SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 15
COLÉGIO SALESIANO DOM BOSCO

COMPONENTES: GIOVANA ALVES
             JANINE PRAXEDES
             LETICYA BIANCA
             VITÓRIA PEREIRA

TURMA: 7° ANO “C”
PROFESSORA: DANIELE GONÇALVES
DISCIPLINA: CIÊNCIAS
A malária, também conhecida como
paludismo, é uma doença típica de
países tropicais. No Brasil, por exemplo, é
comum na região da floresta
amazônica, fazendo muitas vítimas
todos os anos. Na África, esta doença
também é muito comum.
A malária é provocada por protozoários
parasitas que são transmitidos para o ser
humano através da picada da fêmea
do mosquito anopheles. O mosquito
pica uma pessoa contaminada,
levando os protozoários para outra
pessoa.
Após ter adquirido a doença, a pessoa
começa apresentar alguns sintomas. O
principal deles é a febre. O doente
começa sentir muito frio, seguido de
fases de extremo calor. Estas febres são
constantes, porém a periodicidade é
irregular. As dores de cabeça, náuseas,
hemorragias e fadiga também são
sintomas.
A doença pode provocar problemas
hepáticos, respiratórios, cardiovasculares,
cerebrais e gástricos. Após apresentar os
sintomas, a pessoa deve ser conduzida
rapidamente a um médico ou hospital
para começar o tratamento. Este é feito a
base de remédios e de uma substância
chamada quinina.
Já existem vacinas em desenvolvimento
contra esta doença. É importante evitar
regiões com incidência desta doença.
Outra precaução é tentar eliminar o
mosquito anopheles, dificultando sua
reprodução.
 25 de abril é o Dia Mundial de Combate
  à Malária.
 A forma de transmissão da malária foi
  descoberta em 1898 pelo pesquisador
  Ronald Ross.
A dengue é uma doença infecciosa febril
aguda causada por um vírus da família
Flaviridae e é transmitida, no Brasil, através
do mosquito Aedes Egypt, também
infectado pelo vírus. Atualmente, a dengue
é considerada um dos principais problemas
de saúde pública de todo o mundo.

Em todo o mundo, existem quatro tipos de
dengue : a infecção inaparente,a clássica,
a hemorrágica e o choque da dengue.
O vírus da dengue pode se apresentar de quatro
formas diferentes, que vai desde a forma inaparente,
em que apesar da pessoa está com a doença não
há sintomas, até quadros de hemorragia, que
podem levar o doente ao choque e ao óbito.

Há suspeita de dengue em casos de doença febril
aguda com duração de até 7 dias e que se
apresente acompanhada de pelo menos dois dos
seguintes sintomas: dor de cabeça, dor atrás dos
olhos, dores musculares, dores nas juntas, prostração
e vermelhidão no corpo.
O tratamento da dengue requer bastante repouso
e a ingestão de muito líquido, como água, sucos
naturais ou chá. No tratamento, também são usados
medicamentos anti-térmicos que devem
recomendados por um médico.

É importante destacar que a pessoa com
dengue Não pode tomar remédios à base de ácido
acetil salicílico, como AAS, Melhoral, Doril, Sonrisal,
Alka-Seltzer, Engov, Cibalena, Doloxene e Buferin.
Como eles têm um efeito anticoagulante, podem
promover sangramentos.
A ação mais simples para a prevenção da dengue é evitar o
nascimento do mosquito, já que não existem vacinas ou
medicamentos que combatam a contaminação. Para isso, é
preciso eliminar os lugares que eles escolhem para a
reprodução.

A regra básica é não deixar a água, principalmente limpa,
parada em qualquer tipo de recipiente.

Então, a dica é manter recipientes, como caixas d’água, barris,
tambores tanques e cisternas, devidamente fechados. E não
deixar água parada em locais como: vidros, potes, pratos e
vasos de plantas ou flores, garrafas, latas, pneus, panelas,
calhas de telhados, bandejas, bacias, drenos de escoamento,
canaletas, blocos de cimento, urnas de cemitério, folhas de
plantas, tocos e bambus, buracos de árvores, além de outros
locais em que a água da chuva é coletada ou armazenada.
As regiões dominantes da dengue ficam
com a centro oeste e sudeste. Mato
Grosso (5,700 casos), Mato Grosso do Sul
(40,100 casos), e o Rio de Janeiro (4,100
casos).
Malária e Dengue: Doenças Tropicais

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados (20)

ÁGua e saúde
ÁGua e saúdeÁGua e saúde
ÁGua e saúde
 
Cólera
CóleraCólera
Cólera
 
Poluiçao da agua
Poluiçao da aguaPoluiçao da agua
Poluiçao da agua
 
Cólera gabriel dantas
Cólera  gabriel dantasCólera  gabriel dantas
Cólera gabriel dantas
 
Ascaridíase sabrina ellen
Ascaridíase sabrina ellenAscaridíase sabrina ellen
Ascaridíase sabrina ellen
 
04 aula cólera
04 aula   cólera04 aula   cólera
04 aula cólera
 
Trabalho de colera
Trabalho de coleraTrabalho de colera
Trabalho de colera
 
Cólera
CóleraCólera
Cólera
 
007 febre tifóide
007   febre tifóide007   febre tifóide
007 febre tifóide
 
Leptospirose
LeptospiroseLeptospirose
Leptospirose
 
Leptospirose
LeptospiroseLeptospirose
Leptospirose
 
O colera esta perto de nós!
O colera esta perto de nós!O colera esta perto de nós!
O colera esta perto de nós!
 
Dengue(1)
Dengue(1)Dengue(1)
Dengue(1)
 
A água com má qualidade é responsável por 80
A água com má qualidade é responsável por 80A água com má qualidade é responsável por 80
A água com má qualidade é responsável por 80
 
Febres entéricas
Febres entéricasFebres entéricas
Febres entéricas
 
Eco ii micorbiologia da água. indicadores2010
Eco ii micorbiologia da água. indicadores2010Eco ii micorbiologia da água. indicadores2010
Eco ii micorbiologia da água. indicadores2010
 
Trabalho colera
Trabalho coleraTrabalho colera
Trabalho colera
 
Doença
DoençaDoença
Doença
 
Cólera
CóleraCólera
Cólera
 
Doenças transmissíveis leptospirose
Doenças transmissíveis leptospiroseDoenças transmissíveis leptospirose
Doenças transmissíveis leptospirose
 

Destaque (20)

Doenças água
Doenças águaDoenças água
Doenças água
 
Doenças veiculação hídrica
Doenças veiculação hídricaDoenças veiculação hídrica
Doenças veiculação hídrica
 
Guia saúde ambiental cmt
Guia saúde ambiental cmtGuia saúde ambiental cmt
Guia saúde ambiental cmt
 
Conferência 4º ano a karina
Conferência 4º ano a karinaConferência 4º ano a karina
Conferência 4º ano a karina
 
Qualidade da Água
Qualidade da ÁguaQualidade da Água
Qualidade da Água
 
Apresentação da josiani
Apresentação da josianiApresentação da josiani
Apresentação da josiani
 
Doenças transmitidas por mosquitos
Doenças transmitidas por mosquitosDoenças transmitidas por mosquitos
Doenças transmitidas por mosquitos
 
Saneamento básico
Saneamento básicoSaneamento básico
Saneamento básico
 
Tratamento da água
Tratamento da águaTratamento da água
Tratamento da água
 
Contaminação e poluição da água
Contaminação e poluição da águaContaminação e poluição da água
Contaminação e poluição da água
 
História de uma Gotinha de Água
História de uma Gotinha de ÁguaHistória de uma Gotinha de Água
História de uma Gotinha de Água
 
A História do Saneamento Básico
A História do Saneamento BásicoA História do Saneamento Básico
A História do Saneamento Básico
 
PREFEITURA RIO - Setor de controle Vetores em PORTOS e AEROPORTOS.
PREFEITURA RIO - Setor de controle Vetores em PORTOS e AEROPORTOS.PREFEITURA RIO - Setor de controle Vetores em PORTOS e AEROPORTOS.
PREFEITURA RIO - Setor de controle Vetores em PORTOS e AEROPORTOS.
 
Saneamento
SaneamentoSaneamento
Saneamento
 
A utilidade da água
A utilidade da águaA utilidade da água
A utilidade da água
 
Homônimos e parônimos
Homônimos e parônimosHomônimos e parônimos
Homônimos e parônimos
 
Radiologia
RadiologiaRadiologia
Radiologia
 
Homônimos e parônimos 902
Homônimos e parônimos 902Homônimos e parônimos 902
Homônimos e parônimos 902
 
Apresentao97 1235035690051966-2
Apresentao97 1235035690051966-2Apresentao97 1235035690051966-2
Apresentao97 1235035690051966-2
 
Dia mundial da água
Dia mundial da águaDia mundial da água
Dia mundial da água
 

Semelhante a Malária e Dengue: Doenças Tropicais

Semelhante a Malária e Dengue: Doenças Tropicais (20)

Pesquisa Sobre Dengue
Pesquisa Sobre DenguePesquisa Sobre Dengue
Pesquisa Sobre Dengue
 
6B - Paulo walifer e kaio
6B - Paulo walifer e kaio6B - Paulo walifer e kaio
6B - Paulo walifer e kaio
 
Dengue 2008
Dengue 2008Dengue 2008
Dengue 2008
 
Dengue 2008
Dengue 2008Dengue 2008
Dengue 2008
 
Dengue 5º c
Dengue 5º cDengue 5º c
Dengue 5º c
 
Todos contra a dengue, malária e o
Todos contra a dengue, malária e oTodos contra a dengue, malária e o
Todos contra a dengue, malária e o
 
Jornal Cidade - Lagoa da Prata - Caderno Especial Dengue - 16/12/2015
Jornal Cidade - Lagoa da Prata - Caderno Especial Dengue - 16/12/2015Jornal Cidade - Lagoa da Prata - Caderno Especial Dengue - 16/12/2015
Jornal Cidade - Lagoa da Prata - Caderno Especial Dengue - 16/12/2015
 
6B - Vitoria e julia souza 6 b
6B - Vitoria e julia souza 6 b6B - Vitoria e julia souza 6 b
6B - Vitoria e julia souza 6 b
 
Aula sobre Dengue e sua profilaxia
Aula sobre Dengue e sua profilaxiaAula sobre Dengue e sua profilaxia
Aula sobre Dengue e sua profilaxia
 
Mpdf
MpdfMpdf
Mpdf
 
6B - Vinnycius
6B - Vinnycius6B - Vinnycius
6B - Vinnycius
 
mosquito da Dengue
mosquito da Denguemosquito da Dengue
mosquito da Dengue
 
Viroses
VirosesViroses
Viroses
 
Aedes Aegypti
Aedes AegyptiAedes Aegypti
Aedes Aegypti
 
Dengue 1 E
Dengue 1 EDengue 1 E
Dengue 1 E
 
Lucas 7ª A
Lucas 7ª ALucas 7ª A
Lucas 7ª A
 
Ativ 2 6_eulalia
Ativ 2 6_eulaliaAtiv 2 6_eulalia
Ativ 2 6_eulalia
 
Dengue
DengueDengue
Dengue
 
Projeto Dengue: O LIE em ação
Projeto Dengue: O LIE em açãoProjeto Dengue: O LIE em ação
Projeto Dengue: O LIE em ação
 
Tudo que você precisa saber sobre a dengue
Tudo que você precisa saber sobre a dengueTudo que você precisa saber sobre a dengue
Tudo que você precisa saber sobre a dengue
 

Último

19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileirosMary Alvarenga
 
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdfcartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdfIedaGoethe
 
Programa de Intervenção com Habilidades Motoras
Programa de Intervenção com Habilidades MotorasPrograma de Intervenção com Habilidades Motoras
Programa de Intervenção com Habilidades MotorasCassio Meira Jr.
 
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveAula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveaulasgege
 
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptxAula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptxBiancaNogueira42
 
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdfMapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdfangelicass1
 
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNASQUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNASEdinardo Aguiar
 
Educação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SPEducação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SPanandatss1
 
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdfCurrículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdfIedaGoethe
 
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...LuizHenriquedeAlmeid6
 
trabalho wanda rocha ditadura
trabalho wanda rocha ditaduratrabalho wanda rocha ditadura
trabalho wanda rocha ditaduraAdryan Luiz
 
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024Jeanoliveira597523
 
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxQUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxIsabellaGomes58
 
Doutrina Deus filho e Espírito Santo.pptx
Doutrina Deus filho e Espírito Santo.pptxDoutrina Deus filho e Espírito Santo.pptx
Doutrina Deus filho e Espírito Santo.pptxThye Oliver
 
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfCultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfaulasgege
 
Atividade com a letra da música Meu Abrigo
Atividade com a letra da música Meu AbrigoAtividade com a letra da música Meu Abrigo
Atividade com a letra da música Meu AbrigoMary Alvarenga
 
Habilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e EspecíficasHabilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e EspecíficasCassio Meira Jr.
 
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecasMesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecasRicardo Diniz campos
 
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundo
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundogeografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundo
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundonialb
 
HABILIDADES ESSENCIAIS - MATEMÁTICA 4º ANO.pdf
HABILIDADES ESSENCIAIS  - MATEMÁTICA 4º ANO.pdfHABILIDADES ESSENCIAIS  - MATEMÁTICA 4º ANO.pdf
HABILIDADES ESSENCIAIS - MATEMÁTICA 4º ANO.pdfdio7ff
 

Último (20)

19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
 
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdfcartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
 
Programa de Intervenção com Habilidades Motoras
Programa de Intervenção com Habilidades MotorasPrograma de Intervenção com Habilidades Motoras
Programa de Intervenção com Habilidades Motoras
 
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveAula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
 
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptxAula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
 
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdfMapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
 
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNASQUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
 
Educação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SPEducação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SP
 
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdfCurrículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
 
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
 
trabalho wanda rocha ditadura
trabalho wanda rocha ditaduratrabalho wanda rocha ditadura
trabalho wanda rocha ditadura
 
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
 
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxQUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
 
Doutrina Deus filho e Espírito Santo.pptx
Doutrina Deus filho e Espírito Santo.pptxDoutrina Deus filho e Espírito Santo.pptx
Doutrina Deus filho e Espírito Santo.pptx
 
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfCultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
 
Atividade com a letra da música Meu Abrigo
Atividade com a letra da música Meu AbrigoAtividade com a letra da música Meu Abrigo
Atividade com a letra da música Meu Abrigo
 
Habilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e EspecíficasHabilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e Específicas
 
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecasMesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
 
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundo
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundogeografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundo
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundo
 
HABILIDADES ESSENCIAIS - MATEMÁTICA 4º ANO.pdf
HABILIDADES ESSENCIAIS  - MATEMÁTICA 4º ANO.pdfHABILIDADES ESSENCIAIS  - MATEMÁTICA 4º ANO.pdf
HABILIDADES ESSENCIAIS - MATEMÁTICA 4º ANO.pdf
 

Malária e Dengue: Doenças Tropicais

  • 1.
  • 2. COLÉGIO SALESIANO DOM BOSCO COMPONENTES: GIOVANA ALVES JANINE PRAXEDES LETICYA BIANCA VITÓRIA PEREIRA TURMA: 7° ANO “C” PROFESSORA: DANIELE GONÇALVES DISCIPLINA: CIÊNCIAS
  • 3. A malária, também conhecida como paludismo, é uma doença típica de países tropicais. No Brasil, por exemplo, é comum na região da floresta amazônica, fazendo muitas vítimas todos os anos. Na África, esta doença também é muito comum.
  • 4. A malária é provocada por protozoários parasitas que são transmitidos para o ser humano através da picada da fêmea do mosquito anopheles. O mosquito pica uma pessoa contaminada, levando os protozoários para outra pessoa.
  • 5. Após ter adquirido a doença, a pessoa começa apresentar alguns sintomas. O principal deles é a febre. O doente começa sentir muito frio, seguido de fases de extremo calor. Estas febres são constantes, porém a periodicidade é irregular. As dores de cabeça, náuseas, hemorragias e fadiga também são sintomas.
  • 6. A doença pode provocar problemas hepáticos, respiratórios, cardiovasculares, cerebrais e gástricos. Após apresentar os sintomas, a pessoa deve ser conduzida rapidamente a um médico ou hospital para começar o tratamento. Este é feito a base de remédios e de uma substância chamada quinina.
  • 7. Já existem vacinas em desenvolvimento contra esta doença. É importante evitar regiões com incidência desta doença. Outra precaução é tentar eliminar o mosquito anopheles, dificultando sua reprodução.
  • 8.  25 de abril é o Dia Mundial de Combate à Malária.  A forma de transmissão da malária foi descoberta em 1898 pelo pesquisador Ronald Ross.
  • 9.
  • 10. A dengue é uma doença infecciosa febril aguda causada por um vírus da família Flaviridae e é transmitida, no Brasil, através do mosquito Aedes Egypt, também infectado pelo vírus. Atualmente, a dengue é considerada um dos principais problemas de saúde pública de todo o mundo. Em todo o mundo, existem quatro tipos de dengue : a infecção inaparente,a clássica, a hemorrágica e o choque da dengue.
  • 11. O vírus da dengue pode se apresentar de quatro formas diferentes, que vai desde a forma inaparente, em que apesar da pessoa está com a doença não há sintomas, até quadros de hemorragia, que podem levar o doente ao choque e ao óbito. Há suspeita de dengue em casos de doença febril aguda com duração de até 7 dias e que se apresente acompanhada de pelo menos dois dos seguintes sintomas: dor de cabeça, dor atrás dos olhos, dores musculares, dores nas juntas, prostração e vermelhidão no corpo.
  • 12. O tratamento da dengue requer bastante repouso e a ingestão de muito líquido, como água, sucos naturais ou chá. No tratamento, também são usados medicamentos anti-térmicos que devem recomendados por um médico. É importante destacar que a pessoa com dengue Não pode tomar remédios à base de ácido acetil salicílico, como AAS, Melhoral, Doril, Sonrisal, Alka-Seltzer, Engov, Cibalena, Doloxene e Buferin. Como eles têm um efeito anticoagulante, podem promover sangramentos.
  • 13. A ação mais simples para a prevenção da dengue é evitar o nascimento do mosquito, já que não existem vacinas ou medicamentos que combatam a contaminação. Para isso, é preciso eliminar os lugares que eles escolhem para a reprodução. A regra básica é não deixar a água, principalmente limpa, parada em qualquer tipo de recipiente. Então, a dica é manter recipientes, como caixas d’água, barris, tambores tanques e cisternas, devidamente fechados. E não deixar água parada em locais como: vidros, potes, pratos e vasos de plantas ou flores, garrafas, latas, pneus, panelas, calhas de telhados, bandejas, bacias, drenos de escoamento, canaletas, blocos de cimento, urnas de cemitério, folhas de plantas, tocos e bambus, buracos de árvores, além de outros locais em que a água da chuva é coletada ou armazenada.
  • 14. As regiões dominantes da dengue ficam com a centro oeste e sudeste. Mato Grosso (5,700 casos), Mato Grosso do Sul (40,100 casos), e o Rio de Janeiro (4,100 casos).