SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 22
Aulão para UFSC 2014
A ultima mãozinha

110 ? itens verdadeiras para UFSC
Professor
110 itens verdadeiras para UFSC








• 01 Os semi metais são B, Si, Ge, As, Sb, Te e Po.
• 02 O potássio (K) apresenta 19 prótons, 19 elétrons
e 20 nêutrons.
• 03 O sódio (Na) é um metal alcalino do 3º período.

• 04 O flúor (F) é ametal e o mais eletronegativo dos
elementos químicos.
• 05 Mercúrio (Hg) e Bromo (Br) são líquidos nas CNTP.
• 06 Be, Mg, Ca, Sr, Ba e Ra são metais alcalinos terrosos.








110 itens verdadeiras para UFSC

• 07 O, S, Se, Te e Po são calcogênios.
• 08 F, Cl, Br, I e At são halogênios.

• 09 Manganês (Mn) e magnésio (Mg).
• 10 Os gases nobres apresentam alto potencial de
ionização.
• 11 K,L,M,N,O,P,Q são os níveis de energia descobertos
por Rutherford.
• 12 O átomo para Dalton é uma esfera maciça indivisível
e indestrutível.
• 13 O átomo para Thomson é como um pudim de
ameixas.








110 itens verdadeiras para UFSC

• 14 Linus Pauling determinou os subníveis de energia ( s,
p, d, f ).

• 15 O subnível ‘’s’’ tem forma esférica e subnível ‘’p’’ tem
forma de halteres.
• 16 Os períodos (linhas) equivalem aos níveis de energia.
• 17 Nos elementos Representativos (A) família indica os
elétrons da camada de valência (CV).

• 18 Os elementos de Transição (B), geralmente têm 2
elétrons na camada de valência CV.

• 19 O frâncio (Fr) é o elemento mais eletropositivo.
• 20 O raio atômico cresce da direita para esquerda, de
cima para baixo.








110 itens verdadeiras para UFSC

• 21 Chumbo (Pb) foi utilizado na experiência de
Rutherford.

• 22 O polônio (Po) emite partículas a++.

• 23 No núcleo do átomo temos prótons (p+) e nêutrons
(n).
• 24 Na eletrosfera ou periferia do átomo temos os
elétrons (e-).
• 25 A massa atômica (A) é determinada por A = p + n.

• 26 Isótopos apresentam igual número de prótons.
• 27 IsóbAros apresentam igual número de massa.









110 itens verdadeiras para UFSC

• 28 Isótonos apresentam igual número de nêutrons.
• 29 S8 - O3 - P4 - I2 são substâncias simples puras.
• 30 NaCl - H2O - H2SO4 – são substâncias compostas
puras.

• 31 H2O + C2H6O (etanol) é uma mistura azeotrópica.
• 32 Ligas metálicas são exemplos de misturas euteticas.
• 33 H2O e gelo não é uma mistura e sim um sistema de
duas fases.

• 34 Iodo, naftalina e cânfora sofrem sublimação.
• 35 Cgrafite, Cdiamante e Ccarvão são alotrópicos.






110 itens verdadeiras para UFSC

• 36 Ligação iônica ocorre entre metal e ametal.
• 37 Compostos iônicos são geralmente sólidos, solúveis
em água.
• 38 Compostos covalentes compartilham elétrons entre
ametais.

• 39 O cloreto de sódio (NaCl) é iônico.
• 40 H2O é angular faz ligações covalentes polar e a
molécula é polar.


110 itens verdadeiras para UFSC

• 41 CO2 é linear faz ligações covalentes polar e a
molécula é apolar.



• 42 NH3 é piramidal faz ligações covalentes polar e a
molécula é polar.









110 itens verdadeiras para UFSC

• 43 Hidrocarbonetos (só C e H) são moléculas apolares.
• 44 Hidrocarbonetos queimam produzindo CO2 e H2O.

• 45 HCl é o ácido clorídrico, ácido muriático, suco
gástrico.

• 46 HCl é um hidrácido e forte.
• 47 H2SO4 é o ácido sulfúrico.

• 48 Al2(SO4)3 é o sulfato de alumínio 342 g/mol.
• 49 H2O2 é a água oxigenada.
• 50 Decomposição 2H2O2 → 2H2O + O2








110 itens verdadeiras para UFSC

• 51 Oxidação ocorre com perda de elétrons. Ânodo.
• 52 Redução ocorre com ganho de elétrons. Cátodo.

• 53 Ânodo é o lado negativo da pilha. Gasta.

• 54 Catodo é o lado positivo da pilha. Aumenta.
• 55 Os elétrons numa pilha migram do ânodo para o
cátodo.
• 56 Ácido segundo Arrhenius produz H3O+(hidrônio ou
hidroxônio).
• 57 Base segundo Arrhenius produz OH-(hidroxila ou
oxidrila).







110 itens verdadeiras para UFSC

• 58 Para Bronsted-Lowry ácido doa prótons e base
recebe prótons.

• 59 Ácido + base → sal + água
exemplo (HCl + NaOH → NaCl + H2O)
• 60 Hidróxido de sódio (NaOH) é conhecido como Soda
Cáustica.

• 61 CaCO3 é o carbonato de cálcio ou calcário. sal
neutro de caráter ácido. Torna o solo básico.

• 62 NaHCO3 é o bicarbonato de sódio, usado como antiácido, fermento químico.
• 63 Análise ou decomposição:
1 Reagente Produtos (CaCO3  CaO + CO2)



110 itens verdadeiras para UFSC

• 64 Síntese ou Adição
Reagentes  1Produto (CaO + CO2  CaCO3)
• 62 Ks é o coeficiente de solubilidade e dependente da
temperatura.



• 63 Molaridade (molar, M, mol/L ou mol/L)








110 itens verdadeiras para UFSC

• 64 Diluição: M1V1=M2V2 ou M1V1 +M2V2 + M3V3 = MfVf
• 65 Soluto não volátil em água, baixa a pressão de vapor
tonometria.

• 66 Soluto não volátil em água aumenta o ponto de
ebulição ebuliometria.

• 67 Soluto não volátil em água diminui o ponto de fusão
criometria.

• 68 Osmose solvente passa do meio hipotônico para
meio hipertônico pela membrana semi-permevel.

• 69 H= entalpia; energia do sistema.
• 70 S= entropia; desordem do sistema.


110 itens verdadeiras para UFSC

• 71

exotérmico
ressublimação

solidificação
fusão

condensação
vaporização

sublimação

endotérmico








110 itens verdadeiras para UFSC

• 72 Reação exotérmica ocorre com liberação de
energia

• 73 CH4(g) + 2O2(g) → CO2(g) + 2H2(g) + 212.7 kcal/mol
• 74 CH4(g) + 2O2(g) → CO2(g) + 2H2(g) DH= - 212.7 kcal/mol
• 75 Reação endotérmica ocorre com absorção de
energia.

• 76 Catalisador aumenta a velocidade da reação
diminuindo Ea.

• 77 No equilíbrio químico V1=V2
• 78 A concentração dos reagentes e dos produtos é
constante no equilíbrio.








110 itens verdadeiras para UFSC

• 79 ↑T desloca o equilíbrio p/ lado (DH = +) endotérmico.

• 80 ↑p desloca o equilíbrio p/ lado de menor volume
• 81 N2(g) + 3H2(g) ↔ 2NH3(g)

Kc= __[NH3]2
[N2][H2]3

• 82 Carbono saturado (sp3), tetraédrico, 109º 28'; (4s ).

• 83 Carbono insaturado (sp2), trigonal planar, 120º (3s e
1p).

• 84 Carbono insaturado (sp), linear, 180º (2s e 2p).
• 85 Cadeias abertas, acíclicas, alifáticas.







110 itens verdadeiras para UFSC

• 86 Metano (CH4) é conhecido como GNV, gás natural.
Renovável.

• 87 Butano (C4H10) é conhecido com GLP, gás de
cozinha. Não Renovável.
• 88 CH3CH2OH – etanol, álcool etílico, álcool comum ou
metil carbinol.
O

• 89

HCHO – metanal, aldeído fórmico em água
formol.

C
H

H

• 90 CH3COOH – ác. etanóico, ác. acético em água 5% =
vinagre.

• 91 C=O denomina-se carbonila.








110 itens verdadeiras para UFSC

• 91 -OH denomina-se hidroxila.
• 92 Bergmann divide a química em inorgânica e
orgânica.
• 93 (1828) Wohler aquece cianato de amônio e produz
uréia.
• 94 Organogênicos (C, H, O e N) geradores de
compostos orgânicos.

• 95 Isomeria espacial TRANS é mais estável que CIS.

• 96 Reações de adição: reagente(s) → produto.
• 97 Álcool 1º oxida p/ aldeído este oxida p/ ácido
carboxílico.








110 itens verdadeiras para UFSC

• 100 Álcool 2º oxida p/ cetona.
• 101 O contrário da oxidação é a redução.
• 102 ácido carboxílico + álcool → éster + H2O
• 103 O nome IUPAC da uréia é metanodiamida.
O=C(NH2)2
• 104 O raio atômico do metal é maior que o raio do
respectivo cátion.

• 105 O ferro pode apresentar dois íons Fe2+ e Fe3+.
• 107 N2(g) + 3H2(g)



2NH3(g) DH = -92 kJ




110 itens verdadeiras para UFSC

• 108 CO2(g) + H2O(ℓ)



H2CO3(aq)

• 109 Alcalino, básico, adstringente pH>7
• 110 O sulfeto de zinco é um sal, fica fosforescente na
presença de radiação.
Boas Festas

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Lista 25 cálculo estequiométrico
Lista 25   cálculo estequiométricoLista 25   cálculo estequiométrico
Lista 25 cálculo estequiométrico
Colegio CMC
 
Aulão Química PSS
Aulão Química PSSAulão Química PSS
Aulão Química PSS
Wagnner Melo
 
Lista 50 estequiometria
Lista 50   estequiometriaLista 50   estequiometria
Lista 50 estequiometria
Colegio CMC
 
Lista de exercícios mol eepmac
Lista de exercícios mol eepmacLista de exercícios mol eepmac
Lista de exercícios mol eepmac
InsertESSA
 
Exercícios Enem Química - Treinamento aulas 7, 8 e 9
Exercícios Enem Química - Treinamento aulas 7, 8 e 9Exercícios Enem Química - Treinamento aulas 7, 8 e 9
Exercícios Enem Química - Treinamento aulas 7, 8 e 9
Maiquel Vieira
 
solubilidade e precipitação
solubilidade e precipitaçãosolubilidade e precipitação
solubilidade e precipitação
Fersay
 

Mais procurados (20)

Solubildade e Kps
Solubildade e KpsSolubildade e Kps
Solubildade e Kps
 
Cálculos químicos i soluções
Cálculos químicos i   soluçõesCálculos químicos i   soluções
Cálculos químicos i soluções
 
Lista 25 cálculo estequiométrico
Lista 25   cálculo estequiométricoLista 25   cálculo estequiométrico
Lista 25 cálculo estequiométrico
 
Aulão Química PSS
Aulão Química PSSAulão Química PSS
Aulão Química PSS
 
Cálculo estequiométricos
Cálculo estequiométricosCálculo estequiométricos
Cálculo estequiométricos
 
Exercicios pilha
Exercicios pilhaExercicios pilha
Exercicios pilha
 
Equilibrio de precipitação
Equilibrio de precipitaçãoEquilibrio de precipitação
Equilibrio de precipitação
 
Estequiometria
EstequiometriaEstequiometria
Estequiometria
 
Lista 50 estequiometria
Lista 50   estequiometriaLista 50   estequiometria
Lista 50 estequiometria
 
04.equilíbrio e titulação de precipitação(prova)
04.equilíbrio e titulação de precipitação(prova)04.equilíbrio e titulação de precipitação(prova)
04.equilíbrio e titulação de precipitação(prova)
 
Precipitação.ppt
 Precipitação.ppt  Precipitação.ppt
Precipitação.ppt
 
Lista de exercícios mol eepmac
Lista de exercícios mol eepmacLista de exercícios mol eepmac
Lista de exercícios mol eepmac
 
Exercícios Enem Química - Treinamento aulas 7, 8 e 9
Exercícios Enem Química - Treinamento aulas 7, 8 e 9Exercícios Enem Química - Treinamento aulas 7, 8 e 9
Exercícios Enem Química - Treinamento aulas 7, 8 e 9
 
56553431 1ª-aula-extra-quimica-2011-professor
56553431 1ª-aula-extra-quimica-2011-professor56553431 1ª-aula-extra-quimica-2011-professor
56553431 1ª-aula-extra-quimica-2011-professor
 
Aula pilhas
Aula pilhasAula pilhas
Aula pilhas
 
ResíduossólidosAULA01
ResíduossólidosAULA01ResíduossólidosAULA01
ResíduossólidosAULA01
 
Aula 7 teorica
Aula 7 teoricaAula 7 teorica
Aula 7 teorica
 
Apostila de cursinho estequiometria e gases (2)
Apostila de cursinho estequiometria e gases (2)Apostila de cursinho estequiometria e gases (2)
Apostila de cursinho estequiometria e gases (2)
 
ELETROQUIMICA REVISÃO ENEM
ELETROQUIMICA REVISÃO ENEMELETROQUIMICA REVISÃO ENEM
ELETROQUIMICA REVISÃO ENEM
 
solubilidade e precipitação
solubilidade e precipitaçãosolubilidade e precipitação
solubilidade e precipitação
 

Destaque (9)

Aulao udesc
Aulao udescAulao udesc
Aulao udesc
 
Raio x enem
Raio x enemRaio x enem
Raio x enem
 
Quimica orgânica 1 2013
Quimica orgânica 1 2013Quimica orgânica 1 2013
Quimica orgânica 1 2013
 
Eletrólise
EletróliseEletrólise
Eletrólise
 
Radioatividade
RadioatividadeRadioatividade
Radioatividade
 
Polímeros
PolímerosPolímeros
Polímeros
 
Leis ponderais 2
Leis ponderais 2Leis ponderais 2
Leis ponderais 2
 
Aulão 2013 2 autonomia
Aulão 2013 2 autonomiaAulão 2013 2 autonomia
Aulão 2013 2 autonomia
 
Tabela periodica
Tabela periodicaTabela periodica
Tabela periodica
 

Semelhante a Aulão UFSC 2014

Química orgânica parte I
Química orgânica parte IQuímica orgânica parte I
Química orgânica parte I
Karol Maia
 
Química exercicios extras
Química   exercicios extrasQuímica   exercicios extras
Química exercicios extras
Isabella Silva
 
Eletroquimica aplicada à Simulação do mundo físico-químico
Eletroquimica aplicada à Simulação do mundo físico-químicoEletroquimica aplicada à Simulação do mundo físico-químico
Eletroquimica aplicada à Simulação do mundo físico-químico
ssuserb83eaa
 
QUÍMICA - CADERNO DE PROVAS
QUÍMICA - CADERNO DE PROVASQUÍMICA - CADERNO DE PROVAS
QUÍMICA - CADERNO DE PROVAS
Portal NE10
 

Semelhante a Aulão UFSC 2014 (20)

eletroquimica.pdf
eletroquimica.pdfeletroquimica.pdf
eletroquimica.pdf
 
Estequiometria2
Estequiometria2Estequiometria2
Estequiometria2
 
Pré-prova dos mais bagual Química POP
Pré-prova dos mais bagual Química POPPré-prova dos mais bagual Química POP
Pré-prova dos mais bagual Química POP
 
RevisãO Para Ufmt 2008
RevisãO Para Ufmt 2008RevisãO Para Ufmt 2008
RevisãO Para Ufmt 2008
 
RevisãO Para Ufmt 2008
RevisãO Para Ufmt 2008RevisãO Para Ufmt 2008
RevisãO Para Ufmt 2008
 
Química orgânica parte I
Química orgânica parte IQuímica orgânica parte I
Química orgânica parte I
 
Propriedade química e reações químicas
Propriedade química e reações químicasPropriedade química e reações químicas
Propriedade química e reações químicas
 
Química exercicios extras
Química   exercicios extrasQuímica   exercicios extras
Química exercicios extras
 
Eletroquimica aplicada à Simulação do mundo físico-químico
Eletroquimica aplicada à Simulação do mundo físico-químicoEletroquimica aplicada à Simulação do mundo físico-químico
Eletroquimica aplicada à Simulação do mundo físico-químico
 
Apostila funcao inorganica
Apostila funcao inorganicaApostila funcao inorganica
Apostila funcao inorganica
 
Eletroquimica
EletroquimicaEletroquimica
Eletroquimica
 
Teoria Acido-base inorganica
Teoria Acido-base inorganicaTeoria Acido-base inorganica
Teoria Acido-base inorganica
 
INTRODUÇÃO À QUÍMICA ORGÂNICA.pptx
INTRODUÇÃO À QUÍMICA ORGÂNICA.pptxINTRODUÇÃO À QUÍMICA ORGÂNICA.pptx
INTRODUÇÃO À QUÍMICA ORGÂNICA.pptx
 
Introdução qo
Introdução qoIntrodução qo
Introdução qo
 
QUÍMICA - CADERNO DE PROVAS
QUÍMICA - CADERNO DE PROVASQUÍMICA - CADERNO DE PROVAS
QUÍMICA - CADERNO DE PROVAS
 
Quimica ufpe 2013
Quimica ufpe 2013Quimica ufpe 2013
Quimica ufpe 2013
 
Quiv354a54
Quiv354a54Quiv354a54
Quiv354a54
 
Eletroquimica
EletroquimicaEletroquimica
Eletroquimica
 
INTR. QUIM. ORG.
INTR. QUIM. ORG.INTR. QUIM. ORG.
INTR. QUIM. ORG.
 
Aula _ Água_bioquimica.ppt
Aula _ Água_bioquimica.pptAula _ Água_bioquimica.ppt
Aula _ Água_bioquimica.ppt
 

Último

472037515-Coelho-Nelly-Novaes-Literatura-Infantil-teoria-analise-e-didatica-p...
472037515-Coelho-Nelly-Novaes-Literatura-Infantil-teoria-analise-e-didatica-p...472037515-Coelho-Nelly-Novaes-Literatura-Infantil-teoria-analise-e-didatica-p...
472037515-Coelho-Nelly-Novaes-Literatura-Infantil-teoria-analise-e-didatica-p...
GisellySobral
 
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
azulassessoria9
 

Último (20)

Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptxSequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
 
472037515-Coelho-Nelly-Novaes-Literatura-Infantil-teoria-analise-e-didatica-p...
472037515-Coelho-Nelly-Novaes-Literatura-Infantil-teoria-analise-e-didatica-p...472037515-Coelho-Nelly-Novaes-Literatura-Infantil-teoria-analise-e-didatica-p...
472037515-Coelho-Nelly-Novaes-Literatura-Infantil-teoria-analise-e-didatica-p...
 
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
 
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantilPower Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
 
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco LeiteReligiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
 
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PEEdital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
 
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdfSQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
 
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentesMaio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
 
Testes de avaliação português 6º ano .pdf
Testes de avaliação português 6º ano .pdfTestes de avaliação português 6º ano .pdf
Testes de avaliação português 6º ano .pdf
 
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVASAPRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
 
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptxSlides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
 
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdfUFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
 
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
 
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptx
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptxQuímica-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptx
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptx
 
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
 
Dados espaciais em R - 2023 - UFABC - Geoprocessamento
Dados espaciais em R - 2023 - UFABC - GeoprocessamentoDados espaciais em R - 2023 - UFABC - Geoprocessamento
Dados espaciais em R - 2023 - UFABC - Geoprocessamento
 
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdfUFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
 
Apostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdf
Apostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdfApostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdf
Apostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdf
 
Acróstico - Maio Laranja
Acróstico  - Maio Laranja Acróstico  - Maio Laranja
Acróstico - Maio Laranja
 
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptxSlides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
 

Aulão UFSC 2014

  • 1. Aulão para UFSC 2014 A ultima mãozinha 110 ? itens verdadeiras para UFSC Professor
  • 2.
  • 3. 110 itens verdadeiras para UFSC       • 01 Os semi metais são B, Si, Ge, As, Sb, Te e Po. • 02 O potássio (K) apresenta 19 prótons, 19 elétrons e 20 nêutrons. • 03 O sódio (Na) é um metal alcalino do 3º período. • 04 O flúor (F) é ametal e o mais eletronegativo dos elementos químicos. • 05 Mercúrio (Hg) e Bromo (Br) são líquidos nas CNTP. • 06 Be, Mg, Ca, Sr, Ba e Ra são metais alcalinos terrosos.
  • 4.        110 itens verdadeiras para UFSC • 07 O, S, Se, Te e Po são calcogênios. • 08 F, Cl, Br, I e At são halogênios. • 09 Manganês (Mn) e magnésio (Mg). • 10 Os gases nobres apresentam alto potencial de ionização. • 11 K,L,M,N,O,P,Q são os níveis de energia descobertos por Rutherford. • 12 O átomo para Dalton é uma esfera maciça indivisível e indestrutível. • 13 O átomo para Thomson é como um pudim de ameixas.
  • 5.        110 itens verdadeiras para UFSC • 14 Linus Pauling determinou os subníveis de energia ( s, p, d, f ). • 15 O subnível ‘’s’’ tem forma esférica e subnível ‘’p’’ tem forma de halteres. • 16 Os períodos (linhas) equivalem aos níveis de energia. • 17 Nos elementos Representativos (A) família indica os elétrons da camada de valência (CV). • 18 Os elementos de Transição (B), geralmente têm 2 elétrons na camada de valência CV. • 19 O frâncio (Fr) é o elemento mais eletropositivo. • 20 O raio atômico cresce da direita para esquerda, de cima para baixo.
  • 6.        110 itens verdadeiras para UFSC • 21 Chumbo (Pb) foi utilizado na experiência de Rutherford. • 22 O polônio (Po) emite partículas a++. • 23 No núcleo do átomo temos prótons (p+) e nêutrons (n). • 24 Na eletrosfera ou periferia do átomo temos os elétrons (e-). • 25 A massa atômica (A) é determinada por A = p + n. • 26 Isótopos apresentam igual número de prótons. • 27 IsóbAros apresentam igual número de massa.
  • 7.         110 itens verdadeiras para UFSC • 28 Isótonos apresentam igual número de nêutrons. • 29 S8 - O3 - P4 - I2 são substâncias simples puras. • 30 NaCl - H2O - H2SO4 – são substâncias compostas puras. • 31 H2O + C2H6O (etanol) é uma mistura azeotrópica. • 32 Ligas metálicas são exemplos de misturas euteticas. • 33 H2O e gelo não é uma mistura e sim um sistema de duas fases. • 34 Iodo, naftalina e cânfora sofrem sublimação. • 35 Cgrafite, Cdiamante e Ccarvão são alotrópicos.
  • 8.      110 itens verdadeiras para UFSC • 36 Ligação iônica ocorre entre metal e ametal. • 37 Compostos iônicos são geralmente sólidos, solúveis em água. • 38 Compostos covalentes compartilham elétrons entre ametais. • 39 O cloreto de sódio (NaCl) é iônico. • 40 H2O é angular faz ligações covalentes polar e a molécula é polar.
  • 9.  110 itens verdadeiras para UFSC • 41 CO2 é linear faz ligações covalentes polar e a molécula é apolar.  • 42 NH3 é piramidal faz ligações covalentes polar e a molécula é polar.
  • 10.         110 itens verdadeiras para UFSC • 43 Hidrocarbonetos (só C e H) são moléculas apolares. • 44 Hidrocarbonetos queimam produzindo CO2 e H2O. • 45 HCl é o ácido clorídrico, ácido muriático, suco gástrico. • 46 HCl é um hidrácido e forte. • 47 H2SO4 é o ácido sulfúrico. • 48 Al2(SO4)3 é o sulfato de alumínio 342 g/mol. • 49 H2O2 é a água oxigenada. • 50 Decomposição 2H2O2 → 2H2O + O2
  • 11.        110 itens verdadeiras para UFSC • 51 Oxidação ocorre com perda de elétrons. Ânodo. • 52 Redução ocorre com ganho de elétrons. Cátodo. • 53 Ânodo é o lado negativo da pilha. Gasta. • 54 Catodo é o lado positivo da pilha. Aumenta. • 55 Os elétrons numa pilha migram do ânodo para o cátodo. • 56 Ácido segundo Arrhenius produz H3O+(hidrônio ou hidroxônio). • 57 Base segundo Arrhenius produz OH-(hidroxila ou oxidrila).
  • 12.       110 itens verdadeiras para UFSC • 58 Para Bronsted-Lowry ácido doa prótons e base recebe prótons. • 59 Ácido + base → sal + água exemplo (HCl + NaOH → NaCl + H2O) • 60 Hidróxido de sódio (NaOH) é conhecido como Soda Cáustica. • 61 CaCO3 é o carbonato de cálcio ou calcário. sal neutro de caráter ácido. Torna o solo básico. • 62 NaHCO3 é o bicarbonato de sódio, usado como antiácido, fermento químico. • 63 Análise ou decomposição: 1 Reagente Produtos (CaCO3  CaO + CO2)
  • 13.   110 itens verdadeiras para UFSC • 64 Síntese ou Adição Reagentes  1Produto (CaO + CO2  CaCO3) • 62 Ks é o coeficiente de solubilidade e dependente da temperatura.  • 63 Molaridade (molar, M, mol/L ou mol/L)
  • 14.        110 itens verdadeiras para UFSC • 64 Diluição: M1V1=M2V2 ou M1V1 +M2V2 + M3V3 = MfVf • 65 Soluto não volátil em água, baixa a pressão de vapor tonometria. • 66 Soluto não volátil em água aumenta o ponto de ebulição ebuliometria. • 67 Soluto não volátil em água diminui o ponto de fusão criometria. • 68 Osmose solvente passa do meio hipotônico para meio hipertônico pela membrana semi-permevel. • 69 H= entalpia; energia do sistema. • 70 S= entropia; desordem do sistema.
  • 15.  110 itens verdadeiras para UFSC • 71 exotérmico ressublimação solidificação fusão condensação vaporização sublimação endotérmico
  • 16.        110 itens verdadeiras para UFSC • 72 Reação exotérmica ocorre com liberação de energia • 73 CH4(g) + 2O2(g) → CO2(g) + 2H2(g) + 212.7 kcal/mol • 74 CH4(g) + 2O2(g) → CO2(g) + 2H2(g) DH= - 212.7 kcal/mol • 75 Reação endotérmica ocorre com absorção de energia. • 76 Catalisador aumenta a velocidade da reação diminuindo Ea. • 77 No equilíbrio químico V1=V2 • 78 A concentração dos reagentes e dos produtos é constante no equilíbrio.
  • 17.        110 itens verdadeiras para UFSC • 79 ↑T desloca o equilíbrio p/ lado (DH = +) endotérmico. • 80 ↑p desloca o equilíbrio p/ lado de menor volume • 81 N2(g) + 3H2(g) ↔ 2NH3(g) Kc= __[NH3]2 [N2][H2]3 • 82 Carbono saturado (sp3), tetraédrico, 109º 28'; (4s ). • 83 Carbono insaturado (sp2), trigonal planar, 120º (3s e 1p). • 84 Carbono insaturado (sp), linear, 180º (2s e 2p). • 85 Cadeias abertas, acíclicas, alifáticas.
  • 18.       110 itens verdadeiras para UFSC • 86 Metano (CH4) é conhecido como GNV, gás natural. Renovável. • 87 Butano (C4H10) é conhecido com GLP, gás de cozinha. Não Renovável. • 88 CH3CH2OH – etanol, álcool etílico, álcool comum ou metil carbinol. O • 89 HCHO – metanal, aldeído fórmico em água formol. C H H • 90 CH3COOH – ác. etanóico, ác. acético em água 5% = vinagre. • 91 C=O denomina-se carbonila.
  • 19.        110 itens verdadeiras para UFSC • 91 -OH denomina-se hidroxila. • 92 Bergmann divide a química em inorgânica e orgânica. • 93 (1828) Wohler aquece cianato de amônio e produz uréia. • 94 Organogênicos (C, H, O e N) geradores de compostos orgânicos. • 95 Isomeria espacial TRANS é mais estável que CIS. • 96 Reações de adição: reagente(s) → produto. • 97 Álcool 1º oxida p/ aldeído este oxida p/ ácido carboxílico.
  • 20.        110 itens verdadeiras para UFSC • 100 Álcool 2º oxida p/ cetona. • 101 O contrário da oxidação é a redução. • 102 ácido carboxílico + álcool → éster + H2O • 103 O nome IUPAC da uréia é metanodiamida. O=C(NH2)2 • 104 O raio atômico do metal é maior que o raio do respectivo cátion. • 105 O ferro pode apresentar dois íons Fe2+ e Fe3+. • 107 N2(g) + 3H2(g)  2NH3(g) DH = -92 kJ
  • 21.    110 itens verdadeiras para UFSC • 108 CO2(g) + H2O(ℓ)  H2CO3(aq) • 109 Alcalino, básico, adstringente pH>7 • 110 O sulfeto de zinco é um sal, fica fosforescente na presença de radiação.