Arte egipcía

6.391 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
4 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
6.391
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
31
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
441
Comentários
0
Gostaram
4
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Arte egipcía

  1. 1. Arte e Cultura do Antigo Egito
  2. 2. ÍndiceÍndice ----------------------------------------------------------- 2Introdução ----------------------------------------------------- 3Religião e Cultura--------------------------------------------- 4As Artes --------------------------------------------------------- 9Arquitetura-----------------------------------------------------10Arquitetura Religiosa --------------------------------------- 12Arquitetura Tumular ---------------------------------------- 15A Escultura----------------------------------------------------- 20A Pintura-------------------------------------------------------- 21A Ourivesaria-------------------------------------------------- 22O Mobiliário--------------------------------------------------- 23Conclusão------------------------------------------------------ 24Webgrafia/Bibliografia------------------------------------- 25
  3. 3. IntroduçãoA história do Egito foi a mais longa de todas as civilizações antigas que floresceramem torno do Mediterrâneo estendendo-se, quase sem interrupção, desdeaproximadamente o ano 3000 A.C. até o século IV D.C.A natureza do País — desenvolvido emtorno do Rio Nilo que o banha e fertiliza,em quase total isolamento de influênciasculturais exteriores — produziu um estiloartístico que mal sofreu mudanças ao longode seus mais de 3.000 anos de história.Todas as manifestações artísticas estiveram,ao serviço do estado, da religião e do Faraó,considerado como um Deus sobre a terra.Desde os primeiros tempos, a crença numavida depois da morte ditou a norma deenterrar os corpos com seus melhorespertences, para assegurar a sua passagempara a eternidade.
  4. 4. Religião e CulturaOs egípcios, como a maioria dos povos antigos, eram politeístas, ou seja:acreditavam na existência de vários Deuses. Estes Deuses estavam ligados arepresentações dos elementos da natureza, como o Sol, a Lua, as águas dos rios, avegetação, etc.Alguns Deuses representavam a própria criação do Egito, como Horus, Osíris,Ísis e Set. Os Deuses geralmente eram representados por figurasantropomórficas, juntando a figura humana com animais, o que originou umarica mitologia em torno deles.
  5. 5. Religião e CulturaDurante o reinado de Akenaton, o monoteísmo foi implementado no Egito,através da figura do Deus Aton (ou Deus Sol)Estela com representação da família Real, tendo ao centro arepresentação do Deus Aton.Estela de Akhenaton e sua famíliaadorando o Deus Aton.
  6. 6. Religião e CulturaO processo de mumificação, forte indicador do grau de desenvolvimento da medicina daépoca, era de grande importância para os egípcios, pois acreditavam na vida após amorte e, para serem julgados pelos Deuses, era necessário conservarem os seus corposdepois de mortos. As pirâmides eram grandes templos e mausoléus, que serviam deabrigo para estas múmias. Além disso, as pirâmides representavam o altodesenvolvimento da arquitetura e matemática dos egípcios.
  7. 7. Religião e CulturaVasos CanoposMáscara funeráriade Psusenes IMáscara funeráriade Tutankhamón
  8. 8. Religião e CulturaA escrita foi outra grande contribuiçãodeixada pelos egípcios. Inicialmenteformada por hieróglifos, era uma escritaiconográfica (através de simbolos). Osegípcios também foram um dosprimeiros povos a utilizarem o papelcomo meio de comunicação, o qual erachamado de papiro.Papiro egípcioEscrita hieroglífica
  9. 9. A parte artística e cultural dospovos egípcios estava relacionadacom tradições religiosas efunerárias. A maioria das obrasegípcias foram criadas com oobjetivo de serem úteis: não sefalava em peças ou em obras belasmas sim em eficazes ou eficientes.Praticamente quase todas estavaminterligadas num contexto religiosoe político, com a representaçãodo Faraó.As ArtesA Arte egípcia divide-se em:ArquiteturaEscultura Artes MaioresPinturaJoalharia, Mobiliário, etc – ArtesMenores
  10. 10. A ArquiteturaCaracterísticas gerais:• Monumentalidade (grandes dimensões)• Durabilidade (concebidas em pedra paradurarem )• Os egípcios foram os primeiros a usar acoluna nas suas construções.Principais tipos de construções feitaspelos Egípcios• Templos• Palácios• Monumentos funeráriosordem de aparecimento:1º - Mastabas2º - Pirâmides de mastabas - pirâmides de degrausde base quadrangular (Saqara)3º - Pirâmides de faces lisas, de base quadrangular(Gizé)4º - Hipogeus - túmulos escavados na rocha( Vale dos Reis; Vale das Rainhas).
  11. 11. A Arquitetura - ColunasOs tipos de colunas dos templos egípciossão divididas conforme seu capitel -extremidade superior de uma coluna
  12. 12. A Arquitetura ReligiosaO templo de Luxor e o templo de Karnac foram dos maiores monumentos daCidade de Tebas, no Egito antigo. Estas construções servem para demonstrar aimportância da religião dentro da Sociedade egípcia - o grande poder que a classeSacerdotal exercia dentro do Império. Apesar de apresentarem um tamanhomonumental - cerca de 275 m de comprimento -, possuem ao mesmo tempolinhas simples geométricas. Colunas, muros e arquitraves eram cobertas commotivos inspirados nas vitórias do Faraó, em cores vivas.À frente do templo havia estátuas colossais e dois obeliscos.
  13. 13. A Arquitetura Religiosa – Templo de Karnak
  14. 14. A Arquitetura Religiosa – Templo de Luxor
  15. 15. A Arquitetura Tumular - MastabasAs Mastabas eram simplesconstruções em tijolo de barrocozido ao Sol. Foram o primeirotipo de túmulos utilizados pelosgrupos sociais mais abastados,incluindo os primeiros Faraós.
  16. 16. A Arquitetura Tumular – Pirâmide de degrausA Pirâmide de Degraus é a primeira construção tumular que tem a forma deuma pirâmide. O arquiteto Imhotep construiu uma série de mastabas umasem cima das outras, usando pedras em vez de tijolo de barro cozido ao Sol.Saqara
  17. 17. A Arquitetura Tumular - PirâmidesAs pirâmides de paredes lisas, cujoexemplo mais conhecido são as de Gizé,eram construidas com blocos de granito,cada um pesando várias toneladas, atéuma altura de mais de 100 metros.A Grande pirâmide ergue-se a umaaltura de cerca de 140 metros,demorou mais de 20 anos a serconstruida e é composta por mais de 2milhões de blocos de granito.
  18. 18. A Arquitetura Tumular - HipogeusOs Hipogeus por vezes tinham entradaselaboradas. Eram escavados longostúneis no interior da montanha indo dara várias salas onde estavam dispostostesouros, os vasos canopos e sarcófagoscom as múmias dos Faraós.Muito do que se sabe desta civilizaçãoprovém das pinturas e relevosdecorativos que ornamentavam asparedes destes túmulos.
  19. 19. A Arquitetura Tumular - HipogeuExemplo de um Hipogeu é oTúmulo de Tutankhamon.
  20. 20. A EsculturaA Escultura do Antigo Egito é caracterizada sobretudo pela escultura de grandesdimensões associada à arquitectura, pelo relevo descritivo (hieróglifos),pelo busto e pela estatuária de pequenas dimensões, onde dominam não só asrepresentações de Deuses e Faraós, como também de animais.A representação da figura humana:• Rigidez de postura• Ocultação de traços físicos desfavoráveis• A sua apresentação era sempre feita de pé, dandoum passo á frente, sentada ou de joelhos cruzados.
  21. 21. A PinturaPrincipais características:• Lei da frontalidade – representaçãoda figura humana em que o tronco erarepresentado de frente para oobservador e a cabeça, os braços, aspernas e os pés representados deperfil.• Os homens eram pintados devermelho e as mulheres de amarelo.• Uso abundante de cores vivas e deescrita hieroglífica nas paredes detemplos e tumulos.• representação de episódios da vidaquotidiana do defunto nas paredes dostúmulos.
  22. 22. A OurivesariaIgualmente importantes, foram as obras deourivesaria, cuja mestria e beleza sãosuficientes para testemunhar a elegância ea ostentação das cortes egípcias. Osmateriais mais utilizados eram o ouro, aprata e pedras preciosas. As jóias tinhamsempre uma função específica (talismãs).Os ourives colaboravam na decoração detemplos e palácios, revestindo muros comlâminas de ouro e prata lavrados, contendoinscrições, dos quais restam apenastestemunhos.
  23. 23. O MobiliárioOs móveis, de formas rigidas, eram ricamenteornados de uma decoração de cores vivas -seguindo o mesmo estilo da arquitetura.Flores de lótus e papiro, grinaldas e animaisaparecem frequentemente nas decoraçõesdos móveis.Flor de LótusFlor de Papiro
  24. 24. ConclusãoAssim, todas as atividades quotidianas dos egípcios estavam, de uma forma ou de outra,associadas com a busca pela vida após a morte.Quanto à cultura, a maior parte da arte egípcia foi desenvolvida na construção dasmoradas dos falecidos. Isso aconteceu porque os egípcios acreditavam que deveriam haverbastantes objetos, inscrições e pinturas de forma a garantir uma nova vida, agradável efeliz após a morte terrena. Assim, as esculturas e pinturas egípcias destinavam-se a daressa garantia aos defuntos.Os egípcios acreditavam na vida apósa morte. Não só acreditavam nissocomo viviam para a morte.
  25. 25. Webgrafia/Bibliografiahttp://www.historiamais.com/culturaegipia.htmhttp://www.infoescola.com/civilizacao-egipcia/cultura/http://sohciencias.blogspot.pt/2010/03/as-piramides-do-egito.htmlhttp://www.pegue.com/artes/arquitetura_egipcia.htmhttp://www.portalsaofrancisco.com.br/alfa/civilizacao-egipcia/escultura-egipcia1.phphttp://pt.wikipedia.org/wiki/Escultura_do_Antigo_Egitohttp://www.fascinioegito.sh06.com/mumiamumifica.htmPISCHEL, Gina; História Universal da Arte 1; 2º edição; São Paulo;CompanhiaMelhoramentos de São Paulo Industrias de Papel; 1966http://pt.wikipedia.org/wiki/Arte_do_Antigo_Egitohttp://www.lyspedia.com/index.php?view=article&catid=36%3Aarte-antiga&id=45%3Aarte-egipcia&option=com_content&Itemid=684http://www.portoeditora.pt/acordo-ortografico/conversor-texto

×