SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 48
 
 
Não estamos começando um novo movimento, uma nova religião. Somos continuadores de uma história. Portanto, nossa ligação com o passado (tradição) é muito importante. Devemos trazer à memória a razão pela qual fomos instituídos. Sem olhar para o passado não saberemos ao certo qual nossa verdadeira missão. Os testemunhos bíblicos e a nossa história como povo de Deus devem ser o alicerce sólido onde construímos nossa comunidade de fé.
Somos seres racionais e, portanto, podemos fazer uso da razão ao analisarmos nosso passado e nosso presente. Tentar reproduzir ações do passado sem adequá-las à realidade presente pode levar uma comunidade de fé a um “mesmismo” patológico. Repete-se ações que foram produtoras de muita vida no passado, porém sem torná-las vitalizadoras no presente.  É preciso refletir... repensar... reavaliar nosso jeito de ser igreja hoje.
Há uma frase famosa que afirma: “no mundo nada se cria, tudo se copia”. O convite do projeto revitalizar é para nos RECRIARMOS... REINVENTARMOS... READEQUARMOS como igreja de Cristo. O processo de recriação e reinvenção de nossa comunidade de fé não deve ser tarefa de algumas poucas pessoas, mas sim, de todas. Neste momento nos posicionaremos diante daquilo que já existe (nós e nossa comunidade) para reinventarmos seu jeito de ser e agir no mundo..
 
Dentre as várias ações docentes na vida da igreja, está a ESCOLA DOMINICAL. Podemos dizer que ela seja o “carro chefe” do ministério de Ação Docente. Muito ligado a este ministério e à escola dominical está o Ministério de Trabalho com Crianças. Convidamos, portanto, à uma breve reflexão sobre a Ação Docente da Igreja e mais especificamente, a Escola Dominical.
Escola Dominical na Igreja Metodista é matéria de debates no Congresso Nacional.  Antes de continuar a ler este PPS, verifique a reportagem do Jornal Nacional, com William Bonner e Fátima Bernardes, clicando no link abaixo: Presidente Lula e Senador José Sarney se pronunciam sobre este tema. http:// www.youtube.com/watch?v=KKcYSSTGFgo Após assistir, retome a leitura dos slides. ESCOLA DOMINICAL EM DEBATE
Após tratar o tema da Escola Dominical com muito humor, convido você para uma importante reflexão. Sua participação é muito importante. No próximo sábado das 14h30 às 16h estaremos dialogando sobre o ministério de ação docente de nossa igreja e mais especificamente sobre a ESCOLA DOMINICAL. PARTICIPE... COM VOCÊ SERÁ MAIS “LEGAL”!!! Assim como a música declarou: “a Escola Dominical com você é mais legal”. Por isso que convidamos você para participar do projeto de Revitalização da Escola Dominical. ESCOLA DOMINICAL EM DEBATE
Repasso os slides que utilizei no domingo passado, no desejo que auxiliem na preparação das mentes e corações. Boa Leitura!!! PREPARANDO-NOS PARA O ENCONTRO DE SÁBADO
LEITURA BÍBLICA “ Errais, não conhecendo as Escrituras nem o poder de Deus.”   Mateus 22:29
Relembrando... Refletindo... Recriando... ...a Escola Dominical. “ AÇÃO DOCENTE”
Vejamos o que nos diz o REGIMENTO DA ESCOLA DOMINICAL,  aprovado pelo Colégio Episcopal  em 23 de fevereiro de 2002:  O que é Escola Dominical?
A IGREJA METODISTA estabelece a Escola Dominical como a agência responsável por reunir, os membros da Igreja Local e as pessoas interessadas na mensagem cristã, em classes de estudo, de acordo com as faixas etárias ou por áreas de interesse,...   Art. 1 o
... com o objetivo de proporcionar-lhes uma experiência de contínuo crescimento no conhecimento do Evangelho e das doutrinas da Igreja, capacitando-as dessa forma, para o exercício da fé e do testemunho cristão na sociedade.   Art. 1 o
Todas as atividades da Escola Dominical tem como finalidade a EDUCAÇÃO CRISTÃ.  Art. 1 o  – parágrafo 1 o
Entende-se como EDUCAÇÃO CRISTÃ o processo dinâmico para a transformação, libertação e capacitação da pessoa e da comunidade.  Art. 1 o  – parágrafo 2 o
... Ela se dá na caminhada da fé e se desenvolve no confronto da realidade histórica com o Reino de Deus, num comprometimento com a missão de Deus no mundo, sob a ação do Espírito Santo, que revela Jesus Cristo segundo as Escrituras.   Art. 1 o  – parágrafo 2 o
Um pouco de história: Metodistas como pioneiros: Inglaterra Brasil Estados Unidos
ROBERT  RAIKES Inglaterra: Convencionou-se atribuir a ele o privilégio de organizar a 1 a  Escola Dominical. 1780 - Inglaterra – anglicano.
Mas... porém... contudo... alguns estudiosos afirmam que antes dele, HANNAH BALL, já havia organizado uma Escola Dominical Metodista (1769 – Inglaterra). Vejamos um trecho de sua carta, destinada a João Wesley em 1770:
“ As crianças se reúnem duas vezes por semana, aos domingos e segundas-feiras. É um grupo meio selvagem, mas parece receptivo à instrução. Trabalho entre eles com a ânsia de promover os interesses de Cristo.” De: Hannah Ball Para: Rev. John Wesley
JOHN WESLEY Inglaterra: Apoiou plenamente o movimento das Escolas Dominicais. lado com as sociedades metodistas. Escolas Dominicais funcionavam lado a
FRANCIS ASBURY Estados Unidos: Fundador da 1 a  Escola Dominical nos Estados Unidos. Enviado por Wesley em 1771, tornou-se  Bispo posteriormente. Morreu em 1814.
Estados Unidos: Os metodistas nos EUA, assim também como outras denominações, reconheceram a Escola Dominical como instrumento de educação denominacional. Catequizar / Doutrinar para denominação.
JUSTIN  SPAULDING Brasil: Fundou a 1 a  Escola Dominical no Brasil. 1836 - Rio de Janeiro – Brasil. “ Escola Dominical Missionária  Sul-Americana”
DUNCAN  REILY Brasil: Afirmou que ao estudar o metodismo brasileiro durante a Primeira Republica (1889-1930), averiguou que a Escola Dominical foi o seu mais importante instrumento de crescimento.
Brasil: Ao olharmos para o passado, vemos que a Escola Dominical foi um instrumento muito importante na formação “espiritual” dos cristãos. Ela era muito valorizada e respeitada.
TESTEMUNHOS Quais lembranças você tem da Escola Dominical ? Infância  Juventude  Idade Adulta  Terceira Idade
ESCOLA DOMINICAL  EM CRISE Dados estatísticos apontam a evasão dos alunos da Escola Dominical. Aquela que era a mais valorizada das atividades da igreja no passado, hoje vive uma grande crise.
 
 
 
 
 
 
 
 
 
O Ministério de Comunicação é outra área da igreja que necessita muito ser revitalizada.
 
 
O QUE VOCÊ ACHA
 
Durante o Período da Quaresma nossa igreja local estará se reorganizando ministerialmente. Portanto, todos são convidados a participarem dos encontros ministeriais que acontecerão aos sábados. A cada sábado abordaremos dois ministérios, sendo 1h30 cada encontro. O objetivo de cada encontro é reunir pessoas que estejam dispostas a refletir sobre a relevância e competência do ministério, apontando pistas para a elaboração de um Plano de Ação Ministerial.
 
Reserve seus sábados à tarde durante o Período da Quaresma para nos ajudar na reorganização ministerial de nossa igreja.  Na Catedral temos muitas pessoas valorosas e talentosas, se nos unirmos com o propósito de servir o Reino de Deus realizaremos grandes feitos.  Que tudo seja para honra e glória do Senhor Jesus.
 

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Pdf 5 dons e ministérios - monografia - paulo dias nogueira
Pdf 5   dons e ministérios - monografia - paulo dias nogueiraPdf 5   dons e ministérios - monografia - paulo dias nogueira
Pdf 5 dons e ministérios - monografia - paulo dias nogueiraPaulo Dias Nogueira
 
Apostila de Curso de Formação de Professores da Escola Dominical
Apostila de Curso de Formação de Professores da Escola DominicalApostila de Curso de Formação de Professores da Escola Dominical
Apostila de Curso de Formação de Professores da Escola DominicalAmor pela EBD
 
Iniciação à Vida Cristã nas comunidades ribeirinhas - Regional norte 2
Iniciação à Vida Cristã nas comunidades ribeirinhas - Regional norte 2Iniciação à Vida Cristã nas comunidades ribeirinhas - Regional norte 2
Iniciação à Vida Cristã nas comunidades ribeirinhas - Regional norte 2Liana Plentz
 
Seminario Nacional de Iniciação à Vida Crista - CATEQUESE E SITUAÇÕES ESPECIAIS
Seminario Nacional de Iniciação à Vida Crista - CATEQUESE E SITUAÇÕES ESPECIAIS Seminario Nacional de Iniciação à Vida Crista - CATEQUESE E SITUAÇÕES ESPECIAIS
Seminario Nacional de Iniciação à Vida Crista - CATEQUESE E SITUAÇÕES ESPECIAIS Liana Plentz
 
CEBs mensagem ao povo de deus sobre as comunidades eclesiais de base
CEBs   mensagem ao povo de deus sobre as comunidades eclesiais de base CEBs   mensagem ao povo de deus sobre as comunidades eclesiais de base
CEBs mensagem ao povo de deus sobre as comunidades eclesiais de base Bernadetecebs .
 
Tcc - Releitura da missão integral
Tcc - Releitura da missão integralTcc - Releitura da missão integral
Tcc - Releitura da missão integralDiego Camilo
 
A importância da Escola Dominical na Atualidade
A importância da Escola Dominical na AtualidadeA importância da Escola Dominical na Atualidade
A importância da Escola Dominical na AtualidadeAmor pela EBD
 
Seminário - A Escola Dominical e a Família
Seminário - A Escola Dominical e a FamíliaSeminário - A Escola Dominical e a Família
Seminário - A Escola Dominical e a FamíliaSergio Silva
 
Apostila 1º encontro de professores ebd 2013
Apostila 1º encontro de professores ebd 2013Apostila 1º encontro de professores ebd 2013
Apostila 1º encontro de professores ebd 2013Marcelo Borges
 
Apresentação Workshop / Seminário de EBD. Prof. Robson Santos
Apresentação Workshop / Seminário de EBD. Prof. Robson SantosApresentação Workshop / Seminário de EBD. Prof. Robson Santos
Apresentação Workshop / Seminário de EBD. Prof. Robson SantosProf. Robson Santos
 
10 motivos
10 motivos10 motivos
10 motivosjouvacy
 
Documento cnbb 62 - missão dos cristão leigos e leigas
Documento cnbb   62 - missão dos cristão leigos e leigasDocumento cnbb   62 - missão dos cristão leigos e leigas
Documento cnbb 62 - missão dos cristão leigos e leigaszepasamp
 

Mais procurados (20)

Pdf 5 dons e ministérios - monografia - paulo dias nogueira
Pdf 5   dons e ministérios - monografia - paulo dias nogueiraPdf 5   dons e ministérios - monografia - paulo dias nogueira
Pdf 5 dons e ministérios - monografia - paulo dias nogueira
 
Apostila de Curso de Formação de Professores da Escola Dominical
Apostila de Curso de Formação de Professores da Escola DominicalApostila de Curso de Formação de Professores da Escola Dominical
Apostila de Curso de Formação de Professores da Escola Dominical
 
Iniciação à Vida Cristã nas comunidades ribeirinhas - Regional norte 2
Iniciação à Vida Cristã nas comunidades ribeirinhas - Regional norte 2Iniciação à Vida Cristã nas comunidades ribeirinhas - Regional norte 2
Iniciação à Vida Cristã nas comunidades ribeirinhas - Regional norte 2
 
Guimarães e Vizela - 2010
Guimarães e Vizela - 2010Guimarães e Vizela - 2010
Guimarães e Vizela - 2010
 
Seminario Nacional de Iniciação à Vida Crista - CATEQUESE E SITUAÇÕES ESPECIAIS
Seminario Nacional de Iniciação à Vida Crista - CATEQUESE E SITUAÇÕES ESPECIAIS Seminario Nacional de Iniciação à Vida Crista - CATEQUESE E SITUAÇÕES ESPECIAIS
Seminario Nacional de Iniciação à Vida Crista - CATEQUESE E SITUAÇÕES ESPECIAIS
 
Estudo sobre ebd
Estudo sobre ebdEstudo sobre ebd
Estudo sobre ebd
 
CEBs mensagem ao povo de deus sobre as comunidades eclesiais de base
CEBs   mensagem ao povo de deus sobre as comunidades eclesiais de base CEBs   mensagem ao povo de deus sobre as comunidades eclesiais de base
CEBs mensagem ao povo de deus sobre as comunidades eclesiais de base
 
Uma nova paroquia
Uma nova paroquiaUma nova paroquia
Uma nova paroquia
 
Tcc - Releitura da missão integral
Tcc - Releitura da missão integralTcc - Releitura da missão integral
Tcc - Releitura da missão integral
 
A importância da Escola Dominical na Atualidade
A importância da Escola Dominical na AtualidadeA importância da Escola Dominical na Atualidade
A importância da Escola Dominical na Atualidade
 
Seminário - A Escola Dominical e a Família
Seminário - A Escola Dominical e a FamíliaSeminário - A Escola Dominical e a Família
Seminário - A Escola Dominical e a Família
 
Comoreavivaraigreja pg
Comoreavivaraigreja pgComoreavivaraigreja pg
Comoreavivaraigreja pg
 
Documento 85 cnbb_
Documento 85 cnbb_Documento 85 cnbb_
Documento 85 cnbb_
 
Apostila 1º encontro de professores ebd 2013
Apostila 1º encontro de professores ebd 2013Apostila 1º encontro de professores ebd 2013
Apostila 1º encontro de professores ebd 2013
 
18 03 2012 frente
18 03 2012 frente18 03 2012 frente
18 03 2012 frente
 
Planejamento Estratégico PIB
Planejamento Estratégico PIBPlanejamento Estratégico PIB
Planejamento Estratégico PIB
 
Apresentação Workshop / Seminário de EBD. Prof. Robson Santos
Apresentação Workshop / Seminário de EBD. Prof. Robson SantosApresentação Workshop / Seminário de EBD. Prof. Robson Santos
Apresentação Workshop / Seminário de EBD. Prof. Robson Santos
 
10 motivos
10 motivos10 motivos
10 motivos
 
Documento cnbb 62 - missão dos cristão leigos e leigas
Documento cnbb   62 - missão dos cristão leigos e leigasDocumento cnbb   62 - missão dos cristão leigos e leigas
Documento cnbb 62 - missão dos cristão leigos e leigas
 
Ficha121
Ficha121Ficha121
Ficha121
 

Destaque (15)

Convite
ConviteConvite
Convite
 
Missão frutificadora da igreja
Missão frutificadora da igrejaMissão frutificadora da igreja
Missão frutificadora da igreja
 
Canticos sagrados última atualização
Canticos sagrados última atualizaçãoCanticos sagrados última atualização
Canticos sagrados última atualização
 
A oração de jabes
A oração de jabes A oração de jabes
A oração de jabes
 
Naamã é curado da lepra
Naamã é curado da lepraNaamã é curado da lepra
Naamã é curado da lepra
 
Watchman nee o plano de deus e os vencedores
Watchman nee   o plano de deus e os vencedoresWatchman nee   o plano de deus e os vencedores
Watchman nee o plano de deus e os vencedores
 
Eu queria ter mais que uma voz
Eu queria ter mais que uma vozEu queria ter mais que uma voz
Eu queria ter mais que uma voz
 
A cura de naamã
A  cura de naamãA  cura de naamã
A cura de naamã
 
Tributo a yehovah - Adhemar de Campos
Tributo a yehovah - Adhemar de CamposTributo a yehovah - Adhemar de Campos
Tributo a yehovah - Adhemar de Campos
 
Eu sou grato
Eu sou grato  Eu sou grato
Eu sou grato
 
Há poder nas nossas palavras
Há poder nas nossas palavrasHá poder nas nossas palavras
Há poder nas nossas palavras
 
Oração do salmo 91
Oração do salmo 91Oração do salmo 91
Oração do salmo 91
 
ordem de culto congregação batista boas novas - 01. 04.2012
ordem de culto congregação batista boas novas - 01. 04.2012ordem de culto congregação batista boas novas - 01. 04.2012
ordem de culto congregação batista boas novas - 01. 04.2012
 
Quebra de maldições na família
Quebra de maldições na famíliaQuebra de maldições na família
Quebra de maldições na família
 
Powerpoint grupo de louvor
Powerpoint grupo de louvorPowerpoint grupo de louvor
Powerpoint grupo de louvor
 

Semelhante a 2010 02 28 revitalização - ação docente e comunicação (jpeg)

A ebd e a sua influência na sociedade
A ebd e a sua influência na sociedade A ebd e a sua influência na sociedade
A ebd e a sua influência na sociedade Kleber Maia
 
As crencas fundamentais dos metodistas
As crencas fundamentais dos metodistasAs crencas fundamentais dos metodistas
As crencas fundamentais dos metodistasPaulo Dias Nogueira
 
A importância da Escola Bíblica Dominical.pptx
A importância da Escola Bíblica Dominical.pptxA importância da Escola Bíblica Dominical.pptx
A importância da Escola Bíblica Dominical.pptxssuseref4c9d
 
Mobilização da Igreja
Mobilização da IgrejaMobilização da Igreja
Mobilização da IgrejaSagrada_Ordem
 
2013 2 tri - lição 11 - a família e a escola dominical
2013   2 tri - lição 11 - a família e a escola dominical2013   2 tri - lição 11 - a família e a escola dominical
2013 2 tri - lição 11 - a família e a escola dominicalNatalino das Neves Neves
 
Lição 05 - A evangelização de grupos específicos
Lição 05 - A evangelização de grupos específicosLição 05 - A evangelização de grupos específicos
Lição 05 - A evangelização de grupos específicosÉder Tomé
 
Documento 25 da CNBB
Documento 25 da CNBBDocumento 25 da CNBB
Documento 25 da CNBBCarlos Santos
 
O evangelho auternativo da igreja atual
O evangelho auternativo da igreja atualO evangelho auternativo da igreja atual
O evangelho auternativo da igreja atualAntonio Silva Matias
 
Boletim 501 - 18/09/16
Boletim 501 - 18/09/16Boletim 501 - 18/09/16
Boletim 501 - 18/09/16stanaami
 
DEIM - conhecendo as Diretrizes para Educação na Igreja Metodista (ED na CMP)
DEIM -    conhecendo as Diretrizes para Educação na Igreja Metodista (ED na CMP)DEIM -    conhecendo as Diretrizes para Educação na Igreja Metodista (ED na CMP)
DEIM - conhecendo as Diretrizes para Educação na Igreja Metodista (ED na CMP)Paulo Dias Nogueira
 
DEIM - conhecendo o documento (Escola Dominical da Catedral Metodista de Pira...
DEIM - conhecendo o documento (Escola Dominical da Catedral Metodista de Pira...DEIM - conhecendo o documento (Escola Dominical da Catedral Metodista de Pira...
DEIM - conhecendo o documento (Escola Dominical da Catedral Metodista de Pira...Paulo Dias Nogueira
 
13 o cristianismo da idade moderna à contemporânea - 13ª aula
13   o cristianismo da idade moderna à contemporânea - 13ª aula13   o cristianismo da idade moderna à contemporânea - 13ª aula
13 o cristianismo da idade moderna à contemporânea - 13ª aulaPIB Penha
 
SANTAS MISSÕES - APRESENTAÇÃO GERAL COM HISTÓRICO
SANTAS MISSÕES - APRESENTAÇÃO GERAL COM HISTÓRICOSANTAS MISSÕES - APRESENTAÇÃO GERAL COM HISTÓRICO
SANTAS MISSÕES - APRESENTAÇÃO GERAL COM HISTÓRICOPaulo David
 
Igreja meio de transformação na sociedade
Igreja meio de transformação na sociedadeIgreja meio de transformação na sociedade
Igreja meio de transformação na sociedadeLuis Claudio de Roco
 

Semelhante a 2010 02 28 revitalização - ação docente e comunicação (jpeg) (20)

Lição 11
Lição 11Lição 11
Lição 11
 
Apresentação historia da ebd
Apresentação historia da ebdApresentação historia da ebd
Apresentação historia da ebd
 
A ebd e a sua influência na sociedade
A ebd e a sua influência na sociedade A ebd e a sua influência na sociedade
A ebd e a sua influência na sociedade
 
As crencas fundamentais dos metodistas
As crencas fundamentais dos metodistasAs crencas fundamentais dos metodistas
As crencas fundamentais dos metodistas
 
A importância da Escola Bíblica Dominical.pptx
A importância da Escola Bíblica Dominical.pptxA importância da Escola Bíblica Dominical.pptx
A importância da Escola Bíblica Dominical.pptx
 
Mobilização da Igreja
Mobilização da IgrejaMobilização da Igreja
Mobilização da Igreja
 
2013 2 tri - lição 11 - a família e a escola dominical
2013   2 tri - lição 11 - a família e a escola dominical2013   2 tri - lição 11 - a família e a escola dominical
2013 2 tri - lição 11 - a família e a escola dominical
 
Lição 05 - A evangelização de grupos específicos
Lição 05 - A evangelização de grupos específicosLição 05 - A evangelização de grupos específicos
Lição 05 - A evangelização de grupos específicos
 
Documento 25 da CNBB
Documento 25 da CNBBDocumento 25 da CNBB
Documento 25 da CNBB
 
Dois senarios na vida da igreja
Dois senarios na vida da igrejaDois senarios na vida da igreja
Dois senarios na vida da igreja
 
A pregação e o meio
A pregação e o meioA pregação e o meio
A pregação e o meio
 
O evangelho auternativo da igreja atual
O evangelho auternativo da igreja atualO evangelho auternativo da igreja atual
O evangelho auternativo da igreja atual
 
Boletim 501 - 18/09/16
Boletim 501 - 18/09/16Boletim 501 - 18/09/16
Boletim 501 - 18/09/16
 
DEIM - conhecendo as Diretrizes para Educação na Igreja Metodista (ED na CMP)
DEIM -    conhecendo as Diretrizes para Educação na Igreja Metodista (ED na CMP)DEIM -    conhecendo as Diretrizes para Educação na Igreja Metodista (ED na CMP)
DEIM - conhecendo as Diretrizes para Educação na Igreja Metodista (ED na CMP)
 
DEIM - conhecendo o documento (Escola Dominical da Catedral Metodista de Pira...
DEIM - conhecendo o documento (Escola Dominical da Catedral Metodista de Pira...DEIM - conhecendo o documento (Escola Dominical da Catedral Metodista de Pira...
DEIM - conhecendo o documento (Escola Dominical da Catedral Metodista de Pira...
 
Igreja e Cultura/Sociedade
Igreja e Cultura/SociedadeIgreja e Cultura/Sociedade
Igreja e Cultura/Sociedade
 
Dia Nacional da Escola Dominical
Dia Nacional da Escola DominicalDia Nacional da Escola Dominical
Dia Nacional da Escola Dominical
 
13 o cristianismo da idade moderna à contemporânea - 13ª aula
13   o cristianismo da idade moderna à contemporânea - 13ª aula13   o cristianismo da idade moderna à contemporânea - 13ª aula
13 o cristianismo da idade moderna à contemporânea - 13ª aula
 
SANTAS MISSÕES - APRESENTAÇÃO GERAL COM HISTÓRICO
SANTAS MISSÕES - APRESENTAÇÃO GERAL COM HISTÓRICOSANTAS MISSÕES - APRESENTAÇÃO GERAL COM HISTÓRICO
SANTAS MISSÕES - APRESENTAÇÃO GERAL COM HISTÓRICO
 
Igreja meio de transformação na sociedade
Igreja meio de transformação na sociedadeIgreja meio de transformação na sociedade
Igreja meio de transformação na sociedade
 

Mais de Paulo Dias Nogueira

O Senhor é meu Pastor e Hospedeiro -
O Senhor é meu Pastor e Hospedeiro - O Senhor é meu Pastor e Hospedeiro -
O Senhor é meu Pastor e Hospedeiro - Paulo Dias Nogueira
 
Plano de Ação Pastoral - aula e exemplo
Plano de Ação Pastoral - aula e exemploPlano de Ação Pastoral - aula e exemplo
Plano de Ação Pastoral - aula e exemploPaulo Dias Nogueira
 
Sermão - Não Temais... Sou Eu - Mt 14:22-33
Sermão - Não Temais... Sou Eu - Mt 14:22-33 Sermão - Não Temais... Sou Eu - Mt 14:22-33
Sermão - Não Temais... Sou Eu - Mt 14:22-33 Paulo Dias Nogueira
 
Sermão - O maior Mandamento - Mt 22 34-40
Sermão - O maior Mandamento - Mt 22 34-40Sermão - O maior Mandamento - Mt 22 34-40
Sermão - O maior Mandamento - Mt 22 34-40Paulo Dias Nogueira
 
Liturgia - Da Páscoa Judaica à Páscoa Cristã
Liturgia - Da Páscoa Judaica à Páscoa CristãLiturgia - Da Páscoa Judaica à Páscoa Cristã
Liturgia - Da Páscoa Judaica à Páscoa CristãPaulo Dias Nogueira
 
SERMÃO: Natal - as mensagens dos anjos
SERMÃO: Natal  - as mensagens dos anjosSERMÃO: Natal  - as mensagens dos anjos
SERMÃO: Natal - as mensagens dos anjosPaulo Dias Nogueira
 
SERMÃO - Natal: as mensagens dos anjos
SERMÃO - Natal: as mensagens dos anjosSERMÃO - Natal: as mensagens dos anjos
SERMÃO - Natal: as mensagens dos anjosPaulo Dias Nogueira
 
POV 2016 - Carta de orientação e ficha da CLAM
POV 2016 - Carta de orientação e ficha da CLAMPOV 2016 - Carta de orientação e ficha da CLAM
POV 2016 - Carta de orientação e ficha da CLAMPaulo Dias Nogueira
 
Liturgia - da páscoa judaica à páscoa cristã - grupo de comunhão do campos el...
Liturgia - da páscoa judaica à páscoa cristã - grupo de comunhão do campos el...Liturgia - da páscoa judaica à páscoa cristã - grupo de comunhão do campos el...
Liturgia - da páscoa judaica à páscoa cristã - grupo de comunhão do campos el...Paulo Dias Nogueira
 
Sermão pedro - um homem em busca de compromisso
Sermão   pedro - um homem em busca de compromissoSermão   pedro - um homem em busca de compromisso
Sermão pedro - um homem em busca de compromissoPaulo Dias Nogueira
 
Sermão ouvir a deus ou aos homens - 2 cr 18 1-27 - sermão
Sermão   ouvir a deus ou aos homens - 2 cr 18 1-27 - sermãoSermão   ouvir a deus ou aos homens - 2 cr 18 1-27 - sermão
Sermão ouvir a deus ou aos homens - 2 cr 18 1-27 - sermãoPaulo Dias Nogueira
 
Sermão o senhor é meu pastor e hospedeiro - salmo 23 (2012)
Sermão   o senhor é meu pastor e hospedeiro - salmo 23 (2012)Sermão   o senhor é meu pastor e hospedeiro - salmo 23 (2012)
Sermão o senhor é meu pastor e hospedeiro - salmo 23 (2012)Paulo Dias Nogueira
 
Sermão jesus o bom pastor - joão 10 11-18 (2012)
Sermão   jesus o bom pastor - joão 10 11-18 (2012)Sermão   jesus o bom pastor - joão 10 11-18 (2012)
Sermão jesus o bom pastor - joão 10 11-18 (2012)Paulo Dias Nogueira
 
Sermão jesus nos chama ao compromisso - lucas 14 25-33 - reflexão
Sermão   jesus nos chama ao compromisso - lucas 14 25-33 - reflexãoSermão   jesus nos chama ao compromisso - lucas 14 25-33 - reflexão
Sermão jesus nos chama ao compromisso - lucas 14 25-33 - reflexãoPaulo Dias Nogueira
 
Sermão eliseu e a mulher sunamita - 2 reis 4 8-17
Sermão   eliseu e a mulher sunamita - 2 reis 4 8-17Sermão   eliseu e a mulher sunamita - 2 reis 4 8-17
Sermão eliseu e a mulher sunamita - 2 reis 4 8-17Paulo Dias Nogueira
 

Mais de Paulo Dias Nogueira (20)

Em Jesus os opostos se atraem
Em Jesus os opostos se atraemEm Jesus os opostos se atraem
Em Jesus os opostos se atraem
 
O Senhor é meu Pastor e Hospedeiro -
O Senhor é meu Pastor e Hospedeiro - O Senhor é meu Pastor e Hospedeiro -
O Senhor é meu Pastor e Hospedeiro -
 
Plano de Ação Pastoral - aula e exemplo
Plano de Ação Pastoral - aula e exemploPlano de Ação Pastoral - aula e exemplo
Plano de Ação Pastoral - aula e exemplo
 
Boletim Mensageiro - 05 06 2016
Boletim Mensageiro - 05 06 2016Boletim Mensageiro - 05 06 2016
Boletim Mensageiro - 05 06 2016
 
Sermão - Não Temais... Sou Eu - Mt 14:22-33
Sermão - Não Temais... Sou Eu - Mt 14:22-33 Sermão - Não Temais... Sou Eu - Mt 14:22-33
Sermão - Não Temais... Sou Eu - Mt 14:22-33
 
Sermão - O maior Mandamento - Mt 22 34-40
Sermão - O maior Mandamento - Mt 22 34-40Sermão - O maior Mandamento - Mt 22 34-40
Sermão - O maior Mandamento - Mt 22 34-40
 
Liturgia - Da Páscoa Judaica à Páscoa Cristã
Liturgia - Da Páscoa Judaica à Páscoa CristãLiturgia - Da Páscoa Judaica à Páscoa Cristã
Liturgia - Da Páscoa Judaica à Páscoa Cristã
 
SERMÃO: Natal - as mensagens dos anjos
SERMÃO: Natal  - as mensagens dos anjosSERMÃO: Natal  - as mensagens dos anjos
SERMÃO: Natal - as mensagens dos anjos
 
SERMÃO - Natal: as mensagens dos anjos
SERMÃO - Natal: as mensagens dos anjosSERMÃO - Natal: as mensagens dos anjos
SERMÃO - Natal: as mensagens dos anjos
 
POV 2016 - Carta de orientação e ficha da CLAM
POV 2016 - Carta de orientação e ficha da CLAMPOV 2016 - Carta de orientação e ficha da CLAM
POV 2016 - Carta de orientação e ficha da CLAM
 
Gaivota 183 encarte
Gaivota 183 encarteGaivota 183 encarte
Gaivota 183 encarte
 
Gaivota 183
Gaivota 183Gaivota 183
Gaivota 183
 
Liturgia - da páscoa judaica à páscoa cristã - grupo de comunhão do campos el...
Liturgia - da páscoa judaica à páscoa cristã - grupo de comunhão do campos el...Liturgia - da páscoa judaica à páscoa cristã - grupo de comunhão do campos el...
Liturgia - da páscoa judaica à páscoa cristã - grupo de comunhão do campos el...
 
Apresentação do pov 2015
Apresentação do pov 2015Apresentação do pov 2015
Apresentação do pov 2015
 
Sermão pedro - um homem em busca de compromisso
Sermão   pedro - um homem em busca de compromissoSermão   pedro - um homem em busca de compromisso
Sermão pedro - um homem em busca de compromisso
 
Sermão ouvir a deus ou aos homens - 2 cr 18 1-27 - sermão
Sermão   ouvir a deus ou aos homens - 2 cr 18 1-27 - sermãoSermão   ouvir a deus ou aos homens - 2 cr 18 1-27 - sermão
Sermão ouvir a deus ou aos homens - 2 cr 18 1-27 - sermão
 
Sermão o senhor é meu pastor e hospedeiro - salmo 23 (2012)
Sermão   o senhor é meu pastor e hospedeiro - salmo 23 (2012)Sermão   o senhor é meu pastor e hospedeiro - salmo 23 (2012)
Sermão o senhor é meu pastor e hospedeiro - salmo 23 (2012)
 
Sermão jesus o bom pastor - joão 10 11-18 (2012)
Sermão   jesus o bom pastor - joão 10 11-18 (2012)Sermão   jesus o bom pastor - joão 10 11-18 (2012)
Sermão jesus o bom pastor - joão 10 11-18 (2012)
 
Sermão jesus nos chama ao compromisso - lucas 14 25-33 - reflexão
Sermão   jesus nos chama ao compromisso - lucas 14 25-33 - reflexãoSermão   jesus nos chama ao compromisso - lucas 14 25-33 - reflexão
Sermão jesus nos chama ao compromisso - lucas 14 25-33 - reflexão
 
Sermão eliseu e a mulher sunamita - 2 reis 4 8-17
Sermão   eliseu e a mulher sunamita - 2 reis 4 8-17Sermão   eliseu e a mulher sunamita - 2 reis 4 8-17
Sermão eliseu e a mulher sunamita - 2 reis 4 8-17
 

2010 02 28 revitalização - ação docente e comunicação (jpeg)

  • 1.  
  • 2.  
  • 3. Não estamos começando um novo movimento, uma nova religião. Somos continuadores de uma história. Portanto, nossa ligação com o passado (tradição) é muito importante. Devemos trazer à memória a razão pela qual fomos instituídos. Sem olhar para o passado não saberemos ao certo qual nossa verdadeira missão. Os testemunhos bíblicos e a nossa história como povo de Deus devem ser o alicerce sólido onde construímos nossa comunidade de fé.
  • 4. Somos seres racionais e, portanto, podemos fazer uso da razão ao analisarmos nosso passado e nosso presente. Tentar reproduzir ações do passado sem adequá-las à realidade presente pode levar uma comunidade de fé a um “mesmismo” patológico. Repete-se ações que foram produtoras de muita vida no passado, porém sem torná-las vitalizadoras no presente. É preciso refletir... repensar... reavaliar nosso jeito de ser igreja hoje.
  • 5. Há uma frase famosa que afirma: “no mundo nada se cria, tudo se copia”. O convite do projeto revitalizar é para nos RECRIARMOS... REINVENTARMOS... READEQUARMOS como igreja de Cristo. O processo de recriação e reinvenção de nossa comunidade de fé não deve ser tarefa de algumas poucas pessoas, mas sim, de todas. Neste momento nos posicionaremos diante daquilo que já existe (nós e nossa comunidade) para reinventarmos seu jeito de ser e agir no mundo..
  • 6.  
  • 7. Dentre as várias ações docentes na vida da igreja, está a ESCOLA DOMINICAL. Podemos dizer que ela seja o “carro chefe” do ministério de Ação Docente. Muito ligado a este ministério e à escola dominical está o Ministério de Trabalho com Crianças. Convidamos, portanto, à uma breve reflexão sobre a Ação Docente da Igreja e mais especificamente, a Escola Dominical.
  • 8. Escola Dominical na Igreja Metodista é matéria de debates no Congresso Nacional. Antes de continuar a ler este PPS, verifique a reportagem do Jornal Nacional, com William Bonner e Fátima Bernardes, clicando no link abaixo: Presidente Lula e Senador José Sarney se pronunciam sobre este tema. http:// www.youtube.com/watch?v=KKcYSSTGFgo Após assistir, retome a leitura dos slides. ESCOLA DOMINICAL EM DEBATE
  • 9. Após tratar o tema da Escola Dominical com muito humor, convido você para uma importante reflexão. Sua participação é muito importante. No próximo sábado das 14h30 às 16h estaremos dialogando sobre o ministério de ação docente de nossa igreja e mais especificamente sobre a ESCOLA DOMINICAL. PARTICIPE... COM VOCÊ SERÁ MAIS “LEGAL”!!! Assim como a música declarou: “a Escola Dominical com você é mais legal”. Por isso que convidamos você para participar do projeto de Revitalização da Escola Dominical. ESCOLA DOMINICAL EM DEBATE
  • 10. Repasso os slides que utilizei no domingo passado, no desejo que auxiliem na preparação das mentes e corações. Boa Leitura!!! PREPARANDO-NOS PARA O ENCONTRO DE SÁBADO
  • 11. LEITURA BÍBLICA “ Errais, não conhecendo as Escrituras nem o poder de Deus.” Mateus 22:29
  • 12. Relembrando... Refletindo... Recriando... ...a Escola Dominical. “ AÇÃO DOCENTE”
  • 13. Vejamos o que nos diz o REGIMENTO DA ESCOLA DOMINICAL, aprovado pelo Colégio Episcopal em 23 de fevereiro de 2002: O que é Escola Dominical?
  • 14. A IGREJA METODISTA estabelece a Escola Dominical como a agência responsável por reunir, os membros da Igreja Local e as pessoas interessadas na mensagem cristã, em classes de estudo, de acordo com as faixas etárias ou por áreas de interesse,... Art. 1 o
  • 15. ... com o objetivo de proporcionar-lhes uma experiência de contínuo crescimento no conhecimento do Evangelho e das doutrinas da Igreja, capacitando-as dessa forma, para o exercício da fé e do testemunho cristão na sociedade. Art. 1 o
  • 16. Todas as atividades da Escola Dominical tem como finalidade a EDUCAÇÃO CRISTÃ. Art. 1 o – parágrafo 1 o
  • 17. Entende-se como EDUCAÇÃO CRISTÃ o processo dinâmico para a transformação, libertação e capacitação da pessoa e da comunidade. Art. 1 o – parágrafo 2 o
  • 18. ... Ela se dá na caminhada da fé e se desenvolve no confronto da realidade histórica com o Reino de Deus, num comprometimento com a missão de Deus no mundo, sob a ação do Espírito Santo, que revela Jesus Cristo segundo as Escrituras. Art. 1 o – parágrafo 2 o
  • 19. Um pouco de história: Metodistas como pioneiros: Inglaterra Brasil Estados Unidos
  • 20. ROBERT RAIKES Inglaterra: Convencionou-se atribuir a ele o privilégio de organizar a 1 a Escola Dominical. 1780 - Inglaterra – anglicano.
  • 21. Mas... porém... contudo... alguns estudiosos afirmam que antes dele, HANNAH BALL, já havia organizado uma Escola Dominical Metodista (1769 – Inglaterra). Vejamos um trecho de sua carta, destinada a João Wesley em 1770:
  • 22. “ As crianças se reúnem duas vezes por semana, aos domingos e segundas-feiras. É um grupo meio selvagem, mas parece receptivo à instrução. Trabalho entre eles com a ânsia de promover os interesses de Cristo.” De: Hannah Ball Para: Rev. John Wesley
  • 23. JOHN WESLEY Inglaterra: Apoiou plenamente o movimento das Escolas Dominicais. lado com as sociedades metodistas. Escolas Dominicais funcionavam lado a
  • 24. FRANCIS ASBURY Estados Unidos: Fundador da 1 a Escola Dominical nos Estados Unidos. Enviado por Wesley em 1771, tornou-se Bispo posteriormente. Morreu em 1814.
  • 25. Estados Unidos: Os metodistas nos EUA, assim também como outras denominações, reconheceram a Escola Dominical como instrumento de educação denominacional. Catequizar / Doutrinar para denominação.
  • 26. JUSTIN SPAULDING Brasil: Fundou a 1 a Escola Dominical no Brasil. 1836 - Rio de Janeiro – Brasil. “ Escola Dominical Missionária Sul-Americana”
  • 27. DUNCAN REILY Brasil: Afirmou que ao estudar o metodismo brasileiro durante a Primeira Republica (1889-1930), averiguou que a Escola Dominical foi o seu mais importante instrumento de crescimento.
  • 28. Brasil: Ao olharmos para o passado, vemos que a Escola Dominical foi um instrumento muito importante na formação “espiritual” dos cristãos. Ela era muito valorizada e respeitada.
  • 29. TESTEMUNHOS Quais lembranças você tem da Escola Dominical ? Infância Juventude Idade Adulta Terceira Idade
  • 30. ESCOLA DOMINICAL EM CRISE Dados estatísticos apontam a evasão dos alunos da Escola Dominical. Aquela que era a mais valorizada das atividades da igreja no passado, hoje vive uma grande crise.
  • 31.  
  • 32.  
  • 33.  
  • 34.  
  • 35.  
  • 36.  
  • 37.  
  • 38.  
  • 39.  
  • 40. O Ministério de Comunicação é outra área da igreja que necessita muito ser revitalizada.
  • 41.  
  • 42.  
  • 43. O QUE VOCÊ ACHA
  • 44.  
  • 45. Durante o Período da Quaresma nossa igreja local estará se reorganizando ministerialmente. Portanto, todos são convidados a participarem dos encontros ministeriais que acontecerão aos sábados. A cada sábado abordaremos dois ministérios, sendo 1h30 cada encontro. O objetivo de cada encontro é reunir pessoas que estejam dispostas a refletir sobre a relevância e competência do ministério, apontando pistas para a elaboração de um Plano de Ação Ministerial.
  • 46.  
  • 47. Reserve seus sábados à tarde durante o Período da Quaresma para nos ajudar na reorganização ministerial de nossa igreja. Na Catedral temos muitas pessoas valorosas e talentosas, se nos unirmos com o propósito de servir o Reino de Deus realizaremos grandes feitos. Que tudo seja para honra e glória do Senhor Jesus.
  • 48.