O slideshow foi denunciado.
Seu SlideShare está sendo baixado. ×

Inovação e Desenvolvimento Científico e Tecnológico

Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio

Confira estes a seguir

1 de 25 Anúncio

Inovação e Desenvolvimento Científico e Tecnológico

Baixar para ler offline

Apresentação realizada em mesa redonda no III Simpósio Brasileiro de Pesquisa Aplicada e Inovação. Além de questões conceituais sobre inovação, discutimos conquistas e desafios do sistema brasileiro de CT&I.

É apresentado, também, o projeto de elaboração do Plano Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação de Santa Catarina, fundamentado na coprodução de mais de 1 mil indivíduos da academia, empresas, governo ou sociedade civil organizada, que ofereceram análises de percepção e 450 propostas de melhoria para o sistema catarinense de CT&I.

Estas propostas foram analisadas por representantes de organizações dos mesmos setores, que elaboraram objetivos e ações estratégicas para o plano estadual de CT&I.



Apresentação realizada em mesa redonda no III Simpósio Brasileiro de Pesquisa Aplicada e Inovação. Além de questões conceituais sobre inovação, discutimos conquistas e desafios do sistema brasileiro de CT&I.

É apresentado, também, o projeto de elaboração do Plano Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação de Santa Catarina, fundamentado na coprodução de mais de 1 mil indivíduos da academia, empresas, governo ou sociedade civil organizada, que ofereceram análises de percepção e 450 propostas de melhoria para o sistema catarinense de CT&I.

Estas propostas foram analisadas por representantes de organizações dos mesmos setores, que elaboraram objetivos e ações estratégicas para o plano estadual de CT&I.



Anúncio
Anúncio

Mais Conteúdo rRelacionado

Semelhante a Inovação e Desenvolvimento Científico e Tecnológico (20)

Mais de Roberto C. S. Pacheco (20)

Anúncio

Mais recentes (20)

Inovação e Desenvolvimento Científico e Tecnológico

  1. 1. A Inovação como desenvolvimento científico e tecnológico do Brasil Mesa Redonda 27.10.2017 Roberto C. S. Pacheco EGC/UFSC
  2. 2. Agenda
  3. 3. Por que inovar? https://www.innovators.org/blog/5-ways-innovation-helps-scale-business/
  4. 4. Para empregar melhor Tipo da empresa Remuneração (R$/mês) Escolaridade Tempo de emprego Inovam e diferenciam produto 1.255 9 anos 54 meses Especializadas em produtos padronizados 749 7,6 anos 44 meses Não diferenciam produtos e têm produtividade menor 431 6,9 anos 35 meses Fonte: Brasil: o estado de uma nação. André Gambier Campos, Ricardo L. C. Amorim e Ronaldo Coutinho Garcia (editores) / Brasília, 2007 http://www.ipea.gov.br/sites/000/2/livros/Livro_estadonacao2007.pdf Quem não inova emprega paga menos e por menos tempo!
  5. 5. Inovar promove desenvolvimento Média: U$ 2,26 mil/ton Importados brasileiros (2005) Petróleo U$ 335/ton Autopeças U$ 6,4 mil/ton Circuitos Integrados U$ 640 mil/ton Média: U$ 215 mil/ton Exportados brasileiros (2005) Minério de ferro U$ 25/ton Soja U$ 225/ton Automóveis U$ 6,52 mil/ton Quem não inova tem balança comercial negativa (se continuar global)
  6. 6. O que é inovar? https://www.linkedin.com/pulse/top-management-wants-more-innovation-yes-what-nicolas-persignat
  7. 7. Inovação é a criação de um novo valor de consumo no mercado com um modelo de negócio sustentável para que a empresa permaneça produzindo-o. Curtis Carlson SRI - Stanford Research Institute Obama´s Innovation Adviser • Inovar é criar e entregar valor • É o beneficiário quem avalia esse valor • Inovação deve ter um modelo de negócio sustentável O que é inovação ?
  8. 8. Pesquisa Básica Pesquisa Aplicada Desenvolvimento experimental Inovação E a inovação tecnológica? Investigação original realizada com o objetivo de adquirir novos conhecimentos especificamente voltados a um objetivo prático. Todo e qualquer Conhecimento introduzido e utilizado em um processo econômico ou social (na forma de bem ou serviço) Pressupõe introdução de novo em produto ou processo adquirido (comprado) por beneficiário, por meio de modelo de negócio sustentável (Carlson, 2006) Trabalho sistemático sobre conhecimento existente adquirido pela pesquisa e/ou pela experiência prática, que é direcionado a produzir novos materiais, produtos ou para instalar novos processos, sistemas ou serviços ou para melhorá-los substancialmenteTrabalho teórico ou experimental realizado prioritariamente para adquirir novo conhecimento sobre um fenômeno, sem qualquer preocupação com aplicação ou uso. Fonte: OCDE, 2010
  9. 9. Como inovar?
  10. 10. Fonte: Hitendra Patel (adaptado) Como ocorre a inovação? Versão pragmática
  11. 11. Como ocorre a inovação? Fonte: Pacheco, Manhães e Uriona 2017 Inovação é resultado multidimensional da coprodução de múltiplos atores e fatores
  12. 12. Inovação e Coprodução O Plano Catarinense de CT&I como resultado da coprodução
  13. 13. Plano e Desenvolvimento em CTI Capacitores Instituições Infraestrutura Desenvolvimento Regional Potencializadores Mercado Educação Geradores de Valor Ciência Tecnologia Inovação
  14. 14. Análise de percepção em CTI V CECTI 2015 (1078 Participantes)
  15. 15. Da percepção à proposição 450 PROPOSTAS ORIUNDAS DE 6 MESORREGIÕE
  16. 16. Coprodução de objetivos e ações estratégicas 30 representantes de organizações catarinenses de CTI elaboraram 20 objetivos estratégicos
  17. 17. Ciclo de coprodução para inovação Programa Análise de Percepção Propostas Mapa Estratégico Governança e Avaliação
  18. 18. Conquistas http://madaid.org/conquer-ptsd/
  19. 19. Conquistas Inovação = P&D + Mercado -> Competitividade Multidisciplinaridade -> Pesquisa Aplicada Interdisciplinaridade -> P&D Transdisciplinaridade -> Inovação Compreensão: COMPLEXIDADE O caminho da pesquisa à inovação é complexo e multifacetado Framework: inovação sob a perspectiva da interdisciplinaridade. Pacheco, Maldonado e Uriona, 2017.
  20. 20. Conquistas Sociedade -> Demanda e cultura Empresa -> Mercado e Competitividade Universidade -> Formação e Conhecimento Governo -> Planeja e Financia Legislativo -> Regula e Incentiva https://worldbusinessincubation.files.wordpress.com/2013/08/innovation-ecosystem-model1.jpg Somente coprodução virtuosa pode levar à inovação sustentável Conscientização: COPRODUÇÃO
  21. 21. DESAFIOS http://ezako.com/wp-content/uploads/2016/05/Telecom_Challenges_2016.jpg
  22. 22. DESAFIOS Autocrítica Cada partícipe dos ecossistemas de CT&I deveria ter clara a distância entre sua atuação atual e o que é necessário para um sistema virtual. Exemplo: Nas Universidades  Concursos disciplinares  Currículos ultrapassados  Internacionalização  Modalidade Profissional efetiva na PG http://pdimagemecarreira.com/principal/wp-content/uploads/2015/10/comparacao.jpg
  23. 23. DESAFIOSAvaliação de PD&I Há de se diferenciar o propósito e consequências dos diferentes tipos de avaliação: I. Avaliação de eficiência no uso de recursos e no alcance de resultados (governança e prestação de contas); II. Avaliação de performance em pesquisa (bibliometria, avaliação por pares) III.Avaliação de impacto ex-ante ou ex-post de tecnologia e inovação na sociedade (avaliação de impacto). • Salles-Filho et. al (2011)Modelo Lógico da Kellogg Foundation
  24. 24. DESAFIOS Alteridade Institucional Ainda há muita dificuldade de compreensão sobre a diferenciação e complexidade de P&D e inovação:  Compra governamental indutora  Uso correto dos incentivos fiscais  Controle da gestão x gestão do controle http://padmashanti.blogspot.com.br/2011/03/alteridade.html
  25. 25. Pesquisa Aplicada e Inovação Roberto C. S. Pacheco Pacheco@egc.ufsc.br

×