SlideShare uma empresa Scribd logo

Corre, corre cabacinha de Alice Vieira

D
duminhaeb1

Conto "Corre, Corre Cabacinha" de Alice Vieira

1 de 22
Baixar para ler offline
Conto:
“Corre, Corre
Cabacinha”
de Alice Vieira
O que é uma cabacinha?
PersonagensPrincipais do Conto
Velha Lobo
Corre, corre cabacinha de Alice Vieira
Corre, corre cabacinha de Alice Vieira
Era uma vez uma velha muito velha, mãe de muitos filhos ,e avó de muitos netos.
Anúncio

Recomendados

Corre, corre, cabacinha de alice vieira texto integral
Corre, corre, cabacinha de alice vieira   texto integralCorre, corre, cabacinha de alice vieira   texto integral
Corre, corre, cabacinha de alice vieira texto integralBibliotecadaEscoladaPonte
 
A princesa baixinha power point
A princesa baixinha   power pointA princesa baixinha   power point
A princesa baixinha power pointlabeques
 
A Bruxa Mimi
A Bruxa MimiA Bruxa Mimi
A Bruxa MimiJATG
 
Bruxa mimi
Bruxa mimiBruxa mimi
Bruxa mimiAna Alho
 
NinguéM Dá Prendas Ao Pai Natal
NinguéM Dá Prendas Ao Pai NatalNinguéM Dá Prendas Ao Pai Natal
NinguéM Dá Prendas Ao Pai Nataldaliatrigo
 
Historia desculpa por acaso és uma bruxa
Historia desculpa por acaso és uma bruxa Historia desculpa por acaso és uma bruxa
Historia desculpa por acaso és uma bruxa Ana Paula Santos
 

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Desculpa, por-acaso-és-uma-bruxa
Desculpa, por-acaso-és-uma-bruxaDesculpa, por-acaso-és-uma-bruxa
Desculpa, por-acaso-és-uma-bruxaSandra Figueiredo
 
Corre, corre, cabacinha de Alice Vieira texto completo
Corre, corre, cabacinha de Alice Vieira   texto completoCorre, corre, cabacinha de Alice Vieira   texto completo
Corre, corre, cabacinha de Alice Vieira texto completoBibliotecadaEscoladaPonte
 
A girafa que_comia_estrelas[1]
A girafa que_comia_estrelas[1]A girafa que_comia_estrelas[1]
A girafa que_comia_estrelas[1]Elisabete Godinho
 
A flor vai ver o mar
A flor vai ver o marA flor vai ver o mar
A flor vai ver o mar12_A
 
Power Point Sapo Apaixonado!
Power Point Sapo Apaixonado!Power Point Sapo Apaixonado!
Power Point Sapo Apaixonado!guest0bf490
 
A Lebre e a Tartaruga
A Lebre e a TartarugaA Lebre e a Tartaruga
A Lebre e a Tartarugasilviarelva
 
Quando me sinto... zangado
Quando me sinto... zangadoQuando me sinto... zangado
Quando me sinto... zangadoLurdesRFernandes
 
A ovelhinha-que-veio-para-jantar
A ovelhinha-que-veio-para-jantarA ovelhinha-que-veio-para-jantar
A ovelhinha-que-veio-para-jantarOfelia Liborio
 
O palhaco-tristoleto
O palhaco-tristoletoO palhaco-tristoleto
O palhaco-tristoletoSilvares
 
Orelhas de borboleta
Orelhas de borboletaOrelhas de borboleta
Orelhas de borboletaelisecaetano1
 
O leão que temos cá dentro
O leão que temos cá dentroO leão que temos cá dentro
O leão que temos cá dentroEmília Lima
 
O boneco-de-neve-que-queria-ir-para-a-escola
O boneco-de-neve-que-queria-ir-para-a-escolaO boneco-de-neve-que-queria-ir-para-a-escola
O boneco-de-neve-que-queria-ir-para-a-escolaMaria Ferreira
 

Mais procurados (20)

Desculpa, por-acaso-és-uma-bruxa
Desculpa, por-acaso-és-uma-bruxaDesculpa, por-acaso-és-uma-bruxa
Desculpa, por-acaso-és-uma-bruxa
 
Uma Vaca De Estimação
Uma Vaca De EstimaçãoUma Vaca De Estimação
Uma Vaca De Estimação
 
Corre, corre, cabacinha de Alice Vieira texto completo
Corre, corre, cabacinha de Alice Vieira   texto completoCorre, corre, cabacinha de Alice Vieira   texto completo
Corre, corre, cabacinha de Alice Vieira texto completo
 
Cabacinha
CabacinhaCabacinha
Cabacinha
 
A girafa que_comia_estrelas[1]
A girafa que_comia_estrelas[1]A girafa que_comia_estrelas[1]
A girafa que_comia_estrelas[1]
 
A flor vai ver o mar
A flor vai ver o marA flor vai ver o mar
A flor vai ver o mar
 
O meu pai
O meu paiO meu pai
O meu pai
 
Power Point Sapo Apaixonado!
Power Point Sapo Apaixonado!Power Point Sapo Apaixonado!
Power Point Sapo Apaixonado!
 
A Lebre e a Tartaruga
A Lebre e a TartarugaA Lebre e a Tartaruga
A Lebre e a Tartaruga
 
Todos no sofá livro
Todos no sofá  livroTodos no sofá  livro
Todos no sofá livro
 
O senhor mago e a folha
O senhor mago e a folhaO senhor mago e a folha
O senhor mago e a folha
 
Quando me sinto... zangado
Quando me sinto... zangadoQuando me sinto... zangado
Quando me sinto... zangado
 
A ovelhinha-que-veio-para-jantar
A ovelhinha-que-veio-para-jantarA ovelhinha-que-veio-para-jantar
A ovelhinha-que-veio-para-jantar
 
O sapo apaixonado
O sapo apaixonado O sapo apaixonado
O sapo apaixonado
 
Peixinho arco íris
Peixinho arco írisPeixinho arco íris
Peixinho arco íris
 
O palhaco-tristoleto
O palhaco-tristoletoO palhaco-tristoleto
O palhaco-tristoleto
 
O polvo coceguinhas
O polvo coceguinhasO polvo coceguinhas
O polvo coceguinhas
 
Orelhas de borboleta
Orelhas de borboletaOrelhas de borboleta
Orelhas de borboleta
 
O leão que temos cá dentro
O leão que temos cá dentroO leão que temos cá dentro
O leão que temos cá dentro
 
O boneco-de-neve-que-queria-ir-para-a-escola
O boneco-de-neve-que-queria-ir-para-a-escolaO boneco-de-neve-que-queria-ir-para-a-escola
O boneco-de-neve-que-queria-ir-para-a-escola
 

Semelhante a Corre, corre cabacinha de Alice Vieira

Corre, corre, cabacinha
Corre, corre, cabacinhaCorre, corre, cabacinha
Corre, corre, cabacinhaprofigor
 
Chapeuzinho Vermelho
Chapeuzinho VermelhoChapeuzinho Vermelho
Chapeuzinho VermelhoANDRÉA LEMOS
 
Projeto Chapeuzinho Vermelho
Projeto Chapeuzinho VermelhoProjeto Chapeuzinho Vermelho
Projeto Chapeuzinho VermelhoCirlei Santos
 
Mundo fabuloso
Mundo fabulosoMundo fabuloso
Mundo fabulosoCrisBiagio
 
A velhinha e os animais amigos do ambiente
A velhinha e os animais amigos do ambienteA velhinha e os animais amigos do ambiente
A velhinha e os animais amigos do ambientePaulaGil6
 
A menina do capuchinho vermelho no século xxi
A menina do capuchinho vermelho no século xxiA menina do capuchinho vermelho no século xxi
A menina do capuchinho vermelho no século xxiFernanda Sousa
 
Velhinha Animais Amigos Ambiente
Velhinha Animais Amigos AmbienteVelhinha Animais Amigos Ambiente
Velhinha Animais Amigos Ambienteaverm
 
Slaides contos infantis na pré escola
Slaides contos infantis na pré escolaSlaides contos infantis na pré escola
Slaides contos infantis na pré escolaanaparecidaraca
 
2 contos populares portugueses
2 contos populares portugueses2 contos populares portugueses
2 contos populares portuguesesNliaIncio
 
Chapeuzinho Vermelho Infantil 1 A 2015
Chapeuzinho Vermelho Infantil 1 A 2015Chapeuzinho Vermelho Infantil 1 A 2015
Chapeuzinho Vermelho Infantil 1 A 2015ColegioCanarinho
 
História do 2º ano de Lage
História do 2º ano de LageHistória do 2º ano de Lage
História do 2º ano de Lagefilomenabarbosa
 
historias tradicionais portuguesas
historias tradicionais portuguesashistorias tradicionais portuguesas
historias tradicionais portuguesasPaulaCostaGomes
 
Maria castanha com a historia dos duendes
Maria castanha com a historia dos duendesMaria castanha com a historia dos duendes
Maria castanha com a historia dos duendeszemeira
 
O capuchinho vermelho (adaptação)
O capuchinho vermelho (adaptação)O capuchinho vermelho (adaptação)
O capuchinho vermelho (adaptação)Constantino Alves
 
Três Contos Populares Portugueses
Três Contos Populares PortuguesesTrês Contos Populares Portugueses
Três Contos Populares PortuguesesRicardo Leonardo
 

Semelhante a Corre, corre cabacinha de Alice Vieira (20)

Corre, corre, cabacinha
Corre, corre, cabacinhaCorre, corre, cabacinha
Corre, corre, cabacinha
 
História corre, corre, cabacinha
História   corre, corre, cabacinhaHistória   corre, corre, cabacinha
História corre, corre, cabacinha
 
A velha e os lobos
A velha e os lobosA velha e os lobos
A velha e os lobos
 
Historia corre, corre cabacinha
Historia corre, corre cabacinhaHistoria corre, corre cabacinha
Historia corre, corre cabacinha
 
Letras com rugas
Letras com rugasLetras com rugas
Letras com rugas
 
História
HistóriaHistória
História
 
Chapeuzinho Vermelho
Chapeuzinho VermelhoChapeuzinho Vermelho
Chapeuzinho Vermelho
 
Projeto Chapeuzinho Vermelho
Projeto Chapeuzinho VermelhoProjeto Chapeuzinho Vermelho
Projeto Chapeuzinho Vermelho
 
Mundo fabuloso
Mundo fabulosoMundo fabuloso
Mundo fabuloso
 
A velhinha e os animais amigos do ambiente
A velhinha e os animais amigos do ambienteA velhinha e os animais amigos do ambiente
A velhinha e os animais amigos do ambiente
 
A menina do capuchinho vermelho no século xxi
A menina do capuchinho vermelho no século xxiA menina do capuchinho vermelho no século xxi
A menina do capuchinho vermelho no século xxi
 
Velhinha Animais Amigos Ambiente
Velhinha Animais Amigos AmbienteVelhinha Animais Amigos Ambiente
Velhinha Animais Amigos Ambiente
 
Slaides contos infantis na pré escola
Slaides contos infantis na pré escolaSlaides contos infantis na pré escola
Slaides contos infantis na pré escola
 
2 contos populares portugueses
2 contos populares portugueses2 contos populares portugueses
2 contos populares portugueses
 
Chapeuzinho Vermelho Infantil 1 A 2015
Chapeuzinho Vermelho Infantil 1 A 2015Chapeuzinho Vermelho Infantil 1 A 2015
Chapeuzinho Vermelho Infantil 1 A 2015
 
História do 2º ano de Lage
História do 2º ano de LageHistória do 2º ano de Lage
História do 2º ano de Lage
 
historias tradicionais portuguesas
historias tradicionais portuguesashistorias tradicionais portuguesas
historias tradicionais portuguesas
 
Maria castanha com a historia dos duendes
Maria castanha com a historia dos duendesMaria castanha com a historia dos duendes
Maria castanha com a historia dos duendes
 
O capuchinho vermelho (adaptação)
O capuchinho vermelho (adaptação)O capuchinho vermelho (adaptação)
O capuchinho vermelho (adaptação)
 
Três Contos Populares Portugueses
Três Contos Populares PortuguesesTrês Contos Populares Portugueses
Três Contos Populares Portugueses
 

Último

CRUZADINA E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docx
CRUZADINA  E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docxCRUZADINA  E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docx
CRUZADINA E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docxJean Carlos Nunes Paixão
 
Domínio da Linguagem Oral Classificação Sílaba Inicial
Domínio da Linguagem  Oral Classificação Sílaba InicialDomínio da Linguagem  Oral Classificação Sílaba Inicial
Domínio da Linguagem Oral Classificação Sílaba InicialTeresaCosta92
 
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptxSlides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Emagreça em Casa, Treinos Simples e Eficazes Mesmo Não Tendo Equipamentos. Cu...
Emagreça em Casa, Treinos Simples e Eficazes Mesmo Não Tendo Equipamentos. Cu...Emagreça em Casa, Treinos Simples e Eficazes Mesmo Não Tendo Equipamentos. Cu...
Emagreça em Casa, Treinos Simples e Eficazes Mesmo Não Tendo Equipamentos. Cu...manoelaarmani
 
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...excellenceeducaciona
 
Ficha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
Ficha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda únicaFicha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
Ficha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda únicaCentro Jacques Delors
 
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...azulassessoriaacadem3
 
Discorra sobre a classificação da interpretação jurídica quanto à sua origem ...
Discorra sobre a classificação da interpretação jurídica quanto à sua origem ...Discorra sobre a classificação da interpretação jurídica quanto à sua origem ...
Discorra sobre a classificação da interpretação jurídica quanto à sua origem ...excellenceeducaciona
 
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...azulassessoriaacadem3
 
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...azulassessoriaacadem3
 
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...azulassessoriaacadem3
 
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...azulassessoriaacadem3
 
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...azulassessoriaacadem3
 
Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.
Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.
Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.Jean Carlos Nunes Paixão
 
O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!
O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!
O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!Psyc company
 
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...azulassessoriaacadem3
 
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...AaAssessoriadll
 
Sendo assim, desenvolva um breve texto que possa evidenciar a importância da ...
Sendo assim, desenvolva um breve texto que possa evidenciar a importância da ...Sendo assim, desenvolva um breve texto que possa evidenciar a importância da ...
Sendo assim, desenvolva um breve texto que possa evidenciar a importância da ...excellenceeducaciona
 
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.azulassessoriaacadem3
 
Trovadorismo, Humanismo, Classicismo e Quinhentismo
Trovadorismo, Humanismo, Classicismo e QuinhentismoTrovadorismo, Humanismo, Classicismo e Quinhentismo
Trovadorismo, Humanismo, Classicismo e QuinhentismoPaula Meyer Piagentini
 

Último (20)

CRUZADINA E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docx
CRUZADINA  E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docxCRUZADINA  E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docx
CRUZADINA E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docx
 
Domínio da Linguagem Oral Classificação Sílaba Inicial
Domínio da Linguagem  Oral Classificação Sílaba InicialDomínio da Linguagem  Oral Classificação Sílaba Inicial
Domínio da Linguagem Oral Classificação Sílaba Inicial
 
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptxSlides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
 
Emagreça em Casa, Treinos Simples e Eficazes Mesmo Não Tendo Equipamentos. Cu...
Emagreça em Casa, Treinos Simples e Eficazes Mesmo Não Tendo Equipamentos. Cu...Emagreça em Casa, Treinos Simples e Eficazes Mesmo Não Tendo Equipamentos. Cu...
Emagreça em Casa, Treinos Simples e Eficazes Mesmo Não Tendo Equipamentos. Cu...
 
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
 
Ficha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
Ficha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda únicaFicha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
Ficha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
 
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
 
Discorra sobre a classificação da interpretação jurídica quanto à sua origem ...
Discorra sobre a classificação da interpretação jurídica quanto à sua origem ...Discorra sobre a classificação da interpretação jurídica quanto à sua origem ...
Discorra sobre a classificação da interpretação jurídica quanto à sua origem ...
 
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
 
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
 
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...
 
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
 
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
 
Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.
Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.
Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.
 
O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!
O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!
O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!
 
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
 
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
 
Sendo assim, desenvolva um breve texto que possa evidenciar a importância da ...
Sendo assim, desenvolva um breve texto que possa evidenciar a importância da ...Sendo assim, desenvolva um breve texto que possa evidenciar a importância da ...
Sendo assim, desenvolva um breve texto que possa evidenciar a importância da ...
 
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.
 
Trovadorismo, Humanismo, Classicismo e Quinhentismo
Trovadorismo, Humanismo, Classicismo e QuinhentismoTrovadorismo, Humanismo, Classicismo e Quinhentismo
Trovadorismo, Humanismo, Classicismo e Quinhentismo
 

Corre, corre cabacinha de Alice Vieira

  • 2. O que é uma cabacinha?
  • 6. Era uma vez uma velha muito velha, mãe de muitos filhos ,e avó de muitos netos.
  • 7. Vivia numa casa escondida na floresta
  • 8. e sabia como ninguém fazer pão-de-ló, arroz-doce, coscorões e papas de farinha com mel.
  • 9. De vez em quando, um dos seus muitos filhos batia-lhe à porta e dizia- lhe: Nós te fizemos avó outra vez avó, nós te fizemos avó outra vez: leva pão-de-ló para o batizado que é no fim do mês.
  • 10. Então a velha passava trinta dias e trinta noites junto do fogão a fazer pão-de-ló, arroz-doce, coscorões e papas de farinha com mel e no dia aprazado metia tudo dentro de uma cesta, agarrava-se ao cajado – que os anos já pesavam–, atravessava a floresta e ia até à aldeia, para o batizado de mais um neto.
  • 11. Um dia um dos filhos bateu-lhe à porta e disse: Nós te fizemos avó outra vez avó, nós te fizemos avó outra vez: leva pão-de-ló para o batizado que é no fim do mês. Só que desta vez vais levar também padrinho a preceito: já corremos tudo já tudo corremos padrinho de jeito é que nós não temos. A velha ficou aflita: vivia sozinha e não conhecia ninguém que pudesse servir de padrinho ao neto acabado de nascer. Mas no dia aprazado, pegou no cajado e pôs-se a caminho, a cesta bem carregadinha com as iguarias do costume.
  • 12. Ainda mal acabara de passar a primeira clareira da floresta quando o lobo lhe salta ao caminho, gritando: Velha, velhinha velha, velhão como-te inteirinha com cesta e bordão! Tremendo, tremendo, tremendo de medo, a velha respondeu: Estou tão magrinha, nem terei sabor! Deixa-me ir à festa, Voltarei melhor, Com a barriga cheia De mel e farinha Poderás então comer-me inteirinha Com cesta e bordão!
  • 13. O lobo pensou uma, pensou duas, pensou três vezes e lá deixou a velha seguir o seu caminho, não sem antes a ter feito jurar que, assim que o Sol desaparecesse nas montanhas, ela voltaria do batizado para ele a comer e matar finalmente a fome.
  • 14. Tão assustada a velha ia pelo caminho fora que nem reparou num vendedor de cabaças que dela se aproximava, perguntando: Onde vais, velhinha, assim tão curvada, que foi que te pôs assim assustada? Tremendo, tremendo, tremendo de medo, a velha respondeu: Vou ao batizado de mais um netinho, vou cheia de medo e não acho padrinho. E logo ali lhe contou o que se tinha passado e o que prometera ao lobo. O velho conversou uns minutos com as suas cabaças, e depois ofereceu-se para padrinho, dizendo-lhe que não pensasse mais no assunto, que tudo se resolveria: Comei e bebei bebei e comei, que em chegando a hora eu vos salvarei!
  • 15. Batizado foi o neto, e a tarde se passou em danças e folias, com muito pão-de-ló, arroz-doce, coscorões e papas de farinha com mel. E, de vez em quando, a velha murmurava: Compadre, dizei: em chegando a hora como escaparei? Mas o velho bailava, bailava e só respondia: Comei e bebei bebei e comei, que em chegando a hora eu vos salvarei!
  • 16. Quando o Sol desapareceu nas montanhas, o velho foi então buscar uma das suas cabaças, a maior de todas, a mais redondinha e amarela, e disse à velha que se metesse lá dentro e fosse a rolar pelo caminho fora até casa, sem nunca parar.
  • 17. E assim a velha foi rolando, rolando, rolando por caminhos e ladeiras, atalhos e clareiras, quando de repente o lobo lhe saltou ao caminho, perguntando: Ó cabaça, cabacinha amarela, redondinha, não viste no teu caminho uma velha mirradinha? Tremendo, tremendo, tremendo de medo, a velha respondeu: Não vi velha nem velhinha não vi velha nem velhão corre, corre, cabacinha corre, corre, cabação. E lá continuou rolando, rolando, rolando sem parar, por caminhos e ladeiras, atalhos e clareiras.
  • 18. Mas o lobo não desistia à primeira. Ia a velha já a atravessar a segunda clareira da floresta quando ele lhe saltou de novo ao caminho, dizendo: Lembro-me agora que a velha devia vir mais gordinha: não viste velha anafada, ó cabaça, cabacinha? Tremendo, tremendo, tremendo de medo, a velha respondeu: Não vi velha nem velhinha não vi velha nem velhão corre, corre, cabacinha corre, corre, cabação.
  • 19. Nem mesmo assim o lobo se convenceu. Estava a velha a atravessar a última clareira da floresta quando ele lhe salta de novo ao caminho, gritando: Gorda ou magra, tanto faz, Se velha não tenho, tu me bastarás! E com um salto preparava-se para lhe cair em cima quando a cabaça, com a velha dentro, veio a rolar, a rolar, a rolar pela ladeira abaixo, sempre mais depressa, entrando de rompante pela casa dentro, deixando o lobo a perder de vista. Logo a velha para fora da cabaça pulou, a porta trancou e de alegria bailou.
  • 20. E quando, meses depois, outro dos seus filhos lhe bateu à porta para lhe anunciar o nascimento de mais outro neto, ainda ela cantava: Não vi velha nem velhinha não vi velha nem velhão corre, corre, cabacinha corre, corre, cabação.
  • 21. FIM