SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 30
1 - Ora, o SENHOR disse a Abrão: Sai-te da tua terra, e da tua
parentela, e da casa de teu pai, para a terra que eu te mostrarei.
2 - E far-te-ei uma grande nação, e abençoar-te-ei, e
engrandecerei o teu nome, e tu serás uma bênção.
3 - E abençoarei os que te abençoarem e amaldiçoarei os que te
amaldiçoarem; e em ti serão benditas todas as famílias da terra.
4 - Assim, partiu Abrão, como o SENHOR lhe tinha dito, e foi Ló
com ele; e era Abrão da idade de setenta e cinco anos, quando
saiu de Harã.
5 - E tomou Abrão a Sarai, sua mulher, e a Ló, filho de seu
irmão, e toda a sua fazenda, que haviam adquirido, e as almas
que lhe acresceram em Harã; e saíram para irem à terra de
Canaã; e vieram à terra de Canaã.
6 - E passou Abrão por aquela terra até ao lugar de Siquém, até
ao carvalho de Moré; e estavam, então, os cananeus na terra.
7 - E apareceu o SENHOR a Abrão e disse: À tua semente darei
esta terra. E edificou ali um altar ao SENHOR, que lhe
aparecera.
8 - E moveu-se dali para a montanha à banda do oriente de
Betel e armou a sua tenda, tendo Betel ao ocidente e Ai ao
oriente; e edificou ali um altar ao SENHOR e invocou o nome
do SENHOR.
9 - Depois, caminhou Abrão dali, seguindo ainda para a banda
do Sul.
10 - E havia fome naquela terra; e desceu Abrão ao Egito, para
peregrinar ali, porquanto a fome era grande na terra.
Ressaltar que a fé de Abraão o fez
vencer os obstáculos.
1. Mostrar como se deu a chamada de Deus na vida
de Abraão;
2. Compreender como se deu a provisão de Deus na
vida de Abraão;
3. Explicar as promessas de Deus na vida de Abraão.
Deus escolheu e chamou Abraão quando ele ainda vivia em Ur
dos Caldeus. Abraão pertencia a uma família pagã. Porém, ele
acreditou em Deus de todo o coração. Decidiu obedecê-lo,
tornando-se o pai de uma importante nação, Israel. Por
intermédio de Israel, todas as nações da terra seriam
abençoadas e restauradas. Deus tinha um plano perfeito para a
vida de Abraão e para a humanidade. Abraão saiu da sua terra e
do meio da sua parentela para um lugar que ele não conhecia. É
preciso fé para obedecer a Deus e cumprir toda sua vontade.
1. Um projeto divino.
Deus tinha um projeto
para resgatar o homem
pecador. Abraão fazia
parte desse projeto.
Nada do que acontece
na terra é surpresa
para Deus. Ele tudo
sabe e tudo vê. O
Senhor não foi pego de
surpresa quando Adão
pecou.
1. Um projeto divino.
Abraão fazia parte de um projeto
divino de salvação. A partir dele
surgiria uma família que se
tornaria um povo especial do
qual, no tempo próprio, sairia o
Salvador do mundo, Jesus
Cristo. Abraão foi desafiado a
crer e obedecer, embora não
conhecesse todo o projeto que
Deus tinha para sua vida. Porém,
o Senhor estava à frente desse
projeto.
Abraão deveria apenas
acreditar no plano divino
e obedecer, tendo a
certeza de que nada lhe
faltaria em sua jornada
de fé. Segundo
Lawrence Richards, "o
exame à vida de Abraão
nos dá ideias que podem
transformar a nossa
própria caminhada com
Deus".
3- Um projeto para
abençoar as nações.
Ao escolher Abraão,
Deus não queria
trazer favores e
privilégio apenas a
ele e sua
descendência. O
projeto do Senhor era
imenso e alcançava
todas as nações da
terra
(Gn 12.3).
1- Abraão sai da sua terra (Gn
12.4-8).
Abraão saiu da sua terra, Ur dos
Caldeus e foi para Harã. Ele
deveria ter saído apenas com sua
mulher, Sarai, mas acabou
levando seu pai e seu sobrinho,
Ló. Os primeiros passos de
Abraão revelam tanto fraqueza
pessoal, como um caráter forte e
determinado. Abraão não era
perfeito, assim como nós, porém
confiava que Deus estaria com ele
em sua caminhada.
Também tinha plena
certeza na provisão
divina. Por isso, não
hesitou em levar seu
pai e seu sobrinho.
Depois da morte de
seu pai, Tera, em
Harã, Abraão ouve a
voz de Deus e vai
para Siquém, na
terra de Canaã.
1- Abraão sai da sua terra
(Gn 12.4-8)
Deus reafirmou suas
promessas e lhe mostrou
toda a terra dos cananeus
como a terra prometida
para ele e seus
descendentes. Nesta terra
"de leite e mel" não lhe
faltou oposição. As
promessas de Deus não
são garantia de que não
enfrentaremos crises,
dificuldades e oposição.
Em Siquém, Deus
lhe apareceu e
reafirmou suas
promessas. Abraão
precisava de forças
para prosseguir. Ele
saiu de Siquém e
foi para Betel (Gn
12.8). Ali, edificou
um altar, mostrando
a sua comunhão
com Deus.
2- Abraão enfrenta escassez
em Canaã (Gn 12.9,10).
Deus tinha uma promessa na
vida de Abraão, mas isso não
impediu que ele enfrentasse
problemas e provações. A
primeira provação foi ter que
deixar sua terra, sua parentela
e seus amigos. A segunda era
a esterilidade de sua esposa
e a fome na terra. O crente fiel
também enfrenta crises e
provações. O Senhor estava
treinando seu servo.
Devido à fome, Abraão
tomou a decisão de ir
para o Egito. A fartura
que existia no Egito era
semelhante a fartura do
mundo, ilusória. No
Egito, por pouco não
perdeu sua esposa,
pois, com medo, mentiu
dizendo que Sara era
sua irmã.
2- Abraão enfrenta escassez em
Canaã (Gn 12.9,10).
Em nossa jornada também
somos passíveis de cometer
erros. Mas não temos mais
prazer no pecado. Quando
erramos só nos resta uma
alternativa: arrependermos e
confessarmos o nosso pecado e
pedir o perdão de Deus (1 Jo
1.9). Deus não desistiu de seu
plano para com Abraão. O
Senhor não desiste de você,
ainda que tenha cometido
alguns erros, como Abraão.
3- Abraão enfrenta a
esterilidade de sua
esposa.
Deus havia prometido
que Abraão teria uma
família numerosa, porém
ele já estava com quase
100 anos, e não tinha
herdeiros. Esperar o
tempo de Deus nem
sempre é fácil. As
Escrituras Sagradas
afirmam que a
"esperança demorada
Quando todas as
possibilidades
humanas se
esgotaram na vida de
Abraão e Sara, Deus
operou um milagre;
Sara ficou grávida, e
logo após Isaque
nasceu. Isso nos
mostra que para o
nosso Deus não existe
impossível. Ele é fiel.
1- "Far-te-ei uma grande
nação e abençoar-te-ei".
Deus prometeu que a família
de Abraão seria numerosa.
Mas para que essa promessa
se cumprisse, ele precisava
obedecer a Deus. Obedecer a
Deus pode representar um
desafio a algumas pessoas,
mas quem confia obedece. A
obediência e a confiança em
Deus nos fazem vencer as
adversidades.
Muitos querem as
promessas do Pai,
mas não querem
trilhar o caminho da
obediência. Mas
devemos nos
lembrar de que a
desobediência é
pecado e nos
impede de
recebermos as
bênçãos divinas.
1- "Far-te-ei uma grande nação
e abençoar-te-ei"
Abraão teve uma vida longa e
também foi abençoado com
riquezas (Gn 13.2). Mas, a
maior bênção na vida de Abraão
foi ele ter experimentado um
relacionamento íntimo com
Deus. Abraão conhecia ao
Senhor a ponto de ter sido
chamado amigo de Deus. Não
há nada melhor do que uma
vida de comunhão e intimidade
com Deus.
2- "Engrandecerei o teu nome".
O nome do patriarca Abraão é reverenciado no judaísmo,
cristianismo e islamismo. Dele descendem dois povos: árabes e
judeus. O Senhor é fiel e cumpriu com a sua promessa. Se Deus
prometeu algo a você, não importa o quanto tenha que esperar, Ele
vai cumprir.
Vivemos em uma
sociedade imediatista,
onde as pessoas
acham que esperar é
perder tempo. Mas na
vida espiritual, tudo
acontece no tempo de
Deus. Abraão confiou,
obedeceu e foi honrado
pelo Senhor.
Abraão era um homem de fé. Ele trocou a glória
passageira desse mundo para ter um relacionamento
pessoal com Deus. Sua fé não impediu de enfrentar
provações e crises.
Todavia, ele continuou olhando para o céu, contando as
estrelas e crendo no milagre de Deus e na sua provisão
para todas as áreas da sua vida. A fé nos faz vencer as
crises e esperar confiantes nas promessas do Pai.
1. Qual era a cidade natal de Abraão?
2. Quem Abraão levou em sua jornada de fé?
3. Qual foi a atitude errada de Abraão ao entrar no Egito?
4. Quais são as promessas de Deus a Abraão estudadas na
lição?
5. Qual era o projeto de Deus ao chamar Abraão?
1- Ur dos Caldeus.
2- Seu pai, sua esposa e seu sobrinho Ló.
3- Ele mentiu dizendo que Sara era sua irmã.
4-"Far-te-ei uma grande nação e abençoar-te-ei;" "engrandecerei o
teu nome" e "em ti serão benditas todas as famílias da terra".
5- Era fazer da descendência de Abraão um povo separado, e da
semente dele enviar a Jesus Cristo, para salvar todas as famílias da
Terra.
A fé de Abraão que o fez vencer os obstáculos
A fé de Abraão que o fez vencer os obstáculos

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Abraão a esperança do pai da fé
Abraão a esperança do pai da féAbraão a esperança do pai da fé
Abraão a esperança do pai da féMárcio Martins
 
Lição 3 - Abraão, a esperança do pai da fé
Lição 3 - Abraão, a esperança do pai da féLição 3 - Abraão, a esperança do pai da fé
Lição 3 - Abraão, a esperança do pai da féAilton da Silva
 
ABRAÃO, A ESPERANÇA DO PAI DA FÉ
ABRAÃO, A ESPERANÇA DO PAI DA FÉABRAÃO, A ESPERANÇA DO PAI DA FÉ
ABRAÃO, A ESPERANÇA DO PAI DA FÉFlavio Luz
 
LBA LIÇÃO 5 - As consequências das escolhas precipitadas
LBA LIÇÃO 5 - As consequências das escolhas precipitadasLBA LIÇÃO 5 - As consequências das escolhas precipitadas
LBA LIÇÃO 5 - As consequências das escolhas precipitadasNatalino das Neves Neves
 
LIÇÃO 2 - A PROVISÃO DE DEUS EM TEMPOS DIFÍCEIS
LIÇÃO 2 - A PROVISÃO DE DEUS EM TEMPOS DIFÍCEISLIÇÃO 2 - A PROVISÃO DE DEUS EM TEMPOS DIFÍCEIS
LIÇÃO 2 - A PROVISÃO DE DEUS EM TEMPOS DIFÍCEISAndrew Guimarães
 
Abraão: o primeiro missionário_232015
Abraão: o primeiro missionário_232015Abraão: o primeiro missionário_232015
Abraão: o primeiro missionário_232015Gerson G. Ramos
 
[EBD Maranata] Lição 05 - Isaque | Revista Heróis do Antigo Testamento | 05/0...
[EBD Maranata] Lição 05 - Isaque | Revista Heróis do Antigo Testamento | 05/0...[EBD Maranata] Lição 05 - Isaque | Revista Heróis do Antigo Testamento | 05/0...
[EBD Maranata] Lição 05 - Isaque | Revista Heróis do Antigo Testamento | 05/0...José Carlos Polozi
 
Lição orig abraão: o primeiro missionário 232015
Lição orig abraão: o primeiro missionário 232015Lição orig abraão: o primeiro missionário 232015
Lição orig abraão: o primeiro missionário 232015Gerson G. Ramos
 
LBJ LIÇÃO 4 - Adoração como cumprimento da vontade de deus
LBJ LIÇÃO 4 - Adoração como cumprimento da vontade de deusLBJ LIÇÃO 4 - Adoração como cumprimento da vontade de deus
LBJ LIÇÃO 4 - Adoração como cumprimento da vontade de deusNatalino das Neves Neves
 
Ebd 4°trimestre 2016 aula 5 As consequências das escolhas precipitadas.
Ebd 4°trimestre 2016 aula 5 As consequências das escolhas precipitadas.Ebd 4°trimestre 2016 aula 5 As consequências das escolhas precipitadas.
Ebd 4°trimestre 2016 aula 5 As consequências das escolhas precipitadas.GIDEONE Moura Santos Ferreira
 
Lição 2 - A provisão de deus em tempos difíceis
Lição 2 - A provisão de deus em tempos difíceisLição 2 - A provisão de deus em tempos difíceis
Lição 2 - A provisão de deus em tempos difíceisNatalino das Neves Neves
 
E.b.d adultos 4ºtrimestre 2016 lição 05
E.b.d   adultos 4ºtrimestre 2016 lição 05E.b.d   adultos 4ºtrimestre 2016 lição 05
E.b.d adultos 4ºtrimestre 2016 lição 05Joel Silva
 
[EBD Maranata] Lição 08 - Moisés | Revista Heróis do Antigo Testamento | 26/0...
[EBD Maranata] Lição 08 - Moisés | Revista Heróis do Antigo Testamento | 26/0...[EBD Maranata] Lição 08 - Moisés | Revista Heróis do Antigo Testamento | 26/0...
[EBD Maranata] Lição 08 - Moisés | Revista Heróis do Antigo Testamento | 26/0...José Carlos Polozi
 
9) Escatologia Princípio do Fim - 666, a marca da besta
9) Escatologia Princípio do Fim - 666, a marca da besta9) Escatologia Princípio do Fim - 666, a marca da besta
9) Escatologia Princípio do Fim - 666, a marca da bestaJean Jorge Silva
 
A provisão de Deus em tempos difíceis - Lição 02 - 4ºTrimestre de 2016
A provisão de Deus em tempos difíceis - Lição 02 - 4ºTrimestre de 2016A provisão de Deus em tempos difíceis - Lição 02 - 4ºTrimestre de 2016
A provisão de Deus em tempos difíceis - Lição 02 - 4ºTrimestre de 2016Pr. Andre Luiz
 

Mais procurados (20)

Abraão a esperança do pai da fé
Abraão a esperança do pai da féAbraão a esperança do pai da fé
Abraão a esperança do pai da fé
 
Lição 3 - Abraão, a esperança do pai da fé
Lição 3 - Abraão, a esperança do pai da féLição 3 - Abraão, a esperança do pai da fé
Lição 3 - Abraão, a esperança do pai da fé
 
ABRAÃO, A ESPERANÇA DO PAI DA FÉ
ABRAÃO, A ESPERANÇA DO PAI DA FÉABRAÃO, A ESPERANÇA DO PAI DA FÉ
ABRAÃO, A ESPERANÇA DO PAI DA FÉ
 
Abraão, homem de fé
Abraão, homem de féAbraão, homem de fé
Abraão, homem de fé
 
LBA LIÇÃO 5 - As consequências das escolhas precipitadas
LBA LIÇÃO 5 - As consequências das escolhas precipitadasLBA LIÇÃO 5 - As consequências das escolhas precipitadas
LBA LIÇÃO 5 - As consequências das escolhas precipitadas
 
O que é marca da besta
O que é marca da bestaO que é marca da besta
O que é marca da besta
 
LIÇÃO 2 - A PROVISÃO DE DEUS EM TEMPOS DIFÍCEIS
LIÇÃO 2 - A PROVISÃO DE DEUS EM TEMPOS DIFÍCEISLIÇÃO 2 - A PROVISÃO DE DEUS EM TEMPOS DIFÍCEIS
LIÇÃO 2 - A PROVISÃO DE DEUS EM TEMPOS DIFÍCEIS
 
Abraão: o primeiro missionário_232015
Abraão: o primeiro missionário_232015Abraão: o primeiro missionário_232015
Abraão: o primeiro missionário_232015
 
Lição 3 - A adoração após a queda
Lição 3 - A adoração após a quedaLição 3 - A adoração após a queda
Lição 3 - A adoração após a queda
 
[EBD Maranata] Lição 05 - Isaque | Revista Heróis do Antigo Testamento | 05/0...
[EBD Maranata] Lição 05 - Isaque | Revista Heróis do Antigo Testamento | 05/0...[EBD Maranata] Lição 05 - Isaque | Revista Heróis do Antigo Testamento | 05/0...
[EBD Maranata] Lição 05 - Isaque | Revista Heróis do Antigo Testamento | 05/0...
 
Lição orig abraão: o primeiro missionário 232015
Lição orig abraão: o primeiro missionário 232015Lição orig abraão: o primeiro missionário 232015
Lição orig abraão: o primeiro missionário 232015
 
LBJ LIÇÃO 4 - Adoração como cumprimento da vontade de deus
LBJ LIÇÃO 4 - Adoração como cumprimento da vontade de deusLBJ LIÇÃO 4 - Adoração como cumprimento da vontade de deus
LBJ LIÇÃO 4 - Adoração como cumprimento da vontade de deus
 
Ebd 4°trimestre 2016 aula 5 As consequências das escolhas precipitadas.
Ebd 4°trimestre 2016 aula 5 As consequências das escolhas precipitadas.Ebd 4°trimestre 2016 aula 5 As consequências das escolhas precipitadas.
Ebd 4°trimestre 2016 aula 5 As consequências das escolhas precipitadas.
 
Lição 2 - A provisão de deus em tempos difíceis
Lição 2 - A provisão de deus em tempos difíceisLição 2 - A provisão de deus em tempos difíceis
Lição 2 - A provisão de deus em tempos difíceis
 
E.b.d adultos 4ºtrimestre 2016 lição 05
E.b.d   adultos 4ºtrimestre 2016 lição 05E.b.d   adultos 4ºtrimestre 2016 lição 05
E.b.d adultos 4ºtrimestre 2016 lição 05
 
[EBD Maranata] Lição 08 - Moisés | Revista Heróis do Antigo Testamento | 26/0...
[EBD Maranata] Lição 08 - Moisés | Revista Heróis do Antigo Testamento | 26/0...[EBD Maranata] Lição 08 - Moisés | Revista Heróis do Antigo Testamento | 26/0...
[EBD Maranata] Lição 08 - Moisés | Revista Heróis do Antigo Testamento | 26/0...
 
Lição 4 - Isaque, um Caráter Pacífico
Lição 4 - Isaque, um Caráter PacíficoLição 4 - Isaque, um Caráter Pacífico
Lição 4 - Isaque, um Caráter Pacífico
 
Aliança abraâmica
Aliança abraâmicaAliança abraâmica
Aliança abraâmica
 
9) Escatologia Princípio do Fim - 666, a marca da besta
9) Escatologia Princípio do Fim - 666, a marca da besta9) Escatologia Princípio do Fim - 666, a marca da besta
9) Escatologia Princípio do Fim - 666, a marca da besta
 
A provisão de Deus em tempos difíceis - Lição 02 - 4ºTrimestre de 2016
A provisão de Deus em tempos difíceis - Lição 02 - 4ºTrimestre de 2016A provisão de Deus em tempos difíceis - Lição 02 - 4ºTrimestre de 2016
A provisão de Deus em tempos difíceis - Lição 02 - 4ºTrimestre de 2016
 

Destaque

Programming Without Coding Technology (PWCT) - Spinner control
Programming Without Coding Technology (PWCT) - Spinner controlProgramming Without Coding Technology (PWCT) - Spinner control
Programming Without Coding Technology (PWCT) - Spinner controlMahmoud Samir Fayed
 
Trovas de Ivone Boechat
Trovas de Ivone BoechatTrovas de Ivone Boechat
Trovas de Ivone BoechatIvone Boechat
 
Amazon CloudFrontとその活用例
Amazon CloudFrontとその活用例Amazon CloudFrontとその活用例
Amazon CloudFrontとその活用例eviry
 
What's new for Spatial in SAP HANA SPS 11
What's new for Spatial in SAP HANA SPS 11What's new for Spatial in SAP HANA SPS 11
What's new for Spatial in SAP HANA SPS 11SAP Technology
 
テスト事始め phpblt #3
テスト事始め phpblt #3テスト事始め phpblt #3
テスト事始め phpblt #3rittyan
 
Find your true passion and do what you love to do
Find your true passion and do what you love to doFind your true passion and do what you love to do
Find your true passion and do what you love to doVioleta Salas
 
Broken Windows Policing-Final Presentation
Broken Windows Policing-Final PresentationBroken Windows Policing-Final Presentation
Broken Windows Policing-Final PresentationAkhil Raman
 
IMCSummit 2016 Keynote - Benzi Galili - More Memory for In-Memory Easy
IMCSummit 2016 Keynote - Benzi Galili - More Memory for In-Memory EasyIMCSummit 2016 Keynote - Benzi Galili - More Memory for In-Memory Easy
IMCSummit 2016 Keynote - Benzi Galili - More Memory for In-Memory EasyIn-Memory Computing Summit
 
AWS Summit London 2014 | Dynamic Content Acceleration (300)
AWS Summit London 2014 | Dynamic Content Acceleration (300)AWS Summit London 2014 | Dynamic Content Acceleration (300)
AWS Summit London 2014 | Dynamic Content Acceleration (300)Amazon Web Services
 
Diapositivas proyecto final
Diapositivas proyecto finalDiapositivas proyecto final
Diapositivas proyecto finalistej
 

Destaque (14)

Programming Without Coding Technology (PWCT) - Spinner control
Programming Without Coding Technology (PWCT) - Spinner controlProgramming Without Coding Technology (PWCT) - Spinner control
Programming Without Coding Technology (PWCT) - Spinner control
 
My personality
My personalityMy personality
My personality
 
Final Manuscript
Final ManuscriptFinal Manuscript
Final Manuscript
 
Trovas de Ivone Boechat
Trovas de Ivone BoechatTrovas de Ivone Boechat
Trovas de Ivone Boechat
 
Mulher esperança
Mulher esperançaMulher esperança
Mulher esperança
 
Amazon CloudFrontとその活用例
Amazon CloudFrontとその活用例Amazon CloudFrontとその活用例
Amazon CloudFrontとその活用例
 
Ensinar letramento
Ensinar letramentoEnsinar letramento
Ensinar letramento
 
What's new for Spatial in SAP HANA SPS 11
What's new for Spatial in SAP HANA SPS 11What's new for Spatial in SAP HANA SPS 11
What's new for Spatial in SAP HANA SPS 11
 
テスト事始め phpblt #3
テスト事始め phpblt #3テスト事始め phpblt #3
テスト事始め phpblt #3
 
Find your true passion and do what you love to do
Find your true passion and do what you love to doFind your true passion and do what you love to do
Find your true passion and do what you love to do
 
Broken Windows Policing-Final Presentation
Broken Windows Policing-Final PresentationBroken Windows Policing-Final Presentation
Broken Windows Policing-Final Presentation
 
IMCSummit 2016 Keynote - Benzi Galili - More Memory for In-Memory Easy
IMCSummit 2016 Keynote - Benzi Galili - More Memory for In-Memory EasyIMCSummit 2016 Keynote - Benzi Galili - More Memory for In-Memory Easy
IMCSummit 2016 Keynote - Benzi Galili - More Memory for In-Memory Easy
 
AWS Summit London 2014 | Dynamic Content Acceleration (300)
AWS Summit London 2014 | Dynamic Content Acceleration (300)AWS Summit London 2014 | Dynamic Content Acceleration (300)
AWS Summit London 2014 | Dynamic Content Acceleration (300)
 
Diapositivas proyecto final
Diapositivas proyecto finalDiapositivas proyecto final
Diapositivas proyecto final
 

Semelhante a A fé de Abraão que o fez vencer os obstáculos

2016 4º trimestre adultos lição 03.pptx
2016 4º trimestre adultos lição 03.pptx2016 4º trimestre adultos lição 03.pptx
2016 4º trimestre adultos lição 03.pptxJoel Silva
 
A fé de abraão
A fé de abraãoA fé de abraão
A fé de abraãoPr Pedro
 
2016 4º trimestre adultos lição 05.pptx
2016 4º trimestre adultos lição 05.pptx2016 4º trimestre adultos lição 05.pptx
2016 4º trimestre adultos lição 05.pptxJoel Silva
 
As Consequências das Escolhas Precipitadas - Lição 5 - 4º Trimestre 2016
As Consequências das Escolhas Precipitadas - Lição 5 - 4º Trimestre 2016As Consequências das Escolhas Precipitadas - Lição 5 - 4º Trimestre 2016
As Consequências das Escolhas Precipitadas - Lição 5 - 4º Trimestre 2016Pr. Andre Luiz
 
Biografia_de_Abrao.ppsx
Biografia_de_Abrao.ppsxBiografia_de_Abrao.ppsx
Biografia_de_Abrao.ppsxAlexMax36
 
História patriarcal
História patriarcalHistória patriarcal
História patriarcalUEPB
 
Qual a promessa feita a Abraão
Qual a promessa feita a AbraãoQual a promessa feita a Abraão
Qual a promessa feita a AbraãoJuraci Rocha
 
lio5-asconsequnciasdasescolhasprecipitadas-161020222357.pdf
lio5-asconsequnciasdasescolhasprecipitadas-161020222357.pdflio5-asconsequnciasdasescolhasprecipitadas-161020222357.pdf
lio5-asconsequnciasdasescolhasprecipitadas-161020222357.pdfTiago Silva
 
Lição 5 as consequências das escolhas precipitadas
Lição 5   as consequências das escolhas precipitadasLição 5   as consequências das escolhas precipitadas
Lição 5 as consequências das escolhas precipitadasantonio vieira
 
Lição 1 - Abraão, chamada e revelação
Lição 1 - Abraão, chamada e revelaçãoLição 1 - Abraão, chamada e revelação
Lição 1 - Abraão, chamada e revelaçãoAilton da Silva
 
História e Cultura Hebraica. Relatando a história antiga dos Hebreus
História e Cultura Hebraica. Relatando a história antiga dos HebreusHistória e Cultura Hebraica. Relatando a história antiga dos Hebreus
História e Cultura Hebraica. Relatando a história antiga dos HebreusEvaniodasGraasDonato
 
Lição 4 - ALIANÇA ABRAÂMICA
Lição 4 - ALIANÇA ABRAÂMICALição 4 - ALIANÇA ABRAÂMICA
Lição 4 - ALIANÇA ABRAÂMICACleonilson Freitas
 
Abraao_o_amigo_de_Deus.pdf
Abraao_o_amigo_de_Deus.pdfAbraao_o_amigo_de_Deus.pdf
Abraao_o_amigo_de_Deus.pdfleviduyu
 
Abraão o amigo de deus - vol. 3 - gordon lindsay
Abraão   o amigo de deus - vol. 3 - gordon lindsayAbraão   o amigo de deus - vol. 3 - gordon lindsay
Abraão o amigo de deus - vol. 3 - gordon lindsaydeusdetdfsoares
 
As consequencias das escolhas precipitadas
As consequencias das escolhas precipitadasAs consequencias das escolhas precipitadas
As consequencias das escolhas precipitadasPastor Juscelino Freitas
 
As Consequências das Escolhas Precipitadas
As Consequências das Escolhas PrecipitadasAs Consequências das Escolhas Precipitadas
As Consequências das Escolhas PrecipitadasMárcio Martins
 
Evangelização versus confiança
Evangelização versus confiançaEvangelização versus confiança
Evangelização versus confiançaQuenia Damata
 
IBADEP MÉDIO - HIESTÓRIA DE ISRAEL AULA 2
IBADEP MÉDIO - HIESTÓRIA DE ISRAEL  AULA 2IBADEP MÉDIO - HIESTÓRIA DE ISRAEL  AULA 2
IBADEP MÉDIO - HIESTÓRIA DE ISRAEL AULA 2Rubens Sohn
 

Semelhante a A fé de Abraão que o fez vencer os obstáculos (20)

2016 4º trimestre adultos lição 03.pptx
2016 4º trimestre adultos lição 03.pptx2016 4º trimestre adultos lição 03.pptx
2016 4º trimestre adultos lição 03.pptx
 
A fé de abraão
A fé de abraãoA fé de abraão
A fé de abraão
 
2016 4º trimestre adultos lição 05.pptx
2016 4º trimestre adultos lição 05.pptx2016 4º trimestre adultos lição 05.pptx
2016 4º trimestre adultos lição 05.pptx
 
As Consequências das Escolhas Precipitadas - Lição 5 - 4º Trimestre 2016
As Consequências das Escolhas Precipitadas - Lição 5 - 4º Trimestre 2016As Consequências das Escolhas Precipitadas - Lição 5 - 4º Trimestre 2016
As Consequências das Escolhas Precipitadas - Lição 5 - 4º Trimestre 2016
 
Biografia_de_Abrao.ppsx
Biografia_de_Abrao.ppsxBiografia_de_Abrao.ppsx
Biografia_de_Abrao.ppsx
 
História patriarcal
História patriarcalHistória patriarcal
História patriarcal
 
Qual a promessa feita a Abraão
Qual a promessa feita a AbraãoQual a promessa feita a Abraão
Qual a promessa feita a Abraão
 
lio5-asconsequnciasdasescolhasprecipitadas-161020222357.pdf
lio5-asconsequnciasdasescolhasprecipitadas-161020222357.pdflio5-asconsequnciasdasescolhasprecipitadas-161020222357.pdf
lio5-asconsequnciasdasescolhasprecipitadas-161020222357.pdf
 
Lição 5 as consequências das escolhas precipitadas
Lição 5   as consequências das escolhas precipitadasLição 5   as consequências das escolhas precipitadas
Lição 5 as consequências das escolhas precipitadas
 
Lição 1 - Abraão, chamada e revelação
Lição 1 - Abraão, chamada e revelaçãoLição 1 - Abraão, chamada e revelação
Lição 1 - Abraão, chamada e revelação
 
História e Cultura Hebraica. Relatando a história antiga dos Hebreus
História e Cultura Hebraica. Relatando a história antiga dos HebreusHistória e Cultura Hebraica. Relatando a história antiga dos Hebreus
História e Cultura Hebraica. Relatando a história antiga dos Hebreus
 
Lição 4 - ALIANÇA ABRAÂMICA
Lição 4 - ALIANÇA ABRAÂMICALição 4 - ALIANÇA ABRAÂMICA
Lição 4 - ALIANÇA ABRAÂMICA
 
Abraao_o_amigo_de_Deus.pdf
Abraao_o_amigo_de_Deus.pdfAbraao_o_amigo_de_Deus.pdf
Abraao_o_amigo_de_Deus.pdf
 
Abraão o amigo de deus - vol. 3 - gordon lindsay
Abraão   o amigo de deus - vol. 3 - gordon lindsayAbraão   o amigo de deus - vol. 3 - gordon lindsay
Abraão o amigo de deus - vol. 3 - gordon lindsay
 
As consequencias das escolhas precipitadas
As consequencias das escolhas precipitadasAs consequencias das escolhas precipitadas
As consequencias das escolhas precipitadas
 
5º encontro abraão - inicio da salvação
5º encontro   abraão - inicio da salvação5º encontro   abraão - inicio da salvação
5º encontro abraão - inicio da salvação
 
As Consequências das Escolhas Precipitadas
As Consequências das Escolhas PrecipitadasAs Consequências das Escolhas Precipitadas
As Consequências das Escolhas Precipitadas
 
Evangelização versus confiança
Evangelização versus confiançaEvangelização versus confiança
Evangelização versus confiança
 
DEZ TESTES DE CARÁTER
DEZ TESTES DE CARÁTERDEZ TESTES DE CARÁTER
DEZ TESTES DE CARÁTER
 
IBADEP MÉDIO - HIESTÓRIA DE ISRAEL AULA 2
IBADEP MÉDIO - HIESTÓRIA DE ISRAEL  AULA 2IBADEP MÉDIO - HIESTÓRIA DE ISRAEL  AULA 2
IBADEP MÉDIO - HIESTÓRIA DE ISRAEL AULA 2
 

Mais de antonio vieira

Lição 8 - A Teologia de Zofar: O Justo não Passa por Tribulação?
Lição 8 - A Teologia de Zofar: O Justo não Passa por Tribulação?Lição 8 - A Teologia de Zofar: O Justo não Passa por Tribulação?
Lição 8 - A Teologia de Zofar: O Justo não Passa por Tribulação?antonio vieira
 
Lição 5 a obra salvífica de jesus cristo
Lição 5  a obra salvífica de jesus cristo Lição 5  a obra salvífica de jesus cristo
Lição 5 a obra salvífica de jesus cristo antonio vieira
 
Lição 4, salvação o amor e a misericórdia de Deus escola biblica dominical ...
Lição 4, salvação   o amor e a misericórdia de Deus escola biblica dominical ...Lição 4, salvação   o amor e a misericórdia de Deus escola biblica dominical ...
Lição 4, salvação o amor e a misericórdia de Deus escola biblica dominical ...antonio vieira
 
Lição 3 a salvação e o advento do salvador
Lição 3   a salvação e o advento do salvador Lição 3   a salvação e o advento do salvador
Lição 3 a salvação e o advento do salvador antonio vieira
 
Lição 12 quem ama cumpre plenamente a lei
Lição 12  quem ama cumpre plenamente a lei Lição 12  quem ama cumpre plenamente a lei
Lição 12 quem ama cumpre plenamente a lei antonio vieira
 
Aula 11 vivendo de forma moderada escola biblica dominical
Aula 11 vivendo de forma moderada escola biblica dominicalAula 11 vivendo de forma moderada escola biblica dominical
Aula 11 vivendo de forma moderada escola biblica dominicalantonio vieira
 
aula 10 mansidão torna o crente apto para evitar pelejas
aula 10 mansidão torna o crente apto para evitar pelejasaula 10 mansidão torna o crente apto para evitar pelejas
aula 10 mansidão torna o crente apto para evitar pelejasantonio vieira
 
Lição 08° a bondade que confere a vida
Lição 08°   a bondade que confere a vida Lição 08°   a bondade que confere a vida
Lição 08° a bondade que confere a vida antonio vieira
 
Lição 07 - Benignidade Um escudo Protetor contra as Porfias tangua
 Lição 07 - Benignidade Um escudo Protetor contra as Porfias tangua Lição 07 - Benignidade Um escudo Protetor contra as Porfias tangua
Lição 07 - Benignidade Um escudo Protetor contra as Porfias tanguaantonio vieira
 
Liçao 7 JOSÉ: FÉ EM MEIO ÀS INJUSTIÇAS
Liçao 7 JOSÉ: FÉ EM MEIO ÀS INJUSTIÇASLiçao 7 JOSÉ: FÉ EM MEIO ÀS INJUSTIÇAS
Liçao 7 JOSÉ: FÉ EM MEIO ÀS INJUSTIÇASantonio vieira
 
Lição 4 A provisão de Deus no monte do sacrifício
Lição 4   A  provisão de Deus no monte do sacrifícioLição 4   A  provisão de Deus no monte do sacrifício
Lição 4 A provisão de Deus no monte do sacrifícioantonio vieira
 
Liçao 2 A PROVISÃO DE DEUS EM TEMPOS DIFÍCEIS
Liçao 2 A PROVISÃO DE DEUS EM TEMPOS DIFÍCEIS Liçao 2 A PROVISÃO DE DEUS EM TEMPOS DIFÍCEIS
Liçao 2 A PROVISÃO DE DEUS EM TEMPOS DIFÍCEIS antonio vieira
 
Liçaqo 13 A EVANGELIZAÇÃO INTEGRAL NESTA ÚLTIMA HORA
Liçaqo 13  A EVANGELIZAÇÃO INTEGRAL NESTA ÚLTIMA HORA Liçaqo 13  A EVANGELIZAÇÃO INTEGRAL NESTA ÚLTIMA HORA
Liçaqo 13 A EVANGELIZAÇÃO INTEGRAL NESTA ÚLTIMA HORA antonio vieira
 
O poder da evangelizao na familia
O poder da evangelizao na familiaO poder da evangelizao na familia
O poder da evangelizao na familiaantonio vieira
 
Lição 10 deveres civis morais e espirituais
Lição 10 deveres civis morais e espirituaisLição 10 deveres civis morais e espirituais
Lição 10 deveres civis morais e espirituaisantonio vieira
 
lição 4 A tentação de Jesus
lição 4  A tentação de Jesuslição 4  A tentação de Jesus
lição 4 A tentação de Jesusantonio vieira
 
lição 4 A tentação de Jesus
lição 4 A tentação de Jesuslição 4 A tentação de Jesus
lição 4 A tentação de Jesusantonio vieira
 
licao 3 A infancia de jesus
licao 3  A infancia de jesus licao 3  A infancia de jesus
licao 3 A infancia de jesus antonio vieira
 
lição 2- O nascimento de jesus
lição 2- O nascimento de jesus lição 2- O nascimento de jesus
lição 2- O nascimento de jesus antonio vieira
 

Mais de antonio vieira (20)

Lição 8 - A Teologia de Zofar: O Justo não Passa por Tribulação?
Lição 8 - A Teologia de Zofar: O Justo não Passa por Tribulação?Lição 8 - A Teologia de Zofar: O Justo não Passa por Tribulação?
Lição 8 - A Teologia de Zofar: O Justo não Passa por Tribulação?
 
Adao e eva
Adao e eva Adao e eva
Adao e eva
 
Lição 5 a obra salvífica de jesus cristo
Lição 5  a obra salvífica de jesus cristo Lição 5  a obra salvífica de jesus cristo
Lição 5 a obra salvífica de jesus cristo
 
Lição 4, salvação o amor e a misericórdia de Deus escola biblica dominical ...
Lição 4, salvação   o amor e a misericórdia de Deus escola biblica dominical ...Lição 4, salvação   o amor e a misericórdia de Deus escola biblica dominical ...
Lição 4, salvação o amor e a misericórdia de Deus escola biblica dominical ...
 
Lição 3 a salvação e o advento do salvador
Lição 3   a salvação e o advento do salvador Lição 3   a salvação e o advento do salvador
Lição 3 a salvação e o advento do salvador
 
Lição 12 quem ama cumpre plenamente a lei
Lição 12  quem ama cumpre plenamente a lei Lição 12  quem ama cumpre plenamente a lei
Lição 12 quem ama cumpre plenamente a lei
 
Aula 11 vivendo de forma moderada escola biblica dominical
Aula 11 vivendo de forma moderada escola biblica dominicalAula 11 vivendo de forma moderada escola biblica dominical
Aula 11 vivendo de forma moderada escola biblica dominical
 
aula 10 mansidão torna o crente apto para evitar pelejas
aula 10 mansidão torna o crente apto para evitar pelejasaula 10 mansidão torna o crente apto para evitar pelejas
aula 10 mansidão torna o crente apto para evitar pelejas
 
Lição 08° a bondade que confere a vida
Lição 08°   a bondade que confere a vida Lição 08°   a bondade que confere a vida
Lição 08° a bondade que confere a vida
 
Lição 07 - Benignidade Um escudo Protetor contra as Porfias tangua
 Lição 07 - Benignidade Um escudo Protetor contra as Porfias tangua Lição 07 - Benignidade Um escudo Protetor contra as Porfias tangua
Lição 07 - Benignidade Um escudo Protetor contra as Porfias tangua
 
Liçao 7 JOSÉ: FÉ EM MEIO ÀS INJUSTIÇAS
Liçao 7 JOSÉ: FÉ EM MEIO ÀS INJUSTIÇASLiçao 7 JOSÉ: FÉ EM MEIO ÀS INJUSTIÇAS
Liçao 7 JOSÉ: FÉ EM MEIO ÀS INJUSTIÇAS
 
Lição 4 A provisão de Deus no monte do sacrifício
Lição 4   A  provisão de Deus no monte do sacrifícioLição 4   A  provisão de Deus no monte do sacrifício
Lição 4 A provisão de Deus no monte do sacrifício
 
Liçao 2 A PROVISÃO DE DEUS EM TEMPOS DIFÍCEIS
Liçao 2 A PROVISÃO DE DEUS EM TEMPOS DIFÍCEIS Liçao 2 A PROVISÃO DE DEUS EM TEMPOS DIFÍCEIS
Liçao 2 A PROVISÃO DE DEUS EM TEMPOS DIFÍCEIS
 
Liçaqo 13 A EVANGELIZAÇÃO INTEGRAL NESTA ÚLTIMA HORA
Liçaqo 13  A EVANGELIZAÇÃO INTEGRAL NESTA ÚLTIMA HORA Liçaqo 13  A EVANGELIZAÇÃO INTEGRAL NESTA ÚLTIMA HORA
Liçaqo 13 A EVANGELIZAÇÃO INTEGRAL NESTA ÚLTIMA HORA
 
O poder da evangelizao na familia
O poder da evangelizao na familiaO poder da evangelizao na familia
O poder da evangelizao na familia
 
Lição 10 deveres civis morais e espirituais
Lição 10 deveres civis morais e espirituaisLição 10 deveres civis morais e espirituais
Lição 10 deveres civis morais e espirituais
 
lição 4 A tentação de Jesus
lição 4  A tentação de Jesuslição 4  A tentação de Jesus
lição 4 A tentação de Jesus
 
lição 4 A tentação de Jesus
lição 4 A tentação de Jesuslição 4 A tentação de Jesus
lição 4 A tentação de Jesus
 
licao 3 A infancia de jesus
licao 3  A infancia de jesus licao 3  A infancia de jesus
licao 3 A infancia de jesus
 
lição 2- O nascimento de jesus
lição 2- O nascimento de jesus lição 2- O nascimento de jesus
lição 2- O nascimento de jesus
 

Último

Prática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGISPrática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGISVitor Vieira Vasconcelos
 
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdfMapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdfangelicass1
 
Dança Contemporânea na arte da dança primeira parte
Dança Contemporânea na arte da dança primeira parteDança Contemporânea na arte da dança primeira parte
Dança Contemporânea na arte da dança primeira partecoletivoddois
 
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxDeyvidBriel
 
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecasMesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecasRicardo Diniz campos
 
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosBingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosAntnyoAllysson
 
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdfPLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdfProfGleide
 
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024GleyceMoreiraXWeslle
 
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNASQUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNASEdinardo Aguiar
 
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxQUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxIsabellaGomes58
 
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 anoAdelmaTorres2
 
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdfO guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdfErasmo Portavoz
 
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoGametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoCelianeOliveira8
 
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfDIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfIedaGoethe
 
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileirosMary Alvarenga
 
PPT _ Módulo 3_Direito Comercial_2023_2024.pdf
PPT _ Módulo 3_Direito Comercial_2023_2024.pdfPPT _ Módulo 3_Direito Comercial_2023_2024.pdf
PPT _ Módulo 3_Direito Comercial_2023_2024.pdfAnaGonalves804156
 
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.HildegardeAngel
 

Último (20)

Prática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGISPrática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
 
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdfMapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
 
Dança Contemporânea na arte da dança primeira parte
Dança Contemporânea na arte da dança primeira parteDança Contemporânea na arte da dança primeira parte
Dança Contemporânea na arte da dança primeira parte
 
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
 
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
treinamento brigada incendio 2024 no.ppt
treinamento brigada incendio 2024 no.ppttreinamento brigada incendio 2024 no.ppt
treinamento brigada incendio 2024 no.ppt
 
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecasMesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
 
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosBingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
 
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdfPLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdf
 
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
 
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNASQUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
 
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxQUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
 
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
 
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdfO guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
 
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoGametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
 
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfDIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
 
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
 
PPT _ Módulo 3_Direito Comercial_2023_2024.pdf
PPT _ Módulo 3_Direito Comercial_2023_2024.pdfPPT _ Módulo 3_Direito Comercial_2023_2024.pdf
PPT _ Módulo 3_Direito Comercial_2023_2024.pdf
 
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
 

A fé de Abraão que o fez vencer os obstáculos

  • 1.
  • 2.
  • 3.
  • 4. 1 - Ora, o SENHOR disse a Abrão: Sai-te da tua terra, e da tua parentela, e da casa de teu pai, para a terra que eu te mostrarei. 2 - E far-te-ei uma grande nação, e abençoar-te-ei, e engrandecerei o teu nome, e tu serás uma bênção. 3 - E abençoarei os que te abençoarem e amaldiçoarei os que te amaldiçoarem; e em ti serão benditas todas as famílias da terra. 4 - Assim, partiu Abrão, como o SENHOR lhe tinha dito, e foi Ló com ele; e era Abrão da idade de setenta e cinco anos, quando saiu de Harã. 5 - E tomou Abrão a Sarai, sua mulher, e a Ló, filho de seu irmão, e toda a sua fazenda, que haviam adquirido, e as almas que lhe acresceram em Harã; e saíram para irem à terra de Canaã; e vieram à terra de Canaã.
  • 5. 6 - E passou Abrão por aquela terra até ao lugar de Siquém, até ao carvalho de Moré; e estavam, então, os cananeus na terra. 7 - E apareceu o SENHOR a Abrão e disse: À tua semente darei esta terra. E edificou ali um altar ao SENHOR, que lhe aparecera. 8 - E moveu-se dali para a montanha à banda do oriente de Betel e armou a sua tenda, tendo Betel ao ocidente e Ai ao oriente; e edificou ali um altar ao SENHOR e invocou o nome do SENHOR. 9 - Depois, caminhou Abrão dali, seguindo ainda para a banda do Sul. 10 - E havia fome naquela terra; e desceu Abrão ao Egito, para peregrinar ali, porquanto a fome era grande na terra.
  • 6. Ressaltar que a fé de Abraão o fez vencer os obstáculos.
  • 7. 1. Mostrar como se deu a chamada de Deus na vida de Abraão; 2. Compreender como se deu a provisão de Deus na vida de Abraão; 3. Explicar as promessas de Deus na vida de Abraão.
  • 8. Deus escolheu e chamou Abraão quando ele ainda vivia em Ur dos Caldeus. Abraão pertencia a uma família pagã. Porém, ele acreditou em Deus de todo o coração. Decidiu obedecê-lo, tornando-se o pai de uma importante nação, Israel. Por intermédio de Israel, todas as nações da terra seriam abençoadas e restauradas. Deus tinha um plano perfeito para a vida de Abraão e para a humanidade. Abraão saiu da sua terra e do meio da sua parentela para um lugar que ele não conhecia. É preciso fé para obedecer a Deus e cumprir toda sua vontade.
  • 9. 1. Um projeto divino. Deus tinha um projeto para resgatar o homem pecador. Abraão fazia parte desse projeto. Nada do que acontece na terra é surpresa para Deus. Ele tudo sabe e tudo vê. O Senhor não foi pego de surpresa quando Adão pecou.
  • 10. 1. Um projeto divino. Abraão fazia parte de um projeto divino de salvação. A partir dele surgiria uma família que se tornaria um povo especial do qual, no tempo próprio, sairia o Salvador do mundo, Jesus Cristo. Abraão foi desafiado a crer e obedecer, embora não conhecesse todo o projeto que Deus tinha para sua vida. Porém, o Senhor estava à frente desse projeto.
  • 11. Abraão deveria apenas acreditar no plano divino e obedecer, tendo a certeza de que nada lhe faltaria em sua jornada de fé. Segundo Lawrence Richards, "o exame à vida de Abraão nos dá ideias que podem transformar a nossa própria caminhada com Deus".
  • 12. 3- Um projeto para abençoar as nações. Ao escolher Abraão, Deus não queria trazer favores e privilégio apenas a ele e sua descendência. O projeto do Senhor era imenso e alcançava todas as nações da terra (Gn 12.3).
  • 13. 1- Abraão sai da sua terra (Gn 12.4-8). Abraão saiu da sua terra, Ur dos Caldeus e foi para Harã. Ele deveria ter saído apenas com sua mulher, Sarai, mas acabou levando seu pai e seu sobrinho, Ló. Os primeiros passos de Abraão revelam tanto fraqueza pessoal, como um caráter forte e determinado. Abraão não era perfeito, assim como nós, porém confiava que Deus estaria com ele em sua caminhada.
  • 14. Também tinha plena certeza na provisão divina. Por isso, não hesitou em levar seu pai e seu sobrinho. Depois da morte de seu pai, Tera, em Harã, Abraão ouve a voz de Deus e vai para Siquém, na terra de Canaã.
  • 15. 1- Abraão sai da sua terra (Gn 12.4-8) Deus reafirmou suas promessas e lhe mostrou toda a terra dos cananeus como a terra prometida para ele e seus descendentes. Nesta terra "de leite e mel" não lhe faltou oposição. As promessas de Deus não são garantia de que não enfrentaremos crises, dificuldades e oposição.
  • 16. Em Siquém, Deus lhe apareceu e reafirmou suas promessas. Abraão precisava de forças para prosseguir. Ele saiu de Siquém e foi para Betel (Gn 12.8). Ali, edificou um altar, mostrando a sua comunhão com Deus.
  • 17. 2- Abraão enfrenta escassez em Canaã (Gn 12.9,10). Deus tinha uma promessa na vida de Abraão, mas isso não impediu que ele enfrentasse problemas e provações. A primeira provação foi ter que deixar sua terra, sua parentela e seus amigos. A segunda era a esterilidade de sua esposa e a fome na terra. O crente fiel também enfrenta crises e provações. O Senhor estava treinando seu servo.
  • 18. Devido à fome, Abraão tomou a decisão de ir para o Egito. A fartura que existia no Egito era semelhante a fartura do mundo, ilusória. No Egito, por pouco não perdeu sua esposa, pois, com medo, mentiu dizendo que Sara era sua irmã.
  • 19. 2- Abraão enfrenta escassez em Canaã (Gn 12.9,10). Em nossa jornada também somos passíveis de cometer erros. Mas não temos mais prazer no pecado. Quando erramos só nos resta uma alternativa: arrependermos e confessarmos o nosso pecado e pedir o perdão de Deus (1 Jo 1.9). Deus não desistiu de seu plano para com Abraão. O Senhor não desiste de você, ainda que tenha cometido alguns erros, como Abraão.
  • 20. 3- Abraão enfrenta a esterilidade de sua esposa. Deus havia prometido que Abraão teria uma família numerosa, porém ele já estava com quase 100 anos, e não tinha herdeiros. Esperar o tempo de Deus nem sempre é fácil. As Escrituras Sagradas afirmam que a "esperança demorada
  • 21. Quando todas as possibilidades humanas se esgotaram na vida de Abraão e Sara, Deus operou um milagre; Sara ficou grávida, e logo após Isaque nasceu. Isso nos mostra que para o nosso Deus não existe impossível. Ele é fiel.
  • 22. 1- "Far-te-ei uma grande nação e abençoar-te-ei". Deus prometeu que a família de Abraão seria numerosa. Mas para que essa promessa se cumprisse, ele precisava obedecer a Deus. Obedecer a Deus pode representar um desafio a algumas pessoas, mas quem confia obedece. A obediência e a confiança em Deus nos fazem vencer as adversidades.
  • 23. Muitos querem as promessas do Pai, mas não querem trilhar o caminho da obediência. Mas devemos nos lembrar de que a desobediência é pecado e nos impede de recebermos as bênçãos divinas.
  • 24. 1- "Far-te-ei uma grande nação e abençoar-te-ei" Abraão teve uma vida longa e também foi abençoado com riquezas (Gn 13.2). Mas, a maior bênção na vida de Abraão foi ele ter experimentado um relacionamento íntimo com Deus. Abraão conhecia ao Senhor a ponto de ter sido chamado amigo de Deus. Não há nada melhor do que uma vida de comunhão e intimidade com Deus.
  • 25. 2- "Engrandecerei o teu nome". O nome do patriarca Abraão é reverenciado no judaísmo, cristianismo e islamismo. Dele descendem dois povos: árabes e judeus. O Senhor é fiel e cumpriu com a sua promessa. Se Deus prometeu algo a você, não importa o quanto tenha que esperar, Ele vai cumprir.
  • 26. Vivemos em uma sociedade imediatista, onde as pessoas acham que esperar é perder tempo. Mas na vida espiritual, tudo acontece no tempo de Deus. Abraão confiou, obedeceu e foi honrado pelo Senhor.
  • 27. Abraão era um homem de fé. Ele trocou a glória passageira desse mundo para ter um relacionamento pessoal com Deus. Sua fé não impediu de enfrentar provações e crises. Todavia, ele continuou olhando para o céu, contando as estrelas e crendo no milagre de Deus e na sua provisão para todas as áreas da sua vida. A fé nos faz vencer as crises e esperar confiantes nas promessas do Pai.
  • 28. 1. Qual era a cidade natal de Abraão? 2. Quem Abraão levou em sua jornada de fé? 3. Qual foi a atitude errada de Abraão ao entrar no Egito? 4. Quais são as promessas de Deus a Abraão estudadas na lição? 5. Qual era o projeto de Deus ao chamar Abraão? 1- Ur dos Caldeus. 2- Seu pai, sua esposa e seu sobrinho Ló. 3- Ele mentiu dizendo que Sara era sua irmã. 4-"Far-te-ei uma grande nação e abençoar-te-ei;" "engrandecerei o teu nome" e "em ti serão benditas todas as famílias da terra". 5- Era fazer da descendência de Abraão um povo separado, e da semente dele enviar a Jesus Cristo, para salvar todas as famílias da Terra.