SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 24
C.E.L.E.M.
Grupo: Amanda, Carol, Cleideneia,
Diana, Gabrielle, Magnólia e Laina
3ª B V.
Profº: Gildarte
ESTRATÉGIA GLOBAL
Anos 80 a riqueza global pertence as grandes corporações.
Os Estados desenvolvidos são incapazes de manter a assistência social.
(desemprego, assistência a velhice).
Com o esgotamento do Estado, surge o neoliberalismo com força e prestígio.
O lucro é obtido com o foco na competitividade, melhor preço e mais
qualidades, buscando redução dos custos de produção.
Os transportes e a comunicação permitiram as empresas adotarem a
estratégia global de fabricação, decompondo o processo produtivo.
A produção deixa de ser local e passa a ser global.
O consumo também passa a ser mundial.
Surge o termo GLOBALIZAÇÃO, por força da produção, circulação e consumo.
Essa situação leva inevitavelmente a eliminação de barreiras tarifárias.
A globalização força as empresas a buscarem competitividade e qualidade,
promovendo acelerado avanço tecnológico.
Destacando a informatização, automatização e robotização dos processos.
A consequência é o desemprego.
A globalização ocorre na economia, cultura, política e espaço mundial.
O QUE É GLOBALIZAÇÃO?
Chama-se globalização ou mundialização, um processo
histórico de crescimento da interdependência de todos
os povos e países da superfície terrestre.
A globalização pode ser descrita como um processo de
difusão de ideias e valores, de formas de produção e de
trocas comerciais que atravessam e rompem as
fronteiras nacionais.
Alguns falam em “aldeia global”, pois parece que o
planeta está ficando menor e todos se conhecem
EXEMPLO: Todos assistem a programas
semelhantes na TV, ficam sabendo no
mesmo dia o que ocorre no mundo inteiro,
bebem o mesmo refrigerante, usam o
mesmo jeans, etc.
CONTEXTO HISTÓRICO
 Os seres humanos têm interagido por longas distâncias por milhares
de anos. A Rota da Seda, que ligava a Ásia, África e Europa, é um bom
exemplo do poder transformador de troca que existia no "Velho
Mundo". Filosofia, religião, língua, as artes e outros aspectos da
cultura se espalharam e misturaram-se nas nações.
O movimento global de
pessoas, bens e ideias
expandiu significativamente
nos séculos seguintes. No
início do século XIX, o
desenvolvimento de novas
formas de transporte, como o
navio a vapor e ferrovias, e
as telecomunicações
permitiram um intercâmbio
global mais rápido.
 Nos séculos XV e XVI, os europeus fizeram descobertas importantes
em sua exploração dos oceanos, incluindo o início das viagens
transatlânticas para o "Novo Mundo" das Américas.
A GLOBALIZAÇÃO NO TEMPO
1ª Fase - Antes das
descobertas. Economia
Mundo ou Sistema
Mundo
2ª Fase - Mercantilismo:
descoberta de novos
continentes e
interligações com Índia e
China.
3ª Fase - Industrialização
– colonização
americana, asiática e
africana.
4ª Fase - Globalização nos
tempos atuais: colapso
do socialismo, crise do
INÍCIO DA GLOBALIZAÇÃO MODERNA
É tido, como início da globalização moderna, o fim da Segunda
Guerra mundial, e a vontade de impedir que uma Guerra mundial
ocorresse novamente no futuro, para o bem do futuro da
humanidade, a criação de mecanismos diplomáticos e comerciais
para aproximar, cada vez mais, as nações uma das outras. Deste
consenso, nasceu as Nações Unidas, e começou a surgir o
conceito de bloco econômico, pouco após isso, com a fundação
da Comunidade Europeia do Carvão e do Aço - CECA.
A necessidade de expandir seus mercados levou às nações a aos
poucos começarem a se abrir para produtos de outros países,
marcando o crescimento da ideologia econômica do liberalismo.
Atualmente, os grandes beneficiários da globalização são os
grandes países emergentes, incluindo o BRICS (Brasil, Rússia,
Índia, China e África do Sul), com grandes economias de
exportação, grande mercado interno e cada vez maior presença
mundial. Antes do BRICS, outros países fizeram uso da
globalização e de economias voltadas à exportação para obter
rápido crescimento e chegar ao primeiro mundo, como os tigres
asiáticos na década de 1980 e o Japão na década de 1970.
INÍCIO DA GLOBALIZAÇÃO MODERNA
Características PrincipaisCaracterísticas Principais
Países Emergentes
São os subdesenvolvidos com certo grau de
industrialização e com boas oportunidades para
investimentos internacionais. Ex:China, Rússia,
Brasil e Índia.
Critérios para avaliação internacional.
Cultura compatível com o capitalismo.
Boa administração pública.
Disponibilidade de crescimento sem inflação.
Estímulo às empresas nacionais.
Custo de mão-de-obra adequado.
Existência de investimentos para educar e/ou
reciclar a população.
ETAPAS PARA INTEGRAÇÃO
 Zona de Livre Comércio.
 Livre circulação de mercadorias, com eliminação de tarifas.
 União Aduaneira.
 Tarifas alfandegárias comuns, para países extra Bloco.
 Mercado Comum.
 Livre circulação de pessoas, serviços e capital.
 União Monetária.
 Política econômica, banco central e moeda comuns.
 União Política.
 Unificação das Políticas de relações internacionais, defesa, segurança interna
e externa
IMPACTOS
A globalização afeta todos os setores da sociedade, principalmente
comunicação, comércio internacional e liberdade de movimentação,
com diferente intensidade dependendo do nível de desenvolvimento
e integração das nações ao redor do planeta.
 Comunicação
 Qualidade de vida
 Efeitos na indústria e serviços
COMUNICAÇÃO
A globalização das comunicações tem sua face mais visível na
internet, a rede mundial de computadores, possível graças a
acordos e protocolos entre diferentes entidades privadas da área de
telecomunicações e governos no mundo. Isto permitiu um grande
fluxo de troca de ideias e informações sem paralelos na história da
humanidade. Se, antes, uma pessoa estava limitada à imprensa
local, agora ela mesma pode se tornar parte da imprensa e observar
as tendências do mundo inteiro, tendo apenas, como fator de
limitação, a barreira linguística.
Outra característica da globalização das comunicações é o aumento
da universalização do acesso a meios de comunicação, graças ao
barateamento dos aparelhos, principalmente celulares e os de
infraestrutura para as operadoras, com aumento da cobertura e
incremento geral da qualidade graças a inovação tecnológica.
Redes de televisão e imprensa multimídia em geral também
sofreram um grande impacto da globalização. Um país com imprensa
livre hoje em dia pode ter acesso, algumas vezes por televisão por
assinatura ou satélite, a emissoras do mundo inteiro, desde a NHK
do Japão até a Cartoon Network americana.
QUALIDADE DE VIDA
O acesso instantâneo de tecnologias,
principalmente novos medicamentos, novos
equipamentos cirúrgicos e técnicos, o aumento
na produção de alimentos e o barateamento no
custo têm causado, nas últimas décadas, um
aumento generalizado da longevidade dos
países emergentes e desenvolvidos. De 1981 a
2001, o número de pessoas vivendo com menos
de um dólar estadunidense por dia caiu de 1,5
bilhão de pessoas para 1,1 bilhão, sendo a
maior queda da pobreza registrada exatamente
nos países mais liberais e abertos à
globalização.
Na República Popular da China, após a
flexibilização de sua economia comunista
centralmente planejada para uma nova
economia socialista de mercado, e uma relativa
abertura de alguns de seus mercados, a
porcentagem de pessoas vivendo com menos de
2 dólares estadunidenses caiu 50,1%, contra
um aumento de 2,2% na África subsaariana. Na
América Latina, houve redução de 22% das
pessoas vivendo em pobreza extrema de 1981
até 2002.
O acesso instantâneo de tecnologias,
principalmente novos medicamentos, novos
equipamentos cirúrgicos e técnicos, o aumento
na produção de alimentos e o barateamento no
custo têm causado, nas últimas décadas, um
aumento generalizado da longevidade dos
países emergentes e desenvolvidos. De 1981 a
2001, o número de pessoas vivendo com menos
de um dólar estadunidense por dia caiu de 1,5
bilhão de pessoas para 1,1 bilhão, sendo a
maior queda da pobreza registrada exatamente
nos países mais liberais e abertos à
globalização.
Na República Popular da China, após a
flexibilização de sua economia comunista
centralmente planejada para uma nova
economia socialista de mercado, e uma relativa
abertura de alguns de seus mercados, a
porcentagem de pessoas vivendo com menos de
2 dólares estadunidenses caiu 50,1%, contra
um aumento de 2,2% na África subsaariana. Na
América Latina, houve redução de 22% das
pessoas vivendo em pobreza extrema de 1981
até 2002.
“A 'globalização' e
'liberalização', como motores do
crescimento econômico e do
desenvolvimento dos países, não
reduziram as desigualdades e a
pobreza nas últimas décadas”
-Organização das Nações Unidas
“A globalização, que poderia ser
uma força propulsora de
desenvolvimento e da redução das
desigualdades internacionais, está
sendo corrompida por um
comportamento hipócrita que não
contribui para a construção de uma
ordem econômica mais justa e para
um mundo com menos conflitos.”
-Alfred Nobel
Joseph Stiglitz,
A globalização e seus malefícios:
a promessa não-cumprida de
benefícios globais
EFEITOS NA INDÚSTRIA E SERVIÇOS
Houve uma grande taxa de desemprego, visto que não era mais necessária uma mão-de-
obra altamente qualificada, a produção estava distribuída entre vários países, seja para
criação de um único produto, onde cada empresa cria uma parte, seja para criação do
mesmo produto em vários países para redução de custos e ganhar vantagem competitiva
no acesso de mercados regionais, foi criada a modalidade de outsourcing (Terceirização).
A globalização não favorece a todos de maneira uniforme. Uns ganham muito, outros
ganham menos, outros perdem. Exigem-se menores custos de produção e maior
tecnologia. A mão-de-obra menos qualificada é descartada. Os países ricos ficam mais
ricos, e os pobres mais pobres, e os motivos são diversos, entres eles subsidiar os
produtos agrícolas nos países ricos, inviabilizam os pobres, e outros motivos económicos.
Com a globalização ouve um aumento do ritmo das mudanças disruptivas nos meios de
produção, o que provocou um aumento de tecnologias limpas e sustentáveis.
Toda esta globalização irá obrigar
a um aumento na qualidade da
educação, o que irá obrigar a que
os governos mudem de atitude para
poderem investir em pesquisas e no
desenvolvimento e promoverem o uso
de novas tecnologias.
DIT
A DIT clássica:
 Centro <- produtos manufaturados, investimentos e
empréstimos -> Periferia
 Centro <- Transferência espacial do valor -> Periferia
 Centro <- produtos primários, lucros e juros -> Periferia
 Trocas desiguais/deterioração dos termos de troca
Nova DIT:
 Relação entre centro, periferia e semi-periferia.
 A semi-periferia já possui algum nível de industrialização
e funciona como centro quando relacionada com a
periferia e como periferia quando relacionada com o
centro.
 A indústria não define mais o que é centro ou o que é
periferia, o que mantém o centro predominante é a
concentração da decisão e da concepção
 A execução está dispersa pelo mundo.
 A DIT (Divisão Internacional do Trabalho) é uma divisão produtiva em âmbito
internacional. Os países emergentes ou em desenvolvimento que obtiveram uma
industrialização tardia e que possuem economias ainda frágeis e passíveis de
crises econômicas oferecem aos países industrializados um leque de benefícios e
incentivos para a instalação de indústrias, tais como a isenção parcial ou total de
impostos, mão-de-obra abundante, entre outros.
 A Divisão Internacional do Trabalho direciona uma especialização produtiva
global, já que cada país fica designado a produzir um determinado produto ou
partes do mesmo, dependendo dos incentivos oferecidos em cada país. Esse
processo se expandiu na mesma proporção que o capitalismo. Nesse sentido, um
exemplo que pode ser usado é a montagem de um automóvel realizada na
Argentina, porém com componentes oriundos de diferentes países, como parte
elétrica e eletrônica de Taiwan, borrachas da Indonésia e assim por diante. Isso
ocorre porque cada país oferece certos atrativos. Desta forma, o custo do produto
final será menor, aumentando os lucros.
 A Divisão Internacional do Trabalho provoca desigualdades. Os países emergentes
ou em desenvolvimento, como México, Argentina, Brasil e outros, adquirem
tecnologias a preços altos, enquanto que os produtos exportados pelos países
citados não atingem preços satisfatórios, favorecendo os países ricos. As
empresas transnacionais sempre buscam os interesses próprios sem considerar
as causas sociais, econômicas e ambientais de onde suas empresas estão
instaladas.
ASPECTOS TECNOLÓGICOS E ECONÔMICOS
A tecnologia leva à modernização;
A modernização leva à automatização industrial;
A automatização leva ao aumento e diversificação da produção ;
A automatização favorece o crescimento da informatização, possibilitando
melhores logísticas de transporte, comunicação e relações econômicas;
A automação e informatização levam a maiores competições por mercados
consumidores.
BLOCOS ECONÔMICOS
Com o fenômeno da globalização, o mercado internacional tornou-se bastante competitivo,
diante disso, somente os mais fortes prevalecem. O que acontece é uma disputa por
mercados em âmbito global.
Muitos países, com o intuito de se fortalecer economicamente, unem-se para alcançar
mercados e verticalizar a sua participação e influência comercial no mundo. A criação de
blocos econômicos estreitou as relações econômicas, financeiras e comerciais entre os
países que compõem um determinado bloco econômico.
Atualmente existem muitos blocos econômicos, formados há décadas.
O MERCOSUL (Mercado Comum do Sul) foi fundado em 1991, constituído por Brasil,
Paraguai, Uruguai e Argentina, que são membros, além da perspectiva de ingresso do Chile,
Bolívia e Venezuela.
Exemplos como a UE e o MERCOSUL ocorrem a partir de acordos comerciais estabelecidos
entre os países membros, nesse caso implantam medidas que eliminam total ou
parcialmente as barreiras alfandegárias, como eliminação de tributos, além da circulação de
mercadorias, capitais, serviços, pessoas e outros pontos que o bloco julgar necessário.
Esta tem como características:
 A ruptura de fronteiras, ou seja, tal ruptura é atribuída à dinâmica do capital,
que circula livremente pelo globo, sem respeitar a delimitação de fronteiras
territoriais;
 Perda da soberania local, ou seja, países, estados e cidades tem que se
submeter à lógica do capital para conseguir gerar lucro em seus
orçamentos;
 Expansão da dinâmica do capital, fato que se relaciona à ruptura de
fronteiras, ou seja, o capital se dirige agora também à periferia do
capitalismo, uma vez que as transnacionais compreenderam que a
exploração (no sentido de explorar a força de trabalho diretamente) dos
países subdesenvolvidos promoveria grandes lucros para estes.
BLOCOS ECONÔMICOS
Blocos Países PIB (m US$) POP(m) PIP/CAP Data
ASEAN 7 541.075 429,0 1.261,25 1967
APEC 17 14.119.450 2.217 6.268,72 1989
CARICOM 12 16.135 5,82 2.772,34 1973
MERCOSUL 4 859.874 207,7 4.139,98 1991
NAFTA 3 7.568.082 391,1 19.356,76 1988
PACTO AND 5 197.662 101,5 1.947,41 1969
UNIÃO EUR 15 7.324.381 372,4 19.668,05 1957
SADC 11 145.950 137,2 1.063,78 1979
CEI 12 550.989 285,0 1.933,29 1991
Fonte: Banco Mundial, Fundo das Nações Unidas
ALGUNS CONCEITOS
Fabrica Global
Cada etapa do processo é fabricado em países distintos.
Aldeia Global
Existe uma comunidade que se integra através da comunicação e informação. Ex as
transmissões via satélites e a internet.
Liberalismo
doutrina baseada na defesa da liberdade individual, nos campos econômico, político,
religioso e intelectual, contra as ingerências e atitudes coercitivas do poder estatal.
País Emergente
País em desenvolvimento são termos geralmente usados para descrever um país que
possui um padrão de vida entre baixo e médio, uma base industrial em
desenvolvimento e um Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) variando entre médio
e elevado.
Neoliberalismo
 adaptação dos princípios do liberalismo clássico às exigências de um Estado regulador
e assistencialista, que deveria controlar parcialmente o funcionamento do mercado.
FONTES
Prof. Paulo Afonso
Google Imagens “Globalização”
https://pt.wikipedia.org/wiki/Globalizacao
http://www.suapesquisa.com/globalizacao
http://pt.slideshare.net/uraeus/globalizao-9418527
http://slideplayer.com.br/slide/287116/
http://pt.slideshare.net/joaocouto/globalizao-4045980
http://mundoeducacao.bol.uol.com.br/geografia/divisao-internacional-trabalho-dit.htm
http://e-internacionalista.com.br/2013/06/29/globalizacao/
http://brasilescola.uol.com.br/geografia/formacao-blocos-economicos.htm
http://educacao.globo.com/artigo/globalizacao-comercio-mundial-formacao-de-blocos-
economicos.html
http://joseoliveira60184tsi.pbworks.com/w/page/4199218/Efeitos%20da
%20globaliza%C3%A7%C3%A3o%20na%20industria%20e%20servi%C3%A7os
http://mundoplanotp2uminho.pbworks.com/w/page/4846123/Efeitos%20da
%20globaliza%C3%A7%C3%A3o%20na%20ind%C3%BAstria%20e%20servi%C3%A7os

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Globalização 2
Globalização   2Globalização   2
Globalização 2
Professor
 
Teorias demográficas e estrutura da população
Teorias demográficas e estrutura da populaçãoTeorias demográficas e estrutura da população
Teorias demográficas e estrutura da população
robertobraz
 
Cap. 4 - A industrialização brasileira
Cap. 4 - A industrialização brasileiraCap. 4 - A industrialização brasileira
Cap. 4 - A industrialização brasileira
profacacio
 

Mais procurados (20)

Urbanização
UrbanizaçãoUrbanização
Urbanização
 
Globalização
GlobalizaçãoGlobalização
Globalização
 
Demografia
DemografiaDemografia
Demografia
 
População mundial
População mundialPopulação mundial
População mundial
 
Urbanização
UrbanizaçãoUrbanização
Urbanização
 
Globalização 2
Globalização   2Globalização   2
Globalização 2
 
GLOBALIZAÇÃO
GLOBALIZAÇÃOGLOBALIZAÇÃO
GLOBALIZAÇÃO
 
Teorias demográficas e estrutura da população
Teorias demográficas e estrutura da populaçãoTeorias demográficas e estrutura da população
Teorias demográficas e estrutura da população
 
Teoria malthusiana
Teoria malthusianaTeoria malthusiana
Teoria malthusiana
 
Globalização
GlobalizaçãoGlobalização
Globalização
 
Populaçao mundial
Populaçao mundialPopulaçao mundial
Populaçao mundial
 
Globalização
GlobalizaçãoGlobalização
Globalização
 
Demografia mundial
Demografia mundialDemografia mundial
Demografia mundial
 
Cap. 4 - A industrialização brasileira
Cap. 4 - A industrialização brasileiraCap. 4 - A industrialização brasileira
Cap. 4 - A industrialização brasileira
 
Organizações internacionais mundiais
Organizações internacionais mundiaisOrganizações internacionais mundiais
Organizações internacionais mundiais
 
Transição demográfica
Transição demográficaTransição demográfica
Transição demográfica
 
Capitalismo
CapitalismoCapitalismo
Capitalismo
 
Estado nação, território e poder
Estado nação, território e poderEstado nação, território e poder
Estado nação, território e poder
 
Globalização
Globalização Globalização
Globalização
 
9º ano
9º ano9º ano
9º ano
 

Semelhante a GLOBALIZAÇÃO - Geografia

Escola Pastor Paiva - 3° Ano A e B - Geografia - Subdesenvolvimento
Escola Pastor Paiva - 3° Ano A e B - Geografia - SubdesenvolvimentoEscola Pastor Paiva - 3° Ano A e B - Geografia - Subdesenvolvimento
Escola Pastor Paiva - 3° Ano A e B - Geografia - Subdesenvolvimento
Valter Batista de Souza
 
Aula Eja Vilmar 4ª Fase GlobalizaçãO
Aula Eja Vilmar 4ª Fase GlobalizaçãOAula Eja Vilmar 4ª Fase GlobalizaçãO
Aula Eja Vilmar 4ª Fase GlobalizaçãO
ROSEMAR
 
Aula Eja Vilmar 4ª Fase GlobalizaçãO
Aula Eja Vilmar 4ª Fase GlobalizaçãOAula Eja Vilmar 4ª Fase GlobalizaçãO
Aula Eja Vilmar 4ª Fase GlobalizaçãO
guest7d2526
 
Aula Eja Vilmar 4ª Fase GlobalizaçãO
Aula Eja Vilmar 4ª Fase GlobalizaçãOAula Eja Vilmar 4ª Fase GlobalizaçãO
Aula Eja Vilmar 4ª Fase GlobalizaçãO
guest7d2526
 
Globalização e-a-nova-ordem-mundial
Globalização e-a-nova-ordem-mundialGlobalização e-a-nova-ordem-mundial
Globalização e-a-nova-ordem-mundial
julio2012souto
 
O mundo pos guerra fria
O mundo pos guerra friaO mundo pos guerra fria
O mundo pos guerra fria
Isabel Aguiar
 
Globalização, desigualdade e conflitos sociais
Globalização, desigualdade e conflitos sociaisGlobalização, desigualdade e conflitos sociais
Globalização, desigualdade e conflitos sociais
ADILSON RIBEIRO DE ARAUJO
 
Brasil, Globalização e a Nova Ordem Mundial
Brasil, Globalização e a Nova Ordem MundialBrasil, Globalização e a Nova Ordem Mundial
Brasil, Globalização e a Nova Ordem Mundial
Cristiane Freitas
 
Globalização e identidade cultural
Globalização e identidade culturalGlobalização e identidade cultural
Globalização e identidade cultural
Fernando Alcoforado
 
Neoliberalismo globalização (resumo)
Neoliberalismo globalização (resumo)Neoliberalismo globalização (resumo)
Neoliberalismo globalização (resumo)
Edilene Ruth Pereira
 
Umanovaordemeconomicamundial
UmanovaordemeconomicamundialUmanovaordemeconomicamundial
Umanovaordemeconomicamundial
Lena Nabais
 

Semelhante a GLOBALIZAÇÃO - Geografia (20)

Escola Pastor Paiva - 3° Ano A e B - Geografia - Subdesenvolvimento
Escola Pastor Paiva - 3° Ano A e B - Geografia - SubdesenvolvimentoEscola Pastor Paiva - 3° Ano A e B - Geografia - Subdesenvolvimento
Escola Pastor Paiva - 3° Ano A e B - Geografia - Subdesenvolvimento
 
MA
MAMA
MA
 
Aula Eja Vilmar 4ª Fase GlobalizaçãO
Aula Eja Vilmar 4ª Fase GlobalizaçãOAula Eja Vilmar 4ª Fase GlobalizaçãO
Aula Eja Vilmar 4ª Fase GlobalizaçãO
 
Aula Eja Vilmar 4ª Fase GlobalizaçãO
Aula Eja Vilmar 4ª Fase GlobalizaçãOAula Eja Vilmar 4ª Fase GlobalizaçãO
Aula Eja Vilmar 4ª Fase GlobalizaçãO
 
Aula Eja Vilmar 4ª Fase GlobalizaçãO
Aula Eja Vilmar 4ª Fase GlobalizaçãOAula Eja Vilmar 4ª Fase GlobalizaçãO
Aula Eja Vilmar 4ª Fase GlobalizaçãO
 
Unidade 3
Unidade 3Unidade 3
Unidade 3
 
Cap 5 6 7
Cap 5 6 7Cap 5 6 7
Cap 5 6 7
 
www.AulasDeGeografiaApoio.com - Geografia - Globalização
 www.AulasDeGeografiaApoio.com  -  Geografia - Globalização www.AulasDeGeografiaApoio.com  -  Geografia - Globalização
www.AulasDeGeografiaApoio.com - Geografia - Globalização
 
Contrastes de desenvolvimento: PD e PVD
Contrastes de desenvolvimento: PD e PVDContrastes de desenvolvimento: PD e PVD
Contrastes de desenvolvimento: PD e PVD
 
Globalização e-a-nova-ordem-mundial
Globalização e-a-nova-ordem-mundialGlobalização e-a-nova-ordem-mundial
Globalização e-a-nova-ordem-mundial
 
O mundo pos guerra fria
O mundo pos guerra friaO mundo pos guerra fria
O mundo pos guerra fria
 
Globalização, desigualdade e conflitos sociais
Globalização, desigualdade e conflitos sociaisGlobalização, desigualdade e conflitos sociais
Globalização, desigualdade e conflitos sociais
 
Brasil, Globalização e a Nova Ordem Mundial
Brasil, Globalização e a Nova Ordem MundialBrasil, Globalização e a Nova Ordem Mundial
Brasil, Globalização e a Nova Ordem Mundial
 
Apresentação de Sociologia 2° ano "A"
Apresentação de Sociologia 2° ano "A"Apresentação de Sociologia 2° ano "A"
Apresentação de Sociologia 2° ano "A"
 
Globalização e identidade cultural
Globalização e identidade culturalGlobalização e identidade cultural
Globalização e identidade cultural
 
Globalização Aspetos Económicos, Financeiros, Culturais
Globalização Aspetos Económicos, Financeiros, CulturaisGlobalização Aspetos Económicos, Financeiros, Culturais
Globalização Aspetos Económicos, Financeiros, Culturais
 
Apresentação1
Apresentação1Apresentação1
Apresentação1
 
Neoliberalismo globalização (resumo)
Neoliberalismo globalização (resumo)Neoliberalismo globalização (resumo)
Neoliberalismo globalização (resumo)
 
Umanovaordemeconomicamundial
UmanovaordemeconomicamundialUmanovaordemeconomicamundial
Umanovaordemeconomicamundial
 
N aula desigualdade
N aula desigualdadeN aula desigualdade
N aula desigualdade
 

Último

atividade-de-portugues-pontuação-4º-ou-5º-ano-respostas.pdf
atividade-de-portugues-pontuação-4º-ou-5º-ano-respostas.pdfatividade-de-portugues-pontuação-4º-ou-5º-ano-respostas.pdf
atividade-de-portugues-pontuação-4º-ou-5º-ano-respostas.pdf
Autonoma
 
ATIVIDADE 2 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 2 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024ATIVIDADE 2 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 2 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
azulassessoria9
 
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
azulassessoria9
 
No processo de aprendizagem motora, a forma como o indivíduo processa as info...
No processo de aprendizagem motora, a forma como o indivíduo processa as info...No processo de aprendizagem motora, a forma como o indivíduo processa as info...
No processo de aprendizagem motora, a forma como o indivíduo processa as info...
azulassessoria9
 
Considerando as pesquisas de Gallahue, Ozmun e Goodway (2013) os bebês até an...
Considerando as pesquisas de Gallahue, Ozmun e Goodway (2013) os bebês até an...Considerando as pesquisas de Gallahue, Ozmun e Goodway (2013) os bebês até an...
Considerando as pesquisas de Gallahue, Ozmun e Goodway (2013) os bebês até an...
azulassessoria9
 
Aprender as diferentes formas de classificar as habilidades motoras é de extr...
Aprender as diferentes formas de classificar as habilidades motoras é de extr...Aprender as diferentes formas de classificar as habilidades motoras é de extr...
Aprender as diferentes formas de classificar as habilidades motoras é de extr...
azulassessoria9
 

Último (20)

CATEQUESE primeiro ano . CATEQUESE 1ºano
CATEQUESE primeiro ano . CATEQUESE 1ºanoCATEQUESE primeiro ano . CATEQUESE 1ºano
CATEQUESE primeiro ano . CATEQUESE 1ºano
 
Apresentação | Símbolos e Valores da União Europeia
Apresentação | Símbolos e Valores da União EuropeiaApresentação | Símbolos e Valores da União Europeia
Apresentação | Símbolos e Valores da União Europeia
 
Sistema de Bibliotecas UCS - Cantos do fim do século
Sistema de Bibliotecas UCS  - Cantos do fim do séculoSistema de Bibliotecas UCS  - Cantos do fim do século
Sistema de Bibliotecas UCS - Cantos do fim do século
 
Orações subordinadas substantivas- 9ano.pptx
Orações subordinadas substantivas- 9ano.pptxOrações subordinadas substantivas- 9ano.pptx
Orações subordinadas substantivas- 9ano.pptx
 
atividade-de-portugues-pontuação-4º-ou-5º-ano-respostas.pdf
atividade-de-portugues-pontuação-4º-ou-5º-ano-respostas.pdfatividade-de-portugues-pontuação-4º-ou-5º-ano-respostas.pdf
atividade-de-portugues-pontuação-4º-ou-5º-ano-respostas.pdf
 
MESTRES DA CULTURA DE ASSARÉ Prof. Francisco Leite.pdf
MESTRES DA CULTURA DE ASSARÉ Prof. Francisco Leite.pdfMESTRES DA CULTURA DE ASSARÉ Prof. Francisco Leite.pdf
MESTRES DA CULTURA DE ASSARÉ Prof. Francisco Leite.pdf
 
Quiz | Dia da Europa 2024 (comemoração)
Quiz | Dia da Europa 2024  (comemoração)Quiz | Dia da Europa 2024  (comemoração)
Quiz | Dia da Europa 2024 (comemoração)
 
Poema - Maio Laranja
Poema - Maio Laranja Poema - Maio Laranja
Poema - Maio Laranja
 
ATIVIDADE 2 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 2 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024ATIVIDADE 2 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 2 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
 
Apresentação | Dia da Europa 2024 - Celebremos a União Europeia!
Apresentação | Dia da Europa 2024 - Celebremos a União Europeia!Apresentação | Dia da Europa 2024 - Celebremos a União Europeia!
Apresentação | Dia da Europa 2024 - Celebremos a União Europeia!
 
RENASCIMENTO E HUMANISMO_QUIZ 7º ANO.pptx
RENASCIMENTO E HUMANISMO_QUIZ 7º ANO.pptxRENASCIMENTO E HUMANISMO_QUIZ 7º ANO.pptx
RENASCIMENTO E HUMANISMO_QUIZ 7º ANO.pptx
 
Acróstico - Maio Laranja
Acróstico  - Maio Laranja Acróstico  - Maio Laranja
Acróstico - Maio Laranja
 
13_mch9_hormonal.pptx............................
13_mch9_hormonal.pptx............................13_mch9_hormonal.pptx............................
13_mch9_hormonal.pptx............................
 
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
 
ESPANHOL PARA O ENEM (2).pdf questões da prova
ESPANHOL PARA O ENEM (2).pdf questões da provaESPANHOL PARA O ENEM (2).pdf questões da prova
ESPANHOL PARA O ENEM (2).pdf questões da prova
 
O desenvolvimento é um conceito mais amplo, pode ter um contexto biológico ou...
O desenvolvimento é um conceito mais amplo, pode ter um contexto biológico ou...O desenvolvimento é um conceito mais amplo, pode ter um contexto biológico ou...
O desenvolvimento é um conceito mais amplo, pode ter um contexto biológico ou...
 
M0 Atendimento – Definição, Importância .pptx
M0 Atendimento – Definição, Importância .pptxM0 Atendimento – Definição, Importância .pptx
M0 Atendimento – Definição, Importância .pptx
 
No processo de aprendizagem motora, a forma como o indivíduo processa as info...
No processo de aprendizagem motora, a forma como o indivíduo processa as info...No processo de aprendizagem motora, a forma como o indivíduo processa as info...
No processo de aprendizagem motora, a forma como o indivíduo processa as info...
 
Considerando as pesquisas de Gallahue, Ozmun e Goodway (2013) os bebês até an...
Considerando as pesquisas de Gallahue, Ozmun e Goodway (2013) os bebês até an...Considerando as pesquisas de Gallahue, Ozmun e Goodway (2013) os bebês até an...
Considerando as pesquisas de Gallahue, Ozmun e Goodway (2013) os bebês até an...
 
Aprender as diferentes formas de classificar as habilidades motoras é de extr...
Aprender as diferentes formas de classificar as habilidades motoras é de extr...Aprender as diferentes formas de classificar as habilidades motoras é de extr...
Aprender as diferentes formas de classificar as habilidades motoras é de extr...
 

GLOBALIZAÇÃO - Geografia

  • 1. C.E.L.E.M. Grupo: Amanda, Carol, Cleideneia, Diana, Gabrielle, Magnólia e Laina 3ª B V. Profº: Gildarte
  • 2. ESTRATÉGIA GLOBAL Anos 80 a riqueza global pertence as grandes corporações. Os Estados desenvolvidos são incapazes de manter a assistência social. (desemprego, assistência a velhice). Com o esgotamento do Estado, surge o neoliberalismo com força e prestígio. O lucro é obtido com o foco na competitividade, melhor preço e mais qualidades, buscando redução dos custos de produção. Os transportes e a comunicação permitiram as empresas adotarem a estratégia global de fabricação, decompondo o processo produtivo. A produção deixa de ser local e passa a ser global. O consumo também passa a ser mundial. Surge o termo GLOBALIZAÇÃO, por força da produção, circulação e consumo. Essa situação leva inevitavelmente a eliminação de barreiras tarifárias. A globalização força as empresas a buscarem competitividade e qualidade, promovendo acelerado avanço tecnológico. Destacando a informatização, automatização e robotização dos processos. A consequência é o desemprego. A globalização ocorre na economia, cultura, política e espaço mundial.
  • 3.
  • 4. O QUE É GLOBALIZAÇÃO? Chama-se globalização ou mundialização, um processo histórico de crescimento da interdependência de todos os povos e países da superfície terrestre. A globalização pode ser descrita como um processo de difusão de ideias e valores, de formas de produção e de trocas comerciais que atravessam e rompem as fronteiras nacionais. Alguns falam em “aldeia global”, pois parece que o planeta está ficando menor e todos se conhecem EXEMPLO: Todos assistem a programas semelhantes na TV, ficam sabendo no mesmo dia o que ocorre no mundo inteiro, bebem o mesmo refrigerante, usam o mesmo jeans, etc.
  • 5. CONTEXTO HISTÓRICO  Os seres humanos têm interagido por longas distâncias por milhares de anos. A Rota da Seda, que ligava a Ásia, África e Europa, é um bom exemplo do poder transformador de troca que existia no "Velho Mundo". Filosofia, religião, língua, as artes e outros aspectos da cultura se espalharam e misturaram-se nas nações. O movimento global de pessoas, bens e ideias expandiu significativamente nos séculos seguintes. No início do século XIX, o desenvolvimento de novas formas de transporte, como o navio a vapor e ferrovias, e as telecomunicações permitiram um intercâmbio global mais rápido.  Nos séculos XV e XVI, os europeus fizeram descobertas importantes em sua exploração dos oceanos, incluindo o início das viagens transatlânticas para o "Novo Mundo" das Américas.
  • 6. A GLOBALIZAÇÃO NO TEMPO 1ª Fase - Antes das descobertas. Economia Mundo ou Sistema Mundo 2ª Fase - Mercantilismo: descoberta de novos continentes e interligações com Índia e China. 3ª Fase - Industrialização – colonização americana, asiática e africana. 4ª Fase - Globalização nos tempos atuais: colapso do socialismo, crise do
  • 7. INÍCIO DA GLOBALIZAÇÃO MODERNA É tido, como início da globalização moderna, o fim da Segunda Guerra mundial, e a vontade de impedir que uma Guerra mundial ocorresse novamente no futuro, para o bem do futuro da humanidade, a criação de mecanismos diplomáticos e comerciais para aproximar, cada vez mais, as nações uma das outras. Deste consenso, nasceu as Nações Unidas, e começou a surgir o conceito de bloco econômico, pouco após isso, com a fundação da Comunidade Europeia do Carvão e do Aço - CECA. A necessidade de expandir seus mercados levou às nações a aos poucos começarem a se abrir para produtos de outros países, marcando o crescimento da ideologia econômica do liberalismo. Atualmente, os grandes beneficiários da globalização são os grandes países emergentes, incluindo o BRICS (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul), com grandes economias de exportação, grande mercado interno e cada vez maior presença mundial. Antes do BRICS, outros países fizeram uso da globalização e de economias voltadas à exportação para obter rápido crescimento e chegar ao primeiro mundo, como os tigres asiáticos na década de 1980 e o Japão na década de 1970.
  • 8. INÍCIO DA GLOBALIZAÇÃO MODERNA Características PrincipaisCaracterísticas Principais Países Emergentes São os subdesenvolvidos com certo grau de industrialização e com boas oportunidades para investimentos internacionais. Ex:China, Rússia, Brasil e Índia. Critérios para avaliação internacional. Cultura compatível com o capitalismo. Boa administração pública. Disponibilidade de crescimento sem inflação. Estímulo às empresas nacionais. Custo de mão-de-obra adequado. Existência de investimentos para educar e/ou reciclar a população.
  • 9. ETAPAS PARA INTEGRAÇÃO  Zona de Livre Comércio.  Livre circulação de mercadorias, com eliminação de tarifas.  União Aduaneira.  Tarifas alfandegárias comuns, para países extra Bloco.  Mercado Comum.  Livre circulação de pessoas, serviços e capital.  União Monetária.  Política econômica, banco central e moeda comuns.  União Política.  Unificação das Políticas de relações internacionais, defesa, segurança interna e externa
  • 10. IMPACTOS A globalização afeta todos os setores da sociedade, principalmente comunicação, comércio internacional e liberdade de movimentação, com diferente intensidade dependendo do nível de desenvolvimento e integração das nações ao redor do planeta.  Comunicação  Qualidade de vida  Efeitos na indústria e serviços
  • 11. COMUNICAÇÃO A globalização das comunicações tem sua face mais visível na internet, a rede mundial de computadores, possível graças a acordos e protocolos entre diferentes entidades privadas da área de telecomunicações e governos no mundo. Isto permitiu um grande fluxo de troca de ideias e informações sem paralelos na história da humanidade. Se, antes, uma pessoa estava limitada à imprensa local, agora ela mesma pode se tornar parte da imprensa e observar as tendências do mundo inteiro, tendo apenas, como fator de limitação, a barreira linguística. Outra característica da globalização das comunicações é o aumento da universalização do acesso a meios de comunicação, graças ao barateamento dos aparelhos, principalmente celulares e os de infraestrutura para as operadoras, com aumento da cobertura e incremento geral da qualidade graças a inovação tecnológica. Redes de televisão e imprensa multimídia em geral também sofreram um grande impacto da globalização. Um país com imprensa livre hoje em dia pode ter acesso, algumas vezes por televisão por assinatura ou satélite, a emissoras do mundo inteiro, desde a NHK do Japão até a Cartoon Network americana.
  • 12. QUALIDADE DE VIDA O acesso instantâneo de tecnologias, principalmente novos medicamentos, novos equipamentos cirúrgicos e técnicos, o aumento na produção de alimentos e o barateamento no custo têm causado, nas últimas décadas, um aumento generalizado da longevidade dos países emergentes e desenvolvidos. De 1981 a 2001, o número de pessoas vivendo com menos de um dólar estadunidense por dia caiu de 1,5 bilhão de pessoas para 1,1 bilhão, sendo a maior queda da pobreza registrada exatamente nos países mais liberais e abertos à globalização. Na República Popular da China, após a flexibilização de sua economia comunista centralmente planejada para uma nova economia socialista de mercado, e uma relativa abertura de alguns de seus mercados, a porcentagem de pessoas vivendo com menos de 2 dólares estadunidenses caiu 50,1%, contra um aumento de 2,2% na África subsaariana. Na América Latina, houve redução de 22% das pessoas vivendo em pobreza extrema de 1981 até 2002. O acesso instantâneo de tecnologias, principalmente novos medicamentos, novos equipamentos cirúrgicos e técnicos, o aumento na produção de alimentos e o barateamento no custo têm causado, nas últimas décadas, um aumento generalizado da longevidade dos países emergentes e desenvolvidos. De 1981 a 2001, o número de pessoas vivendo com menos de um dólar estadunidense por dia caiu de 1,5 bilhão de pessoas para 1,1 bilhão, sendo a maior queda da pobreza registrada exatamente nos países mais liberais e abertos à globalização. Na República Popular da China, após a flexibilização de sua economia comunista centralmente planejada para uma nova economia socialista de mercado, e uma relativa abertura de alguns de seus mercados, a porcentagem de pessoas vivendo com menos de 2 dólares estadunidenses caiu 50,1%, contra um aumento de 2,2% na África subsaariana. Na América Latina, houve redução de 22% das pessoas vivendo em pobreza extrema de 1981 até 2002. “A 'globalização' e 'liberalização', como motores do crescimento econômico e do desenvolvimento dos países, não reduziram as desigualdades e a pobreza nas últimas décadas” -Organização das Nações Unidas “A globalização, que poderia ser uma força propulsora de desenvolvimento e da redução das desigualdades internacionais, está sendo corrompida por um comportamento hipócrita que não contribui para a construção de uma ordem econômica mais justa e para um mundo com menos conflitos.” -Alfred Nobel Joseph Stiglitz, A globalização e seus malefícios: a promessa não-cumprida de benefícios globais
  • 13. EFEITOS NA INDÚSTRIA E SERVIÇOS Houve uma grande taxa de desemprego, visto que não era mais necessária uma mão-de- obra altamente qualificada, a produção estava distribuída entre vários países, seja para criação de um único produto, onde cada empresa cria uma parte, seja para criação do mesmo produto em vários países para redução de custos e ganhar vantagem competitiva no acesso de mercados regionais, foi criada a modalidade de outsourcing (Terceirização). A globalização não favorece a todos de maneira uniforme. Uns ganham muito, outros ganham menos, outros perdem. Exigem-se menores custos de produção e maior tecnologia. A mão-de-obra menos qualificada é descartada. Os países ricos ficam mais ricos, e os pobres mais pobres, e os motivos são diversos, entres eles subsidiar os produtos agrícolas nos países ricos, inviabilizam os pobres, e outros motivos económicos. Com a globalização ouve um aumento do ritmo das mudanças disruptivas nos meios de produção, o que provocou um aumento de tecnologias limpas e sustentáveis. Toda esta globalização irá obrigar a um aumento na qualidade da educação, o que irá obrigar a que os governos mudem de atitude para poderem investir em pesquisas e no desenvolvimento e promoverem o uso de novas tecnologias.
  • 14.
  • 15. DIT A DIT clássica:  Centro <- produtos manufaturados, investimentos e empréstimos -> Periferia  Centro <- Transferência espacial do valor -> Periferia  Centro <- produtos primários, lucros e juros -> Periferia  Trocas desiguais/deterioração dos termos de troca Nova DIT:  Relação entre centro, periferia e semi-periferia.  A semi-periferia já possui algum nível de industrialização e funciona como centro quando relacionada com a periferia e como periferia quando relacionada com o centro.  A indústria não define mais o que é centro ou o que é periferia, o que mantém o centro predominante é a concentração da decisão e da concepção  A execução está dispersa pelo mundo.
  • 16.  A DIT (Divisão Internacional do Trabalho) é uma divisão produtiva em âmbito internacional. Os países emergentes ou em desenvolvimento que obtiveram uma industrialização tardia e que possuem economias ainda frágeis e passíveis de crises econômicas oferecem aos países industrializados um leque de benefícios e incentivos para a instalação de indústrias, tais como a isenção parcial ou total de impostos, mão-de-obra abundante, entre outros.  A Divisão Internacional do Trabalho direciona uma especialização produtiva global, já que cada país fica designado a produzir um determinado produto ou partes do mesmo, dependendo dos incentivos oferecidos em cada país. Esse processo se expandiu na mesma proporção que o capitalismo. Nesse sentido, um exemplo que pode ser usado é a montagem de um automóvel realizada na Argentina, porém com componentes oriundos de diferentes países, como parte elétrica e eletrônica de Taiwan, borrachas da Indonésia e assim por diante. Isso ocorre porque cada país oferece certos atrativos. Desta forma, o custo do produto final será menor, aumentando os lucros.  A Divisão Internacional do Trabalho provoca desigualdades. Os países emergentes ou em desenvolvimento, como México, Argentina, Brasil e outros, adquirem tecnologias a preços altos, enquanto que os produtos exportados pelos países citados não atingem preços satisfatórios, favorecendo os países ricos. As empresas transnacionais sempre buscam os interesses próprios sem considerar as causas sociais, econômicas e ambientais de onde suas empresas estão instaladas.
  • 17.
  • 18. ASPECTOS TECNOLÓGICOS E ECONÔMICOS A tecnologia leva à modernização; A modernização leva à automatização industrial; A automatização leva ao aumento e diversificação da produção ; A automatização favorece o crescimento da informatização, possibilitando melhores logísticas de transporte, comunicação e relações econômicas; A automação e informatização levam a maiores competições por mercados consumidores.
  • 19. BLOCOS ECONÔMICOS Com o fenômeno da globalização, o mercado internacional tornou-se bastante competitivo, diante disso, somente os mais fortes prevalecem. O que acontece é uma disputa por mercados em âmbito global. Muitos países, com o intuito de se fortalecer economicamente, unem-se para alcançar mercados e verticalizar a sua participação e influência comercial no mundo. A criação de blocos econômicos estreitou as relações econômicas, financeiras e comerciais entre os países que compõem um determinado bloco econômico. Atualmente existem muitos blocos econômicos, formados há décadas. O MERCOSUL (Mercado Comum do Sul) foi fundado em 1991, constituído por Brasil, Paraguai, Uruguai e Argentina, que são membros, além da perspectiva de ingresso do Chile, Bolívia e Venezuela. Exemplos como a UE e o MERCOSUL ocorrem a partir de acordos comerciais estabelecidos entre os países membros, nesse caso implantam medidas que eliminam total ou parcialmente as barreiras alfandegárias, como eliminação de tributos, além da circulação de mercadorias, capitais, serviços, pessoas e outros pontos que o bloco julgar necessário.
  • 20. Esta tem como características:  A ruptura de fronteiras, ou seja, tal ruptura é atribuída à dinâmica do capital, que circula livremente pelo globo, sem respeitar a delimitação de fronteiras territoriais;  Perda da soberania local, ou seja, países, estados e cidades tem que se submeter à lógica do capital para conseguir gerar lucro em seus orçamentos;  Expansão da dinâmica do capital, fato que se relaciona à ruptura de fronteiras, ou seja, o capital se dirige agora também à periferia do capitalismo, uma vez que as transnacionais compreenderam que a exploração (no sentido de explorar a força de trabalho diretamente) dos países subdesenvolvidos promoveria grandes lucros para estes. BLOCOS ECONÔMICOS
  • 21. Blocos Países PIB (m US$) POP(m) PIP/CAP Data ASEAN 7 541.075 429,0 1.261,25 1967 APEC 17 14.119.450 2.217 6.268,72 1989 CARICOM 12 16.135 5,82 2.772,34 1973 MERCOSUL 4 859.874 207,7 4.139,98 1991 NAFTA 3 7.568.082 391,1 19.356,76 1988 PACTO AND 5 197.662 101,5 1.947,41 1969 UNIÃO EUR 15 7.324.381 372,4 19.668,05 1957 SADC 11 145.950 137,2 1.063,78 1979 CEI 12 550.989 285,0 1.933,29 1991 Fonte: Banco Mundial, Fundo das Nações Unidas
  • 22.
  • 23. ALGUNS CONCEITOS Fabrica Global Cada etapa do processo é fabricado em países distintos. Aldeia Global Existe uma comunidade que se integra através da comunicação e informação. Ex as transmissões via satélites e a internet. Liberalismo doutrina baseada na defesa da liberdade individual, nos campos econômico, político, religioso e intelectual, contra as ingerências e atitudes coercitivas do poder estatal. País Emergente País em desenvolvimento são termos geralmente usados para descrever um país que possui um padrão de vida entre baixo e médio, uma base industrial em desenvolvimento e um Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) variando entre médio e elevado. Neoliberalismo  adaptação dos princípios do liberalismo clássico às exigências de um Estado regulador e assistencialista, que deveria controlar parcialmente o funcionamento do mercado.
  • 24. FONTES Prof. Paulo Afonso Google Imagens “Globalização” https://pt.wikipedia.org/wiki/Globalizacao http://www.suapesquisa.com/globalizacao http://pt.slideshare.net/uraeus/globalizao-9418527 http://slideplayer.com.br/slide/287116/ http://pt.slideshare.net/joaocouto/globalizao-4045980 http://mundoeducacao.bol.uol.com.br/geografia/divisao-internacional-trabalho-dit.htm http://e-internacionalista.com.br/2013/06/29/globalizacao/ http://brasilescola.uol.com.br/geografia/formacao-blocos-economicos.htm http://educacao.globo.com/artigo/globalizacao-comercio-mundial-formacao-de-blocos- economicos.html http://joseoliveira60184tsi.pbworks.com/w/page/4199218/Efeitos%20da %20globaliza%C3%A7%C3%A3o%20na%20industria%20e%20servi%C3%A7os http://mundoplanotp2uminho.pbworks.com/w/page/4846123/Efeitos%20da %20globaliza%C3%A7%C3%A3o%20na%20ind%C3%BAstria%20e%20servi%C3%A7os