Apresentação luís de camões

9.778 visualizações

Publicada em

Publicada em: Tecnologia
2 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
9.778
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
52
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
155
Comentários
2
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Apresentação luís de camões

  1. 1. LUÍS DE CAMÕES Autores: Fábio T., João e Raquel 21 de Maio de 2010
  2. 2. Em que ano nasceu Luís de Camões? E quando morreu? <ul><li>Luís de Camões nasceu em 1524 (mil quinhentos e vinte e quatro). </li></ul><ul><li>Morreu no dia 10 de Junho de 1580 (mil quinhentos e oitenta). Neste dia é feriado no nosso país e é dia de Portugal. </li></ul>
  3. 3. Quem foi Luís de Camões? <ul><li>Camões era filho de Simão Vaz de Camões e Ana de Sá e Macedo. </li></ul><ul><li>Era um poeta . </li></ul><ul><li>É um dos escritores mais importantes do nosso país. </li></ul>
  4. 4. O que escrevia? <ul><li>Luís de Camões escrevia poemas de amor e sobre a história de Portugal. Também escrevia rimas. </li></ul><ul><li>A sua obra mais importante foi “Os Lusíadas”. </li></ul>
  5. 5. Como era a sua vida? Como se tornou escritor? <ul><li>Ele também era soldado e viajava por vários países. </li></ul><ul><li>Numa das guerras em África, perdeu um olho. </li></ul><ul><li>Escrevia sobre essas viagens e sobre as coisas que aconteciam. Foi assim que se tornou escritor. </li></ul>
  6. 6. Poema de Os Lusíadas <ul><li>Tu só, tu, puro Amor, com força crua, Que os corações humanos tanto obriga, Deste causa à molesta morte sua, Como se fora pérfida inimiga. Se dizem, fero Amor, que a sede tua Nem com lágrimas tristes se mitiga, É porque queres, áspero e tirano, Tuas aras banhar em sangue humano. «Estavas, linda Inês, posta em sossego, De teus anos colhendo doce fruto, Naquele engano da alma, ledo e cego, Que a Fortuna não deixa durar muito, Nos saudosos campos do Mondego, De teus fermosos olhos nunca enxuto, Aos montes ensinando e às ervinhas O nome que no peito escrito tinhas. </li></ul>
  7. 7. Texto sobre o poema <ul><li>Este poema é um bocadinho difícil de entender, porque tem palavras que já não usamos muito para escrever. É sobre a história de amor de Inês de Castro e D. Pedro. </li></ul>
  8. 8. Texto sobre a história de amor de Inês de Castro e D. Pedro <ul><li>D. Afonso IV era o rei e tinha um filho chamado D. Pedro, que era casado com D.ª Constança. Ela tinha muitas amigas que a ajudavam a tomar banho, a vestir e que passeavam com ela. </li></ul><ul><li>D. Pedro apaixonou-se por uma dessas amigas que se chamava Inês de Castro. Começaram a namorar às escondidas. Quando D. Afonso IV descobriu ficou muito furioso e mandou Inês de Castro para outro castelo, com medo que as pessoas soubessem. Entretanto D. Constança morreu e D. Pedro foi morar para o castelo onde estava D. Inês. Até tiveram filhos. Quando D. Afonso IV descobriu ficou ainda mais furioso e mandou matar Inês. D. Pedro ficou mesmo muito triste e zangado e entrou em guerra com o pai. D. Afonso IV teve de fugir do país e D. Pedro tornou-se rei. </li></ul>

×