ENEM 
Ciências Humanas e suas tecnologias
Características da Prova 
Conteúdo X Habilidades 
Situações Problema 
Atualidades
Sucesso! 
Mantenha a 
calma! 
Descanse! 
O segredo...
Estilo das questões. 
• Localizar informações e 
ferramentas de análise. 
• Mobilizar repertório 
cultural (conteúdos, 
ha...
Cadê a chuva (ou, cadê a gestão)? 
No Brasil, apenas 11% 
dos recursos hídricos 
são destinados às 
áreas urbanas 
Há, ent...
De onde vem a água? 
A precipitação é 
abundante na bacia 
Amazônica 
Entretanto, é 
escassa no 
Nordeste e Centro 
Oeste ...
Saneamento
Demanda x disponibilidade 
Área 1 – estresse 
hídrico devido à baixa 
disponibilidade hídrica 
Área 2 e 3 – Estresse 
hídr...
Gestão e SABESP 
• Gestão das bacias – (competência da União) 
• Abastecimento e Saneamento – Governos estaduais e 
prefei...
É caso para se fazer promessa? 
A solução está na GESTÃO 
1. Uso sustentável em 
todas as esferas de 
consumo 
2. Recupera...
Imigração, xenofobia... 
Evolução do número de autorizações de imigração concedidas pelo Conselho Nacional de Imigração 
F...
Imigração, xenofobia 
Autorizações para concessão de visto permanente ou residência permanente no Brasil. 
Estrangeiro em ...
Questão Étnica
Questão Étnica
Questão Étnica
Questão Urbana
Questão 
Urbana
Questão 
Urbana
Questão 
Urbana
Questão 
Urbana
Questão 
Urbana
Questão 
Urbana
Questão 
de Gênero
Questão 
de Gênero
Retratos da desigualdade
Retratos da desigualdade
Retratos da desigualdade
Lei da 
Palmada
Estatuto da Criança e do Adolescente 
Lei 8069, de 13 
de julho de 1990 
Condena maus-tratos 
contra criança e 
adolescent...
Lei da Palmada ou Lei Menino Bernardo 
 Projeto de Lei 7672/2010. 
 Aprovado pelo Congresso em 
maio de 2014. 
 Estabel...
Só um 
tapinha 
não dói 
“Tira minha 
autoridade de 
pai/responsável.” 
“É uma ferramenta 
educativa.” 
“O Estado não tem ...
Tapa não 
educa “A melhor ferramenta 
para se educar é o 
diálogo.” 
“Começa-se com um tapa, 
para demonstrar autoridade. ...
Manifestações sociais 
Vem, vem para a rua vem!
Jornadas de Junho de 2013 
Estopim: aumento do 
preço das passagens 
de ônibus. Destaque 
para o MPL 
(Movimento Passe 
Li...
No início, vândalos 
“Contra tarifa, manifestantes 
vandalizam centro e paulista.” 
FOLHA, 12 de junho de 2013). 
“Realmen...
Agressões a jornalistas e um novo 
olhar sobre as manifestãções
De vândalos a vítimas
Manifestações democráticas?
Novos rumos: para além dos R$0,20 
Educação 
Saúde 
Contra a 
corrupção 
Contra os gastos 
com a copa do 
Contra a cura 
g...
Conquistas das jornadas de junho 
 Revogação do aumento da tarifa do transporte 
público. 
 Câmara arquiva a PEC 37. 
 ...
Rolezinhos 
O que são? 
Encontros de adolescentes que ocorrem em shoppings, parques ou outros 
espaços. Eles são agendados...
Estigmatização dos rolezeiros 
“Vandâlos que 
só querem 
tumultuar.” 
“Risco de 
arrastões.” 
“Querem impor a 
sua cultura...
Proibição dos rolezinhos
Proibição 
dos 
rolezinhos 
De acordo com 
Maurício Pessoa, 
professor de Direito da 
PUC-SP, a proibição é 
legítima, poi...
Democratização do consumo
Preconceito 
à espreita
50 anos do Golpe: comissão da verdade 
• A Comissão Nacional da Verdade foi criada pela Lei 
12528/2011 e instituída em 16...
50 anos do Golpe: comissão da verdade 
• “Volkswagen espionou Lula durante a ditadura, diz 
agência”FSP, 09/2014. 
• “A em...
50 anos do Golpe: comissão da verdade 
• Comissões pelo Mundo: África do Sul, Alemanha, 
Argentina, Bolívia, Canadá, Carol...
O Caso Sul-Africano 
• A mais famosa comissão da verdade da história, foi 
instalada na África do Sul depois do regime rac...
As ditaduras “vizinhas” 
• Argentina: Os julgamentos dos crimes cometidos na 
última ditadura militar da Argentina (1976-8...
Ditadura no Enem: 
• (Enem PPL 2013) Depois de dez anos de aparente imobilidade, 77 950 
operários estavam em greve em São...
Economia no Enem 
• Domínio de conceitos como: 
• Divisão Internacional do Trabalho, Economia de 
aglomeração, emprego inf...
Economia Política Brasileira 
• Temas “quentes”: 
• Classe C. 
• Inflação. 
• Crescimento do PIB. 
• Distribuição de renda...
Economia em números: últimos 20 anos
Economia em números: últimos 20 anos
Economia em números: últimos 20 anos
Economia em números: últimos 20 anos
Economia em números: últimos 20 anos
Economia em números: últimos 20 anos
Economia em números: últimos 20 anos
Economia em números: últimos 20 anos
Economia em números: últimos 20 anos
Economia em números: últimos 20 anos
Economia em números: últimos 20 anos
Economia em números: últimos 20 anos
Economia em números: últimos 20 anos
Economia em números: últimos 20 anos
Economia em números: últimos 20 anos
Economia em números: últimos 20 anos
Economia em números: últimos 20 anos
Economia em números: últimos 20 anos
Economia em números: últimos 20 anos
Economia em números: últimos 20 anos
Economia em números: últimos 20 anos
Economia em números: últimos 20 anos
Economia no Enem 
(Enem PPL 2013) 
A mudança na distribuição das classes de 2005 a 2010 implicou uma expressiva alteração ...
Economia no Enem 
(Enem PPL 2013) 
Um fator no Brasil que explica a situação social demonstrada no gráfico está expresso e...
A Questão Ucraniana
Questão da Ucrânia 
• Os conflitos na Ucrânia que ocupam os noticiários 
recentemente são o resultado de uma divisão inter...
O conflito não é recente 
• A origem dos conflitos na Ucrânia remonta a Guerra Fria, que 
vigorou da década de 1950 até o ...
Aproximação Ucrânia - UE 
• a oferta da União Europeia para que a Ucrânia fizesse 
parte do bloco foi uma alternativa polí...
Qual o Interesse russo? 
• Rússia pretende estabelecer uma união aduaneira em sua 
vizinhança e se fortalecer ainda mais (...
Disputas Rússia - UE 
• Um dos principais pontos para entender o conflito é a 
relação entre a Rússia e a União Europeia, ...
Disputas Rússia - Ucrânia 
• Em novembro de 2013, o presidente da Ucrânia (Victor 
Yanukovich) deixou de assinar um acordo...
Disputas Rússia – Ucrânia 
• Yanukovich foi afastado do cargo, mas as tensões 
continuaram, pois o país ficou dividido ent...
Disputas Rússia – Ucrânia 
• Tropas russas invadem a fronteira com a Ucrânia (leste) e 
a Crimeia (sul), república autônom...
Disputas Rússia – Ucrânia 
• Em 2010, este contrato foi estendido para 2024 em troca 
de suprimentos mais baratos de gás r...
Disputas Rússia – Ucrânia 
• As cidades de Donetsk e Lugansk se autoproclamaram 
repúblicas populares; 
• Os líderes rebel...
Disputas Rússia – EUA 
• Situação da Ucrânia não oferece saídas fáceis ao Ocidente; 
• O presidente Obama avisou a Rússia ...
O Estado Islâmico (ISIS)
Como surgiu o movimento? 
• As imagens da decapitação de um repórter fotográfico 
norte-americano pelo grupo Estado Islâmi...
Como surgiu o movimento? 
• Eles não reconhecem a legitimidade dos Estados que 
foram implementados no Oriente Médio, a pa...
Como surgiu o movimento? 
• Os Estados Unidos não conseguiram cumprir a promessa 
de levar democracia ao Iraque após a inv...
Atuação do Ocidente 
• Grandes potências, como os Estados Unidos, a 
Alemanha, o Reino Unido e a França, elevaram suas 
pr...
Atuação do Ocidente 
• Em um pronunciamento na TV americana, Obama 
também disse que vai financiar e treinar rebeldes síri...
Atuação do Ocidente 
• Ele destacou, entretanto, que a ofensiva será diferente 
das ocorridas no Afeganistão e no Iraque, ...
Prováveis consequências 
• Especialistas avaliam que a tendência é que o grupo seja 
contido, mas não erradicado, e contro...
Dicas para eliminação de alternativas 
• Cuidado com alternativas que contenham 
afirmações absolutas, tais quais ‘nunca’,...
Revisão ENEM - Ciências Humanas 2014
Revisão ENEM - Ciências Humanas 2014
Revisão ENEM - Ciências Humanas 2014
Revisão ENEM - Ciências Humanas 2014
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Revisão ENEM - Ciências Humanas 2014

1.227 visualizações

Publicada em

ENEM

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.227
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
29
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
35
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Revisão ENEM - Ciências Humanas 2014

  1. 1. ENEM Ciências Humanas e suas tecnologias
  2. 2. Características da Prova Conteúdo X Habilidades Situações Problema Atualidades
  3. 3. Sucesso! Mantenha a calma! Descanse! O segredo...
  4. 4. Estilo das questões. • Localizar informações e ferramentas de análise. • Mobilizar repertório cultural (conteúdos, habilidades) Situação Problema • Identificar o comando a ser executado. Tarefa
  5. 5. Cadê a chuva (ou, cadê a gestão)? No Brasil, apenas 11% dos recursos hídricos são destinados às áreas urbanas Há, entretanto, o uso indireto por meio da água virtual
  6. 6. De onde vem a água? A precipitação é abundante na bacia Amazônica Entretanto, é escassa no Nordeste e Centro Oeste As regiões onde há escassez combinam uso intensivo e precipitação mediana
  7. 7. Saneamento
  8. 8. Demanda x disponibilidade Área 1 – estresse hídrico devido à baixa disponibilidade hídrica Área 2 e 3 – Estresse hídrico devido ao uso intensivo dos recursos
  9. 9. Gestão e SABESP • Gestão das bacias – (competência da União) • Abastecimento e Saneamento – Governos estaduais e prefeituras (mediante outorga na União) • No caso do estado de São Paulo – SABESP • A SABESP é uma empresa mista, 50,3% pertencente ao estado de SP e 49,7% pertencente a investidores acionistas.
  10. 10. É caso para se fazer promessa? A solução está na GESTÃO 1. Uso sustentável em todas as esferas de consumo 2. Recuperação de mananciais 3. Interligação dos sistemas de represas Não adianta rezar...
  11. 11. Imigração, xenofobia... Evolução do número de autorizações de imigração concedidas pelo Conselho Nacional de Imigração Fonte: Relatório do Ministério do Trabalho e do Emprego – Coordenação Geral de Imigração. Disponível em http://portal.mte.gov.br Acesso em 23 mar. 2013. Autorizações para concessão de visto permanente ou residência permanente no Brasil. Residência em caráter humanitário. (Asilo Político) Principais Nacionalidades Fonte: Relatório do Ministério do Trabalho e do Emprego – Coordenação Geral de Imigração. Disponível em http://portal.mte.gov.br Acesso em 23 mar. 2013.
  12. 12. Imigração, xenofobia Autorizações para concessão de visto permanente ou residência permanente no Brasil. Estrangeiro em união estável com brasileiro Principais Nacionalidades Fonte: Relatório do Ministério do Trabalho e do Emprego – Coordenação Geral de Imigração. Disponível em http://portal.mte.gov.br Acesso em 23 mar. 2013.
  13. 13. Questão Étnica
  14. 14. Questão Étnica
  15. 15. Questão Étnica
  16. 16. Questão Urbana
  17. 17. Questão Urbana
  18. 18. Questão Urbana
  19. 19. Questão Urbana
  20. 20. Questão Urbana
  21. 21. Questão Urbana
  22. 22. Questão Urbana
  23. 23. Questão de Gênero
  24. 24. Questão de Gênero
  25. 25. Retratos da desigualdade
  26. 26. Retratos da desigualdade
  27. 27. Retratos da desigualdade
  28. 28. Lei da Palmada
  29. 29. Estatuto da Criança e do Adolescente Lei 8069, de 13 de julho de 1990 Condena maus-tratos contra criança e adolescente, mas não define se os maus-tratos são físicos ou morais.
  30. 30. Lei da Palmada ou Lei Menino Bernardo  Projeto de Lei 7672/2010.  Aprovado pelo Congresso em maio de 2014.  Estabelece “Que menores de 18 anos têm direito de serem educados sem o uso de castigo físico ou de tratamento cruel ou degradante”. E qual a concepção de castigo físico? “Ação de natureza disciplinar com o uso da força física que resulte em sofrimento ou lesão à criança ou ao adolescente.”
  31. 31. Só um tapinha não dói “Tira minha autoridade de pai/responsável.” “É uma ferramenta educativa.” “O Estado não tem o direito de interverir no ambiente privado. Compete aos responsáveis saber qual a melhor forma, ou o melhor método, de se educar os filhos.”
  32. 32. Tapa não educa “A melhor ferramenta para se educar é o diálogo.” “Começa-se com um tapa, para demonstrar autoridade. Mas é muito fácil passar para a etapa dos tapas mais fortes e/ou espancamentos.” “A criança que apanha não aprende a respeitar o seu agressor, e sim, tem medo dele.”
  33. 33. Manifestações sociais Vem, vem para a rua vem!
  34. 34. Jornadas de Junho de 2013 Estopim: aumento do preço das passagens de ônibus. Destaque para o MPL (Movimento Passe Livre).
  35. 35. No início, vândalos “Contra tarifa, manifestantes vandalizam centro e paulista.” FOLHA, 12 de junho de 2013). “Realmente, esses revoltosos de classe média não valem nem 0,20 centavos.” (Arnaldo Jabor, em 13 de junho de 2013, no Jornal da Globo). “Governo de São Paulo diz que será mais duro contra vandalismo.” (FOLHA, 13 de junho de 2013).
  36. 36. Agressões a jornalistas e um novo olhar sobre as manifestãções
  37. 37. De vândalos a vítimas
  38. 38. Manifestações democráticas?
  39. 39. Novos rumos: para além dos R$0,20 Educação Saúde Contra a corrupção Contra os gastos com a copa do Contra a cura gay mundo e as olimpíadas Contra a PEC 37
  40. 40. Conquistas das jornadas de junho  Revogação do aumento da tarifa do transporte público.  Câmara arquiva a PEC 37.  Deputados aprovam 75% dos royalties do petróleo e do gás natural para a educação, e 25% para a saúde.  Senado aprova crime hediondo para corrupção.  RS anuncia passe livre estudantil.  Senado aprova projeto para expropriar terras onde há trabalho escravo.
  41. 41. Rolezinhos O que são? Encontros de adolescentes que ocorrem em shoppings, parques ou outros espaços. Eles são agendados por meio das redes sociais. Curtir Paquerar Zoar com a galera Dar um role Encontrar com nosso ídolo Descontrair
  42. 42. Estigmatização dos rolezeiros “Vandâlos que só querem tumultuar.” “Risco de arrastões.” “Querem impor a sua cultura (funk).” “É um risco para a segurança pública. O shopping deixa de ser um ambiente familiar. Muitas famílias estão deixando de frequentar os shoppings com medo desses rolezinhos.”
  43. 43. Proibição dos rolezinhos
  44. 44. Proibição dos rolezinhos De acordo com Maurício Pessoa, professor de Direito da PUC-SP, a proibição é legítima, pois os centros comerciais são espaços privados e não são obrigados a receber reuniões e eventos. Caio Medauar, especialista em direito do consumidor, afirma que o veto vai contra o direito de ir e vir e que os próprios preços dos produtos pode ser usado para “filtrar” a clientela.
  45. 45. Democratização do consumo
  46. 46. Preconceito à espreita
  47. 47. 50 anos do Golpe: comissão da verdade • A Comissão Nacional da Verdade foi criada pela Lei 12528/2011 e instituída em 16 de maio de 2012. • A CNV tem por finalidade apurar graves violações de Direitos Humanos ocorridas entre 18 de setembro de 1946 e 5 de outubro de 1988. • Não implica em uma revisão da atual Lei de Anistia de 1979. • Questão a ser debatida: O Estado pode negar o direito à informação?
  48. 48. 50 anos do Golpe: comissão da verdade • “Volkswagen espionou Lula durante a ditadura, diz agência”FSP, 09/2014. • “A empresa alemã Volkswagen espionou seus funcionários e sindicalistas brasileiros durante a ditadura militar (1964-1985) e passou informações sobre reivindicações salariais e outras discussões privadas aos militares. Um dos alvos da empresa foi o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que viria a ser presidente de 2003 a 2010.” • “Os documentos foram recentemente descobertos em arquivos do governo por pesquisadores que estão contribuindo com os trabalhos da Comissão Nacional da Verdade, que investiga abusos ocorridos durante o regime militar, a pedido da presidente Dilma Rousseff.”
  49. 49. 50 anos do Golpe: comissão da verdade • Comissões pelo Mundo: África do Sul, Alemanha, Argentina, Bolívia, Canadá, Carolina do Norte (Estados Unidos), Chade, Chile, Coréia do Sul, Equador, El Salvador, Gana, Haiti, Ilhas Maurício, Ilhas Salomão, Indonésia, Marrocos, Nepal, Panamá, Paraguai, Peru, Portugal, Quênia, República Democrática do Congo, República Federal da Iugoslávia, Sri Lanka, Timor Leste, Togo, Uruguai e Zimbábue, dentre outras.
  50. 50. O Caso Sul-Africano • A mais famosa comissão da verdade da história, foi instalada na África do Sul depois do regime racista do Apartheid. Após dezoito meses de amplo debate, o parlamento sul-africano aprovou o Ato de Promoção da Unidade e Reconciliação Nacional, em 1995, que estabelecia a Comissão de Verdade e Reconciliação. A comissão foi chefiada pelo arcebispo Desmond Tutu.
  51. 51. As ditaduras “vizinhas” • Argentina: Os julgamentos dos crimes cometidos na última ditadura militar da Argentina (1976-83) já levaram à prisão 486 ex-militares envolvidos nas ações de terrorismo do Estado, que deixaram mais de 30 mil pessoas mortas ou desaparecidas, segundo entidades de direitos humanos. • Uruguai: Em abril de 2011, a Câmara de Deputados do Uruguai aprovou a norma que declara que os crimes cometidos durante a ditadura militar são de lesa humanidade e, portanto, imprescritíveis. A sua sanção é o primeiro passo para derrubar a lei uruguaia que anistiava os militares e policiais acusados por crimes cometidos durante a ditadura de 1973 a 1985.
  52. 52. Ditadura no Enem: • (Enem PPL 2013) Depois de dez anos de aparente imobilidade, 77 950 operários estavam em greve em São Bernardo, Santo André, São Caetano e Diadema – o chamado ABCD, coração industrial do país. Em todas as fábricas, os operários cruzaram os braços em silêncio. Apanhado de surpresa, o governo militar ficou por algum tempo sem ação. Os empregadores, por sua vez, sofriam sérios prejuízos a cada dia de greve. ALVES, M. H. M. Estado e oposição no Brasil (1964-1984). Petrópolis: Vozes, 1984 (adaptado). • O movimento sindical, em fins dos anos 1970, começou a se rearticular e a patrocinar greves de significativa repercussão. Essas greves aconteceram em um contexto político-institucional de • a) revogação da negociação coletiva entre patrões e empregados. • b) afirmação dos direitos individuais por parte de minorias. • c) suspensão da legislação trabalhista forjada durante a Era Vargas. • d) limitação à liberdade das organizações sindicais e populares. • e) discordância dos empresários com as políticas industriais.
  53. 53. Economia no Enem • Domínio de conceitos como: • Divisão Internacional do Trabalho, Economia de aglomeração, emprego informal, Empresas transnacionais, modalidades de produção industrial, taylorismo e fordismo, toyotismo, liberalismo econômico, neoliberalismo, lei da oferta e da procura e economia informal. • População Economicamente Ativa (PEA), PIB, setores da economia, agronegócio, câmbio, depressão econômica, guerra fiscal, inflação, tipos de indústrias, tipos de industrialização, etc.
  54. 54. Economia Política Brasileira • Temas “quentes”: • Classe C. • Inflação. • Crescimento do PIB. • Distribuição de renda. • Programas sociais. • Comércio Exterior.
  55. 55. Economia em números: últimos 20 anos
  56. 56. Economia em números: últimos 20 anos
  57. 57. Economia em números: últimos 20 anos
  58. 58. Economia em números: últimos 20 anos
  59. 59. Economia em números: últimos 20 anos
  60. 60. Economia em números: últimos 20 anos
  61. 61. Economia em números: últimos 20 anos
  62. 62. Economia em números: últimos 20 anos
  63. 63. Economia em números: últimos 20 anos
  64. 64. Economia em números: últimos 20 anos
  65. 65. Economia em números: últimos 20 anos
  66. 66. Economia em números: últimos 20 anos
  67. 67. Economia em números: últimos 20 anos
  68. 68. Economia em números: últimos 20 anos
  69. 69. Economia em números: últimos 20 anos
  70. 70. Economia em números: últimos 20 anos
  71. 71. Economia em números: últimos 20 anos
  72. 72. Economia em números: últimos 20 anos
  73. 73. Economia em números: últimos 20 anos
  74. 74. Economia em números: últimos 20 anos
  75. 75. Economia em números: últimos 20 anos
  76. 76. Economia em números: últimos 20 anos
  77. 77. Economia no Enem (Enem PPL 2013) A mudança na distribuição das classes de 2005 a 2010 implicou uma expressiva alteração no formato do primeiro para o segundo gráfico. Um processo associado a essa mudança está indicado no(a) a) expansão do mercado interno. b) concentração da renda nacional. c) persistência da crise internacional. d) crescimento demográfico acelerado. e) fracasso das políticas redistributivas.
  78. 78. Economia no Enem (Enem PPL 2013) Um fator no Brasil que explica a situação social demonstrada no gráfico está expresso em: a) Declínio do trabalho formal. b) Subsídio econômico do governo. c) Aumento do controle da migração. d) Decréscimo da renda dos empregados. e) Expansão da demanda de mão de obra.
  79. 79. A Questão Ucraniana
  80. 80. Questão da Ucrânia • Os conflitos na Ucrânia que ocupam os noticiários recentemente são o resultado de uma divisão interna histórica no país acirrada pelo abandono de um acordo de associação à União Europeia (UE) e de manutenção das tradicionais relações com a Rússia. • A desistência do governo em se aliar à UE levou milhares de pessoas às ruas. As manifestações foram reprimidas pelo Estado com violência e o número de mortos aumenta a cada dia.
  81. 81. O conflito não é recente • A origem dos conflitos na Ucrânia remonta a Guerra Fria, que vigorou da década de 1950 até o fim da União Soviética, no começo dos anos de 1990; • Como legado do fim da Guerra Fria, estabeleceu-se uma Ucrânia dividida: • uma ocidentalizada, com tendências europeizantes que, atualmente, é representada pelos manifestantes que pedem a associação do país à União Europeia; • outra, com forte ligações com a Rússia, representada por parte da população que mantém costumes russos. Cerca de 20% da população da Ucrânia é russa étnica e culturalmente.
  82. 82. Aproximação Ucrânia - UE • a oferta da União Europeia para que a Ucrânia fizesse parte do bloco foi uma alternativa política e econômica à dependência da Rússia; • Como membro associado, teria acesso a acordos comerciais preferenciais com a Europa e empréstimos facilitados; • Ainda que haja abundância de recursos naturais - como o petróleo e o gás, a Ucrânia não tem uma economia diversificada e se mantém por meio de produtos primários (economia deficitária).
  83. 83. Qual o Interesse russo? • Rússia pretende estabelecer uma união aduaneira em sua vizinhança e se fortalecer ainda mais (já é 6ª economia global); • Também precisa da Ucrânia (antigo celeiro da Europa), além de sua matéria-prima e mercado para sonhar com um grupo forte economicamente; • O país já possui a integração de infraestrutura necessária: estradas, ferrovias, gasodutos e sistemas de comunicação; • Os grandes parceiros russos (da ex-URSS) são o Cazaquistão (42ª economia), Ucrânia (48ª economia) e Belarus (65ª economia).
  84. 84. Disputas Rússia - UE • Um dos principais pontos para entender o conflito é a relação entre a Rússia e a União Europeia, que depende do fornecimento de energia russo; • A Rússia é a maior fornecedora de energia da UE, por isso Putin joga, ele não teria condição de enfrentar a Europa se não fosse pela chantagem da política energética; • O que o bloco europeu poderia fazer agora é peitar a Rússia, mas não pode fazer porque Putin pode decidir que a Europa ficará sem energia.
  85. 85. Disputas Rússia - Ucrânia • Em novembro de 2013, o presidente da Ucrânia (Victor Yanukovich) deixou de assinar um acordo de aproximação com a UE e manteve a proximidade da Ucrânia em relação a Rússia; • Para que a Ucrânia mantivesse tal postura, o governo russo prometeu um empréstimo de US$ 15 bi, mais uma sensível redução nos preços do gás adquirido; • Milhares de pessoas protestaram contra a decisão do governo. Milícias armadas tomaram prédios públicos. A polícia revidou e a tensão se espalhou. Morreram 82 pessoas nos conflitos só em 02/2013.
  86. 86. Disputas Rússia – Ucrânia • Yanukovich foi afastado do cargo, mas as tensões continuaram, pois o país ficou dividido entre os pró-UE e Pró-Rússia. • Governo russo condena o afastamento do então presidente e recebe apoio dos ucranianos de origem russa; • Os ucranianos russófonos se dizem perseguidos pelo seu governo e pedem ajuda à Rússia;
  87. 87. Disputas Rússia – Ucrânia • Tropas russas invadem a fronteira com a Ucrânia (leste) e a Crimeia (sul), república autônoma ucraniana e de maioria russa; • A maioria da região da Crimeia habitada por moradores falantes de russo tem grande importância política e estratégica tanto para a Rússia como para a Ucrânia; • A esquadra russa no mar Negro tem sua base histórica na cidade de Sebastopol. Depois que a Ucrânia se tornou independente, um contrato foi elaborado para que a frota continuasse a operar de lá;
  88. 88. Disputas Rússia – Ucrânia • Em 2010, este contrato foi estendido para 2024 em troca de suprimentos mais baratos de gás russo para a Ucrânia. • O governo da Ucrânia e os rebeldes pró-russos concordaram quanto a um cessar-fogo para o leste do país, que entrou em vigor em 05/09; • A trégua, a primeira entre as duas as partes do conflito foi mediada pela Rússia e pela Organização para a Segurança e Cooperação na Europa (OSCE).
  89. 89. Disputas Rússia – Ucrânia • As cidades de Donetsk e Lugansk se autoproclamaram repúblicas populares; • Os líderes rebeldes vão continuar lutando pela independência da Ucrânia; • Acreditam que um cessar-fogo imediato cria as bases para desenvolver um diálogo político e econômico; • O conflito entre as tropas governamentais e milicianos separatistas pró-Moscou já dura oito meses e custou quase 2.600 vidas.
  90. 90. Disputas Rússia – EUA • Situação da Ucrânia não oferece saídas fáceis ao Ocidente; • O presidente Obama avisou a Rússia para se manter afastada do território ucraniano. Putin não respeitou o “comunicado”; • O conflito já considerado o maior após a invasão da Tchecoslováquia pelos soviéticos; • Até os EUA já consideram a Crimeia perdida pelos ucranianos; • Segundo o governo estadunidense, o melhor a se fazer é garantir que a Rússia não avance mais em território ucraniano.
  91. 91. O Estado Islâmico (ISIS)
  92. 92. Como surgiu o movimento? • As imagens da decapitação de um repórter fotográfico norte-americano pelo grupo Estado Islâmico (EI) chocaram o mundo. • Elas evidenciaram a brutalidade da violenta campanha empreendida na Síria e no Norte do Iraque, onde o grupo, no início do mês, invadiu áreas sob controle dos curdos deixando mais de 1 milhão de refugiados. • A nova organização, fundada em 2004, a partir do braço iraquiano da conhecida Al Qaeda, tem a proposta de recriar um califado e impor a sharia, a lei islâmica.
  93. 93. Como surgiu o movimento? • Eles não reconhecem a legitimidade dos Estados que foram implementados no Oriente Médio, a partir dos interesses ocidentais; • Simbolicamente, por exemplo, queimam os passaportes, as identidades nacionais. Eles querem criar uma identidade árabe, mas com base numa sustentação sunita do Islã: • A desestabilização do governo xiita no Iraque, que não soube se articular com os sunitas e com os curdos, etnia que vive no Norte do país, foi o cenário propício para a expansão do Estado Islâmico.
  94. 94. Como surgiu o movimento? • Os Estados Unidos não conseguiram cumprir a promessa de levar democracia ao Iraque após a invasão de 2003, que resultou na queda de Saddam Hussein, e o Estado iraquiano foi se “esfacelando”; • A maior parte dos militantes do EI vem de nações árabes, entre elas, a Arábia Saudita, o Marrocos e a Tunísia. Estima-se que cerca de 3 mil cidadãos de países ocidentais também estejam entre os combatentes. • Alguns levantamentos indicam que as nacionalidades dos voluntários do EI chegam a mais de 80.
  95. 95. Atuação do Ocidente • Grandes potências, como os Estados Unidos, a Alemanha, o Reino Unido e a França, elevaram suas preocupações nos últimos dias e anunciaram a ampliação do apoio, com efetivos militares e armas, à resistência contra o EI composta por curdos e xiitas, no Iraque; • Desde 8 de agosto, o governo norte-americano realiza ataques aéreos a alvos do Estado Islâmico. • Apesar das ameaças do grupo de matar outro jornalista refém, caso os ataques não fossem interrompidos, os Estados Unidos mantêm as ofensivas no Norte do Iraque, em apoio às forças curdas.
  96. 96. Atuação do Ocidente • Em um pronunciamento na TV americana, Obama também disse que vai financiar e treinar rebeldes sírios para combater o grupo radical islâmico. • Ele afirmou ainda que pedirá apoio do Congresso do país para levar o plano adiante. • "Quem ameaçar os Estados Unidos, não encontrará porto seguro", afirmou Obama, referindo-se ao terrorismo.
  97. 97. Atuação do Ocidente • Ele destacou, entretanto, que a ofensiva será diferente das ocorridas no Afeganistão e no Iraque, acrescentando que não haverá tropas americanas em solo. • Segundo Obama, seu objetivo é "enfraquecer e, em última análise, destruir" o Estado Islâmico por meio de uma estratégia de contraterrorismo sustentada e abrangente.
  98. 98. Prováveis consequências • Especialistas avaliam que a tendência é que o grupo seja contido, mas não erradicado, e controle alguns territórios da Síria e do Iraque por muito tempo. • Além disso, os curdos, que há tempos reivindicam um Estado próprio, podem sair fortalecidos ao conter o avanço do EI. • Apesar do apoio de combatentes de várias nacionalidades, o extremismo e a crueldade com que o EI atua é visto como ameaça pelos próprios sunitas moderados, que detêm o poder político em outros países da região, como Jordânia, Arábia Saudita e Turquia.
  99. 99. Dicas para eliminação de alternativas • Cuidado com alternativas que contenham afirmações absolutas, tais quais ‘nunca’, ‘sempre’, ‘jamais’ etc. • Marque palavras-chave. • Risque as alternativas descartadas para não ter que lê-las várias vezes até se lembrar que ela está incorreta. • Quando ficar entre duas alternativas que parecem corretas, procure aquela que se enquadre melhor no contexto apresentado no enunciado da questão.

×