O Aprovisionamento 
O APROVISIONAMENTO GERE TODO O CICLO 
ENTRE EMPRESA E FORNECEDORES E OS 
PRODUTOS A ADQUIRIR, ESTE CON...
Tipo de Aprovisionamento 
•Gestão de Artigos 
•Orçamentos Encomendas Stocks 
•Aprovisionamento - Permite uma boa gestão de...
Gestao de Stocks 
Gestão de stocks é uma área da administração das empresas. O desempenho 
nesta área tem reflexos imediat...
Custos 
Custos de aprovisionamento - correspondem ao custo de processamento da 
encomenda, que poderá ser a compra feita a...
Controlo de Stocks 
O controlo de stocks e a sua localização em armazém é efetuado com recurso a 
tecnologias de ponta: Có...
Segurança de Stocks 
O stock de segurança é determinado directamente através de previsões. Não 
conseguindo serem estas pr...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Aprovisionamento

0 visualizações

Publicada em

O aprovisionamento gere todo o ciclo entre empresa e fornecedores e os produtos a adquirir, este conceito está relacionado com a logística de entrada. Designa-se como aprovisionamento o processo que vai desde a entrada até ao momento da produção.

Publicada em: Educação
1 comentário
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • eu sou registrado como aprovisionador, mais este registro na existe na cbo, como o cargo de aprovisionador exerce a função de comprador, ultilizando o registro nao precisam me pagar o piso de comprador, devo requerer na justiça a equipação do mesmo? ja que trabalhei como comprador, nao estava registrado como mesmo e meu salario fica muito abaixo do piso pois eu recebia 1,000 reais mensais.
       Responder 
    Tem certeza que deseja  Sim  Não
    Insira sua mensagem aqui
  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
0
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
0
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
6
Comentários
1
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Aprovisionamento

  1. 1. O Aprovisionamento O APROVISIONAMENTO GERE TODO O CICLO ENTRE EMPRESA E FORNECEDORES E OS PRODUTOS A ADQUIRIR, ESTE CONCEITO ESTÁ RELACIONADO COM A LOGÍSTICA DE ENTRADA. DESIGNA-SE COMO APROVISIONAMENTO O PROCESSO QUE VAI DESDE A ENTRADA ATÉ AO MOMENTO DA PRODUÇÃO.
  2. 2. Tipo de Aprovisionamento •Gestão de Artigos •Orçamentos Encomendas Stocks •Aprovisionamento - Permite uma boa gestão de compras apoiada pela informação do stock mínimos e do cálculo de necessidades. Fornece, em tempo real, os resumos de compras e necessidades de fornecimento com registo das datas dos mesmos, datas de entrega, preços. •Gestão de Informação •Planeamento •Controle Online - Todas as aplicações (módulos) podem trabalhar em conjunto para obter de forma rápida e em tempo real toda a informação necessária • à flexibilidade nas tomada de decisão • à prestação de serviços ao cliente; •Personalização Apostamos sempre na flexibilidade dos nossos softwares proporcionando uma adaptação rápida aos mesmos por parte das organizações. Por outro lado, por serem sistemas abertos permitem a personalização de funções que vão de encontro a necessidades particulares.
  3. 3. Gestao de Stocks Gestão de stocks é uma área da administração das empresas. O desempenho nesta área tem reflexos imediatos nos resultados comerciais e financeiros da empresa.
  4. 4. Custos Custos de aprovisionamento - correspondem ao custo de processamento da encomenda, que poderá ser a compra feita a um fornecedor, mas também aos custos associados à inspeção e transferência do material, assim como os custos relativos à produção. Custos de posse - são os custos directamente relacionados com a manutenção dos artigos em stock, poderão ser de obsolescência, de deterioração, impostos, seguros, custo do armazém e sua manutenção e custos do capital. Custos de rotura - estes custos surgem quando não há material disponível para fazer face ao (s) pedido (s) do (s) cliente (s). Com isso, não só são gastas mais horas e trabalho na elaboração de novos pedidos, como em casos extremos poderá levar à perda do (s) cliente (s) Embora estes sejam considerados os três principais custos associados à gestão de stocks, refere ainda um quarto grupo, designado por custo associado à capacidade, que é os custos relacionados com questões laborais como horas extraordinárias, subcontratações, despedimentos, formações e períodos de inatividade por parte do trabalhador.
  5. 5. Controlo de Stocks O controlo de stocks e a sua localização em armazém é efetuado com recurso a tecnologias de ponta: Código de Barras, Radiofrequência, Ficheiros Informáticos, Internet, EDI. Adaptáveis às várias possíveis necessidades, os nossos Sistemas de Informação estão preparados para responder aos avanços tecnológicos: Multicliente, Multa armazéns, Captura do número de Série, Controlo de Prazos de Validade, Gestão de Lotes, etc.
  6. 6. Segurança de Stocks O stock de segurança é determinado directamente através de previsões. Não conseguindo serem estas previsões absolutamente exactas, o stock de segurança irá funcionar como uma protecção quando a procura atinge valores superiores ao esperado. Como foi referido anteriormente as principais variáveis a ter em conta são a procura e o tempo de aprovisionamento designado também por prazo de entrega. É nestas variáveis que o stock de segurança irá desempenhar um papel fundamental na medida em que a satisfação da procura terá que ser garantida nas situações em que o prazo de aprovisionamento é superior ao valor médio previsto, a procura é superior ao valor médio previsto e no caso de as duas situações acontecerem simultaneamente.

×