SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 46
Baixar para ler offline
PÓS-GRADUAÇÃO EM GRÁFICA
DIGITAL
ANIMAÇÃO 2D
Prof. Dr. Carlos A. P. Campani
ANIMAÇÃO
●
Percebemos uma série de imagens exibidas de
forma rápida como movimento;
●
Cada imagem difere levemente da anterior;
●
Estas imagens são chamadas de fotogramas,
quadros ou frames;
●
Animação é a criação destas imagens.
ANIMAÇÃO: FRAMES OU
QUADROS
ANIMAÇÃO: EXEMPLO
HISTÓRIA DA ANIMAÇÃO:
THAUMATROPE (1828)
HISTÓRIA DA ANIMAÇÃO:
ZOETROPE (1843)
HISTÓRIA DA ANIMAÇÃO:
KINETOSCOPE
ANIMAÇÃO: VELOCIDADE
●
24 frames por segundo (fps);
●
Taxa de fusão de cintilação – conceito
psicofísico;
●
Obturador do projetor abre e fecha duas vezes
para cada fotograma, produzindo 48 frames por
segundo.
PROJETOR DE CINEMA
MÍDIA ELETRÔNICA: FRAMES
PER SECOND (FPS)
●
Jogos de Computador: 30 fps;
●
Monitores de vídeo: 60 fps;
●
DVD: 25-30 fps;
●
Blu-ray: 25-60 fps;
●
Cinema digital: 24-60 fps;
●
IMAX: 24 ou 48 fps.
MPEG
●
Moving Picture Experts Group (MPEG) – grupo
atuante do ISO;
●
Alternativa aberta ao Quicktime e Video for
Windows.
MPEG: PADRÕES
●
MPEG 1 – 352x240 com 30 fps;
●
MPEG 2 – 720x480 ou 1280x760 com 60 fps;
●
MPEG 3 – abandonado;
●
MPEG 4 – baseado em MPEG 1 e 2 com menor
bandwidth, resolução até 8192x4320 com 30 ou
60 fps (codec H.264) e suporte à animação 2D e
3D.
ANIMAÇÃO 2D X ANIMAÇÃO 3D
●
Animação 2D é criada em um plano
bidimensional;
●
Existe perda de profundidade em relação à
animação 3D;
●
Quadros da cena são desenhados no plano e o
cérebro preenche o restante.
ANIMAÇÃO 2D X ANIMAÇÃO 3D
OS CINCO TIPOS DE ANIMAÇÃO
1. Animação tradicional;
2. Animação vetorial;
3. Gráficos em movimento (motion graphics);
4. Stop motion e Claymation;
5. Animação 3D em computador.
ANIMAÇÃO TRADICIONAL
●
Técnica em que animadores desenham imagens
à mão, em uma lâmina transparente, usando um
lápis colorido, um quadro por vez;
●
Cada quadro é fotografado por uma câmera;
●
A sequência de quadros, quando exibida uma
após a outra na velocidade certa, produz o efeito
de movimento contínuo.
ANIMAÇÃO VETORIAL
●
Animações 2D geradas por computador que
usam um processo de interpolação de frames;
●
Animações vetoriais movem segmentos
(vetores) unindo pontos na tela de forma a obter a
animação desejada.
ANIMAÇÃO VETORIAL:
SOFTWARE
●
ADOBE ANIMATE –
https://www.adobe.com/br/products/animate.html
●
VPAINT – https://www.vpaint.org/
●
KOOLMOVES – https://koolmoves.en.softonic.com/?
ex=DSK-1218.3
●
KTOON – https://sourceforge.net/projects/ktoon.berlios/
●
SYNFIG – https://www.synfig.org/
GRÁFICOS EM MOVIMENTO
●
Animação tipográfica ou logotipos animados;
●
Arte de mover elementos gráficos ou textos;
●
Popular em comerciais de TV, programas e
filmes, eventos esportivos, etc.;
●
Cinema 4D e GIMP (usando filtro Animação).
STOP MOTION E CLAYMATION
●
Willis Harold O'Brian (King Kong, 1933);
●
Técnica de animação que utiliza modelos reais
em diversos materiais: marionetes, bonecos com
articulações de arame ou bonecos de argila;
●
Modelos são movidos e fotografados quadro a
quadro para criar a impressão de movimento;
●
Claymation utiliza figuras de barro ou argila.
STOP MOTION E CLAYMATION
TÉCNICAS DE ANIMAÇÃO 2D
●
Flip book;
●
Rotoscoping;
●
Desenho sobre filme;
●
Cell animation
●
Keyframe;
●
Motion Blur;
●
Animação limitada;
●
Stop motion;
●
Animação vetorial (flash).
TÉCNICAS DE ANIMAÇÃO 2D:
FLIP BOOK
Técnica simples em que as imagens da
animação são desenhadas em um bloco de
notas, que é rapidamente folheado (John Barnes
Linnet, 1868).
TÉCNICAS DE ANIMAÇÃO 2D:
FLIP BOOK
TÉCNICAS DE ANIMAÇÃO 2D:
ROTOSCOPING
●
Max Fleischer (1915);
●
Artistas pintam sobre a imagem projetada em
um vidro;
●
Pintura feita quadro a quadro;
●
Alto custo, mas resultado de alta qualidade.
TÉCNICAS DE ANIMAÇÃO 2D:
ROTOSCOPING
TÉCNICAS DE ANIMAÇÃO 2D:
DESENHO SOBRE FILME
●
Desenho quadro a quadro direto sobre o filme;
●
Exige muita precisão do artista.
TÉCNICAS DE ANIMAÇÃO 2D:
DESENHO SOBRE FILME
BOOGIE-DOODLE (1941)
TÉCNICAS DE ANIMAÇÃO 2D:
CELL ANIMATION
●
Earl Hurd e John Bray (1915);
●
Animação desenhada à mão quadro a quadro;
●
Células são como camadas que podem ser
dispostas umas sobre as outras;
●
Camadas desenhadas em lâminas
transparentes que podem ser movidas umas em
relação às outras.
TÉCNICAS DE ANIMAÇÃO 2D:
CELL ANIMATION
CÂMERA MULTIPLANAR
(DISNEY, 1930)
BRANCA DE NEVE E OS SETE
ANÕES (DISNEY, 1937)
Primeiro desenho animado de longa
metragem usando a técnica de cell
animation
TÉCNICAS DE ANIMAÇÃO 2D:
KEYFRAME
●
A, B, C, D e E são keys
●
2, 4,6,7 e 9 são inbetweens
(interpolações)
TÉCNICAS DE ANIMAÇÃO 2D:
MOTION BLUR
●
Temporal anti-aliasing;
●
Técnica de desenho que impede que o
movimento rápido de um objeto cria efeitos
estroboscópicos não desejados na animação;
●
Sem Motion Blur, objetos, como as rodas,
parecem mover-se na direção errada;
TÉCNICAS DE ANIMAÇÃO 2D:
MOTION BLUR
●
Objeto é desenhado em várias das posições que
assume durante o período de tempo representado
por cada quadro;
●
Cria uma representação borrada do objeto.
TÉCNICAS DE ANIMAÇÃO 2D:
MOTION BLUR
Motion blur em fotografia
Motion blur em animação
TÉCNICAS DE ANIMAÇÃO 2D:
ANIMAÇÃO LIMITADA
●
Hanna Barbera e Filmation;
●
Reutilização de cenários;
●
Mover poucos elementos em cena – só a boca
do personagem, por exemplo;
●
Redução de custos.
TÉCNICAS DE ANIMAÇÃO 2D:
ANIMAÇÃO LIMITADA
O PROCESSO DE ANIMAÇÃO 2D
1. Storyboard – esboços (fragmentados) que
ilustram o roteiro da animação;
2. Produção de áudio – gravação dos diálogos;
3. Desenvolvimento visual – desenvolvimento
de cenários e personagens;
4. Produção – criação da animação;
5. Pós-produção – adição de efeitos especiais e
sonoros.
OS 12 PRINCÍPIOS DA
ANIMAÇÃO
●
Definidos por Frank Thomas e Ollie Johnston
(Disney);
●
Objetiva obter animações mais críveis e
realísticas;
●
Originalmente pensado para animação
tradicional, hoje em dia também é usado para
animação por computador.
OS 12 PRINCÍPIOS DA
ANIMAÇÃO
1º) Esmagar e esticar;
2º) Antecipação;
3º) Encenação;
4º) Direto em frente e pose a pose;
5º) Seguir e ação sobreposta (arrastar);
6º) Devagar no início e no fim;
OS 12 PRINCÍPIOS DA
ANIMAÇÃO
7º) Arcos;
8º) Ação secundária;
9º) Tempo;
10º) Exagero;
11º) Desenho sólido;
12º) Apelo (encanto).
REFERÊNCIAS
BIBLIOGRÁFICAS
5 Types of Animation. disponível em: https://www.bloopanimation.com/types-of-
animation/ acesso em: 18 de fevereiro de 2019.
April Klazema. 2D Animation: A Comprehensive Guide to the Fundamentals.
disponível em: https://blog.udemy.com/2d-animation-2/ acesso em: 18 de fevereiro de
2019.
Daniel N. Wood, Adam Finkelstein, John F. Hughes, Craig E. Thayer, and David H.
Salesin. Multiperspective Panoramas for Cel Animation. Proceedings of SIGGRAPH
97, pp. 243-250, August 1997. disponível em:
https://gfx.cs.princeton.edu/pubs/Wood_1997_MPF/wood_97_mpf.pdf acesso em: 18
de fevereiro de 2019.
REFERÊNCIAS
BIBLIOGRÁFICAS
Frank Thomas; Ollie Johnston. Disney Animation: The Illusion of Life. Abbeville Press.
1981.
Jean-Daniel Fekete; Érick Bizouar; Éric Cournarie; Thierry Galas; Frédéric Taillefer.
TicTacToon: A Paperless System for Professional 2D Animation. ACM SIGGRAPH 95,
Los Angeles, in: Computer Graphics Proceedings, Annual Conference Series, Robert
Cook (Ed.), New York, pp. 79-90, 1995. disponível em:
http://citeseerx.ist.psu.edu/viewdoc/download?
doi=10.1.1.21.9410&rep=rep1&type=pdf acesso em: 18 de fevereiro de 2019.
John Lasseter. Principles of Traditional Animation Applied to 3D Computer Animation.
Computer Graphics, Vol. 21, N. 4, Julho de 1987, pp. 35-44. disponível em:
https://courses.cs.washington.edu/courses/cse457/11sp/projects/animator/linkedItems/
lasseter.pdf acesso em: 18 de fevereiro de 2019.
REFERÊNCIAS
BIBLIOGRÁFICAS
Marlena Stepien. 2D Animation Techniques. disponível em:
http://marlenek9771.blogspot.com/ acesso em: 18 de fevereiro de 2019.
MPEG: The Moving Picture Experts Group. disponível em:
https://mpeg.chiariglione.org/ acesso em: 18 de feverreiro de 2019.
Tim Dirks. The History of Film: The Pre-1920s. disponível em: https://www.filmsite.org/
pre20sintro.html acesso em: 18 de feverreiro de 2019.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Slide blender 3 d apresentação
Slide blender 3 d apresentaçãoSlide blender 3 d apresentação
Slide blender 3 d apresentaçãoJosé Nascimento
 
Fundamentos Super Básicos-do Design 1/2
Fundamentos Super Básicos-do Design 1/2Fundamentos Super Básicos-do Design 1/2
Fundamentos Super Básicos-do Design 1/2Fábio Gonçalves
 
Tipos de imagens digitais
Tipos de imagens digitaisTipos de imagens digitais
Tipos de imagens digitaisAline Okumura
 
Trabalho animação
Trabalho animaçãoTrabalho animação
Trabalho animaçãoVanda Allen
 
Fundamentos básicos do Design gráfico
Fundamentos básicos do Design gráficoFundamentos básicos do Design gráfico
Fundamentos básicos do Design gráficonfeio
 
Ebook guia-completo-de-arte-final-para-designers
Ebook guia-completo-de-arte-final-para-designersEbook guia-completo-de-arte-final-para-designers
Ebook guia-completo-de-arte-final-para-designersKarol Gandra
 
Materiais e processos gráficos
Materiais e processos gráficosMateriais e processos gráficos
Materiais e processos gráficosPatricia Prado
 
Conceitos Básicos da Animação (p.3/3)
Conceitos Básicos da Animação (p.3/3)Conceitos Básicos da Animação (p.3/3)
Conceitos Básicos da Animação (p.3/3)Mauricio Mallet Duprat
 
Fundamentos Super Básicos do Design 2/2
Fundamentos Super Básicos do Design 2/2Fundamentos Super Básicos do Design 2/2
Fundamentos Super Básicos do Design 2/2Fábio Gonçalves
 
A Arte da Animação: História da Animação e Técnicas de Animação
A Arte da Animação: História da Animação e Técnicas de AnimaçãoA Arte da Animação: História da Animação e Técnicas de Animação
A Arte da Animação: História da Animação e Técnicas de AnimaçãoAna Beatriz Cargnin
 
Aula 01 sistemas de composição e processos de impressão
Aula 01   sistemas de composição e processos de impressãoAula 01   sistemas de composição e processos de impressão
Aula 01 sistemas de composição e processos de impressãoElizeu Nascimento Silva
 
Roteiro 2ª parte
Roteiro 2ª parteRoteiro 2ª parte
Roteiro 2ª parteFernando
 

Mais procurados (20)

Slide blender 3 d apresentação
Slide blender 3 d apresentaçãoSlide blender 3 d apresentação
Slide blender 3 d apresentação
 
Fundamentos Super Básicos-do Design 1/2
Fundamentos Super Básicos-do Design 1/2Fundamentos Super Básicos-do Design 1/2
Fundamentos Super Básicos-do Design 1/2
 
Módulo 1 - Design gráfico
Módulo 1 - Design gráficoMódulo 1 - Design gráfico
Módulo 1 - Design gráfico
 
Tipos de imagens digitais
Tipos de imagens digitaisTipos de imagens digitais
Tipos de imagens digitais
 
Trabalho animação
Trabalho animaçãoTrabalho animação
Trabalho animação
 
Aula 1 aldeci
Aula 1 aldeciAula 1 aldeci
Aula 1 aldeci
 
Fundamentos básicos do Design gráfico
Fundamentos básicos do Design gráficoFundamentos básicos do Design gráfico
Fundamentos básicos do Design gráfico
 
Blender: Primeiros Passos
Blender: Primeiros PassosBlender: Primeiros Passos
Blender: Primeiros Passos
 
Tipos e formatos de imagens
Tipos e formatos de imagensTipos e formatos de imagens
Tipos e formatos de imagens
 
Ebook guia-completo-de-arte-final-para-designers
Ebook guia-completo-de-arte-final-para-designersEbook guia-completo-de-arte-final-para-designers
Ebook guia-completo-de-arte-final-para-designers
 
Materiais e processos gráficos
Materiais e processos gráficosMateriais e processos gráficos
Materiais e processos gráficos
 
Conceitos Básicos da Animação (p.3/3)
Conceitos Básicos da Animação (p.3/3)Conceitos Básicos da Animação (p.3/3)
Conceitos Básicos da Animação (p.3/3)
 
Fundamentos Super Básicos do Design 2/2
Fundamentos Super Básicos do Design 2/2Fundamentos Super Básicos do Design 2/2
Fundamentos Super Básicos do Design 2/2
 
A Arte da Animação: História da Animação e Técnicas de Animação
A Arte da Animação: História da Animação e Técnicas de AnimaçãoA Arte da Animação: História da Animação e Técnicas de Animação
A Arte da Animação: História da Animação e Técnicas de Animação
 
Design Editorial | Elementos Editoriais
Design Editorial | Elementos EditoriaisDesign Editorial | Elementos Editoriais
Design Editorial | Elementos Editoriais
 
Stop motion na sala de aula
Stop motion na sala de aulaStop motion na sala de aula
Stop motion na sala de aula
 
Aula 01 sistemas de composição e processos de impressão
Aula 01   sistemas de composição e processos de impressãoAula 01   sistemas de composição e processos de impressão
Aula 01 sistemas de composição e processos de impressão
 
Módulo 2 - Fotografia
Módulo 2 - FotografiaMódulo 2 - Fotografia
Módulo 2 - Fotografia
 
Animação 1 - Storyboard
Animação 1 - StoryboardAnimação 1 - Storyboard
Animação 1 - Storyboard
 
Roteiro 2ª parte
Roteiro 2ª parteRoteiro 2ª parte
Roteiro 2ª parte
 

Semelhante a Animação 2D

TRANSFORM: Animação em Stop Motion by Wênder Oliveira
TRANSFORM: Animação em Stop Motion by Wênder  OliveiraTRANSFORM: Animação em Stop Motion by Wênder  Oliveira
TRANSFORM: Animação em Stop Motion by Wênder OliveiraDra. Camila Hamdan
 
EVOLUÇÃO DOS GRÁFICOS DE COMPUTADOR E DA ANIMAÇÃO 3D
EVOLUÇÃO DOS GRÁFICOS DE COMPUTADOR E DA ANIMAÇÃO 3D EVOLUÇÃO DOS GRÁFICOS DE COMPUTADOR E DA ANIMAÇÃO 3D
EVOLUÇÃO DOS GRÁFICOS DE COMPUTADOR E DA ANIMAÇÃO 3D Carlos Campani
 
Animação (2)
Animação (2)Animação (2)
Animação (2)Martinha5
 
Animação e vídeo - Equipe 02
Animação e vídeo - Equipe 02Animação e vídeo - Equipe 02
Animação e vídeo - Equipe 02MPCOMP10
 
Historia da Animação Digital
Historia da Animação DigitalHistoria da Animação Digital
Historia da Animação DigitalDra. Camila Hamdan
 
Trabalho sobre animação
Trabalho sobre animaçãoTrabalho sobre animação
Trabalho sobre animaçãoluthomas
 
Trabalho sobre animação
Trabalho sobre animaçãoTrabalho sobre animação
Trabalho sobre animaçãoluthomas
 
Cinema de animação nas escolas final 2
Cinema de animação nas escolas final 2Cinema de animação nas escolas final 2
Cinema de animação nas escolas final 2José Serpa
 
Aula1- Animação Web - Prof.ª Cristiane Fidelix
Aula1- Animação Web - Prof.ª Cristiane FidelixAula1- Animação Web - Prof.ª Cristiane Fidelix
Aula1- Animação Web - Prof.ª Cristiane FidelixCris Fidelix
 
Power point trabalho cssjf2
Power point trabalho cssjf2Power point trabalho cssjf2
Power point trabalho cssjf2MarianaQuirino
 
Sc a-g10
Sc a-g10Sc a-g10
Sc a-g10Mooglet
 

Semelhante a Animação 2D (20)

TRANSFORM: Animação em Stop Motion by Wênder Oliveira
TRANSFORM: Animação em Stop Motion by Wênder  OliveiraTRANSFORM: Animação em Stop Motion by Wênder  Oliveira
TRANSFORM: Animação em Stop Motion by Wênder Oliveira
 
EVOLUÇÃO DOS GRÁFICOS DE COMPUTADOR E DA ANIMAÇÃO 3D
EVOLUÇÃO DOS GRÁFICOS DE COMPUTADOR E DA ANIMAÇÃO 3D EVOLUÇÃO DOS GRÁFICOS DE COMPUTADOR E DA ANIMAÇÃO 3D
EVOLUÇÃO DOS GRÁFICOS DE COMPUTADOR E DA ANIMAÇÃO 3D
 
Animacao
AnimacaoAnimacao
Animacao
 
Animacao
AnimacaoAnimacao
Animacao
 
Animação (2)
Animação (2)Animação (2)
Animação (2)
 
Animação
AnimaçãoAnimação
Animação
 
Animação e vídeo - Equipe 02
Animação e vídeo - Equipe 02Animação e vídeo - Equipe 02
Animação e vídeo - Equipe 02
 
Animação
AnimaçãoAnimação
Animação
 
Historia da Animação Digital
Historia da Animação DigitalHistoria da Animação Digital
Historia da Animação Digital
 
Animaçãoe
AnimaçãoeAnimaçãoe
Animaçãoe
 
Animaçãoe
AnimaçãoeAnimaçãoe
Animaçãoe
 
Trabalho sobre animação
Trabalho sobre animaçãoTrabalho sobre animação
Trabalho sobre animação
 
Trabalho sobre animação
Trabalho sobre animaçãoTrabalho sobre animação
Trabalho sobre animação
 
Cinema de animação nas escolas final 2
Cinema de animação nas escolas final 2Cinema de animação nas escolas final 2
Cinema de animação nas escolas final 2
 
Aula1- Animação Web - Prof.ª Cristiane Fidelix
Aula1- Animação Web - Prof.ª Cristiane FidelixAula1- Animação Web - Prof.ª Cristiane Fidelix
Aula1- Animação Web - Prof.ª Cristiane Fidelix
 
Computaçãografica
ComputaçãograficaComputaçãografica
Computaçãografica
 
Machinima
MachinimaMachinima
Machinima
 
Power point trabalho cssjf2
Power point trabalho cssjf2Power point trabalho cssjf2
Power point trabalho cssjf2
 
Sc a-g10
Sc a-g10Sc a-g10
Sc a-g10
 
Estereoscopia
EstereoscopiaEstereoscopia
Estereoscopia
 

Mais de Carlos Campani

Técnicas de integração
Técnicas de integraçãoTécnicas de integração
Técnicas de integraçãoCarlos Campani
 
Lista de exercícios 3
Lista de exercícios 3Lista de exercícios 3
Lista de exercícios 3Carlos Campani
 
Lista de exercícios 2
Lista de exercícios 2Lista de exercícios 2
Lista de exercícios 2Carlos Campani
 
Aplicações da integração
Aplicações da integraçãoAplicações da integração
Aplicações da integraçãoCarlos Campani
 
Lista de exercícios 1
Lista de exercícios 1Lista de exercícios 1
Lista de exercícios 1Carlos Campani
 
ANÁLISE COMPLETA DE UMA FUNÇÃO
ANÁLISE COMPLETA DE UMA FUNÇÃOANÁLISE COMPLETA DE UMA FUNÇÃO
ANÁLISE COMPLETA DE UMA FUNÇÃOCarlos Campani
 
PROPRIEDADES DAS FUNÇÕES
PROPRIEDADES DAS FUNÇÕESPROPRIEDADES DAS FUNÇÕES
PROPRIEDADES DAS FUNÇÕESCarlos Campani
 
Funções, suas propriedades e gráfico
Funções, suas propriedades e gráficoFunções, suas propriedades e gráfico
Funções, suas propriedades e gráficoCarlos Campani
 
Solução de equações modulares
Solução de equações modularesSolução de equações modulares
Solução de equações modularesCarlos Campani
 
Equações polinomiais
Equações polinomiaisEquações polinomiais
Equações polinomiaisCarlos Campani
 
Instruções de Aprendiz
Instruções de AprendizInstruções de Aprendiz
Instruções de AprendizCarlos Campani
 
Álgebra básica, potenciação, notação científica, radiciação, polinômios, fato...
Álgebra básica, potenciação, notação científica, radiciação, polinômios, fato...Álgebra básica, potenciação, notação científica, radiciação, polinômios, fato...
Álgebra básica, potenciação, notação científica, radiciação, polinômios, fato...Carlos Campani
 

Mais de Carlos Campani (20)

Técnicas de integração
Técnicas de integraçãoTécnicas de integração
Técnicas de integração
 
Lista de exercícios 3
Lista de exercícios 3Lista de exercícios 3
Lista de exercícios 3
 
Lista de exercícios 2
Lista de exercícios 2Lista de exercícios 2
Lista de exercícios 2
 
Aplicações da integração
Aplicações da integraçãoAplicações da integração
Aplicações da integração
 
Lista de exercícios 1
Lista de exercícios 1Lista de exercícios 1
Lista de exercícios 1
 
Integral
IntegralIntegral
Integral
 
Semana 14
Semana 14 Semana 14
Semana 14
 
Semana 13
Semana 13 Semana 13
Semana 13
 
Semana 12
Semana 12Semana 12
Semana 12
 
Semana 11
Semana 11Semana 11
Semana 11
 
Semana 10
Semana 10 Semana 10
Semana 10
 
Semana 9
Semana 9 Semana 9
Semana 9
 
ANÁLISE COMPLETA DE UMA FUNÇÃO
ANÁLISE COMPLETA DE UMA FUNÇÃOANÁLISE COMPLETA DE UMA FUNÇÃO
ANÁLISE COMPLETA DE UMA FUNÇÃO
 
PROPRIEDADES DAS FUNÇÕES
PROPRIEDADES DAS FUNÇÕESPROPRIEDADES DAS FUNÇÕES
PROPRIEDADES DAS FUNÇÕES
 
Funções, suas propriedades e gráfico
Funções, suas propriedades e gráficoFunções, suas propriedades e gráfico
Funções, suas propriedades e gráfico
 
Solução de equações modulares
Solução de equações modularesSolução de equações modulares
Solução de equações modulares
 
Equações polinomiais
Equações polinomiaisEquações polinomiais
Equações polinomiais
 
PROVAS DE TEOREMAS
PROVAS DE TEOREMASPROVAS DE TEOREMAS
PROVAS DE TEOREMAS
 
Instruções de Aprendiz
Instruções de AprendizInstruções de Aprendiz
Instruções de Aprendiz
 
Álgebra básica, potenciação, notação científica, radiciação, polinômios, fato...
Álgebra básica, potenciação, notação científica, radiciação, polinômios, fato...Álgebra básica, potenciação, notação científica, radiciação, polinômios, fato...
Álgebra básica, potenciação, notação científica, radiciação, polinômios, fato...
 

Animação 2D

  • 1. PÓS-GRADUAÇÃO EM GRÁFICA DIGITAL ANIMAÇÃO 2D Prof. Dr. Carlos A. P. Campani
  • 2. ANIMAÇÃO ● Percebemos uma série de imagens exibidas de forma rápida como movimento; ● Cada imagem difere levemente da anterior; ● Estas imagens são chamadas de fotogramas, quadros ou frames; ● Animação é a criação destas imagens.
  • 8. ANIMAÇÃO: VELOCIDADE ● 24 frames por segundo (fps); ● Taxa de fusão de cintilação – conceito psicofísico; ● Obturador do projetor abre e fecha duas vezes para cada fotograma, produzindo 48 frames por segundo.
  • 10. MÍDIA ELETRÔNICA: FRAMES PER SECOND (FPS) ● Jogos de Computador: 30 fps; ● Monitores de vídeo: 60 fps; ● DVD: 25-30 fps; ● Blu-ray: 25-60 fps; ● Cinema digital: 24-60 fps; ● IMAX: 24 ou 48 fps.
  • 11. MPEG ● Moving Picture Experts Group (MPEG) – grupo atuante do ISO; ● Alternativa aberta ao Quicktime e Video for Windows.
  • 12. MPEG: PADRÕES ● MPEG 1 – 352x240 com 30 fps; ● MPEG 2 – 720x480 ou 1280x760 com 60 fps; ● MPEG 3 – abandonado; ● MPEG 4 – baseado em MPEG 1 e 2 com menor bandwidth, resolução até 8192x4320 com 30 ou 60 fps (codec H.264) e suporte à animação 2D e 3D.
  • 13. ANIMAÇÃO 2D X ANIMAÇÃO 3D ● Animação 2D é criada em um plano bidimensional; ● Existe perda de profundidade em relação à animação 3D; ● Quadros da cena são desenhados no plano e o cérebro preenche o restante.
  • 14. ANIMAÇÃO 2D X ANIMAÇÃO 3D
  • 15. OS CINCO TIPOS DE ANIMAÇÃO 1. Animação tradicional; 2. Animação vetorial; 3. Gráficos em movimento (motion graphics); 4. Stop motion e Claymation; 5. Animação 3D em computador.
  • 16. ANIMAÇÃO TRADICIONAL ● Técnica em que animadores desenham imagens à mão, em uma lâmina transparente, usando um lápis colorido, um quadro por vez; ● Cada quadro é fotografado por uma câmera; ● A sequência de quadros, quando exibida uma após a outra na velocidade certa, produz o efeito de movimento contínuo.
  • 17. ANIMAÇÃO VETORIAL ● Animações 2D geradas por computador que usam um processo de interpolação de frames; ● Animações vetoriais movem segmentos (vetores) unindo pontos na tela de forma a obter a animação desejada.
  • 18. ANIMAÇÃO VETORIAL: SOFTWARE ● ADOBE ANIMATE – https://www.adobe.com/br/products/animate.html ● VPAINT – https://www.vpaint.org/ ● KOOLMOVES – https://koolmoves.en.softonic.com/? ex=DSK-1218.3 ● KTOON – https://sourceforge.net/projects/ktoon.berlios/ ● SYNFIG – https://www.synfig.org/
  • 19. GRÁFICOS EM MOVIMENTO ● Animação tipográfica ou logotipos animados; ● Arte de mover elementos gráficos ou textos; ● Popular em comerciais de TV, programas e filmes, eventos esportivos, etc.; ● Cinema 4D e GIMP (usando filtro Animação).
  • 20. STOP MOTION E CLAYMATION ● Willis Harold O'Brian (King Kong, 1933); ● Técnica de animação que utiliza modelos reais em diversos materiais: marionetes, bonecos com articulações de arame ou bonecos de argila; ● Modelos são movidos e fotografados quadro a quadro para criar a impressão de movimento; ● Claymation utiliza figuras de barro ou argila.
  • 21. STOP MOTION E CLAYMATION
  • 22. TÉCNICAS DE ANIMAÇÃO 2D ● Flip book; ● Rotoscoping; ● Desenho sobre filme; ● Cell animation ● Keyframe; ● Motion Blur; ● Animação limitada; ● Stop motion; ● Animação vetorial (flash).
  • 23. TÉCNICAS DE ANIMAÇÃO 2D: FLIP BOOK Técnica simples em que as imagens da animação são desenhadas em um bloco de notas, que é rapidamente folheado (John Barnes Linnet, 1868).
  • 24. TÉCNICAS DE ANIMAÇÃO 2D: FLIP BOOK
  • 25. TÉCNICAS DE ANIMAÇÃO 2D: ROTOSCOPING ● Max Fleischer (1915); ● Artistas pintam sobre a imagem projetada em um vidro; ● Pintura feita quadro a quadro; ● Alto custo, mas resultado de alta qualidade.
  • 26. TÉCNICAS DE ANIMAÇÃO 2D: ROTOSCOPING
  • 27. TÉCNICAS DE ANIMAÇÃO 2D: DESENHO SOBRE FILME ● Desenho quadro a quadro direto sobre o filme; ● Exige muita precisão do artista.
  • 28. TÉCNICAS DE ANIMAÇÃO 2D: DESENHO SOBRE FILME
  • 30. TÉCNICAS DE ANIMAÇÃO 2D: CELL ANIMATION ● Earl Hurd e John Bray (1915); ● Animação desenhada à mão quadro a quadro; ● Células são como camadas que podem ser dispostas umas sobre as outras; ● Camadas desenhadas em lâminas transparentes que podem ser movidas umas em relação às outras.
  • 31. TÉCNICAS DE ANIMAÇÃO 2D: CELL ANIMATION
  • 33. BRANCA DE NEVE E OS SETE ANÕES (DISNEY, 1937) Primeiro desenho animado de longa metragem usando a técnica de cell animation
  • 34. TÉCNICAS DE ANIMAÇÃO 2D: KEYFRAME ● A, B, C, D e E são keys ● 2, 4,6,7 e 9 são inbetweens (interpolações)
  • 35. TÉCNICAS DE ANIMAÇÃO 2D: MOTION BLUR ● Temporal anti-aliasing; ● Técnica de desenho que impede que o movimento rápido de um objeto cria efeitos estroboscópicos não desejados na animação; ● Sem Motion Blur, objetos, como as rodas, parecem mover-se na direção errada;
  • 36. TÉCNICAS DE ANIMAÇÃO 2D: MOTION BLUR ● Objeto é desenhado em várias das posições que assume durante o período de tempo representado por cada quadro; ● Cria uma representação borrada do objeto.
  • 37. TÉCNICAS DE ANIMAÇÃO 2D: MOTION BLUR Motion blur em fotografia Motion blur em animação
  • 38. TÉCNICAS DE ANIMAÇÃO 2D: ANIMAÇÃO LIMITADA ● Hanna Barbera e Filmation; ● Reutilização de cenários; ● Mover poucos elementos em cena – só a boca do personagem, por exemplo; ● Redução de custos.
  • 39. TÉCNICAS DE ANIMAÇÃO 2D: ANIMAÇÃO LIMITADA
  • 40. O PROCESSO DE ANIMAÇÃO 2D 1. Storyboard – esboços (fragmentados) que ilustram o roteiro da animação; 2. Produção de áudio – gravação dos diálogos; 3. Desenvolvimento visual – desenvolvimento de cenários e personagens; 4. Produção – criação da animação; 5. Pós-produção – adição de efeitos especiais e sonoros.
  • 41. OS 12 PRINCÍPIOS DA ANIMAÇÃO ● Definidos por Frank Thomas e Ollie Johnston (Disney); ● Objetiva obter animações mais críveis e realísticas; ● Originalmente pensado para animação tradicional, hoje em dia também é usado para animação por computador.
  • 42. OS 12 PRINCÍPIOS DA ANIMAÇÃO 1º) Esmagar e esticar; 2º) Antecipação; 3º) Encenação; 4º) Direto em frente e pose a pose; 5º) Seguir e ação sobreposta (arrastar); 6º) Devagar no início e no fim;
  • 43. OS 12 PRINCÍPIOS DA ANIMAÇÃO 7º) Arcos; 8º) Ação secundária; 9º) Tempo; 10º) Exagero; 11º) Desenho sólido; 12º) Apelo (encanto).
  • 44. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS 5 Types of Animation. disponível em: https://www.bloopanimation.com/types-of- animation/ acesso em: 18 de fevereiro de 2019. April Klazema. 2D Animation: A Comprehensive Guide to the Fundamentals. disponível em: https://blog.udemy.com/2d-animation-2/ acesso em: 18 de fevereiro de 2019. Daniel N. Wood, Adam Finkelstein, John F. Hughes, Craig E. Thayer, and David H. Salesin. Multiperspective Panoramas for Cel Animation. Proceedings of SIGGRAPH 97, pp. 243-250, August 1997. disponível em: https://gfx.cs.princeton.edu/pubs/Wood_1997_MPF/wood_97_mpf.pdf acesso em: 18 de fevereiro de 2019.
  • 45. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS Frank Thomas; Ollie Johnston. Disney Animation: The Illusion of Life. Abbeville Press. 1981. Jean-Daniel Fekete; Érick Bizouar; Éric Cournarie; Thierry Galas; Frédéric Taillefer. TicTacToon: A Paperless System for Professional 2D Animation. ACM SIGGRAPH 95, Los Angeles, in: Computer Graphics Proceedings, Annual Conference Series, Robert Cook (Ed.), New York, pp. 79-90, 1995. disponível em: http://citeseerx.ist.psu.edu/viewdoc/download? doi=10.1.1.21.9410&rep=rep1&type=pdf acesso em: 18 de fevereiro de 2019. John Lasseter. Principles of Traditional Animation Applied to 3D Computer Animation. Computer Graphics, Vol. 21, N. 4, Julho de 1987, pp. 35-44. disponível em: https://courses.cs.washington.edu/courses/cse457/11sp/projects/animator/linkedItems/ lasseter.pdf acesso em: 18 de fevereiro de 2019.
  • 46. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS Marlena Stepien. 2D Animation Techniques. disponível em: http://marlenek9771.blogspot.com/ acesso em: 18 de fevereiro de 2019. MPEG: The Moving Picture Experts Group. disponível em: https://mpeg.chiariglione.org/ acesso em: 18 de feverreiro de 2019. Tim Dirks. The History of Film: The Pre-1920s. disponível em: https://www.filmsite.org/ pre20sintro.html acesso em: 18 de feverreiro de 2019.