Professora Christie
O que significa Globalização?
O termo Globalização refere-se à troca de informações de forma rápida e eficiente
entre pess...
Globalização econômica
 Expansão do capitalismo Aumento do comércio internacional economia
competitiva e globalizada
 Ex...
Por que as multinacionais estão se instalando em países menos desenvolvidos?
Introdução de tecnologias mais avançadas
Gera...
As tecnologias mais avançadas (informatização, robotização e
transporte de volumes maiores) possibilitam a fragmentação
da...
Globalização, megafusões e competitividade
Mercado cada vez mais competitivo
Empresas – aumentar a qualidade de seus
produ...
A ocorrência das megafusões acabou ampliando a
possibilidade de as grandes empresas controlarem a
economia mundial.
A uniã...
DIT Clássica
Globalização, DIT e a modificação das paisagens
Formação de grandes blocos econômicos
Para conquistar mercados e ampliar a participação no
comércio internacional, são est...
Globalização, revolução tecnológica e desemprego
Investimento em tecnologia Aumenta a Produção Gera Desemprego
A globaliza...
Hoje falaremos das
vantagens da
globalização.
Enquanto isso na Escola São Domingos....
O que se vê, na divisão do Globo Te...
Depois da Globalização...
Capítulo 6
Como regionalizar o espaço
geográfico mundial.
A regionalização é a divisão de um
grande espaço, com critérios
previamente estabelecidos, em
áreas menores que passam a s...
Primeiro, Segundo e Terceiro Mundo
Foi durante a Guerra Fria que ocorreu a separação das
nações em todo o globo terrestre,...
Países ricos e pobres: o centro e a periferia
 Critério de regionalização: agrupa os países
de acordo com o grau de depen...
A ONU(Organização das Nações Unidas) regionaliza os países
conforme o nível de desenvolvimento, levando em consideração
vá...
Capítulo 7
Professora Christie
O que justifica as altas taxas de mortalidade infantil nos
países subdesenvolvidos?
Baixa investimentos do Estado na saúde...
Por que a expectativa
de vida nos países
subdesenvolvidos é
baixa?
Precariedade no
sistema de saúde;
Carência alimentar;
S...
E as altas taxas de analfabetismo, por
que são elevadas nos países
subdesenvolvidos?
 Baixo investimento em educação,
 E...
Desigualdades sociais.
Aumentaram nas
últimas décadas
Índice de Desenvolvimento
Humano
O IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) é um dado utilizado
pela ONU para analisar a qua...
As origens da dependência
• Remonta às grandes navegações
empreendidas pelos países
europeus a partir do século XV.
• Este...
Angeli
Folha de S. Paulo. 6 jun. 1999. p. A-2.
Ao contrário da maioria dos países
desenvolvidos, os países
subdesenvolvidos não tiveram uma
história que lhes proporciona...
A exploração dos recursos das colônias proporcionou um grande
enriquecimento às metrópoles.
As metrópoles submetiam os nat...
Países Subdesenvolvidos
Os países subdesenvolvidos podem apresentar
características completamente diferentes:
A maioria é ...
O subdesenvolvimento não deve
ser entendido como uma etapa
necessária para alcançar o
desenvolvimento.
Países Desenvolvidos
Quando nos referimos a países
desenvolvidos falamos sobre países que
conseguiram um alto índice de
in...
Nos países desenvolvidos também há pobreza, fome
e analfabetismo, mas estes problemas atingem uma
parcela minoritária da p...
Cap 5 6 7
Cap 5 6 7
Cap 5 6 7
Cap 5 6 7
Cap 5 6 7
Cap 5 6 7
Cap 5 6 7
Cap 5 6 7
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Cap 5 6 7

399 visualizações

Publicada em

Cap 5, 6 7

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
399
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
16
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Cap 5 6 7

  1. 1. Professora Christie
  2. 2. O que significa Globalização? O termo Globalização refere-se à troca de informações de forma rápida e eficiente entre pessoas de qualquer parte do mundo, a partir da invasão das mercadorias, serviços, eventos, tecnologias; numa proporção espaço-temporal. Condições fundamentais: Grande Revolução Tecnológica (desenvolvimento científico, tecnológico, formação de redes de comunicação) Aumento crescente do comércio internacional (transportes mais eficientes)
  3. 3. Globalização econômica  Expansão do capitalismo Aumento do comércio internacional economia competitiva e globalizada  Expansão das Multinacionais: • Visam novos mercados • Instalam em países menos desenvolvidos
  4. 4. Por que as multinacionais estão se instalando em países menos desenvolvidos? Introdução de tecnologias mais avançadas Geração de empregos Os que os países menos desenvolvidos ganham com a instalação de multinacionais em seus territórios? Mão de obra barata Matéria prima e recursos naturais em abundância Menor carga tributária Legislações ambientais pouco rigorosas E o LUCRO? Não é aplicado nos países menos desenvolvidos
  5. 5. As tecnologias mais avançadas (informatização, robotização e transporte de volumes maiores) possibilitam a fragmentação das linhas de produção das fábricas.
  6. 6. Globalização, megafusões e competitividade Mercado cada vez mais competitivo Empresas – aumentar a qualidade de seus produtos e a produtividade – melhores preços e conquista de novos mercados. União de capitais de grandes corporações para formar uma única empresa. Isso possibilitará um maior controle da economia mundial.
  7. 7. A ocorrência das megafusões acabou ampliando a possibilidade de as grandes empresas controlarem a economia mundial. A união de empresas se tornou uma estratégia para se tornarem mais fortes e competitivas no mercado global. Elas podem dominar o comércio de determinados produtos ou serviços, controlando seus preços.
  8. 8. DIT Clássica
  9. 9. Globalização, DIT e a modificação das paisagens
  10. 10. Formação de grandes blocos econômicos Para conquistar mercados e ampliar a participação no comércio internacional, são estabelecidas alianças e relações comerciais entre países – BLOCOS ECONÔMICOS CARACTERÌSTICAS Eliminação de barreiras alfandegárias Cobranças de impostos reduzidos e equivalentes para produtos Livre Circulação de mercadorias, pessoas e serviços entre países
  11. 11. Globalização, revolução tecnológica e desemprego Investimento em tecnologia Aumenta a Produção Gera Desemprego A globalização está cortando os empregos em escala mundial e num ritmo igualmente veloz. Na sociedade globalizada, há um mercado cada vez mais exigente na qualidade da mão-de-obra . Os trabalhadores sem qualificação são os mais prejudicados pelas inovações. Os avanços tecnológicos pode acabar com milhares de empregos existentes atualmente, até mesmo nos países mais ricos.
  12. 12. Hoje falaremos das vantagens da globalização. Enquanto isso na Escola São Domingos.... O que se vê, na divisão do Globo Terrestre, com o norte maior que o sul, é a expressão da Divisão Internacional do Trabalho, em que os países do norte desenvolvido estabelecem sua soberania sobre os países do Sul subdesenvolvido, através do domínio da produção e consumo das tecnologias.
  13. 13. Depois da Globalização...
  14. 14. Capítulo 6 Como regionalizar o espaço geográfico mundial.
  15. 15. A regionalização é a divisão de um grande espaço, com critérios previamente estabelecidos, em áreas menores que passam a ser chamadas de regiões. Cada região se diferencia das outras por apresentar particularidades próprias. Qualquer espaço é pode ser regionalizado. Um país, uma outra região, um estado. Até mesmo as cidades são divididas em regiões. Pode ser região administrativa, natural etc. No plano global o mundo também é dividido em regiões. Veja ao lado a regionalização do estado do ES
  16. 16. Primeiro, Segundo e Terceiro Mundo Foi durante a Guerra Fria que ocorreu a separação das nações em todo o globo terrestre, período em que os países foram classificados a partir das suas alianças. De tal modo que, de acordo com os níveis de desenvolvimento e sistemas de produção, os países ficaram divididos (entre 1945 e 1990) em um sistema de classificação chamado de “três mundos”. O critério de grandeza econômica era determinante para designar a subdivisão do mundo. Assim, as nações consideradas economicamente fortes, bem desenvolvidas, se classificavam como “primeiro mundo”. Países do antigo bloco socialista ocupavam o “segundo mundo”. Já no “terceiro mundo”, se situavam as nações restantes, aquelas que não se enquadravam no “primeiro” e nem no “segundo mundo”, ou seja, os países capitalistas menos desenvolvidos economicamente. O bloco do “segundo mundo” acabou se findando com a queda do socialismo na ex-União Soviética e em vários outros países. Por este motivo esta regionalização ficou desatualizada.
  17. 17. Países ricos e pobres: o centro e a periferia  Critério de regionalização: agrupa os países de acordo com o grau de dependência ou influência que exercem no cenário internacional.  Ricos ou centrais: pequeno número de nações ricas e industrializadas que exercem forte dominação econômica, financeira, tecnológica e militar.  Pobres ou periféricos: é a maioria dos países que possuem um menor desenvolvimento econômico e tecnológico, e que apresentam uma forte dependência em relação aos países centrais. Essa regionalização como as demais apresenta generalizações. Exemplo: Ricos ou centrais Estados Unidos e Portugal e pobres China e Bolívia. Nos dois casos existe uma grande diferença no grau de desenvolvimento dos países comparados. A China tem um PIB elevado e é a segunda maior potência do mundo, perdendo apenas para os EUA.
  18. 18. A ONU(Organização das Nações Unidas) regionaliza os países conforme o nível de desenvolvimento, levando em consideração vários indicadores econômicos e sociais. Os países desenvolvidos ou do norte geralmente são bastante industrializados e apresentam economias estáveis e em crescimento. O padrão de vida nesses países também é elevado. O países subdesenvolvidos ou do sul geralmente com baixo nível de industrialização, tem economia instável que passa por crises periódicas, além de muito dependente financeiramente. A maior parte da população vive em precárias condições de vida. Em qualquer país do mundo, a riqueza não é distribuída de maneira igual entre todos os habitantes, havendo ricos e pobres.
  19. 19. Capítulo 7 Professora Christie
  20. 20. O que justifica as altas taxas de mortalidade infantil nos países subdesenvolvidos? Baixa investimentos do Estado na saúde; Deficiência no sistema médico hospitalar; Poucas campanhas de vacinação; Falta de acompanhamento à gestante.
  21. 21. Por que a expectativa de vida nos países subdesenvolvidos é baixa? Precariedade no sistema de saúde; Carência alimentar; Sistema salarial e previdenciário injusto.
  22. 22. E as altas taxas de analfabetismo, por que são elevadas nos países subdesenvolvidos?  Baixo investimento em educação,  Evasão escolar alta devido principalmente ao ingresso precoce no mercado de trabalho
  23. 23. Desigualdades sociais. Aumentaram nas últimas décadas
  24. 24. Índice de Desenvolvimento Humano O IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) é um dado utilizado pela ONU para analisar a qualidade de vida de uma determinada população. Os indicadores do IDH são:  Nível de escolaridade: média de anos de estudo da população adulta e expectativa de vida escolar, ou tempo que uma criança ficará matriculada;  Renda média: baseada na paridade de poder de compra dos habitantes.  Longevidade da população: baseia-se na expectativa de vida da população, reflete as condições de saúde e dos serviços de saneamento ambiental. O Índice de Desenvolvimento Humano varia de 0 a 1, quanto mais se aproxima de 1, maior o IDH de um local
  25. 25. As origens da dependência • Remonta às grandes navegações empreendidas pelos países europeus a partir do século XV. • Estes passaram a exercer forte domínio sobre os povos da América, Ásia e África, controlando a extração e a produção neles realizadas. A exploração dos recursos da colônia, proporcionou um grande enriquecimento às metrópoles. Algumas exceções a essa forma de colonialismo: Austrália, Nova Zelândia, Canadá e Estados Unidos. AINDA HOJE EXISTE ESTA RELAÇÃO DE DEPENDÊNCIA, SÓ QUE ENTRE PAÍSES DESENVOLVIDOS E SUBDESENVOLVIDOS.
  26. 26. Angeli Folha de S. Paulo. 6 jun. 1999. p. A-2.
  27. 27. Ao contrário da maioria dos países desenvolvidos, os países subdesenvolvidos não tiveram uma história que lhes proporcionaram o desenvolvimento. A maioria dos países subdesenvolvidos foram colônias de exploração e não de povoamento. Portanto, a verdadeira origem do subdesenvolvimento tanto no Brasil como nos demais países do mundo está ligada, principalmente ao modelo de colonização que os europeus implantaram nessas regiões, explorando indiscriminadamente as suas riquezas, que serviam para enriquecer as nações colonialistas. Origemdo subdesenvolvimento
  28. 28. A exploração dos recursos das colônias proporcionou um grande enriquecimento às metrópoles. As metrópoles submetiam os nativos das colônias aos seus interesses, escravizava-os e destruíam sua organização social. A classe dominante (oligarquia) defendia os interesses das metrópoles e exploravam grande parte da população das colônias. Esse fato explica por que vários dos atuais países subdesenvolvidos abrigam uma elite minoritária, sucessora das antigas oligarquias, que detém a maior parte das riquezas e mantém a maioria da população na pobreza.
  29. 29. Países Subdesenvolvidos Os países subdesenvolvidos podem apresentar características completamente diferentes: A maioria é essencialmente agrícola como Somália e Bolívia. Outros são subdesenvolvidos industrializados como o Brasil e a África do Sul. Apesar das generalizações tanto Somália como o Brasil são subdesenvolvidos pois graves problemas socioeconômicos.
  30. 30. O subdesenvolvimento não deve ser entendido como uma etapa necessária para alcançar o desenvolvimento.
  31. 31. Países Desenvolvidos Quando nos referimos a países desenvolvidos falamos sobre países que conseguiram um alto índice de industrialização, e que desfrutam de um alto padrão de vida, possível graças à riqueza e à tecnologia, esta tem um papel fundamental no nível de desenvolvimento de determinado país. Os países desenvolvidos são diferentes dos subdesenvolvidos porque: seus habitantes possuem uma melhor qualidade de vida; utilizam seus recursos de tal forma que sejam suficientes para atender às necessidades do país; a qualidade dos seus produtos manufaturados é elevada; têm ordem econômica; os serviços são bem distribuídos no país e entre as pessoas e, acima de tudo, a população trabalha de forma totalmente eficaz.
  32. 32. Nos países desenvolvidos também há pobreza, fome e analfabetismo, mas estes problemas atingem uma parcela minoritária da população e ocorrem de maneira bem menos intensa do que nos países subdesenvolvidos. Pobreza infantil: níveis de pobreza infantil aumentaram em mais da metade dos 41 países ricos.

×