Aula 5 Mocidade Espírita Chico Xavier - Família

3.312 visualizações

Publicada em

Publicada em: Tecnologia, Diversão e humor

Aula 5 Mocidade Espírita Chico Xavier - Família

  1. 1. Mocidade Espírita ChicoXavier10-05-20135º Aula - FamíliaPresidente:Maria Lima de PaivaFacilitadoras:Scheila Fássio Lima de PaivaTânia Mara Lima Dias
  2. 2. FamíliaNinguém se reúne por acaso no mesmo lar; nossasrelações de parentesco obedecem a desígnios superiores.Reencarnamos numa família ou para consolidarantigos laços de amizade ou para nos reajustarmoscom criaturas com quem contraímos débitosno passado.
  3. 3. Tipos de Família1 - As famílias espirituais são duráveis e se perpetuam no mundo dos Espíritos,através das várias migrações da alma.2 – As famílias materiais são frágeis como a matéria, se extinguem com o tempo emuitas vezes se dissolvem moralmente, já na existência atual.
  4. 4. O espírita sabe que toda família tem origem no planoespiritual e que a união de seus membros na Terratem a finalidade de fazer com que todos eles progridam.Por isso, devemos procurar cultivar atenção e carinho paracom todos, esforçando-nos por vencer as dificuldades derelacionamento que surjam durante o período deconvivência.
  5. 5. “Assim, devemos viver no grupo familiar, respeitandoas individualidades, os direitos de cada pessoa eobservando, acima de tudo, a responsabilidade quenos cabe na alegria e felicidade desse grupo.”
  6. 6. Vivemos tempos de transição que se caracterizampelo desprezo aos valores da afeição e compromisso.Porém, como conhecedor da reencarnação e daevolução, o espírita deve guardar consigo todos essespreciosos bens: o amor, o respeito e a solidariedade,que, recomendados para o próximo em geral,são muito mais significativos quando aplicados aoambiente familiar. O jovem, mesmo que veja surgirem si os sinais da maturidade, continua devendoàqueles que lhe deram a vida as obrigações e atençõesque o sentimento filial contém.
  7. 7. “Fazer ao próximo aquilo que gostaria que lhe fizessemdeve ser o lema de quem procura ter condutaespírita, lembrando ainda que o esforço empregadona conquista dos valores, que promoverão sua evoluçãoespiritual, contribuirá na certa para o progressoda sociedade em que vive.”
  8. 8. A obediência aos pais, longe de constituir um sinalde fraqueza e dependência, significa o reconhecimentodo quanto ainda temos que aprender paraconduzirmos, nós mesmos, nossas próprias vidas.Constitui também uma prova de valorização da experiênciadaqueles que se responsabilizam por nós,que nos preparam para nossas próprias lutas.
  9. 9. Disciplina é a observância de normas e preceitosnecessários à harmonia íntima e social; garante omelhor aproveitamento do tempo e dos recursos disponíveis,acelerando o progresso individual e garantindo,dessa forma, o bem-estar junto às pessoascom as quais convive. A disciplina evita a rebeldia.
  10. 10. ReflexãoA minha família, Senhor, é um pequeno jardim plantadoentre as tribulações do mundo e onde colho,diariamente, as flores da alegria e as bênçãos dorefazimento. (Uma Estrofe da Oração da Família)FIMFonte: Conduta Espírita e Vivência Evangélica.FEB

×