SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 2
Baixar para ler offline
EU SOU LIVRE?
1. POR QUE NÃO SOU LIVRE?
 No início, na formação da Terra e até ½ milhão de
anos atrás éramos primitivos e não tínhamos muita
vontade própria.
 Com o desenvolvimento das raças, com o
aportamento aqui de alienígenas para a
aprimoramento e modificação das raças,
começaram as lutas por poder e domínio.
 Os dominadores sempre tiveram muito mais poder,
influência e coerção aos povos primitivos e povos
inferiores a eles.
 Então, ao longo de milênios e milênios fomos
fazendo, inconscientemente “acordos e contratos”
com eles, pela nossa inferioridade demonstrada
pelos nossos desejos, pensamentos e ações
irrefletidas;
 Raras foram as conquistas morais, as virtudes, frente
às viciações e defeitos morais desenvolvidos, onde
as inferioridades foram mantidas por nós, por nossa
ignorância e negligência frente às Leis Maiores;
 Acumulamos, atualmente, um saldo relevante de
viciações e defeitos morais que nos impedem o
desenvolvimento e consequente libertação interior
da materialidade – criamos nossas próprias prisões e
obstáculos pelos pensamentos e sentimentos
desordenados;
Não vivemos mais como a natureza vive...,
... apenas sobrevivemos com a materialidade.
2. PRISÕES
 Passamos a ser “prisioneiros” dos manipuladores
espertos que usam e abusam de nossa inferioridade,
que é utilizada por eles, onde através dos vícios e
defeitos morais eles nos escravizam aos seus
propósitos egoístas e prepotentes, ativando os
desejos insaciáveis em nós.
 Portanto, os desejos são manipulados por quem se
associa a nós – que chamamos de obsessores –
porém, eles são apenas instrumentos dos
manipuladores maiores que querem outras coisas.
3. O QUE ELES QUEREM?
 Adrenalina, energia suprema que o medo, o terror e
o pânico trazem com o derramamento de sangue;
 Energia sexual, energia vital e criativa, que
impulsiona para uma vida forte, plena e feliz, que dá
poder e domínio;
 Estímulo ao fumo, álcool, alucinógenos, drogas que
proporciona a escravidão das mentes resultando em
domínio;
 Manipulação da mídia e das informações que resulta
no poder e domínio das massas pela escravização;
 Controle da religião, da política, da energia e dos
armamentos que submete as massas ao domínio das
pelo temor...;
4. ENTÃO, COMO SOMOS MANIPULADOS POR TUDO
ISSO?
Através de:
 Acordos e contratos firmados e que criam pânico e
medo na dissolução;
 Seduções, fantasias e manipulações emotivas e
sensuais;
 Artefatos e armas energéticas quem impõe sua
vontade sobre os agentes;
 Terror nos asseclas e escravos astrais para
obsidiarem seus alvos;
 Dispositivos limitadores da liberdade / Implantes
energéticos que inibem sua vontade e impõe
sugestões subliminares;
 Resistência continua contra a cristianização do povo
e das massas;
 Criação de uma psicosfera doentia que inibe sua
vontade, impõe desejos obscuros e manipulam as
verdades...
5. ENTÃO: O QUE DEVEMOS FAZER?
 A primeira, e única atitude a tomar é RECONHECER-
SE E CONSIDERAR-SE ENFERMO, bem como
dependente deles;
 Essa é a parte mais difícil pois as seduções das trevas
vão sempre nos ludibriar dizendo que “isso aí é tudo
bobagem, fantasia ...” ou então “voce está bem
sendo como voce é” ou mesmo “voce acredita nisso
mesmo? Estão te fazendo deixar de ser voce mesmo,
de fazer o que voce gosta... “, e assim por diante;
 Vão alimentar sua AUTO SABOTAGEM para achar
que do jeito que está – tudo está certo, correto como
fumar um cigarro, tomar uma birita, fletar com outra
pessoa, tomar “emprestado” isso por algum
tempinho só ... coisas banais que não afetam nada,
vão dizer isso em sua mente subconsciente e voce
vai aceitar isso como verdade.
 Essa falsa noção foi, e sempre será mantida, em sua
mente tanto mais firmemente quanto mais voce a
alimentar e como foi implantada brotará cada vez
mais dentro de ti através das insinuações dos
desejos, até que se tornará um DESEJO IRRESISTÍVEL
onde decaimos nessas tentações insinuantes.
 Agora, se voce conseguir sentir-se enfermo e
solicitar ajuda de seu guia e protetor ... 50% do
caminho já foi trilhado, pois abriu uma porta para
sua reabilitação.
 Os outros 50% serão decorrentes de um Programa
de Recuperação, ou de Reforma Intima, que deverá
ser trilhado.
6. NO QUE CONSISTE ESSA REABILITAÇÃO?
 Qual sua base? Qual seu escopo? Qual seu programa
de trabalho? Como ela se processará?
 A base é uma conduta moral irretorquível, a qual foi
trazida por Jesus através do “EVANGELHO” – que é
um código de conduta moral.
EU SOU LIVRE?
7. COMO COMEÇAR A FAZER ESSA PROGRAMAÇÃO?
 No programa da E.A.E. na aula: EAE 68 - Vícios e
defeitos morais – Conceitos e na aula EAE 73 - Vícios
e defeitos morais - Vivência - Exercício de Vida Plena
nós teremos condições de identificar os itens que
nos afetam e fazermos um programa de reabilitação
frente a nós mesmos.
 Preste atenção: não estamos fazendo nada para
“inglês ver!” mas sim para a nossa autoproteção e
não mais ficarmos escravos e dependentes das
sombras.
 Isso se chama LIBERTAÇÃO.
8. COMO EVITAR E ELIMINAR O CONTROLE EXTERNO?
 Podemos iniciar por uma conscientização de que
“SOU LIVRE”, mas é muito difícil identificar que eu
não sou livre!
 Achamos que somos livres e não enxergamos e nem
sentimos que estamos sendo manipulados por
forças muito poderosas, porém, fomos nós próprios
que nos sujeitamos à elas.
 Se eles quisessem nos sugestionar e nós tivéssemos
respaldo de conduta ilibada, limpa e honrada... a Lei
de Deus não o permitiria, pois criaríamos uma capa
de proteção em torno de nós, emitiríamos uma luz
imensa que ofuscaria as trevas e angariaríamos
amigos sintônicos conosco que também nos
protegeriam.
 A questão é fácil de entender e difícil de aplicar: voce
é tão poderoso quanto qualquer outro ser pois és um
pedaço de Deus como qualquer um.
 A diferença está apenas no seu despertamento
consciencial, que no momento está adormecido.
 Para os manipuladores não interessa seu
despertamento pois eles não conseguem dominar e
escravizar quem está lúcido e consciente de si e da
vida.
 Portanto para eles o importante é mantê-lo na
inconsciência pois assim eles te escravizam e
dominam e voce faz o que eles querem.
 Então voce tem que DECRETAR clara e
ostensivamente que não quer mais ficar
subordinado, submetido, escravizado a eles.
 Mas isso deve ser muito consciente e íntimo, nunca
pode vir de fora de ti: tem que ser algo íntimo e
profundo, pois terás que enfrentar muitos desafios
para se impor contra essa manipulação.
9. COMO ROMPER O CONTRATO COM AS TREVAS?
 Então vamos citar alguns pontos de referência, mas
voce terá que fazer os seus, para poder ter sua
assinatura energética:
 Primeiramente preciso me posicionar frente à vida:
 Peço à Deus que me perdoe de tudo o necessito ser
perdoado;
 Renuncio a tudo que me oferece resistência e
dificulte ou impede a realização plena e a
materialização de meus decretos interiores;
 Declaro à Deus que curo e perdoo a todos,
indistintamente.
 Ratifico minha aliança com Deus e entrego-me ao
domínio do Cristo em mim e em Sua vibração.
 Dedico minha vida a tudo isso, à minha própria
maestria.
 Apelo para a restauração do meu campo de energia
original e que seja infundido com a energia dourada
emanada de Cristo;
 Quero que aumente meu escudo protetor;
 Quero que se remova qualquer coisa que não seja da
natureza crística que possa existir dentro do meu
campo energético;
 Quero que se remova e se dissolva completamente
cada implante, cada dispositivo limitador, cada
parasita, cada energia semeada de discórdia e de
aniquilamento de meu ser;
 Testemunho agora a libertação completa de tudo o
que infringe a vontade de Deus.
 Apelo ao círculo de segurança da 13ª dimensão para
me assessorar nesse empreendimento.
10. PROCURE REPETIR ISSO (POR 21 DIAS):
 Eu revogo e renuncio a todos e a cada um dos
contratos, acordos que não servem ao bem
supremo, celebrados tanto nesta quanto em
passadas existências, encarnadas ou em vidas
paralelas, locais e temporais...
 Eu ordeno que a todos os responsáveis por estes
contratos que cessem e desistam e que abandonem
o meu campo de energias tanto agora quanto de
forma retroativa, levando todos os artefatos,
dispositivos e energias que não honrem a Deus e à
Sua Aliança;
 Determino que qualquer canal que drenava minha
energia que seja dissolvido completamente.
 Todos os contratos, energias e dispositivos estão
agora eliminados e me sinto curado
 Sou livre de todas as vibrações de dor, medo e culpa
em todas as dimensões da vida.
 Estando curado e perdoando, me sinto agora
elevado ao meu próprio Eu Crístico que mora em
mim.
 Que se transmute e se retifique todas as energias
disponíveis à mim;
 Agradeço por me libertar das cadeias da dualidade.
 Que eu seja protegido para sempre contra as
influências que me impedem de fazer a vontade de
Deus.
 Que se sele e se proteja essa sagrada experiencia;
 Tendo celebrado esse pacto com Deus, eu autorizo
ao meu Eu Superior que proceda às mudanças
necessárias para acomodar e materializar essa nova
dedicação.
 Agradeço, dou graças à Deus e a todos.
 Selo tudo isso.
 Que seja escrito no livro da vida e que assim seja.
___________
Antes da Aula de Vícios e Defeitos Morais para se
entender da manipulação e estratégia das sombras.
Norberto

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Mocidade Espírita Chico Xavier - Aula 3 - Se eu quiser falar com Deus
Mocidade Espírita Chico Xavier - Aula 3 - Se eu quiser falar com DeusMocidade Espírita Chico Xavier - Aula 3 - Se eu quiser falar com Deus
Mocidade Espírita Chico Xavier - Aula 3 - Se eu quiser falar com Deus
Sergio Lima Dias Junior
 
Renovando atitudes
Renovando atitudesRenovando atitudes
Renovando atitudes
grupodepais
 
O despertar da consciência mirtzi
O despertar da consciência   mirtziO despertar da consciência   mirtzi
O despertar da consciência mirtzi
crismchmg
 

Mais procurados (20)

Eae 105 Regras para a educação. Conduta e aperfeiçoamento dos seres ( III )
Eae 105 Regras para a educação. Conduta e aperfeiçoamento dos seres ( III )Eae 105 Regras para a educação. Conduta e aperfeiçoamento dos seres ( III )
Eae 105 Regras para a educação. Conduta e aperfeiçoamento dos seres ( III )
 
AFINIDADE E SINTONIA ESPIRITUAL na visão Espírita
AFINIDADE E SINTONIA ESPIRITUAL na visão EspíritaAFINIDADE E SINTONIA ESPIRITUAL na visão Espírita
AFINIDADE E SINTONIA ESPIRITUAL na visão Espírita
 
Eae 91 NORMAS DA VIDA ESPIRITUAL
Eae 91 NORMAS DA VIDA ESPIRITUALEae 91 NORMAS DA VIDA ESPIRITUAL
Eae 91 NORMAS DA VIDA ESPIRITUAL
 
Mocidade Espírita Chico Xavier - Aula 3 - Se eu quiser falar com Deus
Mocidade Espírita Chico Xavier - Aula 3 - Se eu quiser falar com DeusMocidade Espírita Chico Xavier - Aula 3 - Se eu quiser falar com Deus
Mocidade Espírita Chico Xavier - Aula 3 - Se eu quiser falar com Deus
 
O Caminho da Felicidade
O Caminho da FelicidadeO Caminho da Felicidade
O Caminho da Felicidade
 
ÓDIO na visão Espírita
ÓDIO na visão EspíritaÓDIO na visão Espírita
ÓDIO na visão Espírita
 
Equilíbrio físico e equilíbrio mental
Equilíbrio físico e equilíbrio mentalEquilíbrio físico e equilíbrio mental
Equilíbrio físico e equilíbrio mental
 
AUTOCONHECIMENTO X REFORMA INTIMA NA VISÃO ESPÍRITA
AUTOCONHECIMENTO X REFORMA INTIMA NA VISÃO ESPÍRITAAUTOCONHECIMENTO X REFORMA INTIMA NA VISÃO ESPÍRITA
AUTOCONHECIMENTO X REFORMA INTIMA NA VISÃO ESPÍRITA
 
Nossos Defeitos e o ORGULHO
Nossos Defeitos e o ORGULHONossos Defeitos e o ORGULHO
Nossos Defeitos e o ORGULHO
 
Felicidade
FelicidadeFelicidade
Felicidade
 
Sentimento de culpa
Sentimento de culpaSentimento de culpa
Sentimento de culpa
 
VOCÊ SE CONHECE?
VOCÊ SE CONHECE?VOCÊ SE CONHECE?
VOCÊ SE CONHECE?
 
Educacao sentimento
Educacao sentimentoEducacao sentimento
Educacao sentimento
 
PALESTRA - RENOVANDO ATITUDES
PALESTRA - RENOVANDO ATITUDESPALESTRA - RENOVANDO ATITUDES
PALESTRA - RENOVANDO ATITUDES
 
Jesus e a Alegria de Viver - Nazareno Feitosa v.6
Jesus e a Alegria de Viver - Nazareno Feitosa v.6Jesus e a Alegria de Viver - Nazareno Feitosa v.6
Jesus e a Alegria de Viver - Nazareno Feitosa v.6
 
Vencendo os vícios
Vencendo os víciosVencendo os vícios
Vencendo os vícios
 
Gratidao
Gratidao  Gratidao
Gratidao
 
Renovando atitudes
Renovando atitudesRenovando atitudes
Renovando atitudes
 
Dores da Alma, a psicologia das dores humanas
Dores da Alma, a psicologia das dores humanasDores da Alma, a psicologia das dores humanas
Dores da Alma, a psicologia das dores humanas
 
O despertar da consciência mirtzi
O despertar da consciência   mirtziO despertar da consciência   mirtzi
O despertar da consciência mirtzi
 

Semelhante a Eae 24 - vicios e defeitos - manipulacoes

CANALIZAÇÃO 3: Todos nós somos o UNO ...
CANALIZAÇÃO 3: Todos nós somos o UNO ...CANALIZAÇÃO 3: Todos nós somos o UNO ...
CANALIZAÇÃO 3: Todos nós somos o UNO ...
ceudeagartha1
 
295211 633969997261555000
295211 633969997261555000295211 633969997261555000
295211 633969997261555000
Teacher Marcelo
 
A Lei De Des E ProviêNcia Divina Pps
A Lei De Des E ProviêNcia Divina PpsA Lei De Des E ProviêNcia Divina Pps
A Lei De Des E ProviêNcia Divina Pps
jmeirelles
 
Capítulo VI - Lei de Destruição.docx
Capítulo VI - Lei de Destruição.docxCapítulo VI - Lei de Destruição.docx
Capítulo VI - Lei de Destruição.docx
Marta Gomes
 

Semelhante a Eae 24 - vicios e defeitos - manipulacoes (20)

A Lei De Deus E ProvidêNcia Divina
A Lei De Deus E ProvidêNcia DivinaA Lei De Deus E ProvidêNcia Divina
A Lei De Deus E ProvidêNcia Divina
 
CANALIZAÇÃO 3: Todos nós somos o UNO ...
CANALIZAÇÃO 3: Todos nós somos o UNO ...CANALIZAÇÃO 3: Todos nós somos o UNO ...
CANALIZAÇÃO 3: Todos nós somos o UNO ...
 
Boletim c.b. 006 arquétipos de oxossi
Boletim c.b. 006   arquétipos de oxossiBoletim c.b. 006   arquétipos de oxossi
Boletim c.b. 006 arquétipos de oxossi
 
Le vida de insulamento voto de silencio
Le vida de insulamento   voto de silencioLe vida de insulamento   voto de silencio
Le vida de insulamento voto de silencio
 
295211 633969997261555000
295211 633969997261555000295211 633969997261555000
295211 633969997261555000
 
Cuidando dos pensamentos i
Cuidando dos pensamentos iCuidando dos pensamentos i
Cuidando dos pensamentos i
 
invigilanciaa.pptx
invigilanciaa.pptxinvigilanciaa.pptx
invigilanciaa.pptx
 
A Lei De Des E ProviêNcia Divina Pps
A Lei De Des E ProviêNcia Divina PpsA Lei De Des E ProviêNcia Divina Pps
A Lei De Des E ProviêNcia Divina Pps
 
A Lei De Des E ProviêNcia Divina Pps
A Lei De Des E ProviêNcia Divina PpsA Lei De Des E ProviêNcia Divina Pps
A Lei De Des E ProviêNcia Divina Pps
 
16 o passe, responsabilidade do médium e assistidos
16   o  passe, responsabilidade do médium e assistidos16   o  passe, responsabilidade do médium e assistidos
16 o passe, responsabilidade do médium e assistidos
 
A reforma íntima no combate aos vícios
A reforma íntima no combate aos víciosA reforma íntima no combate aos vícios
A reforma íntima no combate aos vícios
 
Capítulo VI - Lei de Destruição.docx
Capítulo VI - Lei de Destruição.docxCapítulo VI - Lei de Destruição.docx
Capítulo VI - Lei de Destruição.docx
 
CapíTulo 10 Livro
CapíTulo 10 LivroCapíTulo 10 Livro
CapíTulo 10 Livro
 
CapíTulo 5 Livrro
CapíTulo 5   LivrroCapíTulo 5   Livrro
CapíTulo 5 Livrro
 
CapíTulo 10 Livro
CapíTulo 10 LivroCapíTulo 10 Livro
CapíTulo 10 Livro
 
Resenha de estudos espiritas 09
Resenha de estudos espiritas 09Resenha de estudos espiritas 09
Resenha de estudos espiritas 09
 
Ética na Magia
Ética na MagiaÉtica na Magia
Ética na Magia
 
CapíTulo 1 Original Livro
CapíTulo 1 Original LivroCapíTulo 1 Original Livro
CapíTulo 1 Original Livro
 
CapíTulo 1 Original Livro
CapíTulo 1 Original LivroCapíTulo 1 Original Livro
CapíTulo 1 Original Livro
 
CapíTulo 1 Original Livro
CapíTulo 1 Original LivroCapíTulo 1 Original Livro
CapíTulo 1 Original Livro
 

Mais de Norberto Scavone Augusto

Mais de Norberto Scavone Augusto (20)

Apostila psv
Apostila psvApostila psv
Apostila psv
 
12o. A missão do espiritismo
12o. A missão do espiritismo12o. A missão do espiritismo
12o. A missão do espiritismo
 
Os mestres ramatís e kuthumi
Os mestres ramatís e kuthumiOs mestres ramatís e kuthumi
Os mestres ramatís e kuthumi
 
Reencarnação & maria modesto
Reencarnação & maria modestoReencarnação & maria modesto
Reencarnação & maria modesto
 
O dever
O deverO dever
O dever
 
Ref anjos decaidos
Ref   anjos decaidosRef   anjos decaidos
Ref anjos decaidos
 
PEREGRINOS NOVA ERA - Reunião 46a - 12 de maio 2016
PEREGRINOS NOVA ERA - Reunião 46a  - 12 de maio 2016PEREGRINOS NOVA ERA - Reunião 46a  - 12 de maio 2016
PEREGRINOS NOVA ERA - Reunião 46a - 12 de maio 2016
 
Há muito tempo numa galáxia distante
Há muito tempo numa galáxia distanteHá muito tempo numa galáxia distante
Há muito tempo numa galáxia distante
 
Emmanuel fala de ramatis em 5 de janeiro de 1954
Emmanuel fala de ramatis em 5 de janeiro de 1954Emmanuel fala de ramatis em 5 de janeiro de 1954
Emmanuel fala de ramatis em 5 de janeiro de 1954
 
Relatos parte1final
Relatos parte1finalRelatos parte1final
Relatos parte1final
 
Reunião 34ª 18-02-2016
Reunião 34ª   18-02-2016Reunião 34ª   18-02-2016
Reunião 34ª 18-02-2016
 
Reunião 33ª 11-02-2016
Reunião 33ª   11-02-2016Reunião 33ª   11-02-2016
Reunião 33ª 11-02-2016
 
Eae 74 ciencia e religião rev 02 mat didatico
Eae  74   ciencia e religião   rev 02   mat didaticoEae  74   ciencia e religião   rev 02   mat didatico
Eae 74 ciencia e religião rev 02 mat didatico
 
Hipacia a annie_besant
Hipacia a annie_besantHipacia a annie_besant
Hipacia a annie_besant
 
Mensagem de jesus história de um anjo
Mensagem de jesus  história de um anjoMensagem de jesus  história de um anjo
Mensagem de jesus história de um anjo
 
Reunião 31ª 28-01-2016
Reunião 31ª   28-01-2016Reunião 31ª   28-01-2016
Reunião 31ª 28-01-2016
 
Reunião 29ª 14-01-2016
Reunião 29ª   14-01-2016Reunião 29ª   14-01-2016
Reunião 29ª 14-01-2016
 
Reunião 11ª 27-08-2015
Reunião 11ª   27-08-2015Reunião 11ª   27-08-2015
Reunião 11ª 27-08-2015
 
3ª reunião 02-07-2015
3ª reunião   02-07-20153ª reunião   02-07-2015
3ª reunião 02-07-2015
 
25ª reunião 03-12-2015
25ª reunião   03-12-201525ª reunião   03-12-2015
25ª reunião 03-12-2015
 

Último

Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdfOrações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
StelaWilbert
 
Folder clube de Desbravadores.............
Folder clube de Desbravadores.............Folder clube de Desbravadores.............
Folder clube de Desbravadores.............
MilyFonceca
 
O SAGRADO CORAÇÃO DA JUSTIÇA II / 25/05/2024
O SAGRADO CORAÇÃO DA JUSTIÇA II / 25/05/2024O SAGRADO CORAÇÃO DA JUSTIÇA II / 25/05/2024
O SAGRADO CORAÇÃO DA JUSTIÇA II / 25/05/2024
thandreola
 

Último (15)

Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdfOrações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
 
Ciclos de Aprendizados: “Uma Análise da Evolução Espiritual Através das Exis...
Ciclos de Aprendizados:  “Uma Análise da Evolução Espiritual Através das Exis...Ciclos de Aprendizados:  “Uma Análise da Evolução Espiritual Através das Exis...
Ciclos de Aprendizados: “Uma Análise da Evolução Espiritual Através das Exis...
 
Bíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptx
 
Bíblia sagrada - JOel - slides powerpoint.pptx
Bíblia sagrada - JOel - slides powerpoint.pptxBíblia sagrada - JOel - slides powerpoint.pptx
Bíblia sagrada - JOel - slides powerpoint.pptx
 
Especialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptx
Especialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptxEspecialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptx
Especialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptx
 
Folder clube de Desbravadores.............
Folder clube de Desbravadores.............Folder clube de Desbravadores.............
Folder clube de Desbravadores.............
 
Lição 8 - Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Lição 8 - Confessando e Abandonando o Pecado.pptxLição 8 - Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Lição 8 - Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
 
Oração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
Oração Para Os Estudos São Tomás De AquinoOração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
Oração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação NecessáriaSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
 
ESQUEMA PARA LECTIO DIVINA PARA LEIGOS 2024
ESQUEMA PARA LECTIO DIVINA PARA LEIGOS 2024ESQUEMA PARA LECTIO DIVINA PARA LEIGOS 2024
ESQUEMA PARA LECTIO DIVINA PARA LEIGOS 2024
 
Livro Atos dos apóstolos estudo 12- Cap 25 e 26.pptx
Livro Atos dos apóstolos  estudo 12- Cap 25 e 26.pptxLivro Atos dos apóstolos  estudo 12- Cap 25 e 26.pptx
Livro Atos dos apóstolos estudo 12- Cap 25 e 26.pptx
 
O SAGRADO CORAÇÃO DA JUSTIÇA II / 25/05/2024
O SAGRADO CORAÇÃO DA JUSTIÇA II / 25/05/2024O SAGRADO CORAÇÃO DA JUSTIÇA II / 25/05/2024
O SAGRADO CORAÇÃO DA JUSTIÇA II / 25/05/2024
 
Auxiliar adolescentes 2° trimestre de 2024.
Auxiliar adolescentes 2° trimestre de 2024.Auxiliar adolescentes 2° trimestre de 2024.
Auxiliar adolescentes 2° trimestre de 2024.
 
Curso Básico de Teologia - Bibliologia - Apresentação
Curso Básico de Teologia - Bibliologia - ApresentaçãoCurso Básico de Teologia - Bibliologia - Apresentação
Curso Básico de Teologia - Bibliologia - Apresentação
 
Oração De Santa Rita De Cássia
Oração De Santa Rita De CássiaOração De Santa Rita De Cássia
Oração De Santa Rita De Cássia
 

Eae 24 - vicios e defeitos - manipulacoes

  • 1. EU SOU LIVRE? 1. POR QUE NÃO SOU LIVRE?  No início, na formação da Terra e até ½ milhão de anos atrás éramos primitivos e não tínhamos muita vontade própria.  Com o desenvolvimento das raças, com o aportamento aqui de alienígenas para a aprimoramento e modificação das raças, começaram as lutas por poder e domínio.  Os dominadores sempre tiveram muito mais poder, influência e coerção aos povos primitivos e povos inferiores a eles.  Então, ao longo de milênios e milênios fomos fazendo, inconscientemente “acordos e contratos” com eles, pela nossa inferioridade demonstrada pelos nossos desejos, pensamentos e ações irrefletidas;  Raras foram as conquistas morais, as virtudes, frente às viciações e defeitos morais desenvolvidos, onde as inferioridades foram mantidas por nós, por nossa ignorância e negligência frente às Leis Maiores;  Acumulamos, atualmente, um saldo relevante de viciações e defeitos morais que nos impedem o desenvolvimento e consequente libertação interior da materialidade – criamos nossas próprias prisões e obstáculos pelos pensamentos e sentimentos desordenados; Não vivemos mais como a natureza vive..., ... apenas sobrevivemos com a materialidade. 2. PRISÕES  Passamos a ser “prisioneiros” dos manipuladores espertos que usam e abusam de nossa inferioridade, que é utilizada por eles, onde através dos vícios e defeitos morais eles nos escravizam aos seus propósitos egoístas e prepotentes, ativando os desejos insaciáveis em nós.  Portanto, os desejos são manipulados por quem se associa a nós – que chamamos de obsessores – porém, eles são apenas instrumentos dos manipuladores maiores que querem outras coisas. 3. O QUE ELES QUEREM?  Adrenalina, energia suprema que o medo, o terror e o pânico trazem com o derramamento de sangue;  Energia sexual, energia vital e criativa, que impulsiona para uma vida forte, plena e feliz, que dá poder e domínio;  Estímulo ao fumo, álcool, alucinógenos, drogas que proporciona a escravidão das mentes resultando em domínio;  Manipulação da mídia e das informações que resulta no poder e domínio das massas pela escravização;  Controle da religião, da política, da energia e dos armamentos que submete as massas ao domínio das pelo temor...; 4. ENTÃO, COMO SOMOS MANIPULADOS POR TUDO ISSO? Através de:  Acordos e contratos firmados e que criam pânico e medo na dissolução;  Seduções, fantasias e manipulações emotivas e sensuais;  Artefatos e armas energéticas quem impõe sua vontade sobre os agentes;  Terror nos asseclas e escravos astrais para obsidiarem seus alvos;  Dispositivos limitadores da liberdade / Implantes energéticos que inibem sua vontade e impõe sugestões subliminares;  Resistência continua contra a cristianização do povo e das massas;  Criação de uma psicosfera doentia que inibe sua vontade, impõe desejos obscuros e manipulam as verdades... 5. ENTÃO: O QUE DEVEMOS FAZER?  A primeira, e única atitude a tomar é RECONHECER- SE E CONSIDERAR-SE ENFERMO, bem como dependente deles;  Essa é a parte mais difícil pois as seduções das trevas vão sempre nos ludibriar dizendo que “isso aí é tudo bobagem, fantasia ...” ou então “voce está bem sendo como voce é” ou mesmo “voce acredita nisso mesmo? Estão te fazendo deixar de ser voce mesmo, de fazer o que voce gosta... “, e assim por diante;  Vão alimentar sua AUTO SABOTAGEM para achar que do jeito que está – tudo está certo, correto como fumar um cigarro, tomar uma birita, fletar com outra pessoa, tomar “emprestado” isso por algum tempinho só ... coisas banais que não afetam nada, vão dizer isso em sua mente subconsciente e voce vai aceitar isso como verdade.  Essa falsa noção foi, e sempre será mantida, em sua mente tanto mais firmemente quanto mais voce a alimentar e como foi implantada brotará cada vez mais dentro de ti através das insinuações dos desejos, até que se tornará um DESEJO IRRESISTÍVEL onde decaimos nessas tentações insinuantes.  Agora, se voce conseguir sentir-se enfermo e solicitar ajuda de seu guia e protetor ... 50% do caminho já foi trilhado, pois abriu uma porta para sua reabilitação.  Os outros 50% serão decorrentes de um Programa de Recuperação, ou de Reforma Intima, que deverá ser trilhado. 6. NO QUE CONSISTE ESSA REABILITAÇÃO?  Qual sua base? Qual seu escopo? Qual seu programa de trabalho? Como ela se processará?  A base é uma conduta moral irretorquível, a qual foi trazida por Jesus através do “EVANGELHO” – que é um código de conduta moral.
  • 2. EU SOU LIVRE? 7. COMO COMEÇAR A FAZER ESSA PROGRAMAÇÃO?  No programa da E.A.E. na aula: EAE 68 - Vícios e defeitos morais – Conceitos e na aula EAE 73 - Vícios e defeitos morais - Vivência - Exercício de Vida Plena nós teremos condições de identificar os itens que nos afetam e fazermos um programa de reabilitação frente a nós mesmos.  Preste atenção: não estamos fazendo nada para “inglês ver!” mas sim para a nossa autoproteção e não mais ficarmos escravos e dependentes das sombras.  Isso se chama LIBERTAÇÃO. 8. COMO EVITAR E ELIMINAR O CONTROLE EXTERNO?  Podemos iniciar por uma conscientização de que “SOU LIVRE”, mas é muito difícil identificar que eu não sou livre!  Achamos que somos livres e não enxergamos e nem sentimos que estamos sendo manipulados por forças muito poderosas, porém, fomos nós próprios que nos sujeitamos à elas.  Se eles quisessem nos sugestionar e nós tivéssemos respaldo de conduta ilibada, limpa e honrada... a Lei de Deus não o permitiria, pois criaríamos uma capa de proteção em torno de nós, emitiríamos uma luz imensa que ofuscaria as trevas e angariaríamos amigos sintônicos conosco que também nos protegeriam.  A questão é fácil de entender e difícil de aplicar: voce é tão poderoso quanto qualquer outro ser pois és um pedaço de Deus como qualquer um.  A diferença está apenas no seu despertamento consciencial, que no momento está adormecido.  Para os manipuladores não interessa seu despertamento pois eles não conseguem dominar e escravizar quem está lúcido e consciente de si e da vida.  Portanto para eles o importante é mantê-lo na inconsciência pois assim eles te escravizam e dominam e voce faz o que eles querem.  Então voce tem que DECRETAR clara e ostensivamente que não quer mais ficar subordinado, submetido, escravizado a eles.  Mas isso deve ser muito consciente e íntimo, nunca pode vir de fora de ti: tem que ser algo íntimo e profundo, pois terás que enfrentar muitos desafios para se impor contra essa manipulação. 9. COMO ROMPER O CONTRATO COM AS TREVAS?  Então vamos citar alguns pontos de referência, mas voce terá que fazer os seus, para poder ter sua assinatura energética:  Primeiramente preciso me posicionar frente à vida:  Peço à Deus que me perdoe de tudo o necessito ser perdoado;  Renuncio a tudo que me oferece resistência e dificulte ou impede a realização plena e a materialização de meus decretos interiores;  Declaro à Deus que curo e perdoo a todos, indistintamente.  Ratifico minha aliança com Deus e entrego-me ao domínio do Cristo em mim e em Sua vibração.  Dedico minha vida a tudo isso, à minha própria maestria.  Apelo para a restauração do meu campo de energia original e que seja infundido com a energia dourada emanada de Cristo;  Quero que aumente meu escudo protetor;  Quero que se remova qualquer coisa que não seja da natureza crística que possa existir dentro do meu campo energético;  Quero que se remova e se dissolva completamente cada implante, cada dispositivo limitador, cada parasita, cada energia semeada de discórdia e de aniquilamento de meu ser;  Testemunho agora a libertação completa de tudo o que infringe a vontade de Deus.  Apelo ao círculo de segurança da 13ª dimensão para me assessorar nesse empreendimento. 10. PROCURE REPETIR ISSO (POR 21 DIAS):  Eu revogo e renuncio a todos e a cada um dos contratos, acordos que não servem ao bem supremo, celebrados tanto nesta quanto em passadas existências, encarnadas ou em vidas paralelas, locais e temporais...  Eu ordeno que a todos os responsáveis por estes contratos que cessem e desistam e que abandonem o meu campo de energias tanto agora quanto de forma retroativa, levando todos os artefatos, dispositivos e energias que não honrem a Deus e à Sua Aliança;  Determino que qualquer canal que drenava minha energia que seja dissolvido completamente.  Todos os contratos, energias e dispositivos estão agora eliminados e me sinto curado  Sou livre de todas as vibrações de dor, medo e culpa em todas as dimensões da vida.  Estando curado e perdoando, me sinto agora elevado ao meu próprio Eu Crístico que mora em mim.  Que se transmute e se retifique todas as energias disponíveis à mim;  Agradeço por me libertar das cadeias da dualidade.  Que eu seja protegido para sempre contra as influências que me impedem de fazer a vontade de Deus.  Que se sele e se proteja essa sagrada experiencia;  Tendo celebrado esse pacto com Deus, eu autorizo ao meu Eu Superior que proceda às mudanças necessárias para acomodar e materializar essa nova dedicação.  Agradeço, dou graças à Deus e a todos.  Selo tudo isso.  Que seja escrito no livro da vida e que assim seja. ___________ Antes da Aula de Vícios e Defeitos Morais para se entender da manipulação e estratégia das sombras. Norberto