Familia
As faculdades humana não estão desenvolvidas no mesmo grau, em
decorrência disso, há a necessidade de viverem uns ...
Livro dos Espiritos
Lei da Sociedade – Laços de Familia
774- Há pessoas que deduzem, do abandono das crias pelos
animais q...
Qual seria para a sociedade o resultado do relaxamento dos laços de
família?
775- Uma recrudescência do egoísmo embruteci...
“Os laços de família resumem os laços sociais”
Herbert Spencer – instituição que dá forma a vida social
Marx e Engels – pr...
Homem Mulher
Família
Crescimento
Moral/Intel.
do individuo
Liames
sociais
Leis Sociais
Lei Natural
Laços de família
resume...
A família está em decadência ?
O que está sendo mudado é o conceito de família, abolindo os velhos padrões impostos,
para dar lugar a uma convivência fam...
“O grupo familiar é santuário de renovação
coletiva, onde todos os membros se
encontram para crescer juntos, reconciliar-s...
O Bem Social : Muda de conceito conforme os valores éticos
estabelecidos geográfica ou genericamente.
O Bem Transcendental...
Organização Mundial
de Saúde - OMS
Segundo a OMS
(1994), o conceito de
família não pode ser
limitado a laços de
sangue, ca...
A família caracteriza-se por ser um ser uno e particular e um sistema em mudança, o qual
se vai modificando porque se vai ...
Familia c/filhos
pequenos
1
Formação do
casal
2
Família c/
filhos
pequenos
3
Família c/
filhos
adolescentes
4
Família c/
f...
Ciclo da familia - 2ª fase – “manutenção”
Família
meia idade
Ninho
vazio
Família na
velhice
C
Comunidade
sociedade
humanid...
1. Tarefas : aquisição de competências,
trabalho
1. Conflito : expectativas não realizadas,
desorganização ,sem rumo,acumu...
FORMAÇÃO DO CASAL:
Tarefas:
1. Diferenças estabelecer limites
2. Elaborar e negociar pautas ( s/rumo)
3. Estabelecer forma...
Casal filhos pequenos:
Tarefas:
1. Balancear as responsabilidades conjugais
2. Negociar novos contatos (ajuda)
3. Estabele...
Casal com filhos
adolescentes
Tarefas:
1. Permitir e estimular autonomia
2. Balancear direitos e deveres
3. Definir a form...
Familia na Meia idade
Tarefa:
1. Mulher assumir a própria identidade
2. Homem concientizar-se da diminuição potencial fisi...
Ninho Vazio- Enfim sós
1. Grupo familiar reduzido
2. Enfim sós mas sem projetos de vida pela frente
3. Estágio de aparecim...
1. A fase de solidão /
abandono/ depressão
2. Sentimento inutilidade
3. Sobrevivência através
daqueles que
continuam
Famíl...
Cora Coralina
Sei que tenho muitos anos. Sei que venho do
século passado, e que trago comigo todas
as idades, mas não sei ...
EQUILIBRIO FINANCEIRO
PRINCIPIO BÁSICO
1. A receita não é o mais importante para o
equilíbrio
2. O equilíbrio acontece a p...
Visão do Espiritismo e a Familia
1. Impacto profundo no conhecimento/relacionamentos.
2. Desierarquização das funções e re...
Patriaespíritablospot.com.br
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

A familia curso entrevistadores

703 visualizações

Publicada em

A visão espirita da família em sua dinâmica e desenvolvimento

Publicada em: Espiritual
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
703
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
12
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • Reter ou competir
  • A familia curso entrevistadores

    1. 1. Familia As faculdades humana não estão desenvolvidas no mesmo grau, em decorrência disso, há a necessidade de viverem uns pelos outros e para os outros, tendo como ponto convergente o bem comum.” Deolindo Amorim – A Doutrina Espírita
    2. 2. Livro dos Espiritos Lei da Sociedade – Laços de Familia 774- Há pessoas que deduzem, do abandono das crias pelos animais que os laços de familia entre homens não são mais que o resultado de costumes sociais,e não uma lei natural.Que devemos pensar disso? O homem tem outro destino que não o dos animais: por que,pois querer sempre identificá-los ? Para ele há outra coisa alem das necessidade físicas: há a necessidade do progresso. Os liames sociais são necessário ao progresso, e os laços de família resumem os liames sociais : eis porque eles constituem uma lei natural.Deus quis que os homens assim aprendessem a amar-se como irmãos.
    3. 3. Qual seria para a sociedade o resultado do relaxamento dos laços de família? 775- Uma recrudescência do egoísmo embrutecimento/estiolação
    4. 4. “Os laços de família resumem os laços sociais” Herbert Spencer – instituição que dá forma a vida social Marx e Engels – primeira forma de integração humana Augusto Comte - célula básica da sociedade,embrião e modelo, de maneira que a sociedade perfeita é a que funciona com a família. Atualmente a Sociologia da família e a Psicologia Social assim como a Psicologia do individuo reconhecem a importância básica da família. A Psicologia Educacional e a Filosofia da Educação acentuam a importância do lar na organização social e na preparação da vida social. LE “Família agente transformador para uma sociedade mais fraterna e justa.” A.Luiz Filósofos e pensadores - SEC XIX
    5. 5. Homem Mulher Família Crescimento Moral/Intel. do individuo Liames sociais Leis Sociais Lei Natural Laços de família resumem os laços sociais sociedade Vértice do lar. André Luiz
    6. 6. A família está em decadência ?
    7. 7. O que está sendo mudado é o conceito de família, abolindo os velhos padrões impostos, para dar lugar a uma convivência familiar onde o amor e a compreensão estão tornando as estruturas mais sólidas e verdadeiras, capazes de enfrentar as crises sociais do mundo atual.
    8. 8. “O grupo familiar é santuário de renovação coletiva, onde todos os membros se encontram para crescer juntos, reconciliar-se, aprender a servir e ampliar a capacidade de amar. (...) Reunidos novamente, devem-se ajudar no processo de libertação em que se encontram comprometidos.” ( ind./colet.) Manuel Philomeno de Miranda- Transtornos Obsessivos
    9. 9. O Bem Social : Muda de conceito conforme os valores éticos estabelecidos geográfica ou genericamente. O Bem Transcendental : É aquele que, não obstante, muitas vezes, anestesiem-no, permanece e se impõe oportunamente, convidando o infrator à recomposição do equilíbrio, ao refazimento da ação.” O ser tem a tendência inevitável de buscar o amor... Joana d’Angelis
    10. 10. Organização Mundial de Saúde - OMS Segundo a OMS (1994), o conceito de família não pode ser limitado a laços de sangue, casamento, parceria sexual, ou adoção. Qualquer grupo cujas ligações sejam baseadas na confiança, suporte mútuo e um destino comum, deve ser encarado como família.  
    11. 11. A família caracteriza-se por ser um ser uno e particular e um sistema em mudança, o qual se vai modificando porque se vai adaptando à realidade e ao tempo. A família é um todo, uma globalidade, é um sistema que integra subsistemas (individual, parental, conjugal e fraternal), mas também está inserida em sistemas mais vastos (comunidade, sociedade). FAMILIA individual parental conjugal Fraternal Sistema /mudança Realidade/tempo sociedade humanidade Função interna:proteção/desenvolvimento Função externa: individualização/autonomização comunidade
    12. 12. Familia c/filhos pequenos 1 Formação do casal 2 Família c/ filhos pequenos 3 Família c/ filhos adolescentes 4 Família c/ filhos adultos Ciclo da Família - desenvolve-se através de fases e etapas 1ª fase – aquisição – processo de construção
    13. 13. Ciclo da familia - 2ª fase – “manutenção” Família meia idade Ninho vazio Família na velhice C Comunidade sociedade humanidade
    14. 14. 1. Tarefas : aquisição de competências, trabalho 1. Conflito : expectativas não realizadas, desorganização ,sem rumo,acumulo 2. Disfunção : crise no relacionamento, funções prejudicadas Família
    15. 15. FORMAÇÃO DO CASAL: Tarefas: 1. Diferenças estabelecer limites 2. Elaborar e negociar pautas ( s/rumo) 3. Estabelecer formas de relação ao seu redor (Trabalho,vizinhança,sociedade) Conflitos : 1. Ajustes da nova unidade ( acordos negociações) 2. Lealdade e responsabilidade c/ a família antiga 3. Atraso nas pautas e regras ( quem faz o quê) Padrão Disfuncional 1. Aliança rígida ( o conjuge é o proximo mais proximo) 2. Ruptura drástica ( voce não vai lá, aderir a toda familia) 3. Imposição regras ( outro isolado,s/papel) 4. Luta pelo poder
    16. 16. Casal filhos pequenos: Tarefas: 1. Balancear as responsabilidades conjugais 2. Negociar novos contatos (ajuda) 3. Estabelecer limites Conflitos: 1. Triangulação amorosa 2. Responsabilidade casal e familiares 3. Demandas do lar e trabalho (é a vez de quem) Disfunção 1. Estancamento no relacionamento ( amantes X pais ) 2. Polarização na disciplina (quando seu pai chegar voce vai ver) 3. Formação de alianças ( voce só fica na casa desta avó)
    17. 17. Casal com filhos adolescentes Tarefas: 1. Permitir e estimular autonomia 2. Balancear direitos e deveres 3. Definir a forma de relação geração/ cultura Conflitos 1. Resistência as regras rebeldia 2. Crises da idade media dos pais 3. O temor do desconhecido Disfunção 1. Viver do passado 2. Ovelha negra
    18. 18. Familia na Meia idade Tarefa: 1. Mulher assumir a própria identidade 2. Homem concientizar-se da diminuição potencial fisico Conflito 1. Declinio prof. / aposentadoria 2. Crises existenciais 3. Andropausa/ menopausa Disfunção 1. Relação enfraquecida 2. Distanciamento por outras necessidades 3. Porem os dois passam pelos mesmos problemas!
    19. 19. Ninho Vazio- Enfim sós 1. Grupo familiar reduzido 2. Enfim sós mas sem projetos de vida pela frente 3. Estágio de aparecimento doenças 4. Avós em busca continuidade 5. Casal – temor da solidão,bem como companhia mutua
    20. 20. 1. A fase de solidão / abandono/ depressão 2. Sentimento inutilidade 3. Sobrevivência através daqueles que continuam Família na velhice “Que a velhice não nos surpreenda com mais rugas na alma do que no corpo”
    21. 21. Cora Coralina Sei que tenho muitos anos. Sei que venho do século passado, e que trago comigo todas as idades, mas não sei se sou velha, não. Você acha que eu sou? Posso dizer que eu sou a terra e nada mais quero ser. Filha dessa abençoada terra de Goiás. Convoco os velhos como eu, ou mais velhos que eu, para exercerem seus direitos. Sei que alguém vai ter que me enterrar, mas eu não vou fazer isso comigo.Tenho consciência de ser autêntica e procuro superar todos os dias minha própria personalidade, despedaçando dentro de mim tudo que é velho e morto, pois lutar é a palavra vibrante que levanta os fracos e determina os fortes. O importante é semear, produzir milhões de sorrisos de solidariedade e amizade.Procuro semear otimismo e plantar sementes de paz e justiça. Digo o que penso, com esperança.Penso no que faço, com fé. Faço o que devo fazer, com amor. Eu me esforço para ser cada dia melhor, pois bondade também se aprende. Mesmo quando tudo parece desabar, cabe a mim decidir entre rir ou chorar, ir ou ficar, desistir ou lutar; porque descobri, no caminho incerto da vida, que o mais importante é o decidir.
    22. 22. EQUILIBRIO FINANCEIRO PRINCIPIO BÁSICO 1. A receita não é o mais importante para o equilíbrio 2. O equilíbrio acontece a partir do que eu gasto 3. Padrão abaixo do que realmente posso 4. Poupe mesmo que seja pequena parte 5. Não seja dono de tudo,desfrute o que tem 6. Quanto mais tem mais eu preciso ter 7. Diferença entre querer e precisar 8. O “ser” é mais importante que o ter
    23. 23. Visão do Espiritismo e a Familia 1. Impacto profundo no conhecimento/relacionamentos. 2. Desierarquização das funções e requalificação de responsabilidades. 3. Trajetórias evolutivas individuais, cada qual com sua bagagem, herança do passado, e com missões a serem desempenhadas no presente, com vistas ao futuro. 4. Reunidos neste pequeno grupo social consangüíneo com muitos objetivos em comum, unidos por laços de simpatia ou não. O modelo de autoridade e a importância da função se diluem no respeito a cada individualidade e compromissos assumidos por cada um. 5. Pais responsabilidade e a função de educar, orientar, conduzir os Espíritos que vieram como filhos para o caminho do bem, procurando dirimir as tendências negativas, reforçando seus aspectos positivos. 6. Convivência familiar se torna uma oportunidade valiosa de reajustes, a aversão que pode surgir entre pais e filhos ou entre irmãos, e deve servir como um estímulo a mais para que, com dedicação e renúncia, possam promover a reconciliação pelo amor e pelo perdão. 7. Cabe principalmente ao adulto, consciente dos postulados espíritas, assumir o papel de educador e orientador dos demais membros da família. 8. Filho é mais evoluído do que os pais, mas, mesmo assim, as funções não se invertem: ainda que não exista a hierarquia nos moldes antigos, o processo pedagógico-educacional é sempre tarefa dos pais.
    24. 24. Patriaespíritablospot.com.br

    ×