SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 41
Baixar para ler offline
Capacitação Educopédia

            9° CRE




Professores Regentes do 1° ano
AGENDA

   Apresentação da Função “Articulador da Educopédia”
       (Prof. Alexandre Rodrigues - GED /9° CRE)


       Educopédia/Rioeduca - Prof. Márcia Cristina
              (AIT- Rioeducadora/9° CRE)


Educopédia - Pé de Vento na Prática Pedagógica do 1° ano
 ( Prof. Mario Mangabeira – Educopedista/Especialista em
                   Língua Portuguesa)

     Experiência Alfabetizadora com o Pé de Vento
    Prof. Lívia Andrade – PII regente na E.M. Tóquio
Prof. Alexandre Rodrigues
               (GED/Articulador da Educopédia)


O que são os                             ?




        Acompanhamento do uso da Educopédia nas Escolas
Reflexão




                Vídeo 1 – Vida Maria
       http://www.youtube.com/watch?v=MpZRaCMSvQA



Mesmo frente às adversidades, que tenho feito para
           interromper essa corrente?
Profª. Márcia Cristina
                       (AIT/Rioeducadora)


A Educopédia nas Escolas Municipais


        O portal



                   E-mail rioeduca.net


                          O              da 9° CRE

                                     Contato
                                     marciacerqueira@rioeduca.net
Prof. Mario Mangabeira
Conversando sobre Alfabetização
Organizando o contato coma Língua
                    Escrita : Letramento e Alfabetização

  Etimologicamente, o termo alfabetização não ultrapassa o significado de
processo de aquisição do alfabeto. O processo de alfabetização tem as suas
especificidades.[...] Para que se forme um sujeito leitor/escritor, é necessário
             que a alfabetização e o letramento ocorram juntos.




                                                  Turma de 1°ano/2009
                                                  Turma de 1°ano/2009
Ao estabelecer a distinção entre alfabetizar e letrar, consideramos que o
sentido dado á palavra alfabetização se alterou, ao longo do tempo, passando a
 indicar somente o domínio do código. Neste perspectiva, consideramos que
alfabetização é uma etapa importante do processo, mas é necessário, também,
que os nossos alunos entendam para que se lê/ escreve, isto é, saibam o valor
 desses conhecimentos, conheçam o seu uso. A este processo, chamamos de
                                 letramento.
Alfabetização & Letramento

Assistamos ao vídeo a fim de refletir sobre a prática , concepções,
 conceitos, procedimentos, atividades e atitudes de professores
     alfabetizadores que subjazem ao seu fazer pedagógico.




     Vídeo 2 - Alfabetização - apropriação do sistema alfabético
              http://www.youtube.com/watch?v=Ne0ImYjWuf8
A Educopédia


Ao utilizar tecnologias em suas aulas, os alunos se sentirão
     mais motivados e interessados pelos conteúdos.




                 Vídeo 3 - Educação em Rede
      http://www.youtube.com/watch?v=AJlP6aeR6Lo&feature=related
A Educopédia
A Educopédia é uma plataforma on-line colaborativa
de aulas digitais, onde alunos e professores podem
acessar atividades autoexplicativas de forma lúdica e
    prática, de qualquer lugar e a qualquer hora.


Oferece uma opção rápida e fácil para professores
 que desejam integrar tecnologias a suas aulas. As
disciplinas estão divididas em 32 aulas digitais, que
 correspondem às semanas do ano letivo, sendo 8
                aulas por Bimestre.
Objetos de Aprendizagem



Com os objetos de aprendizagem,
os professores passam a ter uma
ferramenta poderosíssima para
transformar o aprendizado em um
grande prazer para os alunos,
culminando numa aprendizagem
significativa.
Qualidade e Inovação
Confira os cursos e disciplinas disponíveis
Educoteca
      A Educoteca é uma biblioteca
       online de livros digitais.


    Conta com vários livros, com o
 objetivo de proporcionar, aos alunos e
 professores,   um    ambiente    onde
 possam ter contato com diversas
 mídias, interagir com o conteúdo e
 acessar recursos externos que sirvam
 de complemento para o conteúdo que
 está sendo abordado.
Não tenha receio de utilizar essas novas tecnologias.


Quando as dúvidas surgirem, lembre-se: você está conectado
em rede e pode contar com a ajuda de professores, de outros
  membros da gestão escolar e até mesmo de seus alunos!




       Vídeo 4 - Educação para a nossa geração
http://www.youtube.com/watch?v=jw-o5RGA35g&feature=youtu.be
Uma semana de aula com o ...




O Pé de Vento na mídia Vídeo 4 - Andrea Ramal fala sobre alfabetização
                           http://www.youtube.com/watch?v=JzjKx7gGX8M


           Conhecendo a plataforma

                A primeira semana de aula com o Pé de Vento:
                      Encaminhamentos Metodológicos.
Pé de Vento
As atividades relativas à primeira semana do 1º Ano de escolaridade (Educopédia
Alfabetização) estão organizadas a partir de um contexto narrativo e alocadas em um
ambiente esteticamente estimulante e agradável aos alunos.


As atividades estão inseridas em uma narrativa que se desenrola por meio da
resolução de desafios de interatividade: à medida que uma atividade vai sendo
realizada, nova(s) atividade(s) vão surgindo, o que permite ao aluno dar
prosseguimento à narrativa.
A narrativa inicia-se numa cidade onde vivem os protagonistas – um menino e uma
menina – que, por encantamento, são transportados a uma floresta mágica.
As atividades propostas permitem ao aluno ajudar os protagonistas em suas
aventuras.
Tais atividades foram planejadas a partir de uma perspectiva autodidática, ou seja,
podem ser realizadas pelo aluno sem a presença do(a) Professor(a) ou
de outras pessoas. Isto é possível graças a um recurso de áudio que permite a
interatividade com os alunos – mesmo aqueles que ainda não leem com autonomia.
O recurso de áudio faz a leitura dos comandos/enunciados e lança perguntas e
reforços positivos a cada atividade realizada com sucesso, estimulando o aluno a
tentar realizar a atividade seguinte.
IMPORTANTE REGISTRAR...

Mesmo as atividades autodidáticas podem ser utilizadas pelo(a) Professor(a) em uma
aula aberta e coletiva junto a sua turma.


Ao realizar as atividades, o aluno vai conquistando cartas bônus que lhe dão direito a
participar de joguinhos e a acessar textos informativos com curiosidades, além de
outros recursos construídos a partir de diferentes linguagens.




Ressaltamos que a primeira semana da Educopédia Alfabetização foi pensada como
um tutorial que permite a ambientação do aluno por meio de atividades de fácil
resolução.
COMPETÊNCIAS E HABILIDADES ENVOLVID
                AS

       LÍNGUA PORTUGUESA                          MATEMÁTICA

    Reconhecer o papel fundamental                Identificar cores.
        da escrita na sociedade.
                                           Comparar, ordenar e classificar

    Identificar a escrita em diferentes   objetos em diferentes categorias:

            suportes textuais.                 tamanho, cor e forma.

     Identificar as letras do alfabeto    Identificar onde há mais, menos e
                 (vogais).                        igual quantidade.
           Identificar relações            Contar e separar quantidades.
      fonema/grafema (som/letra).
           Identificar palavras.            Construção/reconstrução de
                                                     esquemas.
OBJETO DE APRENDIZAGEM 1

O BICHO-PREGUIÇA E SUPORTE TEXTUAL
 Identificar onde há palavras escritas


Na perspectiva de alfabetizar letrando, é importante que o Professor construa, em sala
de aula, um ambiente alfabetizador, planejando atividades que permitam a utilização,
pelos alunos, de diferentes suportes textuais, como jornais, revistas, revistas em
quadrinhos, livros didáticos e de literatura infantil, além de propagandas, encartes etc.

Tais materiais não devem ficar expostos sem utilização. Importante que se constituam
em recursos para as aulas do Professor que, a partir de sua utilização, poderá
desenvolver, com seus alunos, a compreensão dos diferentes usos e funções sociais da
leitura e da escrita.

Os materiais impressos de apoio pedagógico do primeiro bimestre, oferecidos às turmas
do 1º Ano de escolaridade, trazem, além de referências a suportes textuais – etiquetas,
crachás, murais –, propostas de escrita e leitura a partir de atividades que exploram a
identificação do nome próprio do aluno e sua comparação com o nome próprio dos
demais alunos.
AMPLIAÇÃO DE ATIVIDADES
A partir do Objeto de Aprendizagem 1, o Professor poderá:

 solicitar aos alunos que, no trajeto para a escola, observem placas, letreiros, nomes
de ruas e outros locais onde aparecerem palavras;


 trazer, para a sala de aula, cena(s) de uma cidade onde os alunos possam criar
nomes para letreiros que aparecerão em branco;


 dividir folha do blocão e construir, coletivamente, através de pesquisa em revistas e
jornais na sala de aula:
                  TENHO PALAVRAS         NÃO TENHO PALAVRAS




 passear pela escola e/ou em seu entorno, com os alunos, observando placas
indicativas, murais, cardápios, instruções etc.
CONVERSA
     COM O PROFESSOR...

Durante esta semana, o aluno poderá ser convidado a trazer objetos que possuam
registros escritos, deixando-os em exposição, em um cantinho da sala de aula. O
professor poderá, inclusive, confeccionar um “telhadinho” indicando o nome desses
objetos.


 Por exemplo:


  
 
OBJETO DE APRENDIZAGEM 2
  A ONÇA-PINTADA E OUTRAS CORES
 Identificar cores com o auxílio do reforço de áudio e imagem

(cada nome é escrito com uma cor diferente)

Esta é uma atividade bastante rica. O apoio do áudio e a visualização dos nomes
escritos em cores diferentes ajudam a criança a conhecer e memorizar as cores,
permitindo-lhe o contato com diferentes palavras (independentemente de se
constituírem com sílabas canônicas ou não). Como não há a proposta de
sistematização dessas palavras, uma vez que o foco é a aprendizagem, a criança tem
contato com a escrita de maneira lúdica.


O Professor pode planejar outras atividades que enfatizem o conhecimento das cores:
atividades práticas de experimentação de mistura de cores e produção/descoberta de
novas cores; feitura de mosaicos com papel colorido – reaproveitado de revistas, por
exemplo. As propostas podem ser desdobradas com o registro coletivo, pelo Professor,
dos aspectos importantes destacados e dos relatos das experiências e avaliações feitas
pela turma.
AMPLIAÇÃO DE ATIVIDADES
A partir do Objeto de Aprendizagem 2, o Professor poderá:

 confeccionar um “painel das preferências”, que poderá ser ampliado de acordo com o
objetivo do momento. Por exemplo:

                           NOME                COR
                    MANUELA             AZUL
                    PEDRO             VERDE
 confeccionar um dado no qual cada face tenha, escrito, o nome de uma cor. O aluno
jogará o dado e, de acordo com a cor indicada, deverá apontar ou encostar em algo
daquela mesma cor. Valem as nuances (claro/escuro);

 apresentar textos sobre o tema: MÚSICA e POEMAS;

 confeccionar material para apoio visual, no qual colocará a cor referência e o aluno
trará a figura e preencherá o espaço.

 
 
 
 
 
 
 
 
OBJETO DE APRENDIZAGEM 3
LOBO GUARÁ E AS BORBOLETAS
 Comparar, ordenar e classificar objetos em diferentes categorias: tamanho,

cor e forma.

 Contar e separar objetos.

Além de estimular a contagem, o trabalho com objetos permite identificar sua
variação, por meio da classificação, comparação e seleção por cores e tamanhos.
Exemplos: borboletas grandes, borboletas pequenas, borboletas de cores diferentes.

O Professor deve ter em vista que as atividades de comparação, ordenação e
classificação de objetos são fundamentais para que os alunos construam,
posteriormente, outras habilidades lógico-matemáticas. Deste modo, é importante
que, desde o início das aulas, sejam planejadas atividades com materiais concretos
diversos, de diferentes cores, formas, tamanhos e espessuras.

Os materiais conhecidos como “blocos lógicos” são excelentes para esse fim. O
Professor pode se utilizar, ainda, de materiais alternativos como embalagens, tampas
de potes e garrafas etc.
AMPLIAÇÃO DE ATIVIDADES

A partir do Objeto de Aprendizagem 3, o Professor poderá:

fazer uma roda e trabalhar a questão de atributos ou critérios de seleção com os
próprios alunos.
Por exemplo:
1- Os alunos que estão de tênis vão para o centro da roda.
Quantos alunos estão de tênis?

2- As meninas que estão de cabelos soltos vão para o centro da roda.
Quantas meninas estão de cabelos soltos?

3- Agora, no centro da roda, as pessoas que usam óculos.

A partir desta experiência, poderá ser explorada a questão do universo a ser
observado e/ou atributos pedidos:
- alunos (meninos e meninas);
- meninas (só meninas);
- pessoas (alunos e professora).
CONVERSA
         COM O PROFESSOR...

A percepção de características e atributos faz-se necessária em várias competências.
Este conceito pode ser trabalhado de forma lúdica, fazendo parte da rotina inicial
diária do Professor.


A chamadinha proporciona boa fixação desse conceito, quando o Professor indaga e
desafia os alunos com perguntas do tipo:
- De quem estou falando?
- Começa com “M” e termina com “A”.
- Eliminados: Matheus, Marcele.
- Possibilidades: Mariana, Manuela e Maria.
- Possui 5 letras.
OBJETO DE APRENDIZAGEM 4
  O SAPO E AS LETRAS (VOGAIS)
 Identificar as letras do alfabeto (vogais).

 Identificar relações fonema/grafema (som/letra).

Este objeto permite que os alunos identifiquem as vogais associando fonema/grafema
e memorizem as letras, assim como lhes permite reforçar o som inicial de algumas
palavras.

O Professor poderá encontrar, nos materiais impressos de apoio pedagógico do
primeiro bimestre, oferecidos às turmas do 1º Ano de escolaridade, outras atividades
que estimulam o reconhecimento da letra inicial das palavras. Essas atividades
também propõem a identificação de consoantes.

O Professor pode enriquecer as aulas que desenvolvem estas habilidades, utilizando-
se de recorte e colagem de jornais e revistas, que podem ser realizados a partir da
busca pelas letras do nome do aluno.

Pode trabalhar, também, a letra inicial, o número de letras, nomes que se iniciam com
a mesma letra, buscando realizar, com os alunos, diferentes grupamentos com os
nomes – o que permite fazer uma interlocução com a Matemática (comparação e
seleção, além da habilidade de realizar a contagem).
AMPLIAÇÃO DE ATIVIDADES

A partir do Objeto de Aprendizagem 4, o(a) Professor(a) poderá:

 analisar os nomes dos alunos e selecionar aqueles iniciados por vogal;

 apresentar o nome do animal que aparece no objeto e de outros animais sugeridos
pelos alunos, destacando as vogais;

 listar os animais que apareceram até agora nas atividades, destacando as vogais;

 montar apoio visual com palavras de referência que possuam a vogal inicial. Tentar
com objetos concretos.

Jogos online:

http://www.smartkids.com.br/jogos-educativos/alfabeto-jogo-das-vogais.html
http://www.escolagames.com.br/jogos/brincandovogais/
OBJETO DE APRENDIZAGEM 5
     QUEBRA-CABEÇAS MACACO
 Construção/reconstrução de esquemas.



A partir do quebra-cabeça do macaco, os alunos podem desenvolver a percepção e a
concentração, além da habilidade de construir/reconstruir esquemas.

O Professor pode apresentar outras atividades a partir do próprio esquema corporal do
aluno.

Também pode apresentar a         proposta de     reconstrução    de imagens de revistas,
utilizando, de início, imagens   mais simples,   seguidas de    imagens mais elaboradas,
com maiores detalhes.

Pode montar um esquema/quebra-cabeça                com    o    nome    do   aluno,   com
imagens/palavras ou letras.


Atenção: Verificar os objetos e propostas da segunda semana, de modo a possibilitar
o link com as propostas apresentadas.
AMPLIAÇÃO DE ATIVIDADES

A partir do Objeto de Aprendizagem 5, o Professor poderá:

 criar um pequeno texto (cartaz) com os alunos, a partir da narrativa.
Por exemplo:
BIA E MARCELO ESTÃO NA FLORESTA.
A FLORESTA TEM: ANIMAIS, ÁRVORES E MONTANHAS.


 destacar elementos parciais que formam o todo:

BIA E MARCELO ESTÃO NA FLORESTA.

A FLORESTA TEM: ANIMAIS, ÁRVORES E MONTANHAS.


 recortar esses elementos e reorganizá-los com os alunos, destacando a importância
da ordem, da organização das partes, a fim de se ter um todo com sentido.
CONVERSA
         COM O PROFESSOR...


Você pode construir outros jogos que, além de divertir, contribuirão para ampliar os
conhecimentos dos aluno.
Exemplo:
OBJETO DE APRENDIZAGEM 6
BIA, MARCELO E A SELEÇÃO DE FRUTAS
 Comparar, selecionar, contar e separar objetos.


A partir da solicitação do narrador, os alunos deverão selecionar as frutas, na quantidade
indicada.

Assim como no Objeto de Aprendizagem 3, este objeto permite que os alunos comparem
objetos, selecionem e separem quantidades diferentes. Aqui, a seleção é constituída por
objetos diferentes, compondo uma quantidade, a partir da classificação “frutas”.

Assim como as ações de separar, classificar, ordenar e selecionar, nas primeiras aulas,
deve-se desenvolver atividades que permitam aos alunos perceberem a manutenção e a
alteração de quantidades. Deste modo, os alunos, juntamente com o desenvolvimento de
outras habilidades, constituirão, por exemplo, o conceito de número.

O Professor poderá enriquecer a vivência dos alunos com a utilização de outros materiais
de contagem, que podem ser construídos coletivamente, a partir da ideia de colecionar
objetos (tampinhas, cartões coloridos etc.).
AMPLIAÇÃO DE ATIVIDADES
A partir do Objeto de Aprendizagem 6, o(a) Professor(a) poderá:

 utilizar as palavras que nomeiam as frutas, para contagem de letras. Exemplo:
 
 




O quadro montado com as preferências das cores pode ser ampliado com outros dados –
neste caso, pode ser acrescentado o número de letras que compõem o nome do aluno.
Exemplo:
CONVERSA
        COM O PROFESSOR...



Importante que o professor conheça os materiais de apoio oferecidos no
meio digital, como a Educopédia, os materiais impressos e demais produtos
da MultiRio, a fim de utilizá-los em seu planejamento de forma cada vez
mais eficaz.
O uso do Pé de Vento
em turmas de 1° ano



Relato de Experiências com a Prof. Lívia Andrade
                  E.M. Tóquio
O uso do Pé de Vento
em turmas de 1° ano


         Como começar?

     Interação com a turminha.

           Resultados.
Registros...
Registros...
Considerações Finais do
        grupo.
Produção e organização do
         material

Professor Mario Mangabeira

9ª Coordenadoria Regional de
         Educação

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Formação 05 abril suam
Formação 05 abril suamFormação 05 abril suam
Formação 05 abril suamDyone Andrade
 
Estrategias de suporte para os transtornos ou dificuldades de leitura e escri...
Estrategias de suporte para os transtornos ou dificuldades de leitura e escri...Estrategias de suporte para os transtornos ou dificuldades de leitura e escri...
Estrategias de suporte para os transtornos ou dificuldades de leitura e escri...EFIGÊNIA NERES
 
Projeto o mundo ortográfico
Projeto o mundo  ortográficoProjeto o mundo  ortográfico
Projeto o mundo ortográficoaguadocedonorte
 
Convergencia educacional tecnologica e social jose roig
Convergencia educacional tecnologica e social jose roigConvergencia educacional tecnologica e social jose roig
Convergencia educacional tecnologica e social jose roigJosé Antonio Klaes Roig
 
Sequencia de Leitura: Projeto Trilhas
Sequencia de Leitura: Projeto TrilhasSequencia de Leitura: Projeto Trilhas
Sequencia de Leitura: Projeto Trilhasednasschaves
 
01 interdisciplinaridade em língua inglesa -6 -final
01  interdisciplinaridade em língua inglesa -6 -final01  interdisciplinaridade em língua inglesa -6 -final
01 interdisciplinaridade em língua inglesa -6 -finalivetisbm
 
2º encontro da unidade 1 avaliação
2º encontro da unidade 1   avaliação2º encontro da unidade 1   avaliação
2º encontro da unidade 1 avaliaçãoBete Feliciano
 

Mais procurados (19)

Pedagogia No S Lcompleto
Pedagogia No S LcompletoPedagogia No S Lcompleto
Pedagogia No S Lcompleto
 
Raitec (2)
Raitec (2)Raitec (2)
Raitec (2)
 
Formação 05 abril suam
Formação 05 abril suamFormação 05 abril suam
Formação 05 abril suam
 
Estrategias de suporte para os transtornos ou dificuldades de leitura e escri...
Estrategias de suporte para os transtornos ou dificuldades de leitura e escri...Estrategias de suporte para os transtornos ou dificuldades de leitura e escri...
Estrategias de suporte para os transtornos ou dificuldades de leitura e escri...
 
Revista Alfaletrando
Revista AlfaletrandoRevista Alfaletrando
Revista Alfaletrando
 
Apresentação unidade 5
Apresentação unidade 5Apresentação unidade 5
Apresentação unidade 5
 
Situações didáticas
Situações didáticasSituações didáticas
Situações didáticas
 
Reunião dengue2
Reunião dengue2Reunião dengue2
Reunião dengue2
 
A Sétima Arte na Sala de Aula
A Sétima Arte na Sala de AulaA Sétima Arte na Sala de Aula
A Sétima Arte na Sala de Aula
 
Projeto o mundo ortográfico
Projeto o mundo  ortográficoProjeto o mundo  ortográfico
Projeto o mundo ortográfico
 
Breve Resumo - Novo Ensino Médio
Breve Resumo -  Novo Ensino MédioBreve Resumo -  Novo Ensino Médio
Breve Resumo - Novo Ensino Médio
 
Convergencia educacional tecnologica e social jose roig
Convergencia educacional tecnologica e social jose roigConvergencia educacional tecnologica e social jose roig
Convergencia educacional tecnologica e social jose roig
 
Sequencia de Leitura: Projeto Trilhas
Sequencia de Leitura: Projeto TrilhasSequencia de Leitura: Projeto Trilhas
Sequencia de Leitura: Projeto Trilhas
 
Apoiopara1e2ano 160816185136 (1)
Apoiopara1e2ano 160816185136 (1)Apoiopara1e2ano 160816185136 (1)
Apoiopara1e2ano 160816185136 (1)
 
Unidade 7
Unidade 7Unidade 7
Unidade 7
 
01 interdisciplinaridade em língua inglesa -6 -final
01  interdisciplinaridade em língua inglesa -6 -final01  interdisciplinaridade em língua inglesa -6 -final
01 interdisciplinaridade em língua inglesa -6 -final
 
Satisfaction
SatisfactionSatisfaction
Satisfaction
 
Pnaic caderno 5
Pnaic caderno 5Pnaic caderno 5
Pnaic caderno 5
 
2º encontro da unidade 1 avaliação
2º encontro da unidade 1   avaliação2º encontro da unidade 1   avaliação
2º encontro da unidade 1 avaliação
 

Destaque (17)

Planejamento anual 2 ano fund
Planejamento anual 2 ano fundPlanejamento anual 2 ano fund
Planejamento anual 2 ano fund
 
Sete FenôMenos Da Natureza
Sete FenôMenos Da NaturezaSete FenôMenos Da Natureza
Sete FenôMenos Da Natureza
 
Revista Cordel
Revista CordelRevista Cordel
Revista Cordel
 
Fenômenos da natureza
Fenômenos da naturezaFenômenos da natureza
Fenômenos da natureza
 
Sequência II - Cordel
Sequência II - CordelSequência II - Cordel
Sequência II - Cordel
 
Fenômenos da natureza - Educação Infantil
Fenômenos da natureza - Educação InfantilFenômenos da natureza - Educação Infantil
Fenômenos da natureza - Educação Infantil
 
Cordel
CordelCordel
Cordel
 
Nem todas as girafas são iguais
Nem todas as girafas são iguaisNem todas as girafas são iguais
Nem todas as girafas são iguais
 
Ppt um pé de vento
Ppt um pé de ventoPpt um pé de vento
Ppt um pé de vento
 
Plano de aula do 2º ano
Plano de aula do 2º anoPlano de aula do 2º ano
Plano de aula do 2º ano
 
2º ano
2º ano2º ano
2º ano
 
Av Língua Portuguesa e Matemática 4º ano
Av Língua Portuguesa e Matemática 4º anoAv Língua Portuguesa e Matemática 4º ano
Av Língua Portuguesa e Matemática 4º ano
 
Caderno do aluno 4º ano língua portuguesa
Caderno do aluno 4º ano língua portuguesaCaderno do aluno 4º ano língua portuguesa
Caderno do aluno 4º ano língua portuguesa
 
LINGUA PORTUGUESA CADERNO DE ATIVIDADE 5º ANO_3º_e_4º_BIMESTRE-PAIC+
LINGUA PORTUGUESA CADERNO DE ATIVIDADE 5º ANO_3º_e_4º_BIMESTRE-PAIC+LINGUA PORTUGUESA CADERNO DE ATIVIDADE 5º ANO_3º_e_4º_BIMESTRE-PAIC+
LINGUA PORTUGUESA CADERNO DE ATIVIDADE 5º ANO_3º_e_4º_BIMESTRE-PAIC+
 
Atividade avaliativa de história
Atividade avaliativa de históriaAtividade avaliativa de história
Atividade avaliativa de história
 
2º ano avaliação diagnóstica portugues
2º ano   avaliação diagnóstica portugues2º ano   avaliação diagnóstica portugues
2º ano avaliação diagnóstica portugues
 
PNAIC - Ano 3 unidade 3
PNAIC - Ano 3 unidade 3PNAIC - Ano 3 unidade 3
PNAIC - Ano 3 unidade 3
 

Semelhante a Cap. pe de vento

Capacitação do projeto Pé de vento.
Capacitação do projeto Pé de vento.Capacitação do projeto Pé de vento.
Capacitação do projeto Pé de vento.Joice Roddrigues
 
Documento
DocumentoDocumento
Documentodricaaa
 
Leitura e tecnologia na sala de aula.
Leitura e tecnologia na sala de aula.Leitura e tecnologia na sala de aula.
Leitura e tecnologia na sala de aula.sil2007
 
Leitura e tecnologia na sala de aula.
Leitura e tecnologia na sala de aula.Leitura e tecnologia na sala de aula.
Leitura e tecnologia na sala de aula.sil2007
 
Teoria e prática da alfabetização
Teoria e prática da alfabetizaçãoTeoria e prática da alfabetização
Teoria e prática da alfabetizaçãoNoemia Meneguelly
 
Projeto ProduçãO De Textos
Projeto ProduçãO De TextosProjeto ProduçãO De Textos
Projeto ProduçãO De Textosguest67b92
 
A importância dos gêneros textuais como ferramenta de práticas pedagógicas no...
A importância dos gêneros textuais como ferramenta de práticas pedagógicas no...A importância dos gêneros textuais como ferramenta de práticas pedagógicas no...
A importância dos gêneros textuais como ferramenta de práticas pedagógicas no...Arlene Oliveira
 
A importância das tecnologias na educação básica e na formação de professores...
A importância das tecnologias na educação básica e na formação de professores...A importância das tecnologias na educação básica e na formação de professores...
A importância das tecnologias na educação básica e na formação de professores...Arlene Oliveira
 
LETRAMENTO DO PROFESSOR DE LÍNGUA MATERNA: A CONFLUÊNCIA DE SABERES DIVERSOS
LETRAMENTO DO PROFESSOR DE LÍNGUA MATERNA: A CONFLUÊNCIA DE SABERES DIVERSOSLETRAMENTO DO PROFESSOR DE LÍNGUA MATERNA: A CONFLUÊNCIA DE SABERES DIVERSOS
LETRAMENTO DO PROFESSOR DE LÍNGUA MATERNA: A CONFLUÊNCIA DE SABERES DIVERSOSProfessorPrincipiante
 
2º encontro pnaic vânia 2015
2º encontro pnaic  vânia 20152º encontro pnaic  vânia 2015
2º encontro pnaic vânia 2015Wanya Castro
 
Inclusão módulo 1
Inclusão módulo 1Inclusão módulo 1
Inclusão módulo 1mirtakehler
 
Projeto Carta do Leitor
Projeto Carta do LeitorProjeto Carta do Leitor
Projeto Carta do LeitorAna Luiza Lima
 
Reunião com Educadores do 1º Seg 16/03
Reunião com Educadores do 1º Seg 16/03Reunião com Educadores do 1º Seg 16/03
Reunião com Educadores do 1º Seg 16/03CENFOP - Ipatinga
 
Projeto ProduçãO De Textos
Projeto ProduçãO De TextosProjeto ProduçãO De Textos
Projeto ProduçãO De Textosguest67b92
 
Livro aprender mais_portugues_anos_finais
Livro aprender mais_portugues_anos_finaisLivro aprender mais_portugues_anos_finais
Livro aprender mais_portugues_anos_finaiselannialins
 
Co 163 contruindo planejamentos significativos
Co 163 contruindo planejamentos significativosCo 163 contruindo planejamentos significativos
Co 163 contruindo planejamentos significativosJeh Antunes
 

Semelhante a Cap. pe de vento (20)

Capacitação do projeto Pé de vento.
Capacitação do projeto Pé de vento.Capacitação do projeto Pé de vento.
Capacitação do projeto Pé de vento.
 
Documento
DocumentoDocumento
Documento
 
Leitura e tecnologia na sala de aula.
Leitura e tecnologia na sala de aula.Leitura e tecnologia na sala de aula.
Leitura e tecnologia na sala de aula.
 
Leitura e tecnologia na sala de aula.
Leitura e tecnologia na sala de aula.Leitura e tecnologia na sala de aula.
Leitura e tecnologia na sala de aula.
 
Teoria e prática da alfabetização
Teoria e prática da alfabetizaçãoTeoria e prática da alfabetização
Teoria e prática da alfabetização
 
Projeto ProduçãO De Textos
Projeto ProduçãO De TextosProjeto ProduçãO De Textos
Projeto ProduçãO De Textos
 
A importância dos gêneros textuais como ferramenta de práticas pedagógicas no...
A importância dos gêneros textuais como ferramenta de práticas pedagógicas no...A importância dos gêneros textuais como ferramenta de práticas pedagógicas no...
A importância dos gêneros textuais como ferramenta de práticas pedagógicas no...
 
A importância das tecnologias na educação básica e na formação de professores...
A importância das tecnologias na educação básica e na formação de professores...A importância das tecnologias na educação básica e na formação de professores...
A importância das tecnologias na educação básica e na formação de professores...
 
LETRAMENTO DO PROFESSOR DE LÍNGUA MATERNA: A CONFLUÊNCIA DE SABERES DIVERSOS
LETRAMENTO DO PROFESSOR DE LÍNGUA MATERNA: A CONFLUÊNCIA DE SABERES DIVERSOSLETRAMENTO DO PROFESSOR DE LÍNGUA MATERNA: A CONFLUÊNCIA DE SABERES DIVERSOS
LETRAMENTO DO PROFESSOR DE LÍNGUA MATERNA: A CONFLUÊNCIA DE SABERES DIVERSOS
 
2º encontro pnaic vânia 2015
2º encontro pnaic  vânia 20152º encontro pnaic  vânia 2015
2º encontro pnaic vânia 2015
 
Inclusão módulo 1
Inclusão módulo 1Inclusão módulo 1
Inclusão módulo 1
 
Inclusão
InclusãoInclusão
Inclusão
 
Projeto Carta do Leitor
Projeto Carta do LeitorProjeto Carta do Leitor
Projeto Carta do Leitor
 
Trabalho aderbal
Trabalho aderbalTrabalho aderbal
Trabalho aderbal
 
Reunião com Educadores do 1º Seg 16/03
Reunião com Educadores do 1º Seg 16/03Reunião com Educadores do 1º Seg 16/03
Reunião com Educadores do 1º Seg 16/03
 
Projeto educacional
Projeto educacionalProjeto educacional
Projeto educacional
 
1 encontro caderno 1 Pnaic Matematica
1 encontro caderno 1 Pnaic Matematica1 encontro caderno 1 Pnaic Matematica
1 encontro caderno 1 Pnaic Matematica
 
Projeto ProduçãO De Textos
Projeto ProduçãO De TextosProjeto ProduçãO De Textos
Projeto ProduçãO De Textos
 
Livro aprender mais_portugues_anos_finais
Livro aprender mais_portugues_anos_finaisLivro aprender mais_portugues_anos_finais
Livro aprender mais_portugues_anos_finais
 
Co 163 contruindo planejamentos significativos
Co 163 contruindo planejamentos significativosCo 163 contruindo planejamentos significativos
Co 163 contruindo planejamentos significativos
 

Mais de 9ª CRE - RJ

1º Encontro de Professores de Sala de Leitura
1º Encontro de Professores de Sala de Leitura1º Encontro de Professores de Sala de Leitura
1º Encontro de Professores de Sala de Leitura9ª CRE - RJ
 
Projeto anfitriões do futuro
Projeto anfitriões do futuroProjeto anfitriões do futuro
Projeto anfitriões do futuro9ª CRE - RJ
 
Apresentação 6º ano
Apresentação 6º anoApresentação 6º ano
Apresentação 6º ano9ª CRE - RJ
 
Slide projeto 2011
Slide projeto 2011Slide projeto 2011
Slide projeto 20119ª CRE - RJ
 
Retrospectiva 2011
Retrospectiva 2011Retrospectiva 2011
Retrospectiva 20119ª CRE - RJ
 
VI EXPOPEJA Regional Fotos
VI EXPOPEJA  Regional FotosVI EXPOPEJA  Regional Fotos
VI EXPOPEJA Regional Fotos9ª CRE - RJ
 
ExpoPEJA Regional 9ª CRE
ExpoPEJA Regional 9ª CREExpoPEJA Regional 9ª CRE
ExpoPEJA Regional 9ª CRE9ª CRE - RJ
 
Apresentação flinn 2011
Apresentação flinn 2011Apresentação flinn 2011
Apresentação flinn 20119ª CRE - RJ
 
Doutel no anima escola
Doutel no anima escolaDoutel no anima escola
Doutel no anima escola9ª CRE - RJ
 
Contando e Encantando
Contando e EncantandoContando e Encantando
Contando e Encantando9ª CRE - RJ
 
Fósseis artificiais
Fósseis artificiaisFósseis artificiais
Fósseis artificiais9ª CRE - RJ
 
Projeto seja feliz
Projeto seja felizProjeto seja feliz
Projeto seja feliz9ª CRE - RJ
 
Projeto seja feliz
Projeto seja felizProjeto seja feliz
Projeto seja feliz9ª CRE - RJ
 
Projeto seja feliz
Projeto seja felizProjeto seja feliz
Projeto seja feliz9ª CRE - RJ
 
Arquivo final 2010 - Apresentação
Arquivo final 2010 - Apresentação Arquivo final 2010 - Apresentação
Arquivo final 2010 - Apresentação 9ª CRE - RJ
 
Projeto Ciência Hoje
Projeto Ciência HojeProjeto Ciência Hoje
Projeto Ciência Hoje9ª CRE - RJ
 

Mais de 9ª CRE - RJ (20)

1º Encontro de Professores de Sala de Leitura
1º Encontro de Professores de Sala de Leitura1º Encontro de Professores de Sala de Leitura
1º Encontro de Professores de Sala de Leitura
 
Projeto anfitriões do futuro
Projeto anfitriões do futuroProjeto anfitriões do futuro
Projeto anfitriões do futuro
 
Apresentação 6º ano
Apresentação 6º anoApresentação 6º ano
Apresentação 6º ano
 
Slide projeto 2011
Slide projeto 2011Slide projeto 2011
Slide projeto 2011
 
Projeto Monitores
Projeto MonitoresProjeto Monitores
Projeto Monitores
 
Plano de gestao
Plano de gestaoPlano de gestao
Plano de gestao
 
Plano de ação
Plano de açãoPlano de ação
Plano de ação
 
Retrospectiva 2011
Retrospectiva 2011Retrospectiva 2011
Retrospectiva 2011
 
VI EXPOPEJA Regional Fotos
VI EXPOPEJA  Regional FotosVI EXPOPEJA  Regional Fotos
VI EXPOPEJA Regional Fotos
 
ExpoPEJA Regional 9ª CRE
ExpoPEJA Regional 9ª CREExpoPEJA Regional 9ª CRE
ExpoPEJA Regional 9ª CRE
 
Apresentação flinn 2011
Apresentação flinn 2011Apresentação flinn 2011
Apresentação flinn 2011
 
Show de Talentos
Show de TalentosShow de Talentos
Show de Talentos
 
Doutel no anima escola
Doutel no anima escolaDoutel no anima escola
Doutel no anima escola
 
Contando e Encantando
Contando e EncantandoContando e Encantando
Contando e Encantando
 
Fósseis artificiais
Fósseis artificiaisFósseis artificiais
Fósseis artificiais
 
Projeto seja feliz
Projeto seja felizProjeto seja feliz
Projeto seja feliz
 
Projeto seja feliz
Projeto seja felizProjeto seja feliz
Projeto seja feliz
 
Projeto seja feliz
Projeto seja felizProjeto seja feliz
Projeto seja feliz
 
Arquivo final 2010 - Apresentação
Arquivo final 2010 - Apresentação Arquivo final 2010 - Apresentação
Arquivo final 2010 - Apresentação
 
Projeto Ciência Hoje
Projeto Ciência HojeProjeto Ciência Hoje
Projeto Ciência Hoje
 

Último

Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...LuizHenriquedeAlmeid6
 
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoGametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoCelianeOliveira8
 
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.pptTREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.pptAlineSilvaPotuk
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxacaciocarmo1
 
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxSlides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdfO Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdfQueleLiberato
 
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREVACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREIVONETETAVARESRAMOS
 
atividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãoatividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãodanielagracia9
 
Apreciação crítica -exercícios de escrita
Apreciação crítica -exercícios de escritaApreciação crítica -exercícios de escrita
Apreciação crítica -exercícios de escritaeliana862656
 
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptxSlides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptxAULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptxGislaineDuresCruz
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptxQUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptxAntonioVieira539017
 
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...Unidad de Espiritualidad Eudista
 
Prova de Empreendedorismo com gabarito.pptx
Prova de Empreendedorismo com gabarito.pptxProva de Empreendedorismo com gabarito.pptx
Prova de Empreendedorismo com gabarito.pptxJosAurelioGoesChaves
 
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETOProjeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETODouglasVasconcelosMa
 
CRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURA
CRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURACRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURA
CRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURADouglasVasconcelosMa
 
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...Martin M Flynn
 
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...nexocan937
 

Último (20)

Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
 
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoGametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
 
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.pptTREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
 
Os Ratos - Dyonelio Machado FUVEST 2025
Os Ratos  -  Dyonelio Machado  FUVEST 2025Os Ratos  -  Dyonelio Machado  FUVEST 2025
Os Ratos - Dyonelio Machado FUVEST 2025
 
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxSlides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
 
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdfO Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
 
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREVACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
 
atividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãoatividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetização
 
Apreciação crítica -exercícios de escrita
Apreciação crítica -exercícios de escritaApreciação crítica -exercícios de escrita
Apreciação crítica -exercícios de escrita
 
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptxSlides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
 
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptxAULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
 
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptxQUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
 
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
 
Prova de Empreendedorismo com gabarito.pptx
Prova de Empreendedorismo com gabarito.pptxProva de Empreendedorismo com gabarito.pptx
Prova de Empreendedorismo com gabarito.pptx
 
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETOProjeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
 
CRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURA
CRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURACRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURA
CRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURA
 
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
 
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
 

Cap. pe de vento

  • 1. Capacitação Educopédia 9° CRE Professores Regentes do 1° ano
  • 2. AGENDA Apresentação da Função “Articulador da Educopédia” (Prof. Alexandre Rodrigues - GED /9° CRE) Educopédia/Rioeduca - Prof. Márcia Cristina (AIT- Rioeducadora/9° CRE) Educopédia - Pé de Vento na Prática Pedagógica do 1° ano ( Prof. Mario Mangabeira – Educopedista/Especialista em Língua Portuguesa) Experiência Alfabetizadora com o Pé de Vento Prof. Lívia Andrade – PII regente na E.M. Tóquio
  • 3. Prof. Alexandre Rodrigues (GED/Articulador da Educopédia) O que são os ? Acompanhamento do uso da Educopédia nas Escolas
  • 4. Reflexão Vídeo 1 – Vida Maria http://www.youtube.com/watch?v=MpZRaCMSvQA Mesmo frente às adversidades, que tenho feito para interromper essa corrente?
  • 5. Profª. Márcia Cristina (AIT/Rioeducadora) A Educopédia nas Escolas Municipais O portal E-mail rioeduca.net O da 9° CRE Contato marciacerqueira@rioeduca.net
  • 6. Prof. Mario Mangabeira Conversando sobre Alfabetização
  • 7. Organizando o contato coma Língua Escrita : Letramento e Alfabetização Etimologicamente, o termo alfabetização não ultrapassa o significado de processo de aquisição do alfabeto. O processo de alfabetização tem as suas especificidades.[...] Para que se forme um sujeito leitor/escritor, é necessário que a alfabetização e o letramento ocorram juntos. Turma de 1°ano/2009 Turma de 1°ano/2009
  • 8. Ao estabelecer a distinção entre alfabetizar e letrar, consideramos que o sentido dado á palavra alfabetização se alterou, ao longo do tempo, passando a indicar somente o domínio do código. Neste perspectiva, consideramos que alfabetização é uma etapa importante do processo, mas é necessário, também, que os nossos alunos entendam para que se lê/ escreve, isto é, saibam o valor desses conhecimentos, conheçam o seu uso. A este processo, chamamos de letramento.
  • 9. Alfabetização & Letramento Assistamos ao vídeo a fim de refletir sobre a prática , concepções, conceitos, procedimentos, atividades e atitudes de professores alfabetizadores que subjazem ao seu fazer pedagógico. Vídeo 2 - Alfabetização - apropriação do sistema alfabético http://www.youtube.com/watch?v=Ne0ImYjWuf8
  • 10. A Educopédia Ao utilizar tecnologias em suas aulas, os alunos se sentirão mais motivados e interessados pelos conteúdos. Vídeo 3 - Educação em Rede http://www.youtube.com/watch?v=AJlP6aeR6Lo&feature=related
  • 11. A Educopédia A Educopédia é uma plataforma on-line colaborativa de aulas digitais, onde alunos e professores podem acessar atividades autoexplicativas de forma lúdica e prática, de qualquer lugar e a qualquer hora. Oferece uma opção rápida e fácil para professores que desejam integrar tecnologias a suas aulas. As disciplinas estão divididas em 32 aulas digitais, que correspondem às semanas do ano letivo, sendo 8 aulas por Bimestre.
  • 12. Objetos de Aprendizagem Com os objetos de aprendizagem, os professores passam a ter uma ferramenta poderosíssima para transformar o aprendizado em um grande prazer para os alunos, culminando numa aprendizagem significativa.
  • 13. Qualidade e Inovação Confira os cursos e disciplinas disponíveis
  • 14. Educoteca A Educoteca é uma biblioteca online de livros digitais. Conta com vários livros, com o objetivo de proporcionar, aos alunos e professores, um ambiente onde possam ter contato com diversas mídias, interagir com o conteúdo e acessar recursos externos que sirvam de complemento para o conteúdo que está sendo abordado.
  • 15. Não tenha receio de utilizar essas novas tecnologias. Quando as dúvidas surgirem, lembre-se: você está conectado em rede e pode contar com a ajuda de professores, de outros membros da gestão escolar e até mesmo de seus alunos! Vídeo 4 - Educação para a nossa geração http://www.youtube.com/watch?v=jw-o5RGA35g&feature=youtu.be
  • 16. Uma semana de aula com o ... O Pé de Vento na mídia Vídeo 4 - Andrea Ramal fala sobre alfabetização http://www.youtube.com/watch?v=JzjKx7gGX8M Conhecendo a plataforma A primeira semana de aula com o Pé de Vento: Encaminhamentos Metodológicos.
  • 17. Pé de Vento As atividades relativas à primeira semana do 1º Ano de escolaridade (Educopédia Alfabetização) estão organizadas a partir de um contexto narrativo e alocadas em um ambiente esteticamente estimulante e agradável aos alunos. As atividades estão inseridas em uma narrativa que se desenrola por meio da resolução de desafios de interatividade: à medida que uma atividade vai sendo realizada, nova(s) atividade(s) vão surgindo, o que permite ao aluno dar prosseguimento à narrativa. A narrativa inicia-se numa cidade onde vivem os protagonistas – um menino e uma menina – que, por encantamento, são transportados a uma floresta mágica. As atividades propostas permitem ao aluno ajudar os protagonistas em suas aventuras. Tais atividades foram planejadas a partir de uma perspectiva autodidática, ou seja, podem ser realizadas pelo aluno sem a presença do(a) Professor(a) ou de outras pessoas. Isto é possível graças a um recurso de áudio que permite a interatividade com os alunos – mesmo aqueles que ainda não leem com autonomia. O recurso de áudio faz a leitura dos comandos/enunciados e lança perguntas e reforços positivos a cada atividade realizada com sucesso, estimulando o aluno a tentar realizar a atividade seguinte.
  • 18. IMPORTANTE REGISTRAR... Mesmo as atividades autodidáticas podem ser utilizadas pelo(a) Professor(a) em uma aula aberta e coletiva junto a sua turma. Ao realizar as atividades, o aluno vai conquistando cartas bônus que lhe dão direito a participar de joguinhos e a acessar textos informativos com curiosidades, além de outros recursos construídos a partir de diferentes linguagens. Ressaltamos que a primeira semana da Educopédia Alfabetização foi pensada como um tutorial que permite a ambientação do aluno por meio de atividades de fácil resolução.
  • 19. COMPETÊNCIAS E HABILIDADES ENVOLVID AS LÍNGUA PORTUGUESA MATEMÁTICA Reconhecer o papel fundamental Identificar cores. da escrita na sociedade. Comparar, ordenar e classificar Identificar a escrita em diferentes objetos em diferentes categorias: suportes textuais. tamanho, cor e forma. Identificar as letras do alfabeto Identificar onde há mais, menos e (vogais). igual quantidade. Identificar relações Contar e separar quantidades. fonema/grafema (som/letra). Identificar palavras. Construção/reconstrução de esquemas.
  • 20. OBJETO DE APRENDIZAGEM 1 O BICHO-PREGUIÇA E SUPORTE TEXTUAL  Identificar onde há palavras escritas  Na perspectiva de alfabetizar letrando, é importante que o Professor construa, em sala de aula, um ambiente alfabetizador, planejando atividades que permitam a utilização, pelos alunos, de diferentes suportes textuais, como jornais, revistas, revistas em quadrinhos, livros didáticos e de literatura infantil, além de propagandas, encartes etc. Tais materiais não devem ficar expostos sem utilização. Importante que se constituam em recursos para as aulas do Professor que, a partir de sua utilização, poderá desenvolver, com seus alunos, a compreensão dos diferentes usos e funções sociais da leitura e da escrita. Os materiais impressos de apoio pedagógico do primeiro bimestre, oferecidos às turmas do 1º Ano de escolaridade, trazem, além de referências a suportes textuais – etiquetas, crachás, murais –, propostas de escrita e leitura a partir de atividades que exploram a identificação do nome próprio do aluno e sua comparação com o nome próprio dos demais alunos.
  • 21. AMPLIAÇÃO DE ATIVIDADES A partir do Objeto de Aprendizagem 1, o Professor poderá:  solicitar aos alunos que, no trajeto para a escola, observem placas, letreiros, nomes de ruas e outros locais onde aparecerem palavras;  trazer, para a sala de aula, cena(s) de uma cidade onde os alunos possam criar nomes para letreiros que aparecerão em branco;  dividir folha do blocão e construir, coletivamente, através de pesquisa em revistas e jornais na sala de aula: TENHO PALAVRAS NÃO TENHO PALAVRAS  passear pela escola e/ou em seu entorno, com os alunos, observando placas indicativas, murais, cardápios, instruções etc.
  • 22. CONVERSA COM O PROFESSOR... Durante esta semana, o aluno poderá ser convidado a trazer objetos que possuam registros escritos, deixando-os em exposição, em um cantinho da sala de aula. O professor poderá, inclusive, confeccionar um “telhadinho” indicando o nome desses objetos. Por exemplo:     
  • 23. OBJETO DE APRENDIZAGEM 2 A ONÇA-PINTADA E OUTRAS CORES  Identificar cores com o auxílio do reforço de áudio e imagem  (cada nome é escrito com uma cor diferente) Esta é uma atividade bastante rica. O apoio do áudio e a visualização dos nomes escritos em cores diferentes ajudam a criança a conhecer e memorizar as cores, permitindo-lhe o contato com diferentes palavras (independentemente de se constituírem com sílabas canônicas ou não). Como não há a proposta de sistematização dessas palavras, uma vez que o foco é a aprendizagem, a criança tem contato com a escrita de maneira lúdica. O Professor pode planejar outras atividades que enfatizem o conhecimento das cores: atividades práticas de experimentação de mistura de cores e produção/descoberta de novas cores; feitura de mosaicos com papel colorido – reaproveitado de revistas, por exemplo. As propostas podem ser desdobradas com o registro coletivo, pelo Professor, dos aspectos importantes destacados e dos relatos das experiências e avaliações feitas pela turma.
  • 24. AMPLIAÇÃO DE ATIVIDADES A partir do Objeto de Aprendizagem 2, o Professor poderá:  confeccionar um “painel das preferências”, que poderá ser ampliado de acordo com o objetivo do momento. Por exemplo: NOME COR MANUELA AZUL PEDRO VERDE  confeccionar um dado no qual cada face tenha, escrito, o nome de uma cor. O aluno jogará o dado e, de acordo com a cor indicada, deverá apontar ou encostar em algo daquela mesma cor. Valem as nuances (claro/escuro);  apresentar textos sobre o tema: MÚSICA e POEMAS;  confeccionar material para apoio visual, no qual colocará a cor referência e o aluno trará a figura e preencherá o espaço.                
  • 25. OBJETO DE APRENDIZAGEM 3 LOBO GUARÁ E AS BORBOLETAS  Comparar, ordenar e classificar objetos em diferentes categorias: tamanho,  cor e forma.  Contar e separar objetos. Além de estimular a contagem, o trabalho com objetos permite identificar sua variação, por meio da classificação, comparação e seleção por cores e tamanhos. Exemplos: borboletas grandes, borboletas pequenas, borboletas de cores diferentes. O Professor deve ter em vista que as atividades de comparação, ordenação e classificação de objetos são fundamentais para que os alunos construam, posteriormente, outras habilidades lógico-matemáticas. Deste modo, é importante que, desde o início das aulas, sejam planejadas atividades com materiais concretos diversos, de diferentes cores, formas, tamanhos e espessuras. Os materiais conhecidos como “blocos lógicos” são excelentes para esse fim. O Professor pode se utilizar, ainda, de materiais alternativos como embalagens, tampas de potes e garrafas etc.
  • 26. AMPLIAÇÃO DE ATIVIDADES A partir do Objeto de Aprendizagem 3, o Professor poderá: fazer uma roda e trabalhar a questão de atributos ou critérios de seleção com os próprios alunos. Por exemplo: 1- Os alunos que estão de tênis vão para o centro da roda. Quantos alunos estão de tênis? 2- As meninas que estão de cabelos soltos vão para o centro da roda. Quantas meninas estão de cabelos soltos? 3- Agora, no centro da roda, as pessoas que usam óculos. A partir desta experiência, poderá ser explorada a questão do universo a ser observado e/ou atributos pedidos: - alunos (meninos e meninas); - meninas (só meninas); - pessoas (alunos e professora).
  • 27. CONVERSA COM O PROFESSOR... A percepção de características e atributos faz-se necessária em várias competências. Este conceito pode ser trabalhado de forma lúdica, fazendo parte da rotina inicial diária do Professor. A chamadinha proporciona boa fixação desse conceito, quando o Professor indaga e desafia os alunos com perguntas do tipo: - De quem estou falando? - Começa com “M” e termina com “A”. - Eliminados: Matheus, Marcele. - Possibilidades: Mariana, Manuela e Maria. - Possui 5 letras.
  • 28. OBJETO DE APRENDIZAGEM 4 O SAPO E AS LETRAS (VOGAIS)  Identificar as letras do alfabeto (vogais).   Identificar relações fonema/grafema (som/letra). Este objeto permite que os alunos identifiquem as vogais associando fonema/grafema e memorizem as letras, assim como lhes permite reforçar o som inicial de algumas palavras. O Professor poderá encontrar, nos materiais impressos de apoio pedagógico do primeiro bimestre, oferecidos às turmas do 1º Ano de escolaridade, outras atividades que estimulam o reconhecimento da letra inicial das palavras. Essas atividades também propõem a identificação de consoantes. O Professor pode enriquecer as aulas que desenvolvem estas habilidades, utilizando- se de recorte e colagem de jornais e revistas, que podem ser realizados a partir da busca pelas letras do nome do aluno. Pode trabalhar, também, a letra inicial, o número de letras, nomes que se iniciam com a mesma letra, buscando realizar, com os alunos, diferentes grupamentos com os nomes – o que permite fazer uma interlocução com a Matemática (comparação e seleção, além da habilidade de realizar a contagem).
  • 29. AMPLIAÇÃO DE ATIVIDADES A partir do Objeto de Aprendizagem 4, o(a) Professor(a) poderá:  analisar os nomes dos alunos e selecionar aqueles iniciados por vogal;  apresentar o nome do animal que aparece no objeto e de outros animais sugeridos pelos alunos, destacando as vogais;  listar os animais que apareceram até agora nas atividades, destacando as vogais;  montar apoio visual com palavras de referência que possuam a vogal inicial. Tentar com objetos concretos. Jogos online: http://www.smartkids.com.br/jogos-educativos/alfabeto-jogo-das-vogais.html http://www.escolagames.com.br/jogos/brincandovogais/
  • 30. OBJETO DE APRENDIZAGEM 5 QUEBRA-CABEÇAS MACACO  Construção/reconstrução de esquemas.  A partir do quebra-cabeça do macaco, os alunos podem desenvolver a percepção e a concentração, além da habilidade de construir/reconstruir esquemas. O Professor pode apresentar outras atividades a partir do próprio esquema corporal do aluno. Também pode apresentar a proposta de reconstrução de imagens de revistas, utilizando, de início, imagens mais simples, seguidas de imagens mais elaboradas, com maiores detalhes. Pode montar um esquema/quebra-cabeça com o nome do aluno, com imagens/palavras ou letras. Atenção: Verificar os objetos e propostas da segunda semana, de modo a possibilitar o link com as propostas apresentadas.
  • 31. AMPLIAÇÃO DE ATIVIDADES A partir do Objeto de Aprendizagem 5, o Professor poderá:  criar um pequeno texto (cartaz) com os alunos, a partir da narrativa. Por exemplo: BIA E MARCELO ESTÃO NA FLORESTA. A FLORESTA TEM: ANIMAIS, ÁRVORES E MONTANHAS.  destacar elementos parciais que formam o todo: BIA E MARCELO ESTÃO NA FLORESTA. A FLORESTA TEM: ANIMAIS, ÁRVORES E MONTANHAS.  recortar esses elementos e reorganizá-los com os alunos, destacando a importância da ordem, da organização das partes, a fim de se ter um todo com sentido.
  • 32. CONVERSA COM O PROFESSOR... Você pode construir outros jogos que, além de divertir, contribuirão para ampliar os conhecimentos dos aluno. Exemplo:
  • 33. OBJETO DE APRENDIZAGEM 6 BIA, MARCELO E A SELEÇÃO DE FRUTAS  Comparar, selecionar, contar e separar objetos.  A partir da solicitação do narrador, os alunos deverão selecionar as frutas, na quantidade indicada. Assim como no Objeto de Aprendizagem 3, este objeto permite que os alunos comparem objetos, selecionem e separem quantidades diferentes. Aqui, a seleção é constituída por objetos diferentes, compondo uma quantidade, a partir da classificação “frutas”. Assim como as ações de separar, classificar, ordenar e selecionar, nas primeiras aulas, deve-se desenvolver atividades que permitam aos alunos perceberem a manutenção e a alteração de quantidades. Deste modo, os alunos, juntamente com o desenvolvimento de outras habilidades, constituirão, por exemplo, o conceito de número. O Professor poderá enriquecer a vivência dos alunos com a utilização de outros materiais de contagem, que podem ser construídos coletivamente, a partir da ideia de colecionar objetos (tampinhas, cartões coloridos etc.).
  • 34. AMPLIAÇÃO DE ATIVIDADES A partir do Objeto de Aprendizagem 6, o(a) Professor(a) poderá:  utilizar as palavras que nomeiam as frutas, para contagem de letras. Exemplo:     O quadro montado com as preferências das cores pode ser ampliado com outros dados – neste caso, pode ser acrescentado o número de letras que compõem o nome do aluno. Exemplo:
  • 35. CONVERSA COM O PROFESSOR... Importante que o professor conheça os materiais de apoio oferecidos no meio digital, como a Educopédia, os materiais impressos e demais produtos da MultiRio, a fim de utilizá-los em seu planejamento de forma cada vez mais eficaz.
  • 36. O uso do Pé de Vento em turmas de 1° ano Relato de Experiências com a Prof. Lívia Andrade E.M. Tóquio
  • 37. O uso do Pé de Vento em turmas de 1° ano Como começar? Interação com a turminha. Resultados.
  • 41. Produção e organização do material Professor Mario Mangabeira 9ª Coordenadoria Regional de Educação