O slideshow foi denunciado.
Utilizamos seu perfil e dados de atividades no LinkedIn para personalizar e exibir anúncios mais relevantes. Altere suas preferências de anúncios quando desejar.

Votuporanga

515 visualizações

Publicada em

  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Votuporanga

  1. 1. DIRETORIA DE ENSINO DER - VOTUPORANGA CAMINHOS PARA A REESCRITA 2013 PCNP – Língua Portuguesa Martha Wassif Salloume Garcia Viviani Rodrigues Rodante Tirapelle
  2. 2. VIDEOCONFERÊNCIA CAMINHOS PARA A REESCRITA 20 de junho de 2013
  3. 3. ORIENTAÇÃO TÉCNICA CAMINHOS PARA A REESCRITA 01, 02 e 03/ 07 SÃO PAULO • Oficina de Poema: Profª. Maria Imaculada Pereira • Oficina de Artigo de Opinião: Profª. Denise Teixeira • Oficina de Memórias Literárias: Profª. Patrícia Calheta • Oficina de Crônicas: Profª. Regina Horta
  4. 4. O.T. CAMINHOS PARA A REESCRITA / W ORKSHOP SALA DE LEITURA DER - VOTUPORANGA
  5. 5. O.T. Caminhos para Reescrita / Workshop Sala de Leitura • Dia: 20/09/2013 • Público – Alvo: Professores de Língua Portuguesa e Professores das Salas de Leitura • Objetivos: • Ratificar a parceria entre professores da SL e professores do Ensino Regular; • Subsidiar os professores no desenvolvimento de produção textual e reescrita do gênero Artigo de Opinião, tomando por base material disponibilizado no Encontro Presencial de 24 e 25/09/2013.
  6. 6. PONTO DE PARTIDA • Todo gênero de discurso caracteriza-se por ocorrer em uma determinada esfera de atividade humana, em condição de produção singulares, e diferencia-se de outro gênero em três dimensões: • O Conteúdo Temático ou os Conteúdos que são (ou tornam-se) dizíveis por meio do gênero; • O Plano Global ou a Forma Composicional que o texto assume para atender as demandas de comunicação; • O Estilo ou as Configurações Discursivas, Textuais e Linguísticas que o texto assume. . . . .
  7. 7. UM CONJUNTO DE ASPECTOS Visando particularmente o trabalho com o ESTILO de um gênero, vamos considerar que o estilo é um conjunto de três tipos de aspectos – DISCURSIVOS, TEXTUAIS E LINGUÍSTICOS – que dá individualidade a um gênero.
  8. 8. ASPECTOS DISCURSIVOS Referem-se às características da linguagem em uso. Abrangem especificidades, tais como: Atendimento ao gênero solicitado Ancoragem Uso de discursos direto, indireto e indireto livre Uso de modalizadores do discurso
  9. 9. ASPECTOS TEXTUAIS Dizem respeito: Ao Título Às Sequências Textuais À Coesão e à Coerência À Paragrafação Aos Organizadores Textuais
  10. 10. ASPECTOS LINGUÍSTICOS Dizem respeito a: Escolhas lexicais Uso de comparações e linguagem figurada Rejeição de clichês/ frases prontas/ imagens desgastadas Escolha e manutenção Utilização das convenções Efeitos de sentido no texto.
  11. 11. OFICINA ANÁLISE DE ARTIGO DE OPINIÃO E INTERVENÇÃO POR BILHETE Leia o texto, analise-o tomando por base os aspectos estudados (Discursivo, Textual e Linguístico) e elabore um bilhete orientador para o aluno, enfatizando qual dificuldade foi diagnosticada e qual intervenção é sugerida para que o aluno reescreva o texto. TEMA: O Lugar Onde Vivo
  12. 12. MODELO DE BILHETE: Marina, seu texto atendeu ao tema. Você soube  argumentar e contra­argumentar muito bem. Para deixá­ lo mais completo, sugiro que reelabore sua conclusão  indicando possível solução para o problema; assim  enriquecerá mais seu texto, além de fortalecer seu poder  de convencimento.  É isso aí. Bom trabalho!                                                  Profª. Maria                                                                  20/09/2013 ESTRUTURA: • Nome da pessoa que receberá o bilhete; • A mensagem deve ser curta e de fácil entendimento; • Deve ter despedida, assinatura e data.
  13. 13. REGISTRO DA ORIENTAÇÃO TÉCNICA – CAMINHOS PAR A REESCRITA A Abertura Condução das Oficinas
  14. 14. Leitura do Material Atividade em Grupo ­ Oficina
  15. 15.   Atividade em Grupo ­ Oficina                 Atividade em Grupo ­ Oficina
  16. 16. Atividade em Grupo ­ Oficina Atividade em Grupo ­ Oficina
  17. 17. Socialização da Atividade Profª. Cristiane Furlan Socialização da Atividade Profª. Magda Amorim Socialização da Atividade Profª. Cláudia Poltronieri
  18. 18. Agora... é com vocês. Bom trabalho a todos! Referências Bibliográficas GARCIA, Ana Luiza Marcondes. Quatro gêneros em cartaz. (Encarte). São Paulo: CENPEC: Fundação Itaú Social, 2012. Rangel, Egon O.; Garcia, Ana Luiza M.; Mori de Angelis, Cristiane. Sequência didática: aprendendo por meio de resenhas. Curso online da Comunidade Virtual das Olimpíadas de Língua Portuguesa, MEC/CENPEC, 2011.
  19. 19. CAMINHOS PARA REESCRITA EE JOSÉ FLORÊNCIO DO AMARAL
  20. 20. SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO DIRETORIA DE ENSINO – REGIÃO DE VOTUPORANGA EE JOSÉ FLORÊNCIO DO AMARAL ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO Professores: Maria José Batista Castanheiro Maria Idalina de Oliveira Iraídes Pissolato da Silva 8ª Série EF, 1ª, 2ª e 3ª série EM
  21. 21. SOCIALIZAÇÃO DA OT EM ATPC
  22. 22. SEQUÊNCIA DIDÁTICA ARTIGO DE OPINIÃO Escolha de temas pelos alunos
  23. 23. CONTATOS COM TEXTOS DO GÊNERO ARTIGO DE OPINIÃO Uso do livro didático
  24. 24. ESTUDO DO MATERIAL: “SEQUÊNCIA DIDÁTICA: ARTIGO DE OPINIÃO” JACQUELINE PEIXOTO BARBOSA
  25. 25. PESQUISANDO OS VÁRIOS TEMAS POLÊMICOS Internet emburrece? É correto interromper uma gravidez não planejada?
  26. 26. PREPARAÇÃO PARA O DEBATE REGRADO Alunos da 8ª série com a Professora Maria José
  27. 27. DEBATE REGRADO Alunos da 8ª série participando do debate
  28. 28. EXPLORANDO A ESTRUTURA DE UM ARTIGO DE OPINIÃO - APROVEITAMENTO DE IDEIAS, OPINIÕES, APRESENTAÇÃO E DESENVOLVIMENTO DE TESE
  29. 29. PRODUZINDO ARTIGO DE OPINIÃO Produção inicial individual Troca das produções para correção entre os
  30. 30. REVISÃO COLETIVA DO TEXTO PRODUZIDO
  31. 31. INTERVENÇÃO DO PROFESSOR BILHETE ORIENTADOR
  32. 32. REFAÇÃO TEXTUAL
  33. 33. PRODUÇÕES FINAIS
  34. 34. LEITURA DOS TEXTOS PRODUZIDOS PELOS ALUNOS – PRODUTO FINAL
  35. 35. BREVE RELATO DA PROFESSORA COM REFLEXÕES SOBRE A PRÁTICA Ao iniciar o trabalho com os alunos da 8ª série EF e Ensino Médio, observamos que alguns alunos do ciclo II ainda apresentavam dificuldades com esse gênero textual e que os alunos do Ensino Médio demonstravam mais familiaridade com o gênero em questão. Foi possível perceber que muitos conseguiam apresentar oralmente seus argumentos, mas que, ao solicitar a produção escrita, apresentavam dificuldades. O trabalho com essa Sequência Didática veio contribuir para o desenvolvimento da competência escritora. Foram realizados os seguintes passos:
  36. 36. • • • • • • • • • • • • Contato com textos do gênero Artigo de Opinião; Pesquisa, no Acessa Escola, sobre os temas polêmicos escolhidos; Estudo do material “Sequência Didática: Artigo de Opinião”; Debate Regrado; Estudo sobre a característica e estrutura do gênero Artigo de Opinião; Produção Individual; Troca das produções para correção entre os alunos; Correção coletiva de Artigo de Opinião; Intervenção do Professor – Bilhete Orientador; Refação textual; Produção final; Leitura dos textos para a sala. Sabemos que o trabalho com leitura e escrita é um processo contínuo, havendo necessidade de retomadas com finalidade de aprimoramentos. Maria José Batista Castanheiro Maria Idalina de Oliveira Iraídes Pissolato da Silva

×