brasil Colônia.
A mineraçaõ no Brasil Colônia. A mineraçaõ no Brasil Colônia.
A mineraçaõ no Brasil Colônia.
 
A expansão territorial no Brasil colonial.
A expansão territorial no Brasil colonial. A expansão territorial no Brasil colonial.
A expansão territorial no Brasil colonial.
 
Auladescobertadoouro 120513154826-phpapp01
Auladescobertadoouro 120513154826-phpapp01Auladescobertadoouro 120513154826-phpapp01
Auladescobertadoouro 120513154826-phpapp01
 
A era do ouro
A era do ouroA era do ouro
A era do ouro
 
O Ciclo do ouro
O Ciclo do  ouroO Ciclo do  ouro
O Ciclo do ouro
 

Semelhante a 7 série 1 trim revisão parcial bandeias

04-Cana-de-Açúcar.ppt.pdf
04-Cana-de-Açúcar.ppt.pdf04-Cana-de-Açúcar.ppt.pdf
04-Cana-de-Açúcar.ppt.pdfAndrei Rita
 
EXERCÍCIOS de história de Rondônia slides
EXERCÍCIOS de história de Rondônia slidesEXERCÍCIOS de história de Rondônia slides
EXERCÍCIOS de história de Rondônia slidesLeticiaFarias43
 
Brasil minerio e indep avaliação de historia 3 ano em 2010
Brasil minerio e indep avaliação de historia 3 ano em 2010Brasil minerio e indep avaliação de historia 3 ano em 2010
Brasil minerio e indep avaliação de historia 3 ano em 2010Keila Caetano
 
História – brasil no contexto da expansão marítima europeia 01 – 2014 ifba
História – brasil no contexto da expansão marítima europeia 01 – 2014   ifbaHistória – brasil no contexto da expansão marítima europeia 01 – 2014   ifba
História – brasil no contexto da expansão marítima europeia 01 – 2014 ifbaJakson Raphael Pereira Barbosa
 
4 bim ativ interventiva - gabarito
4 bim ativ interventiva - gabarito4 bim ativ interventiva - gabarito
4 bim ativ interventiva - gabaritoCarlos Zaranza
 
ciculo do ouro.pdf
ciculo do ouro.pdfciculo do ouro.pdf
ciculo do ouro.pdfDenisBrito16
 
Gabarito - Lista de Exercícios 1º Semestre
Gabarito - Lista de Exercícios 1º SemestreGabarito - Lista de Exercícios 1º Semestre
Gabarito - Lista de Exercícios 1º SemestreFelipe Vaitsman
 
Td 2º anos (27.01.11)
Td 2º anos (27.01.11)Td 2º anos (27.01.11)
Td 2º anos (27.01.11)Jorge Tales
 
Revisão crise do feudalismo, expansão comercial, capitalismo e globalização
Revisão   crise do feudalismo, expansão comercial, capitalismo e globalizaçãoRevisão   crise do feudalismo, expansão comercial, capitalismo e globalização
Revisão crise do feudalismo, expansão comercial, capitalismo e globalizaçãoValeria Kosicki
 
Geografia- conteúdo
Geografia- conteúdo Geografia- conteúdo
Geografia- conteúdo Kamila Brito
 
História do brasil aula 04
História do brasil   aula 04História do brasil   aula 04
História do brasil aula 04Fernanda Stang
 
Demétrio brasil território e expansão
Demétrio brasil território e expansãoDemétrio brasil território e expansão
Demétrio brasil território e expansãoDeto - Geografia
 
Exercicios periodo colonial gabarito
Exercicios periodo colonial gabaritoExercicios periodo colonial gabarito
Exercicios periodo colonial gabaritoFrancidéia Carvalho
 
Ocupação do território brasileiro Geohistória.pptx
Ocupação do território brasileiro Geohistória.pptxOcupação do território brasileiro Geohistória.pptx
Ocupação do território brasileiro Geohistória.pptxBrunoHenrique908709
 
Formação territorial do brasil e demografia
Formação territorial do brasil e demografiaFormação territorial do brasil e demografia
Formação territorial do brasil e demografiaotacio candido
 
Formação territorial do brasil e demografia
Formação territorial do brasil e demografiaFormação territorial do brasil e demografia
Formação territorial do brasil e demografiaotacio candido
 
Período colonial de Mato Grosso (Atividades)
Período colonial de Mato Grosso (Atividades)Período colonial de Mato Grosso (Atividades)
Período colonial de Mato Grosso (Atividades)Edenilson Morais
 
aula economia açucareira brabissimo .pdf
aula economia açucareira brabissimo .pdfaula economia açucareira brabissimo .pdf
aula economia açucareira brabissimo .pdfRafaelBritto16
 

Semelhante a 7 série 1 trim revisão parcial bandeias (20)

04-Cana-de-Açúcar.ppt.pdf
04-Cana-de-Açúcar.ppt.pdf04-Cana-de-Açúcar.ppt.pdf
04-Cana-de-Açúcar.ppt.pdf
 
EXERCÍCIOS de história de Rondônia slides
EXERCÍCIOS de história de Rondônia slidesEXERCÍCIOS de história de Rondônia slides
EXERCÍCIOS de história de Rondônia slides
 
História – brasil conquista do sertão 01 2014
História – brasil conquista do sertão 01   2014História – brasil conquista do sertão 01   2014
História – brasil conquista do sertão 01 2014
 
Brasil minerio e indep avaliação de historia 3 ano em 2010
Brasil minerio e indep avaliação de historia 3 ano em 2010Brasil minerio e indep avaliação de historia 3 ano em 2010
Brasil minerio e indep avaliação de historia 3 ano em 2010
 
História – brasil no contexto da expansão marítima europeia 01 – 2014 ifba
História – brasil no contexto da expansão marítima europeia 01 – 2014   ifbaHistória – brasil no contexto da expansão marítima europeia 01 – 2014   ifba
História – brasil no contexto da expansão marítima europeia 01 – 2014 ifba
 
4 bim ativ interventiva - gabarito
4 bim ativ interventiva - gabarito4 bim ativ interventiva - gabarito
4 bim ativ interventiva - gabarito
 
ciculo do ouro.pdf
ciculo do ouro.pdfciculo do ouro.pdf
ciculo do ouro.pdf
 
Gabarito - Lista de Exercícios 1º Semestre
Gabarito - Lista de Exercícios 1º SemestreGabarito - Lista de Exercícios 1º Semestre
Gabarito - Lista de Exercícios 1º Semestre
 
Td 2º anos (27.01.11)
Td 2º anos (27.01.11)Td 2º anos (27.01.11)
Td 2º anos (27.01.11)
 
Revisão crise do feudalismo, expansão comercial, capitalismo e globalização
Revisão   crise do feudalismo, expansão comercial, capitalismo e globalizaçãoRevisão   crise do feudalismo, expansão comercial, capitalismo e globalização
Revisão crise do feudalismo, expansão comercial, capitalismo e globalização
 
Geografia- conteúdo
Geografia- conteúdo Geografia- conteúdo
Geografia- conteúdo
 
História do brasil aula 04
História do brasil   aula 04História do brasil   aula 04
História do brasil aula 04
 
Demétrio brasil território e expansão
Demétrio brasil território e expansãoDemétrio brasil território e expansão
Demétrio brasil território e expansão
 
Exercicios periodo colonial gabarito
Exercicios periodo colonial gabaritoExercicios periodo colonial gabarito
Exercicios periodo colonial gabarito
 
Ocupação do território brasileiro Geohistória.pptx
Ocupação do território brasileiro Geohistória.pptxOcupação do território brasileiro Geohistória.pptx
Ocupação do território brasileiro Geohistória.pptx
 
Formação territorial do brasil e demografia
Formação territorial do brasil e demografiaFormação territorial do brasil e demografia
Formação territorial do brasil e demografia
 
Formação territorial do brasil e demografia
Formação territorial do brasil e demografiaFormação territorial do brasil e demografia
Formação territorial do brasil e demografia
 
A colonização da américa
A colonização da américaA colonização da américa
A colonização da américa
 
Período colonial de Mato Grosso (Atividades)
Período colonial de Mato Grosso (Atividades)Período colonial de Mato Grosso (Atividades)
Período colonial de Mato Grosso (Atividades)
 
aula economia açucareira brabissimo .pdf
aula economia açucareira brabissimo .pdfaula economia açucareira brabissimo .pdf
aula economia açucareira brabissimo .pdf
 

Mais de Carlos Zaranza

O ciclo do ouro durante o período colonial brasileiro
O ciclo do ouro durante o período colonial brasileiroO ciclo do ouro durante o período colonial brasileiro
O ciclo do ouro durante o período colonial brasileiroCarlos Zaranza
 
O movimento abolicionista durante o império brasileiro
O movimento abolicionista durante o império brasileiroO movimento abolicionista durante o império brasileiro
O movimento abolicionista durante o império brasileiroCarlos Zaranza
 
Império Carolíngio - os francos
Império Carolíngio -  os francosImpério Carolíngio -  os francos
Império Carolíngio - os francosCarlos Zaranza
 
Brasil - a marcha da colonização da América portuguesa 2016
Brasil - a marcha da colonização da América portuguesa 2016Brasil - a marcha da colonização da América portuguesa 2016
Brasil - a marcha da colonização da América portuguesa 2016Carlos Zaranza
 
Africanos no Brasil - dominação e resistência
Africanos no Brasil - dominação e resistênciaAfricanos no Brasil - dominação e resistência
Africanos no Brasil - dominação e resistênciaCarlos Zaranza
 
8 ano 2 tri P2 revisaço com gabarito discursivas
8 ano  2 tri P2 revisaço com gabarito discursivas8 ano  2 tri P2 revisaço com gabarito discursivas
8 ano 2 tri P2 revisaço com gabarito discursivasCarlos Zaranza
 
8o ano história 2 trimestre p2 revisaço sem gabarito
8o ano história 2 trimestre p2 revisaço sem gabarito8o ano história 2 trimestre p2 revisaço sem gabarito
8o ano história 2 trimestre p2 revisaço sem gabaritoCarlos Zaranza
 
Revolução industrial texto de aprofundamento
Revolução industrial   texto de aprofundamentoRevolução industrial   texto de aprofundamento
Revolução industrial texto de aprofundamentoCarlos Zaranza
 
Revolução industrial texto de aprofundamento
Revolução industrial   texto de aprofundamentoRevolução industrial   texto de aprofundamento
Revolução industrial texto de aprofundamentoCarlos Zaranza
 
Revolução industrial atividade revisão
Revolução industrial   atividade revisãoRevolução industrial   atividade revisão
Revolução industrial atividade revisãoCarlos Zaranza
 
História do cinema brasileiro - apostila
História do cinema brasileiro -  apostilaHistória do cinema brasileiro -  apostila
História do cinema brasileiro - apostilaCarlos Zaranza
 
História da Música Brasileira
História da Música BrasileiraHistória da Música Brasileira
História da Música BrasileiraCarlos Zaranza
 
Atividades diversificadas
Atividades diversificadasAtividades diversificadas
Atividades diversificadasCarlos Zaranza
 

Mais de Carlos Zaranza (20)

O ciclo do ouro durante o período colonial brasileiro
O ciclo do ouro durante o período colonial brasileiroO ciclo do ouro durante o período colonial brasileiro
O ciclo do ouro durante o período colonial brasileiro
 
O movimento abolicionista durante o império brasileiro
O movimento abolicionista durante o império brasileiroO movimento abolicionista durante o império brasileiro
O movimento abolicionista durante o império brasileiro
 
Retrabalho Inove 2018
Retrabalho Inove 2018Retrabalho Inove 2018
Retrabalho Inove 2018
 
Império Carolíngio - os francos
Império Carolíngio -  os francosImpério Carolíngio -  os francos
Império Carolíngio - os francos
 
Sociedade mineradora
Sociedade mineradoraSociedade mineradora
Sociedade mineradora
 
Brasil - a marcha da colonização da América portuguesa 2016
Brasil - a marcha da colonização da América portuguesa 2016Brasil - a marcha da colonização da América portuguesa 2016
Brasil - a marcha da colonização da América portuguesa 2016
 
Africanos no Brasil - dominação e resistência
Africanos no Brasil - dominação e resistênciaAfricanos no Brasil - dominação e resistência
Africanos no Brasil - dominação e resistência
 
8 ano 2 tri P2 revisaço com gabarito discursivas
8 ano  2 tri P2 revisaço com gabarito discursivas8 ano  2 tri P2 revisaço com gabarito discursivas
8 ano 2 tri P2 revisaço com gabarito discursivas
 
8o ano história 2 trimestre p2 revisaço sem gabarito
8o ano história 2 trimestre p2 revisaço sem gabarito8o ano história 2 trimestre p2 revisaço sem gabarito
8o ano história 2 trimestre p2 revisaço sem gabarito
 
Revolução industrial texto de aprofundamento
Revolução industrial   texto de aprofundamentoRevolução industrial   texto de aprofundamento
Revolução industrial texto de aprofundamento
 
Revolução industrial texto de aprofundamento
Revolução industrial   texto de aprofundamentoRevolução industrial   texto de aprofundamento
Revolução industrial texto de aprofundamento
 
Revolução industrial atividade revisão
Revolução industrial   atividade revisãoRevolução industrial   atividade revisão
Revolução industrial atividade revisão
 
Iluminismo
IluminismoIluminismo
Iluminismo
 
História do cinema brasileiro - apostila
História do cinema brasileiro -  apostilaHistória do cinema brasileiro -  apostila
História do cinema brasileiro - apostila
 
Cinema brasileiro
Cinema brasileiroCinema brasileiro
Cinema brasileiro
 
Desenrolando o Egito
Desenrolando o EgitoDesenrolando o Egito
Desenrolando o Egito
 
História da Música Brasileira
História da Música BrasileiraHistória da Música Brasileira
História da Música Brasileira
 
Mesopotamia
MesopotamiaMesopotamia
Mesopotamia
 
Ariano Suassuna
Ariano SuassunaAriano Suassuna
Ariano Suassuna
 
Atividades diversificadas
Atividades diversificadasAtividades diversificadas
Atividades diversificadas
 

7 série 1 trim revisão parcial bandeias

  • 1. 1. (CESGRANRIO - RJ) A pecuária, apesar de ter desempenhado importante papel na ocupação de determinadas áreas do território brasileiro, conservou seu caráter complementar na economia colonial especializada para a exportação, disso decorrendo: a) seu equilíbrio em relação as atividades agrícolas e extrativas na ocupação efetiva do território. b) constantes crises de abastecimento dos alimentos, cuja produção era preterida pelas culturas de exportação. c) a exportação da produção de abastecimento, o que gerou superávit no comércio colonial. d) a direção estatal da metrópole sobre a pecuária por força do monopólio região sobre o sal e a carne. e) sua subordinação ao capital comercial europeu. Resposta: 2. (UFPR) Sobre a pecuária na vida brasileira durante o Período Colonial, é correto afirmar: 01) No século XVIII, a pecuária no Sul não teve qualquer relação com o surto minerador das Minas Gerais. 02) A atividade pecuária foi muito importante para a expansão do território brasileiro. 04) Era realizada desde o século XVI na costa nordestina, coexistindo lado a lado com a produção canavieira. 08) Graças a pecuária, a existência de carne e leite no sertão nordestino amenizava a vida dura dos sertanejos, e o couro lhes era matéria prima fundamental. 16) Cidades como Feira de Santana, na Bahia, e Sorocaba, em São Paulo, eram importantes centros de comercialização de gado. 32) No Rio Grande do Sul, o charque tornou-se grande fonte de renda. Resposta: 3. (UFPR) O comentário de Frei Vicente Salvador sobre as dificuldades encontradas pelos portugueses em explorar terras brasileiras, no início da colonização é bastante conhecido: Contentavam-se em as andar arranhando ao longo do mar como caranguejos, disse ele. E correto afirmar, porém, que ao longo do tempo a expansão e o povoamento do território brasileiro no período colonial foram efetivados através de movimentos diversos: 01) Na Amazônia, com o desenvolvimento de monoculturas que atraíram mão-de-obra de outras regiões brasileiras. 02) No Nordeste, pela disseminação das fazendas criadoras de gado ao longo do rio São Francisco e interior de diversos estados, como o Ceara, o Piauí e o Maranhão. 04) No Sudeste, e em outras regiões, pelo bandeirantismo incentivado pela Coroa portuguesa com o objetivo de buscar metais preciosos no interior do continente. 08) No Sul, pelo tropeirismo, atividade de comerciantes que conduziam principalmente tropas de mulas desde o Rio Grande do Sul até São Paulo para, a seguir, serem vendidas na região das minas. 16) No centro-oeste, pela instalação de missões religiosas com a finalidade de fixar limites com os territórios vizinhos ocupados por espanhóis, franceses e ingleses. Resposta: 4. (ULBRA - RS) Relacione as colunas levando em consideração informações sobre o Brasil Colônia:
  • 2. 1. Exploração do pau-brasil 2. Exploração do Açúcar 3. Extração do ouro ( ) ação litorânea envolvendo a mão-de-obra indígena. ( ) aguçou o interesse holandês no Brasil, propiciando a invasão batava no Nordeste. ( ) produção vinculada à existência de latifúndios. deslocou o eixo de atenção do Nordeste para o Sudeste e estimulou atividades () econômicas em outras regiões do país. ( ) a organização visava à monocultura para a exportação. a) 1, 3, 2, 2, 3 b) 2, 2, 3, 3, 1 c) 1, 2, 2, 3, 2 d) 2, 1, 2, 3, 2 e) 3, 3, 1, 2, 2 Resposta: 5. (FGV - RJ) No século XVIII a produção do ouro provocou muitas transformações na colônia. Entre elas podemos destacar: a) A urbanização da Amazônia, o início do ciclo do tabaco, a introdução do trabalho livre com os imigrantes; b) A introdução do trafico negreiro, a integração do índio, a desarticulação das relações com a Inglaterra; c) A industrialização de São Paulo, a expansão da criação de ovinos em Minas Gerais; d) A preservação da população indígena, a decadência da produção algodoeiro, a introdução de operários europeus; e) O aumento da produção de ali¬mentos, a integração de novas áreas por meio da pecuária e do comércio, a mudança do eixo econômico para o sul. Resposta: 6. (UFES) - A extração do ouro no século XVIII, assim como a produção açucareira, em época anterior, assegurou para Portugal a posse e a ocupação da colônia portuguesa na América, além de estimular o povoamento, o tráfico negreiro e as atividades intermediarias, como a pecuária e o plantio de tabaco e do algodão. Não obstante as semelhanças, a economia aurífera se diferenciou da açucareira essencialmente porque: a) contribuiu para diminuir os preços dos alimentos e dos animais de transporte das regiões vizinhas, desestimulando, assim, os investimentos na produção de gêneros alimentícios. b) estimulou o povoamento do interior da colônia, além de propiciar surto urbano considerável e incrementar o mercado consumidor local. c) promoveu a expansão da pecuária e da extração das "drogas do sertão" no extremo sul da colônia, onde ocorreu grande absorção da mão-de-obra escrava negra. d) impediu que as bandeiras organizadas para prospecção de metais preciosos no território colonial ultrapassassem os limites territoriais estabelecidos pelo Tratado de Tordesilhas. e) exigiu maiores investimentos em capital e mão-de-obra escrava, obtidos dos negociantes da Companhia das Índias Ocidentais, os quais se especializaram em transações de empréstimo de dinheiro a juros aos mineradores. Resposta: 7. (UNESP - SP) A partir de 1750, com os Tratados de Limites, fixou-se a área territorial brasileira, com
  • 3. pequenas diferenças em relação à configuração atual. A expansão geográfica havia rompido os limites impostos pelo Tratado de Tordesilhas. No período colonial, os fatores que mais contribuíram para a referida expansão foram: a) a criação de gado no vale do São Francisco e o desenvolvimento de uma sólida rede urbana. b) apresamento do indígena e constante procura de riquezas minerais. c) cultivo de cana de açúcar e expansão da pecuária no Nordeste. d) ação dos donatários das capitanias hereditárias e Guerra dos Emboabas. e) incremento da cultura do algodão e penetração dos jesuítas no Maranhão. Resposta: 8. (UERGS - RS) - Com a assinatura do Tratado de Tordesilhas, em 1494, linha imaginaria que, contadas 370 léguas náuticas a partir do_________________, rumo ao_______________estabelecia um ponto terminal de onde se traçaria um paralelo, de pólo a pólo, dividindo o mundo em duas metades. Por esse acordo, as terras, descobertas ou a descobrir, existentes a oeste, pertenceriam a______________e as existentes a leste, a____________ . Complete o texto acima assinalando a única alternativa que preenche to¬das as lacunas corretamente: a) Arquipélago de Cabo Verde; Ocidente; Espanha; Portugal; b) Litoral africano; Sul; Portugal; França; c) Arquipélago dos Açores; Ocidente; Holanda; Espanha; d) Cabo Bojador; Oriente; Portugal; Espanha; e) Cabo Branco; Norte; Inglaterra; França. Resposta: 9. (UEL-PR)-A administração portuguesa na colônia desenvolveu uma política expansionista utilizando-se da tese do uti possidetis de Alexandre de Gusmão, segundo o qual um território deveria pertencer a quem o tivesse efetivamente ocupado. Essa tese, que proporcionou ao Brasil quase a mesma configuração que tem hoje, foi consolidada através do Tratado de: a) Tordesilhas, de 1494; b) Lisboa, em 1681; c) Utrech, em 1715; d) Madri, em 1750; e) Badajós, em 1801. Resposta: 10. (FUVEST - SP) Entre 1750, quando assinaram o Tratado de Madri, e 1777, quando assinaram o Tratado de Santo Ildefonso, Portugal e Espanha discutiram os limites entre suas colônias americanas. Nesse contexto, ganhou importância, na política portuguesa, a idéia da necessidade de: a) defender a Colônia com forças locais, daí a organização dos corpos militares do centro-sul e a abolição das diferenças entre índios e brancos. b) fortificar o litoral para evitar ataques espanhóis e isolar o Marques de Pombal por sua política nitidamente pró-bourbônica. c) transferir a capital da Bahia para o Rio de Janeiro, para onde fluía a major parte da produção açucareira, ameaçada pela pirataria. d) afastar os jesuítas da colônia por serem quase todos espanhóis e, nessa qualidade, defenderem os interesses da Espanha. e) aliar-se política e economicamente à França para enfrentar os vizinhos espanhóis, impondo-lhes suas concepções geopolíticas na América.
  • 4. Resposta: 11. (Fuvest – SP) – a atual configuração do território brasileiro foi definida em suas linhas gerais no século XVIII pelo tratado de: a) Tordesilhas, que fixou os domínios portugueses e espanhóis na América. b) Santo Ildefonso, pelo qual foram cedidos a Portugal os Sete Povos das Missões. c) Utrecht, que incorporou ao Brasil a Província Cisplatina. d) Lisboa, que garantiu os direitos de posse sobre o território do Acre. e) Madrid, que reconheceu a ocupação territorial além da linha de Tordesilhas. Resposta: 12. (UNE/ICSA-DF) No século XVII, contribuíram para a penetração do interior brasileiro, o (a): a) Desenvolvimento da cultura da cana-de-açúcar e da cultura do algodão. b) Apresamento de indígenas e a procura de riquezas minerais. c) Necessidade de defesa e o combate aos franceses. d) Fim do domínio espanhol e a restauração da monarquia portuguesa. e) Guerra dos Emboabas e a transferência da capital da colônia para o Rio de Janeiro. Resposta: