SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 13
O TEXTO DRAMÁTICO
O teatro é uma forma de
arte muito antiga, com
origens na Grécia.


No   início,   os   atores
usavam máscaras e as
peças eram representadas
em anfiteatros ao ar livre.
O teatro continuou a ser uma importante forma de
arte em várias épocas históricas, sendo uma
atividade bastante popular.
Chama-se texto dramático ao texto que é escrito
para ser encenado e representado sob a forma de
peça de teatro.
O texto dramático é constituído por dois elementos:


- Falas das personagens,
ou diálogos, que devem
ser ditos pelos atores.




- Indicações cénicas, ou didascálias, que informam
os atores, o encenador e o leitor sobre os vários
elementos que caracterizam a peça.
Geralmente, o texto dramático contém algumas
indicações cénicas iniciais, relativas ao cenário, aos
adereços que devem ser colocados em palco e ao
vestuário (incluindo maquilhagem) que cada
personagem deve exibir.
Os diálogos são divididos entre as personagens
locutoras e interlocutoras, designadas pelos seus
nomes, antes de cada fala.

CAPITÃO: – Preparar para a abordagem! Mexam-se,
seus animais!

Ao longo do texto dramático, vão surgindo várias
indicações cénicas, colocadas entre parênteses
ou em itálico.

CAPITÃO (Dá de repente um salto): – Terra, terra!
Tudo a estibordo, tudo a estibordo!
As indicações cénicas referentes à representação
dão informações sobre a movimentação dos
atores em cena, os seus gestos ou as suas
expressões.
CENA 2
                                                Fala / Diálogo
PIRATA DA PERNA DE PAU: Terra à vista!
A ilha aproxima-se do barco. Por trás da ilha
aparece o Rei. Tem um aspeto grotesco de rei
do Carnaval.
PIRATA DA PERNA DE PAU: Todos ao
ataque. Eh! Eh! Abordagem!
A ilha e o barco chocam. O Pirata, de espada    Indicação
em punho, sai do barco. Os dois vagabundos      cénica
seguem-no, medrosamente.
PIRATA DA PERNA DE PAU (dirigindo-se ao
Rei, ameaçadoramente): Deita cá para fora
todo o teu dinheirame, manipanço. Já! Já que
tenho pressa.
Geralmente, o texto dramático divide-se em
cenas    (sempre que entra   ou   sai uma
personagem) e atos (sempre que muda o
cenário).
A escrita de um texto dramático deve ter em conta
alguns aspetos importantes:
                   - O ritmo dos diálogos não deve ser
                   monótono, sendo conveniente variar o tipo
                   de frases usadas.
                   - Deve ser empregue pontuação própria do
                   discurso direto, de modo a aproximar-se da
                   expressão oral.

                   - O vocativo deve ser utilizado como
                   referência para os atores e o público, pois
                   permite a identificação dos interlocutores.

                   - Todo o conteúdo deve ser expresso nas
                   falas e nas ações das personagens, pois
                   este tipo de texto não contém narrador.
O texto dramático é a base escrita de uma peça
teatral.




Ao lê-lo, podemos imaginar o
cenário,    a    ação,    as
personagens e os diálogos,
sobre um palco.
A imaginação dos leitores / espetadores
acompanha-nos nessa aventura!

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

1.conto, características
1.conto, características1.conto, características
1.conto, características
Helena Coutinho
 
Orações coordenadas e subordinadas esquema
Orações coordenadas e subordinadas   esquemaOrações coordenadas e subordinadas   esquema
Orações coordenadas e subordinadas esquema
Paulo Portelada
 
Análise de Os Lusíadas
Análise de Os Lusíadas Análise de Os Lusíadas
Análise de Os Lusíadas
Lurdes Augusto
 
Texto narrativo
Texto narrativoTexto narrativo
Texto narrativo
A. Simoes
 
Poesia e poema
Poesia e poemaPoesia e poema
Poesia e poema
ionasilva
 

Mais procurados (20)

1.conto, características
1.conto, características1.conto, características
1.conto, características
 
Retrato físico e psicológico
Retrato físico e psicológico Retrato físico e psicológico
Retrato físico e psicológico
 
Orações coordenadas e subordinadas esquema
Orações coordenadas e subordinadas   esquemaOrações coordenadas e subordinadas   esquema
Orações coordenadas e subordinadas esquema
 
Texto dramatico
Texto dramaticoTexto dramatico
Texto dramatico
 
Texto de opinião
Texto de opiniãoTexto de opinião
Texto de opinião
 
Ppt tipos texto[1]
Ppt tipos texto[1]Ppt tipos texto[1]
Ppt tipos texto[1]
 
Modos de Representação da Narrativa
Modos de Representação da NarrativaModos de Representação da Narrativa
Modos de Representação da Narrativa
 
Recursos expressivos
Recursos expressivosRecursos expressivos
Recursos expressivos
 
Ficha formativa_ Recursos Expressivos (I)
Ficha formativa_ Recursos Expressivos (I)Ficha formativa_ Recursos Expressivos (I)
Ficha formativa_ Recursos Expressivos (I)
 
Recursos expressivos
Recursos expressivos Recursos expressivos
Recursos expressivos
 
Texto narrativo
Texto narrativoTexto narrativo
Texto narrativo
 
Análise de Os Lusíadas
Análise de Os Lusíadas Análise de Os Lusíadas
Análise de Os Lusíadas
 
Fábulas
FábulasFábulas
Fábulas
 
Texto narrativo
Texto narrativoTexto narrativo
Texto narrativo
 
Estrutura e constituição do texto dramático
Estrutura e constituição do texto dramáticoEstrutura e constituição do texto dramático
Estrutura e constituição do texto dramático
 
Texto publicitário
Texto publicitárioTexto publicitário
Texto publicitário
 
Categorias da narrativa
Categorias da narrativaCategorias da narrativa
Categorias da narrativa
 
Orações subordinadas substantivas e adjetivas - Apresentação de conteúdos (SU...
Orações subordinadas substantivas e adjetivas - Apresentação de conteúdos (SU...Orações subordinadas substantivas e adjetivas - Apresentação de conteúdos (SU...
Orações subordinadas substantivas e adjetivas - Apresentação de conteúdos (SU...
 
Classe dos determinantes
Classe dos determinantesClasse dos determinantes
Classe dos determinantes
 
Poesia e poema
Poesia e poemaPoesia e poema
Poesia e poema
 

Destaque

Características do texto dramático
Características do texto dramáticoCaracterísticas do texto dramático
Características do texto dramático
Vanda Marques
 
48055901 familia-palavras-e-area-voc
48055901 familia-palavras-e-area-voc48055901 familia-palavras-e-area-voc
48055901 familia-palavras-e-area-voc
Amelia Barros
 
Powerpoint formação de palavras
Powerpoint   formação de palavrasPowerpoint   formação de palavras
Powerpoint formação de palavras
paulasalvador
 
Powerpoint formação de palavras
Powerpoint   formação de palavrasPowerpoint   formação de palavras
Powerpoint formação de palavras
tanialazera
 
Diferenças entre texto dramático e texto narrativo
Diferenças entre texto dramático e texto narrativoDiferenças entre texto dramático e texto narrativo
Diferenças entre texto dramático e texto narrativo
suzanamar
 
Gramatica familia.palavras
Gramatica familia.palavrasGramatica familia.palavras
Gramatica familia.palavras
Professor
 

Destaque (7)

Características do texto dramático
Características do texto dramáticoCaracterísticas do texto dramático
Características do texto dramático
 
48055901 familia-palavras-e-area-voc
48055901 familia-palavras-e-area-voc48055901 familia-palavras-e-area-voc
48055901 familia-palavras-e-area-voc
 
Powerpoint formação de palavras
Powerpoint   formação de palavrasPowerpoint   formação de palavras
Powerpoint formação de palavras
 
Powerpoint formação de palavras
Powerpoint   formação de palavrasPowerpoint   formação de palavras
Powerpoint formação de palavras
 
Diferenças entre texto dramático e texto narrativo
Diferenças entre texto dramático e texto narrativoDiferenças entre texto dramático e texto narrativo
Diferenças entre texto dramático e texto narrativo
 
Gramatica familia.palavras
Gramatica familia.palavrasGramatica familia.palavras
Gramatica familia.palavras
 
Cartaz familia de palavras
Cartaz familia de palavrasCartaz familia de palavras
Cartaz familia de palavras
 

Semelhante a Texto dramático

_caractersticas_do_texto_dramtico
  _caractersticas_do_texto_dramtico  _caractersticas_do_texto_dramtico
_caractersticas_do_texto_dramtico
Teresa Oliveira
 
LP: Glossário Teatro
LP: Glossário TeatroLP: Glossário Teatro
LP: Glossário Teatro
7F
 
Texto dramático, Falar verdade a Mentir
Texto dramático, Falar verdade a MentirTexto dramático, Falar verdade a Mentir
Texto dramático, Falar verdade a Mentir
Lurdes Augusto
 
TEATRO - Texto teatral gênero, enredo, diálogos, monólogos.ppt
TEATRO - Texto teatral gênero, enredo, diálogos, monólogos.pptTEATRO - Texto teatral gênero, enredo, diálogos, monólogos.ppt
TEATRO - Texto teatral gênero, enredo, diálogos, monólogos.ppt
Ana Vaz
 
TEATRO - Texto teatral gênero, enredo, diálogos, monólogos.ppt
TEATRO - Texto teatral gênero, enredo, diálogos, monólogos.pptTEATRO - Texto teatral gênero, enredo, diálogos, monólogos.ppt
TEATRO - Texto teatral gênero, enredo, diálogos, monólogos.ppt
PROFESSORALORENA
 
Texto dramático história e categorias
Texto dramático história e categoriasTexto dramático história e categorias
Texto dramático história e categorias
sin3stesia
 

Semelhante a Texto dramático (20)

O texto dramático
O texto dramáticoO texto dramático
O texto dramático
 
O texto dramático
O texto dramáticoO texto dramático
O texto dramático
 
_caractersticas_do_texto_dramtico
  _caractersticas_do_texto_dramtico  _caractersticas_do_texto_dramtico
_caractersticas_do_texto_dramtico
 
caractersticas_do_texto_dramatico
 caractersticas_do_texto_dramatico caractersticas_do_texto_dramatico
caractersticas_do_texto_dramatico
 
Estruturatextoteatral
EstruturatextoteatralEstruturatextoteatral
Estruturatextoteatral
 
LP: Glossário Teatro
LP: Glossário TeatroLP: Glossário Teatro
LP: Glossário Teatro
 
Pequeno dicionario do teatro
Pequeno dicionario do teatroPequeno dicionario do teatro
Pequeno dicionario do teatro
 
Literatura 02-2ºb-textoteatral
Literatura 02-2ºb-textoteatralLiteratura 02-2ºb-textoteatral
Literatura 02-2ºb-textoteatral
 
Texto dramático, Falar verdade a Mentir
Texto dramático, Falar verdade a MentirTexto dramático, Falar verdade a Mentir
Texto dramático, Falar verdade a Mentir
 
O texto dramático
O texto dramáticoO texto dramático
O texto dramático
 
2208como_escrever_uma_peca_de_teatro.pdf
2208como_escrever_uma_peca_de_teatro.pdf2208como_escrever_uma_peca_de_teatro.pdf
2208como_escrever_uma_peca_de_teatro.pdf
 
LITERATURA
 LITERATURA  LITERATURA
LITERATURA
 
Texto teatral 2
Texto teatral 2Texto teatral 2
Texto teatral 2
 
Texto Dramático
Texto DramáticoTexto Dramático
Texto Dramático
 
TEATRO - Texto teatral gênero, enredo, diálogos, monólogos.ppt
TEATRO - Texto teatral gênero, enredo, diálogos, monólogos.pptTEATRO - Texto teatral gênero, enredo, diálogos, monólogos.ppt
TEATRO - Texto teatral gênero, enredo, diálogos, monólogos.ppt
 
TEATRO - Texto teatral gênero, enredo, diálogos, monólogos.ppt
TEATRO - Texto teatral gênero, enredo, diálogos, monólogos.pptTEATRO - Texto teatral gênero, enredo, diálogos, monólogos.ppt
TEATRO - Texto teatral gênero, enredo, diálogos, monólogos.ppt
 
Apontamentos do texto dramatico
Apontamentos do texto dramaticoApontamentos do texto dramatico
Apontamentos do texto dramatico
 
Texto dramático história e categorias
Texto dramático história e categoriasTexto dramático história e categorias
Texto dramático história e categorias
 
AS CARACTERÍSTICAS DO TEXTO DRAMÁTICO.pptx
AS CARACTERÍSTICAS DO TEXTO DRAMÁTICO.pptxAS CARACTERÍSTICAS DO TEXTO DRAMÁTICO.pptx
AS CARACTERÍSTICAS DO TEXTO DRAMÁTICO.pptx
 
Gêneros Literários 2.0
Gêneros Literários 2.0Gêneros Literários 2.0
Gêneros Literários 2.0
 

Mais de Ana Arminda Moreira (20)

PAP_doc.docx
PAP_doc.docxPAP_doc.docx
PAP_doc.docx
 
Cartaz outubro
Cartaz outubroCartaz outubro
Cartaz outubro
 
Luisa ducla soares
Luisa ducla soaresLuisa ducla soares
Luisa ducla soares
 
Trabalho raquel luisa ducla
Trabalho raquel  luisa duclaTrabalho raquel  luisa ducla
Trabalho raquel luisa ducla
 
Luísa ducla soares
Luísa ducla soaresLuísa ducla soares
Luísa ducla soares
 
Luisa ducla soares
Luisa ducla  soaresLuisa ducla  soares
Luisa ducla soares
 
Biografia de luísa ducla soares
Biografia de luísa ducla soaresBiografia de luísa ducla soares
Biografia de luísa ducla soares
 
A luísa ducla soares biobibliografia
A luísa ducla soares biobibliografiaA luísa ducla soares biobibliografia
A luísa ducla soares biobibliografia
 
Df6 cdr ppt_variedades[1]
Df6 cdr ppt_variedades[1]Df6 cdr ppt_variedades[1]
Df6 cdr ppt_variedades[1]
 
Df6 cdr ppt_coop_cortesia
Df6 cdr ppt_coop_cortesiaDf6 cdr ppt_coop_cortesia
Df6 cdr ppt_coop_cortesia
 
Df6 cdr ppt_formal_informal
Df6 cdr ppt_formal_informalDf6 cdr ppt_formal_informal
Df6 cdr ppt_formal_informal
 
Relacoes entre palavras
Relacoes entre palavrasRelacoes entre palavras
Relacoes entre palavras
 
Ppt expressão idiomatica
 Ppt expressão idiomatica Ppt expressão idiomatica
Ppt expressão idiomatica
 
Recursos expressivos
Recursos expressivosRecursos expressivos
Recursos expressivos
 
Df6 recursos estilisticos
Df6 recursos estilisticosDf6 recursos estilisticos
Df6 recursos estilisticos
 
Formacao de palavras[1]
Formacao de palavras[1]Formacao de palavras[1]
Formacao de palavras[1]
 
Ppt tipos texto[1]
Ppt tipos texto[1]Ppt tipos texto[1]
Ppt tipos texto[1]
 
Texto dramático
Texto dramáticoTexto dramático
Texto dramático
 
Estatuto do aluno
Estatuto do alunoEstatuto do aluno
Estatuto do aluno
 
Ppt verbo
Ppt verboPpt verbo
Ppt verbo
 

Último

Filosofia - 1º ano - Ensino Médio do ensino médio para primeiro bimestre
Filosofia - 1º ano - Ensino Médio do ensino médio para primeiro bimestreFilosofia - 1º ano - Ensino Médio do ensino médio para primeiro bimestre
Filosofia - 1º ano - Ensino Médio do ensino médio para primeiro bimestre
LeandroLima265595
 
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
azulassessoria9
 
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
Eró Cunha
 

Último (20)

MESTRES DA CULTURA DE ASSARÉ Prof. Francisco Leite.pdf
MESTRES DA CULTURA DE ASSARÉ Prof. Francisco Leite.pdfMESTRES DA CULTURA DE ASSARÉ Prof. Francisco Leite.pdf
MESTRES DA CULTURA DE ASSARÉ Prof. Francisco Leite.pdf
 
Apresentação | Símbolos e Valores da União Europeia
Apresentação | Símbolos e Valores da União EuropeiaApresentação | Símbolos e Valores da União Europeia
Apresentação | Símbolos e Valores da União Europeia
 
Filosofia - 1º ano - Ensino Médio do ensino médio para primeiro bimestre
Filosofia - 1º ano - Ensino Médio do ensino médio para primeiro bimestreFilosofia - 1º ano - Ensino Médio do ensino médio para primeiro bimestre
Filosofia - 1º ano - Ensino Médio do ensino médio para primeiro bimestre
 
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
 
Histogramas.pptx...............................
Histogramas.pptx...............................Histogramas.pptx...............................
Histogramas.pptx...............................
 
Questões sobre o Mito da Caverna de Platão
Questões sobre o Mito da Caverna de PlatãoQuestões sobre o Mito da Caverna de Platão
Questões sobre o Mito da Caverna de Platão
 
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
 
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantilPower Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
 
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptxSlides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
 
Prova nivel 3 da XXII OBA DE 2019 - GABARITO POWER POINT.pptx
Prova nivel 3 da XXII OBA DE 2019 - GABARITO POWER POINT.pptxProva nivel 3 da XXII OBA DE 2019 - GABARITO POWER POINT.pptx
Prova nivel 3 da XXII OBA DE 2019 - GABARITO POWER POINT.pptx
 
Quiz | Dia da Europa 2024 (comemoração)
Quiz | Dia da Europa 2024  (comemoração)Quiz | Dia da Europa 2024  (comemoração)
Quiz | Dia da Europa 2024 (comemoração)
 
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
 
Apresentação | Dia da Europa 2024 - Celebremos a União Europeia!
Apresentação | Dia da Europa 2024 - Celebremos a União Europeia!Apresentação | Dia da Europa 2024 - Celebremos a União Europeia!
Apresentação | Dia da Europa 2024 - Celebremos a União Europeia!
 
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdfTema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
 
12_mch9_nervoso.pptx...........................
12_mch9_nervoso.pptx...........................12_mch9_nervoso.pptx...........................
12_mch9_nervoso.pptx...........................
 
Quando a escola é de vidro, de Ruth Rocha
Quando a escola é de vidro, de Ruth RochaQuando a escola é de vidro, de Ruth Rocha
Quando a escola é de vidro, de Ruth Rocha
 
INTRODUÇÃO DE METODOLOGIA PARA TRABALHIOS CIENTIFICOS
INTRODUÇÃO DE METODOLOGIA PARA TRABALHIOS CIENTIFICOSINTRODUÇÃO DE METODOLOGIA PARA TRABALHIOS CIENTIFICOS
INTRODUÇÃO DE METODOLOGIA PARA TRABALHIOS CIENTIFICOS
 
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
 
Currículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São Paulo
Currículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São PauloCurrículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São Paulo
Currículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São Paulo
 
Missa catequese para o dia da mãe 2025.pdf
Missa catequese para o dia da mãe 2025.pdfMissa catequese para o dia da mãe 2025.pdf
Missa catequese para o dia da mãe 2025.pdf
 

Texto dramático

  • 2. O teatro é uma forma de arte muito antiga, com origens na Grécia. No início, os atores usavam máscaras e as peças eram representadas em anfiteatros ao ar livre.
  • 3. O teatro continuou a ser uma importante forma de arte em várias épocas históricas, sendo uma atividade bastante popular.
  • 4. Chama-se texto dramático ao texto que é escrito para ser encenado e representado sob a forma de peça de teatro.
  • 5. O texto dramático é constituído por dois elementos: - Falas das personagens, ou diálogos, que devem ser ditos pelos atores. - Indicações cénicas, ou didascálias, que informam os atores, o encenador e o leitor sobre os vários elementos que caracterizam a peça.
  • 6. Geralmente, o texto dramático contém algumas indicações cénicas iniciais, relativas ao cenário, aos adereços que devem ser colocados em palco e ao vestuário (incluindo maquilhagem) que cada personagem deve exibir.
  • 7. Os diálogos são divididos entre as personagens locutoras e interlocutoras, designadas pelos seus nomes, antes de cada fala. CAPITÃO: – Preparar para a abordagem! Mexam-se, seus animais! Ao longo do texto dramático, vão surgindo várias indicações cénicas, colocadas entre parênteses ou em itálico. CAPITÃO (Dá de repente um salto): – Terra, terra! Tudo a estibordo, tudo a estibordo!
  • 8. As indicações cénicas referentes à representação dão informações sobre a movimentação dos atores em cena, os seus gestos ou as suas expressões.
  • 9. CENA 2 Fala / Diálogo PIRATA DA PERNA DE PAU: Terra à vista! A ilha aproxima-se do barco. Por trás da ilha aparece o Rei. Tem um aspeto grotesco de rei do Carnaval. PIRATA DA PERNA DE PAU: Todos ao ataque. Eh! Eh! Abordagem! A ilha e o barco chocam. O Pirata, de espada Indicação em punho, sai do barco. Os dois vagabundos cénica seguem-no, medrosamente. PIRATA DA PERNA DE PAU (dirigindo-se ao Rei, ameaçadoramente): Deita cá para fora todo o teu dinheirame, manipanço. Já! Já que tenho pressa.
  • 10. Geralmente, o texto dramático divide-se em cenas (sempre que entra ou sai uma personagem) e atos (sempre que muda o cenário).
  • 11. A escrita de um texto dramático deve ter em conta alguns aspetos importantes: - O ritmo dos diálogos não deve ser monótono, sendo conveniente variar o tipo de frases usadas. - Deve ser empregue pontuação própria do discurso direto, de modo a aproximar-se da expressão oral. - O vocativo deve ser utilizado como referência para os atores e o público, pois permite a identificação dos interlocutores. - Todo o conteúdo deve ser expresso nas falas e nas ações das personagens, pois este tipo de texto não contém narrador.
  • 12. O texto dramático é a base escrita de uma peça teatral. Ao lê-lo, podemos imaginar o cenário, a ação, as personagens e os diálogos, sobre um palco.
  • 13. A imaginação dos leitores / espetadores acompanha-nos nessa aventura!