SlideShare uma empresa Scribd logo
MensageiroB O L E T I M S E M A N A L
CATEDRAL DE PIRACICABA
Ano XXXVIII • 5 de junho de 2016 • nº 644
4
A Igreja Metodista é uma comunidade de fé cristã e
temos imensa alegria em receber você em nosso meio.
Esteja certo da poderosa ação do Senhor nosso Deus sobre sua vida.
Receba o nosso abraço fraternal na certeza
de que sua presença nos abençoa.
Deus abençoe a sua semana. Até a próxima edição!
VISITANTE
EXPEDIENTE
Bispo da 5ª Região Eclesiástica:
Revmo. Bispo Adonias Pereira do Lago
Pastor Titular:
Rev. Tarcísio dos Santos
Rua D. Pedro I, 938 – Centro – Piracicaba-SP –
Fone/Fax: 19 3371-7709 e 19 3371-7712
E-mail: imcpira@gmail.com – www.metodistapiracicaba.org.br
CEP 13400-410
MensageiroMensageiroÓrgão oficial de comunicação da Catedral Metodista de Piracicaba.
Coadjutores:
Revda. Márcia Célia Pereira
Rev. Artêmio Dionelio Gris da Silva
OMUN
DO É MINHA PARÓQUIA
John Wesley
Visite nossa página:
www.facebook.com/catedralmetodistadepiracicaba
Te louvarei, não importam as circunstâncias...
“Ainda que a figueira não floresça nem haja fruto na vide, o produto da oli-
veira minta e os campos não produzam mantimento; as ovelhas da malhada
sejam arrebatadas, e nos currais não haja vacas; todavia eu me alegrarei no
Senhor: exultarei no Deus da minha salvação. O Senhor é a minha fortaleza, e
faz os meus pés como os da corça, e me faz andar altaneiramente”. (HC 3:17-19).
Queridos irmãos
e irmãs, graça e paz!
Através desta
oração, que se apre-
senta como uma de-
claração de fé, o pro-
feta Habacuque nos
ensina uma importan-
te lição ao afirmar que
mesmo em meio às lutas e tribulações ele se alegraria no
Senhor. Essa não é uma tarefa fácil, pois em meio às adver-
sidades da vida, normalmente perdemos o humor e a força.
Infelizmente, não é possível passar por esta vida sem
experimentar momentos difíceis (crises). O profeta nos en-
sina que nestes momentos devemos trazer à memória que
nossa alegria e força não estão em nós mesmos e nem mes-
mo nas circunstâncias, mas em Deus.
Mais do que olhar para a conjuntura somos convida-
dos a olhar para o criador e sustentador da vida. Aquele
que é capaz de nos auxiliar nestes momentos difíceis.
Participando do culto em ação de graças pela vida da
irmã Eloísa Barbosa, presenciei algo muito significativo.
Seus filhos (Guilherme, Matheus e Filipe) cantavam con-
victamente o seguinte refrão: “Te louvarei, não importam
as circunstâncias. Adorarei, somente a ti Jesus”. Num mo-
mento tão difícil como aquele, eles testemunharam a fé que
aprenderam com a própria mãe. Ela investiu muito para
que eles estivessem
na igreja e servissem
como músicos no
culto. Lembro-me de
uma época em que
ela os carregava para
todas as atividades
da igreja, principal-
mente para os en-
saios. Foi possível ver que os valores cantados e tocados
em muitas outras ocasiões, sustentaram estes três naquele
momento.
O luto é um processo difícil. Existem momentos de
dúvida, tristeza, angustia e saudade. Mas meu testemunho
neste breve texto é que a fé introjetada através dos anos,
cantando e estudando a Bíblia, foi alimento naquele mo-
mento para os Geraldi. No desejo de que o Senhor continue
a confortar e consolar a família, bem como nossa comunida-
de, compartilho estas poucas palavras.
Que em meio às lutas e tribulações nós possamos nos
alimentar dos valores que aprendemos na Bíblia e cantamos
nos cultos. Estes valores podem nos ajudar no desenvolvi-
mento de uma fé resiliente. Como afirmou o profeta Haba-
cuque: “Ainda que... eu me alegrarei no Senhor”.
Deus vos abençoe.
Rev. Paulo Dias Nogueira
Calendário
Litúrgico
Ano C
Domingo após o Pentecoste
Cor Litúrgica: Branco
Leituras
Bíblicas
PRoVÉRBIos 8:1-4
RoMAnos 5.1-5
JoÃo 16. 12-15
Oração
Senhor vem sobre a Tua Igreja e Enche-nos do
Teu Espirito Santo, seja bem –vindo ! Em nome
de Jesus ! Amém
ESCALAS
CONTAGEM DE DÍZIMOS E OFERTAS:
Culto matutino: Afonso Roberto
Hilkias Nicolau
Culto vespertino: Pedro Moraes
Alfredo Rebeque
ANIVERSARIANTES
05 – Mariana da Cruz Chiarinelli
05 – Helena da Cruz Chiarinelli
05 – Aline da Silva Souza
05 – Sonia Carmela Falci Dechen
07 – Ercy Lazzarim de Aguiar
07 – Fernanda de Oliveira Kobayashi
07 – Regina Cislaghi Rivero
Nós, da Catedral Metodista de Piracicaba,
desejamos muitas felicidades e que Deus continue
a abençoá-lo, concedendo-lhe muita paz,
amor e sabedoria.
“Que o senhor os abençoe e os guarde”...
(Números 6: 24)
Se o seu aniversário não foi anunciado
procure o Ministério de Acolhimento
2 3METODISMO
DISCIPULADO EM 2016/2017
Discipulado e o povo chamado Metodista1
2 – ÊNFASE: REVITALIZAR O CA-
RISMA DOS MINISTÉRIOS CLÉRIGO E
LEIGO NOS VÁRIOS ASPECTOS DA MIS-
SÃO JUSTIFICATIVA: Dentro da história
da Igreja Metodista, sempre se optou por
uma eclesiologia focada no Sacerdócio Uni-
versal de Todos os Crentes e, por isso, rea-
firma que todas as pessoas são chamadas,
vocacionadas e enviadas para a missão e a
importância de uma Igreja configurada nos Dons, Ministérios e Fru-
tos. Recoloca-se perante os membros o conteúdo da nossa prática
ministerial: “Todos os membros da igreja, pelo fato de pertencerem
ao povo de Deus por meio do batismo, são ministros do Evangelho,
são chamados por Deus, preparados pela Igreja para, sob a ação do
Espírito Santo, cumprir a missão, em testemunho, serviço e evan-
gelização”. OBJETIVOS: Dar sequência ao projeto de organizar o
Ministério Ordenado da Igreja, a partir das diretrizes estabelecidas
pelo Colégio Episcopal por meio da Regulamentação da Ordem
Presbiteral. Que haja um trabalho junto aos pastores/as de desperta-
mento e capacitação para que, os/as mesmos/as, possam estimular a
prática das igrejas locais no PNM. Fortalecer o núcleo do ministério
pastoral, à luz da nossa tradição: “zelar pela pura pregação da Pala-
vra; ministrar corretamente os sacramentos. Zelar pelas marcas es-
senciais da Igreja. Cuidar da comunidade
missionária como um todo”. Revitalizar a
dinâmica da vocação pastoral no ambiente
da Igreja de Dons e Ministérios. Aprofun-
dar o “pastoreio de pastores e pastoras”,
levando-se em consideração a importância
do cuidado pastoral. Fortalecer, a partir
do pastorado e do laicato, a identidade da
Igreja em suas marcas balizadoras. Promo-
ver espaços de capacitação e atualização para o pastoreio, tais como
cursos, seminários etc., à luz das demandas e desafios da contem-
poraneidade e da urbanização; Imprimir no pastorado uma mística
evangelística e, consequentemente, um zelo evangelizador, a partir
do Plano de Ação Pastoral. Repassar ao pastorado as linhas nortea-
doras do discipulado na vida da Igreja, a fim de que a membresia da
Igreja vivencie o estilo de discipulado focado no ministério de Jesus
Cristo. Incentivar a participação dos membros em encontros de for-
talecimento da vida cristã e renovação espiritual, à luz do conselho
doApóstolo Paulo (Rm. 12: 1,2). Resgatar e incentivar a participação
leiga no ministério da Palavra.
1	 Extraído e adaptado do site: http://www.methodist.org.uk/media/549510/wcr-discipleship-
-portuguese.pdf
Escola Dominical no dia a dia
No último dia 26, quinta-feira, feriado de Corpus Christi, as
professoras das Classes de crianças da Escola Dominical, juntamen-
te com o Núcleo de Apoio Pedagógico – NAP, estiveram reunidas
na casa da Profa. Sheila Hussar para mais uma reunião de Capacita-
ção Docente. Tivemos primeiramente um momento de devocional
onde o texto estudado foi a narrativa de Josué 1, com ênfase no ver-
sículo 6, quando o Senhor diz a ele: “Sê forte e corajoso...” e depois
avaliamos o trabalho que vem sendo realizado por todas. O foco
principal foi o trabalho com as crianças menores, e a importância
do trabalho das professoras que, neste nível, são 3 em cada Classe.
Nesta idade as crianças ainda tem pouca autonomia e precisam ser
acompanhadas, durante o período de aulas, tanto em sala quanto
ao bebedouro, ao banheiro, ao encontro dos pais, etc. Agendamos
também um cronograma de substituições de nossa querida irmã
Susana que se enontra em viagem, nas atividades de abertura da
ED para as crianças, que são feitos no Salão Social, antes de todas
irem para as suas respectivas Classes. E podemos dizer, alegremen-
te, que o Senhor tem nos conduzido em todas estas atividades.
Uma Semana Prá Jesus 2016
5ª e 8ª Região – 15 a 22/07/2016 – Anaurilândia-MS
Convidamos todos a participar
do projeto Uma Semana pra Jesus
que será nos dias 15 a 22 de Julho em
Amaurilândia-MS, você pode contri-
buir indo ao Projeto e doando a sua
vida, ou doando roupas, sapatos,
utensílios e até doações em dinheiro.
Maiores informações com Nicéia, Zoé
ou Hilkias, ao lado a lista dos alimen-
tos que a Catedral Metodista está res-
ponsável em enviar, contamos com a
participação desta amada igreja, para
este Projeto.
Para o Bazar dos Novos, todas as
Sociedades de Mulheres deverão
providenciar 10 prendas. Devemos
providenciar também livros infantis
para montagem de uma Biblioteca, e
Bíblias que serão doadas para cada
casa visitada na cidade.
BETANIA
Caldo Knnor de Carne em Pó 03 pacotes de 1 Kg
Caldo Knnor de Galinha em Pó 03 pacotes de 1 Kg
Caldo de Legumes em Pó 02 pacotes de 1 Kg
Caldo SAZON salada em pó 10 caixas com 5 em cada cx
Marmitex de Isopor 05 cx c/ 100 cada
PAULISTA
Creme de leite 12 cx de 1 litro ou 30 cx pequenas
UNIMEP
Leite Longa Vida 400 litros
LIMEIRA E MATÃO
Detergente líquido 03 cx com 24 cada
Bombril 20 pacotes com 10 cd
Palha de aço 20 pacotes
Brilho Alumínio 10 vidros
CATEDRAL
Água Sanitária 30 litros
Luvas 01 caixa com 100 unidades
Tocas 02 caixas com 100 unidades cada
Cachorro quente para a EBF 500 unidades (Falar com a Nicéia)
SANTA BÁRBARA
Leite Longa Vida 100 litros de leite
CAPIVARI
Leite Longa Vida 100 litros de leite
Escala de Pregadores
Domingo dia 05/06
Culto Matutino
Direção: Rev. Julio Guevara 
Palavra: Rev. Paulo Dias Nogueira
Culto Vespertino
Direção: Revda Márcia Célia Pereira 
Palavra: Rev. Paulo Dias Nogueira
Ministério de Ação Docente
No dia do Meio Ambiente 5 de junho passamos aos irmãos a mensagem do Pastor
Israel Belo, em 5 de junho de 2014 e atual para nós.
Cuidemos do Meio Ambiente e que Deus nos guarde.
PEDAGOGIA DO CUIDADO: A TERRA
Viver é cuidar.
Somos uma terra para cuidar.
Erramos quando pensamos a terra como
um ser estranho. Na criação, deu-nos Deus a
tarefa de cuidar dela. Neste sentido, o nosso
cuidado completa a criação.
Acertamos quando pensamos a terra
como o corpo do nosso corpo. 
Talvez não possamos nos envolver em
grandes cuidados, mas todos podemos nos
empenhar em pequenos cuidados oferecidos
com um culto ao Criador.
Um papel inútil na mão deve ficar em
nossa mão até encontrar um destino seguro
para ele, por menor que seja.
Um objeto inservível não pode terminar
seus dias na rua.
Toda água desperdiçada, na abundância
ou na escassez, é um crime que nossa cons-
ciência deveria condenar.
O desnecessário resto de alimento num
prato servido é um tributo à insensibilidade
humana.
Como filhos da terra, devemos honrá-la
como mãe.
Desejo-lhe um BOM DIA.
Israel Belo de Azevedo,
em 5 de junho de 2014
ACONTECE
Oferta Missionária Nacional
“Faça todo o bem que você puder, com todos os recursos que você
puder, por todos os meios que você puder, em todos os lugares
que você puder, em todos os tempos que você puder, para todas
as pessoas que você puder, sempre e quando você puder”
(John Wesley).
Há 21 anos a Igreja Metodista
do Brasil realiza a Campanha Na-
cional da Oferta Missionária. O 3°
domingo do mês de maio é destina-
do especialmente para cada mem-
bro realizar sua doação voluntária
em favor dos projetos nas Regiões
Missionárias da Amazônia e do
Nordeste (Rema e Remne).
A expectativa nacional de
2016 foi estipulada em R$ 750.000,00
(setecentos e cinquenta mil reais),
que serão distribuídos entre Rema,
Remne, Ação Social, Ação missio-
nária e Marketing.
Na Remne, parte dos valores será destinada para fortalecer
a presença metodista nas cidades de Maceió, Alagoas e Feira de
Santana, na Bahia. Os trabalhos foram iniciados nos dois muníci-
pios em 2014, e necessitam de maior suporte para missão. Confira
os demais projetos que receberão investimentos clicando aqui.
O objetivo da Rema é dar sequência aos trabalhos que tem
transformado a vida de muitas pessoas. Um dos desafios é criar
recursos para enfrentar as longas distâncias entre os Campos
Missionários.
A Igreja Metodista também está atenta aos atuais problemas
sociais e econômicos do país. Por isso, parte da arrecadação tam-
bém será destinada para Ação Social, que busca atender emergên-
cias e vítimas de catástrofes no Brasil e exterior. Para estimular
as parcerias missionárias entre as Regiões Eclesiásticas, parte dos
recursos será aplicada em um fundo missionário.
Para alcançarmos a meta estimulada nossa Igreja
é desafiada a atingir a meta de R$ 2.500,00
Escola de Líderes
Informamos que a Escola de Líderes terá reinicio na Esco-
la Dominical, quem ainda não fez e já passou pelo Encontro com
Deus, favor procurar o Pastor Júlio.
Para todos aqueles que fizeram o Encontro com Deus, e par-
ticipavam da célula, estão convidados a nos reunirmos na Célula
piloto de terça-feira, que acontecerá inicialmente na igreja Cate-
dral, 20h, nesta próxima terça dia 31/05.
MINISTÉRIOS LOCAIS
CRIANÇADA
Vamos colorir criançada? Quem foi Noé? Escreva em baixo da figura.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Revista A Pátria para Cristo
Revista A Pátria para CristoRevista A Pátria para Cristo
Revista A Pátria para Cristo
missoesnacionais2014
 
Organização Missionária no Brasil
Organização Missionária no Brasil Organização Missionária no Brasil
Organização Missionária no Brasil
Bernadetecebs .
 
Informativo"Lá Vem o Trem das CEBs" Nº 52 e 53 Dezembro 2009 e Janeiro de 2010
Informativo"Lá Vem o Trem  das CEBs" Nº 52 e 53 Dezembro 2009 e Janeiro de 2010Informativo"Lá Vem o Trem  das CEBs" Nº 52 e 53 Dezembro 2009 e Janeiro de 2010
Informativo"Lá Vem o Trem das CEBs" Nº 52 e 53 Dezembro 2009 e Janeiro de 2010
Bernadetecebs .
 
Manual do lider
Manual do liderManual do lider
Manual do lider
pibfsa
 
Treinamento Diáconos IASD
Treinamento Diáconos IASDTreinamento Diáconos IASD
Treinamento Diáconos IASD
Gilson Barbosa
 
Paróquia comunidade de comunidades
Paróquia comunidade de comunidadesParóquia comunidade de comunidades
Paróquia comunidade de comunidades
Bernadetecebs .
 
Carla geanfrancisco resenha do livro a igreja apaixonada por missoes
Carla geanfrancisco   resenha do livro a igreja apaixonada por missoesCarla geanfrancisco   resenha do livro a igreja apaixonada por missoes
Carla geanfrancisco resenha do livro a igreja apaixonada por missoes
Carla Geanfrancisco Falasca
 
Missão é sair
Missão é sairMissão é sair
Missão é sair
Bernadetecebs .
 
SINODALIDADE. Sildo Morais
SINODALIDADE. Sildo MoraisSINODALIDADE. Sildo Morais
SINODALIDADE. Sildo Morais
Paulo David
 
Comunidade de Comunidades: Uma Nova Paróquia
Comunidade de Comunidades: Uma Nova ParóquiaComunidade de Comunidades: Uma Nova Paróquia
Comunidade de Comunidades: Uma Nova Paróquia
José Vieira Dos Santos
 
393
393393
Ética Pastoral
Ética PastoralÉtica Pastoral
Ética Pastoral
Ana Maria Smyth
 
Estudo do documento 100
Estudo do documento 100Estudo do documento 100
Estudo do documento 100
IRINEU FILHO
 
Formação - Conselho Pastoral Paroquial
Formação - Conselho Pastoral ParoquialFormação - Conselho Pastoral Paroquial
Formação - Conselho Pastoral Paroquial
eusouaimaculada
 
Amtb catalogo (1)
Amtb catalogo (1)Amtb catalogo (1)
Amtb catalogo (1)
Gabriel Valle
 
Carta Convite aos Não-Crentes
Carta Convite aos Não-CrentesCarta Convite aos Não-Crentes
Carta Convite aos Não-Crentes
Cristian Carvalho
 
O papel da paróquia na formação dos seus agentes
O papel da paróquia na formação dos seus agentesO papel da paróquia na formação dos seus agentes
O papel da paróquia na formação dos seus agentes
Luís Miguel Rodrigues
 
As Dimensões missionarias da Igreja
As Dimensões missionarias da Igreja  As Dimensões missionarias da Igreja
As Dimensões missionarias da Igreja
Oswaldo Michaelano
 
Mobilização da Igreja (1)
Mobilização da Igreja (1)Mobilização da Igreja (1)
Mobilização da Igreja (1)
Francisco A Salerno Neto
 
Mobilização da Igreja
Mobilização da IgrejaMobilização da Igreja
Mobilização da Igreja
Sagrada_Ordem
 

Mais procurados (20)

Revista A Pátria para Cristo
Revista A Pátria para CristoRevista A Pátria para Cristo
Revista A Pátria para Cristo
 
Organização Missionária no Brasil
Organização Missionária no Brasil Organização Missionária no Brasil
Organização Missionária no Brasil
 
Informativo"Lá Vem o Trem das CEBs" Nº 52 e 53 Dezembro 2009 e Janeiro de 2010
Informativo"Lá Vem o Trem  das CEBs" Nº 52 e 53 Dezembro 2009 e Janeiro de 2010Informativo"Lá Vem o Trem  das CEBs" Nº 52 e 53 Dezembro 2009 e Janeiro de 2010
Informativo"Lá Vem o Trem das CEBs" Nº 52 e 53 Dezembro 2009 e Janeiro de 2010
 
Manual do lider
Manual do liderManual do lider
Manual do lider
 
Treinamento Diáconos IASD
Treinamento Diáconos IASDTreinamento Diáconos IASD
Treinamento Diáconos IASD
 
Paróquia comunidade de comunidades
Paróquia comunidade de comunidadesParóquia comunidade de comunidades
Paróquia comunidade de comunidades
 
Carla geanfrancisco resenha do livro a igreja apaixonada por missoes
Carla geanfrancisco   resenha do livro a igreja apaixonada por missoesCarla geanfrancisco   resenha do livro a igreja apaixonada por missoes
Carla geanfrancisco resenha do livro a igreja apaixonada por missoes
 
Missão é sair
Missão é sairMissão é sair
Missão é sair
 
SINODALIDADE. Sildo Morais
SINODALIDADE. Sildo MoraisSINODALIDADE. Sildo Morais
SINODALIDADE. Sildo Morais
 
Comunidade de Comunidades: Uma Nova Paróquia
Comunidade de Comunidades: Uma Nova ParóquiaComunidade de Comunidades: Uma Nova Paróquia
Comunidade de Comunidades: Uma Nova Paróquia
 
393
393393
393
 
Ética Pastoral
Ética PastoralÉtica Pastoral
Ética Pastoral
 
Estudo do documento 100
Estudo do documento 100Estudo do documento 100
Estudo do documento 100
 
Formação - Conselho Pastoral Paroquial
Formação - Conselho Pastoral ParoquialFormação - Conselho Pastoral Paroquial
Formação - Conselho Pastoral Paroquial
 
Amtb catalogo (1)
Amtb catalogo (1)Amtb catalogo (1)
Amtb catalogo (1)
 
Carta Convite aos Não-Crentes
Carta Convite aos Não-CrentesCarta Convite aos Não-Crentes
Carta Convite aos Não-Crentes
 
O papel da paróquia na formação dos seus agentes
O papel da paróquia na formação dos seus agentesO papel da paróquia na formação dos seus agentes
O papel da paróquia na formação dos seus agentes
 
As Dimensões missionarias da Igreja
As Dimensões missionarias da Igreja  As Dimensões missionarias da Igreja
As Dimensões missionarias da Igreja
 
Mobilização da Igreja (1)
Mobilização da Igreja (1)Mobilização da Igreja (1)
Mobilização da Igreja (1)
 
Mobilização da Igreja
Mobilização da IgrejaMobilização da Igreja
Mobilização da Igreja
 

Destaque

O senhor é meu pastor e hospedeiro salmo 23 (2012)
O senhor é meu pastor e hospedeiro   salmo 23 (2012)O senhor é meu pastor e hospedeiro   salmo 23 (2012)
O senhor é meu pastor e hospedeiro salmo 23 (2012)
Paulo Dias Nogueira
 
Apresentação do pov 2015
Apresentação do pov 2015Apresentação do pov 2015
Apresentação do pov 2015
Paulo Dias Nogueira
 
SERMÃO: Natal - as mensagens dos anjos
SERMÃO: Natal  - as mensagens dos anjosSERMÃO: Natal  - as mensagens dos anjos
SERMÃO: Natal - as mensagens dos anjos
Paulo Dias Nogueira
 
SERMÃO - Natal: as mensagens dos anjos
SERMÃO - Natal: as mensagens dos anjosSERMÃO - Natal: as mensagens dos anjos
SERMÃO - Natal: as mensagens dos anjos
Paulo Dias Nogueira
 
Sermão o senhor é meu pastor e hospedeiro - salmo 23 (2012)
Sermão   o senhor é meu pastor e hospedeiro - salmo 23 (2012)Sermão   o senhor é meu pastor e hospedeiro - salmo 23 (2012)
Sermão o senhor é meu pastor e hospedeiro - salmo 23 (2012)
Paulo Dias Nogueira
 
Sermão conversão dos olhos mãos e pés - atos 3 1-10 (sem texto)
Sermão   conversão dos olhos mãos e pés -  atos 3 1-10 (sem texto)Sermão   conversão dos olhos mãos e pés -  atos 3 1-10 (sem texto)
Sermão conversão dos olhos mãos e pés - atos 3 1-10 (sem texto)
Paulo Dias Nogueira
 
Sermão ouvir a deus ou aos homens - 2 cr 18 1-27 - sermão
Sermão   ouvir a deus ou aos homens - 2 cr 18 1-27 - sermãoSermão   ouvir a deus ou aos homens - 2 cr 18 1-27 - sermão
Sermão ouvir a deus ou aos homens - 2 cr 18 1-27 - sermão
Paulo Dias Nogueira
 
Sermão - O maior Mandamento - Mt 22 34-40
Sermão - O maior Mandamento - Mt 22 34-40Sermão - O maior Mandamento - Mt 22 34-40
Sermão - O maior Mandamento - Mt 22 34-40
Paulo Dias Nogueira
 
Jesus nos chama ao compromisso lucas 14 25-33 - reflexão
Jesus nos chama ao compromisso   lucas 14 25-33 - reflexãoJesus nos chama ao compromisso   lucas 14 25-33 - reflexão
Jesus nos chama ao compromisso lucas 14 25-33 - reflexão
Paulo Dias Nogueira
 
Jesus o bom pastor joão 10 11-18 (2012)
Jesus o bom pastor   joão 10 11-18 (2012)Jesus o bom pastor   joão 10 11-18 (2012)
Jesus o bom pastor joão 10 11-18 (2012)
Paulo Dias Nogueira
 
Sermão pedro - um homem em busca de compromisso
Sermão   pedro - um homem em busca de compromissoSermão   pedro - um homem em busca de compromisso
Sermão pedro - um homem em busca de compromisso
Paulo Dias Nogueira
 
Sermão jesus o bom pastor - joão 10 11-18 (2012)
Sermão   jesus o bom pastor - joão 10 11-18 (2012)Sermão   jesus o bom pastor - joão 10 11-18 (2012)
Sermão jesus o bom pastor - joão 10 11-18 (2012)
Paulo Dias Nogueira
 
Sermão - Não Temais... Sou Eu - Mt 14:22-33
Sermão - Não Temais... Sou Eu - Mt 14:22-33 Sermão - Não Temais... Sou Eu - Mt 14:22-33
Sermão - Não Temais... Sou Eu - Mt 14:22-33
Paulo Dias Nogueira
 
Sermão jesus nos chama ao compromisso - lucas 14 25-33 - reflexão
Sermão   jesus nos chama ao compromisso - lucas 14 25-33 - reflexãoSermão   jesus nos chama ao compromisso - lucas 14 25-33 - reflexão
Sermão jesus nos chama ao compromisso - lucas 14 25-33 - reflexão
Paulo Dias Nogueira
 
Sermão eliseu e a mulher sunamita - 2 reis 4 8-17
Sermão   eliseu e a mulher sunamita - 2 reis 4 8-17Sermão   eliseu e a mulher sunamita - 2 reis 4 8-17
Sermão eliseu e a mulher sunamita - 2 reis 4 8-17
Paulo Dias Nogueira
 
Gaivota 183
Gaivota 183Gaivota 183
Gaivota 183
Paulo Dias Nogueira
 
Expositor Cristão Abril de 2014
Expositor Cristão Abril de 2014Expositor Cristão Abril de 2014
Expositor Cristão Abril de 2014
Paulo Dias Nogueira
 
Gaivota 183 encarte
Gaivota 183 encarteGaivota 183 encarte
Gaivota 183 encarte
Paulo Dias Nogueira
 
Pregadores leigos
Pregadores leigosPregadores leigos
Pregadores leigos
Paulo Dias Nogueira
 
Ministério de wesley na savannah
Ministério de wesley na savannahMinistério de wesley na savannah
Ministério de wesley na savannah
Paulo Dias Nogueira
 

Destaque (20)

O senhor é meu pastor e hospedeiro salmo 23 (2012)
O senhor é meu pastor e hospedeiro   salmo 23 (2012)O senhor é meu pastor e hospedeiro   salmo 23 (2012)
O senhor é meu pastor e hospedeiro salmo 23 (2012)
 
Apresentação do pov 2015
Apresentação do pov 2015Apresentação do pov 2015
Apresentação do pov 2015
 
SERMÃO: Natal - as mensagens dos anjos
SERMÃO: Natal  - as mensagens dos anjosSERMÃO: Natal  - as mensagens dos anjos
SERMÃO: Natal - as mensagens dos anjos
 
SERMÃO - Natal: as mensagens dos anjos
SERMÃO - Natal: as mensagens dos anjosSERMÃO - Natal: as mensagens dos anjos
SERMÃO - Natal: as mensagens dos anjos
 
Sermão o senhor é meu pastor e hospedeiro - salmo 23 (2012)
Sermão   o senhor é meu pastor e hospedeiro - salmo 23 (2012)Sermão   o senhor é meu pastor e hospedeiro - salmo 23 (2012)
Sermão o senhor é meu pastor e hospedeiro - salmo 23 (2012)
 
Sermão conversão dos olhos mãos e pés - atos 3 1-10 (sem texto)
Sermão   conversão dos olhos mãos e pés -  atos 3 1-10 (sem texto)Sermão   conversão dos olhos mãos e pés -  atos 3 1-10 (sem texto)
Sermão conversão dos olhos mãos e pés - atos 3 1-10 (sem texto)
 
Sermão ouvir a deus ou aos homens - 2 cr 18 1-27 - sermão
Sermão   ouvir a deus ou aos homens - 2 cr 18 1-27 - sermãoSermão   ouvir a deus ou aos homens - 2 cr 18 1-27 - sermão
Sermão ouvir a deus ou aos homens - 2 cr 18 1-27 - sermão
 
Sermão - O maior Mandamento - Mt 22 34-40
Sermão - O maior Mandamento - Mt 22 34-40Sermão - O maior Mandamento - Mt 22 34-40
Sermão - O maior Mandamento - Mt 22 34-40
 
Jesus nos chama ao compromisso lucas 14 25-33 - reflexão
Jesus nos chama ao compromisso   lucas 14 25-33 - reflexãoJesus nos chama ao compromisso   lucas 14 25-33 - reflexão
Jesus nos chama ao compromisso lucas 14 25-33 - reflexão
 
Jesus o bom pastor joão 10 11-18 (2012)
Jesus o bom pastor   joão 10 11-18 (2012)Jesus o bom pastor   joão 10 11-18 (2012)
Jesus o bom pastor joão 10 11-18 (2012)
 
Sermão pedro - um homem em busca de compromisso
Sermão   pedro - um homem em busca de compromissoSermão   pedro - um homem em busca de compromisso
Sermão pedro - um homem em busca de compromisso
 
Sermão jesus o bom pastor - joão 10 11-18 (2012)
Sermão   jesus o bom pastor - joão 10 11-18 (2012)Sermão   jesus o bom pastor - joão 10 11-18 (2012)
Sermão jesus o bom pastor - joão 10 11-18 (2012)
 
Sermão - Não Temais... Sou Eu - Mt 14:22-33
Sermão - Não Temais... Sou Eu - Mt 14:22-33 Sermão - Não Temais... Sou Eu - Mt 14:22-33
Sermão - Não Temais... Sou Eu - Mt 14:22-33
 
Sermão jesus nos chama ao compromisso - lucas 14 25-33 - reflexão
Sermão   jesus nos chama ao compromisso - lucas 14 25-33 - reflexãoSermão   jesus nos chama ao compromisso - lucas 14 25-33 - reflexão
Sermão jesus nos chama ao compromisso - lucas 14 25-33 - reflexão
 
Sermão eliseu e a mulher sunamita - 2 reis 4 8-17
Sermão   eliseu e a mulher sunamita - 2 reis 4 8-17Sermão   eliseu e a mulher sunamita - 2 reis 4 8-17
Sermão eliseu e a mulher sunamita - 2 reis 4 8-17
 
Gaivota 183
Gaivota 183Gaivota 183
Gaivota 183
 
Expositor Cristão Abril de 2014
Expositor Cristão Abril de 2014Expositor Cristão Abril de 2014
Expositor Cristão Abril de 2014
 
Gaivota 183 encarte
Gaivota 183 encarteGaivota 183 encarte
Gaivota 183 encarte
 
Pregadores leigos
Pregadores leigosPregadores leigos
Pregadores leigos
 
Ministério de wesley na savannah
Ministério de wesley na savannahMinistério de wesley na savannah
Ministério de wesley na savannah
 

Semelhante a Boletim Mensageiro - 05 06 2016

Folha Diocesana - Junho
Folha Diocesana - JunhoFolha Diocesana - Junho
Folha Diocesana - Junho
ParoquiaStaCruz
 
Sagrada Notícias Online - 11° Edição 23/03 a 06/03 (A4)
Sagrada Notícias Online - 11° Edição 23/03 a 06/03 (A4)Sagrada Notícias Online - 11° Edição 23/03 a 06/03 (A4)
Sagrada Notícias Online - 11° Edição 23/03 a 06/03 (A4)
Liliane Jornalista
 
Boletim bimba 02 02 escola dominical
Boletim bimba 02 02    escola dominicalBoletim bimba 02 02    escola dominical
Boletim bimba 02 02 escola dominical
Regina Lissone
 
Subsídio das CEBs - Diocese de São José dos Campos - SP
Subsídio das CEBs - Diocese de São José dos Campos - SPSubsídio das CEBs - Diocese de São José dos Campos - SP
Subsídio das CEBs - Diocese de São José dos Campos - SP
Bernadetecebs .
 
391
391391
390
390390
Celebração do mês vocacional 2012
Celebração do mês vocacional 2012Celebração do mês vocacional 2012
Celebração do mês vocacional 2012
Bernadetecebs .
 
Celebração Mês Vocacional 2012
Celebração Mês Vocacional 2012Celebração Mês Vocacional 2012
Celebração Mês Vocacional 2012
José Vieira Dos Santos
 
Celebrações para o Mês Vocacional
Celebrações para o Mês VocacionalCelebrações para o Mês Vocacional
Celebrações para o Mês Vocacional
Cris Simoni
 
Material mês vocacional2012
Material mês vocacional2012Material mês vocacional2012
Material mês vocacional2012
wapema
 
ECOVIDA Setembro-outubro
ECOVIDA Setembro-outubroECOVIDA Setembro-outubro
ECOVIDA Setembro-outubro
Lada vitorino
 
Boletim 484 - 22/05/16
Boletim 484 - 22/05/16Boletim 484 - 22/05/16
Boletim 484 - 22/05/16
stanaami
 
Boletim 491 - 10/07/16
Boletim 491 - 10/07/16Boletim 491 - 10/07/16
Boletim 491 - 10/07/16
stanaami
 
Paróquia em Ação 07
Paróquia em Ação 07Paróquia em Ação 07
Paróquia em Ação 07
ParoquiaForquilhinha
 
EBD Revista Palavra e Vida 4T2014: Aula 9: Desafios de uma igreja local (pt. 1)
EBD Revista Palavra e Vida 4T2014: Aula 9: Desafios de uma igreja local (pt. 1)EBD Revista Palavra e Vida 4T2014: Aula 9: Desafios de uma igreja local (pt. 1)
EBD Revista Palavra e Vida 4T2014: Aula 9: Desafios de uma igreja local (pt. 1)
Andre Nascimento
 
Boletim 347 - 11/08/13
Boletim 347 - 11/08/13Boletim 347 - 11/08/13
Boletim 347 - 11/08/13
stanaami
 
Último Boletim de 2013 da Igreja Metodista Catedral de Piracicaba. Boa leitur...
Último Boletim de 2013 da Igreja Metodista Catedral de Piracicaba. Boa leitur...Último Boletim de 2013 da Igreja Metodista Catedral de Piracicaba. Boa leitur...
Último Boletim de 2013 da Igreja Metodista Catedral de Piracicaba. Boa leitur...
Hilkias Nicolau
 
Paróquia em Ação 04
Paróquia em Ação 04Paróquia em Ação 04
Paróquia em Ação 04
ParoquiaForquilhinha
 
Nosso encontro outubro
Nosso encontro outubroNosso encontro outubro
Nosso encontro outubro
apostoladoarquidiocesano
 
Livrete quaresma e Páscoa 2014
Livrete quaresma e Páscoa 2014Livrete quaresma e Páscoa 2014
Livrete quaresma e Páscoa 2014
Bernadetecebs .
 

Semelhante a Boletim Mensageiro - 05 06 2016 (20)

Folha Diocesana - Junho
Folha Diocesana - JunhoFolha Diocesana - Junho
Folha Diocesana - Junho
 
Sagrada Notícias Online - 11° Edição 23/03 a 06/03 (A4)
Sagrada Notícias Online - 11° Edição 23/03 a 06/03 (A4)Sagrada Notícias Online - 11° Edição 23/03 a 06/03 (A4)
Sagrada Notícias Online - 11° Edição 23/03 a 06/03 (A4)
 
Boletim bimba 02 02 escola dominical
Boletim bimba 02 02    escola dominicalBoletim bimba 02 02    escola dominical
Boletim bimba 02 02 escola dominical
 
Subsídio das CEBs - Diocese de São José dos Campos - SP
Subsídio das CEBs - Diocese de São José dos Campos - SPSubsídio das CEBs - Diocese de São José dos Campos - SP
Subsídio das CEBs - Diocese de São José dos Campos - SP
 
391
391391
391
 
390
390390
390
 
Celebração do mês vocacional 2012
Celebração do mês vocacional 2012Celebração do mês vocacional 2012
Celebração do mês vocacional 2012
 
Celebração Mês Vocacional 2012
Celebração Mês Vocacional 2012Celebração Mês Vocacional 2012
Celebração Mês Vocacional 2012
 
Celebrações para o Mês Vocacional
Celebrações para o Mês VocacionalCelebrações para o Mês Vocacional
Celebrações para o Mês Vocacional
 
Material mês vocacional2012
Material mês vocacional2012Material mês vocacional2012
Material mês vocacional2012
 
ECOVIDA Setembro-outubro
ECOVIDA Setembro-outubroECOVIDA Setembro-outubro
ECOVIDA Setembro-outubro
 
Boletim 484 - 22/05/16
Boletim 484 - 22/05/16Boletim 484 - 22/05/16
Boletim 484 - 22/05/16
 
Boletim 491 - 10/07/16
Boletim 491 - 10/07/16Boletim 491 - 10/07/16
Boletim 491 - 10/07/16
 
Paróquia em Ação 07
Paróquia em Ação 07Paróquia em Ação 07
Paróquia em Ação 07
 
EBD Revista Palavra e Vida 4T2014: Aula 9: Desafios de uma igreja local (pt. 1)
EBD Revista Palavra e Vida 4T2014: Aula 9: Desafios de uma igreja local (pt. 1)EBD Revista Palavra e Vida 4T2014: Aula 9: Desafios de uma igreja local (pt. 1)
EBD Revista Palavra e Vida 4T2014: Aula 9: Desafios de uma igreja local (pt. 1)
 
Boletim 347 - 11/08/13
Boletim 347 - 11/08/13Boletim 347 - 11/08/13
Boletim 347 - 11/08/13
 
Último Boletim de 2013 da Igreja Metodista Catedral de Piracicaba. Boa leitur...
Último Boletim de 2013 da Igreja Metodista Catedral de Piracicaba. Boa leitur...Último Boletim de 2013 da Igreja Metodista Catedral de Piracicaba. Boa leitur...
Último Boletim de 2013 da Igreja Metodista Catedral de Piracicaba. Boa leitur...
 
Paróquia em Ação 04
Paróquia em Ação 04Paróquia em Ação 04
Paróquia em Ação 04
 
Nosso encontro outubro
Nosso encontro outubroNosso encontro outubro
Nosso encontro outubro
 
Livrete quaresma e Páscoa 2014
Livrete quaresma e Páscoa 2014Livrete quaresma e Páscoa 2014
Livrete quaresma e Páscoa 2014
 

Mais de Paulo Dias Nogueira

Em Jesus os opostos se atraem
Em Jesus os opostos se atraemEm Jesus os opostos se atraem
Em Jesus os opostos se atraem
Paulo Dias Nogueira
 
O Senhor é meu Pastor e Hospedeiro -
O Senhor é meu Pastor e Hospedeiro - O Senhor é meu Pastor e Hospedeiro -
O Senhor é meu Pastor e Hospedeiro -
Paulo Dias Nogueira
 
Liturgia - Da Páscoa Judaica à Páscoa Cristã
Liturgia - Da Páscoa Judaica à Páscoa CristãLiturgia - Da Páscoa Judaica à Páscoa Cristã
Liturgia - Da Páscoa Judaica à Páscoa Cristã
Paulo Dias Nogueira
 
POV 2016 - Carta de orientação e ficha da CLAM
POV 2016 - Carta de orientação e ficha da CLAMPOV 2016 - Carta de orientação e ficha da CLAM
POV 2016 - Carta de orientação e ficha da CLAM
Paulo Dias Nogueira
 
Liturgia - da páscoa judaica à páscoa cristã - grupo de comunhão do campos el...
Liturgia - da páscoa judaica à páscoa cristã - grupo de comunhão do campos el...Liturgia - da páscoa judaica à páscoa cristã - grupo de comunhão do campos el...
Liturgia - da páscoa judaica à páscoa cristã - grupo de comunhão do campos el...
Paulo Dias Nogueira
 
Ouvir a deus ou aos homens 2 cr 18 1-27 - sermão
Ouvir a deus ou aos homens   2 cr 18 1-27 - sermãoOuvir a deus ou aos homens   2 cr 18 1-27 - sermão
Ouvir a deus ou aos homens 2 cr 18 1-27 - sermão
Paulo Dias Nogueira
 
Conversão dos olhos mãos e pés atos 3 1-10 (sem texto)
Conversão dos olhos mãos e pés    atos 3 1-10 (sem texto)Conversão dos olhos mãos e pés    atos 3 1-10 (sem texto)
Conversão dos olhos mãos e pés atos 3 1-10 (sem texto)
Paulo Dias Nogueira
 
Pps 18 por que utilizamos o termo pastor
Pps 18   por que utilizamos o termo pastorPps 18   por que utilizamos o termo pastor
Pps 18 por que utilizamos o termo pastor
Paulo Dias Nogueira
 
Apresentação ministério pastoral
Apresentação   ministério pastoralApresentação   ministério pastoral
Apresentação ministério pastoral
Paulo Dias Nogueira
 
Carta de orientação e ficha da CLAM POV 2015
Carta de orientação e ficha da CLAM   POV 2015Carta de orientação e ficha da CLAM   POV 2015
Carta de orientação e ficha da CLAM POV 2015
Paulo Dias Nogueira
 
História das Missões - ppt da aula
História das Missões - ppt da aulaHistória das Missões - ppt da aula
História das Missões - ppt da aula
Paulo Dias Nogueira
 
Uma breve análise da inserção do protestantismo no brasil
Uma breve análise da inserção do protestantismo no brasilUma breve análise da inserção do protestantismo no brasil
Uma breve análise da inserção do protestantismo no brasil
Paulo Dias Nogueira
 

Mais de Paulo Dias Nogueira (12)

Em Jesus os opostos se atraem
Em Jesus os opostos se atraemEm Jesus os opostos se atraem
Em Jesus os opostos se atraem
 
O Senhor é meu Pastor e Hospedeiro -
O Senhor é meu Pastor e Hospedeiro - O Senhor é meu Pastor e Hospedeiro -
O Senhor é meu Pastor e Hospedeiro -
 
Liturgia - Da Páscoa Judaica à Páscoa Cristã
Liturgia - Da Páscoa Judaica à Páscoa CristãLiturgia - Da Páscoa Judaica à Páscoa Cristã
Liturgia - Da Páscoa Judaica à Páscoa Cristã
 
POV 2016 - Carta de orientação e ficha da CLAM
POV 2016 - Carta de orientação e ficha da CLAMPOV 2016 - Carta de orientação e ficha da CLAM
POV 2016 - Carta de orientação e ficha da CLAM
 
Liturgia - da páscoa judaica à páscoa cristã - grupo de comunhão do campos el...
Liturgia - da páscoa judaica à páscoa cristã - grupo de comunhão do campos el...Liturgia - da páscoa judaica à páscoa cristã - grupo de comunhão do campos el...
Liturgia - da páscoa judaica à páscoa cristã - grupo de comunhão do campos el...
 
Ouvir a deus ou aos homens 2 cr 18 1-27 - sermão
Ouvir a deus ou aos homens   2 cr 18 1-27 - sermãoOuvir a deus ou aos homens   2 cr 18 1-27 - sermão
Ouvir a deus ou aos homens 2 cr 18 1-27 - sermão
 
Conversão dos olhos mãos e pés atos 3 1-10 (sem texto)
Conversão dos olhos mãos e pés    atos 3 1-10 (sem texto)Conversão dos olhos mãos e pés    atos 3 1-10 (sem texto)
Conversão dos olhos mãos e pés atos 3 1-10 (sem texto)
 
Pps 18 por que utilizamos o termo pastor
Pps 18   por que utilizamos o termo pastorPps 18   por que utilizamos o termo pastor
Pps 18 por que utilizamos o termo pastor
 
Apresentação ministério pastoral
Apresentação   ministério pastoralApresentação   ministério pastoral
Apresentação ministério pastoral
 
Carta de orientação e ficha da CLAM POV 2015
Carta de orientação e ficha da CLAM   POV 2015Carta de orientação e ficha da CLAM   POV 2015
Carta de orientação e ficha da CLAM POV 2015
 
História das Missões - ppt da aula
História das Missões - ppt da aulaHistória das Missões - ppt da aula
História das Missões - ppt da aula
 
Uma breve análise da inserção do protestantismo no brasil
Uma breve análise da inserção do protestantismo no brasilUma breve análise da inserção do protestantismo no brasil
Uma breve análise da inserção do protestantismo no brasil
 

Último

DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
ESCRIBA DE CRISTO
 
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptxLição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Celso Napoleon
 
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos AgricultoresOração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Nilson Almeida
 
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptxLição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Celso Napoleon
 
Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino FinalTornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
André Ricardo Marcondes
 
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOSDIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
ESCRIBA DE CRISTO
 
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdfO-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
WELITONNOGUEIRA3
 
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxasMalleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Lourhana
 
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptxBíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Igreja Jesus é o Verbo
 
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
ESCRIBA DE CRISTO
 
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO [MUSEOLOGIA]
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO      [MUSEOLOGIA]MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO      [MUSEOLOGIA]
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO [MUSEOLOGIA]
ESCRIBA DE CRISTO
 
PEDRO NUNCA FOI PAPA [COM COMENTÁRIOS]
PEDRO NUNCA FOI PAPA   [COM COMENTÁRIOS]PEDRO NUNCA FOI PAPA   [COM COMENTÁRIOS]
PEDRO NUNCA FOI PAPA [COM COMENTÁRIOS]
ESCRIBA DE CRISTO
 
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimentoHabacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
ayronleonardo
 
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptxA CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
JonasRibeiro61
 
Escola de A E Aula 96 Evolução Animica
Escola de A E Aula 96 Evolução AnimicaEscola de A E Aula 96 Evolução Animica
Escola de A E Aula 96 Evolução Animica
AlessandroSanches8
 
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Igreja Jesus é o Verbo
 

Último (16)

DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
 
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptxLição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
 
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos AgricultoresOração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
 
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptxLição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
 
Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino FinalTornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
 
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOSDIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
 
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdfO-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
 
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxasMalleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
 
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptxBíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
 
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
 
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO [MUSEOLOGIA]
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO      [MUSEOLOGIA]MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO      [MUSEOLOGIA]
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO [MUSEOLOGIA]
 
PEDRO NUNCA FOI PAPA [COM COMENTÁRIOS]
PEDRO NUNCA FOI PAPA   [COM COMENTÁRIOS]PEDRO NUNCA FOI PAPA   [COM COMENTÁRIOS]
PEDRO NUNCA FOI PAPA [COM COMENTÁRIOS]
 
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimentoHabacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
 
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptxA CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
 
Escola de A E Aula 96 Evolução Animica
Escola de A E Aula 96 Evolução AnimicaEscola de A E Aula 96 Evolução Animica
Escola de A E Aula 96 Evolução Animica
 
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
 

Boletim Mensageiro - 05 06 2016

  • 1. MensageiroB O L E T I M S E M A N A L CATEDRAL DE PIRACICABA Ano XXXVIII • 5 de junho de 2016 • nº 644 4 A Igreja Metodista é uma comunidade de fé cristã e temos imensa alegria em receber você em nosso meio. Esteja certo da poderosa ação do Senhor nosso Deus sobre sua vida. Receba o nosso abraço fraternal na certeza de que sua presença nos abençoa. Deus abençoe a sua semana. Até a próxima edição! VISITANTE EXPEDIENTE Bispo da 5ª Região Eclesiástica: Revmo. Bispo Adonias Pereira do Lago Pastor Titular: Rev. Tarcísio dos Santos Rua D. Pedro I, 938 – Centro – Piracicaba-SP – Fone/Fax: 19 3371-7709 e 19 3371-7712 E-mail: imcpira@gmail.com – www.metodistapiracicaba.org.br CEP 13400-410 MensageiroMensageiroÓrgão oficial de comunicação da Catedral Metodista de Piracicaba. Coadjutores: Revda. Márcia Célia Pereira Rev. Artêmio Dionelio Gris da Silva OMUN DO É MINHA PARÓQUIA John Wesley Visite nossa página: www.facebook.com/catedralmetodistadepiracicaba Te louvarei, não importam as circunstâncias... “Ainda que a figueira não floresça nem haja fruto na vide, o produto da oli- veira minta e os campos não produzam mantimento; as ovelhas da malhada sejam arrebatadas, e nos currais não haja vacas; todavia eu me alegrarei no Senhor: exultarei no Deus da minha salvação. O Senhor é a minha fortaleza, e faz os meus pés como os da corça, e me faz andar altaneiramente”. (HC 3:17-19). Queridos irmãos e irmãs, graça e paz! Através desta oração, que se apre- senta como uma de- claração de fé, o pro- feta Habacuque nos ensina uma importan- te lição ao afirmar que mesmo em meio às lutas e tribulações ele se alegraria no Senhor. Essa não é uma tarefa fácil, pois em meio às adver- sidades da vida, normalmente perdemos o humor e a força. Infelizmente, não é possível passar por esta vida sem experimentar momentos difíceis (crises). O profeta nos en- sina que nestes momentos devemos trazer à memória que nossa alegria e força não estão em nós mesmos e nem mes- mo nas circunstâncias, mas em Deus. Mais do que olhar para a conjuntura somos convida- dos a olhar para o criador e sustentador da vida. Aquele que é capaz de nos auxiliar nestes momentos difíceis. Participando do culto em ação de graças pela vida da irmã Eloísa Barbosa, presenciei algo muito significativo. Seus filhos (Guilherme, Matheus e Filipe) cantavam con- victamente o seguinte refrão: “Te louvarei, não importam as circunstâncias. Adorarei, somente a ti Jesus”. Num mo- mento tão difícil como aquele, eles testemunharam a fé que aprenderam com a própria mãe. Ela investiu muito para que eles estivessem na igreja e servissem como músicos no culto. Lembro-me de uma época em que ela os carregava para todas as atividades da igreja, principal- mente para os en- saios. Foi possível ver que os valores cantados e tocados em muitas outras ocasiões, sustentaram estes três naquele momento. O luto é um processo difícil. Existem momentos de dúvida, tristeza, angustia e saudade. Mas meu testemunho neste breve texto é que a fé introjetada através dos anos, cantando e estudando a Bíblia, foi alimento naquele mo- mento para os Geraldi. No desejo de que o Senhor continue a confortar e consolar a família, bem como nossa comunida- de, compartilho estas poucas palavras. Que em meio às lutas e tribulações nós possamos nos alimentar dos valores que aprendemos na Bíblia e cantamos nos cultos. Estes valores podem nos ajudar no desenvolvi- mento de uma fé resiliente. Como afirmou o profeta Haba- cuque: “Ainda que... eu me alegrarei no Senhor”. Deus vos abençoe. Rev. Paulo Dias Nogueira Calendário Litúrgico Ano C Domingo após o Pentecoste Cor Litúrgica: Branco Leituras Bíblicas PRoVÉRBIos 8:1-4 RoMAnos 5.1-5 JoÃo 16. 12-15 Oração Senhor vem sobre a Tua Igreja e Enche-nos do Teu Espirito Santo, seja bem –vindo ! Em nome de Jesus ! Amém ESCALAS CONTAGEM DE DÍZIMOS E OFERTAS: Culto matutino: Afonso Roberto Hilkias Nicolau Culto vespertino: Pedro Moraes Alfredo Rebeque ANIVERSARIANTES 05 – Mariana da Cruz Chiarinelli 05 – Helena da Cruz Chiarinelli 05 – Aline da Silva Souza 05 – Sonia Carmela Falci Dechen 07 – Ercy Lazzarim de Aguiar 07 – Fernanda de Oliveira Kobayashi 07 – Regina Cislaghi Rivero Nós, da Catedral Metodista de Piracicaba, desejamos muitas felicidades e que Deus continue a abençoá-lo, concedendo-lhe muita paz, amor e sabedoria. “Que o senhor os abençoe e os guarde”... (Números 6: 24) Se o seu aniversário não foi anunciado procure o Ministério de Acolhimento
  • 2. 2 3METODISMO DISCIPULADO EM 2016/2017 Discipulado e o povo chamado Metodista1 2 – ÊNFASE: REVITALIZAR O CA- RISMA DOS MINISTÉRIOS CLÉRIGO E LEIGO NOS VÁRIOS ASPECTOS DA MIS- SÃO JUSTIFICATIVA: Dentro da história da Igreja Metodista, sempre se optou por uma eclesiologia focada no Sacerdócio Uni- versal de Todos os Crentes e, por isso, rea- firma que todas as pessoas são chamadas, vocacionadas e enviadas para a missão e a importância de uma Igreja configurada nos Dons, Ministérios e Fru- tos. Recoloca-se perante os membros o conteúdo da nossa prática ministerial: “Todos os membros da igreja, pelo fato de pertencerem ao povo de Deus por meio do batismo, são ministros do Evangelho, são chamados por Deus, preparados pela Igreja para, sob a ação do Espírito Santo, cumprir a missão, em testemunho, serviço e evan- gelização”. OBJETIVOS: Dar sequência ao projeto de organizar o Ministério Ordenado da Igreja, a partir das diretrizes estabelecidas pelo Colégio Episcopal por meio da Regulamentação da Ordem Presbiteral. Que haja um trabalho junto aos pastores/as de desperta- mento e capacitação para que, os/as mesmos/as, possam estimular a prática das igrejas locais no PNM. Fortalecer o núcleo do ministério pastoral, à luz da nossa tradição: “zelar pela pura pregação da Pala- vra; ministrar corretamente os sacramentos. Zelar pelas marcas es- senciais da Igreja. Cuidar da comunidade missionária como um todo”. Revitalizar a dinâmica da vocação pastoral no ambiente da Igreja de Dons e Ministérios. Aprofun- dar o “pastoreio de pastores e pastoras”, levando-se em consideração a importância do cuidado pastoral. Fortalecer, a partir do pastorado e do laicato, a identidade da Igreja em suas marcas balizadoras. Promo- ver espaços de capacitação e atualização para o pastoreio, tais como cursos, seminários etc., à luz das demandas e desafios da contem- poraneidade e da urbanização; Imprimir no pastorado uma mística evangelística e, consequentemente, um zelo evangelizador, a partir do Plano de Ação Pastoral. Repassar ao pastorado as linhas nortea- doras do discipulado na vida da Igreja, a fim de que a membresia da Igreja vivencie o estilo de discipulado focado no ministério de Jesus Cristo. Incentivar a participação dos membros em encontros de for- talecimento da vida cristã e renovação espiritual, à luz do conselho doApóstolo Paulo (Rm. 12: 1,2). Resgatar e incentivar a participação leiga no ministério da Palavra. 1 Extraído e adaptado do site: http://www.methodist.org.uk/media/549510/wcr-discipleship- -portuguese.pdf Escola Dominical no dia a dia No último dia 26, quinta-feira, feriado de Corpus Christi, as professoras das Classes de crianças da Escola Dominical, juntamen- te com o Núcleo de Apoio Pedagógico – NAP, estiveram reunidas na casa da Profa. Sheila Hussar para mais uma reunião de Capacita- ção Docente. Tivemos primeiramente um momento de devocional onde o texto estudado foi a narrativa de Josué 1, com ênfase no ver- sículo 6, quando o Senhor diz a ele: “Sê forte e corajoso...” e depois avaliamos o trabalho que vem sendo realizado por todas. O foco principal foi o trabalho com as crianças menores, e a importância do trabalho das professoras que, neste nível, são 3 em cada Classe. Nesta idade as crianças ainda tem pouca autonomia e precisam ser acompanhadas, durante o período de aulas, tanto em sala quanto ao bebedouro, ao banheiro, ao encontro dos pais, etc. Agendamos também um cronograma de substituições de nossa querida irmã Susana que se enontra em viagem, nas atividades de abertura da ED para as crianças, que são feitos no Salão Social, antes de todas irem para as suas respectivas Classes. E podemos dizer, alegremen- te, que o Senhor tem nos conduzido em todas estas atividades. Uma Semana Prá Jesus 2016 5ª e 8ª Região – 15 a 22/07/2016 – Anaurilândia-MS Convidamos todos a participar do projeto Uma Semana pra Jesus que será nos dias 15 a 22 de Julho em Amaurilândia-MS, você pode contri- buir indo ao Projeto e doando a sua vida, ou doando roupas, sapatos, utensílios e até doações em dinheiro. Maiores informações com Nicéia, Zoé ou Hilkias, ao lado a lista dos alimen- tos que a Catedral Metodista está res- ponsável em enviar, contamos com a participação desta amada igreja, para este Projeto. Para o Bazar dos Novos, todas as Sociedades de Mulheres deverão providenciar 10 prendas. Devemos providenciar também livros infantis para montagem de uma Biblioteca, e Bíblias que serão doadas para cada casa visitada na cidade. BETANIA Caldo Knnor de Carne em Pó 03 pacotes de 1 Kg Caldo Knnor de Galinha em Pó 03 pacotes de 1 Kg Caldo de Legumes em Pó 02 pacotes de 1 Kg Caldo SAZON salada em pó 10 caixas com 5 em cada cx Marmitex de Isopor 05 cx c/ 100 cada PAULISTA Creme de leite 12 cx de 1 litro ou 30 cx pequenas UNIMEP Leite Longa Vida 400 litros LIMEIRA E MATÃO Detergente líquido 03 cx com 24 cada Bombril 20 pacotes com 10 cd Palha de aço 20 pacotes Brilho Alumínio 10 vidros CATEDRAL Água Sanitária 30 litros Luvas 01 caixa com 100 unidades Tocas 02 caixas com 100 unidades cada Cachorro quente para a EBF 500 unidades (Falar com a Nicéia) SANTA BÁRBARA Leite Longa Vida 100 litros de leite CAPIVARI Leite Longa Vida 100 litros de leite Escala de Pregadores Domingo dia 05/06 Culto Matutino Direção: Rev. Julio Guevara  Palavra: Rev. Paulo Dias Nogueira Culto Vespertino Direção: Revda Márcia Célia Pereira  Palavra: Rev. Paulo Dias Nogueira Ministério de Ação Docente No dia do Meio Ambiente 5 de junho passamos aos irmãos a mensagem do Pastor Israel Belo, em 5 de junho de 2014 e atual para nós. Cuidemos do Meio Ambiente e que Deus nos guarde. PEDAGOGIA DO CUIDADO: A TERRA Viver é cuidar. Somos uma terra para cuidar. Erramos quando pensamos a terra como um ser estranho. Na criação, deu-nos Deus a tarefa de cuidar dela. Neste sentido, o nosso cuidado completa a criação. Acertamos quando pensamos a terra como o corpo do nosso corpo.  Talvez não possamos nos envolver em grandes cuidados, mas todos podemos nos empenhar em pequenos cuidados oferecidos com um culto ao Criador. Um papel inútil na mão deve ficar em nossa mão até encontrar um destino seguro para ele, por menor que seja. Um objeto inservível não pode terminar seus dias na rua. Toda água desperdiçada, na abundância ou na escassez, é um crime que nossa cons- ciência deveria condenar. O desnecessário resto de alimento num prato servido é um tributo à insensibilidade humana. Como filhos da terra, devemos honrá-la como mãe. Desejo-lhe um BOM DIA. Israel Belo de Azevedo, em 5 de junho de 2014 ACONTECE Oferta Missionária Nacional “Faça todo o bem que você puder, com todos os recursos que você puder, por todos os meios que você puder, em todos os lugares que você puder, em todos os tempos que você puder, para todas as pessoas que você puder, sempre e quando você puder” (John Wesley). Há 21 anos a Igreja Metodista do Brasil realiza a Campanha Na- cional da Oferta Missionária. O 3° domingo do mês de maio é destina- do especialmente para cada mem- bro realizar sua doação voluntária em favor dos projetos nas Regiões Missionárias da Amazônia e do Nordeste (Rema e Remne). A expectativa nacional de 2016 foi estipulada em R$ 750.000,00 (setecentos e cinquenta mil reais), que serão distribuídos entre Rema, Remne, Ação Social, Ação missio- nária e Marketing. Na Remne, parte dos valores será destinada para fortalecer a presença metodista nas cidades de Maceió, Alagoas e Feira de Santana, na Bahia. Os trabalhos foram iniciados nos dois muníci- pios em 2014, e necessitam de maior suporte para missão. Confira os demais projetos que receberão investimentos clicando aqui. O objetivo da Rema é dar sequência aos trabalhos que tem transformado a vida de muitas pessoas. Um dos desafios é criar recursos para enfrentar as longas distâncias entre os Campos Missionários. A Igreja Metodista também está atenta aos atuais problemas sociais e econômicos do país. Por isso, parte da arrecadação tam- bém será destinada para Ação Social, que busca atender emergên- cias e vítimas de catástrofes no Brasil e exterior. Para estimular as parcerias missionárias entre as Regiões Eclesiásticas, parte dos recursos será aplicada em um fundo missionário. Para alcançarmos a meta estimulada nossa Igreja é desafiada a atingir a meta de R$ 2.500,00 Escola de Líderes Informamos que a Escola de Líderes terá reinicio na Esco- la Dominical, quem ainda não fez e já passou pelo Encontro com Deus, favor procurar o Pastor Júlio. Para todos aqueles que fizeram o Encontro com Deus, e par- ticipavam da célula, estão convidados a nos reunirmos na Célula piloto de terça-feira, que acontecerá inicialmente na igreja Cate- dral, 20h, nesta próxima terça dia 31/05. MINISTÉRIOS LOCAIS CRIANÇADA Vamos colorir criançada? Quem foi Noé? Escreva em baixo da figura.