O slideshow foi denunciado.
Seu SlideShare está sendo baixado. ×
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Próximos SlideShares
Ligacao covalente 22
Ligacao covalente 22
Carregando em…3
×

Confira estes a seguir

1 de 17 Anúncio
Anúncio

Mais Conteúdo rRelacionado

Diapositivos para si (20)

Anúncio

Semelhante a Ligação química (20)

Anúncio

Mais recentes (20)

Ligação química

  1. 1. Formação da ligação química Estruturas de Lewis e regra do octeto Professor Ms. Lucas Mariano da Cunha e Silva
  2. 2. Regras do Octeto “Ocorrem reações químicas em que participam elementos químicos com estrutura menos estável, porque elementos químicos com estrutura eletrônica menos estável têm tendência a adquirir estrutura mais estável por meio do ganho, da perda ou do compartilhamento de elétrons.” A camada de valência é quando o átomo está em seu último nível eletrônico, ou seja, é a última camada do átomo, e os elétrons que, pertencem a essa camada, normalmente estão presentes em alguma ligação química. Gases que possuem 8 elétrons na camada de valência são átomos não-reativos, ou seja, muito estáveis.
  3. 3. Para alcançar a 8 elétrons na camada de valência, é necessário que ocorra a reação desses elétrons com outros átomos, como por exemplo, o gás hélio que contém apenas 2 elétrons na camada de valência (K), para átomos com essa proximidade atômica é preciso obterem a configuração de um gás nobre (H, Li, Be, B). Com isso surgiu a Regra do Octeto, criada por Lewis e Kossel. Porém a transferência de átomos nem sempre é possível, existem três mecanismos, no qual, o átomo pode obter estabilidade, dividindo-se em três ligações: ligação covalente, ligação iônica, ligação metálica.
  4. 4. Quando aparece a ligação iônica A ligação iônica é baseada na atração eletrostática de dois íons com cargas opostas. A ligação iônica aparece quando um átomo tem 1 a 3 elétrons na camada de valência, geralmente dos metais, esses átomos perdem elétrons, fazendo com que se transformem em cátions, sendo assim o número de elétrons ficará menor que o número de prótons.
  5. 5. 1) Metais – São aqueles que possuem 1, 2 ou 3 elétrons na camada de valência. A tendência dos metais é perder esses elétrons. Exemplos: a) 19K:1s22s22p63s23p64s1 19K1+:1s22s22p63s2p6 b) 20Ca:1s22s22p63s23p64s2 20Ca2+:1s22s22p63s23p6
  6. 6. 2) Ametais – São aqueles que possuem 4, 5, 6 ou 7 elétrons na camada de valência. A tendência dos ametais é receber elétrons. Exemplos: a) 16S:1s22s22p63s23p4 16S2–:1s22s22p63s23p6 b) 9F:1s22s22p5 9F-:1s22s22p6
  7. 7. Apesar de estar na família 1A, o hidrogênio não é um metal, ou seja, não possui tendência de perder o seu único elétron. Na verdade, o átomo de hidrogênio tende a receber um elétron, ficando, assim, com configuração eletrônica igual à do gás nobre hélio. Como a perda de um elétron originaria um sistema sem elétrons, lembrando que o íon H+ não é estável no estado isolado. A camada de valência dos não metais possuem mais de 4 elétrons, e são propensos a admitir elétrons. O composto é formado pela atração de íons positivos e negativos, que estão presos a atração eletrostática.
  8. 8.  Observe: Cloreto de potássio (KCl) Potássio (K): Z = 19  Cloro (Cl): Z = 17 K L M N 2 8 8 1 K L M 2 8 7
  9. 9. A ligação covalente acontece quando um ou mais pares de elétrons é compartilhado por átomos, fazendo com que eles se atraiam. A ligação dativa ou coordenada acontece quando um par de elétrons é compartilhado por dois átomos, porém os dois elétrons são providos por um dos átomos.
  10. 10. SO2
  11. 11. Observe o exemplo: Como seria a fórmula mais provável do composto formado a partir de um elemento A, com número atômico 7, combinado com um elemento B, com número atômico 9? Vejamos a resolução: A Z = 7 K L Não metal 2 5 B Z = 9 K L Não metal 2 7
  12. 12. Onde: A e B são ligações covalentes. Para ficar com 8 elétrons na camada de valência, é necessário que A faça 3 pares eletrônicos, já o B é necessário fazer apenas 1 par eletrônico, sendo assim a fórmula ficaria assim: AB3
  13. 13. Os elementos de transição têm camadas internas incompletas e não podemos (em geral) escrever a notação de Lewis para estes elementos.
  14. 14. No caso do hidrogénio, H2; os eletrons são igualmente partilhados pelos dois núcleos. A situação é diferente por exemplo para o HCl ou HF. Os eletrons passam mais tempo na vizinhança de um dos átomos. Eletronegatividade (EN): medida da capacidade de um átomo atrair para si os eletrons partilhados numa ligação. Ligação covalente polar

×