Projeto AgemotOportunidades para prestação de serviços de consultoria tecnológica                   Seminário – Nova Fribu...
Projeto AGEMOT  Projeto do Núcleo de Ofertas de  Serviços Tecnológicos - NOST Projeto voltado para as micro e pequenas emp...
Projeto AGEMOT  AGENTE DE MOBILIZAÇÃO  TECNOLÓGICA Atua na construção de um ambiente local, levantando as necessidades e c...
Projeto AGEMOT                                                   SERRANA 1                                                ...
Projeto AGEMOT Objetivos Analisar o cenário das REAIS necessidades que tangem o Desenvolvimento Tecnológico no setor – Mod...
Nova Friburgo                - Dados Geográficos Estado do Rio de Janeiro Localização: Região Serrana Área: 938,5 Km2 Área...
Nova Friburgo   - Dados Socioeconômicos PIBPage  7
Nova Friburgo                - Dados Socioeconômicos Composição PIB Base 2010.                                        R$ 2...
Nova Friburgo        - Dados Socioeconômicos           0,8103   0,8682     0,8685                                         ...
Nova Friburgo                          - Dados Socioeconômicos                                                          0,...
Nova Friburgo - Dados Socioeconômicos Setor                                                        1000 Empresas          ...
Nova Firburgo                                                 - Dados Socioeconômicos Emprego     Empresas – 0 a 30.     N...
EMPRESÁRIOSPage  13
Cenário Atual – Empresário x Mercado     - Preocupação com alta taxa de crescimento das importações,     - Perda de rentab...
Avaliação Produtos Sebrae – PCP- O valor disponível para consultorias é considerado baixo,- As consultorias dão pouca ênfa...
Avaliação Produtos Sebrae – PGP- O valor disponível para consultorias é considerado baixo,- Falta entendimento de alguns e...
Cenário IdealPage  17
Cenário Ideal- Estimulo do Governo Municipal para empresas Inovadores – dentro e fora  de parques tecnológicos ,- Captação...
Instrumentos e AçõesPage  19
Ações do Polo  − Fevest 2013;  − Cursos de qualificação setorial – Senai – RJ,  − Caravanas para visitação em feiras,  − M...
Ações Firjan  − Ações para Formalização do Setor e associativismo  − Investir fortemente nas relações institucionais, visa...
Programa Master para Empresários, Gestores e Profissionais de Negócios             de Moda POLO DE NOVA FRIBURGO E REGIÃO ...
Page  23
OportunidadesPage  24
Oportunidades – Cenário Municipal            FEX – Auxílio Financeiro de Fomento a Exportações                 Verba dispo...
Oportunidades – FomentosADT1•       Desenvolvimento de novo produto de base tecnológica;•       Desenvolvimento de tecnolo...
Oportunidades – Fomentos    Perspectiva•       A FAPERJ pretende lançar no ano 2013 aproximadamente 45 editais,Destaque:Ed...
Oportunidades – FomentosTECNOVAO TECNOVA tem por objetivo apoiar as microempresas, pequenas empresas e empresas de pequeno...
Oportunidades – FomentosOperações de CréditoPrazos de carência e amortizaçãoOs prazos de carência e amortização são calcul...
Oportunidades – FomentosChamada Pública MCTI/SETEC/CNPq Nº 17/2012 RHAE Pesquisador na EmpresaA presente Chamada Pública t...
Produtos SEBRAEPage  31
O SEBRAETEC é um programa coordenado pelo SEBRAE que permite que asMicro e Pequenas Empresas (MPE) possam ter acesso subsi...
Áreas Atendidas− Metrologia (Calibração de Equipamentos),− Design (Embalagens, produtos e design gráfico),− Eficiência Ene...
Como Funciona:O subsídio do SEBRAE para as MPE´s é de 80 % sobre o valor do serviços.Exemplo:Orçamento Consultoria em PCP ...
As soluções que fazem parte do programa são:- Estratégias empresariais- Gestão da inovação - inovar para competir- Planeja...
Perfil das Empresas :-   2 anos de vida ou mais,-   9 funcionários ou mais,-   Questões Básicas de Gestão Resolvidas,-   F...
OBRIGADO !!!!!Paulo Mangia• mangia.paulo@gmail.com• (22) 9810-8863Page  37
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Apresentação agemot

335 visualizações

Publicada em

Projeto voltado para as micro e pequenas empresas, tendo como
principal objetivo encontrar caminhos para melhoria de seus
processos, através do Sebraetec, outras ferramentas do SEBRAE e
de possibilidades disponíveis no cenário atual (editais de agencia de
fomento, incentivos fiscais, linhas de apoio do governo e outros).

Publicada em: Negócios
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
335
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
4
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Apresentação agemot

  1. 1. Projeto AgemotOportunidades para prestação de serviços de consultoria tecnológica Seminário – Nova Friburgo
  2. 2. Projeto AGEMOT Projeto do Núcleo de Ofertas de Serviços Tecnológicos - NOST Projeto voltado para as micro e pequenas empresas, tendo como principal objetivo encontrar caminhos para melhoria de seus processos, através do Sebraetec, outras ferramentas do SEBRAE e de possibilidades disponíveis no cenário atual (editais de agencia de fomento, incentivos fiscais, linhas de apoio do governo e outros).Page  2
  3. 3. Projeto AGEMOT AGENTE DE MOBILIZAÇÃO TECNOLÓGICA Atua na construção de um ambiente local, levantando as necessidades e competências na área tecnológica, estabelecendo parcerias com os agentes locais, objetivando o desenvolvimento das MPEs.Page  3
  4. 4. Projeto AGEMOT SERRANA 1 TURISMO SERRANA 2 MÉDIO PARAÍBA PGP/TI – PCP/CONFECÇÃO METAL MECANICO AUTOMOTIVO METROPOLITANA B LITORÂNEAS NAVAL TURISMO PETRÓLEO E GASPage  4
  5. 5. Projeto AGEMOT Objetivos Analisar o cenário das REAIS necessidades que tangem o Desenvolvimento Tecnológico no setor – Moda Íntima Realizar a interface com a governança e parcerias locais, de base tecnológica, para o desenvolvimento de projetos estratégicos para as MPEs. Ofertar produtos e serviços SEBRAE, de base tecnológica e relacionados à temática da inovação (Sebrae Mais, Gestão da Inovação, Sebraetec)Page  5
  6. 6. Nova Friburgo - Dados Geográficos Estado do Rio de Janeiro Localização: Região Serrana Área: 938,5 Km2 Área Edificada aproximada: 38 Km2 Área Verde aproximada: 900,98 Km2 População: 182.016 Fonte: FirjanPage  6
  7. 7. Nova Friburgo - Dados Socioeconômicos PIBPage  7
  8. 8. Nova Friburgo - Dados Socioeconômicos Composição PIB Base 2010. R$ 2.614.777,781 PIB MUNICÍPIO NOVA FRIBURGO PIB - INDÚSTRIA R$ 397.481,671 R$ 2.154.628,933 PIB – SERVIÇOS R$ 62.667,177 PIB - AGRICULTURAPage  8
  9. 9. Nova Friburgo - Dados Socioeconômicos 0,8103 0,8682 0,8685 0,6942 IFDM Educação Saúde Emprego e RendaPage  9
  10. 10. Nova Friburgo - Dados Socioeconômicos 0,8118 0,6905 0,7978 0,6595 0,5084 0,5061 IFGF Receita Própria Gastos com Investimentos Liquidez Custo da Dívida PessoalPage  10
  11. 11. Nova Friburgo - Dados Socioeconômicos Setor 1000 Empresas 561 Empresas Informais 439 FormaisSetorConfecções 200 Sindicalizadas As empresas sindicalizadas empregam aproximadamente 5680 funcionários., ou seja, uma média 28,4 funcionários por empresa. Segundo informações da RAIS, referentes a DEZ/2012, o setor emprega ao todo 11.098. Page  11
  12. 12. Nova Firburgo - Dados Socioeconômicos Emprego Empresas – 0 a 30. Número de Empresas com amostra de 0 a 30 trabalhadores registrados 394 Empresas – 31 a 60. Número de Empresas com amostra de 31a 60 trabalhadores registrados 35 Empresas – 61 a 90. Número de Empresas com amostra de 61a 90 trabalhadores registrados 3 Empresas – Acima 91 Número de Empresas com amostra acima trabalhadores registrados 7 Nesta analise foram considerados os CNAEs 1411-8/01 - Confecção de Roupas Íntimas 1411-8/02 - Facção de Roupas Íntimas Do total da amoestra 439. Destde total 6 são registradas como facção.Page  12
  13. 13. EMPRESÁRIOSPage  13
  14. 14. Cenário Atual – Empresário x Mercado - Preocupação com alta taxa de crescimento das importações, - Perda de rentabilidade no setor devido a entrada de produtos da China, - Mercado Estagnado, - Carência de Mão de Obra Qualificada, - Insegurança na realização de Investimentos, - Carência de dados para tomada de decisão, - Fluxo de Clientes prejudicados pela Catástrofe. Page  14
  15. 15. Avaliação Produtos Sebrae – PCP- O valor disponível para consultorias é considerado baixo,- As consultorias dão pouca ênfase ao acompanhamento, e a áreas estratégicas do PCP (Adm. Materiais, Planejamento capacidade produção, Previsão de Demanda, etc.)- Demora no Atendimento – (Disponibilização de Consultores Especialistas),- Revisão do critério de utilização de serviços com o mesmo nome – Prototipagem- Divergência na implantação de metodologias para PCP.Page  15
  16. 16. Avaliação Produtos Sebrae – PGP- O valor disponível para consultorias é considerado baixo,- Falta entendimento de alguns empresários sobre o que é, e qual a finalidade do Planejamento da Gestão por Processos.- Demora no Atendimento – (Disponibilização de Consultores Especialistas),Page  16
  17. 17. Cenário IdealPage  17
  18. 18. Cenário Ideal- Estimulo do Governo Municipal para empresas Inovadores – dentro e fora de parques tecnológicos ,- Captação de Recursos a serem utilizados na construção da Inteligência competitiva do Setor,- Desenvolvimento de ações focadas no fortalecimento da Marca – Nova Friburgo,- Aumento da base de Empresas Formais e Sindicalizadas,- Estudo visando à implantação de um parque industrial – Estamparia, Corte, Tinturaria, etc.Page  18
  19. 19. Instrumentos e AçõesPage  19
  20. 20. Ações do Polo − Fevest 2013; − Cursos de qualificação setorial – Senai – RJ, − Caravanas para visitação em feiras, − Missões Internacionais, − Participação do Polo em feiras, tais como Rio a Porter, − Investir fortemente nas relações institucionais, visando a captação de recursos,Page  20
  21. 21. Ações Firjan − Ações para Formalização do Setor e associativismo − Investir fortemente nas relações institucionais, visando a captação de recursos, − Apoio na construção da inteligência competitiva do setor através da construção de uma base de dados do setor.Page  21
  22. 22. Programa Master para Empresários, Gestores e Profissionais de Negócios de Moda POLO DE NOVA FRIBURGO E REGIÃO Objetivo do Programa Promover o desenvolvimento do Polo de Moda Íntima de Nova Friburgo e Região por meio do aprimoramento de competências fundamentais à gestão, ao planejamento, à produção e à comercialização em micro e pequenas empresas, com foco estratégico na competitividade.Page  22
  23. 23. Page  23
  24. 24. OportunidadesPage  24
  25. 25. Oportunidades – Cenário Municipal FEX – Auxílio Financeiro de Fomento a Exportações Verba disponível para estimulo à exportações  R$ 1.854.044,67 Lei Complementar 43 – Regulamenta no âmbito do Município de Nova Friburgo o tratamento diferenciado e favorecido às microempresas e empresas de pequeno Porte.Page  25
  26. 26. Oportunidades – FomentosADT1• Desenvolvimento de novo produto de base tecnológica;• Desenvolvimento de tecnologia que aumente o valor agregado de produto ou processo já existente;• Desenvolvimento de processos de produção.Valor: Até 50.000,00 (Cinquenta Mil Reais)ADT2• Este auxílio destina-se à divulgação e/ou comercialização de resultados de pesquisas que obtiveram apoio da FAPERJ, seja na forma de produtos/serviços prontos para a comercialização, seja na forma de tecnologias a serem transferidas, podendo, eventualmente, incluir as atividades de proteção da propriedade intelectual.Valor: Até 50.000,00 (Cinquenta Mil Reais) Page  26
  27. 27. Oportunidades – Fomentos Perspectiva• A FAPERJ pretende lançar no ano 2013 aproximadamente 45 editais,Destaque:Edital: Apoio ao Desenvolvimento de Modelos de Inovação Tecnologia e Social,Valor R$ Até 150.000,00 mil por empresas Page  27
  28. 28. Oportunidades – FomentosTECNOVAO TECNOVA tem por objetivo apoiar as microempresas, pequenas empresas e empresas de pequeno porteem projetos de pesquisa, desenvolvimento e inovação tecnológica. O programa será operado de formadescentralizada, através de redes de agentes operacionais estaduais, e conta com o apoio do SEBRAE.São R$ 190 milhões em recursos da Subvenção Econômica para aplicação em micro e pequenas empresas(faturamento anual até R$ 3,6 milhões), visando ao desenvolvimento de novos produtos, serviços eprocessos que agreguem valor aos negócios e ampliem seus diferenciais competitivos. A meta global é que cerca de 700 empresas sejam apoiadas em todo o território nacional. Elas receberão,cada uma, recursos que variam de R$ 120 mil a R$ 400 mil. Page  28
  29. 29. Oportunidades – FomentosOperações de CréditoPrazos de carência e amortizaçãoOs prazos de carência e amortização são calculados em função da combinação entre os prazos de execuçãodos projetos, sua geração de caixa e a capacidade de pagamento da empresa.O prazo de amortização será determinado pela combinação das variáveis prazo de execução do projeto e opayback, limitado ao período total de 12 anos, a partir da contratação do projeto;O prazo de carência não poderá ultrapassar o período de 6 meses contados a partir do 1º faturamento que aempresa receber em decorrência da execução do projeto ou, na impossibilidade da aplicação deste critério, oreferido prazo será determinado pelo acréscimo de 6 meses ao prazo de execução do projeto. Page  29
  30. 30. Oportunidades – FomentosChamada Pública MCTI/SETEC/CNPq Nº 17/2012 RHAE Pesquisador na EmpresaA presente Chamada Pública tem por objetivo selecionar propostas para apoio financeiro a projetos quevisem contribuir significativamente para o desenvolvimento científico e tecnológico e a inovação no País, pormeio da inserção de mestres ou doutores, em empresas privadas, de micro, pequeno, médio e grande porte.Valor R$ Até 200.000 mil Page  30
  31. 31. Produtos SEBRAEPage  31
  32. 32. O SEBRAETEC é um programa coordenado pelo SEBRAE que permite que asMicro e Pequenas Empresas (MPE) possam ter acesso subsidiado a um conjuntode serviços em Inovação Tecnologica para melhoria em produtos, serviços,processos e/ou a introdução de inovações com foco nas empresas e/ou nomercadoPage  32
  33. 33. Áreas Atendidas− Metrologia (Calibração de Equipamentos),− Design (Embalagens, produtos e design gráfico),− Eficiência Energética (Economia de energia / diminuição de perdas),− Melhoria de Processos (Layout de fábrica, logística, PCP e Just-in-time),− Inovação (Estudos de viabilidade, elaboração de projetos ,− Tecnologia de Informação (E-commerce, automatização comercial e industrial),Page  33
  34. 34. Como Funciona:O subsídio do SEBRAE para as MPE´s é de 80 % sobre o valor do serviços.Exemplo:Orçamento Consultoria em PCP R$ 5.000,00 (Cinco mil), Empresário → 5.000,00 x 0,20 = R$ 1.000,00 (Mil reais) , valor investido peloempresário. SEBRAE → 5.000,00 x 0,80 = R$ 4.000,00 (Quatro mil reais) valor subsidiado peloSEBRAE.O limite de utilização do benefício é de R$ 10.000,00 (Dez mil reais), para até dois serviços por anoPage  34
  35. 35. As soluções que fazem parte do programa são:- Estratégias empresariais- Gestão da inovação - inovar para competir- Planejando para internacionalizar- Gestão Financeira - do controle à decisão- Encontros Empresariais- Empretec- Gestão da Qualidade- Ferramentas de Gestão AvançadaPage  35
  36. 36. Perfil das Empresas :- 2 anos de vida ou mais,- 9 funcionários ou mais,- Questões Básicas de Gestão Resolvidas,- Faixa de Faturamento,- Buscam modelos de gestão avançados ou evolução dos modelos existentesPage  36
  37. 37. OBRIGADO !!!!!Paulo Mangia• mangia.paulo@gmail.com• (22) 9810-8863Page  37

×