SlideShare uma empresa Scribd logo
Tabela matriz a utilizar para a realização da 1ª parte da tarefa, conforme indicações do Guia da Sessão



           Conhecimento na área                                                         Biblioteca escolar

                          Aspectos críticos
                          que a Literatura                                                                                    Desafios. Acções
        Domínio                                 Pontos fortes        Fraquezas           Oportunidades           Ameaças
                             identifica                                                                                        a implementar

                                                                                        . Professora
                                                                  . Primeiro ano
                          . Liderança         .Professora do                            Bibliotecária a                       . Participação
                                                                  como Professora
                          . Formação em       Quadro de Escola                          tempo inteiro.                        activa junto dos
                                                                  Bibliotecária.                             . O professor
                          Tecnologia da       há 13 anos.                               . Constituição da                     Departamentos e
                                                                  . Ainda se verifica                        bibliotecário
                          Informação.         .Conhecedora de                           equipa com vários                     Conselhos de
                                                                  um fraca                                   ainda não é
                          . Planeamento       toda a                                    elementos.                            Turma.
                                                                  articulação entre                          encarado como
                          Curricular.         comunidade                                . Coordenadores                       . Envolvimento na
                                                                  os departamentos                           um recurso
                                              educativa, sendo                          inter-concelhios.                     elaboração dos
                                                                  e a BE, devido à                           valioso no
                                              Presidente do                             .Formação na                          docs orientadores
                                                                  sua curta                                  processo de
Competências do                               Conselho Geral.                           área,                                 do Agrupamento.
                                                                  existência ( cerca                         ensino
professor bibliotecário                       . Pertencia à                             disponibilizada                       . Divulgação dos
                                                                  de 2 anos ).                               /aprendizagem.
                                              equipa no ano                             pela RBE e                            trabalhos
                                                                  . Formação
                                              lectivo anterior.                         DGIDG e Centros                       realizados na BE,
                                                                  Especializada.
                                              . Professora a                            de Formação.                          que contribuam
                                                                  . Tempo para
                                              tempo inteiro.                                                                  para o sucesso
                                                                  formação.
                                                                                                                              educativo.
Conhecimento na área                                                           Biblioteca escolar

                          . Manual de                                                    . Apoio da           . Os professores   . Elaboração e
Organização e Gestão da   Procedimentos.                           . Financiamento -     coordenadora         da equipa tem      actualização dos
BE                        . Disponibilização    . Espaço           Falta de              inter – concelhia,   poucas horas de    documentos
                          de materiais e        organizado e       orçamento             órgão de gestão e    apoio à BE.        inerentes à gestão
                          recursos de           adequado.          próprio.              entidades locais.    . Não há horas     e organização da
                          informação para       . A BE está        . Falta de recursos                        para professores   BE.
                          uso nas práticas      integrada no       materiais.                                 colaboradores.     . Produzir
                          lectivas.             Projecto                                                                         materiais e
                          .                     Educativo e PAA,                                                                 disponibilizar
                          Desenvolvimento       R.I. do                                                                          recursos que
                          de uma actividade     Agrupamento                                                                      sirvam de apoio
                          sistemática de                                                                                         às aprendizagens.
                          recolha de
                          informação.
                          . Integração das
                          BE´ s no
                          desenvolvimento
                          curricular.
                          . Constituição de
                          uma equipa que
                          assegure as
                          rotinas inerentes à
                          gestão, que
                          articule e trabalhe
                          com a escola,
                          professores e
                          alunos.
Conhecimento na área                                                Biblioteca escolar

                        .
                        Desenvolvimento
                        de competências
                        de leitura e de
                        literacia da
                        informação.

                        .Definição de uma
                        política
                        documental.
                        . Disponibilização
                        de um conjunto
                        de recursos de
                        informação, em                    . Actualização da
                                                                              . Apoio da R.B.E.    . Ausência de   . Elaboração do “
                        diferentes                        colecção.
                                                                              e do PNL.            uma política    Plano de
Gestão da Colecção      ambientes e                       . Orçamento
                                           .                                                       documental.     Desenvolvimento
                        suportes,                         reduzido para
                                                                                                                   da Colecção”.
                        actualizada e em                  actualização da
                        extensão e                        colecção.
                        qualidade
                        adequadas à
                        necessidades dos
                        utilizadores.


A BE como espaço de     . Articulação com   . Reuniões
conhecimento e          os departamentos,   semanais da
Conhecimento na área                                                          Biblioteca escolar

                            professores e
                            alunos na
                            planificação e
                            desenvolvimento      equipa para
                            de actividades       planificação das
                            educativas e de      actividades com
                            aprendizagem.        vários ciclos de
                                                                                         . Valorização do     . O ensino
                            . As BE’ estão       ensino e com
                                                                                         processo ensino      continua centrado   . Construção de
                            integradas no        várias estruturas.
                                                                      . A articulação e  /aprendizagens,      na sala de aula.    materiais de apoio
aprendizagem. Trabalho      Projecto             .
                                                                      planificação não é no que diz           . A BE é mais       aos currículos.
colaborativo e articulado   Educativo e          Desenvolvimento
                                                                      feita com todos os respeito à           utilizada pelos     . Participar em
com Departamentos e         Regulamento          de actividades
                                                                      Departamentos.     avaliação dos        professores de      reuniões das
docentes.                   Interno das          com o
                                                                      . Nem todos os     alunos.              Língua              várias estruturas
                            escolas.             Departamento de
                                                                      professores        . Reuniões com as    Portuguesa e para   do Agrupamento.
                            .                    Línguas,
                                                                      encaram a BE       várias equipas de    exposição de        . Realizar
                            Desenvolvimento      Matemática e o
                                                                      como um recurso trabalho ( Plano        trabalhos.          actividades que
                            de competências      PNEP.
                                                                      essencial às       da Matemática,       . Falta de apoio    envolvam toda a
                            de leitura e de um   . Disponibilização
                                                                      aprendizagens.     Plano do             relativamente às    comunidade
                            programa de          de recursos
                                                                                         Português, PNEP,     novas               educativa.
                            literacia da         humanos de apoio
                                                                                         PTE) .               tecnologias.
                            informação,          às aprendizagens.
                            integrado no
                            desenvolvimento
                            curricular.
Formação para a leitura e   . Construção de      . Realização de      . Os professores   . PNL                 . Orçamento        . Divulgação e
para as literacias          materiais para o     actividades de       ainda não          . Formação de        reduzido para       participação em
                            desenvolvimento      promoção da          utilizam os        professores          aquisição de        projectos com os
Conhecimento na área                                                              Biblioteca escolar

                                                                       recursos
                                                leitura e literacia.                                                                  vários
                                                                       disponíveis no                             materiais
                                                . Integração da                                                                       departamentos.
                          das literacias.                              processo de                                actualizados.
                                                coordenadora do                                                                       . Disponibilizar
                          . Promoção de                                ensino/aprendizag                          . Tempo para
                                                PNEP na equipa e                                                                      recursos que
                          autonomia como                               em.                                        elaboração de
                                                de um                                                                                 promovam a
                          aprendizagens de                                                                        materiais.
                                                dinamizador da                                                                        literacia da
                          autonomia.
                                                página Web do                                                                         informação.
                                                Agrupamento.
                          . Capacidade de                              . Ausência do
                                                                                             . Plano
                          antecipação e de                             catálogo on-line.                          . Fracos recursos   . Disponibilizar
                                                                                             Tecnológico.
                          alteração de                                 .Poucos recursos                           humanos para dar    mais recursos on-
                          práticas e                                   humanos com                                respostas às        line para trabalho
                          modelos de            . Acesso à             formação nas                               necessidades dos    na BE.
BE e os novos ambientes   trabalho.             informação             TIC.                                       alunos, na área     . Promover a
digitais.                 . A organização       através da             .Organização de                            das TIC.            formação no uso
                          da informação         internet.              colecções digitais.                                            das redes junto
                          digital é um factor                          . Formação de                                                  dos utilizadores.
                          crítico de                                   utilizadores na
                          sobrevivência das                            área dos
                          BE’s.                                        computadores.
Gestão de evidências/     . Recolha             . Tratamento           . A recolha de        . Implementação      . Falta de tempo    . Divulgação do
avaliação.                sistemática de        estatístico de         evidências é          do novo Modelo       para recolha de     Modelo de Auto –
                          Evidências.           dados                  baseada apenas        de Auto –            evidências e        Avaliação.
                          . Aferir a eficácia   relacionados com       em relatórios de      Avaliação.           tratamento das      . Implementação
                          dos serviços que      algumas rotinas        actividades.                               mesmas.             do Modelo de
                          prestamos.            da BE.                                                                                Auto – Avaliação.
Conhecimento na área                                                          Biblioteca escolar

                            Aferir o impacto
                            que temos nas
                            atitudes,
                                                                                                                                    . Criação e
                            comportamentos e
                                                                                                                                    aplicação de
                            competências dos
                                                                                                                                    instrumentos de
                            utilizadores.
                                                                                                                                    recolha de
                            . Comprovar a
                                                                                                                                    evidências.
                            importância das
                            BE’s nas
                            aprendizagens.




Gestão da mudança
SÍNTESE                     Factores de sucesso                       Obstáculos a vencer                     Acções prioritárias

. “ A BE como centro das    . “Gerir para o sucesso educativo; para   . Plano Tecnológico.                    . Centrar o trabalho da BE nas
aprendizagens e de          a melhoria das aprendizagens e do                                                 aprendizagens.
construção de               trabalho escolar; criar mais valias                                               . Desenvolver planos de melhoria.
conhecimentos.”             comportamentais, formativas e de
. As BE’s passam a ter um   aprendizagem junto dos nossos
papel Informacional,        alunos.”
Transformativo e            . “ Gerir no sentido da optimização
Formativo.                  dos processos que produzam
. Afectação de um           resultados e impacto de qualidade da
professor bibliotecário     BE e dos serviços que prestamos.”
Conhecimento na área                                        Biblioteca escolar

que trabalhe com a escola,
professores e alunos.        . “ Ser prospectivo, estar atento e ter
. Elaboração de Planos de    uma postura de investigação e de
Melhoria.                    aprendizagem contínua.”

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Parefa 1 Tabela Matriz Silvia
Parefa 1   Tabela Matriz   SilviaParefa 1   Tabela Matriz   Silvia
Parefa 1 Tabela Matriz Silvia
aevisobibliovis
 
Tabela-matriz_-_novo_curso_teresamaia
Tabela-matriz_-_novo_curso_teresamaiaTabela-matriz_-_novo_curso_teresamaia
Tabela-matriz_-_novo_curso_teresamaia
Teresa Maia
 
Tabela Matriz Novo Curso Raquel
Tabela Matriz   Novo Curso RaquelTabela Matriz   Novo Curso Raquel
Tabela Matriz Novo Curso Raquel
rapscasg
 
AnáLise Swot Be LivrolâNdia09
AnáLise Swot Be LivrolâNdia09AnáLise Swot Be LivrolâNdia09
AnáLise Swot Be LivrolâNdia09
MLamas09
 
Tabela Matriz Isabel 2
Tabela Matriz Isabel 2Tabela Matriz Isabel 2
Tabela Matriz Isabel 2
isabelflosa
 
Práticas e modelos A.A. das BE - DREN - T8
Práticas e modelos A.A. das BE - DREN - T8Práticas e modelos A.A. das BE - DREN - T8
Práticas e modelos A.A. das BE - DREN - T8
anabraga
 
Tabela Matriz Novo Curso
Tabela Matriz   Novo CursoTabela Matriz   Novo Curso
Tabela Matriz Novo Curso
luinog
 
Tabela Matriz Da 1ª Parte Da 1ªTarefa
Tabela Matriz Da 1ª Parte Da 1ªTarefaTabela Matriz Da 1ª Parte Da 1ªTarefa
Tabela Matriz Da 1ª Parte Da 1ªTarefa
isabelsousaalves
 
Tabela Matriz De Marta
Tabela Matriz De MartaTabela Matriz De Marta
Tabela Matriz De Marta
martamedeiros
 
Tabela Matriz Sessão2
Tabela Matriz Sessão2Tabela Matriz Sessão2
Tabela Matriz Sessão2
FilipaNeves
 
Tabela Matriz Novo Curso
Tabela Matriz  Novo CursoTabela Matriz  Novo Curso
Tabela Matriz Novo Curso
antonioroquesalgado
 
Tabela Matriz Novo Curso Preenchida[1]
Tabela Matriz   Novo Curso Preenchida[1]Tabela Matriz   Novo Curso Preenchida[1]
Tabela Matriz Novo Curso Preenchida[1]
beloule
 
Tabela Matriz Para A RealizaçãO Da 1ª Tarefa
Tabela Matriz Para A RealizaçãO Da 1ª TarefaTabela Matriz Para A RealizaçãO Da 1ª Tarefa
Tabela Matriz Para A RealizaçãO Da 1ª Tarefa
isabelborges1962
 
Tarefa 1
Tarefa 1Tarefa 1
Tarefa 1
piedadeg
 

Mais procurados (14)

Parefa 1 Tabela Matriz Silvia
Parefa 1   Tabela Matriz   SilviaParefa 1   Tabela Matriz   Silvia
Parefa 1 Tabela Matriz Silvia
 
Tabela-matriz_-_novo_curso_teresamaia
Tabela-matriz_-_novo_curso_teresamaiaTabela-matriz_-_novo_curso_teresamaia
Tabela-matriz_-_novo_curso_teresamaia
 
Tabela Matriz Novo Curso Raquel
Tabela Matriz   Novo Curso RaquelTabela Matriz   Novo Curso Raquel
Tabela Matriz Novo Curso Raquel
 
AnáLise Swot Be LivrolâNdia09
AnáLise Swot Be LivrolâNdia09AnáLise Swot Be LivrolâNdia09
AnáLise Swot Be LivrolâNdia09
 
Tabela Matriz Isabel 2
Tabela Matriz Isabel 2Tabela Matriz Isabel 2
Tabela Matriz Isabel 2
 
Práticas e modelos A.A. das BE - DREN - T8
Práticas e modelos A.A. das BE - DREN - T8Práticas e modelos A.A. das BE - DREN - T8
Práticas e modelos A.A. das BE - DREN - T8
 
Tabela Matriz Novo Curso
Tabela Matriz   Novo CursoTabela Matriz   Novo Curso
Tabela Matriz Novo Curso
 
Tabela Matriz Da 1ª Parte Da 1ªTarefa
Tabela Matriz Da 1ª Parte Da 1ªTarefaTabela Matriz Da 1ª Parte Da 1ªTarefa
Tabela Matriz Da 1ª Parte Da 1ªTarefa
 
Tabela Matriz De Marta
Tabela Matriz De MartaTabela Matriz De Marta
Tabela Matriz De Marta
 
Tabela Matriz Sessão2
Tabela Matriz Sessão2Tabela Matriz Sessão2
Tabela Matriz Sessão2
 
Tabela Matriz Novo Curso
Tabela Matriz  Novo CursoTabela Matriz  Novo Curso
Tabela Matriz Novo Curso
 
Tabela Matriz Novo Curso Preenchida[1]
Tabela Matriz   Novo Curso Preenchida[1]Tabela Matriz   Novo Curso Preenchida[1]
Tabela Matriz Novo Curso Preenchida[1]
 
Tabela Matriz Para A RealizaçãO Da 1ª Tarefa
Tabela Matriz Para A RealizaçãO Da 1ª TarefaTabela Matriz Para A RealizaçãO Da 1ª Tarefa
Tabela Matriz Para A RealizaçãO Da 1ª Tarefa
 
Tarefa 1
Tarefa 1Tarefa 1
Tarefa 1
 

Destaque

Denguee
DengueeDenguee
Denguee
Geovane Maia
 
474. Uluslararası Mesir Macunu Festivali Programı Açıklandı
474. Uluslararası Mesir Macunu Festivali Programı Açıklandı474. Uluslararası Mesir Macunu Festivali Programı Açıklandı
474. Uluslararası Mesir Macunu Festivali Programı Açıklandı
Manisa Belediyesi
 
Aparell respiratori Emilio i Aleix
Aparell respiratori Emilio i AleixAparell respiratori Emilio i Aleix
Aparell respiratori Emilio i Aleixdtors
 
Trabajo infor Super viajes
Trabajo infor Super viajesTrabajo infor Super viajes
Trabajo infor Super viajes
Ainhoa Sanchez Perez
 
Ciencia y tegnologia- Excel
Ciencia y tegnologia-  Excel Ciencia y tegnologia-  Excel
Ciencia y tegnologia- Excel
Laura Rolong
 
Libro1
Libro1Libro1
Libro1
Laura Duran
 
201609EPISMM4548
201609EPISMM4548201609EPISMM4548
201609EPISMM4548
Sajid Vayani, MBA
 
Apuntes para la libertad de expresión en internet desafíos para periodistas
Apuntes para la libertad de expresión en internet desafíos para periodistasApuntes para la libertad de expresión en internet desafíos para periodistas
Apuntes para la libertad de expresión en internet desafíos para periodistas
Doctora Edilicia
 
Financiamento em Saneamento, por Rogério Pilloto, IFC/ WB
Financiamento em Saneamento, por Rogério Pilloto,  IFC/ WBFinanciamento em Saneamento, por Rogério Pilloto,  IFC/ WB
Financiamento em Saneamento, por Rogério Pilloto, IFC/ WB
Instituto Besc
 
E disse jesus...
E disse jesus...E disse jesus...
E disse jesus...
G. Gomes
 
A la Trobada de Corbera (06/04/2014)
A la Trobada de Corbera (06/04/2014)A la Trobada de Corbera (06/04/2014)
A la Trobada de Corbera (06/04/2014)
ampapintorestruch
 
As plantas
As plantasAs plantas
Carrera de la mujer 2012 m(1)
Carrera de la mujer 2012 m(1)Carrera de la mujer 2012 m(1)
Carrera de la mujer 2012 m(1)
ActividadesIESULGIJON
 
Breve informacao sobre_joao_lins_caldas
Breve informacao sobre_joao_lins_caldasBreve informacao sobre_joao_lins_caldas
Breve informacao sobre_joao_lins_caldas
Francimeire Cesario
 
Sensor proyecto de control
Sensor proyecto de controlSensor proyecto de control
Sensor proyecto de control
salazaredecio
 
El mejor regalo
El mejor regaloEl mejor regalo
El mejor regalo
angiepinedagomez
 
Criatividade
CriatividadeCriatividade
Criatividade
G. Gomes
 
12 Flagrantes De Pessoas Conhecidas
12 Flagrantes De Pessoas Conhecidas12 Flagrantes De Pessoas Conhecidas
12 Flagrantes De Pessoas Conhecidas
Henry Chinaglia Filho
 
Anna kostenko
Anna kostenkoAnna kostenko
Anna kostenko
Henry Chinaglia Filho
 

Destaque (20)

Denguee
DengueeDenguee
Denguee
 
474. Uluslararası Mesir Macunu Festivali Programı Açıklandı
474. Uluslararası Mesir Macunu Festivali Programı Açıklandı474. Uluslararası Mesir Macunu Festivali Programı Açıklandı
474. Uluslararası Mesir Macunu Festivali Programı Açıklandı
 
Aparell respiratori Emilio i Aleix
Aparell respiratori Emilio i AleixAparell respiratori Emilio i Aleix
Aparell respiratori Emilio i Aleix
 
Trabajo infor Super viajes
Trabajo infor Super viajesTrabajo infor Super viajes
Trabajo infor Super viajes
 
Ciencia y tegnologia- Excel
Ciencia y tegnologia-  Excel Ciencia y tegnologia-  Excel
Ciencia y tegnologia- Excel
 
Libro1
Libro1Libro1
Libro1
 
Illescas Sara Castillejo
Illescas Sara CastillejoIllescas Sara Castillejo
Illescas Sara Castillejo
 
201609EPISMM4548
201609EPISMM4548201609EPISMM4548
201609EPISMM4548
 
Apuntes para la libertad de expresión en internet desafíos para periodistas
Apuntes para la libertad de expresión en internet desafíos para periodistasApuntes para la libertad de expresión en internet desafíos para periodistas
Apuntes para la libertad de expresión en internet desafíos para periodistas
 
Financiamento em Saneamento, por Rogério Pilloto, IFC/ WB
Financiamento em Saneamento, por Rogério Pilloto,  IFC/ WBFinanciamento em Saneamento, por Rogério Pilloto,  IFC/ WB
Financiamento em Saneamento, por Rogério Pilloto, IFC/ WB
 
E disse jesus...
E disse jesus...E disse jesus...
E disse jesus...
 
A la Trobada de Corbera (06/04/2014)
A la Trobada de Corbera (06/04/2014)A la Trobada de Corbera (06/04/2014)
A la Trobada de Corbera (06/04/2014)
 
As plantas
As plantasAs plantas
As plantas
 
Carrera de la mujer 2012 m(1)
Carrera de la mujer 2012 m(1)Carrera de la mujer 2012 m(1)
Carrera de la mujer 2012 m(1)
 
Breve informacao sobre_joao_lins_caldas
Breve informacao sobre_joao_lins_caldasBreve informacao sobre_joao_lins_caldas
Breve informacao sobre_joao_lins_caldas
 
Sensor proyecto de control
Sensor proyecto de controlSensor proyecto de control
Sensor proyecto de control
 
El mejor regalo
El mejor regaloEl mejor regalo
El mejor regalo
 
Criatividade
CriatividadeCriatividade
Criatividade
 
12 Flagrantes De Pessoas Conhecidas
12 Flagrantes De Pessoas Conhecidas12 Flagrantes De Pessoas Conhecidas
12 Flagrantes De Pessoas Conhecidas
 
Anna kostenko
Anna kostenkoAnna kostenko
Anna kostenko
 

Semelhante a Tabela Matriz Novo Curso

Tabela Matriz da 1ª parte da 1ª Tarefa
Tabela Matriz da 1ª parte da 1ª TarefaTabela Matriz da 1ª parte da 1ª Tarefa
Tabela Matriz da 1ª parte da 1ª Tarefa
isabelsousaalves
 
Tabela Matriz De Marta
Tabela Matriz De  MartaTabela Matriz De  Marta
Tabela Matriz De Marta
martamedeiros
 
Tabela
TabelaTabela
Tabela Matriz 1a Sessao[1]
Tabela Matriz 1a Sessao[1]Tabela Matriz 1a Sessao[1]
Tabela Matriz 1a Sessao[1]
guest1d174ffe
 
Tabela
TabelaTabela
Tabela
TabelaTabela
Tabela
TabelaTabela
Tabela M1
Tabela M1Tabela M1
Tabela M1
rosarioduarte
 
Tabela
TabelaTabela
Tabela
TabelaTabela
Auto-avaliação da BE - Tabela Matriz
Auto-avaliação da BE - Tabela MatrizAuto-avaliação da BE - Tabela Matriz
Auto-avaliação da BE - Tabela Matriz
guest0462827d
 
Tabela Matriz Sessao2[1]
Tabela Matriz Sessao2[1]Tabela Matriz Sessao2[1]
Tabela Matriz Sessao2[1]
FilipaNeves
 
Tabela Matriz Sessão 1
Tabela Matriz  Sessão 1Tabela Matriz  Sessão 1
Tabela Matriz Sessão 1
Gloria Lopes
 
BE's - Desafios e oportnidades no contexto de mudança
BE's - Desafios e oportnidades no contexto de mudançaBE's - Desafios e oportnidades no contexto de mudança
BE's - Desafios e oportnidades no contexto de mudança
filoru
 
Tabela Matriz Novo Curso
Tabela Matriz   Novo CursoTabela Matriz   Novo Curso
Tabela Matriz Novo Curso
bibliotecasalir
 
Tabela Matriz Novo Curso
Tabela Matriz   Novo CursoTabela Matriz   Novo Curso
Tabela Matriz Novo Curso
bibliotecasalir
 
Sessão1 Tabela
Sessão1 TabelaSessão1 Tabela
Sessão1 Tabela
guest1d174ffe
 
Sessão 1 Tabela
Sessão 1 TabelaSessão 1 Tabela
Sessão 1 Tabela
guest1d174ffe
 
Sessão 1 Tabela
Sessão 1 TabelaSessão 1 Tabela
Sessão 1 Tabela
guest1d174ffe
 
Sessão 1 1ª 2 ª Partes Tabela2
Sessão 1  1ª 2 ª Partes  Tabela2Sessão 1  1ª 2 ª Partes  Tabela2
Sessão 1 1ª 2 ª Partes Tabela2
guest1d174ffe
 

Semelhante a Tabela Matriz Novo Curso (20)

Tabela Matriz da 1ª parte da 1ª Tarefa
Tabela Matriz da 1ª parte da 1ª TarefaTabela Matriz da 1ª parte da 1ª Tarefa
Tabela Matriz da 1ª parte da 1ª Tarefa
 
Tabela Matriz De Marta
Tabela Matriz De  MartaTabela Matriz De  Marta
Tabela Matriz De Marta
 
Tabela
TabelaTabela
Tabela
 
Tabela Matriz 1a Sessao[1]
Tabela Matriz 1a Sessao[1]Tabela Matriz 1a Sessao[1]
Tabela Matriz 1a Sessao[1]
 
Tabela
TabelaTabela
Tabela
 
Tabela
TabelaTabela
Tabela
 
Tabela
TabelaTabela
Tabela
 
Tabela M1
Tabela M1Tabela M1
Tabela M1
 
Tabela
TabelaTabela
Tabela
 
Tabela
TabelaTabela
Tabela
 
Auto-avaliação da BE - Tabela Matriz
Auto-avaliação da BE - Tabela MatrizAuto-avaliação da BE - Tabela Matriz
Auto-avaliação da BE - Tabela Matriz
 
Tabela Matriz Sessao2[1]
Tabela Matriz Sessao2[1]Tabela Matriz Sessao2[1]
Tabela Matriz Sessao2[1]
 
Tabela Matriz Sessão 1
Tabela Matriz  Sessão 1Tabela Matriz  Sessão 1
Tabela Matriz Sessão 1
 
BE's - Desafios e oportnidades no contexto de mudança
BE's - Desafios e oportnidades no contexto de mudançaBE's - Desafios e oportnidades no contexto de mudança
BE's - Desafios e oportnidades no contexto de mudança
 
Tabela Matriz Novo Curso
Tabela Matriz   Novo CursoTabela Matriz   Novo Curso
Tabela Matriz Novo Curso
 
Tabela Matriz Novo Curso
Tabela Matriz   Novo CursoTabela Matriz   Novo Curso
Tabela Matriz Novo Curso
 
Sessão1 Tabela
Sessão1 TabelaSessão1 Tabela
Sessão1 Tabela
 
Sessão 1 Tabela
Sessão 1 TabelaSessão 1 Tabela
Sessão 1 Tabela
 
Sessão 1 Tabela
Sessão 1 TabelaSessão 1 Tabela
Sessão 1 Tabela
 
Sessão 1 1ª 2 ª Partes Tabela2
Sessão 1  1ª 2 ª Partes  Tabela2Sessão 1  1ª 2 ª Partes  Tabela2
Sessão 1 1ª 2 ª Partes Tabela2
 

Mais de franciscamonteiro

Concurso
ConcursoConcurso
Eu conto
Eu contoEu conto
Feira do livro
Feira do livroFeira do livro
Feira do livro
franciscamonteiro
 
Feira do livro
Feira do livroFeira do livro
Feira do livro
franciscamonteiro
 
No Reino da Bicharada
No Reino da BicharadaNo Reino da Bicharada
No Reino da Bicharada
franciscamonteiro
 
Agenda- Semana da Leitura
Agenda- Semana da LeituraAgenda- Semana da Leitura
Agenda- Semana da Leitura
franciscamonteiro
 
historia sim-_o e a noite de natal
  historia   sim-_o e a noite de natal  historia   sim-_o e a noite de natal
historia sim-_o e a noite de natal
franciscamonteiro
 
C:\fakepath\bi j unho
C:\fakepath\bi j unhoC:\fakepath\bi j unho
C:\fakepath\bi j unho
franciscamonteiro
 
C:\Fakepath\Bi J Unho
C:\Fakepath\Bi J UnhoC:\Fakepath\Bi J Unho
C:\Fakepath\Bi J Unho
franciscamonteiro
 
C:\Fakepath\Bi J Unho
C:\Fakepath\Bi J UnhoC:\Fakepath\Bi J Unho
C:\Fakepath\Bi J Unho
franciscamonteiro
 
C:\Fakepath\Bi J Unho
C:\Fakepath\Bi J UnhoC:\Fakepath\Bi J Unho
C:\Fakepath\Bi J Unho
franciscamonteiro
 
Cartaz semana pao
Cartaz semana paoCartaz semana pao
Cartaz semana pao
franciscamonteiro
 
Regulamento do concurso ½ambiente amigo-+ - protec+º+úo ambiental
Regulamento do concurso  ½ambiente amigo-+ - protec+º+úo ambientalRegulamento do concurso  ½ambiente amigo-+ - protec+º+úo ambiental
Regulamento do concurso ½ambiente amigo-+ - protec+º+úo ambiental
franciscamonteiro
 
Concurso ambiente amigo
Concurso ambiente amigoConcurso ambiente amigo
Concurso ambiente amigo
franciscamonteiro
 
Concurso ambiente amigo
Concurso ambiente amigoConcurso ambiente amigo
Concurso ambiente amigo
franciscamonteiro
 
C:\Fakepath\Dia Do Livro
C:\Fakepath\Dia Do LivroC:\Fakepath\Dia Do Livro
C:\Fakepath\Dia Do Livro
franciscamonteiro
 
Dia do livro
Dia do livroDia do livro
Dia do livro
franciscamonteiro
 
Bi Mar+ºO (S+¦ De Leitura)
Bi Mar+ºO (S+¦ De Leitura)Bi Mar+ºO (S+¦ De Leitura)
Bi Mar+ºO (S+¦ De Leitura)
franciscamonteiro
 

Mais de franciscamonteiro (20)

Concurso
ConcursoConcurso
Concurso
 
Eu conto
Eu contoEu conto
Eu conto
 
Feira do livro
Feira do livroFeira do livro
Feira do livro
 
Feira do livro
Feira do livroFeira do livro
Feira do livro
 
No Reino da Bicharada
No Reino da BicharadaNo Reino da Bicharada
No Reino da Bicharada
 
Agenda- Semana da Leitura
Agenda- Semana da LeituraAgenda- Semana da Leitura
Agenda- Semana da Leitura
 
historia sim-_o e a noite de natal
  historia   sim-_o e a noite de natal  historia   sim-_o e a noite de natal
historia sim-_o e a noite de natal
 
C:\fakepath\bi j unho
C:\fakepath\bi j unhoC:\fakepath\bi j unho
C:\fakepath\bi j unho
 
C:\Fakepath\Bi J Unho
C:\Fakepath\Bi J UnhoC:\Fakepath\Bi J Unho
C:\Fakepath\Bi J Unho
 
C:\Fakepath\Bi J Unho
C:\Fakepath\Bi J UnhoC:\Fakepath\Bi J Unho
C:\Fakepath\Bi J Unho
 
C:\Fakepath\Bi J Unho
C:\Fakepath\Bi J UnhoC:\Fakepath\Bi J Unho
C:\Fakepath\Bi J Unho
 
Cartaz semana pao
Cartaz semana paoCartaz semana pao
Cartaz semana pao
 
Regulamento do concurso ½ambiente amigo-+ - protec+º+úo ambiental
Regulamento do concurso  ½ambiente amigo-+ - protec+º+úo ambientalRegulamento do concurso  ½ambiente amigo-+ - protec+º+úo ambiental
Regulamento do concurso ½ambiente amigo-+ - protec+º+úo ambiental
 
Concurso ambiente amigo
Concurso ambiente amigoConcurso ambiente amigo
Concurso ambiente amigo
 
Concurso ambiente amigo
Concurso ambiente amigoConcurso ambiente amigo
Concurso ambiente amigo
 
Prémio- Ovibeja
Prémio- OvibejaPrémio- Ovibeja
Prémio- Ovibeja
 
L ivro magico
L ivro magicoL ivro magico
L ivro magico
 
C:\Fakepath\Dia Do Livro
C:\Fakepath\Dia Do LivroC:\Fakepath\Dia Do Livro
C:\Fakepath\Dia Do Livro
 
Dia do livro
Dia do livroDia do livro
Dia do livro
 
Bi Mar+ºO (S+¦ De Leitura)
Bi Mar+ºO (S+¦ De Leitura)Bi Mar+ºO (S+¦ De Leitura)
Bi Mar+ºO (S+¦ De Leitura)
 

Último

497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
JoanaFigueira11
 
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
Manuais Formação
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
Eró Cunha
 
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
Manuais Formação
 
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptxRoteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
pamellaaraujo10
 
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdfUFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
Manuais Formação
 
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptxAtpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
joaresmonte3
 
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou co...
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou  co...filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou  co...
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou co...
SidneySilva523387
 
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTALPlanejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
katbrochier1
 
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
fagnerlopes11
 
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
fran0410
 
Curativo de cateter venoso central na UTI.pdf
Curativo de cateter venoso central na UTI.pdfCurativo de cateter venoso central na UTI.pdf
Curativo de cateter venoso central na UTI.pdf
BiancaCristina75
 
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIASA SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
HisrelBlog
 
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
Mary Alvarenga
 
A Núbia e o Reino De Cuxe- 6º ano....ppt
A Núbia e o Reino De Cuxe- 6º ano....pptA Núbia e o Reino De Cuxe- 6º ano....ppt
A Núbia e o Reino De Cuxe- 6º ano....ppt
WilianeBarbosa2
 
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junhoATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
Crisnaiara
 
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
ANDRÉA FERREIRA
 
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionaisResumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
beatrizsilva525654
 
As sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativasAs sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativas
rloureiro1
 
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
samucajaime015
 

Último (20)

497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
 
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
 
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
 
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptxRoteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
 
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdfUFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
 
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptxAtpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
 
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou co...
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou  co...filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou  co...
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou co...
 
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTALPlanejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
 
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
 
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
 
Curativo de cateter venoso central na UTI.pdf
Curativo de cateter venoso central na UTI.pdfCurativo de cateter venoso central na UTI.pdf
Curativo de cateter venoso central na UTI.pdf
 
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIASA SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
 
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
 
A Núbia e o Reino De Cuxe- 6º ano....ppt
A Núbia e o Reino De Cuxe- 6º ano....pptA Núbia e o Reino De Cuxe- 6º ano....ppt
A Núbia e o Reino De Cuxe- 6º ano....ppt
 
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junhoATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
 
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
 
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionaisResumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
 
As sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativasAs sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativas
 
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
 

Tabela Matriz Novo Curso

  • 1. Tabela matriz a utilizar para a realização da 1ª parte da tarefa, conforme indicações do Guia da Sessão Conhecimento na área Biblioteca escolar Aspectos críticos que a Literatura Desafios. Acções Domínio Pontos fortes Fraquezas Oportunidades Ameaças identifica a implementar . Professora . Primeiro ano . Liderança .Professora do Bibliotecária a . Participação como Professora . Formação em Quadro de Escola tempo inteiro. activa junto dos Bibliotecária. . O professor Tecnologia da há 13 anos. . Constituição da Departamentos e . Ainda se verifica bibliotecário Informação. .Conhecedora de equipa com vários Conselhos de um fraca ainda não é . Planeamento toda a elementos. Turma. articulação entre encarado como Curricular. comunidade . Coordenadores . Envolvimento na os departamentos um recurso educativa, sendo inter-concelhios. elaboração dos e a BE, devido à valioso no Presidente do .Formação na docs orientadores sua curta processo de Competências do Conselho Geral. área, do Agrupamento. existência ( cerca ensino professor bibliotecário . Pertencia à disponibilizada . Divulgação dos de 2 anos ). /aprendizagem. equipa no ano pela RBE e trabalhos . Formação lectivo anterior. DGIDG e Centros realizados na BE, Especializada. . Professora a de Formação. que contribuam . Tempo para tempo inteiro. para o sucesso formação. educativo.
  • 2. Conhecimento na área Biblioteca escolar . Manual de . Apoio da . Os professores . Elaboração e Organização e Gestão da Procedimentos. . Financiamento - coordenadora da equipa tem actualização dos BE . Disponibilização . Espaço Falta de inter – concelhia, poucas horas de documentos de materiais e organizado e orçamento órgão de gestão e apoio à BE. inerentes à gestão recursos de adequado. próprio. entidades locais. . Não há horas e organização da informação para . A BE está . Falta de recursos para professores BE. uso nas práticas integrada no materiais. colaboradores. . Produzir lectivas. Projecto materiais e . Educativo e PAA, disponibilizar Desenvolvimento R.I. do recursos que de uma actividade Agrupamento sirvam de apoio sistemática de às aprendizagens. recolha de informação. . Integração das BE´ s no desenvolvimento curricular. . Constituição de uma equipa que assegure as rotinas inerentes à gestão, que articule e trabalhe com a escola, professores e alunos.
  • 3. Conhecimento na área Biblioteca escolar . Desenvolvimento de competências de leitura e de literacia da informação. .Definição de uma política documental. . Disponibilização de um conjunto de recursos de informação, em . Actualização da . Apoio da R.B.E. . Ausência de . Elaboração do “ diferentes colecção. e do PNL. uma política Plano de Gestão da Colecção ambientes e . Orçamento . documental. Desenvolvimento suportes, reduzido para da Colecção”. actualizada e em actualização da extensão e colecção. qualidade adequadas à necessidades dos utilizadores. A BE como espaço de . Articulação com . Reuniões conhecimento e os departamentos, semanais da
  • 4. Conhecimento na área Biblioteca escolar professores e alunos na planificação e desenvolvimento equipa para de actividades planificação das educativas e de actividades com aprendizagem. vários ciclos de . Valorização do . O ensino . As BE’ estão ensino e com processo ensino continua centrado . Construção de integradas no várias estruturas. . A articulação e /aprendizagens, na sala de aula. materiais de apoio aprendizagem. Trabalho Projecto . planificação não é no que diz . A BE é mais aos currículos. colaborativo e articulado Educativo e Desenvolvimento feita com todos os respeito à utilizada pelos . Participar em com Departamentos e Regulamento de actividades Departamentos. avaliação dos professores de reuniões das docentes. Interno das com o . Nem todos os alunos. Língua várias estruturas escolas. Departamento de professores . Reuniões com as Portuguesa e para do Agrupamento. . Línguas, encaram a BE várias equipas de exposição de . Realizar Desenvolvimento Matemática e o como um recurso trabalho ( Plano trabalhos. actividades que de competências PNEP. essencial às da Matemática, . Falta de apoio envolvam toda a de leitura e de um . Disponibilização aprendizagens. Plano do relativamente às comunidade programa de de recursos Português, PNEP, novas educativa. literacia da humanos de apoio PTE) . tecnologias. informação, às aprendizagens. integrado no desenvolvimento curricular. Formação para a leitura e . Construção de . Realização de . Os professores . PNL . Orçamento . Divulgação e para as literacias materiais para o actividades de ainda não . Formação de reduzido para participação em desenvolvimento promoção da utilizam os professores aquisição de projectos com os
  • 5. Conhecimento na área Biblioteca escolar recursos leitura e literacia. vários disponíveis no materiais . Integração da departamentos. das literacias. processo de actualizados. coordenadora do . Disponibilizar . Promoção de ensino/aprendizag . Tempo para PNEP na equipa e recursos que autonomia como em. elaboração de de um promovam a aprendizagens de materiais. dinamizador da literacia da autonomia. página Web do informação. Agrupamento. . Capacidade de . Ausência do . Plano antecipação e de catálogo on-line. . Fracos recursos . Disponibilizar Tecnológico. alteração de .Poucos recursos humanos para dar mais recursos on- práticas e humanos com respostas às line para trabalho modelos de . Acesso à formação nas necessidades dos na BE. BE e os novos ambientes trabalho. informação TIC. alunos, na área . Promover a digitais. . A organização através da .Organização de das TIC. formação no uso da informação internet. colecções digitais. das redes junto digital é um factor . Formação de dos utilizadores. crítico de utilizadores na sobrevivência das área dos BE’s. computadores. Gestão de evidências/ . Recolha . Tratamento . A recolha de . Implementação . Falta de tempo . Divulgação do avaliação. sistemática de estatístico de evidências é do novo Modelo para recolha de Modelo de Auto – Evidências. dados baseada apenas de Auto – evidências e Avaliação. . Aferir a eficácia relacionados com em relatórios de Avaliação. tratamento das . Implementação dos serviços que algumas rotinas actividades. mesmas. do Modelo de prestamos. da BE. Auto – Avaliação.
  • 6. Conhecimento na área Biblioteca escolar Aferir o impacto que temos nas atitudes, . Criação e comportamentos e aplicação de competências dos instrumentos de utilizadores. recolha de . Comprovar a evidências. importância das BE’s nas aprendizagens. Gestão da mudança SÍNTESE Factores de sucesso Obstáculos a vencer Acções prioritárias . “ A BE como centro das . “Gerir para o sucesso educativo; para . Plano Tecnológico. . Centrar o trabalho da BE nas aprendizagens e de a melhoria das aprendizagens e do aprendizagens. construção de trabalho escolar; criar mais valias . Desenvolver planos de melhoria. conhecimentos.” comportamentais, formativas e de . As BE’s passam a ter um aprendizagem junto dos nossos papel Informacional, alunos.” Transformativo e . “ Gerir no sentido da optimização Formativo. dos processos que produzam . Afectação de um resultados e impacto de qualidade da professor bibliotecário BE e dos serviços que prestamos.”
  • 7. Conhecimento na área Biblioteca escolar que trabalhe com a escola, professores e alunos. . “ Ser prospectivo, estar atento e ter . Elaboração de Planos de uma postura de investigação e de Melhoria. aprendizagem contínua.”