APARTHEID

409 visualizações

Publicada em

APARTHEID

Publicada em: Notícias e política
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
409
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
6
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

APARTHEID

  1. 1. Apartheid : 20 anos após seu fim na África do Sul, ele "sobrevive" em outros países. Danillo RodriguesFonte: UOL –Atualidades atualizado em 21/05/14
  2. 2. Entre 1948 e 1990, a África do Sul viveu um período de segregação racial conhecido como apartheid. Nesse período, a minoria branca passou a dominar a maioria negra da população. Com o novo regime, os direitos políticos e sociais dos "não brancos" foram abolidos.
  3. 3. A origem histórica do apartheid está ligada ao período da colonização da África do Sul. Os primeiros colonizadores bôeres (também denominados de afrikaner - na foto) eram compostos por grupos sociais europeus que vieram da Holanda, França e Alemanha e se estabeleceram no país nos séculos 17 e 18. Eles foram responsáveis pela morte de diversas populações tribais indígenas que lá viviam.
  4. 4. Os líderes afrikaners se consideravam a verdadeira e autêntica nação. A cor e as características raciais determinaram o domínio da população branca sobre os demais grupos sociais e a imposição de uma estrutura de classe baseada no trabalho escravo. Na imagem, os dois portões do Museu do Apartheid, em Johannesburgo, representam a divisão entre brancos e não brancos que durou anos.
  5. 5. Oficialmente estabelecido em 1948, o apartheid foi implantado pelo Nationalist Party (Partido Nacionalista), que representava os interesses das elites brancas. A imagem representa o clima de estranhamento que as pessoas viviam durante o período
  6. 6. Após 1948, a segregação racial atingiu seu auge. Direitos políticos e sociais da população negra foram abolidos em algumas províncias sul-africanas. Na foto, um soldado sul-africano revista um manifestante na cidade do Cabo, em outubro de 1976, durante os conflitos raciais
  7. 7. Mesmo com a prisão do líder Nelson Mandela, as manifestações contra o apartheid não acabaram. Após passar mais de 26 anos na prisão, Nelson Mandela ganhou a liberdade em 1990. Mandela foi um dos líderes da luta pela igualdade racial na África do Sul. Três anos depois Mandela foi eleito presidente nas primeiras eleições livres realizadas no país.
  8. 8. Ao longo de toda a história, diversos povos tradicionais e grupos étnicos sofreram perseguição. Durante a colonização das Américas, os indígenas e negros foram as grandes vítimas da escravidão. Na Europa, os judeus e ciganos foram discriminados e expulsos de muitos países, em diferentes períodos, da Inquisição na Idade Média ao século 20, com o nazismo alemão. O apartheid sul-africano foi uma das leis mais recente de separação de grupos. Duas décadas após o fim dessa política, o apartheid vai sendo recriado em outras formas. Atualmente, entre os povos que mais sofrem discriminação estão os ciganos que vivem na Europa, oriundos em sua maioria do Leste Europeu, de países como Romênia e Bulgária. A União Europeia estima que haja seis milhões de ciganos nos países do bloco. A maioria vive em guetos e em situação de pobreza extrema.

×