UNIDADE INTEGRADA
SESI SENAI - EBEP
BIOLOGIA
Prof. GIULIANO
A Ancilostomose é uma doença causada pelos
Ancilostomídeos das espécies Ancylostoma
duodenale, Ceylanicum ou Necator ameri...
Os vermes adultos alcançam
aproximadamente um centímetro de
comprimento sendo que as fêmeas são um
pouco maiores que os ma...
A Ancilostomose é
transmitida através do
contato direto do verme
com a pele humana, e
pode ocorrer de diversas
formas, um ...
 Lesão Cutânea: Hipersensibilidade com irritação local, edema.
Ocorre na parte superior dos pés, nas pernas, nádegas e re...
Na maioria das vezes o diagnostico é feito através de amostras de fezes
que são examinadas por especialistas dentro de lab...
O tratamento para está doença deve ser feita de duas formas, procurar eliminar
todos os vermes, e recuperar as proteínas e...
DOENÇA - Ancilostomose (amarelão) - BIOLOGIA
DOENÇA - Ancilostomose (amarelão) - BIOLOGIA
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

DOENÇA - Ancilostomose (amarelão) - BIOLOGIA

3.437 visualizações

Publicada em

Publicada em: Ciências
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.437
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
29
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
109
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

DOENÇA - Ancilostomose (amarelão) - BIOLOGIA

  1. 1. UNIDADE INTEGRADA SESI SENAI - EBEP BIOLOGIA Prof. GIULIANO
  2. 2. A Ancilostomose é uma doença causada pelos Ancilostomídeos das espécies Ancylostoma duodenale, Ceylanicum ou Necator americanus. Esta verminose, também conhecida como “amarelão” têm grande prevalência em regiões quentes e úmidas, de solo arenoso. Os vermes causadores desta verminose têm as periferias como o principal foco de contaminação da população. Isto se deve, pelo seguinte fato de que o único hospedeiro para esses parasitas é a espécie humana. Os ovos dos helmintos causadores da ancilostomíase possuem forma ovalada, casca fina e transparente e um espaço largo e claro entre a casca e o conteúdo dos ovos. Ovos de ancilostomas
  3. 3. Os vermes adultos alcançam aproximadamente um centímetro de comprimento sendo que as fêmeas são um pouco maiores que os machos. Possuem o corpo cilíndrico, rígido, somente afilado nas extremidades. Os machos apresentam na extremidade posterior uma expansão chamada de bolsa copuladora. Na porção anterior encontramos a cápsula bucal, que permite a distinção entre os dois parasitas.
  4. 4. A Ancilostomose é transmitida através do contato direto do verme com a pele humana, e pode ocorrer de diversas formas, um exemplo é andar descalço em um solo contaminado pela larva, que imediatamente entra no organismo e se aloja no intestino grosso, ou até mesmo deixar as crianças brincarem em solos sem um tratamento especifica, ou com faltas de saneamento básico, como falta de limpezas urbanas, falta de tratamento de esgoto e até tratamento de água correto.
  5. 5.  Lesão Cutânea: Hipersensibilidade com irritação local, edema. Ocorre na parte superior dos pés, nas pernas, nádegas e regiões interdigitais.  Lesão pulmonar: Presença de focos hemorrágicos (onde as larvas perfuram as paredes alveolares), edema e presença de líquido na luz alveolar. O indivíduo apresenta um quadro semelhante à pneumonia, com tosse, febre, etc.  Lesão intestinal e espoliação sanguínea: Vermes se alimentam de sangue e dilaceram a mucosa intestinal ocasionando pequenas hemorragias. Estabelecem uma anemia de evolução lenta acompanhada de perturbações e cólicas abdominais. INFECTADO PELO PARASITA, O INDIVÍDUO APRESENTARÁ OS SEGUINTES SINTOMAS:
  6. 6. Na maioria das vezes o diagnostico é feito através de amostras de fezes que são examinadas por especialistas dentro de laboratórios, que analisam as amostras com microscópio, com exames de Faust, Willis e de Lutz, e são específicos para saber se a pessoa está infectada pelos vermes.
  7. 7. O tratamento para está doença deve ser feita de duas formas, procurar eliminar todos os vermes, e recuperar as proteínas e ferros perdidos no decorrer da infecção, e o mais importante nessas duas formas é preciso ter acompanhamento médico. Os vermes podem ser eliminados através de medicamentos orais, derivados do benzimidazol e pirimidina, pois são específicos para tratar esta doença. Já para repor o ferro perdido é importante que o paciente tenha uma alimentação balanceada, como ingestão de frutas e legumes, como a beterraba o feijão, também através da ferroterapia, além de comer bastante fígado.

×