Teoria geral de sistemas

82.386 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação

Teoria geral de sistemas

  1. 1. Teoria Geral de Sistemas Teoria de Sistemas
  2. 2. Sobre a Teoria Geral de Sistemas <ul><li>A Teoria de Sistemas é um ramo específico da Teoria Geral de Sistemas (TGS) </li></ul><ul><li>Surge a partir dos trabalhos do biólogo alemão Ludwig von Bertalanffy, publicados entre as décadas de 50 e 70 </li></ul>
  3. 3. Sobre a Teoria Geral de Sistemas <ul><li>Objetivo: produzir teorias e formulações conceituais que possam criar condições de aplicações na realidade empírica </li></ul><ul><li>Pressupostos básicos: </li></ul><ul><ul><li>Tendência para a integração nas várias ciências naturais e sociais; </li></ul></ul>
  4. 4. Sobre a Teoria Geral de Sistemas <ul><ul><li>Abrangência no estudo dos campos não-físicos do conhecimento científico, especialmente as ciências sociais; </li></ul></ul><ul><ul><li>Desenvolvimento de princípios unificadores, visando o objetivo da unidade da ciência </li></ul></ul>
  5. 5. Sobre a Teoria Geral de Sistemas <ul><li>Gênese: crítica de Bertalanffy à visão que se tem do mundo dividida em diferentes áreas, como Física, Química, Biologia, Sociologia etc. A natureza não está dividida em nenhuma destas partes </li></ul>
  6. 6. Sobre a Teoria Geral de Sistemas <ul><li>A TGS afirma que se deve estudar os sistemas globalmente , envolvendo todas as interdependências de suas partes </li></ul>O H H
  7. 7. Sobre a Teoria Geral de Sistemas <ul><li>Premissas básicas </li></ul><ul><ul><li>Os sistemas existem dentro de sistemas; </li></ul></ul><ul><ul><li>Os sistemas são abertos; </li></ul></ul><ul><ul><li>As funções de um sistema dependem de sua estrutura </li></ul></ul>
  8. 8. Sobre a Teoria Geral de Sistemas <ul><li>Não é propriamente a TGS, mas as características e parâmetros que ela estabelece para todos os sistemas a nossa área de interesse </li></ul><ul><li>Holismo : a totalidade representa mais do que a soma de suas partes, como os organismos biológicos, sociedades e complexos teóricos </li></ul>
  9. 9. Conceito de Sistemas <ul><li>O conceito de sistemas permite uma visão compreensiva e abrangente de um conjunto de coisas complexas, dando-lhe configuração total – sistemas abertos </li></ul>
  10. 10. Conceito de Sistemas <ul><li>A palavra sistema representa “ um conjunto de elementos interdependentes e interagentes” ou “ um grupo de unidades combinadas que formam um todo organizado” - unidade </li></ul>
  11. 11. Características dos Sistemas <ul><li>O todo apresenta propriedades e características próprias que não são encontradas em nenhum dos elementos isolados – emergente sistêmico </li></ul><ul><li>SISTEMA </li></ul><ul><ul><li>Propósito ou objetivo; </li></ul></ul><ul><ul><li>Globalismo ou totalidade – estimulação e reação </li></ul></ul>
  12. 12. Características dos Sistemas <ul><ul><li>Divide-se em subsistemas , que por sua vez são formados pela reunião de outros subsistemas – hierarquia , estrutura </li></ul></ul><ul><ul><li>Os sistemas podem operar simultaneamente, em série ou em paralelo </li></ul></ul><ul><ul><li>Os sistemas existem necessariamente em um meio e são por ele condicionados </li></ul></ul><ul><ul><li>Os limites definem o que é o sistema e o que é o ambiente que o envolve </li></ul></ul>
  13. 13. Tipos de Sistemas <ul><li>Quanto à sua constituição, podem ser físicos ou abstratos: </li></ul><ul><ul><li>Sistemas físicos: quando compostos de hardware; </li></ul></ul><ul><ul><li>Sistemas abstratos: quando compostos de software </li></ul></ul><ul><ul><li>Existe complementaridade entre sistemas físicos e abstratos </li></ul></ul>
  14. 14. Tipos de Sistemas <ul><li>Quanto à sua natureza, os sistemas podem ser fechados ou abertos </li></ul><ul><ul><li>Sistemas fechados: não apresentam intercâmbio com o meio ambiente que os circunda – sistemas mecânicos, como máquinas e equipamentos; </li></ul></ul><ul><ul><li>Sistemas abertos: apresentam relações de intercâmbio com o meio – trocam matéria e energia constantemente. São adaptativos </li></ul></ul>
  15. 15. Os Parâmetros dos Sistemas <ul><li>Parâmetros são constantes arbitrárias que caracterizam, por suas propriedades, o valor e a descrição dimensional de um sistema específico ou de um componente do sistema </li></ul>Processamento Ambiente Saída Entrada Ambiente Retroação Fig. Modelo dos parâmetros de um sistema
  16. 16. O Sistema Aberto <ul><li>Mantém intercâmbio com o ambiente e conserva-se constantemente – auto regulação – alcançando um equilíbrio dinâmico nesse meio </li></ul><ul><li>Muitos autores comparam a organização de empresas a organismos vivos – ajuste e adaptação ao ambiente para manter a sobrevivência </li></ul>
  17. 17. O Sistema Aberto ENTRADAS Informação Energia Recursos Materiais TRANSFORMAÇÃO OU PROCESSAMENTO SAÍDAS Informação Energia Recursos Materiais Ambiente Ambiente Fig. Modelo genérico de sistema aberto
  18. 18. Diferenças entre organizações e organismos <ul><li>Problema = desvio nas normas sociais </li></ul><ul><li>Doença = distúrbio no processo vital </li></ul><ul><li>Abstratos – elementos psicológicos e sociológico </li></ul><ul><li>Concretos – elementos físicos e químicos </li></ul><ul><li>Podem transformar a própria estrutura - morfogênese </li></ul><ul><li>Não podem transformar a própria estrutura </li></ul><ul><li>São organizados, constroem sua estrutura </li></ul><ul><li>Nascem, herdam traços estruturais </li></ul>Sistemas Organizados (organizações) Sistemas Vivos (organismos)
  19. 19. Modelos de Organização
  20. 20. Considerções na teoria de sistemas sobre as organizações <ul><li>A organização é um sistema aberto ; </li></ul><ul><li>A organização é um sistema com objetivos ou funções múltiplas; </li></ul><ul><li>A organização é um sistema com muitos subsistemas ; </li></ul>
  21. 21. <ul><li>Subsistemas interdependentes; </li></ul><ul><li>A organização exite em um ambiente dinâmico; </li></ul><ul><li>Definição das fronteiras. </li></ul>Considerções na teoria de sistemas sobre as organizações
  22. 22. Modelo de Katz e Kahn <ul><li>Importação (entradas); </li></ul><ul><li>Transformação (processamento); </li></ul><ul><li>Exportação (saídas); </li></ul><ul><li>Ciclos de eventos; </li></ul><ul><li>Entropia Negativa; </li></ul>
  23. 23. <ul><li>Informação como insumo, retroação negativa e processo de codificação; </li></ul><ul><li>Estado firme e homeostase dinâmica; </li></ul><ul><li>Diferenciação; </li></ul><ul><li>Equifinalidade; </li></ul><ul><li>Limites ou fronteiras. </li></ul>Modelo de Katz e Kahn
  24. 24. <ul><li>Conceito de Eficácia Organizacional: </li></ul><ul><ul><li>“ A eficiência relaciona-se com a necessidade de sobrevivência da organização. A eficácia organizacional relaciona-se com a extensão em que todas as formas de rendimento para a organização são maximizadas.” </li></ul></ul>Modelo de Katz e Kahn
  25. 25. <ul><li>Organização como um Sistema de Papéis: </li></ul><ul><ul><li>Definição de Papel; </li></ul></ul><ul><ul><li>“ A organização é um sistema de papéis”. </li></ul></ul>Modelo de Katz e Kahn
  26. 26. Modelo Sociotécnico de Tavistock <ul><li>Subsistemas: </li></ul><ul><ul><li>Técnico; </li></ul></ul><ul><ul><li>Social. </li></ul></ul>
  27. 27. Apreciação Crítica da Teoria de Sistemas <ul><li>Confronto entre Teorias de Sistema Aberto e de Sistema Fechado: </li></ul><ul><ul><li>Dinâmica do ambiente X Estática da Organização </li></ul></ul><ul><ul><li>Rigidez organizacional </li></ul></ul><ul><ul><li>Absorção dos produtos </li></ul></ul><ul><ul><li>Coleta de informações </li></ul></ul>
  28. 28. <ul><li>Distorções da Teoria Geral da Administração causadas pela perspectiva de sistema fechado: </li></ul><ul><ul><li>Limitação na concentração em regras de funcionamento interno, apologia à eficiência como critério da viabilidade organizacional e a ênfase em em procedimentos e não em programas; </li></ul></ul>Apreciação Crítica da Teoria de Sistemas
  29. 29. <ul><ul><li>Desatenção à interdependência entre orgnização e ambiente. </li></ul></ul><ul><ul><li>Inadaptabilidade da organização. </li></ul></ul>Apreciação Crítica da Teoria de Sistemas
  30. 30. Características Básicas da Análise Sistêmica <ul><li>Ponto de Vista Sistêmico; </li></ul><ul><ul><li>Entrada, processo, saída, retroação e ambiente. </li></ul></ul><ul><li>Abordagem Dinâmica; </li></ul><ul><li>Multideimensional e Multinivelada; </li></ul><ul><li>Multimotivacional; </li></ul>
  31. 31. <ul><li>Probabilística; </li></ul><ul><li>Multidisciplinar; </li></ul><ul><li>Descritiva; </li></ul><ul><li>Multivariável; </li></ul><ul><li>Adaptativa. </li></ul>Características Básicas da Análise Sistêmica
  32. 32. <ul><li>Caráter Integrativo e Abstrato da Teoria de Sistemas. </li></ul><ul><li>O Efeito Sinérgico das Organizações como Sistemas Abertos. </li></ul>
  33. 33. <ul><li>O “Homem Funcional”. </li></ul><ul><li>Uma Nova Abordagem Organizacional. </li></ul>

×