Categorias Conceituais Gestalt

6.298 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação, Tecnologia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
6.298
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
558
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
144
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Categorias Conceituais Gestalt

  1. 25. Confirmação Grandes forças de organização formal
  2. 26. + -
  3. 27. Harmonia Disposição formal bem organizada no todo ou entre as partes de um todo
  4. 28. Harmonia Ordem Quando não existem conflitos ou alterações formais no padrão ou no estilo do objeto
  5. 29. Harmonia Regularidade Favorece a uniformidade de elementos no desenvolvimento de uma ordem tal onde não se permita desvios ou desalinhamentos
  6. 30. Desarmonia É o oposto da harmonia, ou seja, a desarticulação das partes, como desvios ou desníveis visuais.
  7. 31. Desarmonia Desordem Ausência de relações ordenadas ou por incompatibilidades de linguagens formais, ou, ainda, quando os desvios são muito fortes.
  8. 32. Desarmonia Irregularidade Ausência de ordem e de nivelamento. Pode causar efeitos visuais inesperados ou insólitos do ponto de vista psicológico.
  9. 33. Equilíbrio Onde as forças se compensam mutuamente, de igual resistência em direções opostas.
  10. 34. Equilíbrio (peso e direção) Onde as forças se compensam mutuamente, de igual resistência em direções opostas.
  11. 35. Equilíbrio (simetria) É uma configuração que dá origem a formas visuais iguais, tendem a ser percebidos mais facilmente, independente se em um ou mais eixos.
  12. 36. Equilíbrio (simetria)
  13. 37. Equilíbrio (simetria)
  14. 38. Equilíbrio (simetria)
  15. 39. Equilíbrio (assimetria) Nenhum dos lados opostos são iguais nem mesmo semelhantes, para se obter um resultado interessante, requer ajuste de forças, que quando conseguido valoriza muito o objeto.
  16. 40. Desequilíbrio Parece ser acidental e instável. Naturalmente esta instabilidade pode ser utilizada como uma técnica compositiva para provocar, inquietar ou surpreender.
  17. 41. Contraste Presença e ausência de luz. É talvez a mais poderosa ferramenta de expressão. Simplificar a comunicação. É também uma contraforça à tendência do equilíbrio absoluto, ele desequilibra, sacode, estimula e atrai a atenção. Tom, Luz, Cor são as principais causas de contraste.
  18. 42. TEORIA NA PRÁTICA

×