SlideShare uma empresa Scribd logo
Gênesis 13. 7-18
7 - E houve contenda entre os pastores do gado de Abrão e os
pastores do gado de Ló; e os cananeus e os ferezeus
habitavam, então, na terra.
8 - E disse Abrão a Ló: Ora, não haja contenda entre mim e ti e
entre os meus pastores e os teus pastores, porque irmãos
somos.
9 - Não está toda a terra diante de ti? Eia, pois, aparta-te de
mim; se escolheres a esquerda, irei para a direita; e, se a
direita escolheres, eu irei para a esquerda.
10 - E levantou Ló os seus olhos e viu toda a campina do
Jordão, que era toda bem-regada, antes de o SENHOR ter
destruído Sodoma e Gomorra, e era como o jardim do SENHOR,
como a terra do Egito, quando se entra em Zoar.
11 - Então, Ló escolheu para si toda a campina do Jordão e
partiu Ló para o Oriente; e apartaram-se um do outro.
Gênesis 13. 7-18
12 - Habitou Abrão na terra de Canaã, e Ló habitou nas cidades
da campina e armou as suas tendas até Sodoma.
13 - Ora, eram maus os varões de Sodoma e grandes pecadores
contra o SENHOR.
14 - E disse o SENHOR a Abrão, depois que Ló se apartou dele:
Levanta, agora, os teus olhos e olha desde o lugar onde estás,
para a banda do norte, e do sul, e do oriente, e do ocidente;
15 - porque toda esta terra que vês te hei de dar a ti e à tua
semente, para sempre.
16 - E farei a tua semente como o pó da terra; de maneira que,
se alguém puder contar o pó da terra, também a tua semente
será contada.
17 - Levanta-te, percorre essa terra, no seu comprimento e na
sua largura; porque a ti a darei.
18 - E Abrão armou as suas tendas, e veio, e habitou nos
carvalhais de Manre, que estão junto a Hebrom; e edificou ali
um altar ao SENHOR.
Mostrar que as escolhas
precipitadas podem gerar
crises em nossa vida.
Deus chamou Abraão enquanto ele vivia em Ur dos
Caldeus. O Senhor prometeu ao patriarca que sua
descendência seria grande. Abraão pela fé partiu rumo à
terra Prometida. Talvez ele devesse partir sozinho, mas
levou seu pai e o seu sobrinho, Ló. Estes o
acompanharam levando mulheres, filhos, servos, servas,
gado e tudo quanto podiam carregar. Durante um bom
tempo, Abraão e Ló caminharam juntos e unidos. Porém,
as confusões e as brigas começaram a surgir entre os
servos de Abraão e Ló. Na lição de hoje, veremos a
discussão que levou Abraão a se separar do seu
sobrinho Ló. Veremos também que o sobrinho de
Abraão, Ló, em um gesto precipitado, tomou uma
Deus fez de Abraão um homem
próspero. Sua riqueza era
resultado da sua obediência e
confiança em Deus. Se Abraão
não tivesse deixado Ur,
obedecendo à voz divina,
certamente não teria
experimentado a provisão e a
prosperidade do Senhor. A
obediência a Deus nos faz
prosperar. É importante ressaltar
que o servo do Senhor não era
um viajante solitário. Ele era o
líder de um grande clã. Possuía
muitos recursos e servos e
servas.
1. A prosperidade de Abraão.
Abraão deixou sua terra e sua parentela porque decidiu obedecer ao
chamado de Deus. Embora não tivesse noção de para onde iria, decidiu
confiar em Deus. Muitos estão enfrentando crises porque tomaram
decisões sem consultar ao Senhor.
2. Abraão fez a escolha certa.
Outros estão enfrentando
dificuldades financeiras e
familiares por desobediência a
Deus. Contudo, é importante
ressaltar que nem sempre as
crises que enfrentamos são
resultados da desobediência ou de
escolhas precipitadas. Jó era um
homem íntegro, obediente, porém
experimentou terríveis crises em
sua vida (Jó 1.1). Ele perdeu seus
bens, seus filhos, sua saúde. Suas
crises não foram resultado de
decisões precipitadas.
2. Abraão fez a escolha certa.
Abraão também enfrentou algumas crises em sua vida. Porém, manteve sua
fé em Deus. Ele não permitiu que as adversidades da vida matassem a
semente da promessa que havia sido plantada em seu coração. Na vida,
enfrentamos adversidades, contudo a nossa fé nos faz ter esperança e
vencer os obstáculos.
3. Abraão passa pelo Egito.
Abraão teve que descer ao
Egito devido à fome, mas
depois retornou com
muitos bens
(Gn 13.2).O Senhor fez
Abraão prosperar mesmo
estando no Egito. Ele
ainda não estava na terra
da promessa. Isso nos
mostra que não importa o
lugar em que estamos, o
Senhor nos faz prosperar.
A nossa prosperidade vem
do Senhor.
3. Abraão passa pelo Egito.
Ao deixar o Egito, Abraão seguiu com sua família para o norte. Ele acampou
próximo a Betel e ali encontrou o altar que havia construído para o Senhor (Gn
13.3,4).Naquele lugar, Abraão invocou o nome do Altíssimo, pois era um
homem grato a Deus. A ingratidão nos impede de ver as maravilhas de Deus.
1. Briga entre os pastores de Abraão e Ló.
Tanto Abraão como Ló haviam
prosperado, possuindo servos,
ovelhas e gado. Mas aquela
prosperidade gerou uma crise
entre o tio e o sobrinho, pois
não havia mais espaço
suficiente na terra para ambos.
Faltava água e pastagem para
tantos animais, e em pouco
tempo, os pastores de Abraão
e Ló começaram a brigar. A
contenda estava instalada na
família, e era preciso tomar
uma decisão.
1. Briga entre os pastores de Abraão e Ló.
O patriarca logo tentou resolver a situação conflituosa. Ele não adiou o
problema, mas chamou seu sobrinho para uma conversa. Abraão mostrou
querer uma solução pacífica para a situação ao sugerir que cada um deveria
escolher o próprio caminho.
2. A decisão de Abraão.
Abraão, em um gesto de bondade e
mansidão, fez a seguinte proposta
ao sobrinho: "Não está toda a terra
diante de ti? Eia, pois, aparta-te de
mim; se escolheres a esquerda, irei
para a direita; e, se a direita
escolheres, eu irei para a esquerda"
(Gn 13.9). Parece que Ló não
pensou muito. De forma precipitada,
fez a sua escolha optando por
aquilo que parecia ser melhor aos
seus olhos
(Gn 13.10). Ele não buscou a Deus
para tomar a decisão. Também não
honrou seu tio deixando que ele
escolhesse primeiro.
3. A escolha precipitada de Ló.
Ló foi seduzido pela
aparência do lugar. Essa
história nos deve servir de
exemplo: Não tome decisões
ou faça escolhas sem
consultar ao Senhor. Não
julgue as pessoas pela
aparência. Parecia que Ló
havia ficado com a melhor
parte, mas ele não podia ver
o coração perverso dos
habitantes daquele lugar. O
homem vê somente o
exterior, mas Deus conhece
o interior das pessoas.
3. A escolha precipitada de Ló.
Ló também foi abençoado e se
tornou um homem próspero.
Certamente possuía muitos
servos, servas e um grande
rebanho. A separação entre Ló e
Abraão era algo inevitável,
porém a forma como se deu não
foi das melhores. Tudo indica
que Ló ficou deslumbrado com a
fertilidade da terra, tomando uma
decisão precipitada e não
honrando seu tio. Não se deixe
enganar pela beleza das coisas
desse mundo passageiro. Não
abra mão daquilo que é eterno.
1. Ló e suas riquezas.
A terra que Ló havia escolhido
era boa, mas seus vizinhos não
eram. Não demorou muito e Ló
teve que enfrentar uma grande
crise, uma guerra. Decisões
precipitadas podem nos fazer
viver tempos conturbados.
Quatro reis decidiram atacar
Sodoma e Gomorra (Gn 14.8).
Ló foi levado cativo e todos os
seus bens e alimentos foram
tomados como espólio de guerra.
Ele agora era um prisioneiro e
todos os seus bens foram
perdidos.
2. A guerra dos reis.
Quando a notícia de que Ló estava
cativo chegou até Abraão, ele
imediatamente partiu para ajudar o
sobrinho. Abraão poderia ter se
negado a ajudar Ló, pois ele mesmo
tinha escolhido aquelas terras. Mas o
amigo de Deus não tinha um
coração rancoroso, vingativo. Ele
reuniu seus criados, formando um
pequeno exército, perseguiu o
inimigo, o alcançou e o derrotou,
libertando seu sobrinho e
recuperando os seus bens. Tudo que
pertencia a Ló foi recuperado (Gn
14.16)
3. Abraão socorre Ló.
Embora Ló tivesse tomado uma decisão errada, o Senhor não permitiu que
seus bens e sua família ficassem na mão do inimigo. Mais tarde, a cidade de
Sodoma foi destruída pelo fogo do julgamento divino, e Ló perdeu o que
tinha.
3. Abraão socorre Ló.
Escolhas precipitadas, feitas somente pela aparência, podem
causar muitos males. Antes de tomar qualquer decisão, ore ao
Senhor. Peça o seu conselho, pois Ele conhece o coração do
homem e sabe aquilo que é realmente melhor para nós.
1. A prosperidade de Abraão era resultado de quê?
2. Por que Abraão teve que descer ao Egito?
3. Por que Abraão e Ló tiveram que se separar?
4. Ló foi sábio em sua escolha ou ele foi precipitado?
5. O que Abraão fez quando soube que Ló havia sido
capturado e levado cativo?
1 - De sua riqueza, obediência e confiança em Deus.
2 - Devido a uma grave crise de alimentos.
3 - Porque não havia mais espaço suficiente na terra para
ambos. Faltava água e pastagem para tantos animais.
4 - Ló foi precipitado em sua escolha. Ele não honrou o
seu tio como patriarca e não consultou ao Senhor.
5 - Ele imediatamente partiu para ajudar o sobrinho.
Lição 5   as consequências das escolhas precipitadas
Lição 5   as consequências das escolhas precipitadas

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Romanos 2
Romanos   2Romanos   2
Romanos 2
Joel Silva
 
41. O Profeta Habacuque
41. O Profeta Habacuque41. O Profeta Habacuque
41. O Profeta Habacuque
Igreja Presbiteriana de Dourados
 
Lição 4 - Isaque, um Caráter Pacífico
Lição 4 - Isaque, um Caráter PacíficoLição 4 - Isaque, um Caráter Pacífico
Lição 4 - Isaque, um Caráter Pacífico
Éder Tomé
 
20º AULA - A BATALHA DO ARMAGEDOM
20º AULA - A BATALHA DO ARMAGEDOM20º AULA - A BATALHA DO ARMAGEDOM
20º AULA - A BATALHA DO ARMAGEDOM
RODRIGO FERREIRA
 
Estudo biblico 22
Estudo biblico 22Estudo biblico 22
Estudo biblico 22
Edilson Jose Barbosa Barbosa
 
Abraão a esperança do pai da fé
Abraão a esperança do pai da féAbraão a esperança do pai da fé
Abraão a esperança do pai da fé
Márcio Martins
 
Deus (teontologia)
Deus (teontologia)Deus (teontologia)
Deus (teontologia)
Rovanildo Vieira Soares
 
Lição 18 Apostasia da Fé
Lição 18   Apostasia da FéLição 18   Apostasia da Fé
Lição 18 Apostasia da Fé
Wander Sousa
 
38. O Profeta Jonas
38. O Profeta Jonas38. O Profeta Jonas
EBD CPAD LIÇÕES BÍBLICAS 1° TRIMESTRE 2016 Lição 11 O juizo final.
EBD CPAD LIÇÕES BÍBLICAS 1° TRIMESTRE 2016 Lição 11 O juizo final.EBD CPAD LIÇÕES BÍBLICAS 1° TRIMESTRE 2016 Lição 11 O juizo final.
EBD CPAD LIÇÕES BÍBLICAS 1° TRIMESTRE 2016 Lição 11 O juizo final.
GIDEONE Moura Santos Ferreira
 
21º AUA - A PREPARAÇÃO PARA O MILÊNIO
21º AUA - A PREPARAÇÃO PARA O MILÊNIO21º AUA - A PREPARAÇÃO PARA O MILÊNIO
21º AUA - A PREPARAÇÃO PARA O MILÊNIO
RODRIGO FERREIRA
 
Esboço: Primícias
Esboço: PrimíciasEsboço: Primícias
Esboço: Primícias
Márcio Batista
 
DECRETO DOMINICAL A VISTA
DECRETO DOMINICAL A VISTADECRETO DOMINICAL A VISTA
DECRETO DOMINICAL A VISTA
Eduardo Sousa Gomes
 
estudo biblico
estudo biblicoestudo biblico
estudo biblico
valmarques
 
33. O profeta Daniel
33. O profeta Daniel33. O profeta Daniel
33. O profeta Daniel
Igreja Presbiteriana de Dourados
 
Esperando a volta de jesus
Esperando a volta de jesusEsperando a volta de jesus
Esperando a volta de jesus
Márcio Martins
 
hamartiologia - Doutrina do pecado.
hamartiologia - Doutrina do pecado.hamartiologia - Doutrina do pecado.
hamartiologia - Doutrina do pecado.
RODRIGO FERREIRA
 
Apocalipse 4
Apocalipse 4Apocalipse 4
Apocalipse 4
Luciano Martins
 
Soteriologia - Doutrina da Salvação
Soteriologia - Doutrina da SalvaçãoSoteriologia - Doutrina da Salvação
Soteriologia - Doutrina da Salvação
RODRIGO FERREIRA
 
Lição 5 - Jacó, um exemplo de um caráter restaurado
Lição 5 - Jacó, um exemplo de um caráter restauradoLição 5 - Jacó, um exemplo de um caráter restaurado
Lição 5 - Jacó, um exemplo de um caráter restaurado
Erberson Pinheiro
 

Mais procurados (20)

Romanos 2
Romanos   2Romanos   2
Romanos 2
 
41. O Profeta Habacuque
41. O Profeta Habacuque41. O Profeta Habacuque
41. O Profeta Habacuque
 
Lição 4 - Isaque, um Caráter Pacífico
Lição 4 - Isaque, um Caráter PacíficoLição 4 - Isaque, um Caráter Pacífico
Lição 4 - Isaque, um Caráter Pacífico
 
20º AULA - A BATALHA DO ARMAGEDOM
20º AULA - A BATALHA DO ARMAGEDOM20º AULA - A BATALHA DO ARMAGEDOM
20º AULA - A BATALHA DO ARMAGEDOM
 
Estudo biblico 22
Estudo biblico 22Estudo biblico 22
Estudo biblico 22
 
Abraão a esperança do pai da fé
Abraão a esperança do pai da féAbraão a esperança do pai da fé
Abraão a esperança do pai da fé
 
Deus (teontologia)
Deus (teontologia)Deus (teontologia)
Deus (teontologia)
 
Lição 18 Apostasia da Fé
Lição 18   Apostasia da FéLição 18   Apostasia da Fé
Lição 18 Apostasia da Fé
 
38. O Profeta Jonas
38. O Profeta Jonas38. O Profeta Jonas
38. O Profeta Jonas
 
EBD CPAD LIÇÕES BÍBLICAS 1° TRIMESTRE 2016 Lição 11 O juizo final.
EBD CPAD LIÇÕES BÍBLICAS 1° TRIMESTRE 2016 Lição 11 O juizo final.EBD CPAD LIÇÕES BÍBLICAS 1° TRIMESTRE 2016 Lição 11 O juizo final.
EBD CPAD LIÇÕES BÍBLICAS 1° TRIMESTRE 2016 Lição 11 O juizo final.
 
21º AUA - A PREPARAÇÃO PARA O MILÊNIO
21º AUA - A PREPARAÇÃO PARA O MILÊNIO21º AUA - A PREPARAÇÃO PARA O MILÊNIO
21º AUA - A PREPARAÇÃO PARA O MILÊNIO
 
Esboço: Primícias
Esboço: PrimíciasEsboço: Primícias
Esboço: Primícias
 
DECRETO DOMINICAL A VISTA
DECRETO DOMINICAL A VISTADECRETO DOMINICAL A VISTA
DECRETO DOMINICAL A VISTA
 
estudo biblico
estudo biblicoestudo biblico
estudo biblico
 
33. O profeta Daniel
33. O profeta Daniel33. O profeta Daniel
33. O profeta Daniel
 
Esperando a volta de jesus
Esperando a volta de jesusEsperando a volta de jesus
Esperando a volta de jesus
 
hamartiologia - Doutrina do pecado.
hamartiologia - Doutrina do pecado.hamartiologia - Doutrina do pecado.
hamartiologia - Doutrina do pecado.
 
Apocalipse 4
Apocalipse 4Apocalipse 4
Apocalipse 4
 
Soteriologia - Doutrina da Salvação
Soteriologia - Doutrina da SalvaçãoSoteriologia - Doutrina da Salvação
Soteriologia - Doutrina da Salvação
 
Lição 5 - Jacó, um exemplo de um caráter restaurado
Lição 5 - Jacó, um exemplo de um caráter restauradoLição 5 - Jacó, um exemplo de um caráter restaurado
Lição 5 - Jacó, um exemplo de um caráter restaurado
 

Destaque

Lição 31 As consequências das escolhas precipitadas
Lição 31   As consequências das escolhas precipitadasLição 31   As consequências das escolhas precipitadas
Lição 31 As consequências das escolhas precipitadas
Wander Sousa
 
Aprendendo a tomar decisões 02.
Aprendendo a tomar decisões 02.Aprendendo a tomar decisões 02.
Aprendendo a tomar decisões 02.
Thyelisom Marques
 
Passos de fé 08.11.2011
Passos de fé   08.11.2011Passos de fé   08.11.2011
Passos de fé 08.11.2011
CIAMINHAUMA
 
O líder e suas responsabilidades nas decisões
O líder e suas responsabilidades nas decisõesO líder e suas responsabilidades nas decisões
O líder e suas responsabilidades nas decisões
Valdivino Gomes Lima
 
Decisões
 Decisões Decisões
Decisões
Ana Bela
 
As consequencias das escolhas precipitadas
As consequencias das escolhas precipitadasAs consequencias das escolhas precipitadas
As consequencias das escolhas precipitadas
Pastor Juscelino Freitas
 
DEZ TESTES DE CARÁTER
DEZ TESTES DE CARÁTERDEZ TESTES DE CARÁTER
Tempo de tomar decisões!
Tempo de tomar  decisões!Tempo de tomar  decisões!
Tempo de tomar decisões!
RAMO ESTENDIDO
 
LIÇÃO 05 - AS CONSEQUÊNCIAS DAS ESCOLHAS PRECIPITADAS
LIÇÃO 05 - AS CONSEQUÊNCIAS DAS ESCOLHAS PRECIPITADASLIÇÃO 05 - AS CONSEQUÊNCIAS DAS ESCOLHAS PRECIPITADAS
LIÇÃO 05 - AS CONSEQUÊNCIAS DAS ESCOLHAS PRECIPITADAS
Lourinaldo Serafim
 
Unção da prosperidade
Unção da prosperidadeUnção da prosperidade
Unção da prosperidade
Ricardo Revoredo
 
Lição 5 - As Consequências das Escolhas Precipitadas
Lição 5 - As Consequências das Escolhas PrecipitadasLição 5 - As Consequências das Escolhas Precipitadas
Lição 5 - As Consequências das Escolhas Precipitadas
Regio Davis
 
E.b.d adultos 4ºtrimestre 2016 lição 05
E.b.d   adultos 4ºtrimestre 2016 lição 05E.b.d   adultos 4ºtrimestre 2016 lição 05
E.b.d adultos 4ºtrimestre 2016 lição 05
Joel Silva
 
Ebf 2013 lição-05_-_daniel_e_os_tres_amigos (2)
Ebf 2013 lição-05_-_daniel_e_os_tres_amigos (2)Ebf 2013 lição-05_-_daniel_e_os_tres_amigos (2)
Ebf 2013 lição-05_-_daniel_e_os_tres_amigos (2)
vieirajoaquim1963
 
Ebf 2013 li+º+úo 01 - no+¬ e a arca
Ebf 2013 li+º+úo 01 - no+¬ e a arcaEbf 2013 li+º+úo 01 - no+¬ e a arca
Ebf 2013 li+º+úo 01 - no+¬ e a arca
vieirajoaquim1963
 
Ebf 2013 li+º+úo 04 - rute e noemi
Ebf 2013 li+º+úo 04 - rute e noemiEbf 2013 li+º+úo 04 - rute e noemi
Ebf 2013 li+º+úo 04 - rute e noemi
vieirajoaquim1963
 
Ebd 4°trimestre 2016 aula 5 As consequências das escolhas precipitadas.
Ebd 4°trimestre 2016 aula 5 As consequências das escolhas precipitadas.Ebd 4°trimestre 2016 aula 5 As consequências das escolhas precipitadas.
Ebd 4°trimestre 2016 aula 5 As consequências das escolhas precipitadas.
GIDEONE Moura Santos Ferreira
 
EBD CPAD Lições bíblicas 4° trimestre 2015 lição 12 Isaque,o sorriso de uma p...
EBD CPAD Lições bíblicas 4° trimestre 2015 lição 12 Isaque,o sorriso de uma p...EBD CPAD Lições bíblicas 4° trimestre 2015 lição 12 Isaque,o sorriso de uma p...
EBD CPAD Lições bíblicas 4° trimestre 2015 lição 12 Isaque,o sorriso de uma p...
GIDEONE Moura Santos Ferreira
 
Escola bíblica o poder da decisão pptx
Escola bíblica o poder da decisão pptxEscola bíblica o poder da decisão pptx
Escola bíblica o poder da decisão pptx
Leandro Sales
 
LIÇÃO 10 - MANSIDÃO: TORNA O CRENTE APTO PARA EVITAR PELEJAS
LIÇÃO 10 - MANSIDÃO: TORNA O CRENTE APTO PARA EVITAR PELEJASLIÇÃO 10 - MANSIDÃO: TORNA O CRENTE APTO PARA EVITAR PELEJAS
LIÇÃO 10 - MANSIDÃO: TORNA O CRENTE APTO PARA EVITAR PELEJAS
Polícia Militar do Estado do Tocantins
 

Destaque (19)

Lição 31 As consequências das escolhas precipitadas
Lição 31   As consequências das escolhas precipitadasLição 31   As consequências das escolhas precipitadas
Lição 31 As consequências das escolhas precipitadas
 
Aprendendo a tomar decisões 02.
Aprendendo a tomar decisões 02.Aprendendo a tomar decisões 02.
Aprendendo a tomar decisões 02.
 
Passos de fé 08.11.2011
Passos de fé   08.11.2011Passos de fé   08.11.2011
Passos de fé 08.11.2011
 
O líder e suas responsabilidades nas decisões
O líder e suas responsabilidades nas decisõesO líder e suas responsabilidades nas decisões
O líder e suas responsabilidades nas decisões
 
Decisões
 Decisões Decisões
Decisões
 
As consequencias das escolhas precipitadas
As consequencias das escolhas precipitadasAs consequencias das escolhas precipitadas
As consequencias das escolhas precipitadas
 
DEZ TESTES DE CARÁTER
DEZ TESTES DE CARÁTERDEZ TESTES DE CARÁTER
DEZ TESTES DE CARÁTER
 
Tempo de tomar decisões!
Tempo de tomar  decisões!Tempo de tomar  decisões!
Tempo de tomar decisões!
 
LIÇÃO 05 - AS CONSEQUÊNCIAS DAS ESCOLHAS PRECIPITADAS
LIÇÃO 05 - AS CONSEQUÊNCIAS DAS ESCOLHAS PRECIPITADASLIÇÃO 05 - AS CONSEQUÊNCIAS DAS ESCOLHAS PRECIPITADAS
LIÇÃO 05 - AS CONSEQUÊNCIAS DAS ESCOLHAS PRECIPITADAS
 
Unção da prosperidade
Unção da prosperidadeUnção da prosperidade
Unção da prosperidade
 
Lição 5 - As Consequências das Escolhas Precipitadas
Lição 5 - As Consequências das Escolhas PrecipitadasLição 5 - As Consequências das Escolhas Precipitadas
Lição 5 - As Consequências das Escolhas Precipitadas
 
E.b.d adultos 4ºtrimestre 2016 lição 05
E.b.d   adultos 4ºtrimestre 2016 lição 05E.b.d   adultos 4ºtrimestre 2016 lição 05
E.b.d adultos 4ºtrimestre 2016 lição 05
 
Ebf 2013 lição-05_-_daniel_e_os_tres_amigos (2)
Ebf 2013 lição-05_-_daniel_e_os_tres_amigos (2)Ebf 2013 lição-05_-_daniel_e_os_tres_amigos (2)
Ebf 2013 lição-05_-_daniel_e_os_tres_amigos (2)
 
Ebf 2013 li+º+úo 01 - no+¬ e a arca
Ebf 2013 li+º+úo 01 - no+¬ e a arcaEbf 2013 li+º+úo 01 - no+¬ e a arca
Ebf 2013 li+º+úo 01 - no+¬ e a arca
 
Ebf 2013 li+º+úo 04 - rute e noemi
Ebf 2013 li+º+úo 04 - rute e noemiEbf 2013 li+º+úo 04 - rute e noemi
Ebf 2013 li+º+úo 04 - rute e noemi
 
Ebd 4°trimestre 2016 aula 5 As consequências das escolhas precipitadas.
Ebd 4°trimestre 2016 aula 5 As consequências das escolhas precipitadas.Ebd 4°trimestre 2016 aula 5 As consequências das escolhas precipitadas.
Ebd 4°trimestre 2016 aula 5 As consequências das escolhas precipitadas.
 
EBD CPAD Lições bíblicas 4° trimestre 2015 lição 12 Isaque,o sorriso de uma p...
EBD CPAD Lições bíblicas 4° trimestre 2015 lição 12 Isaque,o sorriso de uma p...EBD CPAD Lições bíblicas 4° trimestre 2015 lição 12 Isaque,o sorriso de uma p...
EBD CPAD Lições bíblicas 4° trimestre 2015 lição 12 Isaque,o sorriso de uma p...
 
Escola bíblica o poder da decisão pptx
Escola bíblica o poder da decisão pptxEscola bíblica o poder da decisão pptx
Escola bíblica o poder da decisão pptx
 
LIÇÃO 10 - MANSIDÃO: TORNA O CRENTE APTO PARA EVITAR PELEJAS
LIÇÃO 10 - MANSIDÃO: TORNA O CRENTE APTO PARA EVITAR PELEJASLIÇÃO 10 - MANSIDÃO: TORNA O CRENTE APTO PARA EVITAR PELEJAS
LIÇÃO 10 - MANSIDÃO: TORNA O CRENTE APTO PARA EVITAR PELEJAS
 

Semelhante a Lição 5 as consequências das escolhas precipitadas

As Consequências das Escolhas Precipitadas - Lição 5 - 4º Trimestre 2016
As Consequências das Escolhas Precipitadas - Lição 5 - 4º Trimestre 2016As Consequências das Escolhas Precipitadas - Lição 5 - 4º Trimestre 2016
As Consequências das Escolhas Precipitadas - Lição 5 - 4º Trimestre 2016
Pr. Andre Luiz
 
As Consequências das Escolhas Precipitadas
As Consequências das Escolhas PrecipitadasAs Consequências das Escolhas Precipitadas
As Consequências das Escolhas Precipitadas
Márcio Martins
 
2016 4º trimestre adultos lição 05.pptx
2016 4º trimestre adultos lição 05.pptx2016 4º trimestre adultos lição 05.pptx
2016 4º trimestre adultos lição 05.pptx
Joel Silva
 
LIÇÃO 3 - ABRAÃO, A ESPERANÇA DO PAI DA FÉ
LIÇÃO 3 - ABRAÃO, A ESPERANÇA DO PAI DA FÉLIÇÃO 3 - ABRAÃO, A ESPERANÇA DO PAI DA FÉ
LIÇÃO 3 - ABRAÃO, A ESPERANÇA DO PAI DA FÉ
Andrew Guimarães
 
liçao 3 Abraão, a esperança do pai da fé
 liçao 3  Abraão, a esperança do pai da fé liçao 3  Abraão, a esperança do pai da fé
liçao 3 Abraão, a esperança do pai da fé
antonio vieira
 
Ebd aula 3 4°trimestre 2016 Abraão,a esperança do Pai da fé.
Ebd aula 3  4°trimestre 2016 Abraão,a esperança do Pai da fé.Ebd aula 3  4°trimestre 2016 Abraão,a esperança do Pai da fé.
Ebd aula 3 4°trimestre 2016 Abraão,a esperança do Pai da fé.
GIDEONE Moura Santos Ferreira
 
2016 4º trimestre adultos lição 03.pptx
2016 4º trimestre adultos lição 03.pptx2016 4º trimestre adultos lição 03.pptx
2016 4º trimestre adultos lição 03.pptx
Joel Silva
 
E.b.d adultos 4ºtrimestre 2016 lição 03
E.b.d   adultos 4ºtrimestre 2016 lição 03E.b.d   adultos 4ºtrimestre 2016 lição 03
E.b.d adultos 4ºtrimestre 2016 lição 03
Joel Silva
 
História patriarcal
História patriarcalHistória patriarcal
História patriarcal
UEPB
 
LIÇÃO 03 - ABRAÃO, A ESPERANÇA DO PAI DA FÉ / SUBSÍDIOS / REVISTA DA CLASSE A...
LIÇÃO 03 - ABRAÃO, A ESPERANÇA DO PAI DA FÉ / SUBSÍDIOS / REVISTA DA CLASSE A...LIÇÃO 03 - ABRAÃO, A ESPERANÇA DO PAI DA FÉ / SUBSÍDIOS / REVISTA DA CLASSE A...
LIÇÃO 03 - ABRAÃO, A ESPERANÇA DO PAI DA FÉ / SUBSÍDIOS / REVISTA DA CLASSE A...
Daniel Felipe Kroth
 
Lição 3 - Abraão, a esperança do pai da fé
Lição 3 - Abraão, a esperança do pai da féLição 3 - Abraão, a esperança do pai da fé
Lição 3 - Abraão, a esperança do pai da fé
Natalino das Neves Neves
 
Abraão: o primeiro missionário_232015
Abraão: o primeiro missionário_232015Abraão: o primeiro missionário_232015
Abraão: o primeiro missionário_232015
Gerson G. Ramos
 
LIÇÃO 03 - ABRAÃO, A ESPERANÇA DO PAI DA FÉ
LIÇÃO 03 - ABRAÃO, A ESPERANÇA DO PAI DA FÉLIÇÃO 03 - ABRAÃO, A ESPERANÇA DO PAI DA FÉ
LIÇÃO 03 - ABRAÃO, A ESPERANÇA DO PAI DA FÉ
Lourinaldo Serafim
 
A fé de abraão
A fé de abraãoA fé de abraão
A fé de abraão
Pr Pedro
 
Abraao_o_amigo_de_Deus.pdf
Abraao_o_amigo_de_Deus.pdfAbraao_o_amigo_de_Deus.pdf
Abraao_o_amigo_de_Deus.pdf
leviduyu
 
Abraão o amigo de deus - vol. 3 - gordon lindsay
Abraão   o amigo de deus - vol. 3 - gordon lindsayAbraão   o amigo de deus - vol. 3 - gordon lindsay
Abraão o amigo de deus - vol. 3 - gordon lindsay
deusdetdfsoares
 
ABRAÃO, A ESPERANÇA DO PAI DA FÉ
ABRAÃO, A ESPERANÇA DO PAI DA FÉABRAÃO, A ESPERANÇA DO PAI DA FÉ
ABRAÃO, A ESPERANÇA DO PAI DA FÉ
Flavio Luz
 
Lição orig abraão: o primeiro missionário 232015
Lição orig abraão: o primeiro missionário 232015Lição orig abraão: o primeiro missionário 232015
Lição orig abraão: o primeiro missionário 232015
Gerson G. Ramos
 
Caminhando com fé
Caminhando  com  féCaminhando  com  fé
Caminhando com fé
Edilson Jose Barbosa Barbosa
 
Lição 03 - Abraão, a Esperança do Pai da Fé
Lição 03 - Abraão, a Esperança do Pai da Fé Lição 03 - Abraão, a Esperança do Pai da Fé
Lição 03 - Abraão, a Esperança do Pai da Fé
Regio Davis
 

Semelhante a Lição 5 as consequências das escolhas precipitadas (20)

As Consequências das Escolhas Precipitadas - Lição 5 - 4º Trimestre 2016
As Consequências das Escolhas Precipitadas - Lição 5 - 4º Trimestre 2016As Consequências das Escolhas Precipitadas - Lição 5 - 4º Trimestre 2016
As Consequências das Escolhas Precipitadas - Lição 5 - 4º Trimestre 2016
 
As Consequências das Escolhas Precipitadas
As Consequências das Escolhas PrecipitadasAs Consequências das Escolhas Precipitadas
As Consequências das Escolhas Precipitadas
 
2016 4º trimestre adultos lição 05.pptx
2016 4º trimestre adultos lição 05.pptx2016 4º trimestre adultos lição 05.pptx
2016 4º trimestre adultos lição 05.pptx
 
LIÇÃO 3 - ABRAÃO, A ESPERANÇA DO PAI DA FÉ
LIÇÃO 3 - ABRAÃO, A ESPERANÇA DO PAI DA FÉLIÇÃO 3 - ABRAÃO, A ESPERANÇA DO PAI DA FÉ
LIÇÃO 3 - ABRAÃO, A ESPERANÇA DO PAI DA FÉ
 
liçao 3 Abraão, a esperança do pai da fé
 liçao 3  Abraão, a esperança do pai da fé liçao 3  Abraão, a esperança do pai da fé
liçao 3 Abraão, a esperança do pai da fé
 
Ebd aula 3 4°trimestre 2016 Abraão,a esperança do Pai da fé.
Ebd aula 3  4°trimestre 2016 Abraão,a esperança do Pai da fé.Ebd aula 3  4°trimestre 2016 Abraão,a esperança do Pai da fé.
Ebd aula 3 4°trimestre 2016 Abraão,a esperança do Pai da fé.
 
2016 4º trimestre adultos lição 03.pptx
2016 4º trimestre adultos lição 03.pptx2016 4º trimestre adultos lição 03.pptx
2016 4º trimestre adultos lição 03.pptx
 
E.b.d adultos 4ºtrimestre 2016 lição 03
E.b.d   adultos 4ºtrimestre 2016 lição 03E.b.d   adultos 4ºtrimestre 2016 lição 03
E.b.d adultos 4ºtrimestre 2016 lição 03
 
História patriarcal
História patriarcalHistória patriarcal
História patriarcal
 
LIÇÃO 03 - ABRAÃO, A ESPERANÇA DO PAI DA FÉ / SUBSÍDIOS / REVISTA DA CLASSE A...
LIÇÃO 03 - ABRAÃO, A ESPERANÇA DO PAI DA FÉ / SUBSÍDIOS / REVISTA DA CLASSE A...LIÇÃO 03 - ABRAÃO, A ESPERANÇA DO PAI DA FÉ / SUBSÍDIOS / REVISTA DA CLASSE A...
LIÇÃO 03 - ABRAÃO, A ESPERANÇA DO PAI DA FÉ / SUBSÍDIOS / REVISTA DA CLASSE A...
 
Lição 3 - Abraão, a esperança do pai da fé
Lição 3 - Abraão, a esperança do pai da féLição 3 - Abraão, a esperança do pai da fé
Lição 3 - Abraão, a esperança do pai da fé
 
Abraão: o primeiro missionário_232015
Abraão: o primeiro missionário_232015Abraão: o primeiro missionário_232015
Abraão: o primeiro missionário_232015
 
LIÇÃO 03 - ABRAÃO, A ESPERANÇA DO PAI DA FÉ
LIÇÃO 03 - ABRAÃO, A ESPERANÇA DO PAI DA FÉLIÇÃO 03 - ABRAÃO, A ESPERANÇA DO PAI DA FÉ
LIÇÃO 03 - ABRAÃO, A ESPERANÇA DO PAI DA FÉ
 
A fé de abraão
A fé de abraãoA fé de abraão
A fé de abraão
 
Abraao_o_amigo_de_Deus.pdf
Abraao_o_amigo_de_Deus.pdfAbraao_o_amigo_de_Deus.pdf
Abraao_o_amigo_de_Deus.pdf
 
Abraão o amigo de deus - vol. 3 - gordon lindsay
Abraão   o amigo de deus - vol. 3 - gordon lindsayAbraão   o amigo de deus - vol. 3 - gordon lindsay
Abraão o amigo de deus - vol. 3 - gordon lindsay
 
ABRAÃO, A ESPERANÇA DO PAI DA FÉ
ABRAÃO, A ESPERANÇA DO PAI DA FÉABRAÃO, A ESPERANÇA DO PAI DA FÉ
ABRAÃO, A ESPERANÇA DO PAI DA FÉ
 
Lição orig abraão: o primeiro missionário 232015
Lição orig abraão: o primeiro missionário 232015Lição orig abraão: o primeiro missionário 232015
Lição orig abraão: o primeiro missionário 232015
 
Caminhando com fé
Caminhando  com  féCaminhando  com  fé
Caminhando com fé
 
Lição 03 - Abraão, a Esperança do Pai da Fé
Lição 03 - Abraão, a Esperança do Pai da Fé Lição 03 - Abraão, a Esperança do Pai da Fé
Lição 03 - Abraão, a Esperança do Pai da Fé
 

Mais de antonio vieira

Lição 8 - A Teologia de Zofar: O Justo não Passa por Tribulação?
Lição 8 - A Teologia de Zofar: O Justo não Passa por Tribulação?Lição 8 - A Teologia de Zofar: O Justo não Passa por Tribulação?
Lição 8 - A Teologia de Zofar: O Justo não Passa por Tribulação?
antonio vieira
 
Adao e eva
Adao e eva Adao e eva
Adao e eva
antonio vieira
 
Lição 5 a obra salvífica de jesus cristo
Lição 5  a obra salvífica de jesus cristo Lição 5  a obra salvífica de jesus cristo
Lição 5 a obra salvífica de jesus cristo
antonio vieira
 
Lição 4, salvação o amor e a misericórdia de Deus escola biblica dominical ...
Lição 4, salvação   o amor e a misericórdia de Deus escola biblica dominical ...Lição 4, salvação   o amor e a misericórdia de Deus escola biblica dominical ...
Lição 4, salvação o amor e a misericórdia de Deus escola biblica dominical ...
antonio vieira
 
Lição 3 a salvação e o advento do salvador
Lição 3   a salvação e o advento do salvador Lição 3   a salvação e o advento do salvador
Lição 3 a salvação e o advento do salvador
antonio vieira
 
Lição 12 quem ama cumpre plenamente a lei
Lição 12  quem ama cumpre plenamente a lei Lição 12  quem ama cumpre plenamente a lei
Lição 12 quem ama cumpre plenamente a lei
antonio vieira
 
Aula 11 vivendo de forma moderada escola biblica dominical
Aula 11 vivendo de forma moderada escola biblica dominicalAula 11 vivendo de forma moderada escola biblica dominical
Aula 11 vivendo de forma moderada escola biblica dominical
antonio vieira
 
aula 10 mansidão torna o crente apto para evitar pelejas
aula 10 mansidão torna o crente apto para evitar pelejasaula 10 mansidão torna o crente apto para evitar pelejas
aula 10 mansidão torna o crente apto para evitar pelejas
antonio vieira
 
Lição 08° a bondade que confere a vida
Lição 08°   a bondade que confere a vida Lição 08°   a bondade que confere a vida
Lição 08° a bondade que confere a vida
antonio vieira
 
Lição 07 - Benignidade Um escudo Protetor contra as Porfias tangua
 Lição 07 - Benignidade Um escudo Protetor contra as Porfias tangua Lição 07 - Benignidade Um escudo Protetor contra as Porfias tangua
Lição 07 - Benignidade Um escudo Protetor contra as Porfias tangua
antonio vieira
 
Liçao 7 JOSÉ: FÉ EM MEIO ÀS INJUSTIÇAS
Liçao 7 JOSÉ: FÉ EM MEIO ÀS INJUSTIÇASLiçao 7 JOSÉ: FÉ EM MEIO ÀS INJUSTIÇAS
Liçao 7 JOSÉ: FÉ EM MEIO ÀS INJUSTIÇAS
antonio vieira
 
Lição 4 A provisão de Deus no monte do sacrifício
Lição 4   A  provisão de Deus no monte do sacrifícioLição 4   A  provisão de Deus no monte do sacrifício
Lição 4 A provisão de Deus no monte do sacrifício
antonio vieira
 
Liçao 2 A PROVISÃO DE DEUS EM TEMPOS DIFÍCEIS
Liçao 2 A PROVISÃO DE DEUS EM TEMPOS DIFÍCEIS Liçao 2 A PROVISÃO DE DEUS EM TEMPOS DIFÍCEIS
Liçao 2 A PROVISÃO DE DEUS EM TEMPOS DIFÍCEIS
antonio vieira
 
Liçaqo 13 A EVANGELIZAÇÃO INTEGRAL NESTA ÚLTIMA HORA
Liçaqo 13  A EVANGELIZAÇÃO INTEGRAL NESTA ÚLTIMA HORA Liçaqo 13  A EVANGELIZAÇÃO INTEGRAL NESTA ÚLTIMA HORA
Liçaqo 13 A EVANGELIZAÇÃO INTEGRAL NESTA ÚLTIMA HORA
antonio vieira
 
O poder da evangelizao na familia
O poder da evangelizao na familiaO poder da evangelizao na familia
O poder da evangelizao na familia
antonio vieira
 
Lição 10 deveres civis morais e espirituais
Lição 10 deveres civis morais e espirituaisLição 10 deveres civis morais e espirituais
Lição 10 deveres civis morais e espirituais
antonio vieira
 
lição 4 A tentação de Jesus
lição 4  A tentação de Jesuslição 4  A tentação de Jesus
lição 4 A tentação de Jesus
antonio vieira
 
lição 4 A tentação de Jesus
lição 4 A tentação de Jesuslição 4 A tentação de Jesus
lição 4 A tentação de Jesus
antonio vieira
 
licao 3 A infancia de jesus
licao 3  A infancia de jesus licao 3  A infancia de jesus
licao 3 A infancia de jesus
antonio vieira
 
lição 2- O nascimento de jesus
lição 2- O nascimento de jesus lição 2- O nascimento de jesus
lição 2- O nascimento de jesus
antonio vieira
 

Mais de antonio vieira (20)

Lição 8 - A Teologia de Zofar: O Justo não Passa por Tribulação?
Lição 8 - A Teologia de Zofar: O Justo não Passa por Tribulação?Lição 8 - A Teologia de Zofar: O Justo não Passa por Tribulação?
Lição 8 - A Teologia de Zofar: O Justo não Passa por Tribulação?
 
Adao e eva
Adao e eva Adao e eva
Adao e eva
 
Lição 5 a obra salvífica de jesus cristo
Lição 5  a obra salvífica de jesus cristo Lição 5  a obra salvífica de jesus cristo
Lição 5 a obra salvífica de jesus cristo
 
Lição 4, salvação o amor e a misericórdia de Deus escola biblica dominical ...
Lição 4, salvação   o amor e a misericórdia de Deus escola biblica dominical ...Lição 4, salvação   o amor e a misericórdia de Deus escola biblica dominical ...
Lição 4, salvação o amor e a misericórdia de Deus escola biblica dominical ...
 
Lição 3 a salvação e o advento do salvador
Lição 3   a salvação e o advento do salvador Lição 3   a salvação e o advento do salvador
Lição 3 a salvação e o advento do salvador
 
Lição 12 quem ama cumpre plenamente a lei
Lição 12  quem ama cumpre plenamente a lei Lição 12  quem ama cumpre plenamente a lei
Lição 12 quem ama cumpre plenamente a lei
 
Aula 11 vivendo de forma moderada escola biblica dominical
Aula 11 vivendo de forma moderada escola biblica dominicalAula 11 vivendo de forma moderada escola biblica dominical
Aula 11 vivendo de forma moderada escola biblica dominical
 
aula 10 mansidão torna o crente apto para evitar pelejas
aula 10 mansidão torna o crente apto para evitar pelejasaula 10 mansidão torna o crente apto para evitar pelejas
aula 10 mansidão torna o crente apto para evitar pelejas
 
Lição 08° a bondade que confere a vida
Lição 08°   a bondade que confere a vida Lição 08°   a bondade que confere a vida
Lição 08° a bondade que confere a vida
 
Lição 07 - Benignidade Um escudo Protetor contra as Porfias tangua
 Lição 07 - Benignidade Um escudo Protetor contra as Porfias tangua Lição 07 - Benignidade Um escudo Protetor contra as Porfias tangua
Lição 07 - Benignidade Um escudo Protetor contra as Porfias tangua
 
Liçao 7 JOSÉ: FÉ EM MEIO ÀS INJUSTIÇAS
Liçao 7 JOSÉ: FÉ EM MEIO ÀS INJUSTIÇASLiçao 7 JOSÉ: FÉ EM MEIO ÀS INJUSTIÇAS
Liçao 7 JOSÉ: FÉ EM MEIO ÀS INJUSTIÇAS
 
Lição 4 A provisão de Deus no monte do sacrifício
Lição 4   A  provisão de Deus no monte do sacrifícioLição 4   A  provisão de Deus no monte do sacrifício
Lição 4 A provisão de Deus no monte do sacrifício
 
Liçao 2 A PROVISÃO DE DEUS EM TEMPOS DIFÍCEIS
Liçao 2 A PROVISÃO DE DEUS EM TEMPOS DIFÍCEIS Liçao 2 A PROVISÃO DE DEUS EM TEMPOS DIFÍCEIS
Liçao 2 A PROVISÃO DE DEUS EM TEMPOS DIFÍCEIS
 
Liçaqo 13 A EVANGELIZAÇÃO INTEGRAL NESTA ÚLTIMA HORA
Liçaqo 13  A EVANGELIZAÇÃO INTEGRAL NESTA ÚLTIMA HORA Liçaqo 13  A EVANGELIZAÇÃO INTEGRAL NESTA ÚLTIMA HORA
Liçaqo 13 A EVANGELIZAÇÃO INTEGRAL NESTA ÚLTIMA HORA
 
O poder da evangelizao na familia
O poder da evangelizao na familiaO poder da evangelizao na familia
O poder da evangelizao na familia
 
Lição 10 deveres civis morais e espirituais
Lição 10 deveres civis morais e espirituaisLição 10 deveres civis morais e espirituais
Lição 10 deveres civis morais e espirituais
 
lição 4 A tentação de Jesus
lição 4  A tentação de Jesuslição 4  A tentação de Jesus
lição 4 A tentação de Jesus
 
lição 4 A tentação de Jesus
lição 4 A tentação de Jesuslição 4 A tentação de Jesus
lição 4 A tentação de Jesus
 
licao 3 A infancia de jesus
licao 3  A infancia de jesus licao 3  A infancia de jesus
licao 3 A infancia de jesus
 
lição 2- O nascimento de jesus
lição 2- O nascimento de jesus lição 2- O nascimento de jesus
lição 2- O nascimento de jesus
 

Último

A Abóbada Celeste No Rito Adonhiramita.pdf
A Abóbada Celeste No Rito Adonhiramita.pdfA Abóbada Celeste No Rito Adonhiramita.pdf
A Abóbada Celeste No Rito Adonhiramita.pdf
claudiovieira83
 
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptxLição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
JaquelineSantosBasto
 
O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.
O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.
O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.
REFORMADOR PROTESTANTE
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Nilson Almeida
 
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptxLição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Celso Napoleon
 
A VOZ DO SILÊNCIO - Helena Blavatsky livro
A VOZ DO SILÊNCIO - Helena Blavatsky livroA VOZ DO SILÊNCIO - Helena Blavatsky livro
A VOZ DO SILÊNCIO - Helena Blavatsky livro
GABRIELADIASDUTRA1
 
Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)
Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)
Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)
Elton Zanoni
 
Estudo Biblico deuteronomio PowerPoint.pdf
Estudo Biblico deuteronomio PowerPoint.pdfEstudo Biblico deuteronomio PowerPoint.pdf
Estudo Biblico deuteronomio PowerPoint.pdf
JaquelineSantosBasto
 
a futura religião da nova ordem mundial.
a  futura religião da nova ordem mundial.a  futura religião da nova ordem mundial.
a futura religião da nova ordem mundial.
REFORMADOR PROTESTANTE
 
ORGANIZAÇÃO ABERTURA EBF 2024.pdf-1.doc
ORGANIZAÇÃO ABERTURA EBF 2024.pdf-1.docORGANIZAÇÃO ABERTURA EBF 2024.pdf-1.doc
ORGANIZAÇÃO ABERTURA EBF 2024.pdf-1.doc
Oziete SS
 
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptxLição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Celso Napoleon
 
Jesuítas Os Terroristas Secretos. Livro pdf pdf
Jesuítas Os Terroristas Secretos. Livro pdf pdfJesuítas Os Terroristas Secretos. Livro pdf pdf
Jesuítas Os Terroristas Secretos. Livro pdf pdf
REFORMADOR PROTESTANTE
 
Festa das Primícias - Igreja Adventista do Sétimo Dia
Festa das Primícias - Igreja Adventista do Sétimo DiaFesta das Primícias - Igreja Adventista do Sétimo Dia
Festa das Primícias - Igreja Adventista do Sétimo Dia
André Luiz Marques
 
Salmo 91
Salmo 91Salmo 91
Salmo 91
Nilson Almeida
 
SEGREDOS DO APOCALIPSE - o apocalipse através de olhos hebraicos
SEGREDOS DO APOCALIPSE - o apocalipse através de olhos hebraicosSEGREDOS DO APOCALIPSE - o apocalipse através de olhos hebraicos
SEGREDOS DO APOCALIPSE - o apocalipse através de olhos hebraicos
REFORMADOR PROTESTANTE
 

Último (15)

A Abóbada Celeste No Rito Adonhiramita.pdf
A Abóbada Celeste No Rito Adonhiramita.pdfA Abóbada Celeste No Rito Adonhiramita.pdf
A Abóbada Celeste No Rito Adonhiramita.pdf
 
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptxLição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
 
O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.
O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.
O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
 
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptxLição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
 
A VOZ DO SILÊNCIO - Helena Blavatsky livro
A VOZ DO SILÊNCIO - Helena Blavatsky livroA VOZ DO SILÊNCIO - Helena Blavatsky livro
A VOZ DO SILÊNCIO - Helena Blavatsky livro
 
Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)
Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)
Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)
 
Estudo Biblico deuteronomio PowerPoint.pdf
Estudo Biblico deuteronomio PowerPoint.pdfEstudo Biblico deuteronomio PowerPoint.pdf
Estudo Biblico deuteronomio PowerPoint.pdf
 
a futura religião da nova ordem mundial.
a  futura religião da nova ordem mundial.a  futura religião da nova ordem mundial.
a futura religião da nova ordem mundial.
 
ORGANIZAÇÃO ABERTURA EBF 2024.pdf-1.doc
ORGANIZAÇÃO ABERTURA EBF 2024.pdf-1.docORGANIZAÇÃO ABERTURA EBF 2024.pdf-1.doc
ORGANIZAÇÃO ABERTURA EBF 2024.pdf-1.doc
 
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptxLição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
 
Jesuítas Os Terroristas Secretos. Livro pdf pdf
Jesuítas Os Terroristas Secretos. Livro pdf pdfJesuítas Os Terroristas Secretos. Livro pdf pdf
Jesuítas Os Terroristas Secretos. Livro pdf pdf
 
Festa das Primícias - Igreja Adventista do Sétimo Dia
Festa das Primícias - Igreja Adventista do Sétimo DiaFesta das Primícias - Igreja Adventista do Sétimo Dia
Festa das Primícias - Igreja Adventista do Sétimo Dia
 
Salmo 91
Salmo 91Salmo 91
Salmo 91
 
SEGREDOS DO APOCALIPSE - o apocalipse através de olhos hebraicos
SEGREDOS DO APOCALIPSE - o apocalipse através de olhos hebraicosSEGREDOS DO APOCALIPSE - o apocalipse através de olhos hebraicos
SEGREDOS DO APOCALIPSE - o apocalipse através de olhos hebraicos
 

Lição 5 as consequências das escolhas precipitadas

  • 1.
  • 2.
  • 3.
  • 4. Gênesis 13. 7-18 7 - E houve contenda entre os pastores do gado de Abrão e os pastores do gado de Ló; e os cananeus e os ferezeus habitavam, então, na terra. 8 - E disse Abrão a Ló: Ora, não haja contenda entre mim e ti e entre os meus pastores e os teus pastores, porque irmãos somos. 9 - Não está toda a terra diante de ti? Eia, pois, aparta-te de mim; se escolheres a esquerda, irei para a direita; e, se a direita escolheres, eu irei para a esquerda. 10 - E levantou Ló os seus olhos e viu toda a campina do Jordão, que era toda bem-regada, antes de o SENHOR ter destruído Sodoma e Gomorra, e era como o jardim do SENHOR, como a terra do Egito, quando se entra em Zoar. 11 - Então, Ló escolheu para si toda a campina do Jordão e partiu Ló para o Oriente; e apartaram-se um do outro.
  • 5. Gênesis 13. 7-18 12 - Habitou Abrão na terra de Canaã, e Ló habitou nas cidades da campina e armou as suas tendas até Sodoma. 13 - Ora, eram maus os varões de Sodoma e grandes pecadores contra o SENHOR. 14 - E disse o SENHOR a Abrão, depois que Ló se apartou dele: Levanta, agora, os teus olhos e olha desde o lugar onde estás, para a banda do norte, e do sul, e do oriente, e do ocidente; 15 - porque toda esta terra que vês te hei de dar a ti e à tua semente, para sempre. 16 - E farei a tua semente como o pó da terra; de maneira que, se alguém puder contar o pó da terra, também a tua semente será contada. 17 - Levanta-te, percorre essa terra, no seu comprimento e na sua largura; porque a ti a darei. 18 - E Abrão armou as suas tendas, e veio, e habitou nos carvalhais de Manre, que estão junto a Hebrom; e edificou ali um altar ao SENHOR.
  • 6. Mostrar que as escolhas precipitadas podem gerar crises em nossa vida.
  • 7. Deus chamou Abraão enquanto ele vivia em Ur dos Caldeus. O Senhor prometeu ao patriarca que sua descendência seria grande. Abraão pela fé partiu rumo à terra Prometida. Talvez ele devesse partir sozinho, mas levou seu pai e o seu sobrinho, Ló. Estes o acompanharam levando mulheres, filhos, servos, servas, gado e tudo quanto podiam carregar. Durante um bom tempo, Abraão e Ló caminharam juntos e unidos. Porém, as confusões e as brigas começaram a surgir entre os servos de Abraão e Ló. Na lição de hoje, veremos a discussão que levou Abraão a se separar do seu sobrinho Ló. Veremos também que o sobrinho de Abraão, Ló, em um gesto precipitado, tomou uma
  • 8. Deus fez de Abraão um homem próspero. Sua riqueza era resultado da sua obediência e confiança em Deus. Se Abraão não tivesse deixado Ur, obedecendo à voz divina, certamente não teria experimentado a provisão e a prosperidade do Senhor. A obediência a Deus nos faz prosperar. É importante ressaltar que o servo do Senhor não era um viajante solitário. Ele era o líder de um grande clã. Possuía muitos recursos e servos e servas. 1. A prosperidade de Abraão.
  • 9. Abraão deixou sua terra e sua parentela porque decidiu obedecer ao chamado de Deus. Embora não tivesse noção de para onde iria, decidiu confiar em Deus. Muitos estão enfrentando crises porque tomaram decisões sem consultar ao Senhor. 2. Abraão fez a escolha certa.
  • 10. Outros estão enfrentando dificuldades financeiras e familiares por desobediência a Deus. Contudo, é importante ressaltar que nem sempre as crises que enfrentamos são resultados da desobediência ou de escolhas precipitadas. Jó era um homem íntegro, obediente, porém experimentou terríveis crises em sua vida (Jó 1.1). Ele perdeu seus bens, seus filhos, sua saúde. Suas crises não foram resultado de decisões precipitadas. 2. Abraão fez a escolha certa.
  • 11. Abraão também enfrentou algumas crises em sua vida. Porém, manteve sua fé em Deus. Ele não permitiu que as adversidades da vida matassem a semente da promessa que havia sido plantada em seu coração. Na vida, enfrentamos adversidades, contudo a nossa fé nos faz ter esperança e vencer os obstáculos. 3. Abraão passa pelo Egito.
  • 12. Abraão teve que descer ao Egito devido à fome, mas depois retornou com muitos bens (Gn 13.2).O Senhor fez Abraão prosperar mesmo estando no Egito. Ele ainda não estava na terra da promessa. Isso nos mostra que não importa o lugar em que estamos, o Senhor nos faz prosperar. A nossa prosperidade vem do Senhor. 3. Abraão passa pelo Egito.
  • 13. Ao deixar o Egito, Abraão seguiu com sua família para o norte. Ele acampou próximo a Betel e ali encontrou o altar que havia construído para o Senhor (Gn 13.3,4).Naquele lugar, Abraão invocou o nome do Altíssimo, pois era um homem grato a Deus. A ingratidão nos impede de ver as maravilhas de Deus. 1. Briga entre os pastores de Abraão e Ló.
  • 14. Tanto Abraão como Ló haviam prosperado, possuindo servos, ovelhas e gado. Mas aquela prosperidade gerou uma crise entre o tio e o sobrinho, pois não havia mais espaço suficiente na terra para ambos. Faltava água e pastagem para tantos animais, e em pouco tempo, os pastores de Abraão e Ló começaram a brigar. A contenda estava instalada na família, e era preciso tomar uma decisão. 1. Briga entre os pastores de Abraão e Ló.
  • 15. O patriarca logo tentou resolver a situação conflituosa. Ele não adiou o problema, mas chamou seu sobrinho para uma conversa. Abraão mostrou querer uma solução pacífica para a situação ao sugerir que cada um deveria escolher o próprio caminho. 2. A decisão de Abraão.
  • 16. Abraão, em um gesto de bondade e mansidão, fez a seguinte proposta ao sobrinho: "Não está toda a terra diante de ti? Eia, pois, aparta-te de mim; se escolheres a esquerda, irei para a direita; e, se a direita escolheres, eu irei para a esquerda" (Gn 13.9). Parece que Ló não pensou muito. De forma precipitada, fez a sua escolha optando por aquilo que parecia ser melhor aos seus olhos (Gn 13.10). Ele não buscou a Deus para tomar a decisão. Também não honrou seu tio deixando que ele escolhesse primeiro. 3. A escolha precipitada de Ló.
  • 17. Ló foi seduzido pela aparência do lugar. Essa história nos deve servir de exemplo: Não tome decisões ou faça escolhas sem consultar ao Senhor. Não julgue as pessoas pela aparência. Parecia que Ló havia ficado com a melhor parte, mas ele não podia ver o coração perverso dos habitantes daquele lugar. O homem vê somente o exterior, mas Deus conhece o interior das pessoas. 3. A escolha precipitada de Ló.
  • 18. Ló também foi abençoado e se tornou um homem próspero. Certamente possuía muitos servos, servas e um grande rebanho. A separação entre Ló e Abraão era algo inevitável, porém a forma como se deu não foi das melhores. Tudo indica que Ló ficou deslumbrado com a fertilidade da terra, tomando uma decisão precipitada e não honrando seu tio. Não se deixe enganar pela beleza das coisas desse mundo passageiro. Não abra mão daquilo que é eterno. 1. Ló e suas riquezas.
  • 19. A terra que Ló havia escolhido era boa, mas seus vizinhos não eram. Não demorou muito e Ló teve que enfrentar uma grande crise, uma guerra. Decisões precipitadas podem nos fazer viver tempos conturbados. Quatro reis decidiram atacar Sodoma e Gomorra (Gn 14.8). Ló foi levado cativo e todos os seus bens e alimentos foram tomados como espólio de guerra. Ele agora era um prisioneiro e todos os seus bens foram perdidos. 2. A guerra dos reis.
  • 20. Quando a notícia de que Ló estava cativo chegou até Abraão, ele imediatamente partiu para ajudar o sobrinho. Abraão poderia ter se negado a ajudar Ló, pois ele mesmo tinha escolhido aquelas terras. Mas o amigo de Deus não tinha um coração rancoroso, vingativo. Ele reuniu seus criados, formando um pequeno exército, perseguiu o inimigo, o alcançou e o derrotou, libertando seu sobrinho e recuperando os seus bens. Tudo que pertencia a Ló foi recuperado (Gn 14.16) 3. Abraão socorre Ló.
  • 21. Embora Ló tivesse tomado uma decisão errada, o Senhor não permitiu que seus bens e sua família ficassem na mão do inimigo. Mais tarde, a cidade de Sodoma foi destruída pelo fogo do julgamento divino, e Ló perdeu o que tinha. 3. Abraão socorre Ló.
  • 22. Escolhas precipitadas, feitas somente pela aparência, podem causar muitos males. Antes de tomar qualquer decisão, ore ao Senhor. Peça o seu conselho, pois Ele conhece o coração do homem e sabe aquilo que é realmente melhor para nós.
  • 23. 1. A prosperidade de Abraão era resultado de quê? 2. Por que Abraão teve que descer ao Egito? 3. Por que Abraão e Ló tiveram que se separar? 4. Ló foi sábio em sua escolha ou ele foi precipitado? 5. O que Abraão fez quando soube que Ló havia sido capturado e levado cativo? 1 - De sua riqueza, obediência e confiança em Deus. 2 - Devido a uma grave crise de alimentos. 3 - Porque não havia mais espaço suficiente na terra para ambos. Faltava água e pastagem para tantos animais. 4 - Ló foi precipitado em sua escolha. Ele não honrou o seu tio como patriarca e não consultou ao Senhor. 5 - Ele imediatamente partiu para ajudar o sobrinho.