I seminário web currículo puc sp (nova versão3.1)

254 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
254
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

I seminário web currículo puc sp (nova versão3.1)

  1. 1. I SEMINÁRIO WEB CURRÍCULO PUC-SP A integração de tecnologias de informação e comunicação ao currículo São Paulo-SP, 22 e 23 de setembro de 2008 Mesa-redonda Uso do laptop na escola pública ***Projeto Um Computador por Aluno-UCA Fase II – Piloto Pilares da operacionalização Pedro Ferreira de Andrade Ministério da Educação Secretaria de Educação a Distância
  2. 2. Pilares de sustentação do ProjetoUCA• Reflexões – Objetivos do Projeto: • Uso do laptop como instrumento de inovação para contribuir com a melhoria da qualidade da educação • Reforço ao processo de inclusão digital da sociedade • Estímulo à produção nacional – A informatização das escolas públicas pelos programas de tecnologia educacional decorreu na: • Ausência de avaliação sistemática e da pesquisa para apoiar a inovação, de modo contínua e permanente, do uso pedagógico da tecnologia – Experiências de uso do laptop nas cinco escolas públicas na Fase I do Projeto • Demostraram a necessidade de um processo mais criterioso de planejamento e sistemática na introdução do laptop na escola pública
  3. 3. Pilares de sustentação do ProjetoUCA• As características do Projeto UCA: – Piloto • O uso de laptops difere do uso dos laboratórios de informática na educação Modelo tecnológico relativo ao laptop compreende: – A mobilidade / portabilidade – Integração das mídias – Conectividade – Imersão na cultura digital, com a utilização por todos alunos e professores dentro e fora da escola, e ainda por familiares • As escolas públicas abrangem contextos escolares diferenciados – urbanas e rurais – e refletem a diversidade dos grupos sociais e de especificidades educativas – educação do campo, educação indígena, quilombola, especial etc -, de projetos político-pedagógicos e desenvolvimento educacional (Ideb)
  4. 4. Pilares de sustentação do ProjetoUCA• Fundamentos – Propiciar completa sustentação às experimentações de uso pedagógico do laptop nas escolas públicas, envolvendo insumos, formação, avaliação e pesquisa – Fornecer aos responsáveis elementos confiáveis à tomada de decisões e para definir as políticas – Controlar a experiência para corrigir rumos, apontar necessidades de ajustes – Apoiar decisões de expansão futura do Projeto – Desenvolver e socializar novas formas de utilização das tecnologias digitais para as escolas públicas mediante modelo científico de estruturação das atividades
  5. 5. Pilares de sustentação do Projeto UCA• Processos essenciais à implantação da tecnologia educacional: – Infra-estrutura (equipamentos, física e comunicação) – Capacitação dos agentes que dinamizarão os vários processos.• No entanto não suficientes para o pleno êxito, é importante ainda a: – Avaliação do Projeto – Pesquisa aplicada UCA• Constituem os pilares: – Infra-estrutura e acompanhamento (monitoramento) – Formação – Avaliação – Pesquisa
  6. 6. Pilares de sustentação do Projeto UCA• Propostas dos pilares construídas com o apoio do Grupo de Trabalho de Assessoramento Pedagógico ao Projeto Um Computador por Aluno – GTUCA• Grupos de trabalhos específicos para elaboração das propostas de: – Formação (3 assessores membros do GT-UCA, dentre os quais 1 coordenador de Experimento UCA Fase I em escola + 2 especialistas em formação no uso pedagógico das TIC + 1 represente do MEC no GT-UCA – 6 membros) – Avaliação (5 especialistas em avaliação educacional, avaliação de projetos e avaliação institucional + 1 representante do MEC no GT- UCA – 6 membros) – Pesquisa (5 assessores membros do GT-UCA, dentre os quais 2 coordenadores de Experimento UCA, Fase I, em escola + 1 especialista externo + 1 representante do MEC no GT-UCA – 7 membros)
  7. 7. Formação• Não constitui um modelo pré-formatado. Indica caminhos e possibilidades de trajetórias a serem reconstruídas na ação dos professores• Estrutura básica de operacionalização do processo de capacitação em rede articulada, que inclui: – As instituições de ensino superior – IES (globais e locais), – Os núcleos de formação de multiplicadores (os NTE / ProInfo / MEC) – Professores e gestores das escolas participantes – Os alunos que atuarão como monitores das escolas participantes• Todos agentes atuarão como formadores e colaboradores no percurso das ações pedagógicas com o laptop e outras tecnologias envolvidas
  8. 8. ESTRUTURA GERAL DA FORMAÇÃO DO PILOTO UCA MEC - GTUCA IES Global IES Local + NTE Equipe de formadores Escolas Turmas de curso: presencial (contextualizada) + distância
  9. 9. Formação• Proposta fundamentada no respeito ao conhecimento e aos valores dos sujeitos da formação• Envolve 3 dimensões: – Teórica (Projeto UCA, aprendizagem, avaliação) – Tecnológica (funcionalidades e recursos tecnológicos envolvidos) – Prática pedagógica com o laptop e com outras mídias• Currículo da formação comprometido com: – A realidade local – O contexto das pessoas, suas referências histórico-culturais e demandas de aprendizagem
  10. 10. Agências formadoras e papéis Escola • Viabiliza a formação de professores e demais profissionais e dos alunos monitores • Dialoga com os NTE e com as IES
  11. 11. AVALIAÇÃO• O processo de avaliação tem por finalidade identificar sucessos e obstáculos na implementação do Piloto, com a conseqüente proposição de recomendações de ações para a sua continuidade, bem como a inserção de novas propostas• Possibilitar o conhecimento das relações entre a proposta de utilização do laptop nas escolas, o processo de implementação e os resultados esperados e desejáveis do referido Projeto
  12. 12. Modalidades avaliativas daProposta• DIAGNÓSTICA – Análise da situação inicial em relação à inclusão digital, ao projeto de utilização pedagógica do laptop e outros indicadores• PROCESSUAL E FORMATIVA - Identificação do grau de coerência e de perfeição das atividades ou dos processos que estão sendo executados. O caráter formativo será utilizado no desenvolvimento ou aprimoramento na própria execução• RESULTADOS – Verificação se as metas, os objetivos e os públicos-alvos pretendidos pelo Projeto foram atingidos, levando a decisões quanto à continuidade, encerramento, ampliação, adoção etc• IMPACTO – Identificação das mudanças significativas, positivas ou negativas desenvolvidas pelo Piloto do Projeto
  13. 13. Fluxo da Avaliação Fluxo da AvaliaçãoMacro Contexto Macro Contexto Sala de aula Sala de aula Meso Contexto Meso Contexto Avaliação Avaliação Avaliação Avaliação Avaliação de Avaliação de Diagnóstica Diagnóstica dede Resultados Resultados Processo Processo Impacto Impacto Escola Escola Sala de aula Sala de aula Município Município
  14. 14. Município Objetos de Avaliação Objetos de AvaliaçãoFormação Escolas Piloto Escolas Piloto Formação GT UCA GT UCA Avaliar Avaliar Gestão do Gestão do Objetos Objetos Objetos Objetos Projeto Projeto UCA SEED UCA SEED Planejar Planejar MEC MEC GT AVAL GT AVALMunicípios Municípios Sala de Aula Sala de Aula Piloto Piloto
  15. 15. PesquisaOferecer as escolas apoio, orientações ereferências no desenvolvimento dasatividades educativas com o laptop,sempre que as escolas necessitarem, soba forma de formação, de materiais,conteúdos, processos, metodologias einterfaces e ferramentas
  16. 16. Pesquisa• Rede UCA de P,D&I (Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação)• Base inicial: as universidades assentadas no GTUCA abrindo o leque às universidades que aderirem à rede UCA de P,D&I e apóiam o Piloto do UCA nas escolas• Execução de um conjunto de propostas interdisciplinares de P,D&I de interesse do Projeto UCA sob a forma de consórcio de IES e projetos de IES individuais
  17. 17. Pesquisa• Os projetos devem se relacionar ao uso educacional do laptop em escola participante do UCA, abordando: – Desenvolvimento de software – Desenvolvimento de hardware – Rede sem fio – Infra-estrutura física, manutenção, segurança – Metodologias educacionais inovadoras – Formação de agentes educacionais – Avaliação da aprendizagem – Redes sociais e aprendizagem – Participação da comunidade escolar – Integração curricular das tecnologias (construção de referenciais curriculares; organização de tempos e espaços de aprendizagem) – Desenvolvimento de projetos culturais e comunitários – Uso de linguagens múltiplas – Ambientes digitais de aprendizagem – Comunidades colaborativas/cooperativas de aprendizagem
  18. 18. Pesquisa• Vantagens da pesquisa para o UCA – O engajamento das universidades no apoio ao Projeto UCA, a partir da estruturação de núcleos UCA de P,D&I – A formação da Rede UCA de Pesquisa – O revigoramento, em termos pedagógicos, dos programas de informática na educação – O fortalecimento de uma cultura pedagógica UCA e do uso inovador das TIC nas universidades, nas licenciaturas e na formação continuada de professores;
  19. 19. Pesquisa• Vantagens da pesquisa para o UCA – A formação de pesquisadores e colaboradores UCA para apoio as escolas participantes do Piloto, e dos processos de formação e avaliação do Projeto – A construção de novos saberes para mudanças e inovação nos sistemas de ensino e nos processos de formação e educação – A formação de equipes interinstitucionais para o acompanhamento e desenvolvimento das atividades com o laptop nas escolas – A inovação das práticas de formação e gestão das escolas integrantes do Piloto – Desenvolvimento em tecnologia para a educação e novos referenciais curriculares para seu uso nas escolas, além de metodologias e estratégias
  20. 20. Obrigado!Obrigado!Pedro AndradePedro AndradeCoordenador de Política em Tecnologia EducacionalCoordenador de Política em Tecnologia EducacionalMEC-SEED/ Projeto UCAMEC-SEED/ Projeto UCApedroandrade@mec.gov.brpedroandrade@mec.gov.brTel.: (61) 21048959 // 21048961Tel.: (61) 21048959 21048961

×