9º ano B - Impactos ambientais da industrialização

5.076 visualizações

Publicada em

  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

9º ano B - Impactos ambientais da industrialização

  1. 1. Turma: 9º B Projeto Interdisciplinar:A ARTE DA SUSTENTABILIDADE
  2. 2. A ARTE DA SUSTENTABILIDADEImpactos ambientais da industrialização: O consumo de recursos naturais para a industrialização.
  3. 3. Recursos Naturais• O Homem precisa retirar da Natureza, recursos indispensáveis para sua sobrevivência.• O avanço da ciência e da tecnologia X qualidade de vida• Alterações do equilíbrio natural dos ecossistemas.• Gestão sustentável dos recursos da Natureza.
  4. 4. O que são recursos naturais?• Tudo o que existe na Natureza e serve para satisfazer as necessidades da Humanidade.• Classificação:  Recursos Minerais  Recursos Biológicos  Recursos Hídricos  Recursos Energéticos.• Podem ainda dividir-se em Recursos Renováveis e Recursos Não Renováveis.
  5. 5. Recursos Minerais• Os recursos minerais são concentrações de rochas e minerais que constituem a crosta terrestre.• Classificação: Metálicos Não metálicos.
  6. 6. Consequências da Utilização dos Recursos Minerais• A exploração mineira é a causadora de poluição ambiental, alterando profundamente a paisagem da região onde está inserida.• A extração dos recursos minerais do subsolo deve ser feita em equilíbrio com a Natureza, de forma a salvaguardar o meio ambiente para as gerações futuras.
  7. 7. Recursos Biológicos• Conjunto de materiais e energia que o homem pode obter a partir de outros seres vivos.• Estes são explorados na: Agricultura Caça Pecuária Pesca Florestas (essencialmente para a fabricar papel).
  8. 8. Consequências da Utilização dos Recursos Biológicos• Os recursos biológicos são considerados como inesgotáveis, pois é possível a sua renovação. Mas a sua sobre exploração (recolhem-se demasiados produtos de uma vez só), pode levar à sua exaustão.• A perda da biodiversidade é a principal consequência da exploração dos recursos biológicos.
  9. 9. Recursos Hídricos• A quantidade de água superficial e subterrânea que está à disposição do Homem.• A água doce do planeta é utilizada, com grande desperdício, no consumo doméstico, na agricultura e nas atividades industriais.• Cerca de 10% da água utilizada no Mundo destina-se ao consumo doméstico.
  10. 10. Consequências da Utilização dos Recursos Hídricos• A água, apesar de ser considerada como um recurso natural renovável, pode vir a ser considerado como um recurso limitado.• Quanto maior for o consumo de água, maiores serão os riscos da qualidade da água diminuir.
  11. 11. Recursos Energéticos• Os recursos energéticos englobam uma grande variedade de fontes de energia que podem dividir-se em renováveis e não renováveis.• Energias Renováveis Hidroelétrica Solar Eólica Geotérmica Biomassa Marés.
  12. 12. • Energias Não Renováveis• Combustíveis fósseis (carvão, petróleo e gás natural)• Os Combustíveis fósseis são a matéria-prima para uma série de materiais do nosso cotidiano.
  13. 13. Impactos Ambientais Da Industrialização
  14. 14. Industrialização Atualmente• O Brasil é considera do um país emergente ou em desenvolvimento, apesar disso está quase um século atrasado industrialmente e tecnologicamente em relação às nações que ingressaram no processo de industrialização no momento em que a Primeira Revolução Industrial entrou em vigor, como Inglaterra, Alemanha, França, Estados Unidos, Japão e outros.
  15. 15. Divisão• A industrialização no Brasil é dividida em quatro períodos principais:• 1º Período– Proibição (1822 a 1930)• 2º Período- Implantação (1930 a 1956)• 3º Período -Revolução Industrial Brasileira (1956 a 1989)• 4º Período– internacionalização (1989 aos dias atuais)
  16. 16. Consequências do Descarte e ConsumoTipos de Poluição• Poluição atmosférica• Troposfera• Estratosfera• Poluição da água• Poluição do solo• Poluição térmica
  17. 17. Problemas• poluição do ar e da água , gerando situações de graves riscos a saúde da população, sobretudo para as famílias mais pobres que passam a residir exatamente nos lugares mais poluídos, porque desvalorizados. Desse modo, os efeitos da degradação ambiental não são distribuídos igualmente pelo conjunto da população.
  18. 18. 1º Revolução Industrial• A partir do século XVIII, a ciência ingressou em um constante processo de evolução, que desencadeou uma série de novas tecnologias que transformaram de forma rápida a vida do homem, sobretudo, no modo de produzir mercadorias. Nesse último caso, serviu principalmente ao setor industrial, acelerando o desenvolvimento do sistema capitalista. Essa acelerada transformação no setor produtivo industrial é denominada historicamente como Revolução Industrial.
  19. 19. 2º Revolução Industrial• Principais características da Segunda Revolução Industrial• Principais invenções tecnológicas deste período
  20. 20. 3º Revolução Industrial• A tecnologia se refina, aprimorando antigas invenções, criando novas ou estabelecendo conexões inusitadas entre os diferentes ramos da ciência. A informática produz computadores e softwares; a microeletrônica, chips, transistores e inúmeros produtos eletrônicos. Surge a robótica.
  21. 21. Desgaste da Natureza• A natureza vem sendo transformada pelo homem que destrói e contribui na maioria das vezes com a extinção de espécies animais e vegetais existentes no planeta, também colabora através de práticas inconsequentes para a poluição do ar, do solo e principalmente da água. Nossa saúde está integrada ao meio ambiente, por isso se este estiver sendo negligenciado, pense, que com ele está sendo destruída principalmente a vida que inclui, o nosso bem estar e o de todos os seres vivos, conseqüentemente, o futuro deste planeta.• A preocupação com o meio ambiente deve fazer parte da vida de cada cidadão, e dos governantes. Todos devem tornar as cidades em que vivemos um lugar prazeroso e saudável. O tratamento de esgoto, a fiscalização das indústrias, a criação de parques e praças com muito verde, a fiscalização das áreas de preservação ambiental são algumas das atribuições que os governantes e cidadãos têm por obrigação zelar.
  22. 22. Poluição AtmosféricaConceito: A poluição atmosférica (ou do ar) pode ser definida como a introdução na atmosfera de qualquer matéria ou energia que venha a alterar as propriedades dessa atmosfera, afetando, ou podendo afetar a saúde.
  23. 23. Geração da poluição:• Queima de combustíveis fósseis• Setores industriais• Veículos motorizadosCombustível que mais polui a atmosfera:• Diesel
  24. 24. Principais poluentes primário e secundário:Primário:• Óxidos de enxofre• Óxidos de azoto• Monóxido de carbono• Compostos Orgânicos VoláteisSecundário:• Os poluentes secundários são resultantes de transformações físicas e químicas na atmosfera, por parte de poluentes primários
  25. 25. Problemas gerados por essa poluição do ar:Ambientais:• Chuva ácida• Efeito estufaSaúde humana:• Doenças respiratória• Irritação na pele
  26. 26. Índice da qualidade do ar:• É um indicador padronizado do nível de poluição do ar numa determinada zona, e resulta de uma média aritmética calculada para cada indicador, de acordo com os resultados de várias estações da rede de medição da zona.
  27. 27. Projeto de Montreal:• É um tratado internacional em que os países signatários se comprometem a substituir as substâncias que se demonstrou estarem reagindo com o ozônio (O3) na parte superior da estratosfera• "Talvez seja o mais bem sucedido acordo internacional de todos os tempos…"
  28. 28. Protocolo de Quioto:• Seu principal objetivo é estabilizar a emissão de gases de efeito estufa (GEE) na atmosfera e assim frear o aquecimento global e seus possíveis impactos.
  29. 29. A poluição da água e do solo
  30. 30. Principais fontes de poluição das águasA água pode conterbarro, areia e outrasimpurezas. Um grandeperigo de contaminação daágua está, por exemplo, napresença de produtosquímicos tóxicos oumicroorganismos quetornam a água poluída.
  31. 31. O lançamento de esgoto nos rios e lagos• Oceanos, lagos, mares e rios, sobretudo os que estão nas proximidades de regiões industrializadas, estão seriamente poluídos. Centenas de rios e lagos dessas regiões não possuem mais nenhum tipo de vida. Grande parte dos oceanos e mares, principalmente nas regiões costeiras, onde se concentra a maior parte da fauna marinha, encontra-se violentamente poluída.
  32. 32. Os poluentes do solo• A contaminação do solo é determinada com base em critérios de qualidade de solo e considerando a presença natural de substâncias potencialmente perigosas, tais como alguns metais pesados, produtos químicos e resíduos nucleares.
  33. 33. O uso excessivo de adubos sintéticos• A adubação química é aquela em que o adubo usado é formado por compostos químicos originados por mineração ou industrialmente. Na adubação química, adicionam-se aos solos adubos sintéticos que contêm nitrogênio fixado por meios industriais e transformado em nitrato.
  34. 34. Eutrofização• Fenômeno causado pelo excesso de nutrientes (compostos químicos ricos em fósforo ou nitrôgenio) numa massa de água, provocando um aumento excessivo.
  35. 35. FIM
  36. 36. Turma 9º Ano B• Allan Oliveira Pires •Moarah Gabrielly S Brito• Amanda Oliveira Brito• Ana Luisa B. Almeida •Rafaela Souza Santos• Andrezza Leticia G. Andrade •Ravel Andrade Pires• Beatriz de C. Magalhães •Victória de O S Aberceb• Davi Flores Gomes •Wanderson T. C. do Prado• Eric Ferreira Brito •Webster Oliveira Lopes• Gabriela O. Quaresma •Yasmin Moreira Botelho• Jamilly Queiroz Amancio •Celso Sampaio A. Filho• Larissa Prado Meira •Marcela Oliveira Silva• Leonardo Rodrigues Silva •Filipe Campos Filadelfo• Lorena Andrade Santos •Guilherme G. Assis• Millena Soares Leite

×