Estudo Em Lc 5.27 39

7.049 visualizações

Publicada em

Publicada em: Espiritual, Tecnologia
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
7.049
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
17
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Estudo Em Lc 5.27 39

  1. 1. Lucas 5.27-39<br />A Vocação de Levi e A Cerca do Jejum<br />
  2. 2. Lucas 5.27-32<br /> 27 E, depois disto, saiu, e viu um publicano, chamado Levi, assentado na recebedoria, e disse-lhe: Segue-me. 28 E ele, deixando tudo, levantou-se e o seguiu. 29 E fez-lhe Levi um grande banquete em sua casa; e havia ali uma multidão de publicanos e outros que estavam com eles à mesa. 30 E os escribas deles, e os fariseus, murmuravam contra os seus discípulos, dizendo: Por que comeis e bebeis com publicanos e pecadores? 31 E Jesus, respondendo, disse-lhes: Não necessitam de médico os que estão sãos, mas, sim, os que estão enfermos; 32 Eu não vim chamar os justos, mas, sim, os pecadores, ao arrependimento.<br />
  3. 3. Lucas 5.33-39<br /> 33 Disseram-lhe, então, eles: Por que jejuam os discípulos de João muitas vezes, e fazem orações, como também os dos fariseus, mas os teus comem e bebem? 34 E ele lhes disse: Podeis vós fazer jejuar os filhos das bodas, enquanto o esposo está com eles? 35 Dias virão, porém, em que o esposo lhes será tirado, e então, naqueles dias, jejuarão. 36 E disse-lhes também uma parábola: Ninguém tira um pedaço de uma roupa nova para a coser em roupa velha, pois romperá a nova e o remendo não condiz com a velha. 37 E ninguém deita vinho novo em odres velhos; de outra sorte o vinho novo romperá os odres, e entornar-se-á o vinho, e os odres se estragarão; 38 Mas o vinho novo deve deitar-se em odres novos, e ambos juntamente se conservarão. 39 E ninguém tendo bebido o velho quer logo o novo, porque diz: Melhor é o velho.<br />
  4. 4. Palavras chave do texto<br />Publicano:&quot;Judeu que cobrava impostos para o governo romano. Era desprezado por trabalhar para um dominador estrangeiro e por ser geralmente desonesto (Lc 3.12-13; v. MATEUS e ZAQUEU).“<br />Levi:1) Terceiro filho de Jacó e Lia (Gn 29.34). 2) Nome de uma das 12 TRIBOS de Israel, a tribo sacerdotal, formada pelos descendentes de Levi (Nm 3.5-39). 3) Outro nome de MATEUS (Mc 2.14).<br />
  5. 5. Palavraschave do texto<br />Coletoria:Lugar onde eram pagos os impostos (Mt 9.9).<br />Escriba: Homem que copiava e interpretava as escrituras.<br />Fariseu: Grupo de líderes entre os judeus ao tempo do Novo Testamento, conhecidos por sua oposição a Jesus. (Mateus 5:20)<br />
  6. 6. Palavras chave do texto<br />Jesus: &quot;O nome mais importante da bíblia. O filho de Deus, o Messias, o nosso Salvador e Senhor. O nome Jesus é a forma grega do hebraico &quot;&quot;Josué&quot;&quot;, que significa &quot;&quot;ungido&quot;&quot;.(Isaías 7:14, 53:1-12).“<br />Médico: no texto é uma comparação a Jesus<br />Sãos: no texto são os justos<br />Enfermos: no texto são os pecadores<br />
  7. 7. Palavras chave do texto<br /> Arrependimento:Profunda mudança de atitude, pela qual já não convergimos para o pecado, mas sim para DEUS. Embora o arrependimento possa corresponder a mero remorso ou desgosto por pensamentos ou ações do passado, conota, em seu sentido pleno, uma mudança de direção que resulta numa retomada deliberada de novas diretrizes para o futuro (At 26,20).<br />
  8. 8. Lucas 5.33-39<br /> 33 Disseram-lhe, então, eles: Por que jejuam os discípulos de João muitas vezes, e fazem orações, como também os dos fariseus, mas os teus comem e bebem? 34 E ele lhes disse: Podeis vós fazer jejuar os filhos das bodas, enquanto o esposo está com eles? 35 Dias virão, porém, em que o esposo lhes será tirado, e então, naqueles dias, jejuarão. 36 E disse-lhes também uma parábola: Ninguém tira um pedaço de uma roupa nova para a coser em roupa velha, pois romperá a nova e o remendo não condiz com a velha. 37 E ninguém deita vinho novo em odres velhos; de outra sorte o vinho novo romperá os odres, e entornar-se-á o vinho, e os odres se estragarão; 38 Mas o vinho novo deve deitar-se em odres novos, e ambos juntamente se conservarão. 39 E ninguém tendo bebido o velho quer logo o novo, porque diz: Melhor é o velho.<br />
  9. 9. Palavraschave do texto<br />Jejum:Abstinência parcial ou total de alimentos.<br />
  10. 10. Perguntas:<br />Qual é o problema do primeiro texto <br />(Lc 5.27-32)?<br />Qual é o problema do segundo texto<br />(Lc 5.33-39)?<br />
  11. 11. Perguntas:<br />O que é de um texto que está no outro?<br />As duas perguntas está relacionada a …?<br />
  12. 12. Lucas 5.27-32<br /> 27 E, depois disto, saiu, e viu um publicano, chamado Levi, assentado na recebedoria, e disse-lhe: Segue-me. 28 E ele, deixando tudo, levantou-se e o seguiu. 29 E fez-lhe Levi um grande banquete em sua casa; e havia ali uma multidão de publicanos e outros que estavam com eles à mesa. 30 E os escribas deles, e os fariseus, murmuravam contra os seus discípulos, dizendo: Por que comeis e bebeis com publicanos e pecadores? 31 E Jesus, respondendo, disse-lhes: Não necessitam de médico os que estão sãos, mas, sim, os que estão enfermos; 32 Eu não vim chamar os justos, mas, sim, os pecadores, ao arrependimento.<br />
  13. 13. Lucas 5.27-32<br /> 27 E, depois disto, saiu, e viu um publicano, chamado Levi, assentado na recebedoria, e disse-lhe: Segue-me. 28 E ele, deixando tudo, levantou-se e o seguiu. 29 E fez-lhe Levi um grande banquete em sua casa; e havia ali uma multidão de publicanos e outros que estavam com eles à mesa. 30 E os escribas deles, e os fariseus, murmuravam contra os seus discípulos, dizendo: Por que comeis e bebeis com publicanos e pecadores? 31 E Jesus, respondendo, disse-lhes: Não necessitam de médico os que estão sãos, mas, sim, os que estão enfermos; 32 Eu não vim chamar os justos, mas, sim, os pecadores, ao arrependimento.<br />
  14. 14. Lucas 5.33-39<br /> 33 Disseram-lhe, então, eles: Por que jejuam os discípulos de João muitas vezes, e fazem orações, como também os dos fariseus, mas os teus comem e bebem? 34 E ele lhes disse: Podeis vós fazer jejuar os filhos das bodas, enquanto o esposo está com eles? 35 Dias virão, porém, em que o esposo lhes será tirado, e então, naqueles dias, jejuarão. 36 E disse-lhes também uma parábola: Ninguém tira um pedaço de uma roupa nova para a coser em roupa velha, pois romperá a nova e o remendo não condiz com a velha. 37 E ninguém deita vinho novo em odres velhos; de outra sorte o vinho novo romperá os odres, e entornar-se-á o vinho, e os odres se estragarão; 38 Mas o vinho novo deve deitar-se em odres novos, e ambos juntamente se conservarão. 39 E ninguém tendo bebido o velho quer logo o novo, porque diz: Melhor é o velho.<br />
  15. 15. Lucas 5.33-39<br /> 33 Disseram-lhe, então, eles: Por que jejuam os discípulos de João muitas vezes, e fazem orações, como também os dos fariseus, mas os teus comem e bebem? 34 E ele lhes disse: Podeis vós fazer jejuar os filhos das bodas, enquanto o esposo está com eles? 35 Dias virão, porém, em que o esposo lhes será tirado, e então, naqueles dias, jejuarão. 36 E disse-lhes também uma parábola: Ninguém tira um pedaço de uma roupa nova para a coser em roupa velha, pois romperá a nova e o remendo não condiz com a velha. 37 E ninguém deita vinho novo em odres velhos; de outra sorte o vinho novo romperá os odres, e entornar-se-á o vinho, e os odres se estragarão; 38 Mas o vinho novo deve deitar-se em odres novos, e ambos juntamente se conservarão. 39 E ninguém tendo bebido o velho quer logo o novo, porque diz: Melhor é o velho.<br />
  16. 16. Entendendo o texto<br /> No primeiro texto os escribas e fariseus estavam preocupados com o fato de que os discípulos e Jesus comiam com pecadores. Levi por sua vez, após ser chamado pelo mestre, foi dar uma festa. Uma das coisas que mostra o verdadeiro arrependimento é a alegria que em nós se manifesta. Enquanto que os pecadores estavam festejando, os religiosos estavam com inveja. Lembra-se do filho prodigo?<br /> Em síntese, podemos dizer que a comparação feita pelos escritbas e fariseus “porque vocês fazem isto que não fazemos?” foi exatamente que Jesus usou para explicar sobre o judaísmo x cristianismo. Dizendo que ambos não podem permanecer juntos. Mas uma deve dar lugar ao outro.<br />
  17. 17. Entendendo o texto<br />Quando Jesus disse ter vindo para &quot;lançar fogo sobre a terra&quot; Lucas 12:49) e não para &quot;trazer paz, mas espada&quot; (Mateus 10:34), como falou verdadeiramente! Ele não se ajustava aos modos familiares do mundoao qual veio. Mesmo o mais revolucionário pensamento de seu tempo não poderia contê-lo. Suas palavras e modos eram transcendentemente diferentes, inquietantes, ameaçadores. Não poderia haver uma síntese calada do velho e do novo, somente uma colisão descomprometida que conduziria inevitavelmente a rebelião ou rendição. Alguns viriam a gostar do novo, outros a odiá-lo.<br />
  18. 18. Entendendo o texto<br />Em suas três analogias, em Mateus 9:14-17 (Marcos 2:18-22; Lucas 5:33-39), Jesus responde aos seus críticos gentilmente, mas ilustra o inevitável do conflito: como pode pano novo ser usado para remendar roupa velha? Como pode o explosivo vinho novo ser contido em velhos e inflexíveis odres?<br />
  19. 19. Entendendo o texto<br />O provérbio de Jesus sobre o remendo novo na roupa velha saiu facilmente de sua própria vida. Aquele que &quot;não tinha lugar para repousar sua cabeça&quot; não deveria desconhecer vestes remendadas. E todos sabiam que uma tentativa de remendar uma roupa gasta com pano novo levaria a dois desastres, um estrutural e outro estético. O pano novo encolheria com a primeira lavagem e aplicaria tal tensão sobre o pano velho que faria um rasgo maior do que antes (Marcos 2:21); e, por sua própria novidade, o remendo novo faria com que a roupa velha parecesse ainda mais desbotada e velha (Lucas 9:36). Às vezes, o velho é irreparável e tem simplesmente que ceder lugar ao novo.<br />
  20. 20. Entendendo o texto<br />O judaísmo rabínico, com suas corrupções farisaicas, estava além da recuperação. Sua atitude estava totalmente tão afastada do espírito da lei e dos profetas <br />que o único meio de ir além dela era saindo dela. E ainda que a mensagem de arrependimento e de abatida contrição de João fosse de Deus e vital para o seu tempo, ela era preparatória, e não permanente (Atos 18:25-26; 19:1-5). O novo caminho de Jesus era um pano inteiro e não uma colcha de retalhos. Ele não tinha vindo para <br />enxertar suas novas verdades no esfarrapado tecido religioso das tradições humanas e ímpias atitudes, ou para sentar-se imóvel a uma das paradas da estrada do propósito eterno de Deus. Tivesse feito isso e teria destruído tudo. Em Cristo, todas as coisas teriam que ser novas (2 Coríntios 5:17).<br />
  21. 21. Entendendo o texto<br />A incredulidade judaica vigente recusou-se a renunciar aos seus caminhos tradicionais para receber a palavra de Deus, e crucificou Jesus. Os judaizantes da igreja primitiva relutavam em deixar a lei pelo evangelho e, em seu esforço para acomodar o evangelho à lei, manobraram para rasgar e destruir tudo (Gálatas 1:6-9; 5:3-4). A mesma disposição mental vive hoje. Velhos e ímpios caminhos, recusando a entregar a alma, nos desafiarão a acomodar o evangelho a eles ou a sair. Nesses momentos precisamos correr, e não andar, para a saída mais próxima.<br />
  22. 22. Entendendo o texto<br />O terceiro destes provérbios que Jesus usa para responder a seus críticos simplesmente reforça a mensagem dos dois primeiros: certas coisas não se ajustam. Os homens, ele disse, não colocam vinho novo, ainda fermentando e expandindo, em velhos e ressecados odres porque eles se rasgariam e seriam destruídos e o vinho novo escorreria e se perderia (Mateus 9:17). O Senhor está advertindo que mentalidades rígidas custarão aos homens a incomparável qualidade especial do evangelho. Porque ela é imprevisivelmente nova e inimaginável (1 Coríntios 2:9)e não se ajusta confortavelmente nos trilhos familiares, estamos demasiado dispostos a tentar forçá-la, através de nossas categorias congeladas, até que ela saia parecendo mais com o que esperávamos e desejávamos que fosse. Não há meio melhor do que este para simplesmente derramar no chão o precioso vinho novo do reino eterno de Deus.<br />
  23. 23. FIM<br />

×