3º trimestre 2015 adolescentes lição 04

150 visualizações

Publicada em

Lucas 6:31
Como vocês querem que os outros lhes façam, façam também vocês a eles.

Publicada em: Espiritual
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
150
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

3º trimestre 2015 adolescentes lição 04

  1. 1. MODELO
  2. 2. TEXTO BÍBLICO Mt 6:27-36 • 27 - "Mas eu digo a vocês que estão me ouvindo: Amem os seus inimigos, façam o bem aos que os odeiam, • 28 - abençoem os que os amaldiçoam, orem por aqueles que os maltratam. • 29 - Se alguém lhe bater numa face, ofereça-lhe também a outra. • Se alguém lhe tirar a capa, não o impeça de tirar-lhe a túnica. • 30 - Dê a todo o que lhe pedir, e se alguém tirar o que pertence a você, não lhe exija que o devolva. • 31 - Como vocês querem que os outros lhes façam, façam também vocês a eles.
  3. 3. • 32 - "Que mérito vocês terão, se amarem aos que os amam? Até os ‘pecadores’ amam aos que os amam. • 33 - E que mérito terão, se fizerem o bem àqueles que são bons para com vocês? Até os ‘pecadores’ agem assim. • 34 - E que mérito terão, se emprestarem a pessoas de quem esperam devolução? Até os ‘pecadores’ emprestam a ‘pecadores’, esperando receber devolução integral. • 35 - Amem, porém, os seus inimigos, façam-lhes o bem e emprestem a eles, sem esperar receber nada de volta. Então, a recompensa que terão será grande e vocês serão filhos do Altíssimo, porque ele é bondoso para com os ingratos e maus. 37 - Sejam misericordiosos, assim como o Pai de vocês é misericordioso".
  4. 4. DESTAQUE • Lucas 6:31 • Como vocês querem que os outros lhes façam, façam também vocês a eles.
  5. 5. DEVOCIONAL • SEG......................................... Rm 12:2 • TER......................................... 2 Tm 3:1 • QUA........................................ 2 Tm 3:2 • QUI.......................................... 2 Tm 3:3 • SEX......................................... 2 Tm 3:13 • SAB......................................... Mt 24:12 • DOM........................................ Mt 5:44
  6. 6. OBJETIVOS • Conscientizar: a respeito do fenômeno bullying • Compreender: a que leva as pessoas a praticarem o bullying. • Mostrar: a que fazer em caso de bullying.
  7. 7. I – O QUE É BULLYING • Você pode não saber a definição certa desta palavra, mas com certeza já ouviu sobre este assunto, ou quem sabe, infelizmente tenha sofrido na própria pele.
  8. 8. • Ao estudar as tendências suicidas entre adolescentes, o pesquisador descobriu que a maioria desses jovens tinha sofrido algum tipo de ameaça e que. • Portanto, o bullying era um mal a combater. • A popularidade do fenômeno cresceu com a influência dos meios eletrônicos, como a internet e as reportagens na televisão, pois os apelidos pejorativos e as brincadeiras ofensivas foram tomando proporções maiores. "O fato de ter conseqüências trágicas - como mortes e suicídios - e a impunidade proporcionaram a necessidade de se discutir de forma mais séria o tema", aponta Guilherme Schelb, procurador da República e autor do livro Violência e Criminalidade Infanto-Juvenil
  9. 9. • Bullying é um termo da língua inglesa (bully = “valentão”) que se refere a todas as formas de atitudes agressivas, verbais ou físicas, intencionais e repetitivas, que ocorrem sem motivação evidente e são exercidas por um ou mais indivíduos, causando dor e angústia, com o objetivo de intimidar ou agredir outra pessoa sem ter a possibilidade ou capacidade de se defender, sendo realizadas dentro de uma relação desigual de forças ou poder.
  10. 10. O bullying se divide em duas categorias: • a) bullying direto, que é a forma mais comum entre os agressores masculinos e • b) bullying indireto, sendo essa a forma mais comum entre mulheres e crianças, tendo como característica o isolamento social da vítima. • Em geral, a vítima teme o(a) agressor(a) em razão das ameaças ou mesmo a concretização da violência, física ou sexual, ou a perda dos meios de subsistência.
  11. 11. II – O QUE LEVA UMA PESSOA A PRATICARMO BULLYING • Muitas são as cousas. • Uma delas é a falta de disciplina e de estrutura familiar. • Muitos pais se tornaram permissivas e já não disciplinam seus filhos. • Esses pais deixaram de ensinar princípios básicos de amor e de respeito ao próximo.
  12. 12. • O bullyng na linguagem popular nada + é do que chacotas, humilhações, brincadeiras de péssimo gosto, agressões físicas e psicológicas a certo individuo medroso e fraco! • As pessoas que praticam esse tipo de " gozação" fazem isso no intuito de perturbar á outra! • Juntam-se em grupos , para torturar outras pessoas! • Esses agressores , são covardes, pois aproveitam-se dos problemas de alguém para chacoteá-los!! • Essas pessoas são descontroladas, agridem gays, lésbicas, mendigos, pessoas com alguma deficiência, pessoas fracas etc!!
  13. 13. III – O EXEMPLO DE JESUS • Jesus nos ensinou amar a Deus e ao próximo (Mt 22:35-39). Não podemos permitir que a cultura nos influencie, e sim Jesus, nosso Salvador. Ele é o nosso modelo de caráter. Se observarmos o caráter de cristo, veremos que é o oposto daqueles que praticam o bullying. A) Jesus era manso e humilde de coração (Mt 11:29). • A mansidão é uma virtude que, nem sempre todos tem. B) Jesus era misericordioso. Ele demonstrava compaixão diante das Necessidades alheias.
  14. 14. C) Jesus era pacificador. • Na medida do possível, você procurava conviver bem com todos ou é do tipo brigão (Rm 12:8). • Não quebrará o caniço rachado, não apagará o pavio fumegante, até que leve à vitória a justiça. (Mt 12:20) Uma das maiores características de Jesus, cheio de graça, é a Sua bondade. Enquanto esteve na Terra, tratou com carinho cada pessoa que se achegou a Ele, considerou todas elas preciosas e procurou um modo de atingir seu coração para que o evangelho ali fizesse morada.
  15. 15. • Ao jovem rico, Jesus falou sobre as posses. • À mulher junto ao poço, com o jarro d’água em mãos, Jesus falou sobre a água da vida. • Ao mestre da lei, Jesus falou sobre o grande mandamento. • À mulher apanhada em adultério, culpada diante de todos e de si mesma, não falou nada. • Depois de resumir em seu evangelho o ministério de Jesus em favor dos enfermos, Mateus citou Is 42:1-4, a passagem maravilhosa do “Servo”, que descreve o trabalho do Messias. • Sem grosserias. Sem severidade. Sem violência. • Apenas bondade, compaixão, sensibilidade e preocupação pelo próximo.
  16. 16. IV – CUIDADO COM O CYBERBULLYING • A violência, infelizmente, também está presente nas redes sociais. • Em geral, os danos causados às pessoas são maiores. • Existem casos em que as vítimas chegaram a dar fim a própria vida depois de sofrerem com calúnia, a difamação e com postagens de fotos e vídeos indevidos que ofenderam e prejudicaram a imagem da pessoa.
  17. 17. • Cyberbullying é uma prática que envolve o uso de tecnologias de informação e comunicação para dar apoio a comportamentos deliberados, repetidos e hostis praticados por um indivíduo ou grupo com a intenção de prejudicar o outro. • Tem se tornado cada vez mais comum na sociedade, especialmente entre os jovens. • Atualmente, legislações e campanhas de sensibilização têm surgido para combatê-lo.
  18. 18. • O cyberbullying pode ser definido como: • "Quando a Internet, telefones celulares ou outros dispositivos são utilizados para enviar textos ou imagens com a intenção de ferir ou constranger outra pessoa. • "Outros utilizam uma linguagem semelhante para descrever o fenômeno. • O "cyberbullying" pode ser tão simples como continuar a enviar e-mail para alguém que já disse que não quer mais contato com o remetente, ou então pode incluir também ameaças, comentários sexuais, rótulos pejorativos, discurso de ódio, tornar as vítimas alvo de ridicularizarão em fóruns ou postar declarações falsas com o objetivo de humilhar.
  19. 19. V - O QUE FAZER EM CASO DE BULLYING • É indispensável que você não esconda de seus pais. • Converse, diga o que você tem enfrentado, seja honesto. • Na escola, dialogue com seus professores e coordenadores. • Aprenda a se valorizar. • Mesmo que digam ao contrário, você foi criado por Deus Todo-Poderoso.
  20. 20. • O que você pode fazer se sofrer bullying? • Não reaja. “Eles querem saber se a provocação deu certo”, disse uma jovem chamada Kylie. “Se você não reagir, eles vão desistir.” • A Bíblia diz: “Aquele que é sábio [se] mantém calmo até o último.” — (Pv 29:11). • Não revide. Em vez de resolver o problema, a vingança só vai piorar a situação. A Bíblia diz: “Não paguem o mal com o mal.” — Romanos 12:17, Bíblia Fácil de Ler; Provérbios 24:19.

×