SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 69
TIPOS DE LINGUAGEM ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
FIGURAS DE LINGUAGEM
[object Object],IMITAÇÃO DE SONS BUMMM
Plunct, plact, zumm , Não vai a lugar nenhum..
[object Object],REPETIÇÃO DE VOGAIS AAAAAA
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
[object Object],REPETIÇÃO DE CONSOANTES FDP
p enso que  p ena que seja  p ouco só  p enso em  p ensamento  quem  p ode me  p rocurar de cá de lá  vale  b eijinho,  b eijo,  b eijoca o  b   da  b rincadeira,  b rinquedo,  b al b uciar tin-tirim-tirim (2x)” tim-tirim My  l ove  l ua da  l enda  l onge me  l eva  l á
[object Object]
É TÃO CERTO  QUANTO  O CALOR DO FOGO JÁ NÃO TENHO ESCOLHA  E PARTICIPO DO SEU JOGO Não consigo dizer se é bom ou mau  Assim como  o ar me parece vital  Onde quer que eu vá  o que quer que eu faça  sem você não tem graça
[object Object]
AMOR É UM LIVRO – SEXO É ESPORTE   SEXO É ESCOLHA – AMOR É SORTE  AMOR É PENSAMENTO, TEOREMA  AMOR É NOVELA – SEXO É CINEMA   SEXO É IMAGINAÇÃO, FANTASIA  AMOR É PROSA – SEXO É POESIA
[object Object],SUBSTITUIÇÃO
 
[object Object],MUITA CONJUNÇÃO E... E... E... E... E...
Disseste que se tua voz  Tivesse força igual à imensa dor que sentes  Teu grito acordaria não só a tua casa  Mas a vizinhança inteira  E   há tempos nem os santos  Têm ao certo a medida da maldade  E  há tempos são os jovens que adoecem  E  há tempos o encanto está ausente  E  há ferrugem nos sorrisos  E  só o acaso estende os braços  quem procura abrigo e proteção
[object Object],SEM CONJUNÇÃO
EU NÃO SOU SEU, EU NÃO SOU DE NINGUÉM VOCÊ NÃO É MINHA, EU NÃO TENHO NINGUÉM NÓS SOMOS LIVRES INDEPENDENTE F.C. VOCÊ NÃO MANDA EM MIM, EU NÃO MANDO EM VOCÊ VOCÊ SÓ FAZ O QUE QUER, EU SÓ FAÇO O QUE QUERO NÓS SOMOS LIVRES INDEPENDENTE F.C. SE A GENTE TA ASSIM COMENDO CAPIM É PORQUE A GENTE QUER, SE NÃO QUISER NÓS SOMOS LIVRES INDEPENDENTE F.C.
[object Object],REITERAÇÃO DE IDÉIAS
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
[object Object],APROXIMAR OPOSTOS
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
Luz E Sombras Voz E Silêncio Razão, Coração Você E Eu Gelo E Fogo Maldição E Beleza Dor, Cura Eu E Você No Tênue Laço Que Envolve Os Sonhos Sob O Fino Véu Que Protege Os Segredos No Sol Ardente Que Abrasa Os Desejos Na Brisa Suave Que Abranda Os Temores Caminhamos Juntos, Lado A Lado Somos Opostos Que Se Atraem E Se Um Dia Fomos Dois, Hoje Somos Mais... Somos Um... OPOSTOS by prof. Joãozinho
MUDARAM AS ESTAÇÕES NADA MUDOU MAS EU SEI  QUE ALGUMA COISA ACONTECEU ESTA TUDO ASSIM TÃO DIFERENTE SE LEMBRA QUANDO A GENTE CHEGOU UM DIA A CREDITAR QUE TUDO ERA PRA SEMPRE SEM SABER QUE O  PRA SEMPRE SEMPRE ACABA
[object Object],CRIAÇÃO DE PALAVRAS
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
[object Object],SEQÜÊNCIA DE IDÉIAS
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
[object Object]
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
[object Object],PERSONIFICAÇÃO
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
[object Object],REPETIÇÃO DE PALAVRAS
Que  vês ? Que  vês  quando me  vês ? Quando a mentira acabar
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
 
[object Object],ABRANDAMENTO
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
[object Object],INVERSÃO SINTÁTICA
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
[object Object],MESMO INÍCIO
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
[object Object],PALAVRAS PARECIDAS
Ando devagar porque já tive pressa E levo esse sorriso porque já chorei demais Hoje me sinto mais forte, mais feliz, quem sabe... Só levo a certeza de que muito pouco sei, ou nada sei...  Conhecer as  manhas e as manhãs O sabor das  massas e das maçãs   É preciso amor pra poder pulsar É preciso paz para poder sorrir É preciso a chuva para florir
[object Object],OMISSÃO
Ela achou meu cabelo engraçado Proibida pra mim NO WAY !  Disse que nao podia ficar, mas levou a serio o que eu falei Eu vou fazer de tudo que eu puder  Eu vou roubar essa mulher pra mim  Eu posso te ligar a qualquer hora  Mas eu nem sei seu nome  Se nao eu quem vai fazer voce feliz ?   Se nao eu quem vai fazer voce feliz ?
[object Object],APELIDO - lugar
CIDADE MARAVILHOSA CHEIA DE ENCANTOS MIL CIDADE MARAVILHOSA CORAÇÃO DO MEU BRASIL
[object Object]
Eu sou  a luz das estrelas Eu sou  a cor do luar Eu sou  as coisas da vida Eu sou  o medo de amar Eu sou o medo do fraco A força da imaginação O blefe do jogador Eu sou, eu fui, eu vou ANÁFORA METÁFORA GRADAÇÃO
Entre no meu carro  Nós vamos rodar  E  seremos passageiros à noite  E  veremos a cidade em trapos  E  veremos o vazio do céu  Sob os cacos dos subúrbios daqui  Mas essa noite tudo soa tão bem  POLISSÍNDETO
Muda,  que quando a gente muda  o mundo muda com a gente. A gente muda o mundo na mudança da mente. E quando a mente muda a gente anda pra frente. E quando a gente manda ninguém manda na gente. Na mudança de atitude não há mal que não se mude nem doença sem cura. Na mudança de postura a gente fica mais seguro, na mudança do presente a gente molda o futuro! ALITERAÇÃO
Jackie foi nascer numa cabana em Noa Noa  Sol do Taiti na pele, now boa  Seu pai cruzou o mar, duas filhas na canoa  Côco pra beber e leite de leoa  Jackie é uma menina tão bonita que enjoa  Enjôo de  vertigem, viagem de avião   Hálito de virgem, dois olhos de amêndoa  Vaca, cadela, macaca, gazela  Linda toda, toda linda ela Toda beleza se reconhece nela  Jackie Tequila coca-cola e água Égua, língua,  mingua minha mágoa  oh oh yeh ALITERAÇÃO
EIE, IIIIIIIIIII IE IEIEIEIEIEEEEE ASSONÂNCIA
Vamos celebrar nossa justiça  ganância e a difamação Vamos celebrar os preconceitos  O voto dos analfabetos  Comemorar a água podre E todos os impostos Queimadas, mentiras e sequestros Nosso castelo de cartas marcadas O trabalho escravo Nosso pequeno universo Toda a hipocrisia e toda a afetação Todo roubo e toda a indiferença Vamos celebrar epidemias:É a festa da torcida campeã Vamos celebrar a fome  Não ter a quem ouvir Não se ter a quem amar  Vamos alimentar o que é maldade Vamos machucar o coração  IRONIA
Há soldados  armados, amados  ou não quase todos na rua, indeciso cordão PARONOMÁSIA
É  como  não sentir calor em Cuiabá Ou  como   no Arpoador não ver o mar É  como  não morrer de raiva com a política Ignorar que a tarde vai vadia e mítica E  como  ver televisão e não dormir Ver um bichano pelo chão e não sorrir É  como  não provar o nectar de um lindo amor Depois que o coração detecta a mais fina flor  SÍMILE
Não alimento  amor por telefone Isso é ilusão Não adianta falar de amor ao telefone  Isso é ilusão (Tele-fome )  NEOLOGISMO
E, SÃO PAULO E, SÃO PAULO SÃO PAULO  TERRA  BOA SÃO PAULO  DA GAROA PERÍFRASE
Complicada e perfeitinha você me apareceu era tudo que eu queria estrela da sorte Quando à noite ela surgia meu bem você cresceu meu namoro é na folhinha mulher de fases  PARADOXO
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],METÁFORA
Teus sinais me confundem da cabeça  aos pés mas por dentro eu te devoro.  Teu olhar não me diz exato quem tu és   mesmo assim eu te devoro, Te devoraria a qualquer preço porque te ignoro ou te  conheço  quando chove ou quando faz frio  METONÍMIA
PLEONASMO EU NASCI  HÁ  DEZ MIL ANOS  ATRÁS
Quando não houver saída Quando não houver mais solução  Ainda há de haver saída Nenhuma idéia vale uma vida    Quando não houver esperança   Quando não restar nem ilusão  Ainda há de haver esperança   cada um de nós, algo de uma criança Enquanto houver sol, enquanto houver sol Ainda haverá  Enquanto houver sol, enquanto houver sol  PARADOXO
CONTROLANDO A MINHA  MALUQUEZ MISTURADA COM MINHA LUCIDEZ NEOLOGISMO
Penso no que faço  no que fiz  e no que vou fazer   Hoje o seu retrato  só me mostra o que eu quero esquecer  Quando o sol se for meu amor vou onde você for Quando o sol se for a luz indicará você pra mim  GRADAÇÃO
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],EUFEMISMO
FALOU, MOÇADA!!! ,[object Object]

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Slide introdução à literatura
Slide introdução à literaturaSlide introdução à literatura
Slide introdução à literatura
fabrinnem
 
ColocaçãO Pronominal
ColocaçãO PronominalColocaçãO Pronominal
ColocaçãO Pronominal
guest0cbfe
 
Oracoes Coordenadas
Oracoes CoordenadasOracoes Coordenadas
Oracoes Coordenadas
guest7174ad
 
Figuras de linguagem slide
Figuras de linguagem slideFiguras de linguagem slide
Figuras de linguagem slide
Ivana Bastos
 
VariaçãO LinguíStica
VariaçãO LinguíSticaVariaçãO LinguíStica
VariaçãO LinguíStica
Elza Silveira
 

Mais procurados (20)

Semântica
SemânticaSemântica
Semântica
 
Aula Figuras de Linguagem
Aula    Figuras de Linguagem Aula    Figuras de Linguagem
Aula Figuras de Linguagem
 
Slide introdução à literatura
Slide introdução à literaturaSlide introdução à literatura
Slide introdução à literatura
 
Adjetivos
AdjetivosAdjetivos
Adjetivos
 
Acentuação gráfica
Acentuação gráficaAcentuação gráfica
Acentuação gráfica
 
Intertextualidade
IntertextualidadeIntertextualidade
Intertextualidade
 
Intertextualidade
IntertextualidadeIntertextualidade
Intertextualidade
 
Sinais de pontuação
Sinais de pontuaçãoSinais de pontuação
Sinais de pontuação
 
ColocaçãO Pronominal
ColocaçãO PronominalColocaçãO Pronominal
ColocaçãO Pronominal
 
Intertextualidade
IntertextualidadeIntertextualidade
Intertextualidade
 
Fonética & fonologia
Fonética & fonologiaFonética & fonologia
Fonética & fonologia
 
Figuras de linguagem completo
Figuras de linguagem completoFiguras de linguagem completo
Figuras de linguagem completo
 
Pronomes Relativos.
Pronomes Relativos.Pronomes Relativos.
Pronomes Relativos.
 
1.3 ortografia
1.3   ortografia1.3   ortografia
1.3 ortografia
 
Figuras de Linguagem
Figuras de LinguagemFiguras de Linguagem
Figuras de Linguagem
 
Funções do pronome relativo
Funções do pronome relativoFunções do pronome relativo
Funções do pronome relativo
 
Oracoes Coordenadas
Oracoes CoordenadasOracoes Coordenadas
Oracoes Coordenadas
 
Concordância nominal slides
Concordância nominal slidesConcordância nominal slides
Concordância nominal slides
 
Figuras de linguagem slide
Figuras de linguagem slideFiguras de linguagem slide
Figuras de linguagem slide
 
VariaçãO LinguíStica
VariaçãO LinguíSticaVariaçãO LinguíStica
VariaçãO LinguíStica
 

Semelhante a Figuras De Linguagem

FIGURAS DE LINGUAGEM
FIGURAS DE LINGUAGEMFIGURAS DE LINGUAGEM
FIGURAS DE LINGUAGEM
Angela Santos
 
Literatura - Figuras Linguagem
Literatura - Figuras LinguagemLiteratura - Figuras Linguagem
Literatura - Figuras Linguagem
Carson Souza
 
Poemas Ilustrados
Poemas IlustradosPoemas Ilustrados
Poemas Ilustrados
vales
 
Calendário Mensal: Julho 2010
Calendário Mensal: Julho 2010Calendário Mensal: Julho 2010
Calendário Mensal: Julho 2010
Gisele Santos
 
Calendário julho 2010_rosely
Calendário julho 2010_roselyCalendário julho 2010_rosely
Calendário julho 2010_rosely
Gisele Santos
 

Semelhante a Figuras De Linguagem (20)

FIGURAS DE LINGUAGEM
FIGURAS DE LINGUAGEMFIGURAS DE LINGUAGEM
FIGURAS DE LINGUAGEM
 
Literatura - Figuras Linguagem
Literatura - Figuras LinguagemLiteratura - Figuras Linguagem
Literatura - Figuras Linguagem
 
FIGURAS DE LINGUAGEM.ppt
FIGURAS DE LINGUAGEM.pptFIGURAS DE LINGUAGEM.ppt
FIGURAS DE LINGUAGEM.ppt
 
Figuras de linguagem
Figuras de linguagemFiguras de linguagem
Figuras de linguagem
 
Figuras linguagem
Figuras linguagemFiguras linguagem
Figuras linguagem
 
Figuras de linguagem 1
Figuras de linguagem 1Figuras de linguagem 1
Figuras de linguagem 1
 
Figuras linguagem[1]
Figuras linguagem[1]Figuras linguagem[1]
Figuras linguagem[1]
 
Figuras de linguagem
Figuras de linguagemFiguras de linguagem
Figuras de linguagem
 
Poemas Ilustrados
Poemas IlustradosPoemas Ilustrados
Poemas Ilustrados
 
Gerações poéticas
Gerações poéticasGerações poéticas
Gerações poéticas
 
Músicas
MúsicasMúsicas
Músicas
 
Calendário Mensal: Julho 2010
Calendário Mensal: Julho 2010Calendário Mensal: Julho 2010
Calendário Mensal: Julho 2010
 
FIGURAS DE LINGUAGEM
FIGURAS DE LINGUAGEM FIGURAS DE LINGUAGEM
FIGURAS DE LINGUAGEM
 
Suplemento acre 0011 e book
Suplemento acre 0011 e book Suplemento acre 0011 e book
Suplemento acre 0011 e book
 
Calendário julho 2010_rosely
Calendário julho 2010_roselyCalendário julho 2010_rosely
Calendário julho 2010_rosely
 
Imagens e poesias
Imagens e poesiasImagens e poesias
Imagens e poesias
 
Imagens e Poesias
  Imagens e Poesias  Imagens e Poesias
Imagens e Poesias
 
Pinturas E Poesias
Pinturas E  PoesiasPinturas E  Poesias
Pinturas E Poesias
 
02 - Proposta de redação sobre o amor - texto injuntivo
02 - Proposta de redação sobre o amor - texto injuntivo02 - Proposta de redação sobre o amor - texto injuntivo
02 - Proposta de redação sobre o amor - texto injuntivo
 
02 - Proposta de redação sobre o amor - Texto dissertativo-argumentativo
02 - Proposta de redação sobre o amor - Texto dissertativo-argumentativo02 - Proposta de redação sobre o amor - Texto dissertativo-argumentativo
02 - Proposta de redação sobre o amor - Texto dissertativo-argumentativo
 

Mais de Angela Santos (20)

Mato grosso do sul
Mato grosso do sul Mato grosso do sul
Mato grosso do sul
 
Arte Renascentista
Arte RenascentistaArte Renascentista
Arte Renascentista
 
Arte Renascentista
Arte RenascentistaArte Renascentista
Arte Renascentista
 
Os lusíadas
Os lusíadasOs lusíadas
Os lusíadas
 
Historia social do classicismo
Historia social do classicismoHistoria social do classicismo
Historia social do classicismo
 
Apresentacao
ApresentacaoApresentacao
Apresentacao
 
Feliz Metade do Ano
Feliz Metade do AnoFeliz Metade do Ano
Feliz Metade do Ano
 
A reforma ortografica
A reforma ortograficaA reforma ortografica
A reforma ortografica
 
O Cachorro e o Coelho
O Cachorro e o CoelhoO Cachorro e o Coelho
O Cachorro e o Coelho
 
Cegueira Total
Cegueira TotalCegueira Total
Cegueira Total
 
Bordados
BordadosBordados
Bordados
 
Colocação Pronominal
Colocação PronominalColocação Pronominal
Colocação Pronominal
 
Blocos Econômicos
Blocos EconômicosBlocos Econômicos
Blocos Econômicos
 
Revisão
RevisãoRevisão
Revisão
 
Arte Românica
Arte RomânicaArte Românica
Arte Românica
 
Estrutura Das Palavras2
Estrutura Das Palavras2Estrutura Das Palavras2
Estrutura Das Palavras2
 
Estrutura Das Palavras1
Estrutura Das Palavras1Estrutura Das Palavras1
Estrutura Das Palavras1
 
Regência
RegênciaRegência
Regência
 
Regência
RegênciaRegência
Regência
 
Crase
CraseCrase
Crase
 

Último

O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhosoO Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
VALMIRARIBEIRO1
 

Último (20)

Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteDescrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
 
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdfo-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
 
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sistemas_de_Informacoes_Gerenciais_(IL60106).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sistemas_de_Informacoes_Gerenciais_(IL60106).pdfEnunciado_da_Avaliacao_1__Sistemas_de_Informacoes_Gerenciais_(IL60106).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sistemas_de_Informacoes_Gerenciais_(IL60106).pdf
 
O que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de InfânciaO que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de Infância
 
Movimento Negro Unificado , slide completo.pptx
Movimento Negro Unificado , slide completo.pptxMovimento Negro Unificado , slide completo.pptx
Movimento Negro Unificado , slide completo.pptx
 
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdfAparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
 
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditivaO que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
 
bem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animalbem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animal
 
Sismologia_7ºano_causas e consequencias.pptx
Sismologia_7ºano_causas e consequencias.pptxSismologia_7ºano_causas e consequencias.pptx
Sismologia_7ºano_causas e consequencias.pptx
 
Planejamento 2024 - 1º ano - Matemática 38 a 62.pdf
Planejamento 2024 - 1º ano - Matemática  38 a 62.pdfPlanejamento 2024 - 1º ano - Matemática  38 a 62.pdf
Planejamento 2024 - 1º ano - Matemática 38 a 62.pdf
 
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livroMeu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
 
análise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdf
análise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdfanálise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdf
análise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdf
 
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhosoO Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
 
Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número
 
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
 
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
 
Abuso Sexual da Criança e do adolescente
Abuso Sexual da Criança e do adolescenteAbuso Sexual da Criança e do adolescente
Abuso Sexual da Criança e do adolescente
 
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã""Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
 
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptxEBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
 
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf HitlerAlemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
 

Figuras De Linguagem

  • 1.
  • 3.
  • 4. Plunct, plact, zumm , Não vai a lugar nenhum..
  • 5.
  • 6.
  • 7.
  • 8. p enso que p ena que seja p ouco só p enso em p ensamento quem p ode me p rocurar de cá de lá vale b eijinho, b eijo, b eijoca o b da b rincadeira, b rinquedo, b al b uciar tin-tirim-tirim (2x)” tim-tirim My l ove l ua da l enda l onge me l eva l á
  • 9.
  • 10. É TÃO CERTO QUANTO O CALOR DO FOGO JÁ NÃO TENHO ESCOLHA E PARTICIPO DO SEU JOGO Não consigo dizer se é bom ou mau Assim como o ar me parece vital Onde quer que eu vá o que quer que eu faça sem você não tem graça
  • 11.
  • 12. AMOR É UM LIVRO – SEXO É ESPORTE SEXO É ESCOLHA – AMOR É SORTE AMOR É PENSAMENTO, TEOREMA AMOR É NOVELA – SEXO É CINEMA SEXO É IMAGINAÇÃO, FANTASIA AMOR É PROSA – SEXO É POESIA
  • 13.
  • 14.  
  • 15.
  • 16. Disseste que se tua voz Tivesse força igual à imensa dor que sentes Teu grito acordaria não só a tua casa Mas a vizinhança inteira E há tempos nem os santos Têm ao certo a medida da maldade E há tempos são os jovens que adoecem E há tempos o encanto está ausente E há ferrugem nos sorrisos E só o acaso estende os braços quem procura abrigo e proteção
  • 17.
  • 18. EU NÃO SOU SEU, EU NÃO SOU DE NINGUÉM VOCÊ NÃO É MINHA, EU NÃO TENHO NINGUÉM NÓS SOMOS LIVRES INDEPENDENTE F.C. VOCÊ NÃO MANDA EM MIM, EU NÃO MANDO EM VOCÊ VOCÊ SÓ FAZ O QUE QUER, EU SÓ FAÇO O QUE QUERO NÓS SOMOS LIVRES INDEPENDENTE F.C. SE A GENTE TA ASSIM COMENDO CAPIM É PORQUE A GENTE QUER, SE NÃO QUISER NÓS SOMOS LIVRES INDEPENDENTE F.C.
  • 19.
  • 20.
  • 21.
  • 22.
  • 23. Luz E Sombras Voz E Silêncio Razão, Coração Você E Eu Gelo E Fogo Maldição E Beleza Dor, Cura Eu E Você No Tênue Laço Que Envolve Os Sonhos Sob O Fino Véu Que Protege Os Segredos No Sol Ardente Que Abrasa Os Desejos Na Brisa Suave Que Abranda Os Temores Caminhamos Juntos, Lado A Lado Somos Opostos Que Se Atraem E Se Um Dia Fomos Dois, Hoje Somos Mais... Somos Um... OPOSTOS by prof. Joãozinho
  • 24. MUDARAM AS ESTAÇÕES NADA MUDOU MAS EU SEI QUE ALGUMA COISA ACONTECEU ESTA TUDO ASSIM TÃO DIFERENTE SE LEMBRA QUANDO A GENTE CHEGOU UM DIA A CREDITAR QUE TUDO ERA PRA SEMPRE SEM SABER QUE O PRA SEMPRE SEMPRE ACABA
  • 25.
  • 26.
  • 27.
  • 28.
  • 29.
  • 30.
  • 31.
  • 32.
  • 33.
  • 34. Que vês ? Que vês quando me vês ? Quando a mentira acabar
  • 35.
  • 36.  
  • 37.
  • 38.
  • 39.
  • 40.
  • 41.
  • 42.
  • 43.
  • 44.
  • 45. Ando devagar porque já tive pressa E levo esse sorriso porque já chorei demais Hoje me sinto mais forte, mais feliz, quem sabe... Só levo a certeza de que muito pouco sei, ou nada sei... Conhecer as manhas e as manhãs O sabor das massas e das maçãs É preciso amor pra poder pulsar É preciso paz para poder sorrir É preciso a chuva para florir
  • 46.
  • 47. Ela achou meu cabelo engraçado Proibida pra mim NO WAY ! Disse que nao podia ficar, mas levou a serio o que eu falei Eu vou fazer de tudo que eu puder Eu vou roubar essa mulher pra mim Eu posso te ligar a qualquer hora Mas eu nem sei seu nome Se nao eu quem vai fazer voce feliz ? Se nao eu quem vai fazer voce feliz ?
  • 48.
  • 49. CIDADE MARAVILHOSA CHEIA DE ENCANTOS MIL CIDADE MARAVILHOSA CORAÇÃO DO MEU BRASIL
  • 50.
  • 51. Eu sou a luz das estrelas Eu sou a cor do luar Eu sou as coisas da vida Eu sou o medo de amar Eu sou o medo do fraco A força da imaginação O blefe do jogador Eu sou, eu fui, eu vou ANÁFORA METÁFORA GRADAÇÃO
  • 52. Entre no meu carro Nós vamos rodar E seremos passageiros à noite E veremos a cidade em trapos E veremos o vazio do céu Sob os cacos dos subúrbios daqui Mas essa noite tudo soa tão bem POLISSÍNDETO
  • 53. Muda, que quando a gente muda o mundo muda com a gente. A gente muda o mundo na mudança da mente. E quando a mente muda a gente anda pra frente. E quando a gente manda ninguém manda na gente. Na mudança de atitude não há mal que não se mude nem doença sem cura. Na mudança de postura a gente fica mais seguro, na mudança do presente a gente molda o futuro! ALITERAÇÃO
  • 54. Jackie foi nascer numa cabana em Noa Noa Sol do Taiti na pele, now boa Seu pai cruzou o mar, duas filhas na canoa Côco pra beber e leite de leoa Jackie é uma menina tão bonita que enjoa Enjôo de vertigem, viagem de avião Hálito de virgem, dois olhos de amêndoa Vaca, cadela, macaca, gazela Linda toda, toda linda ela Toda beleza se reconhece nela Jackie Tequila coca-cola e água Égua, língua, mingua minha mágoa oh oh yeh ALITERAÇÃO
  • 55. EIE, IIIIIIIIIII IE IEIEIEIEIEEEEE ASSONÂNCIA
  • 56. Vamos celebrar nossa justiça ganância e a difamação Vamos celebrar os preconceitos O voto dos analfabetos Comemorar a água podre E todos os impostos Queimadas, mentiras e sequestros Nosso castelo de cartas marcadas O trabalho escravo Nosso pequeno universo Toda a hipocrisia e toda a afetação Todo roubo e toda a indiferença Vamos celebrar epidemias:É a festa da torcida campeã Vamos celebrar a fome Não ter a quem ouvir Não se ter a quem amar Vamos alimentar o que é maldade Vamos machucar o coração IRONIA
  • 57. Há soldados armados, amados ou não quase todos na rua, indeciso cordão PARONOMÁSIA
  • 58. É como não sentir calor em Cuiabá Ou como no Arpoador não ver o mar É como não morrer de raiva com a política Ignorar que a tarde vai vadia e mítica E como ver televisão e não dormir Ver um bichano pelo chão e não sorrir É como não provar o nectar de um lindo amor Depois que o coração detecta a mais fina flor SÍMILE
  • 59. Não alimento amor por telefone Isso é ilusão Não adianta falar de amor ao telefone Isso é ilusão (Tele-fome ) NEOLOGISMO
  • 60. E, SÃO PAULO E, SÃO PAULO SÃO PAULO TERRA BOA SÃO PAULO DA GAROA PERÍFRASE
  • 61. Complicada e perfeitinha você me apareceu era tudo que eu queria estrela da sorte Quando à noite ela surgia meu bem você cresceu meu namoro é na folhinha mulher de fases PARADOXO
  • 62.
  • 63. Teus sinais me confundem da cabeça aos pés mas por dentro eu te devoro. Teu olhar não me diz exato quem tu és mesmo assim eu te devoro, Te devoraria a qualquer preço porque te ignoro ou te conheço quando chove ou quando faz frio METONÍMIA
  • 64. PLEONASMO EU NASCI HÁ DEZ MIL ANOS ATRÁS
  • 65. Quando não houver saída Quando não houver mais solução Ainda há de haver saída Nenhuma idéia vale uma vida Quando não houver esperança Quando não restar nem ilusão Ainda há de haver esperança cada um de nós, algo de uma criança Enquanto houver sol, enquanto houver sol Ainda haverá Enquanto houver sol, enquanto houver sol PARADOXO
  • 66. CONTROLANDO A MINHA MALUQUEZ MISTURADA COM MINHA LUCIDEZ NEOLOGISMO
  • 67. Penso no que faço no que fiz e no que vou fazer Hoje o seu retrato só me mostra o que eu quero esquecer Quando o sol se for meu amor vou onde você for Quando o sol se for a luz indicará você pra mim GRADAÇÃO
  • 68.
  • 69.