SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 35
Baixar para ler offline
Classificação Periódica dos
Elementos
 Evolução Histórica
 Estrutura da Tabela Periódica
 Classificação Geral dos Elementos
 Propriedades dos Elementos:
Aperiódicas
Periódicas
Evolução Histórica
1817 – Lei das Tríades / Dobereiner (alemão)
1862 – Parafuso Telúrico / Chancourtois (francês)
1864 – Lei das Oitavas / Newlands (inglês)
1871 – Ordem de Massa Atômica / Mendeleev
(russo) e Meyer (alemão)
1913 – Ordem de Número Atômico / Moseley
(inglês)
Lei Periódica
“As propriedades físicas e químicas dos elementos, são funções periódicas de seus números atômicos".
Classificação dos Elementos
: Hidrogênio
1 elemento
: Metais
84 elementos
: Ametais
11 elementos
: Semimetais
7 elementos
: Gases nobres
6 elementos
Famílias ou grupos
• São 18 famílias ou grupos, reunindo elementos
com propriedades químicas semelhantes, por
apresentarem a mesma configuração eletrônica
na sua camada (nível) de valência.
• Camada de valência é a camada mais externa
que permite a formação ou não de moléculas.
• Molécula é a união de átomos.
CIÊNCIAS, 9° Ano do Ensino Fundamental
Classificação dos elementos químicos de acordo com
a tabela periódica e suas propriedades
Características Gerais dos Elementos
Obs. Os semimetais apresentam propriedades
intermediárias entre os metais e os ametais.
Uso em pólvora
e pneus
Uso em moedas
e jóias
QuebradiçosMaleáveis e dúcteis
Não condutores
Condutores de
eletricidade e calor
Sem brilhoBrilhantes
AMETAISMETAIS
Elaboração Prof. Santer Matos
Ciências Introdução a tabela periódica
Classificação dos elementos da tabela periódica
Metais: são a maioria dos elementos da tabela, sendo bons condutores de eletricidade e
calor, maleáveis e dúcteis, possuem brilho metálico característico e são sólidos, com exceção
do mercúrio.
Ametais: são os mais abundantes na natureza, não são bons condutores de calor e
eletricidade, não são maleáveis e dúcteis e não possuem brilho como os metais.
Gases Nobres: são no total 6 elementos e sua característica mais importante é a
estabilidade química.
Hidrogênio: O hidrogênio é um elemento considerado à parte por ter um
comportamento único.
CIÊNCIAS, 9° Ano do Ensino Fundamental
Classificação dos elementos químicos de acordo com a tabela
periódica e suas propriedades
• Existem as famílias A e B
Famílias B
As famílias B são denominadas elementos de
transição.
Grupo # 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18
Período
1
1
H
2
He
2
3
Li
4
Be
5
B
6
C
7
N
8
O
9
F
10
Ne
3
11
Na
12
Mg
13
Al
14
Si
15
P
16
S
17
Cl
18
Ar
4
19
K
20
Ca
21
Sc
22
Ti
23
V
24
Cr
25
Mn
26
Fe
27
Co
28
Ni
29
Cu
30
Zn
31
Ga
32
Ge
33
As
34
Se
35
Br
36
Kr
5
37
Rb
38
Sr
39
Y
40
Zr
41
Nb
42
Mo
43
Tc
44
Ru
45
Rh
46
Pd
47
Ag
48
Cd
49
In
50
Sn
51
Sb
52
Te
53
I
54
Xe
6
55
Cs
56
Ba
* 72
Hf
73
Ta
74
W
75
Re
76
Os
77
Ir
78
Pt
79
Au
80
Hg
81
Tl
82
Pb
83
Bi
84
Po
85
At
86
Rn
7
87
Fr
88
Ra
** 104
Rf
105
Db
106
Sg
107
Bh
108
Hs
109
Mt
110
Ds
111
Rg
112
Cn
113
Uut
114
Fl
115
Uup
116
Lv
(117)
(Uus)
118
Uuo
* Lantanídios
57
La
58
Ce
59
Pr
60
Nd
61
Pm
62
Sm
63
Eu
64
Gd
65
Tb
66
Dy
67
Ho
68
Er
69
Tm
70
Yb
71
Lu
** Actinídios
89
Ac
90
Th
91
Pa
92
U
93
Np
94
Pu
95
Am
96
Cm
97
Bk
98
Cf
99
Es
100
Fm
101
Md
102
No
103
Lr
Famílias B
Estrutura da Tabela Periódica
 Ordem crescente de Número Atômico (Z):
13
Al
26,9
Z = n° de prótons = n° e-
A = média ponderada
das massas atômicas
dos isótopos.
Período
Estrutura da Tabela Periódica
 Períodos: são as linhas horizontais, definem o número de
camadas dos elementos.
 Grupos ou Famílias: são as linhas verticais, definem
o número de elétrons da camada de valência.
1
2 13 14 15 16 17
18
MetaisAlcalinosMetaisAlcalinos
Alcalinos-TERROSOSMetaisAlcalinos-TERROSOSMetais
GRUPODOBOROGRUPODOBORO
GRUPODOCARBONOGRUPODOCARBONO
GRUPODONITROGÊNIOGRUPODONITROGÊNIO
CALCOGÊNIOSCALCOGÊNIOS
HALOGÊNIOSHALOGÊNIOS
GASESNOBRESGASESNOBRES
3 4 5 6 7 8 9 10 11 12
ELEMENTOS
DE
TRANSIÇÃO
ELEMENTOS REPRESENTATIVOSELEMENTOS REPRESENTATIVOS
Lantanídeos
Actinídeos
ELEMENTOS DE TRANSIÇÃO INTERNA
Estrutura da Tabela Periódica
 Existência dos Elementos:
Elementos Naturais: Z  92
Elementos Artificiais: Z  92
Formação da Tabela Periódica
s
d
p
f
 Sua estrutura é baseada na distribuição eletrônica dos elementos
em ordem de número atômico.
Exemplo: 3Li  1s2 2s1
11Na  1s2 2s2 2p6 3s1
Grupo 1A
Configuração geral: ns1{
Estrutura da Tabela Periódica
OBSERVAÇÕES IMPORTANTES:
• Grupo B - o número do grupo é diferente do número
de elétrons da última camada e todo elemento de
transição possui sempre 2 elétrons de valência.
• 1B e 2B - são os metais nobres e raros, possuem o
subnível - d completo.
• Classificação dos elementos quanto ao estado físico:
Gasosos: todos do grupo 8A, H, N, O, F e Cl.
Líquidos: Hg e Br.
Sólidos: os demais.
Exercícios de fixação:
3. Nos garimpos utiliza-se mercúrio para separar o ouro das
impurezas. Quando o mercúrio entra em contato com a água
dos rios, causa uma séria contaminação: é absorvido por
microorganismos, que são ingeridos pelos peixes pequenos,
os quais são devorados pelos peixes grandes usados na
alimentação humana. Podemos prever, com auxílio da tabela,
que um elemento com comportamento semelhante ao do
mercúrio é:
a) Na b) C c) Cd e) Ca e) Fe
4. Considerando-se os elementos X (Z = 17) e Y (Z = 12),
podemos afirmar que:
a) X é metal e Y é não metal.
b) X e Y são metais.
c) X é não-metal e Y é metal.
d) X e Y são não metais.
e) X e Y são semimetais.
Exercícios de fixação:
5. Julgue os itens seguintes:
(01) Num mesmo grupo periódico, de cima para baixo,
aumenta a carga nuclear dos elementos.
(02) Elementos químicos situados num mesmo período
apresentam propriedades químicas diferentes.
(04) Os elmentos do grupo 2A da tabela periódica
apresentam 2 elétrons de valência, sendo denominados
alcalinos.
(08) O elemento que apresenta configuração eletrônica
5d3 para seu subnível mais energético, é de transição
interna.
(16) O mercúrio é o único metal líquido á temperatura
ambiente.
Distribuição Eletrônica
Exemplos:
82Pb (6° período)  K L M N O P
Grupo 4A  2e- 8e- 18e- 32e- 4e-18e-
 6s2 6p2
56Ba (6° período)  K L M N O P
Grupo 2A  2e- 8e- 18e- 18e- 2e-8e-
 6s2
76Os (6° período)  K L M N O P
Grupo 8B  2e- 8e- 18e- 32e- 2e-14e-
 6s2
5s2 5p6 5d6
Propriedades dos Elementos
Definição: são as propriedades que variam em função
dos números atômicos dos elementos.
Podem ser de dois tipos:
 Aperiódicas: são as propriedades cujos valores
aumentam ou diminuem continuamente com o aumento
do número atômico.
 Periódicas: são as propriedades que oscilam em
valores mínimos e máximos, repetidos regularmente
com o aumento do número atômico.
Propriedades Aperiódicas
n° atômico
Valornumérico
n° atômico
Valornumérico
Exemplos:
Propriedades Periódicas
Variação Típica:
n° atômico
Valornumérico
Propriedades Periódicas
RAIO ATÔMICO:
• Cresce com o aumento do número
de camadas.
• Quando o número de camadas é
igual , diminui com o aumento do
número atômico.
H He
Li
Na
F
He
Fr
Tamanho dos Íons
Propriedades Periódicas
X(g) + Energia  X+
(g) + e- (endotérmica)
Li+
Li
+ e-
E1
Na
Na+
+ e-
E2
POTENCIAL OU ENERGIA DE IONIZAÇÃO: é a energia
necessária para retirar um elétron do átomo no seu estado gasoso
E1 > E2
He
Fr
Propriedades Periódicas
SEGUNDO POTENCIAL DE IONIZAÇÃO:
E1
E3
Ca
E2
Ca(g) + E1  Ca+
(g) + e-
Ca+
(g) + E2  Ca+2
(g) + e-
Ca+2
(g) + E3  Ca+3
(g) + e-
E3 >>>>> E2 > E1
Obs. Os gases nobres por terem uma configuração eletrônica estavel dificilmente
perdem elétrons e ao serem comparados com outros elementos eles sempre terão o
maior potencial de ionização, portanto não depedem do raio atômico.
Propriedades Periódicas
AFINIDADE ELETRÔNICA: é a energia liberada quando
um átomo ganha um elétron, no estado gasoso.
Observações:
1) A afinidade eletrônica numericamente é igual ao potencial de
ionização.
2) Os gases nobres apresentam afinidade eletrônica igual a zero.
X(g) + e-  X-
(g) + Energia (exotérmica)
F
Fr
Propriedades Periódicas
Eletropositividade: mede a tendência do elemento em
perder elétrons, define o seu caráter metálico.
F
Fr
Eletronegatividade: mede a tendência do elemento em
ganhar elétrons, define o seu caráter ametálico.
F
Fr
Ordem de eletronegatividade:
F / O / N /Cl / Br / I / S / P / C / H
Propriedades Periódicas
Reatividade Química: indica a capacidade de combinação
do elemento químico.
Metais: maior eletropositividade, implica em maior reatividade.
Ametais: maior eletronegatividade, implica em maior reatividade.
F
Fr
Cu
Ag
AuPt Hg
Obs. Os metais nobres são menos
eletropositivos que o hidrogênio.
Propriedades Periódicas Especiais
Densidade: relação entre a massa e o volume.
Obs. O Ósmio é o elemento
mais denso.
Obs. Nas famílias o volume
atômico não obedece a variação
da densidade e sim a massa
atômica.
Os
Volume Atômico: é o volume ocupado por um átomo-grama
do elemento no estado sólido.
Os
W
C
Propriedades Periódicas Especiais
Ponto de Fusão e Ebulição:
Observações:
1) O elemento de maior ponto de fusão é o Carbono - C, este
não obedece a regra de posicionamento na tabela.
2) O elemento de maior ponto de ebulição é o Tungstênio - W.
3) Os metais alcalinos e alcalinos terrosos contrariam a regra,
o PF e o PE crescem de baixo para cima.
Propriedades Periódicas
RESUMO GERAL:
F
Fr
R. Atômico / Eletrop. / Reat. M.
F
Fr
P. Ioniz. / Eletron. / Reat. A.
Os
Densidade
Os
C
Vol, Atômico
W
C
PF / PE
Exercícios de fixação:
1. A energia de ionização do cloro representa a energia posta em jogo
na reação da equação abaixo: a)
Cl2(l) + 2e-  Cl-
(g)
b) Cl(g)  Cl+
(g) + e-
c) Cl(g) + e-  Cl-
(g)
d) 2Cl(g) + 2e-  Cl2(g)
e) Cl2(g)  Cl-
(g) + Cl+
(g)
2. Com relação às seguintes propriedades periódicas:
I – Em uma mesma família química, quanto menor o número
atômico, menor o potencial de ionização.
II – Os átomos da família 6A possuem raio atômico menor que os
átomos da família 1A, pertencentes ao mesmo período.
III – Na tabela periódica, quanto maior o caráter metálico do
elemento, menor sua afinidade eletrônica.
São corretas:
a) I e II b) II e II c) I e III d) III apenas e) I, II e III
Exercícios de fixação:
3. A 1a energia de ionização dos elementos trouxe valiosas informações para a
compreensão da estrutura atômica dos elementos. Essa energia varia
periodicamente para os elementos. Essa energia varia periodicamente
para os elementos no estado gasoso. Lançando valores em diagramas
obtemos uma curva aproximada como a traçada a seguir:
Ei
Z
A
B C D
E
U
V W
ZX
Exercícios de fixação:
As séries de elementos, representados por U, V, W, X e Z (máximo da
curva) e A, B, C, D e E (mínimo da curva), podem ser designadas
respectivamente por:
a) halogênios (7A) e calcogênios (6A)
b) alcalinos (1A) e alcalinos terrosos (2A)
c) halogêneos (7A) e alcalinos (1A)
d) gases nobres (8A) e halogênios (7A)
e) gases nobres (8A) e alcalinos (1A)
4. Observe os elementos representados na tabela periódica parcialabaixo
julgue os itens:
RnBaCs
XeICdAgPdYSrRb
KrBrZnCuNiScCaK
ArClSPAlMgNa
NeFONCBBeLi
HeH
Exercícios de fixação:
(01) O césio (Cs) é o elemento de maior raio atômico dentre os
representados.
(02) O raio atômico do magnésio (Mg) é maior que o do sódio.
(04) Dentre os elementos representados, somente o níquel (Ni), cobre (Cu)
e zinco (Zn) são elementos de transição.
(08) A eletronegatividade dos elementos B, C, N, O e F aumenta da
esquerda para a direita.
(16) A energia de ionização do rúbídio (Rb) é maior que a do Xenônio (Xe).
2. Dadas as proposições a seguir, indique as verdadeiras:
(01) A espécie Cl- apresenta raio maior que a espécie Cl0.
(02) A energia de ionização do Li+ é maior do que a do Li.
(04) Os elementos mais eletronegativos da tabela periódica situam-se no
grupo dos gases nobres.
(08) Da análise das propriedades periódicas podemos concluir que os
ametais são elementos de maior tendência de formar ânions.
(16) Pelas posições que ocupam na tabela periódica, frâncio e hélio, são
elementos mais reativos conhecidos.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Aula 9 tabela periódica nono ano
Aula 9 tabela periódica nono anoAula 9 tabela periódica nono ano
Aula 9 tabela periódica nono anoProfessora Raquel
 
Recuperação anual 1 moderna
Recuperação anual 1 modernaRecuperação anual 1 moderna
Recuperação anual 1 modernaAnalynne Almeida
 
Classificação dos elementos químicos de acordo com a tabela periódica e suas ...
Classificação dos elementos químicos de acordo com a tabela periódica e suas ...Classificação dos elementos químicos de acordo com a tabela periódica e suas ...
Classificação dos elementos químicos de acordo com a tabela periódica e suas ...FranciscoLima206650
 
História da tabela periódica(final)
História da tabela periódica(final)História da tabela periódica(final)
História da tabela periódica(final)ct-esma
 
Tabela periódica
Tabela periódicaTabela periódica
Tabela periódicaKarol Maia
 
Professor Gil Motta - 8a série - Tabela periódica
Professor Gil Motta - 8a série - Tabela periódicaProfessor Gil Motta - 8a série - Tabela periódica
Professor Gil Motta - 8a série - Tabela periódicamestregil
 
Classificação periódica dos elementos
Classificação periódica dos elementosClassificação periódica dos elementos
Classificação periódica dos elementosErica Rocha
 
Quimica tabela periodica
Quimica tabela periodicaQuimica tabela periodica
Quimica tabela periodicaEstude Mais
 
REPOSIÇÃO IFTO 08 a 10/08
REPOSIÇÃO IFTO 08 a 10/08REPOSIÇÃO IFTO 08 a 10/08
REPOSIÇÃO IFTO 08 a 10/08Marcos Júnior
 
www.AulasDeQuimicaApoio.com - Química - Tabela Periódica
www.AulasDeQuimicaApoio.com  - Química -  Tabela Periódicawww.AulasDeQuimicaApoio.com  - Química -  Tabela Periódica
www.AulasDeQuimicaApoio.com - Química - Tabela PeriódicaAulas de Química Apoio
 
Capítulo 04 - classificação e estrutura dos materiais
Capítulo 04 - classificação e estrutura dos materiaisCapítulo 04 - classificação e estrutura dos materiais
Capítulo 04 - classificação e estrutura dos materiaisIgor Brant
 

Mais procurados (20)

Aula 2 Tabela periodica
Aula 2   Tabela periodicaAula 2   Tabela periodica
Aula 2 Tabela periodica
 
Aula 9 tabela periódica nono ano
Aula 9 tabela periódica nono anoAula 9 tabela periódica nono ano
Aula 9 tabela periódica nono ano
 
Tabela Periódica Laureana
Tabela Periódica LaureanaTabela Periódica Laureana
Tabela Periódica Laureana
 
Recuperação anual 1 moderna
Recuperação anual 1 modernaRecuperação anual 1 moderna
Recuperação anual 1 moderna
 
Tabela peridica
Tabela peridicaTabela peridica
Tabela peridica
 
Classificação dos elementos químicos de acordo com a tabela periódica e suas ...
Classificação dos elementos químicos de acordo com a tabela periódica e suas ...Classificação dos elementos químicos de acordo com a tabela periódica e suas ...
Classificação dos elementos químicos de acordo com a tabela periódica e suas ...
 
História da tabela periódica(final)
História da tabela periódica(final)História da tabela periódica(final)
História da tabela periódica(final)
 
Tabela periódica
Tabela periódicaTabela periódica
Tabela periódica
 
Tabela PerióDica
Tabela PerióDicaTabela PerióDica
Tabela PerióDica
 
Tabela periódica
Tabela periódicaTabela periódica
Tabela periódica
 
Professor Gil Motta - 8a série - Tabela periódica
Professor Gil Motta - 8a série - Tabela periódicaProfessor Gil Motta - 8a série - Tabela periódica
Professor Gil Motta - 8a série - Tabela periódica
 
Tabela periodica
Tabela periodicaTabela periodica
Tabela periodica
 
Classificação periódica dos elementos
Classificação periódica dos elementosClassificação periódica dos elementos
Classificação periódica dos elementos
 
Tabela periódica cas
Tabela periódica casTabela periódica cas
Tabela periódica cas
 
9 tabela periodica
9   tabela periodica9   tabela periodica
9 tabela periodica
 
Quimica tabela periodica
Quimica tabela periodicaQuimica tabela periodica
Quimica tabela periodica
 
REPOSIÇÃO IFTO 08 a 10/08
REPOSIÇÃO IFTO 08 a 10/08REPOSIÇÃO IFTO 08 a 10/08
REPOSIÇÃO IFTO 08 a 10/08
 
www.AulasDeQuimicaApoio.com - Química - Tabela Periódica
www.AulasDeQuimicaApoio.com  - Química -  Tabela Periódicawww.AulasDeQuimicaApoio.com  - Química -  Tabela Periódica
www.AulasDeQuimicaApoio.com - Química - Tabela Periódica
 
Capítulo 04 - classificação e estrutura dos materiais
Capítulo 04 - classificação e estrutura dos materiaisCapítulo 04 - classificação e estrutura dos materiais
Capítulo 04 - classificação e estrutura dos materiais
 
Tabela periodica resumo
Tabela periodica resumoTabela periodica resumo
Tabela periodica resumo
 

Semelhante a Tabela periodica

1213721378 1437.tabela periodica
1213721378 1437.tabela periodica1213721378 1437.tabela periodica
1213721378 1437.tabela periodicaPelo Siro
 
Tabela Periódica ENEM 2016
Tabela Periódica ENEM 2016Tabela Periódica ENEM 2016
Tabela Periódica ENEM 2016Joelson Barral
 
Aula 7 tabela periódica
Aula 7   tabela periódicaAula 7   tabela periódica
Aula 7 tabela periódicaprofNICODEMOS
 
Escola estadual josé maria de morais
Escola estadual josé maria de moraisEscola estadual josé maria de morais
Escola estadual josé maria de moraisClaudelane Paes
 
99805816 apostila-quimica-1-tabela-periodica-ifms
99805816 apostila-quimica-1-tabela-periodica-ifms99805816 apostila-quimica-1-tabela-periodica-ifms
99805816 apostila-quimica-1-tabela-periodica-ifmsVagner Dias
 
99805816 apostila-quimica-1-tabela-periodica-ifms
99805816 apostila-quimica-1-tabela-periodica-ifms99805816 apostila-quimica-1-tabela-periodica-ifms
99805816 apostila-quimica-1-tabela-periodica-ifmsVagner Dias
 
Tabela e Propriedades Periódicas (ERE).pdf
Tabela e Propriedades Periódicas (ERE).pdfTabela e Propriedades Periódicas (ERE).pdf
Tabela e Propriedades Periódicas (ERE).pdfGabrielaHonorio4
 
2º SEMESTRE - TABELA PERIÓDICA HISTÓRIA.ppt
2º SEMESTRE - TABELA PERIÓDICA HISTÓRIA.ppt2º SEMESTRE - TABELA PERIÓDICA HISTÓRIA.ppt
2º SEMESTRE - TABELA PERIÓDICA HISTÓRIA.pptElifabio Sobreira Pereira
 
2 a classificação periódica iqg 115
2 a classificação periódica iqg 1152 a classificação periódica iqg 115
2 a classificação periódica iqg 115Danielpsg
 
Química geral ppt_-_tabela_periódica_-_histórico
Química geral ppt_-_tabela_periódica_-_históricoQuímica geral ppt_-_tabela_periódica_-_histórico
Química geral ppt_-_tabela_periódica_-_históricoJemuel Araújo da Silva
 
Elementos quimicos e periodicidade
Elementos quimicos e periodicidadeElementos quimicos e periodicidade
Elementos quimicos e periodicidadeAndrieli Caroline
 
Resumo tabela periódica e propriedades periódicas
Resumo  tabela periódica e propriedades periódicasResumo  tabela periódica e propriedades periódicas
Resumo tabela periódica e propriedades periódicasProfª Alda Ernestina
 
www.centroapoio.com - Química - Tabela Periódica - Vídeo Aula
www.centroapoio.com - Química - Tabela Periódica - Vídeo Aulawww.centroapoio.com - Química - Tabela Periódica - Vídeo Aula
www.centroapoio.com - Química - Tabela Periódica - Vídeo AulaVídeo Aulas Apoio
 
Capítulo 04 - classificação e estrutura dos materiais
Capítulo 04 - classificação e estrutura dos materiaisCapítulo 04 - classificação e estrutura dos materiais
Capítulo 04 - classificação e estrutura dos materiaisIgor Brant
 

Semelhante a Tabela periodica (20)

1213721378 1437.tabela periodica
1213721378 1437.tabela periodica1213721378 1437.tabela periodica
1213721378 1437.tabela periodica
 
Tabela Periódica ENEM 2016
Tabela Periódica ENEM 2016Tabela Periódica ENEM 2016
Tabela Periódica ENEM 2016
 
Aula tabela[1]
Aula tabela[1]Aula tabela[1]
Aula tabela[1]
 
Aula 7 tabela periódica
Aula 7   tabela periódicaAula 7   tabela periódica
Aula 7 tabela periódica
 
Escola estadual josé maria de morais
Escola estadual josé maria de moraisEscola estadual josé maria de morais
Escola estadual josé maria de morais
 
Classificacao periodica dos_elementos
Classificacao periodica dos_elementosClassificacao periodica dos_elementos
Classificacao periodica dos_elementos
 
99805816 apostila-quimica-1-tabela-periodica-ifms
99805816 apostila-quimica-1-tabela-periodica-ifms99805816 apostila-quimica-1-tabela-periodica-ifms
99805816 apostila-quimica-1-tabela-periodica-ifms
 
99805816 apostila-quimica-1-tabela-periodica-ifms
99805816 apostila-quimica-1-tabela-periodica-ifms99805816 apostila-quimica-1-tabela-periodica-ifms
99805816 apostila-quimica-1-tabela-periodica-ifms
 
Tabela e Propriedades Periódicas (ERE).pdf
Tabela e Propriedades Periódicas (ERE).pdfTabela e Propriedades Periódicas (ERE).pdf
Tabela e Propriedades Periódicas (ERE).pdf
 
2º SEMESTRE - TABELA PERIÓDICA HISTÓRIA.ppt
2º SEMESTRE - TABELA PERIÓDICA HISTÓRIA.ppt2º SEMESTRE - TABELA PERIÓDICA HISTÓRIA.ppt
2º SEMESTRE - TABELA PERIÓDICA HISTÓRIA.ppt
 
2 a classificação periódica iqg 115
2 a classificação periódica iqg 1152 a classificação periódica iqg 115
2 a classificação periódica iqg 115
 
Tabela periodica
Tabela periodicaTabela periodica
Tabela periodica
 
Química geral ppt_-_tabela_periódica_-_histórico
Química geral ppt_-_tabela_periódica_-_históricoQuímica geral ppt_-_tabela_periódica_-_histórico
Química geral ppt_-_tabela_periódica_-_histórico
 
Elementos quimicos e periodicidade
Elementos quimicos e periodicidadeElementos quimicos e periodicidade
Elementos quimicos e periodicidade
 
TP-UFSCar.pptx
TP-UFSCar.pptxTP-UFSCar.pptx
TP-UFSCar.pptx
 
TP.pptx
TP.pptxTP.pptx
TP.pptx
 
Resumo tabela periódica e propriedades periódicas
Resumo  tabela periódica e propriedades periódicasResumo  tabela periódica e propriedades periódicas
Resumo tabela periódica e propriedades periódicas
 
www.centroapoio.com - Química - Tabela Periódica - Vídeo Aula
www.centroapoio.com - Química - Tabela Periódica - Vídeo Aulawww.centroapoio.com - Química - Tabela Periódica - Vídeo Aula
www.centroapoio.com - Química - Tabela Periódica - Vídeo Aula
 
Tabela periódica
Tabela periódicaTabela periódica
Tabela periódica
 
Capítulo 04 - classificação e estrutura dos materiais
Capítulo 04 - classificação e estrutura dos materiaisCapítulo 04 - classificação e estrutura dos materiais
Capítulo 04 - classificação e estrutura dos materiais
 

Último

Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoGametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoCelianeOliveira8
 
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosBingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosAntnyoAllysson
 
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdfCurrículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdfIedaGoethe
 
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptxAULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptxGislaineDuresCruz
 
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfTIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfmarialuciadasilva17
 
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptxOrientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptxJMTCS
 
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...LuizHenriquedeAlmeid6
 
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfCultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfaulasgege
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbyasminlarissa371
 
Aula 1, 2 Bacterias Características e Morfologia.pptx
Aula 1, 2  Bacterias Características e Morfologia.pptxAula 1, 2  Bacterias Características e Morfologia.pptx
Aula 1, 2 Bacterias Características e Morfologia.pptxpamelacastro71
 
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdfLinguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdfLaseVasconcelos1
 
Slides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdf
Slides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdfSlides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdf
Slides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdfpaulafernandes540558
 
6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptx
6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptx6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptx
6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptxErivaldoLima15
 
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptxPOETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptxJMTCS
 
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdf
Geometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdfGeometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdf
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdfDemetrio Ccesa Rayme
 
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresSociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresaulasgege
 
Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?
Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?
Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?MrciaRocha48
 
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.HildegardeAngel
 

Último (20)

Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoGametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
 
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosBingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
 
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdfCurrículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
 
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptxAULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
 
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfTIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
 
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptxOrientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
 
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
 
(76- ESTUDO MATEUS) A ACLAMAÇÃO DO REI..
(76- ESTUDO MATEUS) A ACLAMAÇÃO DO REI..(76- ESTUDO MATEUS) A ACLAMAÇÃO DO REI..
(76- ESTUDO MATEUS) A ACLAMAÇÃO DO REI..
 
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfCultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
 
Aula 1, 2 Bacterias Características e Morfologia.pptx
Aula 1, 2  Bacterias Características e Morfologia.pptxAula 1, 2  Bacterias Características e Morfologia.pptx
Aula 1, 2 Bacterias Características e Morfologia.pptx
 
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdfLinguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdf
 
Slides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdf
Slides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdfSlides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdf
Slides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdf
 
6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptx
6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptx6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptx
6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptx
 
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptxPOETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
 
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdf
Geometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdfGeometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdf
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdf
 
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresSociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
 
Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?
Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?
Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?
 
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
 

Tabela periodica

  • 1. Classificação Periódica dos Elementos  Evolução Histórica  Estrutura da Tabela Periódica  Classificação Geral dos Elementos  Propriedades dos Elementos: Aperiódicas Periódicas
  • 2. Evolução Histórica 1817 – Lei das Tríades / Dobereiner (alemão) 1862 – Parafuso Telúrico / Chancourtois (francês) 1864 – Lei das Oitavas / Newlands (inglês) 1871 – Ordem de Massa Atômica / Mendeleev (russo) e Meyer (alemão) 1913 – Ordem de Número Atômico / Moseley (inglês) Lei Periódica “As propriedades físicas e químicas dos elementos, são funções periódicas de seus números atômicos".
  • 3. Classificação dos Elementos : Hidrogênio 1 elemento : Metais 84 elementos : Ametais 11 elementos : Semimetais 7 elementos : Gases nobres 6 elementos
  • 4. Famílias ou grupos • São 18 famílias ou grupos, reunindo elementos com propriedades químicas semelhantes, por apresentarem a mesma configuração eletrônica na sua camada (nível) de valência. • Camada de valência é a camada mais externa que permite a formação ou não de moléculas. • Molécula é a união de átomos. CIÊNCIAS, 9° Ano do Ensino Fundamental Classificação dos elementos químicos de acordo com a tabela periódica e suas propriedades
  • 5. Características Gerais dos Elementos Obs. Os semimetais apresentam propriedades intermediárias entre os metais e os ametais. Uso em pólvora e pneus Uso em moedas e jóias QuebradiçosMaleáveis e dúcteis Não condutores Condutores de eletricidade e calor Sem brilhoBrilhantes AMETAISMETAIS
  • 6. Elaboração Prof. Santer Matos Ciências Introdução a tabela periódica Classificação dos elementos da tabela periódica Metais: são a maioria dos elementos da tabela, sendo bons condutores de eletricidade e calor, maleáveis e dúcteis, possuem brilho metálico característico e são sólidos, com exceção do mercúrio. Ametais: são os mais abundantes na natureza, não são bons condutores de calor e eletricidade, não são maleáveis e dúcteis e não possuem brilho como os metais. Gases Nobres: são no total 6 elementos e sua característica mais importante é a estabilidade química. Hidrogênio: O hidrogênio é um elemento considerado à parte por ter um comportamento único.
  • 7. CIÊNCIAS, 9° Ano do Ensino Fundamental Classificação dos elementos químicos de acordo com a tabela periódica e suas propriedades • Existem as famílias A e B Famílias B As famílias B são denominadas elementos de transição. Grupo # 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 Período 1 1 H 2 He 2 3 Li 4 Be 5 B 6 C 7 N 8 O 9 F 10 Ne 3 11 Na 12 Mg 13 Al 14 Si 15 P 16 S 17 Cl 18 Ar 4 19 K 20 Ca 21 Sc 22 Ti 23 V 24 Cr 25 Mn 26 Fe 27 Co 28 Ni 29 Cu 30 Zn 31 Ga 32 Ge 33 As 34 Se 35 Br 36 Kr 5 37 Rb 38 Sr 39 Y 40 Zr 41 Nb 42 Mo 43 Tc 44 Ru 45 Rh 46 Pd 47 Ag 48 Cd 49 In 50 Sn 51 Sb 52 Te 53 I 54 Xe 6 55 Cs 56 Ba * 72 Hf 73 Ta 74 W 75 Re 76 Os 77 Ir 78 Pt 79 Au 80 Hg 81 Tl 82 Pb 83 Bi 84 Po 85 At 86 Rn 7 87 Fr 88 Ra ** 104 Rf 105 Db 106 Sg 107 Bh 108 Hs 109 Mt 110 Ds 111 Rg 112 Cn 113 Uut 114 Fl 115 Uup 116 Lv (117) (Uus) 118 Uuo * Lantanídios 57 La 58 Ce 59 Pr 60 Nd 61 Pm 62 Sm 63 Eu 64 Gd 65 Tb 66 Dy 67 Ho 68 Er 69 Tm 70 Yb 71 Lu ** Actinídios 89 Ac 90 Th 91 Pa 92 U 93 Np 94 Pu 95 Am 96 Cm 97 Bk 98 Cf 99 Es 100 Fm 101 Md 102 No 103 Lr Famílias B
  • 8. Estrutura da Tabela Periódica  Ordem crescente de Número Atômico (Z): 13 Al 26,9 Z = n° de prótons = n° e- A = média ponderada das massas atômicas dos isótopos.
  • 9. Período Estrutura da Tabela Periódica  Períodos: são as linhas horizontais, definem o número de camadas dos elementos.  Grupos ou Famílias: são as linhas verticais, definem o número de elétrons da camada de valência.
  • 10. 1 2 13 14 15 16 17 18 MetaisAlcalinosMetaisAlcalinos Alcalinos-TERROSOSMetaisAlcalinos-TERROSOSMetais GRUPODOBOROGRUPODOBORO GRUPODOCARBONOGRUPODOCARBONO GRUPODONITROGÊNIOGRUPODONITROGÊNIO CALCOGÊNIOSCALCOGÊNIOS HALOGÊNIOSHALOGÊNIOS GASESNOBRESGASESNOBRES 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 ELEMENTOS DE TRANSIÇÃO ELEMENTOS REPRESENTATIVOSELEMENTOS REPRESENTATIVOS Lantanídeos Actinídeos ELEMENTOS DE TRANSIÇÃO INTERNA
  • 11. Estrutura da Tabela Periódica  Existência dos Elementos: Elementos Naturais: Z  92 Elementos Artificiais: Z  92
  • 12. Formação da Tabela Periódica s d p f  Sua estrutura é baseada na distribuição eletrônica dos elementos em ordem de número atômico. Exemplo: 3Li  1s2 2s1 11Na  1s2 2s2 2p6 3s1 Grupo 1A Configuração geral: ns1{
  • 13. Estrutura da Tabela Periódica OBSERVAÇÕES IMPORTANTES: • Grupo B - o número do grupo é diferente do número de elétrons da última camada e todo elemento de transição possui sempre 2 elétrons de valência. • 1B e 2B - são os metais nobres e raros, possuem o subnível - d completo. • Classificação dos elementos quanto ao estado físico: Gasosos: todos do grupo 8A, H, N, O, F e Cl. Líquidos: Hg e Br. Sólidos: os demais.
  • 14.
  • 15. Exercícios de fixação: 3. Nos garimpos utiliza-se mercúrio para separar o ouro das impurezas. Quando o mercúrio entra em contato com a água dos rios, causa uma séria contaminação: é absorvido por microorganismos, que são ingeridos pelos peixes pequenos, os quais são devorados pelos peixes grandes usados na alimentação humana. Podemos prever, com auxílio da tabela, que um elemento com comportamento semelhante ao do mercúrio é: a) Na b) C c) Cd e) Ca e) Fe 4. Considerando-se os elementos X (Z = 17) e Y (Z = 12), podemos afirmar que: a) X é metal e Y é não metal. b) X e Y são metais. c) X é não-metal e Y é metal. d) X e Y são não metais. e) X e Y são semimetais.
  • 16. Exercícios de fixação: 5. Julgue os itens seguintes: (01) Num mesmo grupo periódico, de cima para baixo, aumenta a carga nuclear dos elementos. (02) Elementos químicos situados num mesmo período apresentam propriedades químicas diferentes. (04) Os elmentos do grupo 2A da tabela periódica apresentam 2 elétrons de valência, sendo denominados alcalinos. (08) O elemento que apresenta configuração eletrônica 5d3 para seu subnível mais energético, é de transição interna. (16) O mercúrio é o único metal líquido á temperatura ambiente.
  • 17. Distribuição Eletrônica Exemplos: 82Pb (6° período)  K L M N O P Grupo 4A  2e- 8e- 18e- 32e- 4e-18e-  6s2 6p2 56Ba (6° período)  K L M N O P Grupo 2A  2e- 8e- 18e- 18e- 2e-8e-  6s2 76Os (6° período)  K L M N O P Grupo 8B  2e- 8e- 18e- 32e- 2e-14e-  6s2 5s2 5p6 5d6
  • 18. Propriedades dos Elementos Definição: são as propriedades que variam em função dos números atômicos dos elementos. Podem ser de dois tipos:  Aperiódicas: são as propriedades cujos valores aumentam ou diminuem continuamente com o aumento do número atômico.  Periódicas: são as propriedades que oscilam em valores mínimos e máximos, repetidos regularmente com o aumento do número atômico.
  • 21. Propriedades Periódicas RAIO ATÔMICO: • Cresce com o aumento do número de camadas. • Quando o número de camadas é igual , diminui com o aumento do número atômico. H He Li Na F He Fr
  • 22.
  • 24. Propriedades Periódicas X(g) + Energia  X+ (g) + e- (endotérmica) Li+ Li + e- E1 Na Na+ + e- E2 POTENCIAL OU ENERGIA DE IONIZAÇÃO: é a energia necessária para retirar um elétron do átomo no seu estado gasoso E1 > E2 He Fr
  • 25. Propriedades Periódicas SEGUNDO POTENCIAL DE IONIZAÇÃO: E1 E3 Ca E2 Ca(g) + E1  Ca+ (g) + e- Ca+ (g) + E2  Ca+2 (g) + e- Ca+2 (g) + E3  Ca+3 (g) + e- E3 >>>>> E2 > E1 Obs. Os gases nobres por terem uma configuração eletrônica estavel dificilmente perdem elétrons e ao serem comparados com outros elementos eles sempre terão o maior potencial de ionização, portanto não depedem do raio atômico.
  • 26. Propriedades Periódicas AFINIDADE ELETRÔNICA: é a energia liberada quando um átomo ganha um elétron, no estado gasoso. Observações: 1) A afinidade eletrônica numericamente é igual ao potencial de ionização. 2) Os gases nobres apresentam afinidade eletrônica igual a zero. X(g) + e-  X- (g) + Energia (exotérmica) F Fr
  • 27. Propriedades Periódicas Eletropositividade: mede a tendência do elemento em perder elétrons, define o seu caráter metálico. F Fr Eletronegatividade: mede a tendência do elemento em ganhar elétrons, define o seu caráter ametálico. F Fr Ordem de eletronegatividade: F / O / N /Cl / Br / I / S / P / C / H
  • 28. Propriedades Periódicas Reatividade Química: indica a capacidade de combinação do elemento químico. Metais: maior eletropositividade, implica em maior reatividade. Ametais: maior eletronegatividade, implica em maior reatividade. F Fr Cu Ag AuPt Hg Obs. Os metais nobres são menos eletropositivos que o hidrogênio.
  • 29. Propriedades Periódicas Especiais Densidade: relação entre a massa e o volume. Obs. O Ósmio é o elemento mais denso. Obs. Nas famílias o volume atômico não obedece a variação da densidade e sim a massa atômica. Os Volume Atômico: é o volume ocupado por um átomo-grama do elemento no estado sólido. Os
  • 30. W C Propriedades Periódicas Especiais Ponto de Fusão e Ebulição: Observações: 1) O elemento de maior ponto de fusão é o Carbono - C, este não obedece a regra de posicionamento na tabela. 2) O elemento de maior ponto de ebulição é o Tungstênio - W. 3) Os metais alcalinos e alcalinos terrosos contrariam a regra, o PF e o PE crescem de baixo para cima.
  • 31. Propriedades Periódicas RESUMO GERAL: F Fr R. Atômico / Eletrop. / Reat. M. F Fr P. Ioniz. / Eletron. / Reat. A. Os Densidade Os C Vol, Atômico W C PF / PE
  • 32. Exercícios de fixação: 1. A energia de ionização do cloro representa a energia posta em jogo na reação da equação abaixo: a) Cl2(l) + 2e-  Cl- (g) b) Cl(g)  Cl+ (g) + e- c) Cl(g) + e-  Cl- (g) d) 2Cl(g) + 2e-  Cl2(g) e) Cl2(g)  Cl- (g) + Cl+ (g) 2. Com relação às seguintes propriedades periódicas: I – Em uma mesma família química, quanto menor o número atômico, menor o potencial de ionização. II – Os átomos da família 6A possuem raio atômico menor que os átomos da família 1A, pertencentes ao mesmo período. III – Na tabela periódica, quanto maior o caráter metálico do elemento, menor sua afinidade eletrônica. São corretas: a) I e II b) II e II c) I e III d) III apenas e) I, II e III
  • 33. Exercícios de fixação: 3. A 1a energia de ionização dos elementos trouxe valiosas informações para a compreensão da estrutura atômica dos elementos. Essa energia varia periodicamente para os elementos. Essa energia varia periodicamente para os elementos no estado gasoso. Lançando valores em diagramas obtemos uma curva aproximada como a traçada a seguir: Ei Z A B C D E U V W ZX
  • 34. Exercícios de fixação: As séries de elementos, representados por U, V, W, X e Z (máximo da curva) e A, B, C, D e E (mínimo da curva), podem ser designadas respectivamente por: a) halogênios (7A) e calcogênios (6A) b) alcalinos (1A) e alcalinos terrosos (2A) c) halogêneos (7A) e alcalinos (1A) d) gases nobres (8A) e halogênios (7A) e) gases nobres (8A) e alcalinos (1A) 4. Observe os elementos representados na tabela periódica parcialabaixo julgue os itens: RnBaCs XeICdAgPdYSrRb KrBrZnCuNiScCaK ArClSPAlMgNa NeFONCBBeLi HeH
  • 35. Exercícios de fixação: (01) O césio (Cs) é o elemento de maior raio atômico dentre os representados. (02) O raio atômico do magnésio (Mg) é maior que o do sódio. (04) Dentre os elementos representados, somente o níquel (Ni), cobre (Cu) e zinco (Zn) são elementos de transição. (08) A eletronegatividade dos elementos B, C, N, O e F aumenta da esquerda para a direita. (16) A energia de ionização do rúbídio (Rb) é maior que a do Xenônio (Xe). 2. Dadas as proposições a seguir, indique as verdadeiras: (01) A espécie Cl- apresenta raio maior que a espécie Cl0. (02) A energia de ionização do Li+ é maior do que a do Li. (04) Os elementos mais eletronegativos da tabela periódica situam-se no grupo dos gases nobres. (08) Da análise das propriedades periódicas podemos concluir que os ametais são elementos de maior tendência de formar ânions. (16) Pelas posições que ocupam na tabela periódica, frâncio e hélio, são elementos mais reativos conhecidos.