02 8º ano história rafael - expansão colonial e mineração 2015

1.847 visualizações

Publicada em

= ]

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.847
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1.062
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
8
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

02 8º ano história rafael - expansão colonial e mineração 2015

  1. 1. http://historiaeatualidade.blogspot.com professor.fael@terra.com.br Material Único 1 História e Atualidades Professor Rafael Magno Noronha =]
  2. 2. Expansão Colonial 2
  3. 3. 3
  4. 4. 4
  5. 5. 5
  6. 6. Brasil Colonial Período Pré-Colonial (1500-1530) Capitanias Hereditárias (O resultado final do sistema de capitanias hereditárias foi insatisfatório, pois prosperaram apenas as capitanias de São Vicente e Pernambuco). Governo Geral 6
  7. 7. Brasil Colônia 1500 – 1530 à 1808 – 1822 Dominação Portuguesa Pacto Colonial Relações Comercias Brasil (Colônia) Portugal (Metrópole) ESCRAVIDÃO AgriculturaAgricultura
  8. 8.  AS BANDEIRAS  Expedições particulares, que ajudaram a triplicar a extensão territorial do país.  Bandeirismo Apresador – bandeira de caça ao índio  Bandeirismo ou Sertanismo de Contrato – Capturar Escravos Fugidos  Bandeirismo Prospector – procura de jazidas de ouro.  1693: encontradas as primeiras jazidas de ouro
  9. 9. 9
  10. 10. As Bandeiras Processo de interiorização da colônia com as bandeiras: apresamento e a busca de minerais preciosos através das bandeiras. 10
  11. 11. Mineração Começa em 1693 em Minas Gerais Crescimento urbano Decadência a partir de 1800 Minas antes da Mineração era chamada de SERTÃO
  12. 12. Economia Colonial
  13. 13. Mineração no Brasil • Colaborou para interligar as várias regiões do Brasil e foi fator de diferenciação da sociedade.
  14. 14. Mineração • Causou intenso movimento populacional, • Consequência: o rei português adotou medidas para conter o fluxo migratório para o Brasil;
  15. 15. 15
  16. 16.  A GUERRA DOS EMBOABAS  Disputa das MINAS de ouro entre Paulistas (que se julgavam os donos das minas) e os Emboabas (forasteiros – baianos e portugueses).  O conflito durou de 1708 à 1709.  Os paulistas foram expulsos e a Portugal fundou a Capitania de São Paulo e das Minas de Ouro.  Em 1711, a vila de São Paulo foi elevada à categoria de cidade.
  17. 17.  MOVIMENTOS NATIVISTAS  Contra os abusos do fiscalismo português e por interesses locais e não emancipacionista.  Revolta do Rio de Janeiro (1660-6)  contra a forte política fiscalista.  Revolta de Felipe Santos (1720) – Vila Rica  contra a elevação dos impostos, contra o monopólio e extinção das casas de Fundição.  Guerra dos Mascates (1710-11) – foi travada entre os senhores de engenho de Olinda e os mercadores portugueses de Recife  Revolta de Beckman (1684)  Maranhão  contra os abusos da Companhia Geral de Comércio e introdução de escravos africanos.
  18. 18.  ECONOMIA MINERADORA  Época (auge): entre 1693 e 1750  Fiscalização: intensificação do Pacto Colonial – rigorosa vigilância – criação das Casas de Fundição.  Regiões de Exploração: Minas Gerais, Mato Grosso e Goiás.  Tributos da Mineração  1700: Quinto  1713: Finta (trinta arrobas anuais = 441 kg)  1725: Casas de Fundição (ouro em barras, sendo proibido circular ouro em pó)  1735: Capitação (17g de ouro por cabeça de escravo utilizado na atividade)  1750: cota fixa de 1000 arrobas anuais (1.470 Kg de ouro)  1765: Derrama (exigia-se 596 arrobas – 761, 2 Kg) – quando não havia essa quantidade de ouro, os moradores deveriam pagar com bens pessoais.  Uma arroba = 14.7 Kg
  19. 19.  Consequências da Mineração  Grande imigração portuguesa  Desenvolvimento de um mercado interno de escravos  Povoamento do interior do Brasil  Mudança da capital do Brasil, de Salvador para o Rio de Janeiro (1763)  Desenvolvimento Urbano  Movimentos Sociais, como a INCONFIDÊNCIA MINEIRA em 1789.  Esta faz parte dos chamados Movimentos Emancipacionistas, que causaram as primeiras rachaduras no Pacto Colonial, causando mais tarde a independência do Brasil (1822).
  20. 20. Movimento Emancipacionista • Inconfidência Mineira: • a independência do Brasil • e o estabelecimento de um governo republicano.
  21. 21. 21

×