SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 1
Baixar para ler offline
Fake News, Fato ou boato?
Uma crônica policial fora do normal.
Ao chegar em casa, um policial de honra, conta a sua esposa que seu dia foi muito
puxado, na verdade, carregado de ocorrências. Coisas do seu ofício! Sua esposa interrompe a
conversa e pergunta: mudando de assunto, e os ratos que tinham no quartel, conseguiram
pegar? O soldado com boas risadas e com voz sarcástica grita bem alto, porque estava no
quarto e ela na sala: Consegui matar sete hoje. Aqueles malditos, ainda não tinham feito
nada de errado, foi melhor assim. Eram pequenos, mas iam crescer. CPFs cancelados!
Hahaha!
Mas, a história não para por aqui. Dona Joaquina, a vizinha ultra esperta que tinha a
visão da Águia e a audição do Morcego, ouviu apenas essa parte do relato e o transformou
logo em boato. Sem pensar duas vezes, com a agilidade do Guepardo ela correu até a
emissora de televisão que ficava a oito quadras da sua casa e relatou com sua memória de
elefante, tin-tin por tin-tin, vírgula por vírgula do episódio ocorrido. Todos ficaram
perplexos e estarrecidos.
Mas, a história não para por aqui. O jornalista que atendeu dona Joaquina, gostava de
um bom fuá e pra melhorar a situação, resolveu dar uma pitada de emoção à manchete que
iria causar grande impacto e furor e levar seu nome ao ápice, quem sabe quadriplicar seus
seguidores nas redes sociais. Em seguida procurou o nome do policial na rede social. Não
mandou solicitação, mas baixou e usou uma foto sem permissão, com ele bem armado,
numa ação pra lá de Bagdá, onde a PM botava tudo pra quebrar. O assunto foi escrito e
publicado e o nome do PM, a foto e o boato já haviam se alastrado. Viralizou geral, de uma
forma sem igual. “PM sem dó e sem coração mata sete menores em ação!”
Mas a história não para por aqui. Valei-me Deus! Vish Maria! Meu Padim Çiço, será
o Binidito, o que que é isso ? Que agonia, quem diria agora o Brasil inteiro e a cidade sabia
daquele crime horroroso, cabuloso, estrondoso. Chamaram o policial para dar explicação e
como ele já sabia que tudo era fake, trouxe as provas nas mãos. As fotos do crime eram
chocantes, eletrizantes, horripilantes. Sete menores esmigalhados com sangue para todos os
lados. Sete ratos nas ratoeiras, mortos com o queijo na boca. Que coisa louca.
Mas a história não para por aqui. Dona Joaquina aprendeu e o jornalista também, que
esse tal de Fake News, não faz bem a ninguém. O jornalista teve que se retratar, a dona
Joaquina se desculpar e o policial e sua esposa não paravam de gargalhar. Não sei se é fake
ou fato, mas achei o maior barato, e que eram sete o total dos ratos.
Raimundo Soares de Andrade.
Especialista em Gestão Pedagógica/UFMT.
Professor da Escola Eunice em Rondonópolis MT
Conheça meu canal do You Tube. Digite ( prrsoares )
Ou acesse : (https://www.youtube.com/channel/UC22bjpO1LJ-s0IuZ5ApIWMAz)

Mais conteúdo relacionado

Mais de Seduc MT

Mais de Seduc MT (20)

Saudades do tempo que a igreja era IGREJA. prrsoares
Saudades do tempo que a igreja era IGREJA. prrsoaresSaudades do tempo que a igreja era IGREJA. prrsoares
Saudades do tempo que a igreja era IGREJA. prrsoares
 
Poesia em movimento. Aula prática de Dança
Poesia em movimento. Aula prática de DançaPoesia em movimento. Aula prática de Dança
Poesia em movimento. Aula prática de Dança
 
Exposição de telas. Pintura com giz de cera
Exposição de telas. Pintura com giz de ceraExposição de telas. Pintura com giz de cera
Exposição de telas. Pintura com giz de cera
 
Exposição de pintura em telas com giz de cera. PRINART
Exposição de pintura em telas com giz de cera. PRINARTExposição de pintura em telas com giz de cera. PRINART
Exposição de pintura em telas com giz de cera. PRINART
 
PRINART. Arte natalina em pet
PRINART. Arte natalina em petPRINART. Arte natalina em pet
PRINART. Arte natalina em pet
 
Exposição de Brinquedos com PET. PRINART
Exposição de Brinquedos com PET. PRINARTExposição de Brinquedos com PET. PRINART
Exposição de Brinquedos com PET. PRINART
 
Por amor à Gabby, no tom da vida II
Por amor à Gabby, no tom da vida IIPor amor à Gabby, no tom da vida II
Por amor à Gabby, no tom da vida II
 
Ser músico. prrsoares
Ser músico. prrsoaresSer músico. prrsoares
Ser músico. prrsoares
 
Doe VIDA. doe SANGUE !
Doe VIDA. doe SANGUE !  Doe VIDA. doe SANGUE !
Doe VIDA. doe SANGUE !
 
Imagens e mensagens do mundo da música. Musicômico. prrsoares
Imagens e mensagens do mundo da música. Musicômico. prrsoaresImagens e mensagens do mundo da música. Musicômico. prrsoares
Imagens e mensagens do mundo da música. Musicômico. prrsoares
 
Fazer o bem, faz bem!
Fazer o bem, faz bem!Fazer o bem, faz bem!
Fazer o bem, faz bem!
 
A Essência do amor. prrsoares
A Essência do amor. prrsoaresA Essência do amor. prrsoares
A Essência do amor. prrsoares
 
Artes gerais. Artes Visuais, Dança, Teatro e Música.
Artes gerais. Artes Visuais, Dança, Teatro e Música.Artes gerais. Artes Visuais, Dança, Teatro e Música.
Artes gerais. Artes Visuais, Dança, Teatro e Música.
 
Porque a vida é feita de escolhas. prrsoares
Porque a vida é feita de escolhas. prrsoaresPorque a vida é feita de escolhas. prrsoares
Porque a vida é feita de escolhas. prrsoares
 
No tom da vida. prrsoares e Gabby Marques
No tom da vida. prrsoares e Gabby MarquesNo tom da vida. prrsoares e Gabby Marques
No tom da vida. prrsoares e Gabby Marques
 
A Canção da meia noite. prrsoares
A Canção da meia noite. prrsoaresA Canção da meia noite. prrsoares
A Canção da meia noite. prrsoares
 
O COORDENADOR PEDAGÓGICO ENQUANTO GESTOR EDUCACIONAL “Questões relevantes ent...
O COORDENADOR PEDAGÓGICO ENQUANTO GESTOR EDUCACIONAL “Questões relevantes ent...O COORDENADOR PEDAGÓGICO ENQUANTO GESTOR EDUCACIONAL “Questões relevantes ent...
O COORDENADOR PEDAGÓGICO ENQUANTO GESTOR EDUCACIONAL “Questões relevantes ent...
 
Árvore Genealógica de Raimundo Soares de Andrade e Traudi Ullmann de Andrade
Árvore Genealógica  de Raimundo Soares de Andrade e Traudi Ullmann de AndradeÁrvore Genealógica  de Raimundo Soares de Andrade e Traudi Ullmann de Andrade
Árvore Genealógica de Raimundo Soares de Andrade e Traudi Ullmann de Andrade
 
A Menina que Sonhava. prrsoares
A Menina que Sonhava. prrsoaresA Menina que Sonhava. prrsoares
A Menina que Sonhava. prrsoares
 
Os tropeços do “Estado de Transformação"
Os tropeços do “Estado de Transformação"Os tropeços do “Estado de Transformação"
Os tropeços do “Estado de Transformação"
 

Último

Aspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptxAspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptx
profbrunogeo95
 

Último (20)

EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptxEBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
 
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdfUFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
 
662938.pdf aula digital de educação básica
662938.pdf aula digital de educação básica662938.pdf aula digital de educação básica
662938.pdf aula digital de educação básica
 
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdfAparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
 
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
 
Projeto envolvendo as borboletas - poema.doc
Projeto envolvendo as borboletas - poema.docProjeto envolvendo as borboletas - poema.doc
Projeto envolvendo as borboletas - poema.doc
 
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdfSQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
 
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptxAspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptx
 
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteDescrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
 
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande""Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
 
Insegurança nunca mais tem afeta pessoas
Insegurança nunca mais tem afeta pessoasInsegurança nunca mais tem afeta pessoas
Insegurança nunca mais tem afeta pessoas
 
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na ÁfricaPeriodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
 
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-criançasLivro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
 
livro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensoriallivro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensorial
 
Apostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdf
Apostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdfApostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdf
Apostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdf
 
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxEB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
 
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
 
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSSFormação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
 
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
 
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptxSlides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
 

Fake news, fato ou boato? prrsoares

  • 1. Fake News, Fato ou boato? Uma crônica policial fora do normal. Ao chegar em casa, um policial de honra, conta a sua esposa que seu dia foi muito puxado, na verdade, carregado de ocorrências. Coisas do seu ofício! Sua esposa interrompe a conversa e pergunta: mudando de assunto, e os ratos que tinham no quartel, conseguiram pegar? O soldado com boas risadas e com voz sarcástica grita bem alto, porque estava no quarto e ela na sala: Consegui matar sete hoje. Aqueles malditos, ainda não tinham feito nada de errado, foi melhor assim. Eram pequenos, mas iam crescer. CPFs cancelados! Hahaha! Mas, a história não para por aqui. Dona Joaquina, a vizinha ultra esperta que tinha a visão da Águia e a audição do Morcego, ouviu apenas essa parte do relato e o transformou logo em boato. Sem pensar duas vezes, com a agilidade do Guepardo ela correu até a emissora de televisão que ficava a oito quadras da sua casa e relatou com sua memória de elefante, tin-tin por tin-tin, vírgula por vírgula do episódio ocorrido. Todos ficaram perplexos e estarrecidos. Mas, a história não para por aqui. O jornalista que atendeu dona Joaquina, gostava de um bom fuá e pra melhorar a situação, resolveu dar uma pitada de emoção à manchete que iria causar grande impacto e furor e levar seu nome ao ápice, quem sabe quadriplicar seus seguidores nas redes sociais. Em seguida procurou o nome do policial na rede social. Não mandou solicitação, mas baixou e usou uma foto sem permissão, com ele bem armado, numa ação pra lá de Bagdá, onde a PM botava tudo pra quebrar. O assunto foi escrito e publicado e o nome do PM, a foto e o boato já haviam se alastrado. Viralizou geral, de uma forma sem igual. “PM sem dó e sem coração mata sete menores em ação!” Mas a história não para por aqui. Valei-me Deus! Vish Maria! Meu Padim Çiço, será o Binidito, o que que é isso ? Que agonia, quem diria agora o Brasil inteiro e a cidade sabia daquele crime horroroso, cabuloso, estrondoso. Chamaram o policial para dar explicação e como ele já sabia que tudo era fake, trouxe as provas nas mãos. As fotos do crime eram chocantes, eletrizantes, horripilantes. Sete menores esmigalhados com sangue para todos os lados. Sete ratos nas ratoeiras, mortos com o queijo na boca. Que coisa louca. Mas a história não para por aqui. Dona Joaquina aprendeu e o jornalista também, que esse tal de Fake News, não faz bem a ninguém. O jornalista teve que se retratar, a dona Joaquina se desculpar e o policial e sua esposa não paravam de gargalhar. Não sei se é fake ou fato, mas achei o maior barato, e que eram sete o total dos ratos. Raimundo Soares de Andrade. Especialista em Gestão Pedagógica/UFMT. Professor da Escola Eunice em Rondonópolis MT Conheça meu canal do You Tube. Digite ( prrsoares ) Ou acesse : (https://www.youtube.com/channel/UC22bjpO1LJ-s0IuZ5ApIWMAz)