O slideshow foi denunciado.
Seu SlideShare está sendo baixado. ×

Empreendedorismo e Inovação na Educação Superior

Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Carregando em…3
×

Confira estes a seguir

1 de 29 Anúncio
Anúncio

Mais Conteúdo rRelacionado

Diapositivos para si (19)

Semelhante a Empreendedorismo e Inovação na Educação Superior (20)

Anúncio

Mais de Roberto C. S. Pacheco (20)

Mais recentes (20)

Anúncio

Empreendedorismo e Inovação na Educação Superior

  1. 1. EMPREENDEDORISMO E INOVAÇÃO NA EDUCAÇÃO SUPERIOR Roberto C. S. Pacheco Programa de Pós-Graduação em Engenharia e Gestão do Conhecimento Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC)
  2. 2. AGENDA 1. Empreendedorismo (E) 2. Inovação (I) 3. E+I na Educação Superior (ES) 4. Como estamos 5. Caso recente ES + I + E 6. Considerações finais
  3. 3. 1 – EMPREENDEDORISMO O que é? Por que é importante?
  4. 4. O QUE É EMPREENDEDORISMO Empreendedorismo é a criação de novos negócios por indivíduos ou pequenos grupos, em que o empreendedor assume o papel de um agente de mudança na sociedade, iniciando um processo empresarial que leve à mudança socioeconômica e cultural Kent, Calvin A., Donald L. Sexton, and Karl H. Vesper., 1982 Fonte: https://economia.ig.com.br/financas/seunegocio/2013-05-20/vendedor-de-hot-dog-fatura-r-108-mil-por-ano-e-pode-se-candidatar-a-vereador.html Enéas Gonçalves Dias e sua funcionária São Bernardo do Campo, SP
  5. 5. 321 64% das vagas nos USA (SBA) 50% de novos empregos no Brasil (Endeavor) EMPREGOS U$ 2.8 trilhões em 2019 gerados por startups (GSER) ECONOMIA DO CONHECIMENTOMEI arrecadou R$ 1,7 bilhão em 2017 (RF) RECEITAS Por que o Empreendedorismo é importante
  6. 6. 2 – INOVAÇÃO O que é? Por que é importante?
  7. 7. O QUE É INOVAÇÃO Inovação é a implementação de um produto (bem ou serviço) novo ou significativamente melhorado, processo, novo método de marketing, ou novo método nas práticas dos negócios, no local de trabalho ou nas relações externas da organização. Manual de Oslo, 2005 Fonte: https://economia.ig.com.br/financas/seunegocio/2013-05-20/vendedor-de-hot-dog-fatura-r-108-mil-por-ano-e-pode-se-candidatar-a-vereador.html 5MB em 1956 4 GB em 2004
  8. 8. 321 Destruição criativa Melhoria da situação financeira de filhos em relação a pais PROGRESSO Inovação tem sido o principal fator de separação entre nações desenvolvidas e em desenvolv. ECONOMIA DO CONHECIMENTOImportar circuito integrado a U$ 215 mil/ton E exportar Minério de Ferro a U$ 25/ton COMPETITIVIDADE Por que o Inovação é importante
  9. 9. 3 – E+I NA EDUCAÇÃO SUPERIOR Ecossistemas e o círculo virtuoso da inovação e do empreendedorismo
  10. 10. QUEM SÃO OS ATORES RESPONSÁVEIS? Triângulo de Sábato Jorge de Sábato 1969 Vannevar Bush Modelo Linear 1945 Henry Etzkowitz Hélice Tríplice 1996 Loe Leydesdorff
  11. 11. CÍRCULO VIRTUOSO Universidades Institutos de P&D CAPITAL HUMANO E P&D Modelo Sistêmico 199 9
  12. 12. EXEMPLO: FORMAÇÃO + IDEIA + $$ Fonte Brito Cruz, FAPESP, 2019 http://fapesp.br/eventos/2019/13067/brito.pdf No Mestrado... No Doutorado...
  13. 13. RESULTADO: EMPRESA INTERNACIONAL Fonte Brito Cruz, FAPESP, 2019 http://fapesp.br/eventos/2019/13067/brito.pdf Paulo Gurgel Pinheiro
  14. 14. 4 – COMO ESTAMOS? Como está a relação U-E no País e quais são as perspectivas?
  15. 15. COMO ESTAMOS? Fonte Brito Cruz, FAPESP, 2019 http://fapesp.br/eventos/2019/13067/brito.pdf QUALIDADE DA NOSSA CIÊNCIA
  16. 16. COMO ESTAMOS? Fonte Brito Cruz, FAPESP, 2019 http://fapesp.br/eventos/2019/13067/brito.pdf PRODUÇÃO CONJUNTA U-E
  17. 17. Fonte Brito Cruz, FAPESP, 2019 http://fapesp.br/eventos/2019/13067/brito.pdf COMO ESTAMOS?
  18. 18. Fonte Brito Cruz, FAPESP, 2019 http://fapesp.br/eventos/2019/13067/brito.pdf COMO ESTAMOS? INVESTIMENTOS
  19. 19. 5 – CASO RECENTE DE I + E + ES Como podemos criar programas conjuntos U-E para melhorar a ES?
  20. 20. ECOSSISTEMA DE FLORIANÓPOLIS Qual é o papel da educação superior?
  21. 21. 01 02 03 04 Disrupçãoda transformaçãodigital Competênciasalinhadas com desafios contemporâneos Estudantes motivados e com perspectivas Planos e métodos de Ensino contemporâneos EMPRESAS: Não estamos satisfeitas HABITATS DE INOVAÇÃO Estamos preocupados UNIVERSIDADE O que podemos fazer além do que já realizamos?
  22. 22. Academia Sapientia – Desafio Sustentabilidade Inovação em Sustentabilidade Desafio 1 Inovação de Produto em Negócios de Impacto Balanço Hídrico: Consumo água da Fornecedora (m³) Balanço Energético: Consumo energia elétrica (kWh) Manejo de Resíduos Sólidos: Geração de Resíduos Sólidos Comuns (kg) Desafio 2 Melhoria dos Indicadores de Sustentabilidade Times de Empresas Juniores CCA – ANALIZE CCB – Simbiosis CCE - Comunica!, Uipi CCJ - Locus Iuris CCS - Nutri Jr., Qualifon Jr. CFH - Tétis CFM - Reação Jr. CSE - Ação Júnior CTC – Autojun, C2E, Caltech, CONAQ, EJEP, EJESAM, EPEC, i9 Consultoria, PIXEL ...
  23. 23. PROGRAMA SAPIENTIA (PROJETO ALEXANDRIA)
  24. 24. RESULTADOS
  25. 25. RESULTADOS https://www.linkedin.com/posts/henrique-ternes-moresco-04336a165_sapientia-inovaaexaeto-activity- 6578673531251417088-yXde
  26. 26. 5 – CONSIDERAÇÕES FINAIS
  27. 27. O QUE PODEMOS FAZER NO PAÍS GOVERNO • Coprodução com U e com E • Investimentos em PDI e ES • Incentivos à Inovação • Desburocratização • Marcos regulatórios ágeis UNIVERSIDADE • Coprodução com G e E • Formação adequada às demandas do século XXI • Avaliação e incentivo ao docente e discente empreendedores • Internacionalização da graduação e da pós- graduação EMPRESAS • Coprodução com G e U • Valorização do ciclo de PDI • Valorização da capacitação de seus recursos humanos • Benchmark internacional de seu portfólio Como Melhorar nosso ciclo E+I+ES ?
  28. 28. EMPREENDEDORISMO E INOVAÇÃO NA EDUCAÇÃO SUPERIOR Roberto C. S. Pacheco Programa de Pós-Graduação em Engenharia e Gestão do Conhecimento Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC)

Notas do Editor

  • Fonte: Knowledge production and innovation. Knowledge production and innovation in the context of the knowledge economy, knowledge society (knowledge democracy), and the natural environments of society. Modified from Carayannis and Campbell ([2012], p. 18), Etzkowitz and Leydesdorff ([2000], p. 112) and Danilda et al. ([2009]). https://innovation-entrepreneurship.springeropen.com/articles/10.1186/2192-5372-1-2

×