SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 14
Baixar para ler offline
SONETOS 
Atividade desenvolvida pela professora Claudia Leal Ribeiro 
Disciplina: Língua Portuguesa 
Escola Estadual Prof.ª Eunice Souza dos Santos 
Produzidos por alunos das Turmas: 8° A, 8° B e 8°C 
Rondonópolis-MT, 09/09/2014 
PRODUÇÃO TEXTUAL- SONETOS 
PRODUZA UM SONETO UTILIZANDO PELO MENOS 6 PALAVRAS DO QUADRO ABAIXO. DÊ UM TÍTULO A ELE. 
MONTANHA- MENINA- FLOR - SOL- CHUVA- LEMBRANÇA- AMIZADE- AMOR- CARINHO- PAIXÃO- ESPELHO- VIDA- JANELA- NOITE- BRINCADEIRA- NAMORADO- CÉU- ALEGRIA- CORAGEM - CRIANÇA 
LEMBRANÇA DE UMA CRIANÇA 
UMA MENINA FOI AO BANHEIRO 
E SE OLHOU NO ESPELHO. 
ELA TANTO SE OLHOU, 
QUE ATÉ CHOROU. 
ELA TEVE UMA LEMBRANÇA, 
QUE SEU AVÔ DEIXOU DE HERANÇA. 
LEMBROU-SE DIANTE DO ESPELHO 
QUANDO SEU AVÔ LHE DAVA CONSELHO. 
LEMBROU-SE QUE NUM DIA DE CHUVA, 
SEU AVÔ COLHIA UVA. 
E ASSIM FOI SE LEMBRANDO... 
LEMBROU QUE NUM DIA DE SOL, 
SEU AVÔ COLHIA GIRASSOL. 
E ASSIM LEMBROU POR TODA A VIDA. 
ALUNOS:THALLES, TIAGO, GABRIEL SALES – 8◦ANO B 
PROF.ª CLÁUDIA
INTENSO AMOR 
CONHECI UMA MENINA 
LINDA COMO A FLOR. 
ME APAIXONEI POR ELA; 
VIVI INTENSO O NOSSO AMOR. 
NA NOITE ESTRELADA 
DEITADO COM A MINHA AMADA 
VEJO PELA JANELA O LUAR, 
QUE VEM TRAZENDO A BRISA DEVAGAR. 
AMANHEÇO COM A MINHA BELA 
DÁ VONTADE DE ABRAÇÁ-LA 
OLHANDO O LINDO SORRISO DELA. 
TENHO CORAGEM DE BEIJÁ-LA. 
DEPOIS DESTE MOMENTO, 
ALI A PEÇO EM CASAMENTO. 
ALUNAS: SUZANA, VANESSA E LARISSA - 8◦ ANO B 
PROF.ª CLÁUDIA 
A MENINA E O PARAQUEDAS 
UMA MENINA NA MONTANHA 
QUE DE PARAQUEDAS QUERIA VOAR. 
INFELIZMENTE NÃO PODIA, 
SEU NAMORADO NÃO IRIA DEIXAR. 
A MONTANHA ERA ALTA 
E O NAMORADO PREOCUPADO. 
NÃO DEIXAVA SEU AMOR PULAR, 
POIS O PARAQUEDAS ESTAVA RASGADO. 
EM FORMA DE UMA FLOR 
SEU MEIO ESTAVA RASGADO. 
HÁ MUITO TEMPO NÃO ERA USADO. 
ELA PULOU E SE ESPATIFOU. 
INFELIZMENTE MORREU. 
E NAS ESTRELAS SE PERDEU... 
ALUNOS: ODAIR, LUCAS EDUARDO - 8◦ ANO B 
PROF.ª CLÁUDIA
DECEPÇÃO 
DA JANELA LÁ DE CASA 
AVISTEI DE LONGE MEU GRANDE AMOR. 
ERA UMA MENINA TODA ARRUMADA, 
ERA LINDA COMO UMA FLOR. 
LOGO ME APAIXONEI POR ELA 
PARECIA MAIS UMA CRIANÇA. 
RAPIDAMENTE FUI ME APROXIMAR 
ESTAVA CHEIO DE ESPERANÇA. 
MAS QUANDO FUI AGIR, 
DESCOBRI UM GRANDE PROBLEMA: 
ERA ALTO, FORTE E GRANDE 
PARECIA UM BRUTAMONTE 
OU GOLIAS, O GIGANTE. 
ERA O NAMORADO DA PEQUENA. 
ALUNOS: EDUARDO, GABRIEL ALENCAR- 8◦ ANO B 
PROF.ª CLÁUDIA 
A VIDA SENTIMENTAL 
A VIDA É FEITA DE VÁRIAS LEMBRANÇAS: 
AMIZADE, AMOR, CARINHO E PAIXÃO. 
E ESSAS COISAS ESTÃO DIVIDIDAS 
TODAS DENTRO DO MEU CORAÇÃO. 
TUDO ISSO QUE ESTOU FALANDO 
SIGNIFICA PRO MEU SENTIMENTO. 
PORQUE SEM ELAS NÃO TENHO FORÇAS 
NEM CORAGEM PRA VIVER ESSE LAMENTO. 
A VIDA É DIFÍCIL DE SE ENTENDER. 
O AMOR NÃO CONSIGO ESCONDER. 
O CARINHO ENTÃO NEM SE FALA! 
A PAIXÃO É UMA LUZ QUE ENCONTRA O CORAÇÃO 
COM MAGIA, AMOR E EMOÇÃO. 
SEM ELA EU NÃO VIVO NÃO! 
ALUNAS: ERIELLY E LISANDRA - 8◦ ANO B 
PROF.ª CLÁUDIA
LEMBRANÇAS 
TIVE UMA LEMBRANÇA 
DE QUANDO ERA CRIANÇA. 
TINHA MUITA FELICIDADE 
PORQUE TINHA IGUALDADE. 
HOJE EM DIA NÃO TENHO MAIS, 
PORQUE NÃO É COMO NOS ANOS ATRÁS. 
ONDE TODO MUNDO ERA DA PAZ. 
HOJE EM DIA NÃO É MAIS. 
EU DARIA A MINHA VIDA 
PRA TER MAIS ALEGRIA. 
NESSE MUNDO SEM HARMONIA. 
NESSE CÉU NÃO HÁ COR. 
ONDE ESTÃO A PAIXÃO E O AMOR? 
ME DIGA, POR FAVOR! 
ALUNAS: BRENDA E ÂNDRIA- 8◦ ANO B 
PROF.ª CLÁUDIA 
SILÊNCIO 
NO SILÊNCIO DA NOITE, 
SÓ OUÇO O BARULHO DA CHUVA 
CAINDO NAS PÉTALAS DAS FLORES. 
A ESCURIDÃO ME DEIXA ASSUSTADA. 
NAS MINHAS LEMBRANÇAS 
ME SINTO ASSUSTADA, MEIO ACUADA. 
E OLHO NA JANELA 
VEJO NOSSA AMIZADE ACABADA. 
UMA AMIZADE QUE FOI DIFÍCIL 
DE SER CONQUISTADA. 
E IMPOSSÍVEL DE SER RESGATADA. 
AINDA NA JANELA 
TENTANDO BUSCAR CORAGEM 
PRA ESQUECER NOSSA AMIZADE. 
ALUNAS: THAMIRYS E BRISA - 8◦ ANO B 
PROF.ª CLÁUDIA
A MENINA AMOROSA 
A MENINA BRINCAVA NA CHUVA 
COM ALEGRIA, AMOR E CORAGEM. 
A CHUVA PASSOU 
E O SOL RAIOU. 
COM AMOR, UM DIA SE PASSOU. 
A NOITE COMEÇOU 
COM AS ESTRELAS. 
E A MENINA DELIROU. 
ENCANTADA PELA BELEZA DO CÉU, 
ELA DESMAIOU. 
UMA ESTRELA BRILHOU. 
COM AMOR E ALEGRIA, 
A MENINA DESPERTOU. 
E UM NOVO DIA COMEÇOU. 
ALUNOS: FRANKLIN E BRUNO- 8◦ ANO B 
PROF.ª CLÁUDIA
PRODUÇÃO TEXTUAL 
PRODUZA UM SONETO UTILIZANDO PELO MENOS 6 PALAVRAS DO QUADRO ABAIXO. DÊ UM TÍTULO A ELE. 
MONTANHA- MENINA- FLOR - SOL- CHUVA- LEMBRANÇA- AMIZADE- AMOR- CARINHO- PAIXÃO- ESPELHO- VIDA- JANELA- NOITE- BRINCADEIRA- NAMORADO- CÉU- ALEGRIA- CORAGEM - CRIANÇA 
A MENINA E A FLOR 
NUMA LINDA MONTANHA, 
HAVIA UMA FLOR, 
QUE VIVIA MEIO TRISTONHA. 
POIS NÃO RECEBIA AMOR. 
UMA LINDA MENINA UM DIA SE APROXIMOU, 
E VIU A CENA DAQUELA POBRE FLOR. 
PEGOU UM REGADOR E A FLOR ELA AGUOU. 
COBRINDO-A DE CARINHO E LHE DANDO MUITO AMOR. 
E ISSO SE TORNOU UMA AMIZADE 
DA LINDA MENINA E A FLOR. 
E PARECIA PARA A ETERNIDADE... 
MAS A FLOR NÃO AGUENTOU. 
O SOL ESTAVA QUENTE E FAZIA MUITO CALOR. 
O QUE PARECIA ETERNIDADE, ALI POUCO DUROU. 
ALUNOS: IZA, KRIGOR, IURY- 8◦ ANO C 
PROF.ª CLÁUDIA
UMA BRINCADEIRA DE AMOR 
DE LONGE AVISTO UMA LINDA MONTANHA 
DA JANELA DO MEU QUARTO. 
DEIXO O CHORO DE LADO, 
SEI QUE UM DIA ENCONTRAREI A ALEGRIA. 
A NOITE VAI CHEGAR 
JUNTO COM A CHUVA. 
E NO ESPELHO DA VIDA SURGE UMA LEMBRANÇA. 
MAS CADÊ MINHA AMADA QUE SUMIU DO NADA? 
A LEMBRANÇA QUE O CÉU TRAZ, 
A BRINCADEIRA FICA PARA TRÁS. 
E SURGEM O CARINHO E A PAIXÃO. 
ESTOU AMANDO UMA MENINA. 
VOU OFERECÊ-LA UMA FLOR 
E ACARICIÁ-LA COM MEU AMOR. 
ALUNAS: HELLEN CRISTINE ,ANA KAROLINY- 8◦ ANO C 
PROF.ª CLÁUDIA 
AMOR À PRIMEIRA VISTA 
OLHEI PELA JANELA 
VI UMA MENINA TÃO BELA! 
OLHEI O ROSTO DELA 
PARECIA UMA CINDERELA! 
EU NEM A CONHECIA, 
QUERIA SER O NAMORADO DELA. 
BATEU FORTE MEU CORAÇÃO, 
CHEIO DE PAIXÃO. 
QUANDO PERCEBI, ESTAVA EU ALI 
QUERENDO LHE DIZER 
QUE AMOR POR ELA SENTI. 
ELA ME OLHOU DE UM JEITO DELICADO, 
ME PERGUNTANDO 
SE EU QUERIA SER SEU NAMORADO. 
ALUNAS: MYLENA, ADRIANA, KAREN- 8◦ ANO C 
PROF.ª CLÁUDIA
PAIXÃO ANTIGA 
UM DIA ALGUÉM BATEU EM MINHA PORTA. 
VACILEI E NÃO QUIS ABRIR. 
PENSEI QUE FOSSE A LEMBRANÇA, 
QUE VIVE A ME PERSEGUIR. 
BATEU DE NOVO COM CORAGEM, 
MAS DEPOIS DESISTIU. 
SUBIU AS ESCADAS DO CÉU 
E PARA SEMPRE PARTIU. 
DE UMA PAIXÃO ANTIGA 
ME LEMBREI QUANDO CRIANÇA. 
FUI ABRIR A PORTA COM ESPERANÇA. 
NA PORTA ESSAS PALAVRAS FATAIS: 
“EU SOU A FELICIDADE 
E NÃO VOLTAREI JAMAIS”. 
ALUNOS: JOÃO VICTOR, JORGE, LÍBIO- 8◦ ANO C 
PROF.ª CLÁUDIA 
UM AMOR PARA A ETERNIDADE 
EM CIMA DE UMA MONTANHA, 
VIVIA UMA FLOR, 
QUE VIVIA DE CHUVA, LEMBRANÇA, MAS SEM AMOR. 
UM DIA ELA CHOROU DE TANTA DOR. 
POIS A VIDA NÃO LHE TROUXE UM ÚNICO AMOR. 
ATÉ QUE PASSOU UM AVIÃOZINHO, 
QUE DO MOTOR SÓ SAÍA CARINHO. 
ELA TENTOU SINALIZAR, MAS NÃO CONSEGUIU. 
E SUAS PÉTALAS NO AR, UM DIA SUMIU. 
JUNTO COM AS PÉTALAS, FOI A CORAGEM 
DE TER UM AMOR PARA A ETERNIDADE. 
E DE REPENTE SUBIU UM RAPAZ, 
QUE NO CORAÇÃO SÓ EXISTIA PAZ. 
E ENTÃO ELA ENCONTROU O ETERNO AMOR. 
ALUNOS: TALISSON, PRISCILA, VICTOR - 8◦ ANO C 
PROF.ª CLÁUDIA
CONFUSÃO DO AMOR 
EU NUNCA PENSEI QUE IRIA ME APAIXONAR DE NOVO. 
ATÉ QUE UMA MENINA ME FEZ RELEMBRAR... 
A MINHA ÚLTIMA PAIXÃO, 
QUE MEU CORAÇÃO FEZ DESPEDAÇAR. 
EM MEU CORAÇÃO CARREGO ESSA GRANDE PAIXÃO. 
LEMBRANÇAS QUE PARA SEMPRE VÃO FICAR. 
LEMBRANÇAS QUE SE REFLETEM COMO ESPELHO 
EM MEU TRISTE OLHAR. 
ESSA PAIXÃO É COMO UM IOIÔ: 
VAI E VOLTA, FERINDO MEU CORAÇÃO. 
RETORNANDO A DOR DA PAIXÃO. 
AI QUEM ME DERA TER UM REMÉDIO PRA ESSA DOR! 
PRA ACABAR COM ESSA DOENÇA CHAMADA AMOR, 
QUE O TEMPO NÃO CONSEGUE APAGAR! 
ALUNOS: GABRIELA, THÁCILA, RODRIGO - 8◦ ANO C 
PROF.ª CLÁUDIA 
SAUDADE DE MINHA INFÂNCIA 
NA MINHA INFÂNCIA, 
ROLAVAM-SE BRINCADEIRAS DE CRIANÇAS, 
ONDE AMOR E CARINHO ME TRAZEM LEMBRANÇAS. 
LEMBRO DOS AMIGOS QUE MORAVAM NA VIZINHANÇA. 
SAUDADE DAQUELE TEMPO DIFERENTE, 
EM QUE NÃO EXISTIAM BRIGAS, DISCUSSÃO, 
TEMPO EM QUE AS PESSOAS VIVIAM EM PAZ, 
VIVIAM EM PAIXÃO. 
GOSTAVA DO TEMPO DA ESCOLA. 
TINHA AMIGOS DEMAIS! 
ASSISTÍAMOS A FILMES LEGAIS! 
AO CHEGAR EM CASA, JÁ IA BRINCAR, 
POIS NA MINHA INFÂNCIA 
ROLAVAM-SE BRINCADEIRAS DE CRIANÇAS. 
ALUNOS: SCENIO, RAFAEL, HIAGO - 8◦ ANO C 
PROF.ª CLÁUDIA
A ROSA 
PENSEM NAS CRIANÇAS, 
NAS MUDAS DAS MONTANHAS, 
PENSEM NAS MENINAS, 
PENSEM NAS MULHERES. 
PENSEM NAS NAMORADAS 
COMO ROSAS DO AMOR. 
PENSEM NAS FLORES COMO ESPELHOS DA VIDA. 
MAS NÃO SE ESQUEÇAM... 
DA ROSA DA NOITE, 
DA ROSA DA PAIXÃO, 
OU MESMO DA ROSA DA CORAGEM. 
É A ROSA QUE TRAZ A LEMBRANÇA. 
É TÃO BELA QUANTO O DIA! 
É TÃO ALEGRE QUANTO UMA CRIANÇA! 
ALUNA: SARA LAIZ - 8◦ ANO B 
PROF.ª CLÁUDIA 
UM GRANDE AMOR 
RECORDANDO UM GRANDE AMOR, 
EU ME LEMBRO DE UMA PAIXÃO. 
PELO ESPELHO DA MINHA VIDA, 
SENTI UMA DOR NO CORAÇÃO. 
OS DIAS QUE PASSAMOS JUNTOS, 
SEMPRE IREI ME LEMBRAR. 
OS DIAS BONS E RUINS 
VOLTAREI A SONHAR. 
AH! COMO É BOM AMAR! 
SORRISOS O TEMPO TODO! 
VOLTAREI A SONHAR. 
ISSO SE PASSA RÁPIDO, 
NUM PISCAR DE OLHO. 
SENTIMENTOS BONS EU COLHO. 
ALUNO: PEDRO - 8◦ ANO C 
PROF.ª CLÁUDIA
DE MONTANHA EM MONTANHA VOU SUBIR 
QUANDO ACORDO DE MANHÃ, 
LOGO LEMBRO DA MENINA. 
SEUS CABELOS COR DE OURO, 
SUA BOCA CRISTALINA. 
SEU PERFUME CHEIRA FLOR, 
O QUE ME ENCHE DE ALEGRIA. 
QUERO SER SEU NAMORADO 
AMÁ-LA NOITE E DIA. 
QUERO ESTAR COM ELA, 
APRENDER A AMÁ-LA 
E PARA SEMPRE DESEJÁ-LA. 
DE MONTANHA EM MONTANHA 
EU VOU SUBIR, PARA ENCONTRÁ-LA. 
E PARA SEMPRE VOU AMÁ-LA. 
ALUNOS: EZEQUIEL, WENDER - 8◦ ANO C 
PROF.ª CLÁUDIA 
MINHA JANELA 
OLHEI PELA JANELA, 
VI UMA GAROTA TÃO BELA! 
ESPLENDOROSA! 
FUI LOGO GOSTANDO DELA. 
ESTAVA MUITO APAIXONADO, 
FUI AO ENCONTRO DELA. 
PEDI SEU TELEFONE, 
E VOLTEI PRA MINHA JANELA. 
PEDI PRA NAMORAR COM ELA 
E ELA ASSIM ACEITOU, 
MAS DEPOIS NOS SEPARAMOS. 
ESSE FOI O PIOR DIA 
DA MINHA VIDA VAZIA 
E VOLTEI PRA MINHA JANELA. 
ALUNOS: EWERTON , ROQUE - 8◦ ANO C 
PROF.ª CLÁUDIA
ORAÇÃO 
OH, DEUS! MEU CORAÇÃO É PEQUENO, 
MAS AINDA CABE UMA NOVA PAIXÃO. 
ME DÊ CARINHO MAIS UM POUQUINHO, 
ME DÊ AMOR NO MEU CORAÇÃO. 
ME DÊ ESPERANÇA PRA SER FELIZ, 
ME DÊ ESPERANÇA PRA UM NOVO AMOR. 
ME DÊ MENOS SOL E MENOS DOR, 
ME DÊ CHUVA PRA ACABAR ESTE CALOR! 
OH, DEUS! NA MINHA VIDA ME DÊ MAIS ALEGRIA 
ME DÊ AMIZADES E MAIS CORAGEM, 
ME DÊ PASSAGEM E MAIS VIAGENS. 
OH, DEUS! PARA MIM VOCÊ É VERDE, 
VERDE DE ESPERANÇA, 
MINHA DOCE LEMBRANÇA. 
ALUNO: JULIANO - 8◦ ANO A 
PROF.ª CLÁUDIA 
SAUDADE DO TEMPO DE ALEGRIA 
OLHANDO A CHUVA PELA JANELA, 
LEMBRO DA MINHA JUVENTUDE. 
COMO ERA BELA! 
JAMAIS PODEREI VOLTAR ATÉ ELA. 
COM A CERTEZA QUE MUITO VIVI, 
COM AMIGOS ME DIVERTI, 
COM AMIZADES EU CRESCI, 
DE ALEGRIA ME ENCHI. 
MEUS AMIGOS ERAM COMO DIAMANTE 
MINHA MÃE, AMOR GIGANTE! 
MEU NAMORADO, AMOR DISTANTE! 
MINHA JUVENTUDE TINHA TUDO O QUE EU QUERIA, 
MENOS A SOLIDÃO QUE NÃO VINHA. 
NUNCA ESQUECEREI DESTA FASE DE MINHA VIDA! 
ALUNAS: JOSLAINE, MARIA VITÓRIA - 8◦ ANO A 
PROF.ª CLÁUDIA
AMOR GUARDADO 
DA JANELA DO QUARTO RELEMBRANDO O PASSADO, 
ONDE A MENINA DOS MEUS OLHOS 
CORRIA ENTRE AS MONTANHAS, 
LINDA COMO UM BEIJA-FLOR. 
LEMBRANÇA DE UM AMOR QUE ME DEIXOU. 
PAIXÃO DE UM MOMENTO QUE O TEMPO 
AINDA NÃO CUROU. 
DE CABEIÇA BAIXA, NEM SEQUER ME OLHOU. 
SENTIMENTO QUE TRAGO BEM GUARDADO, 
SABENDO QUE ELA MORA BEM AO LADO, 
MAS NÃO CORRESPONDE AO MEU AMOR. 
UM DIA VOU ATÉ A CASA DELA 
OLHAR DENTRO DOS OLHOS DELA 
E DIZER QUE QUERO O SEU AMOR. 
ALUNA: VITÓRIA ALVES - 8◦ ANO A 
PROF.ª CLÁUDIA 
AMEI PRA NADA 
QUANDO A CONHECI, POR ELA ME APAIXONEI, 
FOI INESPERADO, NEM PENSEI, 
PERCEBI QUE ERA PAIXÃO, 
À NOITE A GUARDAVA NO MEU CORAÇÃO. 
A CHUVA LÁ FORA CAÍA, 
E EU NA JANELA SORRIA. 
NO OUTRO DIA O SOL JÁ APARECIA 
E ME VINHA A LEMBRANÇA DA MINHA MENINA. 
MAS ME ENGANEI, FOI TUDO ILUSÃO, 
POIS A MENINA APENAS BRINCOU COM MEU CORAÇÃO 
NÃO RESPEITOU A MINHA PAIXÃO. 
MAS COM ISSO EU APRENDI 
QUE NEM TODOS SABEM ESPERAR COMO ESPEREI, 
QUE NEM TODOS SABEM AMAR COMO EU AMEI! 
ALUNAS:ANNA JULLYA,THAICILA,RAFAELLA- 8◦ ANO A 
PROF.ª CLÁUDIA
O CASAMENTO 
CERTO DIA, NA MONTANHA, ENCONTREI UMA MENINA. 
ELA ERA MUITO EDUCADA, 
E POR MIM MUITO AMADA, 
E DE MIM ELA MUITO GOSTAVA. 
MAS NÃO DIZIA NADA. 
NUM CERTO MOMENTO, 
EU A PEDI EM CASAMENTO. 
E ELA DISSE SIM. 
PENSEI QUE ESSE ERA O FIM. 
MAS ERA SÓ O COMEÇO 
NÃO ACABAVA DESSE JEITO. 
ERA O INÍCIO DE UMA GRANDE HISTÓRIA, 
O SOL BRILHAVA LÁ FORA, 
MEU AMOR FICOU NA MEMÓRIA. 
ALUNOS: FELIPE , RODRIGO - 8◦ ANO A 
PROF.ª CLÁUDIA 
PAIXÃO 
VOCÊ É MINHA FLOR, 
VOCÊ É MINHA PAIXÃO, 
CADA VEZ QUE EU TE VEJO, 
BATE MAIS FORTE MEU CORAÇÃO. 
AMIZADE É COISA DE LEMBRANÇA, 
CARINHO É COISA DE AMOR, 
SEMPRE QUE TE VEJO 
BATE AQUELA DOR. 
BRINCADEIRA É COMO UMA MONTANHA, 
TODO MUNDO AMA. 
QUANDO VOCÊ BRINCA, SE APAIXONA. 
EU ATÉ PAREÇO GELO 
EU TE VEJO E ME DERRETO, 
SIMPLESMENTE SEM MEDO. 
ALUNOS: MAURICIO ALMEIDA , MAYCKON - 8◦ ANO A 
PROF.ª CLÁUDIA

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Mais procurados (20)

A Literatura de Cordel em Sala (Projeto Pibid 2013)
A Literatura de Cordel em Sala (Projeto Pibid 2013)A Literatura de Cordel em Sala (Projeto Pibid 2013)
A Literatura de Cordel em Sala (Projeto Pibid 2013)
 
Apresentação Adverbios
Apresentação AdverbiosApresentação Adverbios
Apresentação Adverbios
 
Crônica
CrônicaCrônica
Crônica
 
Humor e ironia
Humor e ironiaHumor e ironia
Humor e ironia
 
Tudo sobre POEMAS
Tudo sobre POEMASTudo sobre POEMAS
Tudo sobre POEMAS
 
Notícia gênero textual
Notícia gênero textualNotícia gênero textual
Notícia gênero textual
 
Preposições
PreposiçõesPreposições
Preposições
 
Aula sinais de pontuação
Aula sinais de pontuaçãoAula sinais de pontuação
Aula sinais de pontuação
 
Autobiografia: proposta de produção textual
Autobiografia: proposta de produção textualAutobiografia: proposta de produção textual
Autobiografia: proposta de produção textual
 
SLIDES – TIRINHAS.
SLIDES – TIRINHAS.SLIDES – TIRINHAS.
SLIDES – TIRINHAS.
 
Oficina de descritores português 9º ano
Oficina de descritores português 9º anoOficina de descritores português 9º ano
Oficina de descritores português 9º ano
 
Fábulas 1
Fábulas 1Fábulas 1
Fábulas 1
 
Redação: Relato Pessoal
Redação: Relato PessoalRedação: Relato Pessoal
Redação: Relato Pessoal
 
Aula intertextualidade
Aula intertextualidadeAula intertextualidade
Aula intertextualidade
 
Crase
CraseCrase
Crase
 
Texto dissertativo argumentativo
Texto dissertativo argumentativoTexto dissertativo argumentativo
Texto dissertativo argumentativo
 
Aula 04 variacao linguistica
Aula 04   variacao linguisticaAula 04   variacao linguistica
Aula 04 variacao linguistica
 
Adverbios e locuções adverbiais
Adverbios e locuções adverbiaisAdverbios e locuções adverbiais
Adverbios e locuções adverbiais
 
Sinais de pontuação
Sinais de pontuaçãoSinais de pontuação
Sinais de pontuação
 
Coerência e coesão textual
Coerência e coesão textualCoerência e coesão textual
Coerência e coesão textual
 

Semelhante a Sonetos . Produção Textual de Alunos do 8° ano do Ensino Fundamental da Escola Eunice Souza dos Santos

Semelhante a Sonetos . Produção Textual de Alunos do 8° ano do Ensino Fundamental da Escola Eunice Souza dos Santos (20)

SONETOS. Podução textual por alunos do 8°Ano
SONETOS. Podução textual por alunos do 8°AnoSONETOS. Podução textual por alunos do 8°Ano
SONETOS. Podução textual por alunos do 8°Ano
 
Festejando e Aprendendo
Festejando e Aprendendo Festejando e Aprendendo
Festejando e Aprendendo
 
FIGURAS DE LINGUAGEM.ppt
FIGURAS DE LINGUAGEM.pptFIGURAS DE LINGUAGEM.ppt
FIGURAS DE LINGUAGEM.ppt
 
Figuras linguagem
Figuras linguagemFiguras linguagem
Figuras linguagem
 
2010 2011 ursitos]
2010 2011 ursitos]2010 2011 ursitos]
2010 2011 ursitos]
 
Primeiras Estórias
Primeiras EstóriasPrimeiras Estórias
Primeiras Estórias
 
FIGURAS DE LINGUAGEM
FIGURAS DE LINGUAGEMFIGURAS DE LINGUAGEM
FIGURAS DE LINGUAGEM
 
Figuras De Linguagem
Figuras De LinguagemFiguras De Linguagem
Figuras De Linguagem
 
Meu museu
Meu museuMeu museu
Meu museu
 
Literatura - Figuras Linguagem
Literatura - Figuras LinguagemLiteratura - Figuras Linguagem
Literatura - Figuras Linguagem
 
Cordel 2011
Cordel 2011Cordel 2011
Cordel 2011
 
Semana poesia
Semana poesiaSemana poesia
Semana poesia
 
Figuras de linguagem
Figuras de linguagemFiguras de linguagem
Figuras de linguagem
 
498 an 22_outubro_2014.ok
498 an 22_outubro_2014.ok498 an 22_outubro_2014.ok
498 an 22_outubro_2014.ok
 
Música e ensino de ciências
 Música e ensino de ciências Música e ensino de ciências
Música e ensino de ciências
 
Figuras de linguagem 1
Figuras de linguagem 1Figuras de linguagem 1
Figuras de linguagem 1
 
Concurso de Poesia 3º Período
Concurso de Poesia 3º PeríodoConcurso de Poesia 3º Período
Concurso de Poesia 3º Período
 
Produzindo Poemas
Produzindo Poemas Produzindo Poemas
Produzindo Poemas
 
Livro digital
Livro digitalLivro digital
Livro digital
 
Cultivar a espiritualidade (para educadores)
Cultivar a espiritualidade (para educadores)Cultivar a espiritualidade (para educadores)
Cultivar a espiritualidade (para educadores)
 

Mais de Seduc MT

Saudades do tempo que a igreja era IGREJA. prrsoares
Saudades do tempo que a igreja era IGREJA. prrsoaresSaudades do tempo que a igreja era IGREJA. prrsoares
Saudades do tempo que a igreja era IGREJA. prrsoaresSeduc MT
 
Fake news, fato ou boato? prrsoares
Fake news, fato ou boato? prrsoaresFake news, fato ou boato? prrsoares
Fake news, fato ou boato? prrsoaresSeduc MT
 
Poesia em movimento. Aula prática de Dança
Poesia em movimento. Aula prática de DançaPoesia em movimento. Aula prática de Dança
Poesia em movimento. Aula prática de DançaSeduc MT
 
Exposição de telas. Pintura com giz de cera
Exposição de telas. Pintura com giz de ceraExposição de telas. Pintura com giz de cera
Exposição de telas. Pintura com giz de ceraSeduc MT
 
Exposição de pintura em telas com giz de cera. PRINART
Exposição de pintura em telas com giz de cera. PRINARTExposição de pintura em telas com giz de cera. PRINART
Exposição de pintura em telas com giz de cera. PRINARTSeduc MT
 
PRINART. Arte natalina em pet
PRINART. Arte natalina em petPRINART. Arte natalina em pet
PRINART. Arte natalina em petSeduc MT
 
Exposição de Brinquedos com PET. PRINART
Exposição de Brinquedos com PET. PRINARTExposição de Brinquedos com PET. PRINART
Exposição de Brinquedos com PET. PRINARTSeduc MT
 
Por amor à Gabby, no tom da vida II
Por amor à Gabby, no tom da vida IIPor amor à Gabby, no tom da vida II
Por amor à Gabby, no tom da vida IISeduc MT
 
Ser músico. prrsoares
Ser músico. prrsoaresSer músico. prrsoares
Ser músico. prrsoaresSeduc MT
 
Doe VIDA. doe SANGUE !
Doe VIDA. doe SANGUE !  Doe VIDA. doe SANGUE !
Doe VIDA. doe SANGUE ! Seduc MT
 
Imagens e mensagens do mundo da música. Musicômico. prrsoares
Imagens e mensagens do mundo da música. Musicômico. prrsoaresImagens e mensagens do mundo da música. Musicômico. prrsoares
Imagens e mensagens do mundo da música. Musicômico. prrsoaresSeduc MT
 
Fazer o bem, faz bem!
Fazer o bem, faz bem!Fazer o bem, faz bem!
Fazer o bem, faz bem!Seduc MT
 
A Essência do amor. prrsoares
A Essência do amor. prrsoaresA Essência do amor. prrsoares
A Essência do amor. prrsoaresSeduc MT
 
Artes gerais. Artes Visuais, Dança, Teatro e Música.
Artes gerais. Artes Visuais, Dança, Teatro e Música.Artes gerais. Artes Visuais, Dança, Teatro e Música.
Artes gerais. Artes Visuais, Dança, Teatro e Música.Seduc MT
 
Porque a vida é feita de escolhas. prrsoares
Porque a vida é feita de escolhas. prrsoaresPorque a vida é feita de escolhas. prrsoares
Porque a vida é feita de escolhas. prrsoaresSeduc MT
 
No tom da vida. prrsoares e Gabby Marques
No tom da vida. prrsoares e Gabby MarquesNo tom da vida. prrsoares e Gabby Marques
No tom da vida. prrsoares e Gabby MarquesSeduc MT
 
A Canção da meia noite. prrsoares
A Canção da meia noite. prrsoaresA Canção da meia noite. prrsoares
A Canção da meia noite. prrsoaresSeduc MT
 
O COORDENADOR PEDAGÓGICO ENQUANTO GESTOR EDUCACIONAL “Questões relevantes ent...
O COORDENADOR PEDAGÓGICO ENQUANTO GESTOR EDUCACIONAL “Questões relevantes ent...O COORDENADOR PEDAGÓGICO ENQUANTO GESTOR EDUCACIONAL “Questões relevantes ent...
O COORDENADOR PEDAGÓGICO ENQUANTO GESTOR EDUCACIONAL “Questões relevantes ent...Seduc MT
 
Árvore Genealógica de Raimundo Soares de Andrade e Traudi Ullmann de Andrade
Árvore Genealógica  de Raimundo Soares de Andrade e Traudi Ullmann de AndradeÁrvore Genealógica  de Raimundo Soares de Andrade e Traudi Ullmann de Andrade
Árvore Genealógica de Raimundo Soares de Andrade e Traudi Ullmann de AndradeSeduc MT
 
A Menina que Sonhava. prrsoares
A Menina que Sonhava. prrsoaresA Menina que Sonhava. prrsoares
A Menina que Sonhava. prrsoaresSeduc MT
 

Mais de Seduc MT (20)

Saudades do tempo que a igreja era IGREJA. prrsoares
Saudades do tempo que a igreja era IGREJA. prrsoaresSaudades do tempo que a igreja era IGREJA. prrsoares
Saudades do tempo que a igreja era IGREJA. prrsoares
 
Fake news, fato ou boato? prrsoares
Fake news, fato ou boato? prrsoaresFake news, fato ou boato? prrsoares
Fake news, fato ou boato? prrsoares
 
Poesia em movimento. Aula prática de Dança
Poesia em movimento. Aula prática de DançaPoesia em movimento. Aula prática de Dança
Poesia em movimento. Aula prática de Dança
 
Exposição de telas. Pintura com giz de cera
Exposição de telas. Pintura com giz de ceraExposição de telas. Pintura com giz de cera
Exposição de telas. Pintura com giz de cera
 
Exposição de pintura em telas com giz de cera. PRINART
Exposição de pintura em telas com giz de cera. PRINARTExposição de pintura em telas com giz de cera. PRINART
Exposição de pintura em telas com giz de cera. PRINART
 
PRINART. Arte natalina em pet
PRINART. Arte natalina em petPRINART. Arte natalina em pet
PRINART. Arte natalina em pet
 
Exposição de Brinquedos com PET. PRINART
Exposição de Brinquedos com PET. PRINARTExposição de Brinquedos com PET. PRINART
Exposição de Brinquedos com PET. PRINART
 
Por amor à Gabby, no tom da vida II
Por amor à Gabby, no tom da vida IIPor amor à Gabby, no tom da vida II
Por amor à Gabby, no tom da vida II
 
Ser músico. prrsoares
Ser músico. prrsoaresSer músico. prrsoares
Ser músico. prrsoares
 
Doe VIDA. doe SANGUE !
Doe VIDA. doe SANGUE !  Doe VIDA. doe SANGUE !
Doe VIDA. doe SANGUE !
 
Imagens e mensagens do mundo da música. Musicômico. prrsoares
Imagens e mensagens do mundo da música. Musicômico. prrsoaresImagens e mensagens do mundo da música. Musicômico. prrsoares
Imagens e mensagens do mundo da música. Musicômico. prrsoares
 
Fazer o bem, faz bem!
Fazer o bem, faz bem!Fazer o bem, faz bem!
Fazer o bem, faz bem!
 
A Essência do amor. prrsoares
A Essência do amor. prrsoaresA Essência do amor. prrsoares
A Essência do amor. prrsoares
 
Artes gerais. Artes Visuais, Dança, Teatro e Música.
Artes gerais. Artes Visuais, Dança, Teatro e Música.Artes gerais. Artes Visuais, Dança, Teatro e Música.
Artes gerais. Artes Visuais, Dança, Teatro e Música.
 
Porque a vida é feita de escolhas. prrsoares
Porque a vida é feita de escolhas. prrsoaresPorque a vida é feita de escolhas. prrsoares
Porque a vida é feita de escolhas. prrsoares
 
No tom da vida. prrsoares e Gabby Marques
No tom da vida. prrsoares e Gabby MarquesNo tom da vida. prrsoares e Gabby Marques
No tom da vida. prrsoares e Gabby Marques
 
A Canção da meia noite. prrsoares
A Canção da meia noite. prrsoaresA Canção da meia noite. prrsoares
A Canção da meia noite. prrsoares
 
O COORDENADOR PEDAGÓGICO ENQUANTO GESTOR EDUCACIONAL “Questões relevantes ent...
O COORDENADOR PEDAGÓGICO ENQUANTO GESTOR EDUCACIONAL “Questões relevantes ent...O COORDENADOR PEDAGÓGICO ENQUANTO GESTOR EDUCACIONAL “Questões relevantes ent...
O COORDENADOR PEDAGÓGICO ENQUANTO GESTOR EDUCACIONAL “Questões relevantes ent...
 
Árvore Genealógica de Raimundo Soares de Andrade e Traudi Ullmann de Andrade
Árvore Genealógica  de Raimundo Soares de Andrade e Traudi Ullmann de AndradeÁrvore Genealógica  de Raimundo Soares de Andrade e Traudi Ullmann de Andrade
Árvore Genealógica de Raimundo Soares de Andrade e Traudi Ullmann de Andrade
 
A Menina que Sonhava. prrsoares
A Menina que Sonhava. prrsoaresA Menina que Sonhava. prrsoares
A Menina que Sonhava. prrsoares
 

Último

A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...Unidad de Espiritualidad Eudista
 
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitação
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitaçãoSer Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitação
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitaçãoJayaneSales1
 
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptxSlides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Revolução Industrial - Revolução Industrial .pptx
Revolução Industrial - Revolução Industrial .pptxRevolução Industrial - Revolução Industrial .pptx
Revolução Industrial - Revolução Industrial .pptxHlioMachado1
 
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZAAVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZAEdioFnaf
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaFernanda Ledesma
 
CRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURA
CRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURACRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURA
CRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURADouglasVasconcelosMa
 
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxEVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxHenriqueLuciano2
 
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdforganizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdfCarlosRodrigues832670
 
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024GleyceMoreiraXWeslle
 
As variações do uso da palavra "como" no texto
As variações do uso da palavra "como" no  textoAs variações do uso da palavra "como" no  texto
As variações do uso da palavra "como" no textoMariaPauladeSouzaTur
 
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terraSistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terraBiblioteca UCS
 
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxFree-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxkarinasantiago54
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdfLinguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdfLaseVasconcelos1
 
Modelos atômicos: quais são, história, resumo
Modelos atômicos: quais são, história, resumoModelos atômicos: quais são, história, resumo
Modelos atômicos: quais são, história, resumoprofleticiasantosbio
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxacaciocarmo1
 
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETOProjeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETODouglasVasconcelosMa
 
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao  bullyingMini livro sanfona - Diga não ao  bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao bullyingMary Alvarenga
 

Último (20)

“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE” _
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE”       _“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE”       _
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE” _
 
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
 
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitação
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitaçãoSer Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitação
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitação
 
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptxSlides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
 
Revolução Industrial - Revolução Industrial .pptx
Revolução Industrial - Revolução Industrial .pptxRevolução Industrial - Revolução Industrial .pptx
Revolução Industrial - Revolução Industrial .pptx
 
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZAAVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
 
CRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURA
CRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURACRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURA
CRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURA
 
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxEVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
 
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdforganizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
 
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
 
As variações do uso da palavra "como" no texto
As variações do uso da palavra "como" no  textoAs variações do uso da palavra "como" no  texto
As variações do uso da palavra "como" no texto
 
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terraSistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
 
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxFree-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
 
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdfLinguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdf
 
Modelos atômicos: quais são, história, resumo
Modelos atômicos: quais são, história, resumoModelos atômicos: quais são, história, resumo
Modelos atômicos: quais são, história, resumo
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
 
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETOProjeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
 
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao  bullyingMini livro sanfona - Diga não ao  bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
 

Sonetos . Produção Textual de Alunos do 8° ano do Ensino Fundamental da Escola Eunice Souza dos Santos

  • 1. SONETOS Atividade desenvolvida pela professora Claudia Leal Ribeiro Disciplina: Língua Portuguesa Escola Estadual Prof.ª Eunice Souza dos Santos Produzidos por alunos das Turmas: 8° A, 8° B e 8°C Rondonópolis-MT, 09/09/2014 PRODUÇÃO TEXTUAL- SONETOS PRODUZA UM SONETO UTILIZANDO PELO MENOS 6 PALAVRAS DO QUADRO ABAIXO. DÊ UM TÍTULO A ELE. MONTANHA- MENINA- FLOR - SOL- CHUVA- LEMBRANÇA- AMIZADE- AMOR- CARINHO- PAIXÃO- ESPELHO- VIDA- JANELA- NOITE- BRINCADEIRA- NAMORADO- CÉU- ALEGRIA- CORAGEM - CRIANÇA LEMBRANÇA DE UMA CRIANÇA UMA MENINA FOI AO BANHEIRO E SE OLHOU NO ESPELHO. ELA TANTO SE OLHOU, QUE ATÉ CHOROU. ELA TEVE UMA LEMBRANÇA, QUE SEU AVÔ DEIXOU DE HERANÇA. LEMBROU-SE DIANTE DO ESPELHO QUANDO SEU AVÔ LHE DAVA CONSELHO. LEMBROU-SE QUE NUM DIA DE CHUVA, SEU AVÔ COLHIA UVA. E ASSIM FOI SE LEMBRANDO... LEMBROU QUE NUM DIA DE SOL, SEU AVÔ COLHIA GIRASSOL. E ASSIM LEMBROU POR TODA A VIDA. ALUNOS:THALLES, TIAGO, GABRIEL SALES – 8◦ANO B PROF.ª CLÁUDIA
  • 2. INTENSO AMOR CONHECI UMA MENINA LINDA COMO A FLOR. ME APAIXONEI POR ELA; VIVI INTENSO O NOSSO AMOR. NA NOITE ESTRELADA DEITADO COM A MINHA AMADA VEJO PELA JANELA O LUAR, QUE VEM TRAZENDO A BRISA DEVAGAR. AMANHEÇO COM A MINHA BELA DÁ VONTADE DE ABRAÇÁ-LA OLHANDO O LINDO SORRISO DELA. TENHO CORAGEM DE BEIJÁ-LA. DEPOIS DESTE MOMENTO, ALI A PEÇO EM CASAMENTO. ALUNAS: SUZANA, VANESSA E LARISSA - 8◦ ANO B PROF.ª CLÁUDIA A MENINA E O PARAQUEDAS UMA MENINA NA MONTANHA QUE DE PARAQUEDAS QUERIA VOAR. INFELIZMENTE NÃO PODIA, SEU NAMORADO NÃO IRIA DEIXAR. A MONTANHA ERA ALTA E O NAMORADO PREOCUPADO. NÃO DEIXAVA SEU AMOR PULAR, POIS O PARAQUEDAS ESTAVA RASGADO. EM FORMA DE UMA FLOR SEU MEIO ESTAVA RASGADO. HÁ MUITO TEMPO NÃO ERA USADO. ELA PULOU E SE ESPATIFOU. INFELIZMENTE MORREU. E NAS ESTRELAS SE PERDEU... ALUNOS: ODAIR, LUCAS EDUARDO - 8◦ ANO B PROF.ª CLÁUDIA
  • 3. DECEPÇÃO DA JANELA LÁ DE CASA AVISTEI DE LONGE MEU GRANDE AMOR. ERA UMA MENINA TODA ARRUMADA, ERA LINDA COMO UMA FLOR. LOGO ME APAIXONEI POR ELA PARECIA MAIS UMA CRIANÇA. RAPIDAMENTE FUI ME APROXIMAR ESTAVA CHEIO DE ESPERANÇA. MAS QUANDO FUI AGIR, DESCOBRI UM GRANDE PROBLEMA: ERA ALTO, FORTE E GRANDE PARECIA UM BRUTAMONTE OU GOLIAS, O GIGANTE. ERA O NAMORADO DA PEQUENA. ALUNOS: EDUARDO, GABRIEL ALENCAR- 8◦ ANO B PROF.ª CLÁUDIA A VIDA SENTIMENTAL A VIDA É FEITA DE VÁRIAS LEMBRANÇAS: AMIZADE, AMOR, CARINHO E PAIXÃO. E ESSAS COISAS ESTÃO DIVIDIDAS TODAS DENTRO DO MEU CORAÇÃO. TUDO ISSO QUE ESTOU FALANDO SIGNIFICA PRO MEU SENTIMENTO. PORQUE SEM ELAS NÃO TENHO FORÇAS NEM CORAGEM PRA VIVER ESSE LAMENTO. A VIDA É DIFÍCIL DE SE ENTENDER. O AMOR NÃO CONSIGO ESCONDER. O CARINHO ENTÃO NEM SE FALA! A PAIXÃO É UMA LUZ QUE ENCONTRA O CORAÇÃO COM MAGIA, AMOR E EMOÇÃO. SEM ELA EU NÃO VIVO NÃO! ALUNAS: ERIELLY E LISANDRA - 8◦ ANO B PROF.ª CLÁUDIA
  • 4. LEMBRANÇAS TIVE UMA LEMBRANÇA DE QUANDO ERA CRIANÇA. TINHA MUITA FELICIDADE PORQUE TINHA IGUALDADE. HOJE EM DIA NÃO TENHO MAIS, PORQUE NÃO É COMO NOS ANOS ATRÁS. ONDE TODO MUNDO ERA DA PAZ. HOJE EM DIA NÃO É MAIS. EU DARIA A MINHA VIDA PRA TER MAIS ALEGRIA. NESSE MUNDO SEM HARMONIA. NESSE CÉU NÃO HÁ COR. ONDE ESTÃO A PAIXÃO E O AMOR? ME DIGA, POR FAVOR! ALUNAS: BRENDA E ÂNDRIA- 8◦ ANO B PROF.ª CLÁUDIA SILÊNCIO NO SILÊNCIO DA NOITE, SÓ OUÇO O BARULHO DA CHUVA CAINDO NAS PÉTALAS DAS FLORES. A ESCURIDÃO ME DEIXA ASSUSTADA. NAS MINHAS LEMBRANÇAS ME SINTO ASSUSTADA, MEIO ACUADA. E OLHO NA JANELA VEJO NOSSA AMIZADE ACABADA. UMA AMIZADE QUE FOI DIFÍCIL DE SER CONQUISTADA. E IMPOSSÍVEL DE SER RESGATADA. AINDA NA JANELA TENTANDO BUSCAR CORAGEM PRA ESQUECER NOSSA AMIZADE. ALUNAS: THAMIRYS E BRISA - 8◦ ANO B PROF.ª CLÁUDIA
  • 5. A MENINA AMOROSA A MENINA BRINCAVA NA CHUVA COM ALEGRIA, AMOR E CORAGEM. A CHUVA PASSOU E O SOL RAIOU. COM AMOR, UM DIA SE PASSOU. A NOITE COMEÇOU COM AS ESTRELAS. E A MENINA DELIROU. ENCANTADA PELA BELEZA DO CÉU, ELA DESMAIOU. UMA ESTRELA BRILHOU. COM AMOR E ALEGRIA, A MENINA DESPERTOU. E UM NOVO DIA COMEÇOU. ALUNOS: FRANKLIN E BRUNO- 8◦ ANO B PROF.ª CLÁUDIA
  • 6. PRODUÇÃO TEXTUAL PRODUZA UM SONETO UTILIZANDO PELO MENOS 6 PALAVRAS DO QUADRO ABAIXO. DÊ UM TÍTULO A ELE. MONTANHA- MENINA- FLOR - SOL- CHUVA- LEMBRANÇA- AMIZADE- AMOR- CARINHO- PAIXÃO- ESPELHO- VIDA- JANELA- NOITE- BRINCADEIRA- NAMORADO- CÉU- ALEGRIA- CORAGEM - CRIANÇA A MENINA E A FLOR NUMA LINDA MONTANHA, HAVIA UMA FLOR, QUE VIVIA MEIO TRISTONHA. POIS NÃO RECEBIA AMOR. UMA LINDA MENINA UM DIA SE APROXIMOU, E VIU A CENA DAQUELA POBRE FLOR. PEGOU UM REGADOR E A FLOR ELA AGUOU. COBRINDO-A DE CARINHO E LHE DANDO MUITO AMOR. E ISSO SE TORNOU UMA AMIZADE DA LINDA MENINA E A FLOR. E PARECIA PARA A ETERNIDADE... MAS A FLOR NÃO AGUENTOU. O SOL ESTAVA QUENTE E FAZIA MUITO CALOR. O QUE PARECIA ETERNIDADE, ALI POUCO DUROU. ALUNOS: IZA, KRIGOR, IURY- 8◦ ANO C PROF.ª CLÁUDIA
  • 7. UMA BRINCADEIRA DE AMOR DE LONGE AVISTO UMA LINDA MONTANHA DA JANELA DO MEU QUARTO. DEIXO O CHORO DE LADO, SEI QUE UM DIA ENCONTRAREI A ALEGRIA. A NOITE VAI CHEGAR JUNTO COM A CHUVA. E NO ESPELHO DA VIDA SURGE UMA LEMBRANÇA. MAS CADÊ MINHA AMADA QUE SUMIU DO NADA? A LEMBRANÇA QUE O CÉU TRAZ, A BRINCADEIRA FICA PARA TRÁS. E SURGEM O CARINHO E A PAIXÃO. ESTOU AMANDO UMA MENINA. VOU OFERECÊ-LA UMA FLOR E ACARICIÁ-LA COM MEU AMOR. ALUNAS: HELLEN CRISTINE ,ANA KAROLINY- 8◦ ANO C PROF.ª CLÁUDIA AMOR À PRIMEIRA VISTA OLHEI PELA JANELA VI UMA MENINA TÃO BELA! OLHEI O ROSTO DELA PARECIA UMA CINDERELA! EU NEM A CONHECIA, QUERIA SER O NAMORADO DELA. BATEU FORTE MEU CORAÇÃO, CHEIO DE PAIXÃO. QUANDO PERCEBI, ESTAVA EU ALI QUERENDO LHE DIZER QUE AMOR POR ELA SENTI. ELA ME OLHOU DE UM JEITO DELICADO, ME PERGUNTANDO SE EU QUERIA SER SEU NAMORADO. ALUNAS: MYLENA, ADRIANA, KAREN- 8◦ ANO C PROF.ª CLÁUDIA
  • 8. PAIXÃO ANTIGA UM DIA ALGUÉM BATEU EM MINHA PORTA. VACILEI E NÃO QUIS ABRIR. PENSEI QUE FOSSE A LEMBRANÇA, QUE VIVE A ME PERSEGUIR. BATEU DE NOVO COM CORAGEM, MAS DEPOIS DESISTIU. SUBIU AS ESCADAS DO CÉU E PARA SEMPRE PARTIU. DE UMA PAIXÃO ANTIGA ME LEMBREI QUANDO CRIANÇA. FUI ABRIR A PORTA COM ESPERANÇA. NA PORTA ESSAS PALAVRAS FATAIS: “EU SOU A FELICIDADE E NÃO VOLTAREI JAMAIS”. ALUNOS: JOÃO VICTOR, JORGE, LÍBIO- 8◦ ANO C PROF.ª CLÁUDIA UM AMOR PARA A ETERNIDADE EM CIMA DE UMA MONTANHA, VIVIA UMA FLOR, QUE VIVIA DE CHUVA, LEMBRANÇA, MAS SEM AMOR. UM DIA ELA CHOROU DE TANTA DOR. POIS A VIDA NÃO LHE TROUXE UM ÚNICO AMOR. ATÉ QUE PASSOU UM AVIÃOZINHO, QUE DO MOTOR SÓ SAÍA CARINHO. ELA TENTOU SINALIZAR, MAS NÃO CONSEGUIU. E SUAS PÉTALAS NO AR, UM DIA SUMIU. JUNTO COM AS PÉTALAS, FOI A CORAGEM DE TER UM AMOR PARA A ETERNIDADE. E DE REPENTE SUBIU UM RAPAZ, QUE NO CORAÇÃO SÓ EXISTIA PAZ. E ENTÃO ELA ENCONTROU O ETERNO AMOR. ALUNOS: TALISSON, PRISCILA, VICTOR - 8◦ ANO C PROF.ª CLÁUDIA
  • 9. CONFUSÃO DO AMOR EU NUNCA PENSEI QUE IRIA ME APAIXONAR DE NOVO. ATÉ QUE UMA MENINA ME FEZ RELEMBRAR... A MINHA ÚLTIMA PAIXÃO, QUE MEU CORAÇÃO FEZ DESPEDAÇAR. EM MEU CORAÇÃO CARREGO ESSA GRANDE PAIXÃO. LEMBRANÇAS QUE PARA SEMPRE VÃO FICAR. LEMBRANÇAS QUE SE REFLETEM COMO ESPELHO EM MEU TRISTE OLHAR. ESSA PAIXÃO É COMO UM IOIÔ: VAI E VOLTA, FERINDO MEU CORAÇÃO. RETORNANDO A DOR DA PAIXÃO. AI QUEM ME DERA TER UM REMÉDIO PRA ESSA DOR! PRA ACABAR COM ESSA DOENÇA CHAMADA AMOR, QUE O TEMPO NÃO CONSEGUE APAGAR! ALUNOS: GABRIELA, THÁCILA, RODRIGO - 8◦ ANO C PROF.ª CLÁUDIA SAUDADE DE MINHA INFÂNCIA NA MINHA INFÂNCIA, ROLAVAM-SE BRINCADEIRAS DE CRIANÇAS, ONDE AMOR E CARINHO ME TRAZEM LEMBRANÇAS. LEMBRO DOS AMIGOS QUE MORAVAM NA VIZINHANÇA. SAUDADE DAQUELE TEMPO DIFERENTE, EM QUE NÃO EXISTIAM BRIGAS, DISCUSSÃO, TEMPO EM QUE AS PESSOAS VIVIAM EM PAZ, VIVIAM EM PAIXÃO. GOSTAVA DO TEMPO DA ESCOLA. TINHA AMIGOS DEMAIS! ASSISTÍAMOS A FILMES LEGAIS! AO CHEGAR EM CASA, JÁ IA BRINCAR, POIS NA MINHA INFÂNCIA ROLAVAM-SE BRINCADEIRAS DE CRIANÇAS. ALUNOS: SCENIO, RAFAEL, HIAGO - 8◦ ANO C PROF.ª CLÁUDIA
  • 10. A ROSA PENSEM NAS CRIANÇAS, NAS MUDAS DAS MONTANHAS, PENSEM NAS MENINAS, PENSEM NAS MULHERES. PENSEM NAS NAMORADAS COMO ROSAS DO AMOR. PENSEM NAS FLORES COMO ESPELHOS DA VIDA. MAS NÃO SE ESQUEÇAM... DA ROSA DA NOITE, DA ROSA DA PAIXÃO, OU MESMO DA ROSA DA CORAGEM. É A ROSA QUE TRAZ A LEMBRANÇA. É TÃO BELA QUANTO O DIA! É TÃO ALEGRE QUANTO UMA CRIANÇA! ALUNA: SARA LAIZ - 8◦ ANO B PROF.ª CLÁUDIA UM GRANDE AMOR RECORDANDO UM GRANDE AMOR, EU ME LEMBRO DE UMA PAIXÃO. PELO ESPELHO DA MINHA VIDA, SENTI UMA DOR NO CORAÇÃO. OS DIAS QUE PASSAMOS JUNTOS, SEMPRE IREI ME LEMBRAR. OS DIAS BONS E RUINS VOLTAREI A SONHAR. AH! COMO É BOM AMAR! SORRISOS O TEMPO TODO! VOLTAREI A SONHAR. ISSO SE PASSA RÁPIDO, NUM PISCAR DE OLHO. SENTIMENTOS BONS EU COLHO. ALUNO: PEDRO - 8◦ ANO C PROF.ª CLÁUDIA
  • 11. DE MONTANHA EM MONTANHA VOU SUBIR QUANDO ACORDO DE MANHÃ, LOGO LEMBRO DA MENINA. SEUS CABELOS COR DE OURO, SUA BOCA CRISTALINA. SEU PERFUME CHEIRA FLOR, O QUE ME ENCHE DE ALEGRIA. QUERO SER SEU NAMORADO AMÁ-LA NOITE E DIA. QUERO ESTAR COM ELA, APRENDER A AMÁ-LA E PARA SEMPRE DESEJÁ-LA. DE MONTANHA EM MONTANHA EU VOU SUBIR, PARA ENCONTRÁ-LA. E PARA SEMPRE VOU AMÁ-LA. ALUNOS: EZEQUIEL, WENDER - 8◦ ANO C PROF.ª CLÁUDIA MINHA JANELA OLHEI PELA JANELA, VI UMA GAROTA TÃO BELA! ESPLENDOROSA! FUI LOGO GOSTANDO DELA. ESTAVA MUITO APAIXONADO, FUI AO ENCONTRO DELA. PEDI SEU TELEFONE, E VOLTEI PRA MINHA JANELA. PEDI PRA NAMORAR COM ELA E ELA ASSIM ACEITOU, MAS DEPOIS NOS SEPARAMOS. ESSE FOI O PIOR DIA DA MINHA VIDA VAZIA E VOLTEI PRA MINHA JANELA. ALUNOS: EWERTON , ROQUE - 8◦ ANO C PROF.ª CLÁUDIA
  • 12. ORAÇÃO OH, DEUS! MEU CORAÇÃO É PEQUENO, MAS AINDA CABE UMA NOVA PAIXÃO. ME DÊ CARINHO MAIS UM POUQUINHO, ME DÊ AMOR NO MEU CORAÇÃO. ME DÊ ESPERANÇA PRA SER FELIZ, ME DÊ ESPERANÇA PRA UM NOVO AMOR. ME DÊ MENOS SOL E MENOS DOR, ME DÊ CHUVA PRA ACABAR ESTE CALOR! OH, DEUS! NA MINHA VIDA ME DÊ MAIS ALEGRIA ME DÊ AMIZADES E MAIS CORAGEM, ME DÊ PASSAGEM E MAIS VIAGENS. OH, DEUS! PARA MIM VOCÊ É VERDE, VERDE DE ESPERANÇA, MINHA DOCE LEMBRANÇA. ALUNO: JULIANO - 8◦ ANO A PROF.ª CLÁUDIA SAUDADE DO TEMPO DE ALEGRIA OLHANDO A CHUVA PELA JANELA, LEMBRO DA MINHA JUVENTUDE. COMO ERA BELA! JAMAIS PODEREI VOLTAR ATÉ ELA. COM A CERTEZA QUE MUITO VIVI, COM AMIGOS ME DIVERTI, COM AMIZADES EU CRESCI, DE ALEGRIA ME ENCHI. MEUS AMIGOS ERAM COMO DIAMANTE MINHA MÃE, AMOR GIGANTE! MEU NAMORADO, AMOR DISTANTE! MINHA JUVENTUDE TINHA TUDO O QUE EU QUERIA, MENOS A SOLIDÃO QUE NÃO VINHA. NUNCA ESQUECEREI DESTA FASE DE MINHA VIDA! ALUNAS: JOSLAINE, MARIA VITÓRIA - 8◦ ANO A PROF.ª CLÁUDIA
  • 13. AMOR GUARDADO DA JANELA DO QUARTO RELEMBRANDO O PASSADO, ONDE A MENINA DOS MEUS OLHOS CORRIA ENTRE AS MONTANHAS, LINDA COMO UM BEIJA-FLOR. LEMBRANÇA DE UM AMOR QUE ME DEIXOU. PAIXÃO DE UM MOMENTO QUE O TEMPO AINDA NÃO CUROU. DE CABEIÇA BAIXA, NEM SEQUER ME OLHOU. SENTIMENTO QUE TRAGO BEM GUARDADO, SABENDO QUE ELA MORA BEM AO LADO, MAS NÃO CORRESPONDE AO MEU AMOR. UM DIA VOU ATÉ A CASA DELA OLHAR DENTRO DOS OLHOS DELA E DIZER QUE QUERO O SEU AMOR. ALUNA: VITÓRIA ALVES - 8◦ ANO A PROF.ª CLÁUDIA AMEI PRA NADA QUANDO A CONHECI, POR ELA ME APAIXONEI, FOI INESPERADO, NEM PENSEI, PERCEBI QUE ERA PAIXÃO, À NOITE A GUARDAVA NO MEU CORAÇÃO. A CHUVA LÁ FORA CAÍA, E EU NA JANELA SORRIA. NO OUTRO DIA O SOL JÁ APARECIA E ME VINHA A LEMBRANÇA DA MINHA MENINA. MAS ME ENGANEI, FOI TUDO ILUSÃO, POIS A MENINA APENAS BRINCOU COM MEU CORAÇÃO NÃO RESPEITOU A MINHA PAIXÃO. MAS COM ISSO EU APRENDI QUE NEM TODOS SABEM ESPERAR COMO ESPEREI, QUE NEM TODOS SABEM AMAR COMO EU AMEI! ALUNAS:ANNA JULLYA,THAICILA,RAFAELLA- 8◦ ANO A PROF.ª CLÁUDIA
  • 14. O CASAMENTO CERTO DIA, NA MONTANHA, ENCONTREI UMA MENINA. ELA ERA MUITO EDUCADA, E POR MIM MUITO AMADA, E DE MIM ELA MUITO GOSTAVA. MAS NÃO DIZIA NADA. NUM CERTO MOMENTO, EU A PEDI EM CASAMENTO. E ELA DISSE SIM. PENSEI QUE ESSE ERA O FIM. MAS ERA SÓ O COMEÇO NÃO ACABAVA DESSE JEITO. ERA O INÍCIO DE UMA GRANDE HISTÓRIA, O SOL BRILHAVA LÁ FORA, MEU AMOR FICOU NA MEMÓRIA. ALUNOS: FELIPE , RODRIGO - 8◦ ANO A PROF.ª CLÁUDIA PAIXÃO VOCÊ É MINHA FLOR, VOCÊ É MINHA PAIXÃO, CADA VEZ QUE EU TE VEJO, BATE MAIS FORTE MEU CORAÇÃO. AMIZADE É COISA DE LEMBRANÇA, CARINHO É COISA DE AMOR, SEMPRE QUE TE VEJO BATE AQUELA DOR. BRINCADEIRA É COMO UMA MONTANHA, TODO MUNDO AMA. QUANDO VOCÊ BRINCA, SE APAIXONA. EU ATÉ PAREÇO GELO EU TE VEJO E ME DERRETO, SIMPLESMENTE SEM MEDO. ALUNOS: MAURICIO ALMEIDA , MAYCKON - 8◦ ANO A PROF.ª CLÁUDIA