Projecto escrita criativa

19.159 visualizações

Publicada em

Em actualização...

Publicada em: Educação
0 comentários
38 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
19.159
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
264
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
38
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Projecto escrita criativa

  1. 1. http://escritacriativa_ejaf.blogs.sapo.pt/
  2. 2. O projecto - objectivos Desenvolver o gosto pela escrita e pela leitura; Desenvolver a criatividade, imaginação e sensibilidade, usando técnicas individuais e de trabalho conjunto; Conhecer os vários tipos de escrita; Dinamizar actividades que promovam a escrita como uma actividade divertida e lúdica; Experimentar as palavras e verificar a sua adequação em vários contextos; Aprender a olhar, observar e escrever sobre factos vividos e conhecidos; Desenvolver a inteligência linguística através do enriquecimento vocabular e do aperfeiçoamento da ortografia; Identificar dificuldades da escrita, agindo para superá-las; Promover a sociabilidade, a integração e o trabalho em grupo.
  3. 3. Escrever... <ul><li>“ É sem dúvida na poesia experimental que uma parte das técnicas utilizadas na escrita dita criativa, muito embora toda a boa escrita seja criativa, vai buscar raízes. </li></ul><ul><li>Em Portugal, temos excelentes exemplos de autores que pareciam querer brincar com a escrita, estando, contudo, a fazer literatura: a palavra existia, para eles, porque era simplesmente palavra e porque apregoava sensações:” </li></ul><ul><li>Jorge da Cunha </li></ul>
  4. 4. Exemplo de poesia experimental ( ou poesia visual)
  5. 5. José Saramago(1999)
  6. 6. Plano de algumas actividades: <ul><li>1. As primeiras palavras... Apresentação dos objectivos do projecto e do grupo.  Primeiros exercícios de desbloqueio. Escrita automática. </li></ul>
  7. 7. Escrever é... Escrever é uma maneira de falar sem ser interrompido Autor:  Renard , Jules   Escrever é batermo-nos com tinta para nos fazermos compreender Autor:  Cocteau , Jean      Escrever é ter a companhia do outro de nós que escreve Autor:  Ferreira , Vergílio    
  8. 8. Escrita associada à imagem <ul><li>Escrever um pequeno texto que defina o processo de escrita – (“escrever – usar palavras” </li></ul><ul><li>Associar o texto produzido a uma imagem abstracta. </li></ul>
  9. 9. <ul><li>“ Há palavras que fazem bater mais depressa o coração – todas as palavras – umas mais do que outras, qualquer mais do que todas. Conforme os lugares e as posições das palavras. Segundo o lado de onde se ouvem – do lado do Sol ou do lado onde não dá o Sol. ” Cada palavra é um pedaço do universo. Um pedaço que faz falta ao universo. Todas as palavras juntas formam o universo. “ </li></ul><ul><li>As palavras querem estar nos seus lugares... </li></ul><ul><li>Almada Negreiros, A Invenção do Dia Claro </li></ul>
  10. 10. <ul><li>Há palavras que nos beijam Como se tivessem boca, Palavras de amor, de esperança, De imenso amor, de esperança louca. </li></ul><ul><li>Palavras nuas que beijas Quando a noite perde o rosto, Palavras que se recusam Aos muros do teu desgosto. </li></ul><ul><li>De repente coloridas Entre palavras sem cor, Esperadas, inesperadas Como a poesia ou o amor. </li></ul><ul><li>(O nome de quem se ama Letra a letra revelado No mármore distraído, No papel abandonado) </li></ul><ul><li>Palavras que nos transportam Aonde a noite é mais forte, Ao silêncio dos amantes Abraçados contra a morte. </li></ul><ul><li>Alexandre O´Neill </li></ul>
  11. 11. <ul><li>2. Escrita sensorial: escrever a partir de estímulos visuais    </li></ul><ul><li>Recorrendo a imagens, fotografias ou postais são propostos vários exercícios de escrita de breve execução. ( dois exercícios propostos no projecto) </li></ul>
  12. 12. Tema : o mar <ul><li>Mar sonoro, mar sem fundo, mar sem fim. A tua beleza aumenta quando estamos sós E tão fundo intimamente a tua voz Segue o mais secreto bailar do meu sonho. Que momentos há em que suponho Seres um milagre criado só para mim. </li></ul><ul><li>Sophia de Mello Breyner </li></ul>
  13. 13. Mar Português <ul><li>Ó mar salgado, quanto do teu sal São lágrimas de Portugal! Por te cruzarmos, quantas mães choraram, Quantos filhos em vão rezaram! Quantas noivas ficaram por casar Para que fosses nosso, ó mar! Valeu a pena? Tudo vale a pena Se a alma não é pequena. Quem quer passar além do Bojador Tem que passar além da dor. Deus ao mar o perigo e o abismo deu, Mas nele é que espelhou o céu. </li></ul>
  14. 21. <ul><li>3. Escrita sensorial: escrever a partir de estímulos auditivos e olfactivos.   </li></ul><ul><li>A audição de músicas, sons ambientes ou diálogos são o ponto de partida para exercícios de escrita. Sentir e imaginar vários cheiros como forma de estimular os sentidos, e escrever! </li></ul>
  15. 22. <ul><li>4. Escrita de uma letra para uma música. </li></ul><ul><li>Proposta : Pedro Abrunhosa – Momento </li></ul><ul><li>Manter o refrão e substituir , de forma criativa, a letra da música. </li></ul><ul><li>De seguida, tentar “encaixar” a letra construída na versão instrumental. </li></ul><ul><li>Posteriormente, criar um refrão para uma música que seja do agrado dos alunos. </li></ul>

×