Marcas Gal

614 visualizações

Publicada em

Publicada em: Negócios
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
614
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • Primeiro, quais são as principais vantagens econômicas de
  • Primeiro, quais são as principais vantagens econômicas de
  • Marcas Gal

    1. 1. marcas<br />
    2. 2. o presente está voltado para as marcas<br />
    3. 3. o que é marca?<br />marca é a síntese dos valores de uma empresa.<br />
    4. 4. logomarca<br />produto<br />marca<br />
    5. 5.
    6. 6. uma marca<br />tem um significado<br />expõe claramente as suas promessas<br />toma partido<br />desperta uma conexão emocional<br />se relaciona com seus públicos<br />
    7. 7.
    8. 8.
    9. 9.
    10. 10.
    11. 11.
    12. 12.
    13. 13.
    14. 14.
    15. 15.
    16. 16.
    17. 17. a marca é capaz de transcender o produto e estabelecer conexões emocionais em todos os níveis.<br />
    18. 18. a marca é o próprio negócio<br />
    19. 19. a marca espelha uma promessa<br />
    20. 20. como eu falo<br />como eu me apresento<br />eu sou<br />minha identidade<br />minha imagem<br />
    21. 21. minha identidade<br />minha imagem<br />=<br />
    22. 22. “marca é aquilo que falam da gente quando a gente não está presente”Jeff Bezos<br />
    23. 23. por que é tão importante fazer a gestão da marca?<br />
    24. 24. alinha negócio, imagem e discurso <br />trazendo resultados.<br />porque transforma os valores da empresa num padrão de ação.<br />
    25. 25.
    26. 26. comunicar é dialogar para blindar os seguintes esforços:<br />_construir uma identidade única para os públicos estratégicos, caracterizando o que a empresa é e seu papel junto ao mercado.<br />_construir um diálogo crível e consistente com os stakeholders – consumidores, acionistas, funcionários, produtores, revendedores, parceiros, pesquisadores, governos, jornalistas, etc.<br />_definir políticas internas<br />_agregra valor financeiro para investidores<br />_proteger a empresa frente a crises e cenários desfavoráveis<br />_endossar marcas criadas para os novos segmentos e/ou mercados<br />_potencializar oferta de serviços agregados (programas de fidelidade, atendimento ao consumidor, assistência técnica, etc.)<br />_direcionar as ações de responsabilidade socioambiental e patrocínios<br />
    27. 27. objetivo da empresa<br />gerar lucro<br />gerar valor sustentável para a marca e para o acionista.<br />
    28. 28. a gestão da marca requer um equilíbrio entre 3 fatores:<br />percepção de marca<br />marketshare<br />rentabilidade<br />
    29. 29.
    30. 30. as marcas têm <br />um novo papel <br />
    31. 31. ciclo de fidelidade<br />
    32. 32. “É A MARCA QUE COMPRO E POSSO REPRIMIR A COMPRA SE <br /> ELA NÃO ESTIVER DISPONÍVEL”<br />Lealdade<br />Preferência<br /> “É A MARCA QUE EU QUERO COMPRAR"<br />“ESTÁ ENTRE AS QUE PENSO NA HORA DE COMPRAR"<br />Consideração<br />“CONHEÇO ESTA MARCA"<br />Conhecimento<br />A CONSIDERAÇÃO E A PREFERÊNCIA SÃO MÃES DA INTENÇÃO DE COMPRA.<br />
    33. 33. o consumidor projeta um resultado de produto baseado na experiência com a marca<br />nesse processo, é possível barrar até a experimentação de outra marca<br />
    34. 34. Consumidores fiéis:<br /><ul><li>Compram e recompram produtos da marca –projeções estáveis de compra, premiumprice
    35. 35. Recomendam os produtos aos amigos – reduz o custo de captação de novos clientes
    36. 36. Experimentam novos produtos da marca – projeção de compras
    37. 37. Têm disposição para dialogar com a marca, dando informações que podem subsidiar a criação de novos produtos e serviços – reduz custos com pesquisas e desenvolvimento
    38. 38. Causam atendimentos mais rápidos no SAC – redução no custo de atendimento
    39. 39. Defendem a marca contra os detratores e dão argumentos para que outros a defendam – reduz custos com gestão de crises</li></li></ul><li>Quanto mais fortes as marcas, mais expectativa de lucros maiores no futuro.<br />Imagem dos<br />públicos<br />Processo de decisão do<br />Consumidor<br />Valor gerado<br />Pelo cliente<br />Valor daMarca<br />Qual é a percepção externa dos públicos?<br />Por que os consumidores escolhem a marca versus os concorrentes? O que a diferencia?<br />Quais os benefícios econômicos gerados pelo cliente?<br />Qual é o impacto no lucro?<br />Qual é a projeção de lucros futuros atualizados a valor presente exclusivamente associados à marca?<br />A quantificação do impacto da percepção no valor da empresa é exatamente o valor da marca:<br />Fonte: BrandAnalytics<br />
    40. 40. Em algumas operações recentes, o valor da operação foi maior que o valor patrimonial. Dentre esta diferença estava o ativo Marca.<br />Fonte: BrandAnalytics<br />
    41. 41.
    42. 42. Se a marca fosse perdida, 21% dos lucros seriam perdidos<br />
    43. 43.
    44. 44. a gestão da marca requer um equilíbrio entre 3 fatores:<br />percepção de marca<br />marketshare<br />rentabilidade<br />
    45. 45. marketing<br />é expor a promessa do produto do ponto de vista do benefício, preço e imagem. <br />é diálogo<br />
    46. 46. interatividade<br />
    47. 47. conexão<br />
    48. 48. por despertar uma emoção, ela é definida não somente pela empresa, mas numa relação com os indivíduos.<br />
    49. 49. parangoléhélio oiticica<br />
    50. 50. a modernidade está no jeito de pensar, independente da época<br />
    51. 51.
    52. 52. Principais Veículos de Comunicação em 1978:<br />Rádio<br />Primeiros Outdoors<br />TV<br />Jornal<br />Revista<br />14 MM de aparelhos<br />1000 emissoras<br />
    53. 53.
    54. 54. rádio SulAmérica trânsito<br />ajudando você a enfrentar o trânsito de São Paulo<br />
    55. 55. lembrança de marca: de 4º lugar para o 2°l ugarem apenas 30 dias*<br />awarness: cresceu 82% em 90 dias, 27% acima do 3° colocado<br />vendas: 30% maiores em relação ao ano anterior<br />
    56. 56. aonde entram os meios digitais?<br />o modelo do negócio está apoiado num recurso tecnológico – o celular<br />rádio por si, já é um meio de relacionamento, mas é potencializado por outros meios digitais dentro de comunidades.<br />são facilitadores de encontros – jantares, happyhours.<br />o conteúdo é distribuído em outros meios digitais, como site, celular, twitter.<br />
    57. 57. 2001 – Golden Cyber<br />2007 - Titanium<br />2008 - Integrated<br />
    58. 58. mudam os meios <br />mas o mais importantecontinua sendo<br />a mensagem<br />
    59. 59. porque os consumidores <br />estão conectados<br />renovam seu arsenal de informações e interesses com muito mais rapidez e facilidade<br />
    60. 60. como<br />gestão otimizada<br />a partir da ótica do negócio +<br />ações integradas + <br />interatividade/colaboração +<br />mensuração contínua +<br />resultados que orientarão novas ações.<br />
    61. 61. AmericanAirlines<br />
    62. 62. Starbucks <br />
    63. 63. Procter&Gamble<br />
    64. 64. Nike<br />
    65. 65. Dell<br />
    66. 66. Hipercard<br />
    67. 67. consumidor<br />brasileiro<br />
    68. 68. não estamos em ny, nem na europa.<br />estamos num país que deixou de ser pobre e passou a ser emergente<br />não é só mais a antiga classe média que consome: temos uma enorme massa de novos consumidores<br />
    69. 69. temos que levar em conta a complexidade do mundo da comunicação<br />
    70. 70. Entenda o Brasil.<br />Calce os sapatos do cliente. Use a perspectiva do cliente.<br />Leia. Leia as colunas de negócios, as revistas semanais, os jornais, os blogs, estude.<br />O desafio não é ter a informação. É como atuar sobre ela.<br />Pense em ações que impactarão a relação da marca com o consumidor no curto, no médio e no longo prazo.<br />Não queira dominar o consumidor. Dialogue com ele. Entenda que ele tem o poder.<br />Seja relevante na mensagem. E adeque-a a cada meio.<br />Pense simples.<br />Entenda que no fim tudo diz respeito ao ser humano.<br />
    71. 71.
    72. 72.
    73. 73.
    74. 74.
    75. 75.
    76. 76.
    77. 77. Até a próxima!<br />
    78. 78.
    79. 79.
    80. 80. “Este não é um lugar para mediocridades assustadas e preguiçosas”<br />David Ogilvy<br />

    ×