Ligações químicas

1.815 visualizações

Publicada em

  • Seja o primeiro a comentar

Ligações químicas

  1. 1. Ligações Químicas Características das Substâncias Iônicas, moleculares e metálicas. Faculdade de Formação de Professores da Mata Sul – FAMASUL Curso de Pós – Graduação em Ensino de Química Efraim de Lima Silva
  2. 2. Modelo do Octeto e Estabilidade dos Gases nobres <ul><li>A maioria dos átomos dos elementos representativos ( elementos dos grupos 1,2,13,14,15,16 e 17) tende a apresentar a camada de valência completa quando formam substâncias. Essa tendência é conhecida como modelo do octeto que foi elaborada a partir da observação de que apenas os átomos dos elementos da família dos gases nobres são encontrados na natureza como átomos isolados, sem fazer ligação. </li></ul>
  3. 3. Distribuição eletrônica dos Gases Nobres Gás nobre Nº atômico K L M N O P He 2 2 Ne 10 2 8 Ar 18 2 8 8 Kr 36 2 8 18 8 Xe 54 2 8 18 18 8 Ra 86 2 8 18 32 18 8
  4. 4. Valência <ul><li>O que é valência ? Capacidade de um elemento químico de se unir a um, dois ou mais átomos. </li></ul><ul><li>A valência de um elemento era medida com relação ao número de átomos de hidrogênio(monovalente) com os quais ele podia se combinar. </li></ul>
  5. 5. Exemplos <ul><li>CH 4 ------ O carbono forma com o hidrogênio o metano sendo tetravalente. </li></ul><ul><li>H 2 O --- O oxigênio forma a água e é considerado divalente. </li></ul>
  6. 6. Substâncias Iônicas <ul><li>São más condutoras em estado sólido e conduzem corrente elétrica no estado líquido. </li></ul><ul><li>NaCl, CaO e AlF 3 essa substâncias são formadas por cátions e ânions que se atraem mutuamente, formando ligações iônicas. </li></ul>
  7. 7. Ligações Iônicas <ul><li>Características: </li></ul><ul><li>Tendência dos elementos a perder ou a receber elétrons. </li></ul><ul><li>À medida que percorremos um período da tabela periódica, da esquerda para a direita, aumenta a atração exercida pelo núcleo sobre os elétrons da camada de valência. </li></ul><ul><li>Os átomos dos elementos dos grupos 1, 2 e 13 apresentam uma tendência acentuada a perder os elétrons da camada de valência. </li></ul>
  8. 8. <ul><li>Os átomos dos elementos dos grupos 15,16 e 17 apresentam, de modo geral, tendência a receber elétrons para ficar com oito elétrons na última camada. </li></ul><ul><li>Assim o F e Cl, sob determinadas condições, podem receber um elétron, átomos de O e S podem receber dois elétrons e átomos de N e P podem receber três. </li></ul>
  9. 9. EXEMPLOS: NaCl – Cloreto de Sódio (Sal de Cozinha)
  10. 10. Al 2 O 3 – Óxido de Alumínio
  11. 11. Ligações Covalentes <ul><li>Características: </li></ul><ul><li>compartilhamento de um ou mais pares de elétrons entre átomos, causando uma atração mútua entre eles, que mantêm a molécula resultante unida. Elas tendem a compartilhar elétrons de modo que suas camadas eletrónicas externas sejam preenchidas e eles adquiram uma distribuição eletrónica mais estável. A força dessas ligações é maior que a das interações intermoleculares e comparável à da ligação iônica. Existem dois tipos principais, a ligação-σ (ligação sigma) e a ligação-π (ligação pi). </li></ul>
  12. 12. <ul><li>Ex.: CH4 (Gás Metano) , H2O (Molécula de Água), F2 (Gás Flúor) e outros. </li></ul>
  13. 13. Ligações Metálicas <ul><li>Características; </li></ul><ul><li>Na ligação metálica, os elétrons mais externos, por se encontrarem muito distantes do núcleo, movimentam-se livremente, formando um mar de elétrons dentro do retículo cristalino. Sendo assim, podemos definir a ligação metálica como “retículo de esferas rígidas (cátions) mantidas coesas por elétrons que podem se mover livremente – elétrons livres (‘mar de elétrons’)”. </li></ul>
  14. 14. <ul><li>Em outras palavras, os metais são formados por um aglomerado de íons cátions mergulhados em uma nuvem ou “mar” de elétrons. A movimentação desses elétrons livres explica a condutividade elétrica e térmica característica dos metais. </li></ul>
  15. 15. Exemplos: <ul><li>bronze (cobre + estanho) – usado em estátuas, sinos. </li></ul>
  16. 16. <ul><li>aço comum (ferro + 0,1 a 0,8% de carbono) – com maior resistência à tração, é usado em construção, pontes, fogões, geladeiras. </li></ul>
  17. 17. <ul><li>aço inoxidável (ferro + 0,1 de carbono + 18% de cromo + 8% de níquel) – não enferruja (diferente do ferro e do aço comum), é usado em vagões de metrô, fogões, pias e talheres. </li></ul>
  18. 18. RESUMO <ul><li>As ligações químicas são uniões estabelecidas entre átomos para formarem as moléculas, que constituem a estrutura básica de uma substância ou composto. </li></ul>
  19. 19. <ul><li>Obrigado Pela Atenção </li></ul><ul><li>Abração </li></ul>

×