Novas formas de ensinar 06.03.2012

15.910 visualizações

Publicada em

0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
15.910
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
12.733
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
120
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Novas formas de ensinar 06.03.2012

  1. 1. SEMANA PEDAGÓGICA NOVAS MANEIRAS DEENSINAR, NOVAS FORMAS DE APRENDERMarilene B. da Cruz Nascimento Verão de 2012
  2. 2. PALVRAS-CHAVE DA TEMÁTICA ENSINAR, APRENDER, APREENDER EPROCESSOS DEAPRENDIZAGEM
  3. 3. ELEMENTOS BÁSICOS DADISCUSSÃO DA AÇÃO DOCENTE: ENSINAR, APRENDER, APREENDER.
  4. 4. ENSINARApresentar ou explicar o conteúdo numa exposição.É a busca por técnicas de exposição ou oratória.
  5. 5.  Modelo jesuítico (1599) - Manual Ratio Studiorum: preleção do conteúdo/professor; levantamento de dúvidas; exercício de memorização;Resultado: aluno memoriza para a prova.
  6. 6. VERBO ENSINAR Latim insignare – significa marcar com um sinal...  ...vida, busca e despertar para o conhecimento.
  7. 7. APRENDER Verbo - significa TOMAR conhecimento, reter na memória mediante estudo, receber a informação de...
  8. 8. APREENDER Latim – appreheendere- significa segurar, prender, pegar, assimilar mentalmente, compreender, agarrar.  Para apreender é preciso agir, exercitar-se, informar-se, tomar para si, apropriar-se ...
  9. 9. APREENDER: APROPRIAR-SE Estruturas cognitivas: redes deesquemas de conhecimentos. Esquemas: representações iniciais/ síncreses, a serem revisadas, modificadas, adaptadas, transformad as. Visando sínteses qualitativamente superiores. Pela análise e ação conjunta dos sujeitos. Considerar: capacidades cognitivas, nível de apreensão/ equilíbrio pessoal, processo inter- pessoal e a inserção social.
  10. 10. METODOLOGIA DIALÉTICA: parte da compreensão do estudanteDa síncrese: visão inicial, caótica e nãoelaborada é o ponto de partida;Para a síntese: a ser construída, comoponto de chegada;Através da análise  pelasoperações/ações mentais.
  11. 11. A apreensão se dá no pensamentoe pelo pensamento, através deações mentais : comparação, observação, imaginação, obtenção e organização dos dados, elaboração e confirmação de hipóteses, classificação, interpretação, crítica, busca de suposições, aplicação de fatos e princípios a novas situações, planejamento de projetos e pesquisas, análise / tomada de decisão e construção de sínteses.
  12. 12. DESAFIO... Revisar o “assistir a aulas”. A ação de apreender não é passiva. Agarrar exige ação constante e consciente do estudante. O assistir ou dar aulas precisa ser substituído pela ação conjunta do FAZER AULAS.
  13. 13. PROCESSO DE ENSINAGEM Prática social complexa entre os sujeitos: aluno e professor. Ação de ensinar e apreender. Parceria deliberada e consciente para o enfrentamento na construção do conhecimento escolar, decorrente de ações efetivadas em sala de aula e fora dela.
  14. 14. PROCESSO DE ENSINAGEM Ação que resulta na aprendizagem do aluno. Superação da exposição tradicional. Clima de trabalho que possa saborear o conhecimento.
  15. 15. O SABER INCLUI: SABER O QUÊ SABER COMO SABER POR QUÊ SABER PARA QUÊ
  16. 16. Desafios:compreensão da necessidade de rupturacom o tradicional repasse;nova visão quanto ao processo de ensino ede aprendizagem e diferenciada ação docente ediscente; lidar comquestionamentos, dúvidas, inserções, críticas, resultados incertos, respostas incompletas eperguntas inesperadas.
  17. 17. ESSENCIAL: ação do aprendizpelas operações de pensamento Desafio: lógica do conteúdo/forma de acompanhamento: cognitivo; procedimental; atitudinal.
  18. 18. RELAÇÃO ENTRE O PROCESSO DE APREENSÃO E O TIPO DE CONTEÚDO TRABALHADO.Conteúdos factuais: conhecimentos de fatos, situações, fenômenos concretos, singulares – aprendizagem é reprodução literal.
  19. 19. Conteúdos procedimentais: conjunto de ações ordenadas e com um fim, incluindo regras, técnicas, métodos, destrezas e habilidades, estratégias e procedimentos verificados pela realização de ações.
  20. 20. Conteúdos atitudinais: podem ser agrupados em valores, normas, atitudes verificados por sua interiorização e aceitação. Implica conhecimento, avaliação, análise e elaboração.
  21. 21.  Aprendizagem de conceitos (conjunto de fatos, objetos ou símbolos) e princípios (leis e regras que se reproduzem num fato, objeto ou situação): possibilita elaboração e construção pessoal, nas interpretações e transferências para novas situações.
  22. 22. CONCEITOS: Estratégia: a arte de aplicar ou explorar meios/ condições favoráveis e disponíveis/ consecução de objetivos específicos. Técnica: relativo a arte ou ao conjunto de processos de uma arte, maneira, jeito ou habilidade especial de executar ou fazer algo. Dinâmica: o movimento e as forças / organismo em atividade ou, parte da mecânica que estuda os movimentos.
  23. 23.  Método:Metá: atravésÓdos: caminho Metodologia: caminho através do qual se chega a meta pretendida.
  24. 24. METODOLOGIAS ATIVAS E ESTRATÉGIAS MAIS UTILIZADAS: aula expositiva dialogada lista de discussão fórum estudo de texto; na internet; estudo de caso e meio;  painel; tempestade cerebral;  portfólio, webfólio;  juri, simpósio; mapa conceitual; dramatização; ensino com pesquisa; seminário; GVGO; tutorial; oficina, cartografia; solução de problemas, entre outras.
  25. 25. É fundamental a mediação docente queprepara, dirige as atividades e as açõesnecessárias, buscando nas estratégiasselecionadas levar os alunos aodesenvolvimento de processos demobilização, construção e elaboraçãode síntese do conhecimento.
  26. 26. As aprendizagens não se dão todas damesma forma, dependem tanto dosujeito que apreende quanto do objetode apreensão...Há aprendizagens por imitação de ummodelo, por repetição, por ensaio eerro ou descoberta (insight).
  27. 27.  No processo de ensinagem a escolha e a execução de uma metodologia deve ser adequada aos objetivos, aos conteúdos do objeto de ensino e principalmente aos estudantes.
  28. 28.  No processo de ensinagem a ação de ensinar está diretamente relacionada à ação de apreender, tendo como meta a apropriação tanto do CONTEÚDO quanto do PROCESSO.
  29. 29.  ESTRATÉGIAS GRUPAISÉ fundamental: organização, preparação cuidadosa, planejamento compartilhado e mutuamente comprometido com o aluno.
  30. 30.  Estratégias Grupais Desafio a ser reconhecido e enfrentado. Desabrochar da inteligência relacional: capacidade de os indivíduos serem competentes na interação com os outros seres humanos no contexto grupal em que atuam.
  31. 31. TRABALHO EM GRUPO:DIFERENTE DE FAZER PARTE DE UM CONJUNTO DE PESSOASFundamental: a interação, o compartilhar, o respeito à singularidade, a habilidade de lidar com o outro em sua totalidade, incluindo as emoções.
  32. 32.  ATIVIDADE GRUPAL NA ENSINAGEMO professor precisa estar atento edisponível, conversando eacompanhando os processos e osgrupos na sala de aula.
  33. 33. O CLIMA DE TRABALHO É FUNDAMENTAL.DEFINIR PAPÉIS – coordenador, cronometrista, secretário, relator, expositor etc.
  34. 34. REFERÊNCIAANASTASIOU, Léa das Graças Camargo; ALVES,Leonir Pessate. Processos de Ensinagem naUniversidade: pressupostos para as estratégiasde trabalho em aula. 7ª ed. Joinville-SC: EditoraUniville, 2007.
  35. 35. MUITO OBRIGADA!nascimentolene@yahoo.com.br 8815-5254

×