SlideShare uma empresa Scribd logo
SociologiadaEducação
Faculdade Zumbi dos Palmares - 2013 – 1º Sem. Pedagogia
Joyce Mourão
Nome: Joyce Mourão 1º Semestre Pedagogia
Professora: Elane Sociologia da Educação
RESUMO
FICHA BIBLIOGRÁFICA
COVEZZI, Marinete. Curso de Pedagogia: Brasil/Japão. Cuiabá/MT: EduFMT,
2009.
Filme Tempos Modernos - (Modern Times). Charlie Chaplin, 1936.
FICHA DE RESUMO
Karl Marx tem como característica em sua obra a crítica ao modo da produção
capitalista, entende que a categoria trabalho é a categoria chave para entender
o modo de produção capitalista.
Para ele a sociedade é resultante do processo pelo qual o homem atua sobre a
natureza e a transforma por meio de trabalho, estabelecendo relações entre os
próprios homens e transformando sua própria natureza, fundando a sociedade.
Em sua concepção, a realidade do individuo é interpretada por ele e é
transportada para seu pensamento e não ao contrário, onde o plano de idéias
realiza a realidade.
Marx entende que a força produtiva é composta por vários elementos do
processo de trabalho: energia humana empregada no processo de trabalho,
objetos sobre os quais se trabalha a matéria prima, tecnologia, ferramentas,
máquinas e a própria matéria prima.
Porém quando acontece a divisão da técnica de trabalho, surge o processo de
alienação, que é o que mostra nitidamente o filme, onde os trabalhadores
trabalham como se fossem as próprias máquinas, se a máquina para eles
param, se a máquina liga, eles voltam imediatamente, executar sua função.
Essa alienação causa problemas graves ao trabalhador, ao cidadão que vive
preso nesse sistema capitalista, inclusive transtornos de saúde física e mental.
Karl diz que nesse momento de alienação quem decide o quanto o operário vai
trabalhar não é mais o homem e sim o trabalho, que decide o quanto ele terá
que produzir. Mas isso é causado pelas diferenças sociais, onde a classe
predominante exige cada vez mais da classe dominada, investindo muitas
SociologiadaEducação
Faculdade Zumbi dos Palmares - 2013 – 1º Sem. Pedagogia
Joyce Mourão
vezes em tecnologia para que a produção aumente cada vez mais, e que o
empregado tenha cada vez menos tempo vago. E o trabalhador, fazendo parte
da classe dominada e necessitando do trabalho, em função de seu salário, se
submete a todas as exigências e se empenha em seu trabalho para que possa
garantir seu sustento e de sua família e poder continuar “sobrevivendo” nesse
sistema capitalista.
Porém, algumas vezes, a classe operária se une para reivindicar seus direitos
e melhorias em salários e condições de trabalho, é por esse motivo que
surgem as greves, e as revoluções.
Antes de o capitalismo existir a forma de adquirir produtos era através do
escambo, que se caracteriza pela troca de um produto por outro. Mas, com o
tempo foi ficando complicado definir quanto de um produto era necessário para
efetuar a troca por outro. Então foi criado o dinheiro, o que chamavam de
equivalente legal, mesmo assim, Marx quis entender como é determinado qual
o valor em dinheiro será ofertado em determinada mercadoria e pesquisando
descobriu que tem que se descobrir o custo dessa mercadoria e nesse valor
inclui custos de produção como matéria prima, máquinas, consumo de energia,
aluguel, impostos e salários, o elemento que determina o valor do produto é o
tempo médio gasto para produzi-lo.
Com essa conclusão Marx descobre outra característica do sistema capitalista
que é a produção da mais-valia, onde pode acontecer de duas formas: a mais-
valia absoluta, onde o lucro é obtido pelas horas de trabalho não pagas ao
operário; e a mais-valia relativa, em que o lucro é obtido pelo aumento da
produtividade na mesma jornada de trabalho.
E a pior parte dessa situação se dá quando percebemos que devido ao
processo de alienação que o trabalhador se encontra, ele não percebe que
parte de suas horas de trabalho não são pagas.
Como diz Marx: “essa é a essência do capitalismo, concentração de riqueza
nas mãos da classe dominante e a manutenção das desigualdades entre as
classes sociais”.
E o filme nos ajuda e visualizar toda essa situação, quando mostra a alienação
na fábrica onde Carlitos trabalha, em outro momento, quando ele sai do
hospital e a fábrica está fechada nos mostra a situação de crise e desemprego,
não apenas dele, mas também do pai da moça por quem ele se “encanta”, o
desespero da moça que rouba para não passar fome. Deixa claro também as
desigualdades quando mostra a loja de departamento e no final do filme onde
estão no restaurante onde conseguem emprego.
Mas a parte bonita do filme, e que não deixa de ser verdade, é a última cena
que mostra, como na vida real, que mesmo com todas as dificuldades de fazer
parte da classe operária, ainda é possível seguir com um sorriso no rosto para
continuar lutando para sobreviver.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Mundo do trabalho - parte 1
Mundo do trabalho - parte 1Mundo do trabalho - parte 1
Mundo do trabalho - parte 1
Rafael Barros
 
exploraçao infantil
exploraçao infantilexploraçao infantil
exploraçao infantil
nelson0
 
Trabalho infantil
Trabalho infantilTrabalho infantil
Trabalho infantil
bryner97
 
01 - O que é Sociologia
01 - O que é Sociologia01 - O que é Sociologia
01 - O que é Sociologia
Claudio Henrique Ramos Sales
 

Mais procurados (20)

Mundo do trabalho - parte 1
Mundo do trabalho - parte 1Mundo do trabalho - parte 1
Mundo do trabalho - parte 1
 
exploraçao infantil
exploraçao infantilexploraçao infantil
exploraçao infantil
 
Capítulo 7 - O Mundo do Trabalho
Capítulo 7 - O Mundo do TrabalhoCapítulo 7 - O Mundo do Trabalho
Capítulo 7 - O Mundo do Trabalho
 
O mundo do trabalho
O mundo do trabalhoO mundo do trabalho
O mundo do trabalho
 
Indústria Cultural
Indústria CulturalIndústria Cultural
Indústria Cultural
 
01 historia do trabalho
01 historia do trabalho01 historia do trabalho
01 historia do trabalho
 
Trabalho infantil
Trabalho infantilTrabalho infantil
Trabalho infantil
 
Capítulo 10 - Temas Contemporâneos da Sociologia
Capítulo 10 - Temas Contemporâneos da SociologiaCapítulo 10 - Temas Contemporâneos da Sociologia
Capítulo 10 - Temas Contemporâneos da Sociologia
 
Slides da aula de Sociologia (Luciano) sobre Divisão Social do Trabalho
Slides da aula de Sociologia (Luciano) sobre Divisão Social do TrabalhoSlides da aula de Sociologia (Luciano) sobre Divisão Social do Trabalho
Slides da aula de Sociologia (Luciano) sobre Divisão Social do Trabalho
 
Filosofia da Arte: Arte e estética
Filosofia da Arte: Arte e estéticaFilosofia da Arte: Arte e estética
Filosofia da Arte: Arte e estética
 
Karl marx
Karl marxKarl marx
Karl marx
 
A acumulação primitiva de capital
A acumulação primitiva de capitalA acumulação primitiva de capital
A acumulação primitiva de capital
 
Slide sociologia 1
Slide sociologia 1Slide sociologia 1
Slide sociologia 1
 
Slides organização carteis, trustes...
Slides organização carteis, trustes...Slides organização carteis, trustes...
Slides organização carteis, trustes...
 
Papéis sociais, conflitos de papéis e as relações sociais no trabalho
Papéis sociais, conflitos de papéis e as relações sociais no trabalhoPapéis sociais, conflitos de papéis e as relações sociais no trabalho
Papéis sociais, conflitos de papéis e as relações sociais no trabalho
 
Sociologia - O que é trabalho?
Sociologia - O que é trabalho? Sociologia - O que é trabalho?
Sociologia - O que é trabalho?
 
01 - O que é Sociologia
01 - O que é Sociologia01 - O que é Sociologia
01 - O que é Sociologia
 
Taylorismo, Fordismo e Toyotismo
Taylorismo, Fordismo e Toyotismo Taylorismo, Fordismo e Toyotismo
Taylorismo, Fordismo e Toyotismo
 
As Transformações no Mundo do Trabalho
As Transformações no Mundo do TrabalhoAs Transformações no Mundo do Trabalho
As Transformações no Mundo do Trabalho
 
As teorias socialistas 1
As teorias socialistas 1As teorias socialistas 1
As teorias socialistas 1
 

Destaque

Resenha tempos modernos filme sobre economia mundial
Resenha tempos modernos filme sobre economia mundialResenha tempos modernos filme sobre economia mundial
Resenha tempos modernos filme sobre economia mundial
Paula Ferreira
 
Guião do filme tempos modernos
Guião do filme tempos modernosGuião do filme tempos modernos
Guião do filme tempos modernos
Sónia Mateus
 
Há uma concepção utópica no pensamento marxista (revisado maio 2012)
Há uma concepção utópica no pensamento marxista (revisado maio 2012)Há uma concepção utópica no pensamento marxista (revisado maio 2012)
Há uma concepção utópica no pensamento marxista (revisado maio 2012)
GabrielaMansur
 

Destaque (20)

Tempos Modernos
Tempos ModernosTempos Modernos
Tempos Modernos
 
Tempos modernos
Tempos modernosTempos modernos
Tempos modernos
 
Resenha crítica
Resenha crítica Resenha crítica
Resenha crítica
 
Tempos modernos
Tempos modernosTempos modernos
Tempos modernos
 
Atividade tempos modernos
Atividade tempos modernosAtividade tempos modernos
Atividade tempos modernos
 
Resenha tempos modernos filme sobre economia mundial
Resenha tempos modernos filme sobre economia mundialResenha tempos modernos filme sobre economia mundial
Resenha tempos modernos filme sobre economia mundial
 
Guião do filme tempos modernos
Guião do filme tempos modernosGuião do filme tempos modernos
Guião do filme tempos modernos
 
Há uma concepção utópica no pensamento marxista (revisado maio 2012)
Há uma concepção utópica no pensamento marxista (revisado maio 2012)Há uma concepção utópica no pensamento marxista (revisado maio 2012)
Há uma concepção utópica no pensamento marxista (revisado maio 2012)
 
Tempos modernos
Tempos modernosTempos modernos
Tempos modernos
 
1 guião do filme tempos modernos
1  guião do filme tempos modernos1  guião do filme tempos modernos
1 guião do filme tempos modernos
 
Marx e Durkheim
Marx e DurkheimMarx e Durkheim
Marx e Durkheim
 
Tempos modernos slides.aula
Tempos modernos slides.aulaTempos modernos slides.aula
Tempos modernos slides.aula
 
A chegada dos "tempos modernos"
A chegada dos "tempos modernos"A chegada dos "tempos modernos"
A chegada dos "tempos modernos"
 
O nascimento da sociologia
O nascimento da sociologiaO nascimento da sociologia
O nascimento da sociologia
 
Conceitos de Karl Marx
Conceitos de Karl MarxConceitos de Karl Marx
Conceitos de Karl Marx
 
Karl Marx e suas teorias
Karl Marx e suas teoriasKarl Marx e suas teorias
Karl Marx e suas teorias
 
Carlitos
CarlitosCarlitos
Carlitos
 
engaging advisors for startups - presentation from Orrick
engaging advisors for startups - presentation from Orrickengaging advisors for startups - presentation from Orrick
engaging advisors for startups - presentation from Orrick
 
Dinâmica de grupo 2
Dinâmica de grupo   2Dinâmica de grupo   2
Dinâmica de grupo 2
 
TEMPOS MODERNOS - A ESSÊNCIA NÃO MUDA
TEMPOS MODERNOS - A ESSÊNCIA NÃO MUDATEMPOS MODERNOS - A ESSÊNCIA NÃO MUDA
TEMPOS MODERNOS - A ESSÊNCIA NÃO MUDA
 

Semelhante a Resumo relação entre o filme tempos modernos e a teoria de karl max

Reproduzir ou Produzir
Reproduzir ou ProduzirReproduzir ou Produzir
Reproduzir ou Produzir
Pedro Palma
 
Socialismo científico
Socialismo científicoSocialismo científico
Socialismo científico
Ronaldo Silva
 
História pré-vestibular impacto - sociologia - exercícios
História   pré-vestibular impacto - sociologia - exercíciosHistória   pré-vestibular impacto - sociologia - exercícios
História pré-vestibular impacto - sociologia - exercícios
Edenilson Morais
 
Divisão do trabalho
Divisão do trabalhoDivisão do trabalho
Divisão do trabalho
Andriellyson
 
Trabalhonocapitalismo
TrabalhonocapitalismoTrabalhonocapitalismo
Trabalhonocapitalismo
ALCIONE
 
Resenha filmes administracao
Resenha filmes administracaoResenha filmes administracao
Resenha filmes administracao
Alexandre Pereira
 
Capitalismo e sociedade (8º ano CPII)
Capitalismo e sociedade (8º ano CPII)Capitalismo e sociedade (8º ano CPII)
Capitalismo e sociedade (8º ano CPII)
roberto mosca junior
 
As bases do trabalho
As bases do trabalhoAs bases do trabalho
As bases do trabalho
Ricardo739
 

Semelhante a Resumo relação entre o filme tempos modernos e a teoria de karl max (20)

Socialismo científico
Socialismo científicoSocialismo científico
Socialismo científico
 
Reproduzir ou Produzir
Reproduzir ou ProduzirReproduzir ou Produzir
Reproduzir ou Produzir
 
Sociologia jullia
Sociologia julliaSociologia jullia
Sociologia jullia
 
Socialismo científico
Socialismo científicoSocialismo científico
Socialismo científico
 
Pdf vds dvdp_an_c09_m
Pdf vds dvdp_an_c09_mPdf vds dvdp_an_c09_m
Pdf vds dvdp_an_c09_m
 
Aula Origem e Desenvolvimento da Sociedade - Curso CIM, Olinda, 2017
Aula Origem e Desenvolvimento da Sociedade - Curso CIM, Olinda, 2017Aula Origem e Desenvolvimento da Sociedade - Curso CIM, Olinda, 2017
Aula Origem e Desenvolvimento da Sociedade - Curso CIM, Olinda, 2017
 
História pré-vestibular impacto - sociologia - exercícios
História   pré-vestibular impacto - sociologia - exercíciosHistória   pré-vestibular impacto - sociologia - exercícios
História pré-vestibular impacto - sociologia - exercícios
 
Divisão do trabalho
Divisão do trabalhoDivisão do trabalho
Divisão do trabalho
 
Trabalhonocapitalismo
TrabalhonocapitalismoTrabalhonocapitalismo
Trabalhonocapitalismo
 
Aula 1- O que e alienação? Prof. Noe Assunção
Aula 1-  O que e alienação? Prof. Noe AssunçãoAula 1-  O que e alienação? Prof. Noe Assunção
Aula 1- O que e alienação? Prof. Noe Assunção
 
Resenha filmes administracao
Resenha filmes administracaoResenha filmes administracao
Resenha filmes administracao
 
Resenha corrosão carater
Resenha corrosão caraterResenha corrosão carater
Resenha corrosão carater
 
INTRODUÇÃO A PSICOLOGIA
INTRODUÇÃO A PSICOLOGIAINTRODUÇÃO A PSICOLOGIA
INTRODUÇÃO A PSICOLOGIA
 
Educação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SPEducação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SP
 
Capitalismo e sociedade (8º ano CPII)
Capitalismo e sociedade (8º ano CPII)Capitalismo e sociedade (8º ano CPII)
Capitalismo e sociedade (8º ano CPII)
 
Mundo do Trabalho.pptx
Mundo do Trabalho.pptxMundo do Trabalho.pptx
Mundo do Trabalho.pptx
 
As bases do trabalho
As bases do trabalhoAs bases do trabalho
As bases do trabalho
 
Superultra.pdf
Superultra.pdfSuperultra.pdf
Superultra.pdf
 
Aula sobre Estado e Classes Sociais
Aula sobre Estado e Classes SociaisAula sobre Estado e Classes Sociais
Aula sobre Estado e Classes Sociais
 
Karl Marx
Karl MarxKarl Marx
Karl Marx
 

Mais de Joyce Mourão

Mais de Joyce Mourão (20)

A revolta dos Malês
A revolta dos MalêsA revolta dos Malês
A revolta dos Malês
 
Texto preconceito
Texto   preconceitoTexto   preconceito
Texto preconceito
 
Quadro de ocorrências republica velha
Quadro de ocorrências   republica velhaQuadro de ocorrências   republica velha
Quadro de ocorrências republica velha
 
República velha vilma arêas
República velha   vilma arêasRepública velha   vilma arêas
República velha vilma arêas
 
Quadro de ocorrências textuais g-20 avalian barrar entradas de corruptos
Quadro de ocorrências textuais   g-20 avalian barrar entradas de corruptosQuadro de ocorrências textuais   g-20 avalian barrar entradas de corruptos
Quadro de ocorrências textuais g-20 avalian barrar entradas de corruptos
 
Perguntas dos textos jogo roubado e macumba
Perguntas dos textos   jogo roubado e macumbaPerguntas dos textos   jogo roubado e macumba
Perguntas dos textos jogo roubado e macumba
 
Macumba roberto damatta
Macumba   roberto damattaMacumba   roberto damatta
Macumba roberto damatta
 
Texto Jogo Roubado João Ubaldo Ribeiro
Texto Jogo Roubado   João Ubaldo RibeiroTexto Jogo Roubado   João Ubaldo Ribeiro
Texto Jogo Roubado João Ubaldo Ribeiro
 
Resumo max weber - e pierre bourdieu
Resumo   max weber - e pierre bourdieuResumo   max weber - e pierre bourdieu
Resumo max weber - e pierre bourdieu
 
Resumo história da educação e da pedagogia
Resumo   história da educação e da pedagogiaResumo   história da educação e da pedagogia
Resumo história da educação e da pedagogia
 
Resumo educação humanista
Resumo   educação humanistaResumo   educação humanista
Resumo educação humanista
 
Fichamento de leitura princípios e processos de gestão democrática de ensino
Fichamento de leitura   princípios e processos de gestão democrática de ensinoFichamento de leitura   princípios e processos de gestão democrática de ensino
Fichamento de leitura princípios e processos de gestão democrática de ensino
 
Enviado fichamento de leitura - pne 2011-2020
Enviado   fichamento de leitura - pne 2011-2020Enviado   fichamento de leitura - pne 2011-2020
Enviado fichamento de leitura - pne 2011-2020
 
Enviado fichamento de leitura - o desafio das escolas públicas e dos consel...
Enviado   fichamento de leitura - o desafio das escolas públicas e dos consel...Enviado   fichamento de leitura - o desafio das escolas públicas e dos consel...
Enviado fichamento de leitura - o desafio das escolas públicas e dos consel...
 
Enviado fichamento de leitura - manifesto pioneiro da educação nova 1932
Enviado   fichamento de leitura - manifesto pioneiro da educação nova 1932Enviado   fichamento de leitura - manifesto pioneiro da educação nova 1932
Enviado fichamento de leitura - manifesto pioneiro da educação nova 1932
 
Enviado fichamento de leitura - ldb 1996
Enviado   fichamento de leitura - ldb 1996Enviado   fichamento de leitura - ldb 1996
Enviado fichamento de leitura - ldb 1996
 
Enviado fichamento de leitura - fundeb
Enviado   fichamento de leitura - fundebEnviado   fichamento de leitura - fundeb
Enviado fichamento de leitura - fundeb
 
Enviado fichamento de leitura - eixo vi - justiça, educação e trabalho
Enviado   fichamento de leitura - eixo vi - justiça, educação e trabalhoEnviado   fichamento de leitura - eixo vi - justiça, educação e trabalho
Enviado fichamento de leitura - eixo vi - justiça, educação e trabalho
 
Enviado fichamento de leitura - educar sem reprovar
Enviado   fichamento de leitura - educar sem reprovarEnviado   fichamento de leitura - educar sem reprovar
Enviado fichamento de leitura - educar sem reprovar
 
Enviado fichamento de leitura - eca
Enviado   fichamento de leitura - ecaEnviado   fichamento de leitura - eca
Enviado fichamento de leitura - eca
 

Último

clubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importância
clubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importânciaclubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importância
clubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importância
LuanaAlves940822
 
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdfHans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
rarakey779
 
5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf
5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf
5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf
edjailmax
 

Último (20)

Os Tempos Verbais em Inglês-tempos -dos-
Os Tempos Verbais em Inglês-tempos -dos-Os Tempos Verbais em Inglês-tempos -dos-
Os Tempos Verbais em Inglês-tempos -dos-
 
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdfAtividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
 
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
 
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantil
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantilApresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantil
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantil
 
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livroMeu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
 
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdfHans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
 
Labor e Trabalho em A Condição Humana de Hannah Arendt .pdf
Labor e Trabalho em A Condição Humana de Hannah Arendt .pdfLabor e Trabalho em A Condição Humana de Hannah Arendt .pdf
Labor e Trabalho em A Condição Humana de Hannah Arendt .pdf
 
04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf
04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf
04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf
 
Produção de poemas - Reciclar é preciso
Produção  de  poemas  -  Reciclar é precisoProdução  de  poemas  -  Reciclar é preciso
Produção de poemas - Reciclar é preciso
 
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
 
clubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importância
clubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importânciaclubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importância
clubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importância
 
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
 
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdfprova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
 
O carteiro chegou - Janet & Allan Ahlberg
O carteiro chegou - Janet & Allan AhlbergO carteiro chegou - Janet & Allan Ahlberg
O carteiro chegou - Janet & Allan Ahlberg
 
bem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animalbem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animal
 
22-modernismo-5-prosa-de-45.pptxrpnsaaaa
22-modernismo-5-prosa-de-45.pptxrpnsaaaa22-modernismo-5-prosa-de-45.pptxrpnsaaaa
22-modernismo-5-prosa-de-45.pptxrpnsaaaa
 
Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdf
Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdfRespostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdf
Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdf
 
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdfHans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
 
5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf
5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf
5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf
 
Atividades-Sobre-o-Conto-Venha-Ver-o-Por-Do-Sol.docx
Atividades-Sobre-o-Conto-Venha-Ver-o-Por-Do-Sol.docxAtividades-Sobre-o-Conto-Venha-Ver-o-Por-Do-Sol.docx
Atividades-Sobre-o-Conto-Venha-Ver-o-Por-Do-Sol.docx
 

Resumo relação entre o filme tempos modernos e a teoria de karl max

  • 1. SociologiadaEducação Faculdade Zumbi dos Palmares - 2013 – 1º Sem. Pedagogia Joyce Mourão Nome: Joyce Mourão 1º Semestre Pedagogia Professora: Elane Sociologia da Educação RESUMO FICHA BIBLIOGRÁFICA COVEZZI, Marinete. Curso de Pedagogia: Brasil/Japão. Cuiabá/MT: EduFMT, 2009. Filme Tempos Modernos - (Modern Times). Charlie Chaplin, 1936. FICHA DE RESUMO Karl Marx tem como característica em sua obra a crítica ao modo da produção capitalista, entende que a categoria trabalho é a categoria chave para entender o modo de produção capitalista. Para ele a sociedade é resultante do processo pelo qual o homem atua sobre a natureza e a transforma por meio de trabalho, estabelecendo relações entre os próprios homens e transformando sua própria natureza, fundando a sociedade. Em sua concepção, a realidade do individuo é interpretada por ele e é transportada para seu pensamento e não ao contrário, onde o plano de idéias realiza a realidade. Marx entende que a força produtiva é composta por vários elementos do processo de trabalho: energia humana empregada no processo de trabalho, objetos sobre os quais se trabalha a matéria prima, tecnologia, ferramentas, máquinas e a própria matéria prima. Porém quando acontece a divisão da técnica de trabalho, surge o processo de alienação, que é o que mostra nitidamente o filme, onde os trabalhadores trabalham como se fossem as próprias máquinas, se a máquina para eles param, se a máquina liga, eles voltam imediatamente, executar sua função. Essa alienação causa problemas graves ao trabalhador, ao cidadão que vive preso nesse sistema capitalista, inclusive transtornos de saúde física e mental. Karl diz que nesse momento de alienação quem decide o quanto o operário vai trabalhar não é mais o homem e sim o trabalho, que decide o quanto ele terá que produzir. Mas isso é causado pelas diferenças sociais, onde a classe predominante exige cada vez mais da classe dominada, investindo muitas
  • 2. SociologiadaEducação Faculdade Zumbi dos Palmares - 2013 – 1º Sem. Pedagogia Joyce Mourão vezes em tecnologia para que a produção aumente cada vez mais, e que o empregado tenha cada vez menos tempo vago. E o trabalhador, fazendo parte da classe dominada e necessitando do trabalho, em função de seu salário, se submete a todas as exigências e se empenha em seu trabalho para que possa garantir seu sustento e de sua família e poder continuar “sobrevivendo” nesse sistema capitalista. Porém, algumas vezes, a classe operária se une para reivindicar seus direitos e melhorias em salários e condições de trabalho, é por esse motivo que surgem as greves, e as revoluções. Antes de o capitalismo existir a forma de adquirir produtos era através do escambo, que se caracteriza pela troca de um produto por outro. Mas, com o tempo foi ficando complicado definir quanto de um produto era necessário para efetuar a troca por outro. Então foi criado o dinheiro, o que chamavam de equivalente legal, mesmo assim, Marx quis entender como é determinado qual o valor em dinheiro será ofertado em determinada mercadoria e pesquisando descobriu que tem que se descobrir o custo dessa mercadoria e nesse valor inclui custos de produção como matéria prima, máquinas, consumo de energia, aluguel, impostos e salários, o elemento que determina o valor do produto é o tempo médio gasto para produzi-lo. Com essa conclusão Marx descobre outra característica do sistema capitalista que é a produção da mais-valia, onde pode acontecer de duas formas: a mais- valia absoluta, onde o lucro é obtido pelas horas de trabalho não pagas ao operário; e a mais-valia relativa, em que o lucro é obtido pelo aumento da produtividade na mesma jornada de trabalho. E a pior parte dessa situação se dá quando percebemos que devido ao processo de alienação que o trabalhador se encontra, ele não percebe que parte de suas horas de trabalho não são pagas. Como diz Marx: “essa é a essência do capitalismo, concentração de riqueza nas mãos da classe dominante e a manutenção das desigualdades entre as classes sociais”. E o filme nos ajuda e visualizar toda essa situação, quando mostra a alienação na fábrica onde Carlitos trabalha, em outro momento, quando ele sai do hospital e a fábrica está fechada nos mostra a situação de crise e desemprego, não apenas dele, mas também do pai da moça por quem ele se “encanta”, o desespero da moça que rouba para não passar fome. Deixa claro também as desigualdades quando mostra a loja de departamento e no final do filme onde estão no restaurante onde conseguem emprego. Mas a parte bonita do filme, e que não deixa de ser verdade, é a última cena que mostra, como na vida real, que mesmo com todas as dificuldades de fazer parte da classe operária, ainda é possível seguir com um sorriso no rosto para continuar lutando para sobreviver.