SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 85
100 DICAS PARA ACERTAR NO
       ENEM 2012/2013
          PARTE 2
E VAMOS PRÁ FRENTE, QUE AS COISAS ESTÃO POR
            AÍ... A MIL POR SEGUNDO...
         MAIS E MAIS DICAS VEM AGORA,
É SÓ DEIXAR O TEMPO PASSAR E VOCE IRÁ MELHOR
          ACERTAR OS TEMAS DE HOJE....

        BOA VIAGEM... BONS FLUÍDOS....




                 Prof. MARIO FERNANDO DE MORI
DICA 21: A DESIGUALDADE DO GÊNERO
QUESTÃO SIMULADA SOBRE O
          TEMA 21
Leia o texto a seguir, que remete ao debate sobre questões de gênero.
A violência contra a mulher acontece cotidianamente e nem sempre ganha destaque na
    imprensa, afirmou a ministra da Secretaria de Políticas para as Mulheres, Nilcéa Freire
    [...]. “Quando surgem casos, principalmente com pessoas famosas, que chegam aos
    jornais, é que a sociedade efetivamente se dá conta de que aquilo acontece
    cotidianamente e não sai nos jornais. As mulheres são violentadas, são subjugadas
    cotidianamente [...]”, afirmou a ministra. [...] “Eliza morreu porque contrariou um homem
    que achou que lhe deveria impor um castigo. Ela morreu como morrem tantas outras
    quando rompem relacionamentos violentos”, disse a ministra.
(VIOLÊNCIA contra as mulheres é diária, diz ministra, Agência Brasil, Brasília, 11 jul. 2010.)
Com base no texto e nos conhecimentos socioantropológicos sobre o tema, é correto afirmar:
a) Questões de gênero são definidas a partir da classe social, razão pela qual são mais
    presentes nas camadas populares do que entre as elites.
b) As identidades sociais masculina e feminina são configuradas a partir de características
    biológicas imutáveis presentes em cada um.
c) As diferenças de gênero são determinadas no terreno econômico, daí o fato de serem
    produto da sociedade capitalista.
d) As experiências socialistas do século XX demonstram que nelas as questões de gênero
    são resolvidas de modo a estabelecer a igualdade real entre homens e mulheres.
e) As relações de gênero são construídas socialmente e favorecem, nas condições históricas
    atuais, a dominação masculina.
DICA 22: A CORRUPÇÃO E O
        MENSALÃO
QUESTÃO SIMULADA SOBRE O
          TEMA 22
No Brasil a Corrupção está enraizada historicamente em nossa sociedade, a começar pela
    forma de colonização e exploração das terras e povo que viriam a formar nossa nação. A
    população, majoritariamente pobre sempre esteve às margens das vontades das elites,
    que cobram impostos, taxas, juros, porém não repassam em qualidade de vida para os
    contribuintes.
A RESPEITO DO TEMA EM QUESTÃO, E COM BASE EM SEUS CONHECIMENTOS, PODEMOS
    FAZER ALGUMAS OPINIÕES SOBRE, LEIA AS QUATRO ABAIXO:
1 - A corrupção encontra-se tão enraizada à cultura do brasileiro que dificilmente alguém não vá
    conhecer pelo menos uma pessoa corrupta neste país. Ela abrange praticamente todos os
    setores e é bastante onerosa para o desenvolvimento da nação.
2 - As causas desse mal estão diretamente ligadas ao contexto histórico do Brasil, que desde o
    período da colonização instalou-se uma ideologia de se levar a melhor sobre o outro, e também
    tem uma íntima ligação com a indiferença da grande maioria que contribui para a impunidade no
    país.
3 - O famoso “jeitinho brasileiro” está presente em todos os ramos: Médicos, engenheiros,
    professores, advogados, políticos, empresários, donas de casa, policiais e todos os demais
    meios apresentam certos indivíduos corruptos. E muito pouco se faz para mudar essa situação.
    As consequências da corrupção no país são lastimaveis. O desenvolvimento fica comprometido:
    Estradas em péssimo estado, hospitais sem infra-estrutura, falta de qualidade na educação,
    enfim, falta de qualidade de vida.
4 - A corrupção irá continuar no Brasil até que a maioria se
   conscientize de que deve tomar providências para acabar com ela.
   Caso contrário o país continuará a ser a terra dos meliantes. Em
   geral, nós Brasileiros assistimos as exportações de toneladas de
   Soja e Carne aumentarem, graças a destruição da Amazônia,
   sabemos que os políticos não fazem cumprir as leis ambientais pois
   eles são os Fazendeiros e latifundiários, e apenas reclamamos que
   não há Justiça aqui.
JULGANDO O TEMA, PODE-SE DIZER QUE:
a) Todas as frases estão condizentes com a realidade da corrupção
   no Brasil.
b) Somente as frases 1 e 3 estão coerentes com a realidade da
   corrupção no Brasil.
c) Somente as frases 1 e 2 estão coerentes com a realidade da
   corrupção no Brasil.
d) Somente as frases 2 e 3 estão coerentes com a realidade da
   corrupção no Brasil.
e) Somente as frases 3 e 4 estão coerentes com a realidade da
   corrupção no Brasil.
DICA 23: O MOVIMENTO JUVENIL:
FICAR..SEXUALIDADE DO JOVEM
          BRASILEIRO...
QUESTÃO SIMULADA SOBRE O
          TEMA 23
Leia o texto a seguir.
“O primeiro beijo é sempre o último”. Assim um informante define, com certa nostalgia, o surgimento
     de uma nova rotina na prática de “ficar” entre os jovens ao longo da night. “Ficar” é
     essencialmente beijar, beijar em série, beijar muito. O primeiro beijo, marcado por algo
     absolutamente fugaz, registro imediato do tátil, desliga- -se do que outrora era ritual do
     enamoramento, prelúdio de uma trajetória sentimental. [...] No campo do afeto e do exercício da
     sociabilidade, essa mesma noite propicia comportamentos que revelam a transitoriedade, a
     seriação e o deslocamento afetivo como um novo mecanismo de agrupamento dos jovens.
(ALMEIDA, M. I. M. de. Guerreiros da noite - cultura jovem e nomadismo urbano, In Ciência hoje, v.
     34, n. 202, p. 28.)
Com base no texto e nos conhecimentos sobre a sociabilidade moderna, considere as afirmativas a
     seguir.
I. As práticas assinaladas entre os jovens identificam-se ao que se definiu como pós-modernidade,
     isto é, relações fluidas, marcadas pela instantaneidade e por rupturas contínuas com referenciais
     pré-estabelecidos.
II. O comportamento dos jovens que optam pela prática do
    “ficar” é diferente do estado anômico, analisado por
    Durkheim, na medida em que as bases da existência social
    mantêm seu funcionamento normal.
III. A vida social moderna, ao individualizar os sujeitos, eliminou
    a necessidade, entre os jovens, de participar de
    agrupamentos identitários e de estabelecer vínculos sociais
    com outras pessoas.
IV. A adoção da prática antissocial do “ficar” é fruto de uma
    juventude sem valores morais, como família, tradição e
    propriedade privada, presentes desde os primórdios da
    humanidade.
Assinale a alternativa correta.
a) Somente as afirmativas I e II são corretas.
b) Somente as afirmativas I e IV são corretas.
c) Somente as afirmativas III e IV são corretas.
d) Somente as afirmativas I, II e III são corretas.
e) Somente as afirmativas II, III e IV são corretas.
DICA 24: ELEIÇÕES MUNICIPAIS:
    FIM DO NEPOTISMO ?
QUESTÃO SIMULADA SOBRE O
        TEMA 24
      OBSERVE E ANALISE A CHARGE ABAIXO:
A charge remete à prática política recorrente no Brasil,
   a qual vem sendo combatida pelo Supremo Tribunal
Federal.
A prática central assinalada na charge é definida
   como:
a) Clientelismo, uma vez que remete ao voto de
   cabresto do candidato em relação ao eleitor.
b) Fisiologismo, isto é, a mudança de partido realizada
   pelo candidato, a cada eleição.
c) Populismo, resultante da presença, na cena
   pública, de líder carismático e conservador.
d) Nepotismo, por tratar do uso da máquina pública
   para empregar parentes.
e) Solidarismo, por reforçar a necessidade de todos se
   ajudarem em defesa da cidadania plena.
TEMA 25: SEGURANÇA PÚBLICA:
    VOCE CONFIA NELA?
QUESTÃO SIMULADA SOBRE O
        TEMA 25
     OBSERVE A IMAGEM ABAIXO:
A charge remete a uma determinada percepção existente hoje entre
   estratos da população brasileira a respeito da questão da
   segurança pública.

Com base na charge, é correto afirmar:
a) As crianças são as principais responsáveis pela visão negativa que,
   socialmente, se construiu dos órgãos de segurança pública.
b) A vantagem da polícia em relação ao ladrão é que a primeira usa
   arma de fogo enquanto o segundo está restrito às armas brancas.
c) Situações de exceção tendem a produzir, em parte da população,
   descrédito em relação às instituições de proteção da cidadania.
d) A melhor maneira de se proteger é não sair à rua, pois pode haver
   conflitos entre policiais e ladrões, fazendo vítimas inocentes.
e) As diferenças entre policiais e ladrões seriam claras na consciência
   dos indivíduos se as mães educassem melhor seus filhos a não
   cometer equívocos.
TEMA 26: A UNIÃO CIVIL DE
PESSOAS DO MESMO SEXO
QUESTÃO SIMULADA SOBRE
       O TEMA 26
Leia o texto a seguir.
Com vestidos de noivas e ternos, três casais gays [...] se apresentaram nesta quarta-feira no cartório de registro civil
      de Montevidéu para uma simulação de casamento, no lançamento de uma campanha em favor do casamento
      homossexual.
(Folha de São Paulo, 19 maio 2010, Caderno Mundo. Disponível em: <http://www1.folha.uol.com.br/fsp>. Acesso em:
      19 maio 2010.)
Com base no texto e nos conhecimentos sobre os novos movimentos sociais, considere as afirmativas a seguir.
I. Desde a segunda metade do século XX, o Ocidente vivencia a explosão de variados movimentos sociais cujo eixo
      são as políticas identitárias.
II. Movimentos sociais são expressão de demandas do cotidiano que se transformam em reivindicações coletivas para
      a ampliação dos direitos de cidadania.
III. O que diferencia o movimento gay em relação ao antigo movimento operário é a negação da instância política
      enquanto elemento mediador da ação reivindicativa.
IV. Dentre as condições para a existência de movimentos sociais está o respeito aos valores morais tradicionais, como
      a aceitação da união heterossexual e a negação da homossexual.
V. No Brasil a união de pessoas do mesmo sexo foi aprovada recentemente, dando ênfase ao movimento citado na
      reportagem e que parece se espalhar pelo mundo, pedindo a união civil homossexual.
Assinale a alternativa correta.
a) Somente as afirmativas I,II e V são corretas.
b) Somente as afirmativas I e IV são corretas.
c) Somente as afirmativas III e IV são corretas.
d) Somente as afirmativas I, II e III são corretas.
e) Somente as afirmativas II, III e IV são corretas.
TEMA 27: A DEMOCRACIA E O
 LIBERALISMO BRASILEIRO
QUESTÃO SIMULADA SOBRE
      O TEMA 27
                 Leia o texto a seguir.
  Na verdade, a ideologia impessoal do liberalismo
    democrático jamais se naturalizou entre nós. Só
  assimilamos efetivamente esses princípios até onde
   coincidiram com a negação pura e simples de uma
   autoridade incômoda, confirmando nosso instintivo
      horror às hierarquias e permitindo tratar com
              familiaridade os governantes.
 (HOLANDA, S. B. de. Raízes do Brasil. São Paulo:
          Companhia das Letras, 1995. p. 160.)
O trecho de Raízes do Brasil ilustra a interpretação de
  Sérgio Buarque de Holanda sobre a tradição política
                         brasileira.
A esse respeito, considere as afirmativas a seguir.
I. As mudanças políticas no Brasil ocorreram conservando elementos
     patrimonialistas e paternalistas que dificultam a consolidação
     democrática.
II. A política brasileira é tradicionalmente voltada para a recusa das
     relações hierárquicas, as quais são incompatíveis com regimes
     democráticos.
III. As relações pessoais entre governantes e governados inviabilizaram a
     instauração do fenômeno democrático no país com a mesma solidez
     verificada nas nações que adotaram o liberalismo clássico.
IV. A cordialidade, princípio da democracia, possibilitou que se
     enraizassem, no país, práticas sociais opostas aos princípios do
     clientelismo político.
Assinale a alternativa correta.
a) Somente as afirmativas I e II são corretas.
b) Somente as afirmativas I e III são corretas.
c) Somente as afirmativas III e IV são corretas.
d) Somente as afirmativas I, II e IV são corretas.
e) Somente as afirmativas II, III e IV são corretas.
TEMA 28: A ASCENSÃO DA
      CLASSE “C”
QUESTÃO SIMULADA SOBRE
       O TEMA 28
Leia o texto abaixo:
                                        De repente, classe C
Eu me considerava um rapaz razoavelmente feliz até descobrir que não sou mais pobre e que agora
    faço parte da classe C.
Com a informação, percebi aos poucos que eu e minha nova classe somos as celebridades do
    momento. Todo mundo fala de nós e, claro, quer nos atingir de alguma forma.
As empresas viram a luz em cima da minha cabeça e decidiram que minha classe é seu novo alvo
    de consumo. Antes, quando eu era pobre, de certo modo não existia para elas. Quer dizer, talvez
    existisse, mas não tinha nome nem capital razoável.
De modo que agora elas querem me vender carros, geladeiras de inox, engenhocas eletrônicas,
    planos de saúde e TV por assinatura. Tudo em parcelas a perder de vista e com redução do IPI.
MACHADO, L. De repente, classe C. Folha de S. Paulo, São Paulo, 15 jul., 2012.
Adaptado. Disponível em: <http://www1.folha.uol.com.br/fsp/opiniao/54594-de-repente-classe-
    c.shtml>. Acesso em 16 jul. 2012.
O texto acima corresponde a uma crítica à forma de estratificação que cria a chamada “Classe C”.
    Dentre os critérios de estratificação social estudados em Sociologia, quais são os principais
    paraa definição dessa “Classe C”?
a) Renda e consumo.
b) Escolaridade e renda.
c) Consumo e capital cultural.
d) Estilo de vida e acesso a direitos.
e) Partido e consumo.
TEMA 29: PROCESSOS DE NACIONALIZAÇÃO
DE HIDROCARBONETOS EM PAISES LATINOS
QUESTÃO SIMULADA SOBRE
       O TEMA 29
Nos últimos anos o Brasil tem enfrentado alguns conflitos diplomáticos e
     comerciais com vizinhos da América do Sul tendo em vista questões ligadas a
     energia e combustível. Sobre esses conflitos leia as afirmativas a seguir:
I. O presidente do Paraguai Fernando Lugo assumiu o cargo em 2008 com a promessa
     de rever o Tratado de Itaipu, que reajustaria os valores da energia elétrica vendida
     ao Brasil.
II. Com a nacionalização dos hidrocarbonetos, a Bolívia reajustou as tarifas do gás
     natural vendido ao Brasil, além de desapropriar refinarias da Petrobras no país.
III. O Equador seguiu o mesmo caminho da Bolívia, nacionalizando várias empresas
     petrolíferas internacionais e desapropriando bens da Petrobras que investia nessa
     área.
IV. Na Bolívia, conflitos entre o governo de Evo Morales e algumas províncias que
     reivindicam autonomia, resultaram em interrupção parcial do fornecimento de gás
     para o Brasil.
a) As afirmativas I, II e III estão corretas.
b) As afirmativas I, II e IV estão corretas.
c) As afirmativas II, III e IV estão corretas.
d) Todas as afirmativas estão corretas.
e) Nenhuma das afirmativas está correta.
QUESTÃO SIMULADA SOBRE
      O TEMA 29
OBSERVE A CAPA DA REVISTA VEJA CIRCULAÇÃO NACIONAL
                       EM 2008
A capa da revista ilustra mudanças políticas na
  tradicional relação entre os Estados latino-
  americanos, antes aliados na busca de maior
  autonomia. Uma dessas mudanças pode ser
  exemplificada por:
a) estatização dos recursos naturais da Bolívia.
b) implementação da política livre-cambista da
  Argentina.
c) ampliação do movimento de privatizações na
  economia da Venezuela.
d) incorporação do socialismo cubano ao projeto
  nacionalista da Colômbia.
TEMA 30: DIREITOS E DEVERES
        DO CIDADÃO
CIDADANIA E DIREITOS
     HUMANOS
CIDADANIA - ORIGEM:
  A origem da palavra cidadania vem do
   latim “civitas”, que quer dizer cidade.
 A palavra cidadania foi usada na Roma

  antiga para indicar a situação política de
uma pessoa e os direitos que essa pessoa
           tinha ou podia exercer.
CONCEITO
   Um conjunto de direitos e liberdades
     políticas, sociais e econômicas, já
    estabelecidos ou não pela legislação.
     É o direito a ter direitos. (Hannah

                    Arendt)
ALICERCES DA CIDADANIA
       E O SEU
   DESENVOLVIMENTO
A cidadania na Antiguidade
     As cidades-Estado na Antiguidade
                   Clássica;
       A contribuição do cristianismo.
Os alicerces da cidadania
     A Revolução Americana – cultura
         cívica, o valor da liberdade;
    A Revolução Francesa – a liberdade
               como fim último;
       A consagração dos direitos da

                   liberdade.
O desenvolvimento da
cidadania
   O surgimento dos direitos sociais – a contribuição de
                            Marx
   O processo de multiplicação dos direitos (BOBBIO) e
          a especificação dos sujeitos de direito – o
        reconhecimento da cidadania p/ as mulheres
   O reconhecimento do direito a autodeterminação dos
     povos – a existência de um Estado independente
       como condição para o exercício da cidadania;
     A questão das minorias e o reconhecimento de

                direitos para os “excluídos”
             A cidadania e o meio ambiente
“A cidadania expressa um conjunto de
direitos que dá à pessoa a possibilidade de
participar ativamente da vida e do governo
de seu povo. Quem não tem cidadania está
 marginalizado ou excluído da vida social e
   da tomada de decisões, ficando numa
 posição de inferioridade dentro do grupo
social”. (DALLARI, Dalmo. Direitos Humanos e Cidadania. São Paulo:
                          Moderna, 1998)
 “Os conceitos de cidadania, democracia e
direitos humanos estão intimamente ligados,
    um remete ao outro, seus conteúdos
     interpenetram-se: a cidadania não é
  constatável sem a realização dos Direitos
 Humanos, da mesma forma que os Direitos
     Humanos não se concretizam sem o
exercício da democracia”. (Milena Peffers Meio – Cidadania:
    Subsídios para uma nova práxis in Direitos Humanos como Educação para a
                                     Justiça)
QUESTÃO SIMULADA SOBRE
       O TEMA 30
A ética precisa ser compreendida como um empreendimento coletivo a ser constantemente
     retomado e rediscutido, porque é produto da relação interpessoal e social. A ética supõe
     ainda que cada grupo social se organize sentindo-se responsável por todos e que crie
     condições para o exercício de um pensar e agir autônomos. A relação entre ética e
     política é também uma questão de educação e luta pela soberania dos povos. É
     necessária uma ética renovada, que se construa a partir da natureza dos valores sociais
     para organizar também uma nova prática política. CORDI et al. Para filosofar. São Paulo:
     Scipione, 2007 (adaptado).
O Século XX teve de repensar a ética para enfrentar novos problemas oriundos de diferentes
     crises sociais, conflitos ideológicos e contradições da realidade. Sob esse enfoque e a
     partir do texto, a ética pode ser compreendida como
a) instrumento de garantia da cidadania, porque através dela os cidadãos passam a pensar e
     agir de acordo com valores coletivos.
b) mecanismo de criação de direitos humanos, porque é da natureza do homem ser ético e
     virtuoso.
c) meio para resolver os conflitos sociais no cenário da globalização, pois a partir do
     entendimento do que é efetivamente a ética, a política internacional se realiza.
d) parâmetro para assegurar o exercício político primando pelos interesses e ação privada
     dos cidadãos.
e) aceitação de valores universais implícitos numa sociedade que busca dimensionar sua
     vinculação à outras sociedades.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Discussão maioridade penal e internação compulsória sérgio botton barcellos
Discussão maioridade penal e internação compulsória   sérgio botton barcellosDiscussão maioridade penal e internação compulsória   sérgio botton barcellos
Discussão maioridade penal e internação compulsória sérgio botton barcellosUFPB
 
Folhetim do Estudante - Ano II - Núm. XX
Folhetim do Estudante - Ano II - Núm. XXFolhetim do Estudante - Ano II - Núm. XX
Folhetim do Estudante - Ano II - Núm. XXValter Gomes
 
Apresentação da redação port
Apresentação da redação portApresentação da redação port
Apresentação da redação portMatheus Milani
 
Resenha do livro Violência Urbana
Resenha do livro Violência UrbanaResenha do livro Violência Urbana
Resenha do livro Violência UrbanaFranco Nassaro
 
Oligarquias partidárias brasileiras
Oligarquias partidárias brasileirasOligarquias partidárias brasileiras
Oligarquias partidárias brasileirasJustino Amorim
 
AVALIAÇÃO DE SOCIOLOGIA - CIDADANIA- DEMOCRACIA- PARTICIPAÇÃO CIDADÃ - Prof. ...
AVALIAÇÃO DE SOCIOLOGIA - CIDADANIA- DEMOCRACIA- PARTICIPAÇÃO CIDADÃ - Prof. ...AVALIAÇÃO DE SOCIOLOGIA - CIDADANIA- DEMOCRACIA- PARTICIPAÇÃO CIDADÃ - Prof. ...
AVALIAÇÃO DE SOCIOLOGIA - CIDADANIA- DEMOCRACIA- PARTICIPAÇÃO CIDADÃ - Prof. ...Prof. Noe Assunção
 
Newsletter obcig 8 de abril de 2021
Newsletter obcig 8 de abril de 2021Newsletter obcig 8 de abril de 2021
Newsletter obcig 8 de abril de 2021António Pereira
 
Exerc2 aula3
Exerc2 aula3Exerc2 aula3
Exerc2 aula3Will Tkd
 
Brasil de luto
Brasil de lutoBrasil de luto
Brasil de lutoJNR
 
Avaliação recuperativa - 1º Sociologia Prof. Noe Assunção
Avaliação recuperativa - 1º  Sociologia  Prof. Noe AssunçãoAvaliação recuperativa - 1º  Sociologia  Prof. Noe Assunção
Avaliação recuperativa - 1º Sociologia Prof. Noe AssunçãoProf. Noe Assunção
 
Redações nota 1000 no enem 2015 por Manoel Neves
Redações nota 1000 no enem 2015 por Manoel NevesRedações nota 1000 no enem 2015 por Manoel Neves
Redações nota 1000 no enem 2015 por Manoel Nevesma.no.el.ne.ves
 
07 redações nota 1000 no enem 2015
07 redações nota 1000 no enem 201507 redações nota 1000 no enem 2015
07 redações nota 1000 no enem 2015ma.no.el.ne.ves
 
O que você tem a ver com a corrupção?
O que você tem a ver com a corrupção?O que você tem a ver com a corrupção?
O que você tem a ver com a corrupção?JCI Londrina
 
O Brasil da idade média diante da Constituição federal de 1988 (iluminista)
O Brasil da idade média diante da Constituição federal de 1988 (iluminista)O Brasil da idade média diante da Constituição federal de 1988 (iluminista)
O Brasil da idade média diante da Constituição federal de 1988 (iluminista)Sérgio Henrique da Silva Pereira
 
Aula 2 Diferentes ou desiguais - Sociologia - 1º ano EM - Prof. Noe Assunção
Aula 2  Diferentes ou desiguais - Sociologia - 1º ano EM - Prof. Noe AssunçãoAula 2  Diferentes ou desiguais - Sociologia - 1º ano EM - Prof. Noe Assunção
Aula 2 Diferentes ou desiguais - Sociologia - 1º ano EM - Prof. Noe AssunçãoProf. Noe Assunção
 

Mais procurados (20)

Discussão maioridade penal e internação compulsória sérgio botton barcellos
Discussão maioridade penal e internação compulsória   sérgio botton barcellosDiscussão maioridade penal e internação compulsória   sérgio botton barcellos
Discussão maioridade penal e internação compulsória sérgio botton barcellos
 
Folhetim do Estudante - Ano II - Núm. XX
Folhetim do Estudante - Ano II - Núm. XXFolhetim do Estudante - Ano II - Núm. XX
Folhetim do Estudante - Ano II - Núm. XX
 
Apresentação da redação port
Apresentação da redação portApresentação da redação port
Apresentação da redação port
 
Ricci
RicciRicci
Ricci
 
Resenha do livro Violência Urbana
Resenha do livro Violência UrbanaResenha do livro Violência Urbana
Resenha do livro Violência Urbana
 
Oligarquias partidárias brasileiras
Oligarquias partidárias brasileirasOligarquias partidárias brasileiras
Oligarquias partidárias brasileiras
 
AVALIAÇÃO DE SOCIOLOGIA - CIDADANIA- DEMOCRACIA- PARTICIPAÇÃO CIDADÃ - Prof. ...
AVALIAÇÃO DE SOCIOLOGIA - CIDADANIA- DEMOCRACIA- PARTICIPAÇÃO CIDADÃ - Prof. ...AVALIAÇÃO DE SOCIOLOGIA - CIDADANIA- DEMOCRACIA- PARTICIPAÇÃO CIDADÃ - Prof. ...
AVALIAÇÃO DE SOCIOLOGIA - CIDADANIA- DEMOCRACIA- PARTICIPAÇÃO CIDADÃ - Prof. ...
 
Newsletter obcig 8 de abril de 2021
Newsletter obcig 8 de abril de 2021Newsletter obcig 8 de abril de 2021
Newsletter obcig 8 de abril de 2021
 
Exerc2 aula3
Exerc2 aula3Exerc2 aula3
Exerc2 aula3
 
Brasil de luto
Brasil de lutoBrasil de luto
Brasil de luto
 
Movimento negro lei do caô (2)
Movimento negro lei do caô (2)Movimento negro lei do caô (2)
Movimento negro lei do caô (2)
 
Avaliação recuperativa - 1º Sociologia Prof. Noe Assunção
Avaliação recuperativa - 1º  Sociologia  Prof. Noe AssunçãoAvaliação recuperativa - 1º  Sociologia  Prof. Noe Assunção
Avaliação recuperativa - 1º Sociologia Prof. Noe Assunção
 
Redações nota 1000 no enem 2015 por Manoel Neves
Redações nota 1000 no enem 2015 por Manoel NevesRedações nota 1000 no enem 2015 por Manoel Neves
Redações nota 1000 no enem 2015 por Manoel Neves
 
07 redações nota 1000 no enem 2015
07 redações nota 1000 no enem 201507 redações nota 1000 no enem 2015
07 redações nota 1000 no enem 2015
 
Enem 2011
Enem 2011Enem 2011
Enem 2011
 
O que você tem a ver com a corrupção?
O que você tem a ver com a corrupção?O que você tem a ver com a corrupção?
O que você tem a ver com a corrupção?
 
O Brasil da idade média diante da Constituição federal de 1988 (iluminista)
O Brasil da idade média diante da Constituição federal de 1988 (iluminista)O Brasil da idade média diante da Constituição federal de 1988 (iluminista)
O Brasil da idade média diante da Constituição federal de 1988 (iluminista)
 
Violencia racial no brasil e no mundo
Violencia racial no brasil e no mundoViolencia racial no brasil e no mundo
Violencia racial no brasil e no mundo
 
O eclipse da razão no brasil
O eclipse da razão no brasilO eclipse da razão no brasil
O eclipse da razão no brasil
 
Aula 2 Diferentes ou desiguais - Sociologia - 1º ano EM - Prof. Noe Assunção
Aula 2  Diferentes ou desiguais - Sociologia - 1º ano EM - Prof. Noe AssunçãoAula 2  Diferentes ou desiguais - Sociologia - 1º ano EM - Prof. Noe Assunção
Aula 2 Diferentes ou desiguais - Sociologia - 1º ano EM - Prof. Noe Assunção
 

Destaque (20)

100 DICAS ENEM PARTE 03
100 DICAS ENEM PARTE 03100 DICAS ENEM PARTE 03
100 DICAS ENEM PARTE 03
 
100 DICAS ENEM PARTE 09
100 DICAS ENEM PARTE 09100 DICAS ENEM PARTE 09
100 DICAS ENEM PARTE 09
 
.
..
.
 
.
..
.
 
2º Va Grupo 03
2º Va   Grupo 032º Va   Grupo 03
2º Va Grupo 03
 
100 DICAS ENEM PARTE 08
100 DICAS ENEM PARTE 08100 DICAS ENEM PARTE 08
100 DICAS ENEM PARTE 08
 
.
..
.
 
100 DICAS ENEM PARTE 06
100 DICAS ENEM PARTE 06100 DICAS ENEM PARTE 06
100 DICAS ENEM PARTE 06
 
100 DICAS ENEM PARTE 10
100 DICAS ENEM PARTE 10100 DICAS ENEM PARTE 10
100 DICAS ENEM PARTE 10
 
.
..
.
 
A formação do império feudal 7º anos
A formação do império feudal   7º anosA formação do império feudal   7º anos
A formação do império feudal 7º anos
 
Grupo 02
Grupo 02Grupo 02
Grupo 02
 
I mperio biznantino
I mperio biznantinoI mperio biznantino
I mperio biznantino
 
100 DICAS ENEM PARTE 07
100 DICAS ENEM PARTE 07100 DICAS ENEM PARTE 07
100 DICAS ENEM PARTE 07
 
Feed back =8ºanos (ilumismo, indp. eua, revolução francesa)
Feed back =8ºanos (ilumismo, indp. eua, revolução francesa)Feed back =8ºanos (ilumismo, indp. eua, revolução francesa)
Feed back =8ºanos (ilumismo, indp. eua, revolução francesa)
 
.
..
.
 
Descolonização áfrica e asia
Descolonização áfrica e asiaDescolonização áfrica e asia
Descolonização áfrica e asia
 
Ditadura militar
Ditadura militarDitadura militar
Ditadura militar
 
Grupo 03
Grupo 03Grupo 03
Grupo 03
 
.
..
.
 

Semelhante a 100 DICAS ENEM PARTE 02

Queimando sutiã dia da mulher. Prof.Ms.Noe Assunção
Queimando sutiã dia da mulher. Prof.Ms.Noe AssunçãoQueimando sutiã dia da mulher. Prof.Ms.Noe Assunção
Queimando sutiã dia da mulher. Prof.Ms.Noe AssunçãoProf. Noe Assunção
 
Educomunicação para a cidadania juvenil fernando coelho da silva
Educomunicação para a cidadania juvenil   fernando coelho da silvaEducomunicação para a cidadania juvenil   fernando coelho da silva
Educomunicação para a cidadania juvenil fernando coelho da silvaLuara Schamó
 
Cap 20 violência, crime e justiça no brasil
Cap 20 violência, crime e justiça no brasilCap 20 violência, crime e justiça no brasil
Cap 20 violência, crime e justiça no brasilDante Galvao
 
Simulado sociologia-ciências-humanas
Simulado sociologia-ciências-humanasSimulado sociologia-ciências-humanas
Simulado sociologia-ciências-humanasREGINALDONASCIMENTOD3
 
eixos temáticos [Salvo automaticamente].pptx
eixos temáticos [Salvo automaticamente].pptxeixos temáticos [Salvo automaticamente].pptx
eixos temáticos [Salvo automaticamente].pptxSagitta Ramos
 
Violência, crime e justiça no Brasil
Violência, crime e justiça no BrasilViolência, crime e justiça no Brasil
Violência, crime e justiça no Brasilisameucci
 
Atividades de sociologia interpretação de textos e charges
Atividades de sociologia interpretação de textos e chargesAtividades de sociologia interpretação de textos e charges
Atividades de sociologia interpretação de textos e chargesAtividades Diversas Cláudia
 
violencia e desigualdade social 3 ano avaliação semanal.pptx
violencia e desigualdade social 3 ano avaliação semanal.pptxviolencia e desigualdade social 3 ano avaliação semanal.pptx
violencia e desigualdade social 3 ano avaliação semanal.pptxLuziane Santos
 
2013 -Segurança Cidadã em tempos de cólera
2013 -Segurança Cidadã em tempos de cólera 2013 -Segurança Cidadã em tempos de cólera
2013 -Segurança Cidadã em tempos de cólera Cleide Magáli dos Santos
 
Aulão quiz destak fmj-objetivo
Aulão quiz destak fmj-objetivoAulão quiz destak fmj-objetivo
Aulão quiz destak fmj-objetivoGUILHERME FRANÇA
 
Folhetim do Estudante - Ano IX - Número 65
Folhetim do Estudante - Ano IX - Número 65Folhetim do Estudante - Ano IX - Número 65
Folhetim do Estudante - Ano IX - Número 65Valter Gomes
 
Avaliação de filosofia 3 nm
Avaliação de filosofia 3 nmAvaliação de filosofia 3 nm
Avaliação de filosofia 3 nmMarcia Oliveira
 
Avaliação sociologia 3 c
Avaliação sociologia 3 cAvaliação sociologia 3 c
Avaliação sociologia 3 cMarcia Oliveira
 

Semelhante a 100 DICAS ENEM PARTE 02 (20)

Queimando sutiã dia da mulher. Prof.Ms.Noe Assunção
Queimando sutiã dia da mulher. Prof.Ms.Noe AssunçãoQueimando sutiã dia da mulher. Prof.Ms.Noe Assunção
Queimando sutiã dia da mulher. Prof.Ms.Noe Assunção
 
Educomunicação para a cidadania juvenil fernando coelho da silva
Educomunicação para a cidadania juvenil   fernando coelho da silvaEducomunicação para a cidadania juvenil   fernando coelho da silva
Educomunicação para a cidadania juvenil fernando coelho da silva
 
Cap 20 violência, crime e justiça no brasil
Cap 20 violência, crime e justiça no brasilCap 20 violência, crime e justiça no brasil
Cap 20 violência, crime e justiça no brasil
 
Exercicios sociologia 3
Exercicios sociologia 3Exercicios sociologia 3
Exercicios sociologia 3
 
Exercicios sociologia 3
Exercicios sociologia 3Exercicios sociologia 3
Exercicios sociologia 3
 
Simulado sociologia-ciências-humanas
Simulado sociologia-ciências-humanasSimulado sociologia-ciências-humanas
Simulado sociologia-ciências-humanas
 
eixos temáticos [Salvo automaticamente].pptx
eixos temáticos [Salvo automaticamente].pptxeixos temáticos [Salvo automaticamente].pptx
eixos temáticos [Salvo automaticamente].pptx
 
Violência, crime e justiça no Brasil
Violência, crime e justiça no BrasilViolência, crime e justiça no Brasil
Violência, crime e justiça no Brasil
 
Atividades de sociologia
Atividades de sociologiaAtividades de sociologia
Atividades de sociologia
 
Atividades de sociologia interpretação de textos e charges
Atividades de sociologia interpretação de textos e chargesAtividades de sociologia interpretação de textos e charges
Atividades de sociologia interpretação de textos e charges
 
capitulos-19-20.pptx
capitulos-19-20.pptxcapitulos-19-20.pptx
capitulos-19-20.pptx
 
violencia e desigualdade social 3 ano avaliação semanal.pptx
violencia e desigualdade social 3 ano avaliação semanal.pptxviolencia e desigualdade social 3 ano avaliação semanal.pptx
violencia e desigualdade social 3 ano avaliação semanal.pptx
 
2013 -Segurança Cidadã em tempos de cólera
2013 -Segurança Cidadã em tempos de cólera 2013 -Segurança Cidadã em tempos de cólera
2013 -Segurança Cidadã em tempos de cólera
 
Aulão quiz destak fmj-objetivo
Aulão quiz destak fmj-objetivoAulão quiz destak fmj-objetivo
Aulão quiz destak fmj-objetivo
 
Folhetim do Estudante - Ano IX - Número 65
Folhetim do Estudante - Ano IX - Número 65Folhetim do Estudante - Ano IX - Número 65
Folhetim do Estudante - Ano IX - Número 65
 
2014 concurso da policia 2
2014 concurso da policia 22014 concurso da policia 2
2014 concurso da policia 2
 
Projeto - Racismo e Preconceito
Projeto - Racismo e PreconceitoProjeto - Racismo e Preconceito
Projeto - Racismo e Preconceito
 
Avaliação de filosofia 3 nm
Avaliação de filosofia 3 nmAvaliação de filosofia 3 nm
Avaliação de filosofia 3 nm
 
Avaliação sociologia 3 c
Avaliação sociologia 3 cAvaliação sociologia 3 c
Avaliação sociologia 3 c
 
AVALIAÇÃO FINAL CIDADANIA.docx
AVALIAÇÃO FINAL CIDADANIA.docxAVALIAÇÃO FINAL CIDADANIA.docx
AVALIAÇÃO FINAL CIDADANIA.docx
 

Mais de ProfMario De Mori

100 DICAS PARA ACERTAR NO ENEM
100 DICAS PARA ACERTAR NO ENEM100 DICAS PARA ACERTAR NO ENEM
100 DICAS PARA ACERTAR NO ENEMProfMario De Mori
 
ATIVIDADES DAS TIRAS E DO ATLAS 2º ANOS
ATIVIDADES DAS TIRAS E DO ATLAS 2º ANOS ATIVIDADES DAS TIRAS E DO ATLAS 2º ANOS
ATIVIDADES DAS TIRAS E DO ATLAS 2º ANOS ProfMario De Mori
 
ATIVIDADES DAS TIRAS E DO ATLAS 1º ANOS
ATIVIDADES DAS TIRAS E DO ATLAS 1º ANOS ATIVIDADES DAS TIRAS E DO ATLAS 1º ANOS
ATIVIDADES DAS TIRAS E DO ATLAS 1º ANOS ProfMario De Mori
 
ATIVIDADES DAS TIRAS E DO ATLAS 9º ANOS
ATIVIDADES DAS TIRAS E DO ATLAS 9º ANOS ATIVIDADES DAS TIRAS E DO ATLAS 9º ANOS
ATIVIDADES DAS TIRAS E DO ATLAS 9º ANOS ProfMario De Mori
 
Aula charges sociologia 2º anos
Aula charges sociologia 2º anosAula charges sociologia 2º anos
Aula charges sociologia 2º anosProfMario De Mori
 
Aula atlas 2º anos - 2º BIMESTRE
Aula atlas 2º anos - 2º BIMESTRE Aula atlas 2º anos - 2º BIMESTRE
Aula atlas 2º anos - 2º BIMESTRE ProfMario De Mori
 
Aula charges sociologia 1º anos
Aula charges sociologia 1º anosAula charges sociologia 1º anos
Aula charges sociologia 1º anosProfMario De Mori
 
Aula charges sociologia 1º anos
Aula charges sociologia 1º anosAula charges sociologia 1º anos
Aula charges sociologia 1º anosProfMario De Mori
 
Aula atlas 1º anos - 2º BIMESTRE
Aula atlas 1º anos - 2º BIMESTRE Aula atlas 1º anos - 2º BIMESTRE
Aula atlas 1º anos - 2º BIMESTRE ProfMario De Mori
 
Aula ATLAS GEOGRÁFICO 9º anos
Aula ATLAS GEOGRÁFICO 9º anosAula ATLAS GEOGRÁFICO 9º anos
Aula ATLAS GEOGRÁFICO 9º anosProfMario De Mori
 
Aula ATLAS GEOGRÁFICO 1º anos
Aula ATLAS GEOGRÁFICO 1º anosAula ATLAS GEOGRÁFICO 1º anos
Aula ATLAS GEOGRÁFICO 1º anosProfMario De Mori
 
GEOLOGIA E RELEVO DO BRASIL
GEOLOGIA E RELEVO DO BRASIL GEOLOGIA E RELEVO DO BRASIL
GEOLOGIA E RELEVO DO BRASIL ProfMario De Mori
 
FUSOS HORÁRIOS NO MUNDO E BRASIL - CREI
FUSOS HORÁRIOS NO MUNDO E BRASIL - CREI FUSOS HORÁRIOS NO MUNDO E BRASIL - CREI
FUSOS HORÁRIOS NO MUNDO E BRASIL - CREI ProfMario De Mori
 
SOLOS E OCUPAÇÃO RURAL NO MUNDO
SOLOS E OCUPAÇÃO RURAL NO MUNDOSOLOS E OCUPAÇÃO RURAL NO MUNDO
SOLOS E OCUPAÇÃO RURAL NO MUNDOProfMario De Mori
 

Mais de ProfMario De Mori (20)

100 DICAS PARA ACERTAR NO ENEM
100 DICAS PARA ACERTAR NO ENEM100 DICAS PARA ACERTAR NO ENEM
100 DICAS PARA ACERTAR NO ENEM
 
ATIVIDADES DAS TIRAS E DO ATLAS 2º ANOS
ATIVIDADES DAS TIRAS E DO ATLAS 2º ANOS ATIVIDADES DAS TIRAS E DO ATLAS 2º ANOS
ATIVIDADES DAS TIRAS E DO ATLAS 2º ANOS
 
ATIVIDADES DAS TIRAS E DO ATLAS 1º ANOS
ATIVIDADES DAS TIRAS E DO ATLAS 1º ANOS ATIVIDADES DAS TIRAS E DO ATLAS 1º ANOS
ATIVIDADES DAS TIRAS E DO ATLAS 1º ANOS
 
ATIVIDADES DAS TIRAS E DO ATLAS 9º ANOS
ATIVIDADES DAS TIRAS E DO ATLAS 9º ANOS ATIVIDADES DAS TIRAS E DO ATLAS 9º ANOS
ATIVIDADES DAS TIRAS E DO ATLAS 9º ANOS
 
100 DICAS ENEM PARTE 11
100 DICAS ENEM PARTE 11100 DICAS ENEM PARTE 11
100 DICAS ENEM PARTE 11
 
100 DICAS ENEM PARTE 05
100 DICAS ENEM PARTE 05100 DICAS ENEM PARTE 05
100 DICAS ENEM PARTE 05
 
100 DICAS ENEM PARTE 04
100 DICAS ENEM PARTE 04100 DICAS ENEM PARTE 04
100 DICAS ENEM PARTE 04
 
100 DICAS ENEM PARTE 01
100 DICAS ENEM PARTE 01100 DICAS ENEM PARTE 01
100 DICAS ENEM PARTE 01
 
Aula charges sociologia 2º anos
Aula charges sociologia 2º anosAula charges sociologia 2º anos
Aula charges sociologia 2º anos
 
Aula atlas 2º anos - 2º BIMESTRE
Aula atlas 2º anos - 2º BIMESTRE Aula atlas 2º anos - 2º BIMESTRE
Aula atlas 2º anos - 2º BIMESTRE
 
Aula charges sociologia 1º anos
Aula charges sociologia 1º anosAula charges sociologia 1º anos
Aula charges sociologia 1º anos
 
Aula charges sociologia 1º anos
Aula charges sociologia 1º anosAula charges sociologia 1º anos
Aula charges sociologia 1º anos
 
Aula atlas 1º anos - 2º BIMESTRE
Aula atlas 1º anos - 2º BIMESTRE Aula atlas 1º anos - 2º BIMESTRE
Aula atlas 1º anos - 2º BIMESTRE
 
Aula atlas 2º anos
Aula atlas 2º anosAula atlas 2º anos
Aula atlas 2º anos
 
Aula ATLAS GEOGRÁFICO 9º anos
Aula ATLAS GEOGRÁFICO 9º anosAula ATLAS GEOGRÁFICO 9º anos
Aula ATLAS GEOGRÁFICO 9º anos
 
Aula ATLAS GEOGRÁFICO 1º anos
Aula ATLAS GEOGRÁFICO 1º anosAula ATLAS GEOGRÁFICO 1º anos
Aula ATLAS GEOGRÁFICO 1º anos
 
GEOLOGIA E RELEVO DO BRASIL
GEOLOGIA E RELEVO DO BRASIL GEOLOGIA E RELEVO DO BRASIL
GEOLOGIA E RELEVO DO BRASIL
 
FUSOS HORÁRIOS NO MUNDO E BRASIL - CREI
FUSOS HORÁRIOS NO MUNDO E BRASIL - CREI FUSOS HORÁRIOS NO MUNDO E BRASIL - CREI
FUSOS HORÁRIOS NO MUNDO E BRASIL - CREI
 
SOLOS E OCUPAÇÃO RURAL NO MUNDO
SOLOS E OCUPAÇÃO RURAL NO MUNDOSOLOS E OCUPAÇÃO RURAL NO MUNDO
SOLOS E OCUPAÇÃO RURAL NO MUNDO
 
CARTOGRAFIA - 1º ANOS
CARTOGRAFIA - 1º ANOS CARTOGRAFIA - 1º ANOS
CARTOGRAFIA - 1º ANOS
 

Último

Acróstico - Maio Laranja
Acróstico  - Maio Laranja Acróstico  - Maio Laranja
Acróstico - Maio Laranja Mary Alvarenga
 
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 2)
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 2)Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 2)
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 2)Centro Jacques Delors
 
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdfaulasgege
 
12_mch9_nervoso.pptx...........................
12_mch9_nervoso.pptx...........................12_mch9_nervoso.pptx...........................
12_mch9_nervoso.pptx...........................mariagrave
 
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdfTema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdfAnaAugustaLagesZuqui
 
Quiz | Dia da Europa 2024 (comemoração)
Quiz | Dia da Europa 2024  (comemoração)Quiz | Dia da Europa 2024  (comemoração)
Quiz | Dia da Europa 2024 (comemoração)Centro Jacques Delors
 
Currículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São Paulo
Currículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São PauloCurrículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São Paulo
Currículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São Pauloririg29454
 
ESPANHOL PARA O ENEM (2).pdf questões da prova
ESPANHOL PARA O ENEM (2).pdf questões da provaESPANHOL PARA O ENEM (2).pdf questões da prova
ESPANHOL PARA O ENEM (2).pdf questões da provaANNAPAULAAIRESDESOUZ
 
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autoresModelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autoresAna Isabel Correia
 
13_mch9_hormonal.pptx............................
13_mch9_hormonal.pptx............................13_mch9_hormonal.pptx............................
13_mch9_hormonal.pptx............................mariagrave
 
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptxnelsontobontrujillo
 
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentesMaio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentesMary Alvarenga
 
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptxSequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptxCarolineWaitman
 
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...Eró Cunha
 
Apresentação | Dia da Europa 2024 - Celebremos a União Europeia!
Apresentação | Dia da Europa 2024 - Celebremos a União Europeia!Apresentação | Dia da Europa 2024 - Celebremos a União Europeia!
Apresentação | Dia da Europa 2024 - Celebremos a União Europeia!Centro Jacques Delors
 
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco LeiteReligiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leiteprofesfrancleite
 
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PEEdital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PEblogdoelvis
 
Slides Lição 06, Central Gospel, O Anticristo, 1Tr24.pptx
Slides Lição 06, Central Gospel, O Anticristo, 1Tr24.pptxSlides Lição 06, Central Gospel, O Anticristo, 1Tr24.pptx
Slides Lição 06, Central Gospel, O Anticristo, 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantilPower Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantilMariaHelena293800
 

Último (20)

Acróstico - Maio Laranja
Acróstico  - Maio Laranja Acróstico  - Maio Laranja
Acróstico - Maio Laranja
 
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 2)
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 2)Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 2)
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 2)
 
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
 
12_mch9_nervoso.pptx...........................
12_mch9_nervoso.pptx...........................12_mch9_nervoso.pptx...........................
12_mch9_nervoso.pptx...........................
 
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdfTema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
 
Quiz | Dia da Europa 2024 (comemoração)
Quiz | Dia da Europa 2024  (comemoração)Quiz | Dia da Europa 2024  (comemoração)
Quiz | Dia da Europa 2024 (comemoração)
 
Currículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São Paulo
Currículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São PauloCurrículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São Paulo
Currículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São Paulo
 
ESPANHOL PARA O ENEM (2).pdf questões da prova
ESPANHOL PARA O ENEM (2).pdf questões da provaESPANHOL PARA O ENEM (2).pdf questões da prova
ESPANHOL PARA O ENEM (2).pdf questões da prova
 
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autoresModelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
 
13_mch9_hormonal.pptx............................
13_mch9_hormonal.pptx............................13_mch9_hormonal.pptx............................
13_mch9_hormonal.pptx............................
 
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
 
Poema - Aedes Aegypt.
Poema - Aedes Aegypt.Poema - Aedes Aegypt.
Poema - Aedes Aegypt.
 
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentesMaio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
 
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptxSequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
 
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
 
Apresentação | Dia da Europa 2024 - Celebremos a União Europeia!
Apresentação | Dia da Europa 2024 - Celebremos a União Europeia!Apresentação | Dia da Europa 2024 - Celebremos a União Europeia!
Apresentação | Dia da Europa 2024 - Celebremos a União Europeia!
 
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco LeiteReligiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
 
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PEEdital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
 
Slides Lição 06, Central Gospel, O Anticristo, 1Tr24.pptx
Slides Lição 06, Central Gospel, O Anticristo, 1Tr24.pptxSlides Lição 06, Central Gospel, O Anticristo, 1Tr24.pptx
Slides Lição 06, Central Gospel, O Anticristo, 1Tr24.pptx
 
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantilPower Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
 

100 DICAS ENEM PARTE 02

  • 1. 100 DICAS PARA ACERTAR NO ENEM 2012/2013 PARTE 2 E VAMOS PRÁ FRENTE, QUE AS COISAS ESTÃO POR AÍ... A MIL POR SEGUNDO... MAIS E MAIS DICAS VEM AGORA, É SÓ DEIXAR O TEMPO PASSAR E VOCE IRÁ MELHOR ACERTAR OS TEMAS DE HOJE.... BOA VIAGEM... BONS FLUÍDOS.... Prof. MARIO FERNANDO DE MORI
  • 2. DICA 21: A DESIGUALDADE DO GÊNERO
  • 3.
  • 4.
  • 5. QUESTÃO SIMULADA SOBRE O TEMA 21 Leia o texto a seguir, que remete ao debate sobre questões de gênero. A violência contra a mulher acontece cotidianamente e nem sempre ganha destaque na imprensa, afirmou a ministra da Secretaria de Políticas para as Mulheres, Nilcéa Freire [...]. “Quando surgem casos, principalmente com pessoas famosas, que chegam aos jornais, é que a sociedade efetivamente se dá conta de que aquilo acontece cotidianamente e não sai nos jornais. As mulheres são violentadas, são subjugadas cotidianamente [...]”, afirmou a ministra. [...] “Eliza morreu porque contrariou um homem que achou que lhe deveria impor um castigo. Ela morreu como morrem tantas outras quando rompem relacionamentos violentos”, disse a ministra. (VIOLÊNCIA contra as mulheres é diária, diz ministra, Agência Brasil, Brasília, 11 jul. 2010.) Com base no texto e nos conhecimentos socioantropológicos sobre o tema, é correto afirmar: a) Questões de gênero são definidas a partir da classe social, razão pela qual são mais presentes nas camadas populares do que entre as elites. b) As identidades sociais masculina e feminina são configuradas a partir de características biológicas imutáveis presentes em cada um. c) As diferenças de gênero são determinadas no terreno econômico, daí o fato de serem produto da sociedade capitalista. d) As experiências socialistas do século XX demonstram que nelas as questões de gênero são resolvidas de modo a estabelecer a igualdade real entre homens e mulheres. e) As relações de gênero são construídas socialmente e favorecem, nas condições históricas atuais, a dominação masculina.
  • 6. DICA 22: A CORRUPÇÃO E O MENSALÃO
  • 7.
  • 8.
  • 9.
  • 10.
  • 11.
  • 12.
  • 13.
  • 14.
  • 15. QUESTÃO SIMULADA SOBRE O TEMA 22 No Brasil a Corrupção está enraizada historicamente em nossa sociedade, a começar pela forma de colonização e exploração das terras e povo que viriam a formar nossa nação. A população, majoritariamente pobre sempre esteve às margens das vontades das elites, que cobram impostos, taxas, juros, porém não repassam em qualidade de vida para os contribuintes. A RESPEITO DO TEMA EM QUESTÃO, E COM BASE EM SEUS CONHECIMENTOS, PODEMOS FAZER ALGUMAS OPINIÕES SOBRE, LEIA AS QUATRO ABAIXO: 1 - A corrupção encontra-se tão enraizada à cultura do brasileiro que dificilmente alguém não vá conhecer pelo menos uma pessoa corrupta neste país. Ela abrange praticamente todos os setores e é bastante onerosa para o desenvolvimento da nação. 2 - As causas desse mal estão diretamente ligadas ao contexto histórico do Brasil, que desde o período da colonização instalou-se uma ideologia de se levar a melhor sobre o outro, e também tem uma íntima ligação com a indiferença da grande maioria que contribui para a impunidade no país. 3 - O famoso “jeitinho brasileiro” está presente em todos os ramos: Médicos, engenheiros, professores, advogados, políticos, empresários, donas de casa, policiais e todos os demais meios apresentam certos indivíduos corruptos. E muito pouco se faz para mudar essa situação. As consequências da corrupção no país são lastimaveis. O desenvolvimento fica comprometido: Estradas em péssimo estado, hospitais sem infra-estrutura, falta de qualidade na educação, enfim, falta de qualidade de vida.
  • 16. 4 - A corrupção irá continuar no Brasil até que a maioria se conscientize de que deve tomar providências para acabar com ela. Caso contrário o país continuará a ser a terra dos meliantes. Em geral, nós Brasileiros assistimos as exportações de toneladas de Soja e Carne aumentarem, graças a destruição da Amazônia, sabemos que os políticos não fazem cumprir as leis ambientais pois eles são os Fazendeiros e latifundiários, e apenas reclamamos que não há Justiça aqui. JULGANDO O TEMA, PODE-SE DIZER QUE: a) Todas as frases estão condizentes com a realidade da corrupção no Brasil. b) Somente as frases 1 e 3 estão coerentes com a realidade da corrupção no Brasil. c) Somente as frases 1 e 2 estão coerentes com a realidade da corrupção no Brasil. d) Somente as frases 2 e 3 estão coerentes com a realidade da corrupção no Brasil. e) Somente as frases 3 e 4 estão coerentes com a realidade da corrupção no Brasil.
  • 17. DICA 23: O MOVIMENTO JUVENIL: FICAR..SEXUALIDADE DO JOVEM BRASILEIRO...
  • 18.
  • 19.
  • 20.
  • 21.
  • 22. QUESTÃO SIMULADA SOBRE O TEMA 23 Leia o texto a seguir. “O primeiro beijo é sempre o último”. Assim um informante define, com certa nostalgia, o surgimento de uma nova rotina na prática de “ficar” entre os jovens ao longo da night. “Ficar” é essencialmente beijar, beijar em série, beijar muito. O primeiro beijo, marcado por algo absolutamente fugaz, registro imediato do tátil, desliga- -se do que outrora era ritual do enamoramento, prelúdio de uma trajetória sentimental. [...] No campo do afeto e do exercício da sociabilidade, essa mesma noite propicia comportamentos que revelam a transitoriedade, a seriação e o deslocamento afetivo como um novo mecanismo de agrupamento dos jovens. (ALMEIDA, M. I. M. de. Guerreiros da noite - cultura jovem e nomadismo urbano, In Ciência hoje, v. 34, n. 202, p. 28.) Com base no texto e nos conhecimentos sobre a sociabilidade moderna, considere as afirmativas a seguir. I. As práticas assinaladas entre os jovens identificam-se ao que se definiu como pós-modernidade, isto é, relações fluidas, marcadas pela instantaneidade e por rupturas contínuas com referenciais pré-estabelecidos.
  • 23. II. O comportamento dos jovens que optam pela prática do “ficar” é diferente do estado anômico, analisado por Durkheim, na medida em que as bases da existência social mantêm seu funcionamento normal. III. A vida social moderna, ao individualizar os sujeitos, eliminou a necessidade, entre os jovens, de participar de agrupamentos identitários e de estabelecer vínculos sociais com outras pessoas. IV. A adoção da prática antissocial do “ficar” é fruto de uma juventude sem valores morais, como família, tradição e propriedade privada, presentes desde os primórdios da humanidade. Assinale a alternativa correta. a) Somente as afirmativas I e II são corretas. b) Somente as afirmativas I e IV são corretas. c) Somente as afirmativas III e IV são corretas. d) Somente as afirmativas I, II e III são corretas. e) Somente as afirmativas II, III e IV são corretas.
  • 24. DICA 24: ELEIÇÕES MUNICIPAIS: FIM DO NEPOTISMO ?
  • 25.
  • 26.
  • 27.
  • 28.
  • 29.
  • 30.
  • 31.
  • 32.
  • 33.
  • 34.
  • 35.
  • 36. QUESTÃO SIMULADA SOBRE O TEMA 24 OBSERVE E ANALISE A CHARGE ABAIXO:
  • 37. A charge remete à prática política recorrente no Brasil, a qual vem sendo combatida pelo Supremo Tribunal Federal. A prática central assinalada na charge é definida como: a) Clientelismo, uma vez que remete ao voto de cabresto do candidato em relação ao eleitor. b) Fisiologismo, isto é, a mudança de partido realizada pelo candidato, a cada eleição. c) Populismo, resultante da presença, na cena pública, de líder carismático e conservador. d) Nepotismo, por tratar do uso da máquina pública para empregar parentes. e) Solidarismo, por reforçar a necessidade de todos se ajudarem em defesa da cidadania plena.
  • 38. TEMA 25: SEGURANÇA PÚBLICA: VOCE CONFIA NELA?
  • 39.
  • 40.
  • 41.
  • 42. QUESTÃO SIMULADA SOBRE O TEMA 25 OBSERVE A IMAGEM ABAIXO:
  • 43. A charge remete a uma determinada percepção existente hoje entre estratos da população brasileira a respeito da questão da segurança pública. Com base na charge, é correto afirmar: a) As crianças são as principais responsáveis pela visão negativa que, socialmente, se construiu dos órgãos de segurança pública. b) A vantagem da polícia em relação ao ladrão é que a primeira usa arma de fogo enquanto o segundo está restrito às armas brancas. c) Situações de exceção tendem a produzir, em parte da população, descrédito em relação às instituições de proteção da cidadania. d) A melhor maneira de se proteger é não sair à rua, pois pode haver conflitos entre policiais e ladrões, fazendo vítimas inocentes. e) As diferenças entre policiais e ladrões seriam claras na consciência dos indivíduos se as mães educassem melhor seus filhos a não cometer equívocos.
  • 44. TEMA 26: A UNIÃO CIVIL DE PESSOAS DO MESMO SEXO
  • 45.
  • 46.
  • 47.
  • 48.
  • 49. QUESTÃO SIMULADA SOBRE O TEMA 26 Leia o texto a seguir. Com vestidos de noivas e ternos, três casais gays [...] se apresentaram nesta quarta-feira no cartório de registro civil de Montevidéu para uma simulação de casamento, no lançamento de uma campanha em favor do casamento homossexual. (Folha de São Paulo, 19 maio 2010, Caderno Mundo. Disponível em: <http://www1.folha.uol.com.br/fsp>. Acesso em: 19 maio 2010.) Com base no texto e nos conhecimentos sobre os novos movimentos sociais, considere as afirmativas a seguir. I. Desde a segunda metade do século XX, o Ocidente vivencia a explosão de variados movimentos sociais cujo eixo são as políticas identitárias. II. Movimentos sociais são expressão de demandas do cotidiano que se transformam em reivindicações coletivas para a ampliação dos direitos de cidadania. III. O que diferencia o movimento gay em relação ao antigo movimento operário é a negação da instância política enquanto elemento mediador da ação reivindicativa. IV. Dentre as condições para a existência de movimentos sociais está o respeito aos valores morais tradicionais, como a aceitação da união heterossexual e a negação da homossexual. V. No Brasil a união de pessoas do mesmo sexo foi aprovada recentemente, dando ênfase ao movimento citado na reportagem e que parece se espalhar pelo mundo, pedindo a união civil homossexual. Assinale a alternativa correta. a) Somente as afirmativas I,II e V são corretas. b) Somente as afirmativas I e IV são corretas. c) Somente as afirmativas III e IV são corretas. d) Somente as afirmativas I, II e III são corretas. e) Somente as afirmativas II, III e IV são corretas.
  • 50. TEMA 27: A DEMOCRACIA E O LIBERALISMO BRASILEIRO
  • 51.
  • 52.
  • 53.
  • 54.
  • 55.
  • 56.
  • 57.
  • 58. QUESTÃO SIMULADA SOBRE O TEMA 27 Leia o texto a seguir. Na verdade, a ideologia impessoal do liberalismo democrático jamais se naturalizou entre nós. Só assimilamos efetivamente esses princípios até onde coincidiram com a negação pura e simples de uma autoridade incômoda, confirmando nosso instintivo horror às hierarquias e permitindo tratar com familiaridade os governantes. (HOLANDA, S. B. de. Raízes do Brasil. São Paulo: Companhia das Letras, 1995. p. 160.) O trecho de Raízes do Brasil ilustra a interpretação de Sérgio Buarque de Holanda sobre a tradição política brasileira.
  • 59. A esse respeito, considere as afirmativas a seguir. I. As mudanças políticas no Brasil ocorreram conservando elementos patrimonialistas e paternalistas que dificultam a consolidação democrática. II. A política brasileira é tradicionalmente voltada para a recusa das relações hierárquicas, as quais são incompatíveis com regimes democráticos. III. As relações pessoais entre governantes e governados inviabilizaram a instauração do fenômeno democrático no país com a mesma solidez verificada nas nações que adotaram o liberalismo clássico. IV. A cordialidade, princípio da democracia, possibilitou que se enraizassem, no país, práticas sociais opostas aos princípios do clientelismo político. Assinale a alternativa correta. a) Somente as afirmativas I e II são corretas. b) Somente as afirmativas I e III são corretas. c) Somente as afirmativas III e IV são corretas. d) Somente as afirmativas I, II e IV são corretas. e) Somente as afirmativas II, III e IV são corretas.
  • 60. TEMA 28: A ASCENSÃO DA CLASSE “C”
  • 61.
  • 62.
  • 63.
  • 64. QUESTÃO SIMULADA SOBRE O TEMA 28 Leia o texto abaixo: De repente, classe C Eu me considerava um rapaz razoavelmente feliz até descobrir que não sou mais pobre e que agora faço parte da classe C. Com a informação, percebi aos poucos que eu e minha nova classe somos as celebridades do momento. Todo mundo fala de nós e, claro, quer nos atingir de alguma forma. As empresas viram a luz em cima da minha cabeça e decidiram que minha classe é seu novo alvo de consumo. Antes, quando eu era pobre, de certo modo não existia para elas. Quer dizer, talvez existisse, mas não tinha nome nem capital razoável. De modo que agora elas querem me vender carros, geladeiras de inox, engenhocas eletrônicas, planos de saúde e TV por assinatura. Tudo em parcelas a perder de vista e com redução do IPI. MACHADO, L. De repente, classe C. Folha de S. Paulo, São Paulo, 15 jul., 2012. Adaptado. Disponível em: <http://www1.folha.uol.com.br/fsp/opiniao/54594-de-repente-classe- c.shtml>. Acesso em 16 jul. 2012. O texto acima corresponde a uma crítica à forma de estratificação que cria a chamada “Classe C”. Dentre os critérios de estratificação social estudados em Sociologia, quais são os principais paraa definição dessa “Classe C”? a) Renda e consumo. b) Escolaridade e renda. c) Consumo e capital cultural. d) Estilo de vida e acesso a direitos. e) Partido e consumo.
  • 65. TEMA 29: PROCESSOS DE NACIONALIZAÇÃO DE HIDROCARBONETOS EM PAISES LATINOS
  • 66.
  • 67.
  • 68.
  • 69. QUESTÃO SIMULADA SOBRE O TEMA 29 Nos últimos anos o Brasil tem enfrentado alguns conflitos diplomáticos e comerciais com vizinhos da América do Sul tendo em vista questões ligadas a energia e combustível. Sobre esses conflitos leia as afirmativas a seguir: I. O presidente do Paraguai Fernando Lugo assumiu o cargo em 2008 com a promessa de rever o Tratado de Itaipu, que reajustaria os valores da energia elétrica vendida ao Brasil. II. Com a nacionalização dos hidrocarbonetos, a Bolívia reajustou as tarifas do gás natural vendido ao Brasil, além de desapropriar refinarias da Petrobras no país. III. O Equador seguiu o mesmo caminho da Bolívia, nacionalizando várias empresas petrolíferas internacionais e desapropriando bens da Petrobras que investia nessa área. IV. Na Bolívia, conflitos entre o governo de Evo Morales e algumas províncias que reivindicam autonomia, resultaram em interrupção parcial do fornecimento de gás para o Brasil. a) As afirmativas I, II e III estão corretas. b) As afirmativas I, II e IV estão corretas. c) As afirmativas II, III e IV estão corretas. d) Todas as afirmativas estão corretas. e) Nenhuma das afirmativas está correta.
  • 70. QUESTÃO SIMULADA SOBRE O TEMA 29 OBSERVE A CAPA DA REVISTA VEJA CIRCULAÇÃO NACIONAL EM 2008
  • 71. A capa da revista ilustra mudanças políticas na tradicional relação entre os Estados latino- americanos, antes aliados na busca de maior autonomia. Uma dessas mudanças pode ser exemplificada por: a) estatização dos recursos naturais da Bolívia. b) implementação da política livre-cambista da Argentina. c) ampliação do movimento de privatizações na economia da Venezuela. d) incorporação do socialismo cubano ao projeto nacionalista da Colômbia.
  • 72. TEMA 30: DIREITOS E DEVERES DO CIDADÃO
  • 74. CIDADANIA - ORIGEM:  A origem da palavra cidadania vem do latim “civitas”, que quer dizer cidade.  A palavra cidadania foi usada na Roma antiga para indicar a situação política de uma pessoa e os direitos que essa pessoa tinha ou podia exercer.
  • 75. CONCEITO  Um conjunto de direitos e liberdades políticas, sociais e econômicas, já estabelecidos ou não pela legislação.  É o direito a ter direitos. (Hannah Arendt)
  • 76. ALICERCES DA CIDADANIA E O SEU DESENVOLVIMENTO
  • 77. A cidadania na Antiguidade  As cidades-Estado na Antiguidade Clássica;  A contribuição do cristianismo.
  • 78. Os alicerces da cidadania A Revolução Americana – cultura cívica, o valor da liberdade;  A Revolução Francesa – a liberdade como fim último;  A consagração dos direitos da liberdade.
  • 79. O desenvolvimento da cidadania  O surgimento dos direitos sociais – a contribuição de Marx  O processo de multiplicação dos direitos (BOBBIO) e a especificação dos sujeitos de direito – o reconhecimento da cidadania p/ as mulheres  O reconhecimento do direito a autodeterminação dos povos – a existência de um Estado independente como condição para o exercício da cidadania;  A questão das minorias e o reconhecimento de direitos para os “excluídos”  A cidadania e o meio ambiente
  • 80. “A cidadania expressa um conjunto de direitos que dá à pessoa a possibilidade de participar ativamente da vida e do governo de seu povo. Quem não tem cidadania está marginalizado ou excluído da vida social e da tomada de decisões, ficando numa posição de inferioridade dentro do grupo social”. (DALLARI, Dalmo. Direitos Humanos e Cidadania. São Paulo: Moderna, 1998)
  • 81.  “Os conceitos de cidadania, democracia e direitos humanos estão intimamente ligados, um remete ao outro, seus conteúdos interpenetram-se: a cidadania não é constatável sem a realização dos Direitos Humanos, da mesma forma que os Direitos Humanos não se concretizam sem o exercício da democracia”. (Milena Peffers Meio – Cidadania: Subsídios para uma nova práxis in Direitos Humanos como Educação para a Justiça)
  • 82.
  • 83.
  • 84.
  • 85. QUESTÃO SIMULADA SOBRE O TEMA 30 A ética precisa ser compreendida como um empreendimento coletivo a ser constantemente retomado e rediscutido, porque é produto da relação interpessoal e social. A ética supõe ainda que cada grupo social se organize sentindo-se responsável por todos e que crie condições para o exercício de um pensar e agir autônomos. A relação entre ética e política é também uma questão de educação e luta pela soberania dos povos. É necessária uma ética renovada, que se construa a partir da natureza dos valores sociais para organizar também uma nova prática política. CORDI et al. Para filosofar. São Paulo: Scipione, 2007 (adaptado). O Século XX teve de repensar a ética para enfrentar novos problemas oriundos de diferentes crises sociais, conflitos ideológicos e contradições da realidade. Sob esse enfoque e a partir do texto, a ética pode ser compreendida como a) instrumento de garantia da cidadania, porque através dela os cidadãos passam a pensar e agir de acordo com valores coletivos. b) mecanismo de criação de direitos humanos, porque é da natureza do homem ser ético e virtuoso. c) meio para resolver os conflitos sociais no cenário da globalização, pois a partir do entendimento do que é efetivamente a ética, a política internacional se realiza. d) parâmetro para assegurar o exercício político primando pelos interesses e ação privada dos cidadãos. e) aceitação de valores universais implícitos numa sociedade que busca dimensionar sua vinculação à outras sociedades.