O slideshow foi denunciado.
Utilizamos seu perfil e dados de atividades no LinkedIn para personalizar e exibir anúncios mais relevantes. Altere suas preferências de anúncios quando desejar.

Programa painel 2: a dimensão tecnológica na educação especial

141 visualizações

Publicada em

Sinopse do painel e programa das apresentações orais
VI Congresso Ibérico de Educação Especial
Educação e Inclusão na Lusofonia 15 a 17 de novembro de 2018

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Programa painel 2: a dimensão tecnológica na educação especial

  1. 1. 16 DE NOVEMBRO DE 2018, 09H00 - 10H30 2º PAINEL: A DIMENSÃO TECNOLÓGICA NA EDUCAÇÃO ESPECIAL Coordenação Luís Borges Gouveia – Universidade Fernando Pessoa Paulo Rurato – Universidade Fernando Pessoa Enquadramento A educação beneficia de dispositivos tenológicos que facilitam a difusão de conhecimento e de informação e que, como mediadores, ajudam a ultrapassar dificuldades ou constituem um elemento supletivo para o interesse pelos conteúdos reforçando estratégias pedagógicas e aprendizagens. A utilização de tecnologias de informação e comunicação, no contexto da escola, adquiriu importância transformativa global: nenhuma criança, nos sistemas de ensino mais modernos, deve chegar ao mercado de trabalho descapacitada de associar, quaisquer que sejam as funções que venha a desenvolver, os recursos tecnológicos que se constituem centrais ao processo produtivo. As gerações que ensinam apresentam hoje uma dimensão “pró-paradoxal” ao confrontarem as suas literacias tecnológicas com as gerações que aprendem. A gama de recursos, de métodos e de dispositivos disponíveis para utilização no processo de ensino e aprendizagem é significativa, também para o ensino especial, para alunos portadores de necessidades educativas, com a chamada tecnologia assistida ou inclusiva, com utilização de dispositivos móveis e de jogos educativos, capazes de fomentarem a inclusão digital e as aprendizagens multidisciplinares. A variedade de métodos e de recursos disponíveis, bem como a crescente inovação de práticas e de propostas tecnológicas para a utilização em educação especial constitui a justificação para a organização deste painel que se propõe partilhar soluções educativas a partir dos problemas reais com que, em contexto de educação inclusiva, se deparam as escolas.
  2. 2. 16 DE NOVEMBRO DE 2018, 09H00 - 10H30 2º PAINEL: A DIMENSÃO TECNOLÓGICA NA EDUCAÇÃO ESPECIAL Coordenação de painel A: A Dimensão Tecnológica na Educação Especial Luís Borges Gouveia - Universidade Fernando Pessoa Salão Nobre 1. Aplicaciones móviles para la inclusión educativa: experiencias y buenas pràcticas Manuela Raposo Rivas, UVigo. 2. Uso e exploração das TIC para melhorar a condição humana, no contexto do ensino especial Luis Borges Gouveia, UFP 3. O QIM: ferramenta facilitadora para a inclusão de alunos com Necessidades Educativas Especiais nos ambientes educacionais Natália Lopes, UTAD; Manuela Raposo-Rivas, UVIGO; Joaquim Escola, UTAD 4. Programação e Robótica: a ajuda essencial para aprendizagem de alunos com NEE Natália Lopes, UTAD 5. Educação Especial e a Cultura Digital: passos de uma trajetória de desafios e de construção de uma Educação Inclusiva Paulo Sérgio Araújo, UFP, Luís Borges Gouveia, UFP. Coordenação de painel B: Dimensão Tecnológica na Educação Especial Paulo Rurato – Universidade Fernando Pessoa Sala Carolina de Oliveira 1. Tecnologia Assistiva na Prática Escolar Inclusiva: Concepções, Possibilidades e Limites em uma Escola de Ensino Fundamental em São Luís-Maranhão/Brasil Meire Almeida, Secretaria Municipal de Educação – SEMED/Maranhão. 2. Avaliação da usabilidade da qualidade do produto de softwares do projeto participar em autistas clássicos Mara Martins, UFP 3. Como os Jovens da Geração Z Resolvem seus Conflitos? Marcos Ferreira, UFP; Thaís Giuliani, UFP 4. Treinar o sono. É possível? Francisco Domingues UFP; Luis Borges Gouveia, UFP

×