 Para   que serve o aprovisionamento?O aprovisionamento é um processo que abrange  vários aspectos na relação entre forne...
   Caracterização dos diferentes tipos de    aprovisionamento? Disponibiliza informação actualizada sobre os bens e servi...
   Controlo de stocks – como se faz?O controlo de stocks implica diferentes tipos de operações:A armazenagem com as respe...
   Stock de segurança – o que é e para o    que serve?   O stock de segurança é determinado directamente    através de p...
É nestas variáveis que o stock de segurança irá desempenhar   um papel fundamental na medida em que a satisfação da   proc...
   Stock de segurança serve para compensar    variações no consumo médio mensal e no tempo    de reposição, considerando ...
Custos dos Stocks?Os stocks suportam, para além do custo de ruptura, duas    espécies de custo: custo de passagem encomend...
   Custo de Passagem: O custo de passagem, que    corresponde a 1% - 2% do montante total das    encomendas, compreende t...
Aprovisionamento
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Aprovisionamento

1.063 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.063
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
17
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Aprovisionamento

  1. 1.  Para que serve o aprovisionamento?O aprovisionamento é um processo que abrange vários aspectos na relação entre fornecedores e empresa, constituindo um conjunto de atos administrativos.
  2. 2.  Caracterização dos diferentes tipos de aprovisionamento? Disponibiliza informação actualizada sobre os bens e serviços existentes nos contratos públicos de aprovisionamento e respectivos concursos públicos;Permite a consulta "on-line" sobre os concursos públicos, incluindo os programas de concurso e cadernos de encargos, admitindo a apresentação da proposta via internet;Comparação "on-line" dos bens e serviços constantes do catálogo para ajuda à decisão de compra;Importação de dados previamente seleccionados para processamento e impressão, incluindo formulários para proceder a consultas e encomendas.
  3. 3.  Controlo de stocks – como se faz?O controlo de stocks implica diferentes tipos de operações:A armazenagem com as respectivas entradas, armazenamento e saída de artigos;A existência de um ficheiro de stocks;Imputação contabilística das entradas e saídas;Classificação dos stocks em categorias.
  4. 4.  Stock de segurança – o que é e para o que serve? O stock de segurança é determinado directamente através de previsões. Não conseguindo serem estas previsões absolutamente exactas, o stock de segurança irá funcionar como uma protecção quando a procura atinge valores superiores ao esperado. Como foi referido anteriormente as principais variáveis a ter em conta são a procura e o tempo de aprovisionamento designado também por prazo de entrega.
  5. 5. É nestas variáveis que o stock de segurança irá desempenhar um papel fundamental na medida em que a satisfação da procura terá que ser garantida nas situações em que o prazo de aprovisionamento é superior ao valor médio previsto, a procura é superior ao valor médio previsto e no caso de as duas situações acontecerem simultaneamente. É ainda importante referir a relação directa existente entre o aumento dos stocks de segurança.Aumento dos custos de ruptura e dos níveis de serviço;Descida dos custos de posse;Maiores variações na procura;Maiores variações no prazo de entrega (tempo de aprovisionamento).
  6. 6.  Stock de segurança serve para compensar variações no consumo médio mensal e no tempo de reposição, considerando que estes dois itens são variáveis, devido a sazonalidade, etc.
  7. 7. Custos dos Stocks?Os stocks suportam, para além do custo de ruptura, duas espécies de custo: custo de passagem encomenda para a constituição e reabastecimento e que vai somar-se ao preço de compra artigos e custo de posse inerente à sua existência e que vai agravar os preços de saída de armazém.
  8. 8.  Custo de Passagem: O custo de passagem, que corresponde a 1% - 2% do montante total das encomendas, compreende todos os gastos devidos ao procedimento de compra, como remunerações e encargos com os agentes do aprovisionamento, estudos de mercado, despesas com negociações, redacção das encomendas, controlo dos prazos, relance aos fornecedores, controlo das entregas e conferência das facturas. Custo de Posse:O custo de posse do stock compreende duas categorias de despesas: o interesse financeiro dos capitais imobilizados que se situa entre 10 e 15% e os gastos de armazenagem que podem atingir 5 a 10% do valor imobilizado.

×